Page 246

244 CULTURA RACIONAL – 5º O

animal nunca soube o porquê que era animal, e por nunca saber o porquê que era animal, não podia, de maneira alguma, encontrar o equilíbrio do seu ser, por não conhecer a origem do seu ser, por não saberem por que se originou assim. Por não saberem como foi feito o seu ser de animal nem conhecerem as bases reais do seu verdadeiro ser, é que sempre lutaram para a estabilidade do bem, para estabilidade da paz, para a estabilidade da fraternidade; sempre lutaram ferozmente para encontrar tudo isso e nunca conseguiram, por serem animais e por desconhecerem o porquê eram. Então todas as lutas foram infrutíferas, todas as lutas foram em vão, todas as lutas foram perdidas, porque lutavam para uma vida melhor, para encontrarem o bem e o mal sempre se multiplicando. Tudo isto por estarem na categoria de animal. Basta ser animal para não ter o equilíbrio verdadeiro. Basta ser animal para ser imperfeito. Basta ser animal para ser cheio de defeitos. Basta ser animal para ser um ser variante, desequilibrado, feroz, genioso, nervoso, monstruoso. Em fim, basta ser animal para não ter condições de equilíbrio verdadeiro. Animal é um ser de origem do mal, e por ser um ser de origem do mal desconhece que se originou do mal, desconhecia como se originou o mal, não sabia que se originou do mal, por ser mau. O animal não tem nem nunca teve condições de conhecer a sua verdadeira origem. Então pergunta o animal: "Por que você é um animal?'' Ninguém nunca respondeu, ninguém nunca soube o porquê do seu ser o porquê de ser animal. E por desconhecerem a origem do seu ser, não podiam, como nunca puderam, adquirir o equilíbrio verdadeiro, pensavam no equilíbrio verdadeiro mas não sabiam como organizá-lo, como, de que forma pô-lo em prática. E assim, vejam que a condição de animal é uma condição precaríssima, por ser animal. E por ser animal nunca soube, ou nunca souberam, o porquê que eram animais. E por

Cultura Racional - 5º volume da Obra  

Cultura Racional - Conhecimento de retorno da humanidade ao seu verdadeiro mundo de origem, o Mundo Racional.