Issuu on Google+

Nossa missão é cuidar da vida

Semana da Amamentação nos Hospitais Camilianos Orientações sobre importância do leite materno são realizadas com humanização As atividades em comemoração à Semana Mundial do Aleitamento Materno, proposta pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a fim de minimizar o número de desmame precoce, envolveu a participação dos Hospitais Camilianos e colaboradores em Campanhas internas de conscientização aos pacientes. A amamentação, recomendada como única forma de alimentação até os seis meses de vida, é uma importante forma de proteger o bebê de alergias e infecções, além de ser um ato de amor que reforça o vínculo materno e minimiza as doenças neonatais. Anualmente na primeira quinzena de agosto são passadas informações para as mulheres pelos Hospitais. O objetivo é contribuir com a estatística de amamentação para uma sociedade mais saudável.

Leite Materno O leite materno é tudo o que o bebê precisa para crescer saudável e por conter vitaminas, minerais, açucares e gordura, é um ato de amor. Para realizar a amamentação é preciso alguns cuidados com o mamilo, com a posição adequada ao bebê e outras atitudes higiênicas para segurança do recém-nascido. O maior desafio é que a mãe dê sequência à amamentação no período recomendado após a alta hospitalar, pois nem todas as crianças conseguem praticar a sucção de forma rápida.     

  

Para a Mãe Mais segurança e menos ansiedade; Auxilia na perda calórica e redução de peso; Protege o cancro da mama e do ovário; Protege da osteoporose e anemia; Ajuda o útero a regressar ao seu tamanho normal mais rapidamente. Benefícios para o Bebê Melhora o desenvolvimento mental do bebê; É mais facilmente digerido; Intensifica o vínculo materno;

 

Auxilia na formação dos dentes e boca; Protege das infecções: otites, alergias, vômito, diarreia, pneumonia, bronquiolite e meningite.

Laço Dourado Símbolo que promove o valor da amamentação, o laço tem a cor dourada por significar que a amamentação é o padrão ouro da alimentação infantil. Uma parte do laço representa a MÃE. A outra parte, representa a CRIANÇA e o laço é simétrico, pois, mãe e a criança são ambos vitais para o sucesso da amamentação. O nó é o PAI, a família e a sociedade sem o nó, não haveria o laço; sem o apoio, a amamentação não seria exitosa.


Página 2

Semana da Amamentação nos Hospitais Camilianos

Mariana: Auxílio às mães com demonstração da amamentação, palestra e orientações.

Itu: Palestra, orientações, destaque para Projeto Nana Nenê que aumentou índice de amamentação na cidade.

Formosa: Palestra interna, orientações sobre rotina do Hospital que é Amigo da Criança desde 1992.

Salto: Orientações aos pais, palestra na maternidade e apresentação dos 10 passos para o sucesso do aleitamento.

Aimorés: Conscientização sobre leite materno e entrega de almofada para tornar mais confortável a prática.

Timóteo: Orientações na maternidade sobre cuidados com amamentação, dicas e esclarecimento de dúvidas.


Página 3

Aimorés (MG) - São José e São Camilo investe em Segurança na Unidade de Alimentação e Nutrição Placas de polietileno que reduzem riscos de contaminação são implantadas

A equipe da Unidade de Alimentação e Nutrição, UAN, do Hospital São José e São Camilo, realizou um importante investimento em segurança e Qualidade na prestação dos serviços. O setor é o responsável por manipular e servir refeições diárias aos pacientes, médicos, colaboradores e acompanhantes. Pensando em mais segurança foram implantadas placas de polietileno que facilitam a separação dos alimentos na hora dos cortes. Cada placa, composta de material totalmente propício ao preparo de alimentos, possui uma cor. A placa vermelha são para cortes de carnes vermelhas, a amarela são para preparo de aves, a bege para carne assada, a branca para derivados do leite, a placa azul para frutos do mar e verde para hortifruti. De acordo com a nutricionista do

Hospital, Camila Sperandio, essa é uma metodologia internacional de combate à infecção cruzada e que reduz de forma significativa a chance de contaminação dos alimentos. “As placas agilizam a identificação e asseguram uma manipulação livre de infecções com base em aprovação mundial”, afirma. Essa padronização que segrega os grupos de alimentos tem respaldo científico e é baseada na RDC 216/2004 e n CVS6/1999, que prevê a não reutilização de mesma placa para mais de um tipo de alimento. “A técnica melhora o fluxo dentro da Unidade de Alimentação e Nutrição. Usamos as placas de corte em bancadas diferenciadas, só sendo possível tal disposição em função do layout do setor”, finaliza a nutricionista. Redução de riscos de acidente Colaboradores da UAN foram con-

