Page 1

1


2 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


3


4 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


5


09

06 IMÓVEIS Essege Construções Há 34 anos destaque no ramo imobiliário

09 TENDÊNCIA Condomínios-bairros Nova aposta da construção civil

12 DECORAÇÃO Tapetes! Peça chave na decoração de ambientes

16

20

14 VEÍCULOS Motorista Conheça 08 costumes que acabam com o carro

16 GASTRONOMIA Saiba mais Os pratos favoritos do mundo

18 PRODUTOS & SERVIÇOS Choques Instalações mal feitas podem causar acidentes

20 TURISMO Itajaí Marejada virou Aventura pelos Mares do Mundo

24 CURSOS Carreira 24 6 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013

Como se preparar para um concurso público


Alex Nunes

EDITORIAL

Pensando em você!!! Novo conceito que envolve a qualidade de vida é a temática de mais uma edição de nossa REVISTA DE NEGÓCIOS. Os condomínios-bairros que se alastram pela região, além da segurança, oferecem ao morador ampla área de lazer, espaços integrados e pontos comerciais pontuais, o que acaba compensando a distância até os centros de compras. E o mais importante: acessível a todas as classes sociais. Isso mesmo! São várias opções, com preços que variam entre R$95mil a R$700mil. Vale a pena conferir! Além disso, nesta edição, você irá conhecer a história de uma das mais respeitadas construtoras do litoral de Santa Catarina: ESSEGE - 34 anos de evolução e credibilidade num mercado cada vez mais competitivo. E não acabou. Turismo, decoração, cursos, gastronomia e centenas de oportunidades de negócios. Mais uma edição. Mais oportunidades pra você. Muito mais informação. Boa leitura e bons negócios. Marcelo Vrenna Diretor Geral

DIRETOR EXECUTIVO BOLSÃO Marcelo Vrenna EDITORA-CHEFE Fabiana Rodrigues de Souza SC 03470-JP DIAGRAMAÇÃO Alex de Souza Nunes PRODUÇÃO EJV Editora IMPRESSÃO Soller TIRAGEM 20 mil exemplares PERIODICIDADE Trimestral CIRCULAÇÃO Litoral e Vale do Itajaí. Nas principais cidades de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo IMPORTANTE Os anúncios aqui contidos podem sofrer alterações. Bolsão Revista de Negócios não se resposabiliza por eventuais mudanças. As fotos sem créditos são divulgação. ENDEREÇO Av. Martin Luther, 248 - Nações - Balneário Camboriú Santa Catarina - (47) 3169-3000 - www.bolsao.net

7


IMÓVEIS

Essege Engenharia e Construções é destaque no ramo imobiliário

P

ara a 14ª edição da Revista de Negócios Bolsão preparamos uma reportagem sobre a Essege Engenharia e Construções, que há mais de 30 anos atua em Balneário Camboriú e atualmente finaliza a sua 20ª obra, totalizando mais de 90 mil m² de área construída. A Essege orgulha-se de ter entregado todos os seus empreendimentos no prazo previsto e com toda a documentação disponibilizada imediatamente após a entrega da obra, proporcionando segurança e tranquilidade aos seus clientes. Focada na construção de edifícios residenciais, a Essege conquistou seu espaço de destaque no mercado imobiliário e através da sócia-gerente Patrícia Guimarães Silva Heusi, você conhece um pouco mais sobre a Construtora e sobre os desafios para se manter há tantos anos num mercado tão competitivo quanto o da construção civil em Balneário Camboriú.

8 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


A Essege tem planos de expandir suas construções para outros municípios da região?

Essege 34 anos

A ESSEGE já realizou a aquisição de terrenos a fim de expandir sua área de atuação para municípios da região.

Como se deu o início da construtora?

De todas as obras entregues qual delas representou o maior desafio para a construtora? Por quê?

Desde que se formou em engenharia civil pela universidade federal do Paraná, o fundador da empresa, Engenheiro Samir Guimarães Silva, buscava uma oportunidade para dar início a concretização dos seus planos de fundar uma empresa de construção. Decidiu vir morar em Balneário Camboriú e logo enxergou aqui uma cidade com grande potencial. Após poucos anos trabalhando na construção de casas, fundou em 1979 a ESSEGE Engenharia e Construções LTDA.

A próxima é sempre o maior desafio... Para alcançarmos uma posição de destaque neste mercado consumidor cada vez mais exigente e prosperar em um setor competitivo como o da construção civil em Balneário Camboriú, faz-se necessário um aprimoramento contínuo, o que nos leva a uma busca incessante pela melhoria dos nossos processos, tornando cada novo empreendimento um desafio ainda maior do que o anterior.

Há mais de 30 anos, quando a Essege surgiu, Balneário Camboriú começava a ser destaque como destino turístico e isso alavancou a construção civil. Para você, o crescimento que a cidade atingiu atualmente era esperado? Por suas características geográficas e localização privilegiada em relação a cidades prósperas e geradoras de público ávido por lazer, o crescimento de Balneário Camboriú como polo turístico sempre foi uma tendência na qual todos apostavam, no entanto, a velocidade e intensidade com que isto ocorreu foi uma surpresa positiva.

