Issuu on Google+

1° Ano de Trabalho: Livro 01 - Da Sensação ao Sentimento

O que se objetiva: A criança através da arte, desperta para a descoberta de sensações e sentimentos, experimentados nela mesma, no outro e na família. Como? Em um primeiro momento ela vai descobrindo a si mesma, se olhando no espelho, se desenhando, se “enfeitando”, se recortando... Na outra semana, percebe seus pés, suas pegadas, seus caminhos. Em seguida observa as mãos, imprime marcas na tinta e percepções acontecem: “Minhas mãos servem para bater no meu pai.” ( Anderson, filho de alcoólatra). Dessas frases e colocações é que procedem nosso material mais significativo e exemplificador do momento atual dessa criança, seus sentimentos e necessidades mais profundas. Assim, de descoberta em descoberta, passo a passo, semana a semana, a criança, trabalhando emoções, expressando sentimentos através da arte,começa a sair de si e caminhar ao encontro do outro, para tentar entender, criar laços,conviver, num movimento de troca e construção. Na descoberta do outro, no partilhar suavemente os medos com o outro, no dividir com o outro, ao perceber diferenças, no construir juntos, através de vivências em arte e reflexão, chega-se a etapa final de um ano de trabalho, descobrindo sentimentos em família, pela construção de suas casas com materiais diversos. Enquanto acontecem as construções, as crianças falam entre elas e esse falar nós levamos a reflexão entre as mesmas ao final de cada encontro. E acontecem colocações assim: “Meu pai, eu gostaria que ele fosse meu amigo!!!” Assim, em um dia da semana, nesse processo suave e contínuo através da arte e da reflexão, ela nos conta sobre seus medos, suas alegrias, suas descobertas, podendo então, mais liberta, fazer escolhas mais conscientes em sua caminhada. Esse 1º livro está embasado nos processos pedagógicos vivenciados por Celestin Freinet, Pestalozzi, o educador e assistente social Mário da Costa Barbosa, o educador e artista plástico Augusto Rodrigues, implantador no Brasil do processo de arte e educação, de onde minha formação em arte.


Um pouco mais sobre o primeiro ano de trabalho...