Page 43

41 UNIVERSO EM DESENCANTO – 5º O

deformaram assim. E, nessa deformação, na matéria, no mal, na lama, não podiam encontrar a pureza, o certo, a perfeição, o direito, o equilíbrio; não podiam encontrar, de jeito algum, porque tudo se transforma, porque tudo é irregular. Da água, que é o espermatozóide, se transformam em micróbios, esses micróbios geram a formação, que se transforma nesse tudo aparente, para depois se transformar, outra vez, no que eram, nada; começando do nada e acabando da mesma forma, em nada. Então, nunca que podiam encontrar o puro, o certo, o perfeito, na deformação, porque tudo se degenera e tudo se transforma, hoje é uma coisa amanhã é outra e, por isso, hoje está certo assim, amanhã já não está. Hoje está novo, amanhã está velho. Hoje está bom, amanhã está ruim. Não podiam encontrar o certo, mas tinham e têm essa índole de sempre procurarem o certo, o direito, o perfeito, o bom, o puro. Têm essa índole, desconheciam-na, e ela é justamente dos Racionais puros, limpos e perfeitos, que são a origem dos animais Racionais. Não podiam, de forma alguma, na matéria, na lama, encontrar o que a índole pedia, o que a índole pede: o perfeito, o puro, o santo, o direito, o certo, não podiam de maneira alguma encontrar, porque hoje está certo, mas amanhã já não está. Hoje está bom assim, amanhã já não está. Hoje é certo assim, amanhã não é. Tudo se modifica, por causa da degeneração, da deformação dos seres. Está aí por que houve santo, falavam em pureza sem serem puros, são de matéria cheia de defeitos, sujeites a todos os contratempos, são deformados, mas procuravam o certo, procuravam o puro e nunca puderam encontrar, porque na matéria não tem certo,

Cultura Racional - 5º volume da Obra  

Cultura Racional - Conhecimento de retorno da humanidade ao seu verdadeiro mundo de origem, o Mundo Racional.