Issuu on Google+

ANO 3 | Nº 16 | 2009 | R$ 8,90

Botucatu especial Espaço Mulher

Tudo para você garantir um visual impecável no inverno

Turismo

Além das belas praias, Paraty oferece muitas opções de passeio

Luiz Guilherme e Daniel A dupla que nasceu e foi consagrada em nossa cidade, nos fala do início de tudo até o sucesso nacional alcançado com o seu sertanejo romântico

Objetos de decoração | Estresse | História da internet | Pizza frita


www.botucatuespecial.com.br

editorial

E o inverno chegou. Esta estação fria, porém muito charmosa, inspira o nosso Espaço Mulher, que traz muitas dicas de roupas, sapatos, maquiagem e acessórios ideais para você aproveitar ao máximo o friozinho de nossa cidade, sempre de modo elegante. E por falar em mulheres, elas estão dominando uma área que até algum tempo atrás era exclusiva dos homens: o futebol. Conheça mais do time de futebol feminino que representa tão bem nossa cidade, promovendo o esporte e atraindo cada vez mais mulheres para a prática do mesmo. Mas não é preciso ser atleta para cuidar bem da saúde. Na seção Viva Bem, veja dicas de como fazer exercícios abdominais da maneira correta, para um corpo saudável e postura correta. Na seção Saúde, encontraremos orientações para cuidarmos da saúde de nossa mente, aprendendo a dominar o estresse, que nos acompanha sempre nos dias de hoje, tudo isso com a ajuda dos psicólogos Otávio Mori e Tatiane Trevizan, que a partir desta edição nos trarão sempre ótimas dicas para vivermos bem com nós mesmos. Você descobrirá nessa edição, na seção Turismo, que Paraty, no Rio de Janeiro, vai muito além das belas praias. Confira as várias atrações que a cidade oferece aos seus visitantes, uma ótima opção de viagem. Difícil encontrar em nossa cidade quem não aprecie a pizza frita. Na seção Gastronomia você conhecerá a história dessa receita especial de tamanho sucesso, que te deixará com água na boca. Não deixe de ver nossas colunas sociais, repleta de eventos especiais, bem como a seção Acontece, sempre com novidades a cada edição. Uma das novidades dessa edição é o novo caderno dedicado a ACE/CDL, importante entidade de nossa cidade que defende os interesses do comércio e do comerciante, lutando sempre para o fortalecimento da economia local. E tem muito mais esperando por você. Aproveite a revista que foi feita especialmente para você. Afinal, quem tem conteúdo é especial! Boa leitura Sandro Coltri

Publicação bimestral | Ano 3 | Edição 16 | Junho/Julho 2009

04 08 10 12 14 16 18 20 22 26 28 32 36 40 42 45 46 48

Acontece Esporte Música Espaço Mulher Espaço Universitário Mundo Digital Saúde Viva Bem Matéria de Capa Especial ACE/CDL História de Sucesso Festas e Cia. Sociedade Segurança nas férias Turismo Gastronomia Arquitetura Seus Direitos

EXPEDIENTE Diretor: Sandro Coltri (14) 9798-7076 | sandro@botucatuespecial.com.br MSN: sandro.coltri@hotmail.com | Skype: sandro.coltri Empresa Responsável: Sandro José Moraes Coltri - ME CNPJ: 08.095.446/0001-59 | I.E.: 224.173.760.114 Projeto Gráfico / Diagramação: Priscila Farias Capa: Luiz Guilherme e Daniel Foto: Maurício Antônio Redação: Suelyn da Luz | MTB 52.986 Colaboradores: Adriana Donini, Joel Nogueira, Lilian Inácio, Lique Tavares, Luciana Tobias dos Santos, Malu Ornelas, Marcelo Melo, Margarida Guerreiro Ciccone Ambrozi, Marília Zuccari Bissacot, Milene Coltri, Olavo Peixoto Jr., Otávio Mori, Patrícia Maria Magri e Tatiane Trevizan. Contato Comercial: Luciana Tobias dos Santos (14) 9681-6888 | 8163-6900 | luciana@botucatuespecial.com.br Publicidade e assinaturas: (14) 3814-3386 publicidade@botucatuespecial.com.br assinatura@botucatuespecial.com.br Contato: (14) 3814-3386 | contato@botucatuespecial.com.br Rua Pedro Delmanto, 114 | Jardim Paraíso Botucatu/SP | CEP 18610-303 A revista Botucatu Especial não se responsabiliza por conceitos ou opiniões emitidos em artigos assinados. As informações dos anúncios veiculados na revista são de inteira responsabilidade do anunciante. Esta revista mantém-se religiosa e politicamente neutra.


acontece Da Redação | Fotos Arquivo Pessoal

Da Redação | Foto Malu Ornelas

Aquafisio A Clínica Aquafisio completa 12 anos de atividades neste mês. Contando com quatro fisioterapeutas: Josimara Pinheiro Aguiar, Simone C. Machado Cavalari, Simone C. Lara Meganha e Fabiana Prado de Sousa, a clínica oferece tratamentos diferenciados na cidade, como Fisioterapia convencional, Hidroterapia, Watsu, Shiatsu, RPG, Osteopatia, Drenagem Linfática e Pilates. Com atendimento personalizado, a clínica possui uma estrutura de 400 m2 de área construída e uma piscina aquecida. “Nosso objetivo é proporcionar saúde e qualidade de vida com segurança, oferecida por profissionais altamente qualificados e técnicas modernas”, diz Josimara, proprietária da clínica, formada em Fisioterapia e pós-graduada em Piscina Terapêutica. Além disso, a fisioterapeuta possui diversos cursos de nível internacional em Hidroterapias, como Bad Ragaz, Halliwick, Watsu, Feldenkrais, Water Pilates, Osteopatia, entre outras terapias manuais, como Maitland, Kabat e RPG. “Durante esses 12 anos, a clínica correspondeu às expectativas, atingindo sua meta. Planejamos, ainda, ampliar as instalações e construir outra piscina futuramente”, conta. A Aquafisio fica na Rua Veiga Russo, 343 - Boa Vista. Mais informações pelo telefone (14) 3814-7228 ou no e-mail: aqua_fisio@hotmail.com.

Comemoração O programa Curtição completa cinco anos no próximo dia 09 de julho. Com um conteúdo jovem, que faz a cobertura das baladas da cidade, o programa foi idealizado e é apresentado por Lique Tavares. “Um novo projeto do programa é fazer uma balada por mês, unindo todos os parceiros”, conta Tavares. O Curtição vai ao ar toda sexta-feira, às 21h, com reapresentação na segunda, às 14h. A transmissão é feita pela TV Serrana, canal 55, e Big TV (Net), canal 4. Para mais informações: (14) 9785-7474 ou acesse: www.programacurticao.com.br.

Da Redação | Fotos Arquivo Pessoal

Inauguração No dia 03 de junho foi inaugurado o salão de festas Recanto Oásis. O local oferece uma estrutura moderna, equipada com iluminação, som profissional, telão, entre outras opções de acordo com o evento. O Recanto Oásis fica na Av. Júlio Vaz de Carvalho, 1370, no Jardim Continental. Mais informações: (14) 38829326 ou (14) 8116-8015.

04 Revista Botucatu Especial


acontece Texto e Fotos Equipe Pró-Cuesta

Bairro Demétria e Sítio Pinheirinho recebem 2ª e 3ª etapas do Circuito Pró Cuesta de Trekking

A

2ª etapa do Circuito Pró Cuesta de Trekking 2009 realizada no bairro Demétria teve um público de 145 pessoas divididas em 22 equipes. Os participantes desta prova tiveram o prazer de conhecer melhor este bairro e algumas trilhas inéditas que só foram abertas para passagem da prova, além de poderem ver como vivem as pessoas deste local. A prova foi considerada pelos participantes como uma prova de nível técnico e físico baixo até a troca das planilhas, onde a organização retirou alguns equipamentos das equipes para dificultar mais a navegação e despertar o raciocínio e trabalho em equipe. A organização comenta que teve um erro de planilha cometido na montagem da prova, confirmando o cuidado que devemos ter para realização das provas, pois as equipes que participam das provas estão bem aferidas com o esporte. Sr. Genivaldo, proprietário do Armazém da Terra que sediou esta etapa, comentou que foi uma experiência positiva ter recebido o pessoal do trekking, pois divulgou bem seu estabelecimento e ainda obteve lucro com a venda de seus produtos. O grande destaque entre os vencedores desta etapa foi a equipe Raio de Sol que ficou em primeiro lugar na categoria Trekkers, primeiro lugar na categoria Indústria e levou também o passo de ouro nas duas catego06 Revista Botucatu Especial

rias. Já na categoria Graduados a vencedora foi a equipe Vai que eu Fui/Vidativa. A 3ª etapa foi realizada no Sítio Pinheirinho, de propriedade da família do Sr. Alcides Vendramini, que pela segunda vez nos recebeu. A etapa teve participação

de 155 pessoas divididas em 25 equipes. A prova foi considerada com nível mais elevado tanto na navegação com no esforço físico. Esta prova exigiu muito do trabalho em equipe, pois em certo momento da prova as equipes tiverem que se dividir para não perder os postos de controle. Por se tratar de uma prova que exigia maior esforço físico, os profissionais da Unimed estavam bem atentos a tudo que acontecia na prova.

O destaque desta prova foram as equipes que participaram da etapa pela primeira vez e obtiveram bons resultados, como a equipe da Botumaster/AAF que venceu no passo de ouro e a equipe Guanhuminhas, vencedora na categoria Trekkers. Na categoria Graduados a vencedora foi a equipe Vai que eu Fui/ Vidativa que lidera o campeonato na Graduados. Nota: Os organizadores do evento, Fernando Arena e Liliane Arena, ambos profissionais de Educação Física, comentam que o Trekking de Regularidade agrega muitos valores, sendo que o principal deles é despertar as pessoas para a prática de atividade física, pois com um simples gesto de caminhar pode-se obter uma vida bem mais saudável e produtiva. O Trekking de Regularidade é praticado em equipes de 3 a 6 pessoas. Cada equipe recebe uma planilha do percurso e, através de uma bússola e uma calculadora, conseguem transpor os obstáculos naturais do local da prova. Maiores informações podem ser obtidas pelo site www.procuesta.com. br ou pelo telefone (14) 9797-3917 O Circuito Pró-Cuesta de Trekking é considerado um dos Circuitos mais bem estruturados no Brasil graças ao apoio incondicional de nossos patrocinadores: Prefeitura Municipal de Botucatu, Unimed Botucatu, Estamparia Poko Loko, Marcenaria Arena, Revista Botucatu Especial, Vidativa Espaço Personal, Unifac, Brother Hood e Sesi Botucatu.