A Essege se orgulha de ter entregado todas as suas edificações no prazo. Num país onde é comum atrasos em obras, seja pública ou privada, isso certamente se torna um diferencial para a construtora. Com clientes cada vez mais exigentes neste mercado, você acredita que esta pontualidade auxilia na escolha pelos seus empreendimentos? A quais outros fatores você atribui a escolha pela Essege? Alex Nunes

A Essege encontra-se em vésperas de entregar seu 20º empreendimento. Na sua opinião, para chegar aonde chegaram qual foi o maior desafio? Acredita que a construção civil ainda tem potencial para se desenvolver em Balneário Camboriú? O maior desafio sem dúvida foi crescer de maneira responsável, sempre privilegiando bons projetos, honrando compromissos com os clientes, respeitando a concorrência e fidelizando parceiros. O desenvolvimento da construção em Balneário Camboriú passa claramente por um período de mudanças, com a escassez de terrenos na região da praia central, a tendência é que as novas obras sejam edificadas nos bairros adjacentes, o que exigirá do setor a criação de um novo perfil de empreendimentos.

9


Com certeza a pontualidade na entrega é um dos fatores com peso significativo na escolha do cliente, e muito nos orgulhamos de sempre haver cumprido os prazos de entrega. Aliado a este fator, a qualidade dos materiais e da mão-de-obra empregados e o fato de que a empresa tem toda a sua diretoria formada por engenheiros e arquitetos, garante um produto final com excelente custo benefício, o que tem atraído nossos clientes ao longo destes trinta e quatro anos. O mercado imobiliário está sempre se renovando e buscando atrair clientes cada vez mais exigentes com o padrão de acabamento das obras, mas também mais preocupados com a questão da sustentabilidade. Como a Essege contribui para o meio ambiente através de suas obras? Tem algum trabalho específico para esta área, como aproveitamento pluviométrico, ou reciclagem dos resíduos das construções? Atenta as mudanças impostas pela necessidade de preservação do planeta, a empresa vem implantando nos últimos anos ações com o propósito de dar a sua contribuição a esta empreitada que passou a ser um dever de cada um de nós. Nossos empreendimentos contam com sistemas de reaproveitamento das águas pluviais, inclusive na fase de construção, e são projetados de forma a garantir o melhor aproveitamento dos recursos naturais de iluminação e ventilação, reduzindo assim o consumo de energia elétrica. Os entulhos gerados durante a construção são destinados as centrais de reciclagem. Infelizmente no Brasil, muitas empresas fecham as portas antes mesmo de completar um ano no mercado. Qual o segredo para se manter 34 anos no ramo da construção civil, principalmente numa cidade com dezenas de construtoras?

Penso que o grande segredo é a responsabilidade aliada a constante renovação. Sempre buscamos o crescimento respeitando todos os envolvidos no processo, empregados, fornecedores, clientes e corretores de imóveis. As tendências mercadológicas e a incorporação de novas tecnologias sempre foram objeto de criteriosa avaliação por parte do corpo técnico e administrativo da empresa, o que nos garantiu a permanência com sucesso no dinâmico mercado da construção civil ao longo destes trinta e quatro anos, consolidando desta forma a confiança do mercado na marca ESSEGE. Após a entrega do Costa Insolaratta, prevista para outubro deste ano, a construtora tem planos para futuras obras? Quais? O próximo lançamento será o Edifício Residencial Scenarium, uma torre com 32 apartamentos residenciais de três e quatro suítes, com localização nobre na Avenida Brasil, área de lazer completa, seguindo os padrões de projeto e acabamento dos recentes empreendimentos entregues pela Essege, que se mostraram um sucesso de vendas. Balneário Camboriú é destaque no ramo imobiliário nacional, principalmente pelo valor milionário que alguns imóveis atingem, passando da casa de R$ 6 milhões. Você acredita que este mercado luxuoso tente a ganhar cada vez mais espaço? Existe público para estes imóveis e como está o mercado imobiliário na cidade. As vendas se mantém o ano todo ou há períodos de menor movimentação? Sem dúvida, este é um nicho de mercado que cresceu aceleradamente nos últimos anos, fato que contribuiu para o aumento do padrão de construção em todas as regiões da cidade, inclusive além das fronteiras da Avenida Atlântida, na qual estão localizados os imóveis

10 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013

que alcançam este valor. Porém, Balneário Camboriú é democrática, a cidade hoje oferece imóveis de qualidade com valores acessíveis, capazes de atender a expectativa de todos os que pretendem aqui morar ou elegeram a cidade como destino de férias. Hoje o mercado trabalha no mesmo ritmo durante todo o ano.

Pontualidade na entrega é um dos fatores com peso significativo na escolha do cliente, e muito nos orgulhamos de sempre haver cumprido os prazos de entrega. Aliado a este fator, a qualidade dos materiais e da mão-de-obra empregados e o fato de que a empresa tem toda a sua diretoria formada por engenheiros e arquitetos, garante um produto final com excelente custo benefício, o que tem atraído nossos clientes ao longo destes trinta e quatro anos.”


