Issuu on Google+

(DIVULGAÇÃO)

Carol Belli PÁG. 6

Blog da Vez Essa semana com Sérgio Boechat

PÁG. 2

www.jornalbocadopovo.net

(IREPRODUÇÃO DE NTERNET)

Gata do Povo

DISTRIBUIÇÃO DIRIGIDA

21 a 27 de Março de 2014

ANO 2

Nº53

A REPORTAGEM DIZ AINDA QUE O INFILTRADO CONHECEU CECILIANO NA CAMPANHA DE 2012 E QUE FAZIA VÁRIOS TRABALHOS PARA O DEPUTADO - PÁG 04

Segundo revista, Garotinho foi vítima de esquema de deputado do PT POLÍCIA

PÁG. 3 POLÍTICA

Drogas são apreendidas na Casa de Custódia

PÁG. 4

Juventude Republicana participa de seminário


JORNAL BOCA DO POVO

02

14 a 20 de Março de 2014

Blog da Vez

MÉDICOS CONCURSADOS DE VR GANHAM MENOS QUE OS GARIS DO RIO!

U

m dos assuntos predominantes dos últimos dias foi a grave dos funcionários da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (COMLURB). A categoria resolveu cruzar os braços na véspera do Carnaval. A paralisação durou oito dias, até que o prefeito Eduardo Paes, pressionado pela opinião pública, devido ao acúmulo de toneladas de lixo em diversas regiões da Cidade Maravilhosa, concordou com a proposta apresentada pelo sindicato.

para os médicos”, analisou. Para ele, é preciso que a prefeitura se movimente com urgência para propor ações efetivas que tragam valorização. “A saúde de Volta Redonda é feita de RPA e nada mais é feito. Os profissionais não têm o seu Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), nem férias, 13º salário, nada. Isso não acontece somente com os médicos e, sim, com os enfermeiros, técnicos e auxiliares. A área tem que ser mais cuidada, pois é uma necessidade da população”, destacou. O representante do CREMERJ citou ainda, que a baixa remuneração reflete no atendimento à população. Segundo Meyer, a presença de especialistas na rede pública de Volta Redonda é um fato raro. “Por exemplo, temos deficiência de obstetra e pediatra, e não é por falta de profissionais na área. É que não há interesse em trabalhar conforme a prática do governo municipal. Não há garantias, não há segurança”, listou.

Enquanto o pessoal da COMLURB tem motivos para comemorar o acordo firmado, garantindo a partir de agora R$ 1.100 de salário base, além de 40% de insalubridade, em Volta Redonda o momento é de desânimo com a política salarial da prefeitura. O principal foco de insatisfação está na Saúde, onde alguns servidores, incluindo médicos, estariam recebendo menos do que os garis. “Sem dúvida os médicos da cidade que são concursados ganham menos do que esse salário conquistado pelos garis do Rio de Janeiro. Sem questionar a importância de cada um, é vergonhoso que um profissional que gasta mais de R$ 300 mil em sua formação, que pode levar dez anos, tenha um salário como esse”, denunciou o coordenador do Conselho Regional de Medicina (CREMERJ), Júlio Meyer.

Em 2012, para encerrar a greve dos médicos, a prefeitura prometeu criar em poucos meses uma Fundação de Saúde, que teria entre outras atribuições, a responsabilidade de gerenciar as contratações dos profissionais da Saúde. Passado um ano e meio, desde o fim da paralisação, nenhuma providência foi tomada pelo prefeito cassado Antônio Francisco Neto (PMDB). Ou seja, os funcionários vinculados ao município por meio de RPA permanecem sem a garantia de alguns direitos trabalhistas, entre eles direito a férias e décimo terceiro.