Placas baseadas em metodologia internacional

templados com uma Luva de Malha de Aço. O material é específico para iniciar a preparação de carnes e é considerada um EPI (Equipamento de Proteção Individual) por reduzir os riscos de acidente. A luva oferece mais agilidade no corte de carnes com menor risco de cortes acidentais.

Nova Mutum (MT) - São Camilo oficializa contrato com médicos do HMNM Desde o mês de julho que a São Camilo é oficialmente a nova mantenedora do Hospital de Nova Mutum. Após um período de dois meses para transição de gestão, foi realizado um levantamento de necessidades para administração do Hospital e negociações com equipe médica. Todas as ações da entidade visam adequar o orçamento dentro da capacidade administrativa e de recursos viabilizados para a administração do Hospital. Desta forma, já foi acordado entre a São Camilo e o corpo clínico o contrato para prestação de serviços. Os médicos serão terceirizados e terão uma escala de trabalho a ser cumprida mensalmente. “Nós priorizamos a melhoria da assistência aos pacientes, otimização da estrutura do Hospital e do parque tecnológico, devido à realidade da instituição que, atualmente, demanda investimentos imediatos na assistência e otimização de custos. Estamos prontos para iniciar uma gestão de resultados”, afirma a diretora administrativa, Edna Batista. O diretor clínico do Hospital é o Dr. Maurício Eidiro Nishiyama e o diretor técnico é o Dr. José Carlos Rodrigues de Araújo. Todos contribuíram para que os trabalhos fossem conduzidos de forma positiva. A São Camilo irá prestar contas a cada três meses para a Prefeitura a fim de rever metas e investimentos. A proposta é a de ser uma gestão transparente e de parceria. “Contamos com a colaboração dos profissionais que hoje atuam no Hospital e com apoio da sociedade. Faremos o melhor trabalho ao paciente”, finaliza a administradora.

Diretora Edna Batista entre médicos do HMNM

10/08: Juliana Silva Ferreira (Enfermeira - Timóteo) 10/08: Kleison Roberto de Douza (Coord. Tecnologia da Informação - Rondonópolis) 13/08: Roberta Calderaro Castro - (Coord. UTI Pediátrica - Taubaté) 14/08: Mariana Nunes Novais (Supervisora Enfermagem - Taubaté) 15/08: Thiago Dias Vianna (Gerente Dep. de Pessoal - Aimorés)


Página 3

Salto (SP) - São Camilo realiza Campanha de Combate ao Fumo Uma equipe multiprofissional iniciou no Hospital São Camilo de Salto, a Campanha Interna de Combate ao Fumo, com o objetivo de alertar principalmente os colaboradores dos malefícios do cigarro. A Campanha se estendeu aos pacientes, acompanhantes, corpo clínico e visitantes. Enfermeiras realizaram orientações ao paciente no leito por meio de um folder informativo. Informações sobre a composição do cigarro e as substâncias maléficas à saúde estavam no material, além das consequências para a saúde. Com mais de 2 mil substâncias, o cigarro é responsável pela morte de mais de 200 mil pessoas por ano no Brasil e 5 milhões no mundo, segundo estimativas. “Além de poder levar ao óbito, o cigarro acelera o ritmo de perda óssea do fumante e pode causar pneumonia. Fumantes de longas datas estão mais propensos a desenvolver o câncer de pulmão e doenças respiratórias”, afirma o cardiologista e diretor clínico, Dr. Marcílio Cabral. Além de folders, na Campanha foram confeccionados ban-

ners e colocadas telas informativas nas televisões da recepção e das internações do Hospital. A equipe organizadora da Campanha conscientizou a todos da proibição de fumar em qualquer dependência do Hospital.

