Page 216

214 CULTURA RACIONAL – 5º O

O RETRATO DA VIDA DO ENCANTO

Agora está aí, um retrato da vida do encanto, da vida desse bosque de amarguras, que o encantado vivia a vida toda amargurado, se maldizendo da vida, insatisfeito sempre com a vida. E assim um pedacinho da vida do encanto, a vida de lágrimas, dores e sofrimento, a vida dos tormentos, a vida dos atormentados, noite e dia, por não saber o porquê que assim viviam, vivendo por ter vida, mais sem saber por quê. E hoje a revelação em mãos de todos, de tudo isso do porquê de tudo isso, do por quê que assim ficaram, do porquê assim são, do porquê que assim estão, e vendo e sabendo que de forma alguma o encantado poderia se desencantar, de jeito algum. Agora vejam que fonte de perdidos, todos aí perdidos sem saber por que, nem para que, sem saber como ficaram aí perdidos. Sem saber como surgiram aí neste mundo, vagando sem saber por que, procurando tudo saber e ficando todos na mesma, e encantados sempre, e por serem encantados é que ficavam encantados com a natureza, com o brilhante, com o diamante, com o ouro, com as belezas, com as riquezas materiais, com a flora, com a flora marinha, com a flora vegetal, com a flora botânica, com a lua, com o sol, com as estrelas, com a água, encantado com tudo que compõe esta natureza do encanto.

Cultura Racional - 5º volume da Obra  

Cultura Racional - Conhecimento de retorno da humanidade ao seu verdadeiro mundo de origem, o Mundo Racional.

Advertisement