Da Redação | Foto Suelyn da Luz

Nova

clínica Em meados de abril foi inaugurada a Clínica de Psicologia Equilibra, que oferece tratamentos de psicoterapia individual ou em grupo, além de orientação vocacional para crianças, adolescentes e adultos. Os psicólogos Otávio Mori e Tatiane Trevizan, proprietários da clínica, realizam consultas particulares ou por meio dos convênios PREVER, ATFPMB, ASU e Colégio Anglo de Botucatu. Em breve, a clínica também estará apta para atender outras áreas, tais como Gestão de Pessoas e Psicologia Organizacional. Para mais informações, entre em contato pelos telefones: (14) 8803-3730 ou (14) 88033731. A Clínica Equilibra fica na Rua Dr. Cardoso de Almeida, 1811 Sala 2 Centro.

Vide Brazil No último dia 12 de junho, na Livraria Lounge Nobel, aconteceu uma seleção destinada a jovens com interesse pela carreira de modelo, organizada pela fotógrafa Malu Ornelas, em parceria com a Peagade Comunicação e Jeff Carani, diretor geral da agência ModelosInc, com base em Denver, Colorado/EUA. Na ocasião, Carani e outros colaboradores falaram sobre os desafios da profissão para cerca de 200 pessoas que estavam presentes na seleção. O evento marcou o início da parceria que tem como objetivo a criação de uma agência de modelos. “A agência Vide Brazil Models irá explorar o mercado da moda na cidade e região, buscando investir em trabalhos sérios e na preparação dos modelos, tanto para o mercado das capitais brasileiras, quanto para os grandes centros da moda no exterior”, conta Malu Ornelas. Se você tem perfil e interesse pela profissão de modelo ou quer saber mais sobre o trabalho de Jeff Carani, Malu Ornelas e Peagade Comunicação acesse: www.mode-

Da Redação | Foto Malu Ornelas

los-inc.com/, www.maluornelas. com.br e www.peagade.com.br. E em breve, mais novidades em www.videbrazil.com.br.


esporte

A arte do

Mulheres cada vez mais se interessam pelo esporte e enchem campos e quadras

futebol com feminilidade

Da Redação | Foto Suelyn da Luz

F

undado em fevereiro de 1996, o Botucatu Futebol Clube (BFC) é o time de futebol feminino da cidade, que a cada dia acumula mais títulos e troféus. Entre as conquistas estão o Bi-campeonato Paulista (2006 e 2008), a Taça Brasil (2006), os Jogos Abertos (2006), o Hexa e o Pentacampeonato (Futsal) nos Jogos Regionais, além da Copa São Paulo. Já a Copa TVTEM de Futsal, que aconteceu em maio deste ano, foi conquistada após o jogo disputado contra a equipe de Marília, com um placar final de 5 a 3. O time levou a taça depois de disputar nove partidas, sendo oito vitórias e um empate. Assim, o futebol feito pelas jovens de Botucatu ganha destaque e tam08 Revista Botucatu Especial

bém desperta o interesse de muitas pelo esporte. “Como disse o Ministro do Esporte Orlando Silva, em visita recente à cidade, sem dúvida nenhuma as mulheres estão despertando para o futebol e Botucatu é uma referência nacional”, conta Edson Castro, fundador e treinador da equipe. Além do time principal, o BFC mantém uma escolinha, com estimativa de chegar a 200 alunas matriculadas até o final do ano - e as aulas são gratuitas. “Recebo quase que diariamente o contato de meninas de todo o Brasil querendo fazer teste em Botucatu” diz Castro. O BFC tem o apoio de patrocinadores como o supermercado Pão de Açúcar e Prefeitura Municipal, que ajudam a manter moradia e alimentação, visto

que algumas jogadoras são de outras cidades, além de ajuda de custo e demais despesas. Mesmo assim, o treinador alerta que o futebol feminino merece mais atenção. “Falta investimento, principalmente de organizações privadas”, comenta. Garotas que estejam interessadas em ingressar no esporte, e que tenham 15 anos ou mais, podem ir ao Estádio Municipal Dr. João Roberto Pilan, o INCA, de terça à sexta-feira. Dos 10 aos 15 anos, as aulas são aos sábados pela manhã. “Durante a semana podem me procurar e aos sábados o Professor Freitas e as professoras estão presentes”, finaliza Castro. O Inca fica na Rua Marília, 491 Vila Antártica.


música

Navegando no sucesso com a

Via Rosa dos Ventos

Da redação | Foto Arquivo pessoal

U

ma mistura de guitarras distorcidas, letras que falam sobre o cotidiano, um toque de romantismo e do pop-rock que marcou os anos 80 e 90. Essa é a cara da banda Via Rosa dos Ventos, que desde 1999 toca em Botucatu e região. Formada por Cléber Rochason (vocal), Haroldo Machado (contrabaixo), Zé Roberto (guitarra), Thiago Fajardo (guitarra), Nando Monte (bateria) e Felipe Betta (teclado), contando também com o apoio de Lucas (saxofone) e Danilo (trombone), a Via Rosa dos Ventos tem entre suas influências bandas como Legião Urbana, Barão Ve r m e l h o , Parala-

mas do Sucesso, Skank, Queen, U2, Rush, Led Zeppelin e muitas outras. Os principais pontos de encontro da banda são as casas noturnas e bares de Botucatu e região, onde costumam se apresentar. Já o desempenho no palco, que está cada vez mais conhecido pelo público, resultou no CD Demo gravado em 2006 e intitulado como “Rosa dos Ventos”. O disco possui cinco composições próprias e, atualmente, além dos covers, a banda toca em seus shows um repertório composto de dez músicas de autoria dos integrantes. Dessa forma, a Via Rosa dos Ventos decidiu apostar na carreira profissional, dando início a mais apresentações em Botucatu e também na região, além de investir

em material promocional. “Em breve lançaremos nosso site, mas enquanto isso o pessoal pode acessar as nossas páginas de relacionamento, fazer downloads e conferir o nosso som”, diz Felipe Betta. Para conhecer o trabalho da Via Rosa dos Ventos acesse http://www.myspace.com/viarosadosventos. Próximos shows: 23/07/09 - Festa de Sant’ana e 22/08/09 - Garage Road Bar.


espaço mulher

A

estação conhecida como a mais sofisticada do ano começou no dia 21 de junho. Para garantir um visual impecável, e bem quentinho, confira as dicas de moda outono/inverno 2009 que a Botucatu Especial traz para você.

O que marca

Aquecendo de

O grunge dos anos 90 e peças inspiradas na alfaiataria masculina, com visual repaginado, são algumas das tendências que marcam presença no inverno deste ano. Correntes e outros acessórios de metal, que podem ser combinados com detalhes em couro, compõem o estilo de quem opta pelas calças skinnies e leggins, que continuam fortes na estação. Já as peças em alfaiataria surgem com a modelagem reconstruída: mais confortável e descontraída, combinando perfeitamente com jeans de lavagens mais escuras, cortes retos e cinturas altas.

beleza Da Redação | Fotos Divulgação

12 Revista Botucatu Especial

Colorindo

Os tons sóbrios continuam a cara da estação. Marrons, cinzas, caramelos, rosas, azuis, com destaque para os escuros, garantem elegância e sofisticação - sem esquecer o velho e sempre atual ‘pretinho básico’. Mas outras cores do verão continuam em destaque: vermelho, verde, diversas tonalidades de roxo, assim como as estampas inspiradas em onças, zebras e outros animais, que continuam fortes. Novidades como dourado, prata e outros metalizados chegam para iluminar as peças. Clássica estampa, o xadrez também se mantém presente em camisas, calças, bermudas, saias e vestidos. Mas ao escolher este figurino é preciso cuidado: o ideal é usá-lo com jeans ou peças neutras e em cores que combinam com um dos tons de sua composição. Babados e rendas, configuram o estilo romântico, que aparece com força no inverno 2009, principalmente em tons avermelhados, rosados e preto. O resultado é uma abundância de volumes e transparências, com muita feminilidade.


Detalhes que fazem diferença

Os acessórios dão o toque especial da estação. Grandes colares, penas e peles em golas, broches, entre outros. As franjas também estão presentes nas bolsas, saias e botas. Grandes cachecóis e echarpes são acessórios indispensáveis, assim como os ponchos repaginados. As meias-calças aparecem em tons escuros e estampas como xadrez. Maxibolsas e bolsas de mão multicoloridas,

de cores e texturas diferentes. Os cintos vêm com tudo, dos mais finos aos mais largos. Nas cabeças é a vez das boinas com abas, gorros e chapéus casuais.

Nos pés

Marca registrada do inverno, as botas permitem os visuais mais diversos. Estilo cowboy, montaria, urbano, ou seja, vale tudo: canos e saltos em qualquer altura. Nos sapatos, o destaque fica para as sapatilhas e scarpins. Detalhes em estampas, elásticos, fivelas, two colors e franjas.

Destaque

O contraste é a marca dos makes para o inverno. Alguns tons do verão permanecem nas sombras, como lilás e verde, por exemplo. O blush também continua em tons alaranjados e rosados. Em alguns momentos o destaque da produção fica por conta do delineador, lápis

de contorno para os olhos e máscara para cílios, todos na cor preta. Em outros, as atenções se voltam para a boca, com tons alaranjados, vermelhos e rosados. E não esqueça: o gloss sempre é um coringa.

Balanço natural

Na temporada outono/inverno 2009, os cabelos surgem com mais naturalidade. As cores predominantes são as que tendem para os tons castanhos, louros escuros e claros. E, independente da textura (lisos, ondulados ou cacheados), os cabelos que estão em alta são aqueles com aspecto natural, com movimento e leveza, em qualquer comprimento. Além disso, tranças, rabos-de-cavalo e coques são sempre ótimas opções de penteado para ocasiões especiais ou para o dia a dia. Componha seu visual com o estilo que preferir, pois o importante é sentirse bem! Aqueça-se e aproveite!


