Page 1

BITES RISCOS DIGITAIS 2018


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Grandes riscos, muitas oportunidades Antever os fenômenos digitais que marcarão 2018 contribuirá para a qualidade das suas decisões estratégicas

Em fevereiro de 2017, BITES publicou a primeira edição (https://goo.gl/5VrdsB) do estudo anual sobre Riscos Digitais e suas implicações nos costumes, na política e na economia do país. Desde então, e até o fim da tarde da última quinta-feira, 22 de fevereiro, a atividade digital dos brasileiros havia gerado 7 bilhões de tweets, cerca de 10 milhões de posts por hora e 14 milhões de notícias criadas por jornalistas e produtores de conteúdo. No Facebook já existem 130 milhões de perfis no Brasil. Olhando em retrospectiva, os riscos apontados por BITES em 2017, como o crescimento das notícias falsas, a hipervalorizarão do poder dos millennials e a polarização política, ainda ameaçam empresas e indivíduos. Nesta edição de 2018, chamamos a atenção para novos fenômenos. É o caso, por exemplo, do populismo institucional. Veremos este ano um enorme crescimento desse tipo de comportamento na internet, dada a necessidade de autoridades e organizações públicas responderem aos clamores oriundos das mídias sociais — sejam eles procedentes ou, às vezes, nem tanto. Nosso radar identifica ainda o fenômeno das notícias seletivas, menos evidentes que as fake news, mas nem por isso menos perigosas para as reputações de corporações e pessoas. Um terceiro risco diz respeito ao vazamento de dados confidenciais. Em 2018, ficará mais evidente a incapacidade de governos e companhias guardarem segredos de cidadãos e consumidores. Os recursos para a captura ilegal de dados tornam-se a cada dia mais sofisticados e os

3


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

responsáveis pela preservação da integridade das informações não têm tomado as medidas preventivas necessárias. Vale pontuar ainda que neste ano a sociedade testemunhará mais casos relacionados à “reputação cruzada”. Esses episódios ocorrem quando, involuntariamente, um stakeholder compromete uma marca, uma empresa ou uma instituição, gerando uma crise que normalmente é ampliada pela força das redes sociais. O ano também permitirá a criação de novas perspectivas para o ativismo digital, elevando a pressão na rede para que grandes corporações façam mudanças operacionais e até mesmo estratégicas. É provável que muitas empresas tenham que substituir fornecedores e reposicionar marcas. O último grande risco no ambiente digital em 2018 está relacionado àquela que será a verdadeira estreia da internet numa eleição presidencial no país. Pela primeira vez, as mídias sociais terão um papel decisivo no processo democrático. Até fevereiro de 2019, quando BITES publicará a terceira edição da análise Riscos Digitais, esses alertas aqui apresentados terão produzido transformações relevantes no Brasil. E, ao longo dos próximos anos, serão ainda mais notáveis as mudanças em comportamentos individuais, práticas corporativas e também na atuação política. Convém lembrar que o país tem hoje dois terços da população conectados à internet e 75% dos eleitores com acesso à rede e esses números tendem a se ampliar exponencialmente. Luciana Costa lucianacosta@bites.com.br Manoel Fernandes manoelfernandes@bites.com.br 4


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

CONTEÚDO

1 2 3

Selective News

4

Ativismo na Rede

5 6 7

Populismo Institucional

Página 6

Página 11

Transparência Página 18

Página 24

Reputação Cruzada

Página 30

Perda de Dados

Página 35

Eleições 2018

Página 44

5


Populismo Institucional

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

1

Populismo Institucional

6 RISCOS DIGITAIS | 2018

BITES

Ao buscar o aplauso das redes sociais, as instituições democráticas poderão comprometer a qualidade de suas decisões