Um dos principais nomes da neurocirurgia do país, Meyer classificou como obscena a remuneração oferecida pela prefeitura à categoria. “Não só vergonhoso, é imoral e obsceno. A política da prefeitura é a de contratação por RPA, o que não concede nenhum direito trabalhista ou social

“A realidade de hoje aponta para problemas sérios daqui a pouco, por isso vamos puxar uma discussão nos próximos dias sobre o PCCS e a criação da Fundação. Vamos movimentar para ver se o governo municipal e a Secretaria de Administração saem da inércia”, disparou Júlio Meyer. Segundo

Expediente Jornal Boca do Povo é uma publicação de Editora Sul Fluminense ME.

fontes, a insatisfação na Saúde não está restrita aos médicos. Enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem também estariam desmotivados em seus postos de serviço. A situação agravou nos últimos meses com o corte imposto pela prefeitura de algumas gratificações, entre elas que garantia uma bonificação para funcionários com curso superior. O principal hospital da cidade, o São João Batista, por exemplo, é um dos mais afetados com essa crise. Diversos profissionais, inclusive, estariam pedindo demissão devido à sobrecarga de trabalho. “Estão fazendo o que querem com a gente, somos obrigados a sair do nosso setor pra cobrir o Pronto Socorro, onde hoje só há três enfermeiros, pois muitos já foram embora ou estão faltando aos plantões. Para piorar, além da retirada da gratificação, não temos salário compatível com o mercado e estamos sem reajuste há muito tempo. Se continuar assim, a situação só vai piorar, e muito”, denunciou à reportagem uma funcionária do HSJB, por meio de uma rede social, que por motivos óbvios pediu para não ser identificada.

Jornal Boca do Povo Diretor Executivo: Luciano Campos luciano@jornalbocadopovo.net

CNPJ:13.721.458/0001-81 Insc. Municipal: 056.185.00-6

Av. Waldir Sobreira Pires, 245

Blog da vez www.sergioboechat.blog.br Boechat é Advogado, Consultor Político e Membro da Associação Brasileira de Consultores Políticos - ABCOP. Atua há mais de 35 anos como Assessor e Consultor Político.

Os artigos publicados no jornal Boca do Povo não refletem, necessariamente, a opinião do jornal. redacao@jornalbocadopovo.net Diagramação: Anderson Santos

Gráfica: News Tech


POLÍCIA

14 a 20 de Março de 2014

03 DROGAS APREENDIDAS

Polícia apreendeu 60 quilos de alimentos em hipermercado

A

Polícia Civil de Volta Redonda interditou, no final da manhã desta terçafeira, o açougue do Hipermercado Extra, da Vi l a S a n t a C e c í l i a . Acompanhada de agentes da Vigilância Sanitária, a polícia realizou a operação “Agora chega!”, justificada pelo elevado número de reclamações quanto àqualidade dos produtos e das condições d e h i g i e n e d o estabelecimento. Diversos produtos foram a p r e e n d i d o s , principalmente carnes, embutidos, achocolatados e outros, muitos com a qualidade vencida e mesmo assim expostos para a venda, outros fora das condições de uso determinadas pelo fabricante e ainda com embalagens violadas. No total foram 60 quilos de alimentos fora do prazo de validade e já em deterioração. Parte dos produtos já foi inutilizada pela Vigilância, enquanto outra parte será enviada ao ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli) para mais um laudo que será usado no inquérito aberto contra o hipermercado. - Este hipermercado já foi autuado pelo menos seis vezes por venda de mercadorias impróprias para consumo e não toma providências – disse o delegado Antônio Furtado, que, juntamente

com o adjunto Rodolfo Atala, comandou a ação com 12 policiais e pelo menos seis fiscais da Vigilância Sanitária. O que mais impressionou foi o mau cheiro no açougue do estabelecimento. “É pior do que o do Instituto Médico Legal do Rio”, comparou o delegado, que classificou o hipermercado de “circo de horrores”. Algumas embalagens apresentavam carnes nitidamente em condições impróprias para consumo, com um tom já esverdeado. Outras, mesmo dentro do prazo de validade, estavam emboloradas. O delegadoadjunto Rodolfo Atala disse que o Extra vai responder civilmente , caso algum consumidor que se sinta lesado queira entrar com processo contra a empresa; administrativamente, a partir da ação da Vigilância Sanitária e, criminalmente, pela venda de produtos impróprios para consumo, o que configura crime contra o consumidor. Ele explicou que o gerente foi preso porque é o responsável pelo estabelecimento. O gerente alegou para o delegado que o hipermercado tem três pessoas encarregadas de verificar a validade dos produtos. “Então este pessoal não está trabalhando”, ironizou Furtado. Há cerca de seis meses, o Extra já havia