Edmir Carvalho

espaço universitário Desembocadura do rio dos Veados (Itatinga, SP)

Estudo avalia impacto de ações humanas na

represa de Jurumirim Por Adriana Donini | Fotos Edmir Carvalho e Adriana Donini

A

Edmir Carvalho

valiar o processo de colonização e ocupação humana na Bacia do Rio Paranapanema e os impactos atuais dessas ações sobre a diversidade de peixes na represa de Jurumirim, que abrange uma área de influência sobre os municípios de Avaré; Cerqueira César; Piraju; Itatinga; Angatuba; Itaí; Taquarituba; Paranapanema; Tejupá; e Arandu. Esse foi o objetivo da tese de livre-docência do biólogo Edmir Daniel Carvalho, professor do Departamento de Morfologia do Instituto de Biociências (IB) da Unesp, câmpus de Botucatu, e que foi apresentada no dia 20 de maio. Trecho do Bairro da Ponte

14 Revista Botucatu Especial

Segundo Carvalho, o Laboratório de Biologia e Ecologia de Peixes do IB, durante as últimas duas décadas, realizou, no local, estudos de prospecção e monitoramento em relação à pesca experimental, complementados com estatísticas da pesca artesanal, os quais registraram a ocorrência de 52 espécies de peixes, inclusas em 17 famílias de seis ordens. Desse total, 46 são de ocorrência nativa naquele trecho da bacia hidrográfica. A ordem Characiformes foi a que apresentou maior diversidade sendo responsável por 69,23% do número de espécies. Ela abrange, por exemplo, peixes conhecidos popularmente como

piavinha-pintada; bicudinho; piapara; ferreirinha; ximborê rajado; lambari; dourado; traíra; e curimbatá. Em seguida, está a Siluriformes, que representa 17,31% da variedade de peixes pertencentes a cinco famílias. Nesse caso, se enquadram as espécies caborja; bagre-serra; mandi chorão; cascudo; cascudo abacaxi; mandiuvinha; e mandi-guaçú. Na tese, o docente do IB cita trabalhos os quais apontam que o conjunto das espécies de peixes do rio analisado foi submetido a duas grandes forças supressoras da biodiversidade: o barramento do rio para a construção da Usina Hidrelétrica de Jurumirim, em 1962, e os massivos repovoamentos de peixes oriundos de outras regiões e de algumas espécies nativas. Carvalho comenta que, ao longo da história, a percepção humana sobre a natureza mudou pouco e, atualmente, a introdução de novas técnicas tem contribuído para a extinção mais acelerada de peixes. “Hoje a devastação é mais rápida porque se dispõe de ferramentas mais eficientes na exploração dos recursos naturais”. O pesquisador também salienta que, de acordo com dados da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a taxa anual de cres-


neira a conciliar questões econômicas, ambientais e sociais. No entanto, segundo ele, as regulamentações que existem não garantem a sustentabilidade. Para o pesquisador, no plano institucional regional de gestão ambiental faltam ações técnicas de fomento e fiscalização, entre elas, execução e implementação para o Jurumirim por parte da concessionária. Também o acompanhamento do uso das bordas e execução de projetos oficiais como, por exemplo, a efetivação do Programa Estadual de Microbacias pela Secretaria de Agricultura do Estado. Ele considera necessário, ainda, o impedimento da construção de novas usinas hidroelétricas, além de ações educativas. “Os principais desafios do setor pesqueiro e da aqüicultura nacional são o desenvolvimento da cadeia produtiva, as licenças ambientais para a piscicultura (zoneamento ecológico e do uso das águas públicas) e organização dos trabalhadores em cooperati-

vas”, expõe Carvalho. “Há de haver um interminável processo educativo e muitos esclarecimentos técnico-científicos”, complementa o docente do IB. O professor pretende publicar um livro com o conteúdo da tese concluída recentemente. Adriana Donini

cimento da aquicultura supera todas as atividades zootécnicas e, no Brasil, esse índice é de 25%. Ainda segundo informações apresentadas por Carvalho, em 2006 o País produziu mais de um milhão de toneladas de pescado. Ele ressalta ainda que, por causa de incentivos de programas governamentais e da disponibilidade de financiamentos, a piscicultura em tanquesrede tem sido nova opção para represas como a de Jurumirim. A interferência no meio ambiente da região estudada por Carvalho, nos últimos anos, também se deve à prática da pesca como fonte de renda a pessoas desempregadas; construção de condomínios fechados; hotéis-fazenda; pesca esportiva; e turismo náutico. Em relação a políticas e legislação para a aquicultura, o professor lembra que, na década de 1970, os órgãos de gestão ambiental começaram a atuar para que os corpos d’ água fossem administrados de forma correta e de ma-

Edmir Carvalho


mundo digital

A História da

Internet

Por Marcelo Melo

Dados divulgados em janeiro de 2009 pela ComScore, companhia de pesquisa de mídia digital, indicam que hoje somos mais de um bilhão de internautas. Seria terrível imaginar o mundo hoje sem o acesso a rede mundial. Podemos ver o caos causado com a queda de backbones da Telefônica recentemente (06/08), deixando milhares de pessoas incapacitadas de realizarem seu trabalho, alguns até com enormes prejuízos, tendo em vista que o mercado financeiro hoje é em sua quase totalidade movimentado por ordens feitas pela web. A internet se mostrou um meio de comunicação altamente eficaz e democrático, que possibilita novas formas de interatividade e agilidade na troca de informações. Em 1990, a internet como existe hoje, era coisa de ficção científica. Uma mente fértil seria incapaz, naquela época, de determinar o rumo que acabou tomando. Mas como ela surgiu? Quem a criou? A quem ela pertence? A internet surgiu fruto de uma pesquisa militar realizada pelos EUA no final da década de 60, durante a guerra fria. Seu nome inicial era ARPANET, criada pela ARPA – Advanced Research Projects Agency. Seu objetivo era evitar que informações sigilosas fossem perdidas ou descobertas em meio a ataques realizados pela União Soviética em bases norte-americanas. O ataque não ocorreu e a ARPANET continuou crescendo por todos os EUA.

No início da década de 70, com a queda da pressão entre EUA e URSS e o risco quase nulo de um ataque, o governo dos EUA resolve abrir seu acesso à universidades, para que estudos na área de defesa também constassem como parte da ARPANET. Porém, devido ao grande número de universidades contidas nela, o governo resolve então dividila em duas, criando assim a MILNET, para as informações de localidades militares, e a nova ARPANET, com informações e locais não militares, agora com muito mais liberdade para crescer. E foi o que ocorreu por todo o planeta. Até então a internet era utilizada apenas por usuários acompanhados de profissionais especializados, devido a sua complexidade e dificuldade em visualizar e adicionar conteúdo a mesma. Em agosto de 1991, cientistas da CERN, uma organização pan-européia de pesquisa de partículas, publicou o projeto “World Wide Web”, conhecido como WWW. A partir daí o conteúdo web poderia facilmente ser acessado através de navegadores, o que fez com que esse meio de comunicação, agora já conhecido como Internet, atingisse mais de 50 milhões de usuários em apenas 4 anos. No Brasil, os primeiros passos surgiram em 1989 com a criação da RNP, Rede Nacional de Pesquisa, que tem até hoje o objetivo de controlar a infra-estrutura de Internet no país. Em 1991, o Brasil

recebeu seu primeiro Backbone, que são velozes e modernos pontos de distribuição, que têm por objetivo compartilhar a conexão para outros pequenos pontos de acesso. Esse primeiro Backbone era destinado exclusivamente à comunidade acadêmica. Em 1995, o governo libera esse Backbone para uso comercial e a internet é aberta a público. O comércio eletrônico no Brasil movimentou em 2008, 114 Bilhões de dólares, e o crescimento não pára de acontecer, registrando um aumento de 35% em relação à 2006, segundo o IBOPE. Ainda tem muito por vir, estamos apenas engatinhando em termos de tecnologia, interatividade e velocidade. A nova geração de navegadores contará com o aparecimento do HTML5, o que poderá dar início ao computador sem sistema operacional. Mas isso sou eu querendo escrever a história, vamos aguardar os próximos anos e presenciar as novas possibilidades, afinal, a evolução da humanidade com a internet não aconteceu e nem vai acontecer, está acontecendo. Marcelo Cintra de Melo

marcelo@webtask.com.br | Publicitário e diretor da Webtask: Serviços para internet.


saúde

O Grande Companheiro do Homem na Modernidade:

O Estresse

Por Otávio Mori e Tatiane Trevizan

A

tualmente pode-se afirmar que o estresse está em evidência na vida de grande parte da população mundial e se encontra vinculado, principalmente, a problemas pessoais e de trabalho. Quem nunca disse estar estressado? Antes de tudo, cabe distinguir o estresse da raiva. A raiva é proveniente apenas de fatores externos e negativos, ou que são considerados ruins para a pessoa naquele momento, como perder algo ou alguém, ficar parado no trânsito ou obter uma resposta negativa sobre algo, por exemplo. O estresse é considerado uma resposta do organismo a determinados estímulos; ele o prepara para lidar com situações adversas do cotidiano ou que podemos enfrentar ao longo da vida. Essas respostas podem variar de indivíduo para indivíduo, pois o agente estressor pode ser externo e/ou interno e também positivo ou negativo. Como exemplo de agentes internos podemos citar a maneira de ser do indivíduo, o tipo de personalidade e seu modo típico de reagir à vida.