TENDÊNCIA

Com estrutura completa, condomínios-bairros se destacam na região

N

ossa região há anos é referência na construção civil, seja pelo crescimento do setor, seja pela qualidade dos imóveis, cada vez mais valorizados e luxuosos. Paralelo aos grandes prédios que se destacam no horizonte deste pedaço do litoral catarinense, os condomínios surgem como locais seguros, residenciais, com infraestrutura completa e cada vez mais atrativos. Segundo o sociólogo Magru Floriano, “os ricos do Brasil estão buscando novas opções de investimento, considerando retorno e segurança. Essas duas coisas eles encontram no Litoral de Santa Catarina”. Tanto em Balneário Camboriú, quanto em cidades vizinhas, os condomínios ganharam espaço e os terrenos estão cada vez mais valorizados, no entanto, os condomínios-bairros representam uma nova tendência no mercado imobiliário, onde tradicionais condomínios fechados cercados por muros, seguranças e câmeras - agora estão dando lugar a bairros planejados. Por serem maiores, esses novos empreendimentos facilitam a circulação de pessoas e podem ajudar a induzir o desenvolvimento de uma região.

Roberto Lippmann, sócio da R8 Empreendimentos Ltda

Um destes exemplos é o Condomínio Alameda dos Ipês, que está sendo construído pela Abramar Construtora e Incorporadora, no Bairro Espinheiros Geral, em Itajaí. Segundo Roberto Lippmann, sócio da R8 Empreendimentos Ltda., empresa responsável pela comercialização do Alameda dos Ipês, este condomínio é diferenciado.

11


“O condomínio oferece infraestrutura completa de lazer e segurança, sendo o único com sistema de tratamento de resíduos e totalmente livre de enchentes, cercado de Mata Atlântica e bosque privativo no condomínio”, comenta Roberto. Ele explica que a R 8 é a house de vendas dos projetos da Abramar e surgiu em 2009. A Abramar está no mercado desde 1992. Em Balneário Camboriú o destaque é um condomínio localizado na Barra, região sul da cidade. O Village dos Ipês, condomínio edificado pela Lisan Empreendimentos, uma empresa do Grupo Sibara, que atua há mais de 20 anos na região, é um condomínio fechado, composto de 119 casas prontas, sendo 80 geminadas e 39 independentes. Segundo o proprietário da Lisan, Horácio Platão Goes de Figueiredo, no Village dos Ipês ainda existe a possibilidade de tornar as duplas de casas geminadas em uma só. Horácio comenta que o Residencial Village dos Ipês foi pensado com uma preocupação muito grande na sustentabilidade, por isso contará com iluminação em LED para reduzir o consumo de energia, fonte própria de água, esgoto tratado, automação completa do condomínio, infraestrutura para automação total das casas e aquecimento solar. Além disso, as casas têm um ótimo espaçamento entre elas, permitindo uma maior exposição ao sol durante o dia inteiro. E para dar um maior suporte a sustentabilidade, a LISAN é membro do Green Building Council Brasil, onde vai buscar mais tecnologias para tornar o condomínio ainda mais verde. “A sustentabilidade não é apenas economizar os recursos naturais, é poder proporcionar paz de espírito para os clientes que adquirem os nossos imóveis. Sob essa ótica, tanto o nascer, como o pôr do sol trazem uma energia fenomenal para o dia do cliente que habitar o Village dos Ipês”, complementa. As obras já foram iniciadas, porém o lançamento do empreendimento será em outubro de 2013. O condomínio será entregue em quatro fases e terá um prazo de conclusão de três anos.

Condomínios X moradores Apesar da quantidade de empreendimentos verticais na região, os condomínios horizontais tem um público cativo, que busca liberdade, conforto e segurança. - “São famílias de classe média que procuram segurança, vida em harmonia com o meio ambiente, e espaços que tenham maior qualidade vida. Tudo isso com financiamento e pelo mesmo preço de um projeto comum. O resultado prático para estas famílias é a valorização dos imóveis, segurança de criar filhos em um condomínios cada vez mais seguros e com qualidade de vida”, acrescenta Roberto Lippmann, da R8 Empreendimentos.

12 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013

Horácio Platão Goes de Figueiredo, proprietário da Lisan

Para Horácio Goes, da Lisan Empreendimentos, o perfil do público que deseja morar em um condomínio horizontal são pessoas que querem desfrutar das vantagens de se morar em uma casa, só não o fazem pelo receio da falta de segurança corriqueira que nos assola diariamente. “Os clientes antigamente eram muito arredios a ter uma casa em condomínio devido ao custo fixo mensal, mas já há tempos os condomínios verticais são uma realidade e seus custos mensais já constam do orçamento familiar. Então por que não empregar esse mesmo gasto de uma estrutura vertical (piscina, espaço gourmet, brinquedoteca, piscina, segurança) em uma estrutura horizontal?”, questiona. Para Horácio, a maior dificuldade de condomínios verticais são os espaços livres, e em um condomínio horizontal, existem espaços livres à vontade. “Acima de tudo temos a mobilidade, onde o veículo da pessoa é quase como uma extensão da mesma, onde deposita os seus pertences e dos filhos, carrega as suas compras, que em um condomínio vertical fica muito distante da pessoa. Enfim, um condomínio horizontal traz muita liberdade para uma pessoa que decide adquirir imóvel desta linha”, conclui.