Conscientização no leito

Mariana (MG) - Monsenhor Horta realiza acompanhamento do Diversidade Hospital reúne pais dos colaboradores do projeto que recruta deficientes

Encontro abre contínuas reuniões que serão realizadas

Dentro da política de inclusão social dos colaboradores com deficiência que compõem o quadro de pessoal do Hospital Monsenhor Horta, foi realizada uma reunião promovida pelos coordenadores do programa junto aos pais para melhor avaliação da evolução dos colaboradores que atuam em funções administrativas e de apoio no HMH. O objetivo é favorecer um melhor acompanhamento dos colaboradores e identificar o crescimento obtido pela percepção da família e do hospital. A reunião foi uma oportunidade de demonstrar mais confiança, valorização pessoal e o interesse do Hospital numa melhor qualidade de vida desses colaboradores. Avaliações de comportamento, crescimento no trabalho, na convivência social são itens abordados nessas reuniões que aproxima o HMH das famílias desses colaboradores para que eles se sintam mais à vontade.

O projeto será realizado periodicamente. Nesse primeiro encontro foi apresentado um vídeo dos colaboradores em suas áreas de atividades. Cada coordenador destacou a importância e relevância das funções do colaborador. “Observamos que todos os colaboradores têm o hospital como o primeiro empregador, o que reforça a importância e valorização que o HMH dá a essas pessoas. Os pais agradeceram a oportunidade, elogiaram o projeto e se disponibilizaram em participar. Nós coordenadores gostamos muito de conviver com todos, pois nos ensinam lições de vida, apesar das dificuldades, não colocam barreiras em realizar as tarefas”, finaliza a coord. da Pastoral, Aparecida Custódio.

Timóteo (MG) - HMVB em Simpósio de Terapia Intensiva Uma equipe multidisciplinar do Hospital e Maternidade Vital Brazil participou do 1º Simpósio Multidisciplinar de Terapia Intensiva e do 2º Encontro de Cuidados Paliativos. Nutricionista, psicólogos, enfermeiros, fisioterapeutas e médicos atualizaram conhecimentos e novidades sobre cuidados específicos em UTI, como pneumonia associada à ventilação mecânica, suporte nutricional, assistência ao recém nascido grave e cuidados paliativos.


Página 3

Itabirito (MG) - Hospital São Vicente de Paulo reforça técnicas de desinfecção e esterilização Colaboradores do Centro Cirúrgico e Central de Material Esterilizado do Hospital São Vicente de Paulo passaram por uma capacitação sobre desinfecção e limpeza de artigos hospitalares. O objetivo é reforçar as técnicas mais eficientes que asseguram um ambiente livre de bactérias para redução significativa de infecções. Artigos e instrumentais hospitalares, principalmente cirúrgicos, passam por esterilizações antes e após serem utilizados pela equipe médica. To-

dos os procedimentos são realizados na autoclave, responsável pela esterilização adequada dos materiais. “Apesar de a desinfecção ser assunto de conhecimento de todos, os treinamentos visam capacitar sobre novas metodologias e sobre a importância de manter a rotina sempre em dia. Todas as medidas são tomadas tendo em vista a segurança do paciente”, afirma a enfermeira palestrante Fabiane Santana.

Fabiane Santana

Rondonópolis (MT) - Hospital Regional realiza melhorias no Refeitório Colaboradores, prestadores de serviço e acompanhantes agora encontram mais conforto para realizar suas refeições. A diretoria de apoio anunciou melhorias importantes no Refeitório do Hospital Regional de Rondonópolis que agora tem nova pintura, novas mesas e bancos e mais comodidade no local que está totalmente climatizado com a instalação de ar condicionado. Uma mesa de granito adaptada para cadeirantes também foi instalada no Refeitório que agora está dentro das normas de segurança previstas. Com novos bancos e uma disposição de espaço mais bem estruturada, o refeitório passa a comportar mais pessoas em sua capacidade. “Os antigos equipamentos de ar condicionado foram substituídos por equipamenMais espaço e comodidade to mais potente, mantendo o espaço em temperatura agradável, já que registramos diariamente altas temperaturas em nossa cidade e todas as novas mobílias são de materiais que favorecem uma melhor higienização”, afirma o coordenador da Nutrição, Paulo Sérgio. O espaço é utilizado para as principais refeições do dia, como café da manhã, almoço, lanche, jantar e ceia pelos colaboradores e acompanhantes. Constantemente são realizados eventos de comemorações em datas especiais da saúde, aniversariantes e projetos de integração com colaboradores e diretoria.


Sao Camilo Saude - 135