sido totalmente interditado pelo Vigilância Sanitária por causa da grande quantidade de baratas encontrada pela fiscalização na área de cereais. O estabelecimento só reabriu depois de passar por uma dedetização completa. Desta vez, porém, o coordenador do órgão, Luiz Carlos Rodrigues, o Imperial, disse que não vê, em princípio, necessidade de nova interdição total. A Vi g i l â n c i a S a n i t á r i a assegurou que fiscaliza regularmente os hipermercados e que age também a partir de denúncias da população. As queixas podem ser feitas através do telefone do órgão (3339-9651) ou do serviço de atendimento da prefeitura (0800 70 21 156). Em nota, através de sua assessoria de imprensa, que é terceirizada, o Extra fez o seguinte comentário sobre o episódio: “O Extra informa que tem um procedimento rigoroso para auditar a qualidade d o s p r o d u t o s c o m e rcializados em suas lojas, com um departamento exclusivamente voltado para segurança alimentar. O fato apontado é pontual e fora do padrão operacional exigido pela rede. Os itens já foram retirados da área de vendas e a loja funciona normalmente”.

redacao@jornalbocadopovo.net

Guarda Municipal apreende drogas em BarraMansa A Guarda Municipal de Barra Mansa apreendeu, na manhã desta terçafeira, onze pedras de crack e duas trouxinhas de maconha. De acordo com a GM, a droga foi apreendida quando agentes faziam ronda nos arredores da Praça das

Nações Unidas, no Centro, e flagraram dois homens em atitude suspeita. Eles perceberam que estavam sendo observados pelos guardas e fugiram, deixando as drogas caírem. O material foi encaminhado para a delegacia de Barra Mansa. (REPRODUÇÃO DA INTERNET)

Drogas são apreendidas na Casa de Custódia Cinquenta e duas trouxinhas de maconha e 10 sacolés de cocaína foram apreendidos na Casa de Custódia de Volta Redonda, localizada no bairro Roma. Dois sacos plásticos com certa quantidade de cocaína t a m b é m f o r a m encontrados. Segundo o agente penitenciário

Diego Tavares, que fez o registro policial, parte das drogas estava escondida na área de uso comum da galeria B e, o restante, dentro do banheiro da galeria C. Não foi esclarecido a quem p e r t e n c i a m o s entorpecentes, que foram apresentados na delegacia de Volta Redonda.

Homem troca tiros com PM e fica ferido Um homem que não teve o nome divulgado ficou ferido, na madrugada de hoje, ao trocar tiros com policiais militares no bairro Roseira, em Barra do Piraí. Ele foi socorrido e está hospitalizado, mas, segundo a PM, não corre r i s c o d e m o r r e r. O s

agentes explicaram que foram ao bairro verificar denúncia de que havia um homem dando tiros a esmo e que, ao identificarem o suspeito, ele resistiu à prisão e atirou. Um dos policiais revidou e ele foi ferido.


04

21 a 27 de Março de 2014

POLÍTICA

Infiltrados nas manisfestações

Juventude Republicana Revista denuncia esquema de participa de seminário deputado do PT contra Garotinho ais de quatro Harry Grutzmacher, o chance de descolar uns no Rio de Janeiro