Village dos Ipês As casas têm entre 126,00 m² e 140,00 m². Os lotes das casas variam de 165,00 m² a 270,00 m². O condomínio tem um terreno de 36.000,00 m² e terá 16.500,00 m² de área construída. Conta com um espaço para área de lazer 2.500 m² dotada de árvores frutíferas, pista de cooper de 350 metros em linha reta, piscina externa aquecida com bar molhado, espaço fitness, sauna seca e úmida, cancha de bocha com churrasqueira, quadra poliesportiva, sala de jogos, dois salões de festas, espaço gourmet, playground, piscina infantil e brinquedoteca.

Alameda dos Ipês São 7 tipos de Imóveis entre casas térreas, sobrados , apartamentos e lojas comerciais, em 85 mil m² cercados e com segurança, arquitetura moderna a e projeto urbanístico desenvolvido na Europa, respeitando as características locais. O resultado foi um projeto arquitetônico que junta ergonomia, ventilação cruzada e aproveitamento de materiais construtivos de baixo impacto ambiental. Temos um projeto completo com total respeito socioambiental. Espaço Verde: 22.000,00 m² Área Total: 84.119,54 m²

13


DECORAÇÃO

Invista nos tapetes! Além de funcionais eles podem virar peça chave na decoração da casa

E

les podem ser redondos, retangulares, estreitos ou largos. Há também os que ganham uma estampa colorida ou mantêm o tom neutro. Os tapetes há muito tempo deixaram de ser apenas uma peça funcional para participar da decoração da casa. Além de oferecer aconchego, eles complementam o visual do ambiente. “Tapetes podem ser colocados no ambiente que a pessoa desejar, contanto que ele dê graça ao espaço”, diz Neilândia Maris Almeida, arquiteta e designer de interiores. Para escolher qual é o ideal para determinada área da casa, a profissional ressalta que é preciso ter em mãos uma ideia do layout do local, assim é possível verificar se a nova aquisição é adequada ao tamanho do cômodo. “O tapete pode ser lindo, mas ter o projeto em mãos ajuda a não comprar uma peça que fique desproporcional ao recinto”, diz.

14 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


Composição do visual

Tamanho O tapete é um dos últimos itens a serem implementados no visual. A especialista lembra que é importante medir o tamanho do ambiente disponível para não errar na proporção. Esse item não pode parecer que está sobrando na sala, nem tampouco passar a impressão de que faltou tecido para que ficasse com a dimensão adequada.

“Primeiro deve ser feita a compra dos móveis para então escolher o tamanho do tapete que irá fazer melhor composição em termos de cor, tecido e estampa”, orienta Cristiane Geraldelli, designer de interiores. Ela garante que a peça com formato retangular é um clássico e nunca irá sair de moda. “Já o redondo fica mais interessante em situações informais”, diz. Segundo Cristiane, na hora de escolher o tapete é preciso ter uma ideia de quais acessórios e obras de arte irão compor a decoração. “Se a peça desejada for estampada e com poder visual muito grande, será preciso tomar cuidado ao colocar almofadas e outros objetos no mesmo ambiente”, alerta. A arquiteta Neilândia lembra que, quando a decoração conta com peças clássicas, tapetes persas ficam muito bem. “Assim como a cortina, o tapete é o que dá fechamento no visual do ambiente”, diz. E Cristiane complementa: “Os tons têm que ficar harmônicos. As cores não precisam combinar, mas sim se integrarem”. Ao decorar, é preciso olhar em volta do ambiente para criar essa harmonia. “Se optar por um tapete colorido, uma boa saída é utilizar tons neutros em elementos como poltronas e cortinas para que a mobília não “brigue” com a estampa da peça que vai ao chão”, recomenda Cristiane. Tapetes felpudos são ótimos para salas de TV. “Além de absorver o som, eles deixam o ambiente mais aconchegante”, afirma Cristiane. Para o quarto das crianças, o ideal é aquele que não acumule muito pó e seja antialérgico. Para que o tapete não cause um acidente, é necessário evitar deixar a sua ponta no meio do caminho. Ele pode ser colocado debaixo de algum móvel. “Além disso, quando o sofá é colocado em cima dele, a sensação é de que o ambiente foi alongado”, diz a arquiteta.

15


VEÍCULOS

costumes do motorista que

acabam mais rápido com o carro

C

aminhos esburacados, defeitos de fábrica e combustíveis adulterados são grandes responsáveis por manutenções frequentes e, muitas vezes, estão fora do controle do motorista. Porém, a falta de manutenção preventiva e a forma como você conduz seu carro podem acabar mais rápido com o veículo. Para alguns motoristas pode parecer óbvio, mas o volume de reparos nas oficinas comprova que alguns vícios continuam frequentes e, muitas vezes, são difíceis de serem abandonados. Veja a seguir 08 desses erros.

16 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


1) Andar com combustível na reserva

a vida útil das peças que compõem o sistema.

Isso queima a bomba de combustível por superaquecimento. A bomba fica alojada dentro do tanque. Um dos motivos disso é para que o próprio combustível retire o excesso de calor gerado pelo motor elétrico que está dentro da bomba. Se você costuma andar com o combustível na reserva, essa troca de calor não ocorre e superaquecimentos frequentes acabam diminuindo a vida útil da bomba.