Ao contrário do que muitos imaginam, o estresse não está associado somente a coisas ruins, mas também às boas. O bom estresse nos proporciona uma sensação agradável, como, por exemplo, uma promoção no trabalho ou a conquista de uma nova paixão. Dessa forma, é possível afirmar que o estresse está vinculado ao social, ao emocional e ao biológico, o que para a psicologia significa enxergar o homem inserido em um contexto maior, considerando as partes biológica, psicológica e social. Alguns sinais do estresse podem ser facilmente detectados, como a diminuição do rendimento, a sensação de grande insatisfação, a maior ocupação do tempo com o trabalho e a pouca ou nenhuma ocupação com o lazer, a diminuição da concentração e da memória, a irritabilidade, a insônia e o cansaço. O estresse pode ocasionar algumas doenças, tais como burnout (exaustão prolongada), gastrites, úlceras, dores de cabeça, dores musculares, impotência sexual, depressão, pânico, aumento da pressão arterial, queda de cabelos, olheiras,

enfraquecimento das unhas, entre outros. Para combater o estresse faz-se necessária a busca por uma melhor qualidade de vida, com a prática de exercícios físicos, boa alimentação, boa noite de sono e psicoterapia, que pode promover o autoconhecimento e o autocontrole necessários para se ter uma boa reação contra os agentes estressores. Otávio A. T. Mori CRP-06/91722 | (14) 8803-3730 Tatiane B. Trevizan CRP-06/91725 | (14) 8803-3731 Rua Dr. Cardoso de Almeida, 1.811 Sala 2 Centro Botucatu/SP


viva bem

AH!

ABDOMINAL? Por Patrícia Maria Magri | Fotos Divulgação

A

maioria das pessoas se empolga quando inicia uma prática de atividade física. Compram roupas novas, tênis adequados, “garrafinhas” para a hidratação durante os exercícios, tudo muito bom, porém, quando o profissional de educação física diz: vamos trabalhar o abdômen, a resposta vem rápido: Ah não! Abdominal? Infelizmente muitos pensam que não há necessidade de exercitar o abdômen. Essa parte do nosso corpo é muito importante, visto que abriga numerosos órgãos. É o centro do nosso corpo e se estiver com um mínimo da musculatura trabalhada, o restante do corpo agradece. Com certeza vocês já viram pessoas “corcundas” andando pelas ruas. Isso não é causado apenas por falta de postura, mas também pela falta de musculatura abdominal. Com um bom conjunto de exercícios, ou seja, alongamento, exercícios abdomi20 Revista Botucatu Especial

nais e exercícios que trabalhem as costas (postura), viveremos bem melhor. Nesta edição falaremos do abdômen. Uma mulher que cuidou do seu abdômen, quando engravidar sentirá muito menos os desconfortos deste período tão maravilhoso, porém sensível. O homem, que na maioria das vezes é mais desleixado, se quando adulto tiver muita gordura abdominal, além de ser um forte candidato a enfartar, com certeza não deixará ninguém dormir no mesmo ambiente. Por que estamos falando tudo isso para realizar exercícios abdominais? Porque nosso objetivo é, e sempre será, qualidade de vida. Não somos atletas nem modelos para ter abdominais estilo “tanquinhos”, mas se a partir de hoje realizarmos de duas a três vezes por semana exercícios abdominais, certamente teremos uma melhor postura e órgãos vitais em melhor estado!


DICAS

Ative seu metabolismo:

Faça direito:

Aquecer o corpo é fundamental para realização de qualquer exercício. O aquecimento ativa o sistema circulatório, cardiovascular e pulmonar, aumentando a temperatura muscular e ainda evita lesões, pois aumenta a vascularização e hidratação nas articulações. De cinco a dez minutos de caminhada, corrida ou bicicleta já basta.

Seja realista:

A coluna deve estar completamente no chão quando o exercício for deitado. A postura, o alinhamento dos ombros, a contração do abdômen e o realinhamento geral do corpo são importantes para não sentir dores e evitar lesões, tendinites, cifose, lordose e escoliose. Na realização do abdominal inferior com elevação de pernas, jamais solte-as de uma vez na execução para não lesar a coluna. Se for sedentário, vá com calma!

Se estiver com sobrepeso, faça exercícios aeróbicos como natação, hidroginástica, caminhada, concomitante aos exercícios abdominais. Assim poderá visualizar melhor os resultados do abdômen, perdendo gordura.

Use o ar a seu favor: Durante a prática de atividade física a pressão sanguínea se eleva, tornando o trabalho do coração mais difícil. Captar o ar corretamente durante as contrações musculares faz com que o órgão não “sofra” tanto e a pressão arterial também não se eleve, facilitando o esforço. Expire o ar quando contrair o abdômen na realização do exercício, inspire quando voltar à posição normal e nunca prenda a respiração durante o exercício. A apnéia aumenta a pressão arterial.

Evite a dorzinha chata: Desconforto no dia seguinte ao treino é absolutamente normal. Com uma alimentação qualitativa e um bom alongamento, a musculatura vai se fortalecendo. O incômodo normal do exercício desaparece entre 24 e 56 horas. Se persistir, é preciso procurar um médico, porque algo mais sério pode ter acontecido.

Patrícia Maria Magri

Profissional em Educação Física Universidade São Judas Tadeu Licenciada em Biologia pelo Instituto Claretianos E-mail: pat.afro@hotmail.com


capa

O som que está conquistand Da Redação | Fotos Maurício Antônio

A

dupla sertaneja Luiz Guilherme & Daniel, que ficou conhecida em Botucatu e região depois do sucesso do primeiro CD “Se é pra falar de Amor”, de 2008, gravou seu primeiro CD e DVD ao vivo no dia 19 de maio, na Associação Atlética Botucatuense, AAB. O lançamento do disco está previsto para o mês de julho, com um aguardado show. No repertório de 12 músicas, os cantores apresentam quatro composições próprias, regravações de sucessos como “Temporal de amor”, de Leandro & Leonardo e a participação especial da dupla Hugo e Tiago. “Foi uma emoção muito grande poder subir no palco e ver aquele grande número de pessoas cantando com a gente do começo ao fim”, comentou Luiz Guilherme. A gravação foi prestigiada por cerca de 1.200 pessoas e contou com uma produção que envolveu mais de 100 profissionais, entre a preparação da sonorização, cenário, captação das imagens, além dos músicos, produtores e equipe técnica. “O DVD abrirá muitas portas. Para julho estamos planejando um show com a mesma produção de alto nível para a cidade, já que na gravação o espaço foi limitado. Estamos realizando um

22 Revista Botucatu Especial

sonho e só temos que agradecer a todo mundo que nos apoia”, diz Daniel.

O Começo

A dupla tem história


ndo o Brasil na música sertaneja. Ambos já se conheciam de festivais de música e cantam há aproximadamente 15 anos. Há seis anos cantando juntos, Luiz Guilherme & Daniel resolveram investir na dupla depois de várias parcerias realizadas no ônibus da faculdade e em bares, entre uma aula e outra. Assim, depois de tocar em casas noturnas e bares de Botucatu, gravaram o primeiro CD. A dupla ficou conhecida por sucessos como “Vendaval de Ilusões”, “Vá viver a sua Vida”, “Tudo ou Nada”, “É uma Loucura” e “Dei teu nome a uma estrela”, que durante semanas esteve presente entre as mais tocadas de várias rádios do país. Para conhecer mais sobre o trabalho de Luiz Guilherme & Daniel, visite o site www.luizguilermeedaniel.com.br. Contatos para show: Mundoshow Promoções e Eventos, (14) 3881.0101 e (14) 9671.0101.

Revista Botucatu Especial 23


capa

da de a agen a ir f n Co la. da dup shows Julho /SP otucatu 08 – B é/SP ar 09 – Av dos/SP u 11 – Ag Gotardo/MG o ã S lista/SP 15 – óis Pau ç n e L 17 – O hena/R il V – 1 3

Agosto 01 – Juína/MT 02 – Cacoal/MT 08 – Botucatu/SP Show da Rádio Clube FM 12 – Gran Expo Bauru


especial

Diretoria da

ACE/CDL assume gestão 2009/2011

Entidade assessora empresas, profissionais em geral e promove melhorias para o comércio Da Redação | Foto Suelyn da Luz

E

m março tomou posse a nova diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Botucatu e da Câmara de Dirigentes Lojistas de Botucatu, para o biênio 2009/2011. Todos os nomeados estão empenhados em realizar um trabalho para que a entidade possa alavancar, assessorar e direcionar propostas que fortaleçam o comércio da cidade. O empresário Antônio Cecílio Junior, que assumiu a presidência, está há 25 anos no comércio e conta que está se dedicando para desenvolver suas metas, juntamente com a diretoria, associados, lojistas e órgãos públicos. “É uma questão de muita responsabilidade e me orgulho de dirigir uma das mais representativas entidades de Botucatu. Força de vontade e estímulo é o que não faltam”, diz. O que é a ACE/CDL? Com o objetivo de propor soluções e contribuir para o desenvolvimento econômico e social dos associados, atuantes no comércio, serviços e profissionais liberais, a ACE/CDL de Bo26 Revista Botucatu Especial

tucatu é resultante da junção entre a Associação Comercial e Empresarial de Botucatu e da Câmara de Dirigentes Lojistas de Botucatu. A união das entidades ocorreu em maio de 2001, sendo que a CDL foi fundada em agosto de 1965 e a ACE está em atividade desde 1922, contando com presidentes ilustres da história da cidade, como Emílio Pedutti, João Passos, entre outros. “A ACE/CDL são declaradas de utilidade pública e, sem visar a fins econômicos, tem como principal finalidade a defesa e o fortalecimento das atividades empresariais e comerciais, dentro dos princípios da livre iniciativa”, explica Márcia Dela Hóz, gerente da entidade. Atualmente a ACE/CDL possui 700 associados, que podem contar com assessoria jurídica e contábil, campanhas promocionais, convênio de descontos em diversos segmentos, auditório para

palestras e cursos, salão de festas, entre outras vantagens. Para se tornar um associado, o profissional pode solicitar uma visita ou se dirigir à sede da entidade. Será firmado um contrato simples, através da verificação do cartão de CNPJ e do Contrato Social. “Vale ressaltar que podem ser associados desde empresas até profissionais liberais. E estar diretamente ligado a ACE/CDL é garantir uma representação no comércio, contar com colaboração em diversos assuntos relacionados às empresas, junto aos poderes públicos e aos consumidores, podendo se beneficiar dos serviços prestados e dos convênios de descontos em empresas importantes da cidade”, conclui Márcia. A ACE/CDL fica na Rua Curuzu, 565, Centro. Mais informações através dos telefones (14) 3811.9000 e (14) 3882.0010, ou pelo site www.cdlbotucatu.org.br.