M

meses após o jornal O Globo publicar uma reportagem acusando o Partido da República (PR) de infiltrar m i l i t a n t e s e m manifestações e financiar grupos que participaram dos movimentos Ocupa Câmara e Ocupa Cabral, para atingir a imagem do ex-governador e deputado federal Anthony Garotinho, a revista VEJA desmascarou, em seu site, o jornal da família Marinho e o PT de Lindbrgh Farias. A fonte do GLOBO era Anderson Harry Grutzmacher que deu provas à VEJA de que atuou a mando do deputado estadual André Ceciliano, do PT e admitiu que agiu por dinheiro. No “Blog do Garotinho” estão publicadas gravações de áudio nas quais Ceciliano diz a Anderson que “o combinado é ter alguma coisa das duas pessoas”. As duas pessoas, segundo o “infiltrado”, são Garotinho e a filha, Clarissa. Segundo a VEJA on-line, Anderson

infiltrado aloprado, diz ter recebido dinheiro para a seguinte missão: encontrar provas que ligassem o deputado federal Anthony G a r o t i n h o à s manifestações contra Sérgio Cabral (PMDB) no ano passado. Ceciliano nega, mas se atrapalha diante das provas apresentadas por Grutzmacher. A reportagem de VEJA diz ainda que o infiltrado conheceu Ceciliano na campanha de 2012 e que fazia vários trabalhos para o deputado, como levantar irregularidades de adversários políticos do petista e “montar dossiês”. No ano passado, um representante do PR na Baixada Fluminense o convidou para se filiar ao partido. Naquele momento, relata Veja, Ceciliano enxergou uma excelente oportunidade de ter alguém com acesso a informações privilegiadas sobre o grupo político do rival Garotinho. E Grutzmacher, claro, viu a

trocados a mais. Grutzmacher, que tem uma condenação por furto de veículo na década de 90, afirmou ao site de VEJA que aceitou se infiltrar no PR em troca de dinheiro. Não sem antes guardar alguma munição, caso o tiro saísse pela culatra. Primeiro, gravou conversas com Fernando Peregrino, secretário-geral do PR, tentou se aproximar da deputada estadual Clarissa Garotinho, filha de Garotinho, mas não conseguiu nenhum indício objetivo que vinculasse o partido às manifestações. Como seu plano A não funcionou, decidiu mudar de lado. O plano B era igualmente atabalhoado: ele chegou a enviar um email para o presidente do PMDB, Jorge Picciani, dizendo que pessoas ligadas a Garotinho teriam lhe oferecido 1,5 milhão de reais para relatar a história da infiltração. Sim, uma chantagem clássica.

Provas contra Ceciliano A revista teve acesso a algumas provas em poder de Anderson, como gravações de conversas e troca de mensagens telefônicas com Ceciliano. “Recebi pagamentos para me infiltrar no PR e vincular Clarissa e G a r o t i n h o à s manifestações. O André (Ceciliano) me pagou

5.000 reais no posto M a r a j o a r a , e m Queimados”, afirma, mostrando uma mensagem do deputado de 18h29 de 20 de setembro do ano passado. “Já cheguei no posto, eu espero você”. Ceciliano afirma que encontrava Anderson no posto para que este lhe apresentasse pessoas da

Baixada Fluminense, seu reduto eleitoral. A reportagem de Veja esteve no local, um posto na beira de uma estrada, próximo a um bar. Ceciliano não sabe explicar a escolha de um local ermo para os encontros – nada transparentes, como mostram os fatos.

O

presidente do PR Jovem de Volta Redonda, Jorge Vinícius, marcou presença no seminário de reestruturação da Juventude Republicana no estado do Rio.Foram convocadas todas as lideranças jovens de todas as regiões do estado do Rio, que juntos traçaram metas para restruturação do PR Jovem em todo o estado. O Presidente do PR Jovem Estadual Léo Dubary, parabenizou e destacou o trabalho realizado pela juventude republicana de Volta Redonda e convidou o

presidente Jorge Vinícius ,para coordenar a restruturação do PR Jovem nos municípios do Sul Fluminense, juntamente com o secretário geral do PR Jovem Marcos Paulo (Marquinhos de BM). ''Agradeço o convite do Léo e do Marquinhos para fazer parte desta equipe, e assumo meu compromisso de junto com meu diretório, reestruturar os diretórios jovens do PR nas cidades do Sul Fluminense e juntos elegermos Garotinho governador'', finalizou Jorge Vinícius.