4) Passar em áreas alagadas

2) Passar em lombadas ou valetas na diagonal Este hábito provoca torção da carroceria do veículo. Estas torções podem causar o rompimento de pontos de solda, gerando estalos e barulhos difíceis de serem diagnosticados. Acabamentos internos de plástico também são vítimas das torções, “ganhando” rangidos indesejáveis. As lombadas, também conhecidas como quebra molas, fazem por merecer o apelido. Desviar delas é perigoso. Para não ter aborrecimentos, passe em baixa velocidade, de preferência perpendicularmente. Carros muito confortáveis, de certa forma, mascaram os efeitos nocivos das lombadas e dos buracos - você não sente, mas os amortecedores, molas, terminais de direção e pivôs pagam a conta, principalmente se seu carro for blindado. Afinal, os 200 kg da blindagem seriam o mesmo que carregar três pessoas com você diariamente. 3) Descansar o pé na embreagem Esse costume diminui a vida útil do sistema. Todo mundo está cansado de saber disso, mas acontece de forma inconsciente e esse tipo de reparo é mais comum do que se imagina. Se você tem este vício, cole um adesivo no meio do volante para lembrá-lo de que pode estar com o pé no lugar errado. Assim como descansar o pé sobre o pedal, segurar o carro em uma subida, utilizando a embreagem, também reduz em 50%

Isso diminui a vida útil dos rolamentos das rodas e dos esticadores de correia, principalmente de veículos mais velhos, que possuem vedadores dos rolamentos danificados pelo tempo ou por uso. A água penetra dentro do rolamento e, no médio prazo, enferruja os componentes internos, gerando ruído. Fuja de áreas alagadas: o sistema elétrico do seu carro também agradece. 5) Descer a serra desengrenado Este ato superaquece os freios e, além de promover um desgaste acentuado nas pastilhas, pode gerar o empenamento dos discos de freio quando em contato com água. Descer a serra com o câmbio engatado, além de economizar combustível, é mais seguro. 6) Dar arrancadas e reduzidas intensas O motor do carro fica apoiado sobre coxins, são elementos que têm a função de absorver os movimentos e vibrações do propulsor. Quando você provoca uma arrancada forte, não percebe, mas acaba por danificá-los. 7) Usar óleo vencido Perder a data da troca do óleo diminui a vida útil do motor. É muito comum os motoristas argumentarem que, por exemplo, passou apenas 1.000 km da quilometragem prevista. Imagine seu motor girando 3.000 rotações por minuto com o óleo vencido. Procure a especificação certa e a quilometragem de troca no manual do proprietário.

possui direção hidráulica, problemas como excesso de convergência acabam sendo notados apenas quando você já perdeu os dois pneus dianteiros. É mais barato fazer um alinhamento a cada 10.000 km.

Passa de lado nas lombadas ou andar com tanque na reserva? Cuidado. Falta de manutenção básica também pode levar a gastos bem maiores.

8) Andar com o carro desalinhado Além de diminuir a vida útil dos pneus, um carro desalinhado exige muito mais esforço das peças da suspensão dianteira, como bieletas, terminais, pivôs e buchas da barra estabilizadora. Quando o veículo

17


Gastronomia

Os pratos favoritos

do Mundo U

m levantamento feito pela consultoria GlobeScan revela que as massas são o alimento número um numa lista dos mais apreciados em todo o mundo. A pesquisa ouviu mais de 16 mil pessoas em 17 países, entre eles o Brasil. Em cada um deles, as pessoas falaram que tipo de comida preferem. A pesquisa aponta que, além de serem populares em países europeus, as massas em geral também são muito procuradas em países

18 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013

como Filipinas, Guatemala e África do Sul. Depois das massas, a maioria dos ouvidos colocou carne como a sua segunda maior preferência. A seguir vem arroz, pizza, frango, peixes e frutos do mar, vegetais, pratos chineses em geral, pratos italianos e pratos mexicanos. No Brasil, a lasanha ficou em primeiro na preferência dos entrevistados, deixando em segundo pratos feitos com arroz, como os risotos, e apenas em terceiro aparecem as massas em geral.


Pizza A pesquisa mostra que a culinária ocidental já é popular na maior parte do mundo, mas pratos da culinária local ainda são muito apreciados. Em mais da metade (nove) dos países pesquisados, as pizzas e massas aparecem como um dos três pratos favoritos dos entrevistados. Uma exceção foram os países africanos, em que pratos tradicionais foram frequentemente citados.

Sushi Pratos típicos de países orientais também foram lembrados em países ocidentais. Os mexicanos, por exemplo, colocaram em segundo lugar os pratos da culinária chinesa. Já o sushi japonês foi citado entre os dez pratos favoritos de Rússia, Brasil, México, Estados Unidos e África do Sul. Apenas os australianos colocaram um doce, o chocolate, no topo de sua lista de alimentos favoritos.