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

1

Populismo Institucional

Por Kaíke Nanne

kaikenanne@bites.com.br

“Aprove-me, por favor!” Não haverá um néscio que conteste

O fenômeno não é observado

a relevância das redes sociais para a

apenas em democracias consolidadas,

democracia. Na Nova Zelândia, os posts

exemplos do mais autêntico liberalismo.

dos cidadãos determinam mais de 70%

O governo do Kuwait faz uso das redes

da pauta do Parlamento. No Canadá, o

para promover enquetes cujo propósito

conteúdo das redes contribui para a

é a checagem antecipada do nível de

implementação de medidas governa-

aprovação de medidas em discussão.

mentais. Para mais de 80% dos norteamericanos, o que a população publica no Facebook e no Twitter tem mais efeito sobre as políticas públicas do que questões como imigração e comércio internacional.

_ NO CANADÁ, O CONTEÚDO DAS REDES CONTRIBUI PARA A IMPLEMENTAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS Na Ucrânia, a mobilização digital impediu a violação de direitos humanos em quase uma centena de casos. Assim, é incontestável a importância das redes para a promoção da cidadania, dos sistemas democráticos e do ativismo em favor do aprimoramento das relações nas mais diversas sociedades. Por outro lado... Bem... por outro lado, qual será o impacto do rugido que vem das redes na qualidade das decisões institucionais? 7


1

Populismo Institucional

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

O quanto definidores de políticas públicas, legisladores, juristas e diplomatas se deixarão afetar pelo clamor — extremado, na maioria dos casos — oriundo dos teclados furiosos? Já estamos diante dessa realidade. Levantamento feito pela BBC constatou que, no Reino Unido, 80% dos membros da Câmara dos Comuns tomam decisões

Donald Trump: tweets para a platéia evangélica

com um olho nas suas bases eleitorais e outro no termômetro das mídias sociais.

como capital de Israel e para lá transferir

Agradar à audiência online é tão ou mais

a embaixada americana como uma

importante do que atender às demandas

resposta às reivindicações das

dos eleitores do distrito. O peculiar, para

comunidades neo-pentecostais. Afinal,

dizer o mínimo, presidente norte-

não houve uma contrapartida do

americano Donald Trump governa com

governo de Benjamin Netanyahu, os

os polegares sobre as teclas do seu

Estados Unidos não obtiveram nenhum

iPhone, equipamento que substituiu um

ganho tangível e ainda perderam a

Android diagnosticado como “inseguro”.

primazia no comando das negociações

Se, de um lado, usa o Twitter para

na região, dado o posicionamento

produzir ruídos e tornar a mídia

inequívoco pró-Israel. Abre-se espaço

tradicional refém de suas pautas, Trump

para mais um avanço da Rússia de

às vezes responde ao bramido do seu

Vladimir Putin. No entanto, os tuiteiros

eleitorado, que lhe chega pela mesma

trumpistas estão exultantes.

ferramenta digital.

No Brasil, o alarido nas redes vem

Alguns analistas políticos apon-

produzindo efeitos consideráveis na

tam a decisão de reconhecer Jerusalém

atuação dos poderes republicanos.

8


RISCOS DIGITAIS 2018

1

BITES

Populismo Institucional

De acordo com muitos especialistas, o

de prestígio. Os “cabeças-pretas” do

Judiciário tem, em vários casos,

PSDB, que se insurgiram contra a

interpretado a Constituição com elevado

proposta de reforma da Previdência —

grau de flexibilidade. É passível de

atitude que é um contrassenso num

questionamentos, por exemplo, a

partido que sempre defendeu uma

punição de parlamentares por meio de

gestão fiscal responsável — têm sua

medidas cautelares , assim como a

conduta em boa parte definida pelas

utilização em inquéritos de provas

cobranças que recebem via Facebook e

obtidas ilicitamente. No Artigo 5º, o

Twitter. Um pré-candidato à Presidência

Inciso XXXVI determina que a lei não

declarou num encontro privado com

ferirá o direito adquirido, o ato jurídico

economistas que “é impossível não

perfeito e a coisa julgada, dispositivo não

calibrar o discurso e o programa de

observado em algumas decisões. A

governo para afinar-se às opiniões

recente condução do ex-governador do

majoritárias nas redes sociais.”