redacao@jornalbocadopovo.net


Zoinho se reúne com procurador-geral da República para solicitar informações da investigação sobre a GID Q u e m s ã o responsáveis? São

M

ais de um ano após o anúncio do início das investigações de possíveis desvios de verba da Gratificação de Incentivo ao Desempenho, divulgados pela própria prefeitura, pouco se teve notícia sobre a apuração do caso, a cargo da Polícia F e d e r a l e c o m acompanhamento do Ministério Público Federal. Com isso, o deputado federal Zoinho (PR-RJ) irá se reunir na próxima semana com procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para solicitar informações sobre o caso. “Há muito dinheiro envolvido, e dinheiro público, pois a informação é de um desvio de mais de R$ 1 milhão. É dinheiro que deveria ser investido do funcionário público da Saúde, que g a n h a m a l e é sobrecarregado pelas reclamações da população pela péssima qualidade do serviço prestado pela prefeitura. E pra onde foi?

05

CIDADES

21 a 27 de Março de 2014

o s

respostas que a população quer ouvir e já está mais que na hora de se prestar contas dessa dinheiro”, afirmou Zoinho. Entenda o caso Em dezembro de 2012, a p r e f e i t u r a d e Vo l t a Redonda informou que estaria investigando um esquema fraudulento envolvendo um grupo de servidores da secretaria municipal de Saúde. Funcionárias do departamento de Recursos Humanos da secretaria estariam incluindo nomes indevidamente na lista de pessoas autorizadas a receberem a GID, um benefício pago trimestralmente a servidores do órgão por cumprimento de metas. Duas pessoas que trabalhavam no setor de Recursos Humanos da secretaria, e que eram responsáveis pela elaboração da lista, foram demitidas, mas tiveram os nomes preservados para que a investigação não seja

prejudicada, já que outros servidores públicos ainda podem estar envolvidos. Na ocaisão, o deputado federal Zoinho cobrou uma explicação das secretarias municipais de Saúde e de Administração. Segundo o parlamentar, todas as movimentações feitas tem o crivo de gente grande do Palácio 17 de Julho. “Toda movimentação de contratação passa primeiro pelo superintendente da saúde e é feito um d o c u m e n t o d e Movimentação de Pessoal (MP), que, inclusive, foi implantado na gestão da atual administração. Depois disso o documento passa pelo prefeito e em seguida para o secretário de Administração”, disse o deputado. O Ministério Público Federal (MPF) instaurou procedimento investigatório e o inquérito da Polícia Federal apontou que a fraude na saúde de Volta Redonda não se restringiu apenas aos funcionários do órgão. Na época, o Procurador de República João Luiz Villa do Miu, informou que o esquema teve a participação de servidores de mais de um setor da prefeitura. “Já foram realizadas oitivas e o MPF aguarda o fim das diligências policiais para promover as medidas judiciais cabíveis”, afirmou Miu, por meio de nota da assessoria de imprensa do MPF.

Vereadores homenageiam mulheres que se destacam em Volta Redonda A Câmara Municipal de Volta Redonda realizou na noite do dia 20 uma homenagem para algumas mulheres que se destacam profissionalmente e colaboram, atuando em diversas áreas, para o crescimento da cidade. As condecoradas receberam a medalha de mérito legislativo vereadora Glória Roussin Guedes Pinto. Pelo menos 200 pessoas, entre homenageados, convidados e familiares, participaram do evento, embalado por uma dupla de músicos, também de Vo l t a R e d o n d a . A cerimônia finalizou as comemorações em razão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 08 de março. O presidente da Câmara, Washington Granato, homenageou a professora Ângela Maria Cancela Duarte. A docente trabalha na área educacional há pelo menos 20 anos. De acordo com o parlamentar, o Dia da Mulher deve ser comemorado, no entanto, ele ressalta que o momento deve ser para refletir os ganhos e as dificuldades que ainda são enfrentadas pela classe. - A cada dia as mulheres estão ganhando espaço no mercado de trabalho e na política. Isto é o resultado de uma luta intensa. É com muito p r a z e r q u e comemoramos o Dia da Mulher. Nossa intenção é continuar colaborando,