Super Desconto Quer coisa melhor do que apreciar seu prato favorito e ainda pagar menos por isso? Só no Super Desconto do Jornal Bolsão você encontra os melhores descontos da região em diversas opções gastronômicas! São pratos a base de frutos do mar, comida japonesa, árabe, italiana, pizzas e carnes que além de dar água na boca, ainda pesam menos no seu bolso. Aproveite nossas promoções, destaque os cupons e bom apetite!!! Você encontra os cupons de desconto no Jornal Bolsão e no www.superdescontosc.com.br 19


Produtos & Serviços

Fique longe

dos choques elétricos Instalações mal feitas e equipamentos irregulares podem provocar acidentes

P

raticamente tudo o que usamos precisa de energia elétrica para funcionar, por isso os acidentes com eletricidade são tão comuns. Dados recentes apontam para um índice de falecimentos em torno de 20% dos acidentes que envolvem choques elétricos. Pessoas que roubam cabos elétricos para fazer ligações clandestinas (os populares “gatos”), crianças que soltam pipas perto da rede elétrica ou colocam o dedo em tomadas são exemplos clássicos de choques elétricos. Não menos perigosos são os casos de choques que têm origem em instalações mal feitas e equipamentos irregulares, uma vez que se estima que de cada cinco residências, quatro têm instalação elétrica inadequada. Por isso é tão importante planejar e executar uma instalação elétrica segura através da contratação de um profissional capacitado e utilizando produtos

20 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013

fabricados segundo as normas técnicas vigentes no país. Embora sejam aparentemente simples, as instalações elétricas exigem atenção e conhecimento para saber o que podem acarretar e como evitar acidentes, pois qualquer falha pode oferecer perigo. “Para amenizar o risco dos choques elétricos, alguns componentes não podem faltar, como o fio terra – proteção básica e essencial contra choque elétrico –, dispositivos diferenciais residuais (DR’s), que interrompem a alimentação do sistema elétrico em caso de fuga de corrente, e tomadas 2P+T (com dois polos e mais o contato para o fio terra), que devem ser instalados em imóveis novos ou nas reformas dos usados”, afirma Roberto Aimi, fabricante de materiais elétricos. “Esses dispositivos, associados ao bom uso dos aparelhos, podem reduzir o consumo de energia, além de evitar possíveis acidentes domésticos envolvendo eletricidade.”


Cuidados para evitar choque elétrico

“Para amenizar o risco dos choques elétricos, alguns componentes não podem faltar, como o fio terra – proteção básica e essencial contra choque elétrico –, dispositivos diferenciais residuais (DR’s), que interrompem a alimentação do sistema elétrico em caso de fuga de corrente, e tomadas 2P+T (com dois polos e mais o contato para o fio terra), que devem ser instalados em imóveis novos ou nas reformas dos usados”

 Mantenha secadores de cabelo, pranchas alisadoras e barbeadores elétricos longe de ambientes úmidos ou molhados, pois a água é um ótimo condutor de energia;  Antes de ligar um produto novo na tomada da sua casa, verifique na etiqueta afixada pelo fabricante a voltagem do equipamento;  Nunca insira objetos metálicos dentro de TVs ou computadores, pois estes aparelhos armazenam energia mesmo fora da tomada;  Nunca retire o plugue de aterramento, pois ele evita que oscilações de energia afetem seus aparelhos eletrônicos;  Evite mudar a chave do chuveiro para verão/inverno quando ele estiver ligado;  Oriente as crianças para que fiquem longe e não toquem em instalações ou equipamentos elétricos. Coloque protetor plástico nas tomadas;  Procure sempre técnicos eletricistas qualificados.

21


22 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


Turismo / Itajaí

Marejada agora é

Aventura Pelos Mares do Mundo E

m 2013, a tradicional festa Marejada chega repaginada e ganha o nome de Aventura Pelos Mares do Mundo. O novo evento vai agregar cinco atrações que vão agitar a cidade de 16 de novembro a 1º de dezembro: a impressionante Regata Transat Jacques Vabre, que parte de Le Havre, na França, e chega a Itajaí com mais de 40 veleiros inscritos, a partida da Família Schurmann em sua terceira viagem ao redor do mundo na Expedição Oriente, o Festival de Gastronomia de Itajaí

que vai trazer o tema Sabores do Atlântico ao Mediterrâneo em cinco pavilhões temáticos inspirados em Portugal, Espanha, Itália, França e Brasil. O som ficará por conta do Festival de Música de Itajaí, que vai oferecer mais de 30 oficinas de música, além de shows com atrações locais e nacionais. A Feira de Negócios promete aproximar empresas e expor a potencialidade econômica de Santa Catarina no World Business Show. O acesso ao evento será gratuito.

23


Regata Transat Jaques Vabre É uma tradicional e emocionante regata transatlântica que completa 20 anos em 2013. Nesta edição, o ponto de partida é na cidade francesa de Le Havre e o destino final é o Brasil, na cidade de Itajaí, em Santa Catarina, onde devem chegar mais de 40 embarcações que participam da prova. Expedição Oriente A Expedição Oriente é a terceira viagem de volta ao mundo da Família Schurmann. Já são quase 30 anos de aventura pelos mares. Em 2013, eles partem para um desafio inédito: retraçar a rota dos chineses que, segundo polêmica teoria, teriam descoberto a América antes de Cristóvão Colombo. Festival Gastronômico de Itajaí A Vila da Regata vai oferecer uma intensa programação gastronômica inspirada nos Sabores do Atlântico ao Mediterrâneo. Serão cinco pavilhões: Boteco Brasileiro, Bistrô Francês, Tasca Portuguesa, Tapas Espanholas e Cantina Italiana.