Confira quem são os novos diretores e colaboradores da ACE/CDL: DIRETORIA EXECUTIVA Antônio Cecílio Júnior (Cine Vídeo Locadora) Presidente

Maria A. S. de Oliveira (Oficina Moda Modinha) Vice-presidente

Geraldo Inácio da Silva Filho (Óticas Carol) 1º Secretário

Tiago B. de Oliveira Rosa (Algodão Doce) 2º secretário

Emílio Angella Neto (Oremável) 1º Tesoureiro

Sacae Watanabe

Adilson Marcus Victal

(Floricultura Agroflor)

(Microlins)

Vicenzina Grotteria Denadai (Enza Boutique)

Paulo César Egílio (A Colegial)

Marco Antônio Fortunato David (Mc Tel)

Otávio Pires de Oliveira

Eliakim Garcia Neto (Ladodigital)

Luis Gustavo Aguiar (AG Fest Promoções e Eventos)

Newton Colenci Júnior (Colenci Advogados)

Paulo Rogério Sanches Orsi

(Casa Cor Tintas)

(SCS Consultoria)

CONSELHO DELIBERATIVO José Roberto Carrega

(Casa dos Materiais)

(Carrega Imagem Ótica) Presidente

João Lourenço Bertoncello

Carlos Roberto Dorini (CRD Computadores) Vice-presidente

Wilson César da Cruz

Marcos Antônio Amaral

(Performance Contábil) 2º Tesoureiro

(Drogaria Amaral) Secretário

CONSELHO FISCAL José Luiz Marão

MEMBROS Cláudio Costa

(Joluma Eletro)

(Curuzu Projetos)

Antonio Zorzella Neto Antonio Tadeu de Oliveira (Tadeu Seguros) (JLB Turismo)

COLABORADORES Sandro Coltri (Revista Botucatu Especial)

Joel Nogueira

(Peagade Comunicação)

Edgar Marcos Paim (Revista QG)

Vagner de Oliveira Rosa (Algodão Doce)


história de sucesso

AG Fest Promoções e Eventos completa 10 anos de uma trajetória cheia de alegria Da Redação Fotos Malu Ornelas e arquivo pessoal

Q

uem iria imaginar que um churrasco organizado para reunir amigos de longa data resultaria em uma das mais conceituadas empresas de promoções e eventos de Botucatu e região. Pois foi assim. “Morava em São Paulo há cinco anos e tirei umas férias em Botucatu. Tive a ideia de convidar meu amigo, Alexandre Haddad, para montarmos um churrasco e reunir a turma. No final já não era mais um simples encontro: foram 12 horas de picanha, cerveja, mais de sete bandas, queima de fogos e cerca de 600 pessoas presentes. Depois dessa “festinha” iniciamos nosso primeiro projeto, o Carnabotuca, com a primeira edição realizada em 2000”, relembra Gustavo Aguiar. Em 2009, a brincadeira com os amigos completa 10 anos e hoje a festa que deu início a AG Fest é considerada a maior micareta do centro-oeste paulista, atraindo turistas de várias regiões do país todos os anos e faz parte do calendário oficial de eventos de Botucatu. Mas muitos outros eventos de peso, e que marcaram a história da cidade, já foram 28 Revista Botucatu Especial

Promo

di

Gustavo Aguiar e Alexandre Haddad

organizados pela equipe dos sócios Alexandre Haddad e Gustavo Aguiar. Entre eles estão o InterUnesp 2001, InterAgro, InterNutri e outras festas universitárias. Na lista de sucessos também estão festas tradicionais, como o coquetel em comemoração aos 10 anos do Jornal Diário da Serra e a festa comemorativa dos 85 anos da Associação Atlética Botucatuense, além de vários shows com artistas como Ira, Circuladô de Fulô, Bicho de Pé, Matraka Loka, Kebradeira, Banda Mel, Márcia Freire, Bee Gees Alive, Beatles Forever e a atração internacional The Platters. Outro forte na promoção de eventos da AG Fest é a organização de festas junto à Prefeitura Municipal e Secretaria do Turismo, como carnaval, reveillon, aniversário da cidade e eventos de cunho solidário, como o Picadeiro da Alegria, nos 152 anos de Botucatu. A empresa trabalha, ainda, com toda organização e logística de contratação de mão-de-obra, gerenciamento, supervisão operacio-


ovendo

iversão

Alexandre Haddad, Marcos Corrêa (Prefeito de Pratânia) e Sueli Corrêa, Gustavo Aguiar, Eduardo Vannuchi (Eventos) e Elídia Basseto (Cultura, Turismo e Lazer)

Gustavo Aguiar, Ronnie Von e Alexandre Haddad

Gustavo Aguiar, Mário Ielo e Alexandre Haddad

Alexandre Haddad, João Cury e Gustavo Aguiar

Alexandre Haddad, César Menotti, Fabiano e Gustavo Aguiar

Gustavo Aguiar, Alexandre Haddad, Hebe e Joel Nogueira

Alexandre Haddad, Professor Caldas e Gustavo Aguiar

Gustavo Aguiar, Biro-Biro e Alexandre Haddad

Alexandre Haddad, Malagutti e Gustavo Aguiar

Gustavo Aguiar e Alexandre Haddad no SBT Revista Botucatu Especial 29


história de sucesso nal, serviço de palco, som, iluminação, efeitos especiais, programação, produção artística, assessoria de imprensa e marketing - o que garante ao cliente a qualidade do início ao fim do evento. “Ao longo desses 10 anos, tivemos o prazer de executar inúmeros eventos e hoje a AG Fest já está consolidada em Botucatu e região. Nossa meta agora é mostrar um pouco mais do nosso trabalho para as outras cidades. Estamos constantemente em busca de parcerias sólidas, para também transformar o Carnabotuca em um dos maiores eventos do país”, comenta Aguiar. E nesta busca por parcerias e novas experiências, Gustavo Aguiar assumiu a diretoria de eventos (2009/2011)

30 Revista Botucatu Especial

da Associação Comercial e Empresarial/ Câmara de Dirigentes Lojistas de Botucatu, o ACE/CDL. “Estamos unidos no planejamento de uma gestão séria e com propósitos sólidos. Vários eventos movimentarão o comércio local, como a mega festa que já está sendo organizada para comemorar os 116 anos do Bairro, com promoções em todo comércio da Vila dos Lavradores. Enfim, iremos movimentar a cidade e o comércio. Muita coisa boa vem por ai”, diz. Para este e para os próximos anos, a AG Fest planeja conti-

nuar promovendo eventos de alto nível, tanto na organização quanto na diversão. “A AG Fest nasceu pensando grande, mas hoje atua com mais experiência e maturidade profissional. Já iniciamos o ano com inúmeros eventos, desde o Pré-Carnaval na Gandaia, Concurso Rainha e Rei Momo, com participação da escola de samba X9 Paulistana, até a Festa dos 12 Anos de Pratânia e a tradicional Festa de Santo Antônio de Rubião Júnior. Seguramente, podemos dizer que nestes primeiros seis meses do ano, mais de 100 mil pessoas passaram pelos nossos eventos. Esse é o maior reconhecimento profissional e um orgulho para nós”, finaliza.


AG Fest promove

a maior festa sertaneja

de todos os tempos

A AG Fest Promoções e Eventos firmou parceria com a Rádio Clube FM nas comemorações dos 20 anos de sucesso da rádio. “Estaremos na organização no evento e no planejamento de mídias, com ações em toda a região. Será um casamento perfeito da Clube FM com a AG Fest. Podem esperar que vai ser uma festa que vai ficar na história da cidade.” Gustavo Aguiar, Sócio-proprietário da AG Fest. “Serão cinco duplas de projeção nacional, e tenho certeza que vai ser a melhor festa sertaneja de toda a região. Esperamos recorde de público na festa, em matéria de eventos nesse estilo.” Alexandre Haddad, Sócio-proprietário da AG Fest.

“Confiamos no trabalho da AG Fest que há mais de 10 anos promovem os melhores eventos da cidade. Será uma festa para marcar com chave de ouro os 20 anos da nossa rádio.” Ferdinando César Lunardi, Diretor da Clube FM. Atrações de peso já estão confirmadas para a festa: Duduca e Dalvan, Luiz Guilherme e Daniel, Lucyla e Lucyana, Léo e Júnior, além de André e Matheus. Estaremos com todo o time da rádio fazendo a melhor festa sertaneja do ano”, enfatiza Lunardi. Mais novidades no site www.radioclubefm.com.br e www.agfest.com.br

Lunardi Clube FM


festas e cia.

as

debutantes

voltaram...

Por Margarida Guerreiro Ciccone Ambrozi | Fotos Arquivo pessoal

O

s “Bailes de Debutantes” voltaram com uma roupagem moderna tanto na decoração quanto na sua parte de cerimonial. Na verdade este Baile surgiu na Europa, principalmente na França. O “Début” tinha como objetivo principal mostrar suas filhas que estavam transformandose em mulher para a sociedade. Servia como um sinal de estréia na sociedade adulta mostrando as moças para seus futuros pretendentes. Essa tradição de apresentar as filhas a sociedade surgiu aqui no Brasil por volta da década de 50 e, para economizar, as famílias passaram a realizar estas festas em conjunto nos clubes da cidade. Várias meninas eram apresentadas à sociedade no mesmo dia. Com o tempo estes bailes perderam a força e as meninas começaram a preferir viagens e presentes no lugar da festa. 32 Revista Botucatu Especial

Mas a partir dos anos 90 a idéia do baile passou a ser reavivada com apenas uma menina em um ritual que começa com a troca de sapatos pelo pai, coroação, até a troca de vestido e as 15 velas dos casais de amigos ou Cavalheiros de Honra. Hoje as debutantes não procuram mais maridos e sim festas divertidas e personalizadas com cerimonial próprio que emocionam e tornam este momento único, um rito de passagem inesquecível para a aniversariante. Em um momento tão importante, é claro que os detalhes são fundamentais. A roupa da debutante precisa ter o seu estilo e combinar com o horário da festa. Neste caso a roupa pode ter brilho e ser confortável uma vez que ela vai passar a noite inteira com ele. Se escolher dois vestidos, o primeiro vai ter sempre uma referência mais menina e o segundo será um estilo princesa, com mais brilho e detalhes mais adultos. Quanto as cores, normalmente o primeiro é colorido e o segundo é branco, mas isso não é regra, o que determina esta cor é o sonho da debutante. Para acompanhar este momento inesquecível, os pais também devem estar vestidos a altura da ocasião. Normalmente o pai pode optar por alugar um traje que vai desde um terno escuro ou risca de giz até um meio fraque ou smoking, o que irá dar um destaque em relação aos demais convidados da festa e principalmente combinar com o horário do evento. Para as mães das nossas estrelas da noite, seu vestido deve combinar com o traje do pai, pode ter um certo brilho e você também pode optar por alugar esta roupa em casas especializadas.


