Page 151

149 UNIVERSO EM DESENCANTO – 5º O

sim, o certo, por estar em suas mãos o desencanto dos mistérios, dos enigmas, o desencanto de tudo e de todos. Agora, quantas confusões que não tinha mais fim, eis a razão da vida do encantado ser uma vida de horrores, padecimentos e sofrimentos, noite e dia. Quem sofre sabe lá o que diz? Quem sofre sem saber por que sofre, sabe o que diz? Conhece o certo? Sabe por que é certo? Se todos conhecessem o certo, se estivessem certos, jamais seriam sofredores, mas como o certo daquele que não sabe o que diz, foi sempre um certo aparente, hoje é certo, amanhã não é certo, é ruim hoje, é novo, amanhã, é velho! E assim, é a vida dos que sonhavam de olhos abertos, sempre pensando que estavam certos! Nesse mundo encantado não está o certo, basta ser encanto, ser matéria para não ser certa basta ter surgido do mal para não ser certo. Mas, a vontade de acertar era tão grande que julgavam estar certos; falavam do certo a vida inteira, como coisa que sabiam o que diziam. É possível um ser cheio de defeitos, cheio de mazelas e imperfeições saber o que é certo? Assim, a vontade de muitos em acertar, foi sempre muito grande, todos bem intencionados, procurando acertar, mas, infelizmente, nunca puderam, nem poderiam de forma alguma, acertar VERDADEIRAMENTE, por serem deformados. Assim, procuravam fazer mistério de tudo, faziam mistério até de sua origem.

Cultura Racional - 5º volume da Obra  

Cultura Racional - Conhecimento de retorno da humanidade ao seu verdadeiro mundo de origem, o Mundo Racional.