24 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013

Festival de Música de Itajaí O tradicional Festival de Música de Itajaí chega à sua 16ª edição como um dos mais importantes polos de discussão e produção musical do Brasil. O Festival oferece oficinas para estudantes, professores e músicos de todo o Brasil e América do Sul. World Business Show A Aventura pelos Mares do Mundo abre espaço para o World Business Show, onde as potencialidades econômicas do estado de Santa Catarina estarão expostas para o mercado nacional e internacional Sustentabilidade é bandeira da Transat Jacques Vabre “Prende la mer, agir pour la terre” (Ir para o mar, agir para a terra): o lema da Transat Jacques Vabre deixa claro que, além das emoções da aventura no mar, o foco também é agir para a terra, buscando o desenvolvimento sustentável e formas de compensar as emissões de carbono.


Transat Jacques Vabre Desde a 8ª edição, em 2007, organizadores e participantes se comprometeram a respeitar 5 princípios eco-responsáveis: 1. Promover os valores da vela. 2. Incentivar cada capitão e equipe a trabalhar por um evento responsável. 3. Sensibilizar o grande público aos desafios do desenvolvimento sustentável e da biodiversidade, desenvolvendo iniciativas locais e as relações Norte-Sul. 4. Reduzir a pegada ecológica do evento. 5. Contribuir com metas de redução das emissões de carbono. Com estes objetivos estabelecidos em 2007, houve grande redução no consumo de eletricidade, combustível e produção de dejetos durante o evento. Nas edições de 2009 e 2011, diversas iniciativas continuaram reduzindo o impacto ambiental, como a reciclagem de materiais, incentivo à carona solidária e uso de bicicletas.

Conheça Itajaí Itajaí está localizada no litoral centro-norte de Santa Catarina, junto à foz do Rio Itajaí-Açu. A cidade encontra-se em uma região estratégica do território catarinense e integra um eixo de ligação com as principais rodovias e aeroportos do Brasil. Com mais de 180 mil habitantes, o município tem o segundo maior PIB do estado, decorrente dos setores econômicos mais importantes como a logística, construção civil, atividades industriais e o complexo portuário, sendo o segundo maior do país em movimentação de contêineres. Itajaí está em constante crescimento e atrai novos mercados em expansão como as indústrias de petróleo, de gás e náutico. Para quem vem passear, Itajaí oferece belas paisagens naturais, praias tranquilas e atrativos turísticos como o Bico do Papagaio, Parque Natural da Atalaia e Molhe. Com tanta beleza natural, não faltam opções de lazer para todos os gostos: praias badaladas, praias tranquilas e refúgios bucólicos, esportes náuticos, esportes radicais, campo e turismo rural, mata atlântica, natureza e ecoturismo, vida noturna e muito mais.

25


CURSOS

Saiba como se preparar

para um concurso público 26 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013

S

uor frio, mãos trêmulas, dor de barriga, tonteiras, desmaios, enfim, para algumas pessoas enfrentar provas de um concurso público é um sofrimento sem fim. O psicólogo Fernando Elias José, membro da Sociedade Brasileira de Terapias Cognitivas trabalha há doze anos na preparação de pessoas para provas e concursos e dá dicas valiosas aos “concurseiros” sobre como enfrentar de forma tranquila e natural as provas de um concurso seja ele qual for. Veja:


Quais as principais dicas para quem quer se preparar bem para um concurso? Primeiro: tenha objetivos claros, saiba o que você quer. É preciso ter esta certeza para conseguir a determinação necessária para enfrentar um concurso. Além disso, organize-se. Tenha um cronograma diário de estudos. Entretanto, saiba que nem todo dia renderá igual ao outro. Além de estudar bastante, dê também valor ao descanso, ele é muito importante para a fixação dos conteúdos em sua memória. O indicado é, para cada 50 minutos de estudo, 10 minutos de descanso. Sem falar no sono, pois é durante ele que a memória trabalha. Então, procure dormir bem. Divida o conteúdo de estudo diariamente em começo, meio e fim. Assim você conseguirá ter a sensação de conclusão diária, sem se frustrar porque “o conteúdo não acaba nunca”. Também não se apavore diante da quantidade de conteúdo exigida para a prova. Dificilmente alguém chegará à prova sabendo tudo ou quase tudo. Saiba que um concurso é dividido em três partes: conhecimento técnico, fator emocional e sorte. Portanto, fica claro que o saber é muito importante, mas não é tudo. É preciso encontrar um equilíbrio entre o conhecimento, o estudo, e suas questões pessoais. Assim, dê também atenção ao lazer e, principalmente, entenda como se sente em relação ao concurso, aprendendo a lidar com estas emoções. Do contrário, o fator emocional pode atrapalhar e muito seu desempenho. Outra dica: não fique pensando no concorrente! Você é seu maior concorrente! Prepare-se bem e vá confiante. Quais as dicas para o dia do concurso? A principal dica para a véspera, dia do concurso ou vestibular: não mude sua rotina! Se você costuma se alimentar de uma forma, alimente-se daquela forma – nada de adotar dietas mirabolantes para turbinar o desempenho no dia da prova, para não correr o risco de chegar lá passando mal, tendo problemas estomacais e outras coisas que só irão atrapalhar. Quanto ao sono, a mesma coisa: na noite anterior à prova, durma exatamente o mesmo que está acostumado a dormir nas outras noites. Não tome remédio algum sem orientação médica. Leve em consideração o fator ansiedade: é normal que no dia da prova você esteja naturalmente ansioso, nervoso.