Festa da Imna

Fátima, Imna e Iran

Para o cerimonial desta noite tão especial, é importante que o locutor tenha uma boa dicção, animação e traje adequado para a cerimônia. Agora se você optar pela valsa dos 15 casais que simbolizam cada ano de vida da debutante, as meninas podem usar a mesma roupa ou todas com a mesma cor. Quem determina esta cor e o vestido é a debutante. Estes 15 casais podem ser formados por amigos ou amigas com os Cavalheiros de Honra, que podem ser cadetes ou modelos contratados em agências especializadas. Este baile deve contar com uma valsa que terá a participação do pai que oficialmente apresentará sua filha aos presentes, depois ao seu avô, em seguida ao seu padrinho ou Príncipe de Valsa que pode ser um amigo, um Cavalheiro de Honra ou um tio, e por último seu namorado. Lembrando que é o Padrinho de Valsa que apaga todas as velas dos casais e conforme forem sendo apagadas o casal começa a dançar. Todos esses detalhes devem ser conversados e, se possível, até ensaiados para que tudo corra bem na hora da valsa. É claro que o cerimonial vai depender muito do que a família e a debutante querem para seu grande dia, podendo até existir uma mescla do tradicional com uma festa de adolescentes, tornando-se único e personalizado o cerimonial de cada festa. Converse com sua assessora de eventos e escolha o cerimonial que combina com seu estilo.

Independente do tamanho de sua festa, esta data é muito importante para a jovem debutante, que neste momento passa pela transformação de menina à adolescente com novas perspectivas, responsabilidades e sonhos de uma vida adulta.

Dicas diferentes

Durante a festa podemos ter shows diferentes, festas temáticas, artistas e bandas, queima de fogos, entrada com fogos indoor, chuva de papel, nome da debutante escrito com luzes nas paredes do salão, etc. Hoje os shows de pirofagia, bartenders/malabares, luz cênica e lembrancinhas temáticas, tais como fotos reveladas na hora em formato de capas de revista, são os mais populares. Quem já passou pelos 15 anos e não realizou sua grande festa, está optando por novas datas e festas temáticas, como os 16 anos que é tradicionalmente usado pelos norte americanos ou os 18 anos para comemorar a maioridade.

Caso você tenha mais alguma dúvida ou deseje colaborar com sugestões, por favor, envie e-mail para: eventos@1nk.com.br Revista Botucatu Especial 33


Curtição na TV:

sexta-feira 21h, com reprise segunda-feira 14h na TV Serrana, Canal 55, Botucatu. Lique Tavares: (14) 9785-7474 Novo site: www.programacurticao.com.br

34 Revista Botucatu Especial


Revista Botucatu Especial 35


Da Redação | Fotos Olavo Peixoto Jr.

Areté Musical

sociedade

O Areté Eventos realizou o primeiro Areté Musical, um delicioso jantar terminando com a atração principal J.J. Jackson, artista consagrado que já dividiu o palco com grandes nomes como BB King e Jimi Hendrix. Confira fotos dessa noite especial com muitas presenças ilustres:

36 Revista Botucatu Especial


Da Redação | Fotos Divulgação

Portugal presente em Botucatu

Entre os dias 5 e 10 de junho aconteceu a 3ª. Edição do Portugal presente em Botucatu. O evento foi oficialmente aberto com presença do Cônsul de Portugal em Botucatu, Manoel Rosa Cardoso, comissão organizadora, liderada por Isabel Benine, Prefeito João Cury, Vice-Prefeito Prof. Caldas, que também é membro da comunidade portuguesa, vereadores, secretários municipais, imprensa e o público em geral. Na ocasião da abertura do evento, o Coral Municipal apresentou repertório com músicas portuguesas sob regência de Márcia Blasi. Todos foram convidados a conhecer a Galeria Lusa, onde estão expostos painéis, fotos e artesanato português. O público ainda participou da cerimônia Porto de Honra, quando receberam taças de vinho do Porto para celebrar a data. Veja algumas fotos:

Foto Arquivo pessoal

PESSOAS ESPECIAIS Você é especial?

Envie sua foto ou a foto de quem você deseja ver aqui, em alta resolução, para o e-mail: pessoasespeciais@ botucatuespecial.com.br

Gabriela Nicoli Rocha Alves Modelo mirim

Revista Botucatu Especial 37


sociedade

Da Redação | Fotos Divulgação

Nova

superintendência do HC da

Unesp em Botucatu Os professores Emílio Carlos Curcelli e Irma de Godoy assumiram oficialmente o comando do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina de Botucatu/ Unesp (FMB). Eles substituíram os professores Antônio Rugolo Júnior e Celso Vieira Souza Leite, no cargo de superintendente e vice, respectivamente. A gestão teve início dia 9 de junho e se encerrará no mesmo mês, em 2011. Confira fotos do jantar realizado na Associação dos Docentes da Unesp (AD) para apresentação dos novos gestores:

Leilão beneficente da Afrob em prol do Projeto Crescer

38 Revista Botucatu Especial

Aconteceu nas dependências da pizzaria Mão na Roda em Botucatu leilão beneficente de artes em prol do Projeto Crescer. A apresentadora Fabiane Berto foi a mestre de cerimônias abrindo o evento que contou com a presença de autoridades rotárias, imprensa e muitos rotarianos. O leilão foi um sucesso! Confira algumas fotos:


Instituto Floravida

realiza jantar em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente O Instituto Floravida recebeu muitos convidados no Espaço Carbonari em jantar beneficente em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente. Os presentes foram ainda brindados com um desfile de moda. Veja alguns dos presentes:

Boutique Dalu comemora 10 anos de sucesso Conceituada boutique de nossa cidade, que tem no comando a empresária Luciana Bighetti, a Dalu comemorou 10 anos de sucesso em concorrido coquetel realizado na própria loja.


férias

Deixe a preocupação

fora da

bagagem! Da Redação | Fotos Divulgação

A

s férias estão chegando e todo cuidado é pouco para sobrar diversão. Por isso, a Botucatu Especial traz algumas dicas, com o auxílio do Delegado Marcelo Lanhoso, titular do 4º Distrito Policial da cidade, para que você curta sua viagem com tranquilidade e segurança.

Preparando as malas

Ao sair de férias, não comente sobre sua viagem perto de estranhos, comunique sua ausência a um vizinho de confiança e telefone para ele de vez em quando. Alguém também precisa visitar sua resi- dência, para demonstrar a presença de pessoas. Se recebe jornais e revistas, você pode suspender a entrega, temporariamente, para que as publicações não se acumulem na porta da casa. Com relação às correspondências, peça para alguém que as recolha. As luzes da

casa deverão permanecer apagadas, pois se estiverem acesas durante o dia denunciam que o imóvel está vazio. Se a residência tiver jardim, contrate alguém para limpar o mesmo. Não coloque cadeado do lado externo do portão, feche as portas e janelas com trinco e travas.

Se for dirigir não beba e se beber não dirija. Em caso de acidente avise a autoridade policial mais próxima e acione o corpo de bombeiros. Sinalize o local para evitar outros acidentes e nunca movimente vítimas, pois o estado de saúde pode piorar.

Pé na estrada

Em aeroportos e estações de embarque, muito cuidado com as malas; nunca as abandone. Faça o check-in logo que chegar ao aeroporto, porto ou rodoviária. Se for pagar algo nesses lugares, como passagem ou comida, nunca mostre grande quantia de dinheiro em público - antecipadamente separe as notas grandes das menores e as guarde em local separado, de preferência junto ao corpo. E nunca aceite transportar objetos para pessoas estranhas nas estações de embarque. Assim sua viagem será inesquecível: só de bons momentos! Boas férias!

Caso não opte por viajar de avião ou ônibus, e decida ir com seu próprio automóvel, antes de viajar faça uma revisão no veículo e verifique luzes e faróis, limpadores de pára-brisa, pneus e estepe, freios e suspensão, combustível e óleo, além dos do-

cumentos pessoais e do veículo. Acomode as crianças no banco traseiro, sempre com cinto de segurança. E isso vale para todos os ocupantes do veículo.

De malas prontas


turismo

Texto e Fotos Olavo Peixoto Jr.

P

araty é um dos roteiros que podemos chamar de “coringa” na hora de viajar. A cidade que fica uns 70 km acima de Ubatuba, litoral norte de São Paulo, e já pertence ao estado do Rio de Janeiro, é um verdadeiro charme. Seu centro histórico tem estilo colonial, com ruas de pedras que são uma verdadeira volta ao passado. Fundada em 1667, abriga uma arquitetura com belas igrejas e antigos casarões, ambos bem preservados. Esses casarões hoje abrigam diversas empresas voltadas principalmente ao turismo, como pousadas, restaurantes, bares,

42 Revista Botucatu Especial


Paraty não é só praia! sorveterias, lojas e alguns ateliês de artistas locais. À noite o ponto de encontro de quem está em Paraty é o centro histórico. Visto que não é permitida a circulação de automóveis, as ruas de pedra ficam cheias de turistas. A primeira imagem que surge quando tocamos no nome de Paraty é a visão do mar, muito tranqüilo por se tratar de uma baía. A Baía de Paraty tem ótimas praias e ilhas para se visitar. Um bom programa é sair após o café da manhã e se dirigir ao cais, onde é fácil encontrar escunas ou barcos que já têm roteiros pré-definidos, com visitas a duas ou três praias e também algumas ilhas, com parada para almoço que pode ser em alguma das praias ou mesmo a bordo, no caso de algumas escunas que oferecem esse serviço. Nessas paradas pode-se mergulhar junto aos peixes que “adoram turistas”, visto que sempre são alimentados por eles. Mas Paraty é muito mais do que praia. É também passeio pela Mata Atlântica, visita a cachoeiras, lugares históricos, e uma programação anual de eventos, principalmente culturais,

que oferecem uma variedade de opções para os turistas. Alguns dos passeios que devem ser feitos repassam a história e cultura local. Em 1600, a região de Paraty era a mais importante produtora de pinga no Brasil Colônia, contando com muitas fazendas e muitos alambiques. Na Fazenda Murycana, localizada no pé da Serra da Bocaina, pode-se ver

as antigas instalações da fazenda, uma capela, a senzala, a casa principal onde estão expostas peças decorativas, armas e móveis da época. Pode-se ver também os locais onde eram produzidas as bebidas, o alambique que ainda produz a famosa aguardente junto com vários licores que são degustados e comercializados no local.