através de projetos de leis, com o crescimento das mulheres. Meu desejo é que a força da classe e o entendimento da sociedade acabem com o restante do preconceito – disse otimista. Granato ainda falou sobre a morte de diversas funcionárias, durante um incêndio criminoso, em uma fábrica de tecidos, na década de 60, nos Estados Unidos. O vereador disse que, lamentavelmente, mulheres precisaram ser vítimas de um atentado para a sociedade começar a refletir de maneira diferenciada. - Ali as mulheres começavam a mostrar sua liderança e capacidade de r e i v i n d i c a r. D e p o i s destas mortes, alguns direitos, mesmo que mínimos, foram concedidos à classe – afirmou. Desde a época, segundo o parlamentar, as mulheres continuam lutando e provando que são capazes de participar efetivamente no crescimento da comunidade que vivem e no local onde trabalham. - O caminho é este. A luta pela justiça social e pelos direitos iguais deve ser a cada dia mais intenso. A trajetória é dura e longa, porém, os resultados aparecem. Hoje temos uma presidente mulher. Merecidamente, elas estão ganhando seus e s p a ç o s e o s preenchendo com sabedoria e capacidade – concluiu.


LEITOR

06

21 a 27 de Março de 2014

Cultura Gata do Povo Fala Comunidade

Fim do mistério bocadopovovr@live.com

‘‘Já tem muita gente fazendo propaganda política antecipada e ninguém fala nada.’’ Luciana Nascimento

facebook.com/bocadopovo

‘‘O Hospital Regional é a vergonha Estadual .’’ Danielle Matos

‘‘Volta Redonda é o verdadeiro canteiro de obras inacabadas, e olha que dinheiro tem, só não vontade. ’’ Carlos Silveira

A

Direito do Povo Com o Dr. Saulo Hermosilla

Gata do Povo

Envie suas dúvidas para o e-mail: salmeida25@gmail.com

(DIVULGAÇÃO)

‘‘O prefeito já ganhou de presente 60 milhões da Câmara para gastar e agora quer mais 20, um absurdo!.’’ Raquel dos Santos

prefeitura municipal finalmente divulgou o valor do show do cantor Elymar Santos, realizado no último dia 9 de março, em comemoração ao 124º aniversário da cidade de Barra do Piraí. Oficialmente, a prefeitura divulgou o valor de R$37 mil no boletim 710, dessa semana. O valor é R$7 mil mais baixo que o especulado e veiculado como um valor não-oficial na em um jornal de Barra do Piraí.

APONTAMENTOS SOBRE A COBRANÇA DE VRG (VALOR RESIDUAL GARANTIDO)

Nos contratos de financiamento de veículos, em muitas ocasiões, é cobrado o Va l o r R e s i d u a l Garantido, que é uma opção de compra do bem. Os valores são altos, sendo responsáveis por 30, 40, 50 por cen to d a p arcela mensal. Logo, se o comprador não ficar com o veículo, como nos casos de devolução amigável ou de busca e apreensão, o valor t e m q u e s e r d e v o l v i d o , retirando-se o percentual da depreciação do bem. No entanto, os

bancos e financeiras, muitas vezes, além de não devolverem o valor devido, ainda inserem o nome do cidadão em órgãos de proteção ao crédito. Assim sendo, caso tais ilegalidades ocorram, os consumidores devem ingressar com uma ação judicial, visando a reparação pelos danos morais e materiais suportado, bem como, a retirada do seu nome nos órgãos restritivos de crédito. Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail: salmeida25@gmail.com

redacao@jornalbocadopovo.net


21 a 27 de Marรงo de 2014

07


08

JORNAL BOCA DO POVO

21 a 27 de Marรงo de 2014


Jornal Boca do Povo Edição 53 Março 2014