Rio de Janeiro Sergio Cabral a um presídio

É verdade que cobrança sempre

no Paraná com mãos e pés algemados

houve, críticas, ovadas e tomatadas em

obteve aplausos entusiasmados, mas não

testas lustrosas. Mas, entre o ato do

encontra suporte no Código Penal.

agente público e o “julgamento” popular,

Por que o populismo e a demagogia têm dado o tom em fóruns que, em teoria, deveriam manter sua atuação restrita às leis? Ora, ora... A aprovação da população via redes sociais nunca foi tão relevante. Os juízes tentam evitar achincalhes públicos, vídeos de vaias na fila da ponte-aérea, protestos em restaurantes

havia também o filtro da mídia tradicional

_

OS NORTE-AMERICANOS UTILIZAM REDES SOCIAIS CERCA DE 4 HORAS POR DIA. ELES TECLAM SEUS SMARTPHONES EM MÉDIA 2.600 VEZES POR DIA — OS HEAVY USERS, ATÉ O DOBRO DISSO 9


1

Populismo Institucional

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

e, em alguns casos, da visão predomi-

professora da Universidade de San Diego

nante entre os mais esclarecidos, aquela

e expert em comportamento adolescente

pequena parcela da população afeita ao

e pré-adolescente, identificou numa

debate e ao confronto civilizado de

pesquisa extremamente minuciosa que a

opiniões — portanto, menos apaixonada e

chamada Geração i (“i” de iPhone e “I”,

raivosa. Agora, foi-se o filtro e as redes

em inglês, de “eu”) mantém a atenção

expõem o tamanho da irracionalidade.

sobre um conteúdo que apareça na tela

É possível que venhamos a observar,

do smartphone por no máximo 19

a longo prazo, um elemento que

segundos. Não é necessário um longo

desarranje a equação weberiana “ética da

exercício reflexivo para concluir que a

convicção X ética da responsabilidade”,

combinação de sociedades cada vez

adicionando a “ética da audiência” —

menos dispostas a investir tempo em

esta, desprovida de convicção e na

análises em profundidade e líderes

maioria dos casos, francamente irres-

ansiosos por aprovação produzirá

ponsável? Sendo a mobilização digital

instabilidades institucionais em sistemas

predominantemente apressada, furiosa e

democráticos._

extremada, quais ondas formadas no ambiente das redes serão capazes de impactar as esferas decisoras da República? Não parece virtuoso o movimento que se inicia. Os norte-americanos utilizam Facebook, Instagram e WhatsApp cerca de quatro horas por dia. Eles teclam seus smartphones em média 2.600 vezes por dia — os heavy users, até o dobro disso. A psicóloga e pesquisadora Jean Twenge, 10


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

2

Selective News

Mais que fake news, as “notícias seletivas”, fatos pinçados e utilizados fora de contexto, têm potencial para produzir grandes danos a governos e corporações

11


2

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Selective News

Por Ana Luiza Tetzlaff anaagostineto@bies.com.br

Era das “meias verdades” Na análise BITES sobre riscos digitais para 2017, os termos pósverdade e “fake news” pautaram nosso relatório sobre democracia e informações nos meios digitais. Para 2018, mais que fatos falsos, a grande inquietação deve girar em torno das “selective news”, ou notícias seletivas, que deverão impactar o mundo da chamada “economia da atenção” —

Herbert Alexander Simon: economia da atenção

principalmente no Brasil — em ano de

me a atenção de seus receptores”.

eleições e Copa do Mundo. A ideia

Simon completou: “Uma riqueza de

sobre a “economia da atenção” não é

informações cria uma pobreza de

uma novidade.

atenção”.