Revista Botucatu Especial 43


turismo

Paraty conta com uma estrutura de restaurantes que oferecem a autêntica comida brasileira em um ambiente típico de fazenda, com destaque para o Leitão à Pururuca, reconhecido internacionalmente. A cidade também oferece passeios por trilhas, banhos em cachoeiras, passeios a cavalo e uma área onde se pode ver animais, como é o caso dos pavões que circulam próximos aos turistas. O caminho para se chegar a

Fazenda Murycana é o da estrada Paraty - Cunha, também conhecida como Estrada Real ou Caminho Velho, importante ligação da época do Brasil Colônia do litoral com Minas Gerais. Esse é apenas um dos passeios, assim como temos o Caminho do Ouro e outros mais. A programação anual de eventos conta com festas que vão desde o Festival da Pinga que acontece no mês de agosto, até eventos internacionais como a Flip-2009 (Festa Literária Internacional de Paraty), que acontece de 01 a 05 de julho e reúne escritores nacionais e internacionais em um evento bastante tradicional, bem como o Paraty em Foco – Festival Internacional de Fotografia, que em 2009 acontecerá de 23 a 27 de setembro. O site www.paraty.com.br oferece as programações anuais e também muitas informações sobre a cidade.


gastronomia

Pizza frita!

A receita que era novidade e virou tradição em Botucatu Da Redação | Fotos Suelyn da Luz

Q

uem nunca ouviu falar da Pizza Frita? Esta receita inusitada completa 13 anos no próximo dia 21, e já é considerada por muitos uma tradição da culinária botucatuense. Eliseu Semião e Maria Consolata Fregona, proprietários da pizzaria, investiram depois de perceberem o potencial da receita. “Conhecia a pizza frita da capital e sempre preparava em casa, para os amigos. Em 1996 resolvemos abrir o negócio”, conta Semião. Hoje a casa atende com disque-entrega e salão, emprega 32 funcionários e oferece 49 sabores, entre recheios salgados e doces, além de uma opção à moda do cliente, a qual permite escolher os ingredientes. Mas não foi fácil chegar a esse resultado. “Tínhamos contratempos com relação à massa; não sabíamos o quanto seria vendido numa noite e acabávamos perdendo ingredientes. Assim, em 2001, depois de 26 testes, com a ajuda dos consultores do SEBRAE e de engenheiros do Instituto de

Tecnologia de Alimentos, de Campinas, conseguimos aprimorar a receita que hoje tem maior durabilidade e permite a estocagem”, conta. A pesquisa resultou num Mix, composto de todos os ingredientes em pó, sendo necessária apenas a adição de água para preparar a massa. O processo de fritura também é diferenciado. Feito em óleo com baixo índice de gordura trans, a pizza passa por dois estágios no período de 12 minutos: o primeiro a 160 graus, para cozimento da massa e dos ingredientes e o segundo, a 180 graus, que finaliza a fritura e deixa a pizza bem crocante. Assim, a fórmula do sucesso está tomando conta de outras cidades e agradando o paladar de pessoas em diversas regiões. “Oferecemos consultoria e treinamento para os interessados em firmar uma parceria com a Pizza Frita Semião. Atualmente existem sete parceiros, em Sorocaba, Campinas, Joinville, Bauru, São Carlos, Rio Claro e Piracicaba. Também estamos no processo

de desenvolvimento de uma franquia, com previsão de inauguração da primeira pizzaria ainda neste ano”, adianta Semião. E não é para menos; a demanda de vendas da pizza é surpreendente: com cerca de 900 unidades vendidas aos finais de semana. Ainda não experimentou? Então visite a Pizza Frita Semião: de segunda-feira a domingo, na Rua Dr. Costa Leite, 1770, ou se preferir é só pedir pelo telefone (14) 38157137. Para mais informações acesse www. pizzafrita.com.br/. Revista Botucatu Especial 45


arquitetura

Objetos de decoração Por LILIAN INÁCIO | Fotos arquivo pessoal/Divulgação

O

projeto de design de interiores começa com a concepção geral do ambiente e vai tomando forma através de algumas etapas como gesso, iluminação, revestimentos, cores, mobiliários, cortinas e tapetes e se concretiza com os objetos de decoração. Os estilos dos objetos devem dialogar com o estilo do cliente e conseqüentemente com o restante da decoração. Nada impede, porém, de um living ser composto em móveis mais tradicionais e as bandejas do bar, vasos e taças serem contemporâneas. É o mix de estilos, muito em alta nas mostras de decoração como a Casacor, por exemplo. Os objetos de design têm como finalidade eliminar o supérfluo, até chegar a sua forma pura. Têm que ser funcional e de linhas marcantes e únicas. Essa é a diferença entre uma peça de assinatura e peças produzidas sem um projeto de um profissional capacitado. Muitas vezes, uma simples peça como um baú pode se transformar numa banqueta, numa bandeja, num carrinho de bar ou de chá, como essa peça da foto, por exemplo, que foi pensada para ser viável ao cliente em qualquer ocasião, podendo estar num quarto pela manhã e na sala em outro momento do dia. Banqueta Baú-Bar Peça em MDF em laca branca, com rodízios e almofada em espuma de alta resistência e tecido estampado. Disponível em outros tecidos.

46 Revista Botucatu Especial

Pense bem antes de sair às compras, é melhor ter em casa uma peça de design, de muita qualidade e valor mais alto, do que vários objetos simples espalhados em excesso pela ambiente. Outro erro comum são os clientes comprarem peças porque estavam em promoção. Geralmente essas compras por impulso acarretam uma poluição visual nos ambientes da casa. O exagero não é bem vindo no mundo do design de interior. Nos halls e salas pode-se dizer que é mais fácil de acertar. Escolha os pontos que serão destacados na obra. Objetos de grande valor, seja financeiro ou afetivo, merecem lugar de destaque com direito a iluminação especial e cor de parede diferenciada ou nichos para enquadrar a peça. Os objetos preenchem os espaços, além de equilibrar com muita delicadeza as proporções, materiais, texturas, cores e estilos diferentes. Já nas áreas comerciais o que deve estar em evidência são os produtos ou serviços a serem vendidos. Portanto a decoração deve ser mais sutil, quase que imperceptível aos olhos dos consumidores que admiram as vitrines. Deve existir um projeto, objetos, mobiliários, porém, deixe a área mais trabalhada para a parte interna da loja, copa, lavabo, salas administrativas ou de negociação.

Revisteiro Ovo em MDF e fórmica líquida, cores vibrantes ideais para quartos de criança e adolescente e em demais cores para escritórios, consultórios e salas de leitura residencial.

Assim o consumidor lê as informações da vitrine, que serão os produtos, é induzido às compras e neste ato ele deve se sentir confortável, seguro, como se estivesse no aconchego de sua casa. Por isso há a necessidade de humanizar os espaços comerciais, dando a sensação de requinte e conforto. Porém, não use vasos, tapetes ou quadros de gosto pessoal. Tente usar peças neutras, pois os clientes podem não gostar de um vaso que era da sua família ou dos tapetes vibrantes que você gosta e que são iguais aos da sua casa. Na hora da montagem do ambiente, siga a lógica e um pouco de sua intuição. Mesas pedem arranjos baixos, paredes maiores pedem quadros maiores, mesas de centro ficam bem com caixas organizadoras, pequenas esculturas, algumas peças de coleção e nas mesas de canto podem ser utilizados pequenos vasos ou cachepôs um abajur ou luminária para leitura. Existem marcas, designers e peças que são conhecidas mundialmente, muitas são antigas, mas que perduram até os dias de hoje no mundo da decoração. A tradicional marca francesa Baccarat é um exemplo, vende os cristais mais famosos do mundo empregados tanto na joalheria com em objetos, como vasos e acessórios de mesa. Outras marcas como Christofle, Kosta Boda, Christian Dior, também são conhecidas pelo design, qualidade e alto valor das peças. No entanto, se você não tiver 7 mil reais para comprar um vaso Kosta Boda,


não se desespere, a decoração pode ser feita com objetos encontrados em sua cidade e produzidos no Brasil, país de talentosos artistas e designers. Você pode renovar totalmente a decoração de sua casa sem passar por inconvenientes do quebra-quebra da reforma, simplesmente trocando os objetos de lugar, adquirindo peças novas, trocando cores de tapetes e almofadas. O importante é que você se sinta bem com seu lar e que os objetos reflitam muito sobre sua vida, seu gosto e sua personalidade.