que aparecem. Só assim será possível administrar, focar, e se preparar bem. Saiba que sim, você poderá ter de fazer o mesmo concurso mais de uma vez até passar, mas também não se baseie nisso para se preparar com menos afinco. Dedique-se para passar a cada vez. O importante é saber que concurso é persistência, e não velocidade. Se você se prepara e tenta, um dia vai passar. Mas se o foco for passar rápido, logo de cara, provavelmente não dê certo. A frustração é normal neste meio, mas lembre-se: só não passa quem desiste. Existe um perfil de pessoa que passa em concurso? Sim: o persistente. Quem tem mais capacidade de insistir, de se preparar e de superar as frustrações, passa. Quem tem objetivo e insiste em busca dele, aliando conhecimento técnico e equilíbrio emocional e pessoal, passa. Quem desiste, não Como conquistar este equilíbrio? O mais importante é você se conhecer. Saiba o que sente, que situações o deixam nervoso, o que desperta sua ansiedade e que efeitos isso geralmente gera. Conhecendo-se, busque uma forma de lidar com isso. Muitas vezes a pessoa consegue isso sozinha, mas quando isso não acontece, é importante buscar auxílio profissional. Quais os erros mais comuns entre as pessoas que prestam concurso? Um dos erros mais comuns é não admitir que vai errar. Na prova, a pessoa vai enfrentar dificuldades, vai cometer erros. É normal. Supervalorizar ou subestimar a prova também é um erro. Não fique pensando que é muito difícil ou muito fácil: prepare-se. Não ache que seu método de preparo é único e insubstituível. Procure se informar, conheça métodos diferentes, ouça dicas, esteja aberto. Se você tem dificuldade em alcançar por conta própria o grau de conhecimento técnico e equilíbrio emocional necessários para um concurso, busque ajuda.

Como se motivar, diante deste quadro? Primeiro, como já falei, tenha um objetivo claro. Esta será a maior motivação para tudo. Escolha um concurso, não saia fazendo todos os 27


28 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


Ofertas em: Balneário Camboriú I Camboriú I Itapema I Bombinhas I Itajaí

CLASSIFICADOS

Imóveis

Móveis & Decoração

Produtos & Serviços

Cursos

29


IMÓVEIS Balneário Camboriú

30 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


31


IMÓVEIS Balneário Camboriú

32 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


33


IMÓVEIS Balneário Camboriú

34 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


35


IMÓVEIS Balneário Camboriú

36 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


37


IMÓVEIS Balneário Camboriú

38 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


39


IMÓVEIS Balneário Camboriú

40 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


41


IMÓVEIS Balneário Camboriú

42 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


43


IMÓVEIS Balneário Camboriú

44 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


45


IMÓVEIS Balneário Camboriú

46 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


47


IMÓVEIS Balneário Camboriú

48 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


49


IMÓVEIS Camboriú

50 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


51


IMÓVEIS Camboriú

52 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


53


IMÓVEIS Camboriú

54 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


55


IMÓVEIS Camboriú

56 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


57


IMÓVEIS Camboriú

58 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


59


IMÓVEIS Itapema

60 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


61


IMÓVEIS Itapema

62 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


63


MÓVEIS & DECORAÇÃO

ARQUITETURA + MODA + DESIGN

C

omo acompanhar a dinâmica desta tríade? Todos querem estar na onda... É interessante observar o elo entre estes três mundos, onde perplexos percebemos uma estampa criada para uma camisa num desfile de moda aparecer num papel de parede e, em seguida, no estofamento de um carro no salão do automóvel, e logo ela talvez até inspire movimentos sociais. São vários estilos que se entrelaçam e se desdobram, sendo debatidos, adotados e copiados. São paixões criadas pelas sensações que os ambientes, objetos e utensílios causam em nossos sentidos. E acabam criando hábitos e costumes em nossas vidas. Reparem como os ambientes que frequentamos interferem diretamente em nosso humor, lembre-se de quantas vezes você entrou em um ambiente e disse “que ambiente gostoso”, e ficamos com vontade de voltar e inspirados para fazer o nosso ambiente também ter alguns daqueles elementos e detalhes que identificamos e que fazem toda a diferença. Aí percebemos o quanto são importantes na nossa rotina e até em nossas vidas de forma ampla, impactando diretamente em decisões, definindo nossa identidade. O segredo está em saber filtrar e identificar o que se adapta melhor, adotando o que nos faz bem.

A 8B transforma sonhos em projetos, da sua CASA ou NEGÓCIO, desde a concepção arquitetônica até a sua gestão completa.

Projeto: Santo Grill Restaurante e Choperia

64 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013

Foto: Celso Peixoto

Projeto: Santo Grill Restaurante e Choperia Foto: Celso Peixoto


PRODUTOS & SERVIÇOS

65


PRODUTOS & SERVIÇOS

66 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


67


CURSOS

68 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


69


70 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013


71


72 BOLSÃO REVISTA DE NEGÓCIOS - SETEMBRO/OUTUBRO/NOVEMBRO 2013

Revista bolsao 14  

Revista de Negócios do Litoral Catarinense: Turismo, Imóveis, Móveis e Decoração, Cursos, Veículos, Produtos, Serviços em Balneário Camboriú...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you