De acordo com o economista

Vivemos tempos de uma

Herbert Simon (1916—2001),

democracia pós-factual, em que

ganhador do Prêmio Nobel de

evidências e fatos são substituídos por

Economia de 1978 pela pesquisa

grandes narrativas e agendas políticas

pioneira sobre o processo de tomada

oportunas, transformando a exposição

de decisão em organizações econô-

seletiva em uma grande aliada do

micas, “é extremamente óbvio o que a

lucro às custas da polarização das

informação consome: ela conso-

massas.

12


2

Selective News

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

“Uma riqueza de informações cria uma pobreza de atenção” Herbert Simon (1916 — 2001)

13


2

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Selective News

Há mais de três décadas são

está acostumado com um ambiente

estudados os efeitos midiáticos e o

totalmente pasteurizado e custo-

“agendamento” de assuntos

mizado para a sua “bolha” de crenças.

disponibilizados para a população

Esta bolha o encapsula num micro-

convenientemente. Os temas explo-

universo de ideais, valores, opiniões e

rados eram determinados pela grande

convicções que enfatiza e reforça seu

mídia, e a população, de forma

ponto de vista.

passiva, aguardava as informações

Este fenômeno é auto-alimentado:

produzidas pela imprensa, sempre de

quanto mais me distancio daquilo que

forma unilateral e pouco participativa.

se difere de mim e me incomoda, mais

Somente num segundo momento, os

o algoritmo da rede social vai

consumidores das informações

incentivar a “personalização” do

editadas pela imprensa reagiam aos

conteúdo e oferecerá histórias que me

inputs.

agradam.

O jornalismo profissional e responsável, no entanto, sempre teve o importante papel de lançar luz sobre temas que poderiam passar despercebidos pelo grande público, assuntos que, apesar do possível desconhecimento, seriam primordiais

_ O USUÁRIO DAS REDES

SOCIAIS ESTÁ ACOSTUMADO COM UM AMBIENTE TOTALMENTE PASTEURIZADO E CUSTOMIZADO PARA A SUA “BOLHA” DE CRENÇAS Este fenômeno fica evidente em

para a interpretação dos aconte-

algumas manifestações atuais como a

cimentos por parte da população.

do movimento anti-vacina, nascido

Como é sabido, esse ciclo virtuoso

nos Estados Unidos e na Europa, e

ruiu. Hoje, o usuário de redes sociais

que chegou no Brasil nos últimos 14


2

Selective News

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

anos. Grupos contrários ao uso da

doenças, e o de que ela controla

imunização por vacinas discutem seus

enfermidades que no passado

efeitos supostamente nocivos — nos

assolaram boa parte do mundo e que

últimos 14 meses, três mortes foram

hoje estão erradicadas. Mas em tem-

associadas ao uso de vacinas no Brasil

pos de opiniões extremadas, há

— e defendem a interrupção deste tipo

pouco espaço para ponderações

de tratamento. que teria mais

desapaixonadas.

contraindicações do que benefícios.

Outro caso recente ocorreu

Obviamente, do ponto de vista de

durante a investigação da Operação

políticas públicas de saúde,

“Carne Fraca” que, além de expor um

considerando-se grandes contingentes

grande esquema de corrupção,

populacionais, uma medida dessa

divulgou supostas práticas criminosas

natureza produziria danos

no processamento de carnes pela JBS.

devastadores. O país tem dados que permitem estimar eventuais efeitos da queda na cobertura de vacinação. Entre 2013 e 2015, Ceará e Pernambuco, em razão da ineficiência de campanhas de prevenção, registraram surtos de sarampo que atingiram 1.200 pessoas. Parece uma obviedade considerar a relevância dos dois aspectos relacionados ao tema, o de que a vacina possa ter efeitos colaterais e problemas relacionados a outras