Bandeja Clean Peça em vidro e madeira envernizada

Lilian Inácio Arquitetura e Design de Interiores Rua Moraes Barros, 432 | Centro | Botucatu/SP CEP 18600-300 | Tel: (14) 3813-3366 | (14) 9745-3366 lilian_inacio@hotmail.com | www.lilianinacio.com.br


seus direitos

Alimentos: solidariedade familiar Por Marília Zuccari Bissacot

M

uitas dúvidas surgem em relação ao direito aos alimentos, assim, pode-se dizer que este direito é fundamentado no princípio da solidariedade familiar, conforme ficará demonstrado. A função dos alimentos é suprir as necessidades daqueles que por si só não são capazes de provê-las, sem auxílio de terceiros. Esta obrigação em relação aos alimentos poderá decorrer da relação familiar, como nos casos de filhos solicitarem aos pais, ou da mútua assistência, nos casos entre ex-cônjuges e ex-companheiros. Os alimentos devidos decorrentes da relação familiar estão estipulados no Código Civil, e a ordem preferencial estabelecida pelo legislador inicia-se com pais e filhos reciprocamente considerados e, na falta destes, aos ascendentes, na ordem de sua proximidade (por ex. netos aos avós); a seguir temos os descendentes, na ordem da sucessão, seguidos dos irmãos unilaterais ou bilaterais, sem distinção ou preferência. Normalmente os alimentos são requeridos pelos filhos aos seus pais, pois os genitores, independente de residirem ou não com seus filhos, têm o dever de sustentá-los e educá-los, enquanto estes não estiverem aptos a fazê-lo sozinhos, através de seu próprio trabalho, à sua própria mantença. Entretanto não são todos os genitores que assim agem, muitos acabam deixando os filhos a “própria sorte”, não se preocupando com seu futuro. 48 Revista Botucatu Especial

Em razão disso o legislador estabeleceu a possibilidade dos filhos ajuizarem uma ação de alimentos em face daquele genitor que se omite em seu dever. Lógico que somente terá direito aos alimentos aquele que realmente necessitar. Podemos entender o termo alimentos, como tudo aquilo que é necessário a uma pessoa para a sua sobrevivência, não só a alimentação, mas também o que se refere a sua moradia digna, vestuário, assistência médica e instrução. O ordenamento jurídico reconhece que o parentesco, ou seja, o simples fato de ser pai ou mãe já gera a obrigação de criar seus filhos, consequentemente de sustentá-los enquanto necessitarem. O problema maior é na hora da fixação desses alimentos pelos magistrados, pois deverão atentar-se na necessidade do alimentado/filho e na possibilidade econômica do alimentante/genitor(a), porém deverão sempre ser fixados com base no princípio da proporcionalidade/ razoabilidade. Infelizmente muitas das vezes a possibilidade econômica do genitor fica aquém da necessidade dos filhos, contudo não podemos onerar o alimentante para beneficiar o alimentado. Assim, fica a cargo do magistrado ponderar os dois valores e da melhor forma decidir a quantidade a ser paga mensalmente a título de alimentos em favor daquele que necessitar. Por outro lado, as condições econômicas do alimentante e do alimentado são mutáveis, podendo, assim, a qualquer momento ser revisado o montante dos

alimentos fixados pelo judiciário, através da ação revisional de alimentos ou de uma ação de exoneração de alimentos, pois o alimentado poderá passar a ter meios próprios para sobrevivência, bem como o alimentante diminuir ou aumentar sua capacidade econômica. Caso os genitores não tenham possibilidade de prestarem alimentos sem prejuízo de seu próprio sustento, poderá o menor pleitear alimentos aos ascendentes em linha reta, ou seja, aos avós, porém só será possível no caso dos genitores serem falecidos, da comprovada incapacidade dos genitores ou complementando o valor pago pelos genitores. Interessante frisar a reciprocidade do dever alimentar, no caso de genitores, que na velhice ou enfermidade, ficarem sem condições de prover o próprio sustento, caberá, agora, aos filhos maiores e capazes o dever de ajudá-los. No caso destes se negarem espontaneamente poderão os genitores ajuizarem ação de alimentos em face de seus filhos. Em relação aos cônjuges e companheiros os alimentos são devidos com base no dever da mútua assistência, quando de sua dissolução, porém devidos somente quando não possuírem condições de se sustentarem, nem tiverem aptidão para o trabalho. Entretanto, após a dissolução da sociedade conjugal ou da união estável, somente serão devidos na hipótese de já estarem avençados pelas partes ou fixado judicialmente, quando da dissolução da união estável ou da separação judicial, extrajudicial ou do divórcio.


Ressalte-se que o fato dos filhos atingirem a maioridade não significa que o alimentante se exonerará da obrigação alimentar automaticamente, uma vez que esta é devida entre ascendentes e descendentes, enquanto houver a necessidade aos alimentos. O artigo 19 da Lei de Alimentos (Lei nº 5.478/1968) permite que sejam tomadas todas as providências cabíveis para a satisfação dos alimentos, inclusive com a decretação da prisão civil do devedor. Em relação aos alimentos atrasados e não pagos existem duas formas de exigi-los: a execução sob pena de penhora, na forma do art. 732 do CPC, e a execução sob pena de prisão, na forma do art. 733 do Código de Processo Civil. O credor tem a faculdade de optar por um rito ou outro, porém, somente poderá ser decretada a prisão civil do devedor em relação às três prestações anteriores ao ajuizamento da execução de alimentos e as que se vencerem no

curso do processo, de acordo com a Súmula 309 do STJ. A inovação no sistema jurídico é a Lei nº 11.804/2006 que introduziu os alimentos gravídicos concedendo a gestante o direito de pleitear alimentos ao suposto pai durante todo o período da gravidez. O valor dos alimentos gravídicos nasce de critérios determinados pelo art. 2º da lei acima que enumera algumas despesas da gestante: “cobertura de despesas adicionais do período de gravidez e que sejam dela decorrentes, da concepção ao parto, inclusive as referentes a alimentação especial, assistência médica e psicológica, exames complementares, internações, parto, medicamentos e demais prescrições preventivas e terapêuticas indispensáveis, a juízo do médico, além de outras que o juiz considere pertinentes”. Para a lei em questão bastam indícios da paternidade para a concessão

dos alimentos que irão perdurar mesmo após o nascimento, oportunidade em que a verba fixada se transforma em alimentos a favor do filho (artigo 6º, parágrafo único), até que uma das partes solicite a sua revisão ou exoneração. Podemos dizer que o objetivo da lei é dar suporte à gestação, dando proteção ao nascituro, assim sendo devidos os alimentos desde a sua concepção até o parto. Podemos concluir que os parentes estão ligados pelo vínculo da solidariedade, em que o dever de socorrer os seus membros necessitados deva ser assumido por todos, sendo um dever recíproco que poderá ser pleiteada em qualquer momento, desde que comprovada a sua necessidade. Marília Zuccari Bissacot Advogada do Escritório Colenci Advogados Associados Pós-Graduanda em Inovações do Direito Civil e seus Instrumentos de Tutela


Série Especial

Câncer de mama mata

Previna, diagnostique, trate e viva Por Luciana Tobias dos Santos

Diagnóstico

A real prevenção começa com a adoção de um estilo de vida com dieta balanceada, manutenção de peso adequado, ter atividade física regular, não fumar, usar álcool com moderação, cultivar amizades e fazer avaliação médica de prevenção regularmente (prevenção primária). Na história natural do câncer existe um longo período entre seu início e manifestação clínica (fase assintomática). Entretanto, após o início dos sintomas, a evolução do câncer é mais rápida, diminuindo na mesma velocidade as chances de cura. A detecção precoce (prevenção secundária) geralmente é realizada na fase assintomática. Daí a importância da iniciativa individual em fazer a prevenção, uma vez que não se têm sintomas. A utilização de medicamentos em pacientes de alto risco para prevenir câncer (quimioprevenção), está em franco desenvolvimento. MEDIDAS RECOMENDADAS PARA DETECÇÃO PRECOCE DO CÂNCER DE MAMA, EM INDIVÍDUOS DE RISCO:

Autoexame da mama mensal a partir dos 18 anos

O autoexame das mamas deve ser realizado uma vez por mês. A melhor época é uma semana após a menstruação. Para as mulheres que não menstruam mais, o autoexame deve ser feito em um mesmo dia de cada mês. Nunca se esquecendo de que: as mamas nem sempre são rigorosamente iguais; o autoexame não substitui em hipótese alguma o exame clínico de rotina; a presença de um nódulo mamário não quer dizer que você está com câncer. 50 Revista Botucatu Especial

No autoexame, a mulher deve procurar: deformações ou alterações no formato das mamas; abaulamentos ou retrações; feridas ao redor do mamilo; caroço nas mamas ou nas axilas e saída de secreção pelo mamilos.

mama, soro fisiológico nos ductos mamários. Ao ser aspirado de volta, o líquido traz junto células da região para serem examinadas. Recomendado para mulheres expostas a alto risco.

Exame clínico semestral a partir dos 25 anos

Esse exame é muito mais sensível do que a mamografia e a ultra-sonografia. Por isso mesmo apresenta um grande número de resultados falsos positivos. O exame só é indicado para mulheres de alto risco. As mulheres com maiores riscos de desenvolver o câncer de mama, as com histórico familiar, poderão ter mais um exame de rotina para a prevenção. Na faixa dos 35 anos, a mulher ainda tem uma grande quantidade de tecido mamário, o que dificulta a identificação de tumores pela mamografia. A ressonância é capaz de identificar as lesões numa fase inicial, quando ainda não há tumores. O exame não usa radiação e permite fazer imagens com alta definição, porém, o exame não faz o diagnóstico do câncer, mas produz imagens importantes para a detecção da doença. A ressonância é o melhor exame para as que possuem um histórico de risco. Os especialistas apontam que o exame é mais sensível, mas é também menos específico do que a mamografia.

É feito por um profissional da saúde treinado, que faz uma avaliação sistematizada das mamas. A eficiência do exame é proporcional ao grau de habilidade e experiência do profissional para detectar qualquer anormalidade nas mamas examinadas.

Mamografia

Procedimento mais importante para rastreio do câncer de mama. Toda mulher deve ser submetida a uma mamografia de base aos 35. Dos 40 aos 50 anos deve ser feito bianualmente e depois dos 50, anualmente.

Ultrassonografia

Deve ser realizada em mulheres jovens quando a mamografia apresenta-se muito densa ou em associação à mamografia nos casos de nódulos palpáveis.

Biópsia

Após a identificação da lesão, há a necessidade de colher material para a análise ao microscópio e confirmação do diagnóstico de câncer.

Lavagem dos ductos mamários

Ainda em fase experimental, essa nova técnica de biópsia consiste em injetar, por meio de uma agulha finíssima introduzida no centro do bico da

Ressonância magnética

Mamotomia estereotáxica

Uma agulha do calibre de uma caneta esferográfica, com uma espécie de bisturi em seu interior, retira amostras do tecido mamário para análise. É feita com anestesia local e dura menos de uma hora. Reduz em até 70% a necessidade de procedimentos cirúrgicos para biópsia.



Botucatu Especial - Luiz Guilherme e Daniel