Caricatura sobre a Revolta da Vacina – Estadão, 1904

15


2

Selective News

Com o alarde feito em torno da

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

_ APENAS QUATRO DIAS APÓS AS

utilizaria um tipo de Vitamina C

SUSPEITAS DA INVESTIGAÇÃO, O BRASIL PASSOU DE UMA MÉDIA DE EXPORTAÇÃO DIÁRIA DE US$ 63 MILHÕES PARA US$ 74 MIL.

cancerígena para mascarar a qualidade

do foi catastrófico. Vários países

da carne e ainda misturava papelão a

cancelaram encomendas e apenas

alimentos. Critérios como apuração

quatro dias após as suspeitas aponta-

rigorosa e checagem com fontes

das na investigação o Brasil passou de

responsáveis não tinham sido

uma média de exportação diária de

observados.

US$ 63 milhões para US$ 74 mil.

investigação, houve quem se apressasse em divulgar que a empresa

Havia ainda um outro porém. uso

O caso da Operação “Carne Fraca”

de ácido ascórbico, a vitamina C, é

mostra um claro exemplo de enqua-

amplamente aceito pela indústria

dramento de informação, que apesar

mundial e apenas doses acima dos

de conter elementos verdadeiros ──

limites regulados seriam de fato

como propinas pagas a fiscais e

prejudiciais. No caso do papelão,

desobservância de algumas regras

tratava-se de uma embalagem e não

burocráticas ──, estava bem distante do

de um ingrediente adicionado à carne.

caos apregoado.

A má interpretação dos indícios do caso da JBS, em conjunto a outros fatores como a disseminação de informações imprecisas em redes sociais e grupos de WhatsApp, levou a uma queda expressiva das ações de frigoríficos, impactando todo o mercado de carnes no Brasil. O resulta-

16


2

Selective News

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Por conveniência ou até mesmo

o que pensar, mas não como pensar,

oportunismo, certos “produtores de

gerando um esvaziamento do debate e

conteúdo” surfaram na onda da

incentivando a intolerância.

polarização. Exploraram apenas um

Fragmentos de um cenário, ainda

ângulo da história, valendo-se da

que verdadeiros, têm forte potencial

tendência da população de se

para produzir danos às relações sociais,

aprofundar apenas na “verdade” que

às instituições e até mesmo à

lhe cabe.

democracia caso o contexto no qual

O verdadeiro risco dos selective news é que este tipo de agendamento

estejam inseridos não seja apresentado. _

moderno acaba ensinando a audiência

17


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

3Transparência

As relações entre os agentes econômicos e o Estado são cada vez mais fiscalizadas pela sociedade, que ainda enxerga a representação legítima como nociva

18


3

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Transparência

Por André Eler

andreeller@bites.com.br

O Lobby na mira O ano de 2017 acabou com a

de interesses é legítima e fortalece a

expectativa de que a Câmara Federal

democracia. Além disso, a regula-

aprove, em breve, uma lei que

mentação estimula a transparência,

estabeleça regra para a atividade de

valor sem dúvida fundamental no

lobby e atuação de grupos de pressão

relacionamento entre a iniciativa

no Congresso. O projeto de lei

privada e o Estado. É um princípio que

1202/2007, de autoria do deputado

também norteia o apoio de veículos de

Carlos Zarattini (PT–SP) e sob relatoria

mídia como Folha de S. Paulo e Estadão,

de Cristiane Brasil (PTB–BA), era o mais

por exemplo.

avançado no tema e teve regime de

Os pesquisadores Manoel

urgência aprovado na Casa — agora,

Leonardo Santos e Lucas Cunha, da

pode ser pautado no plenário e não

UFMG, publicados pelo IPEA, também

precisa mais tramitar por comissões.

sustentaram o risco de se negligenciar,

A discussão é antiga no Congresso e

numa eventual regulação das

alguma regulamentação é amplamente

atividades de lobby, aspectos de

defendida por setores da academia e da

transparência e accountability e uma

mídia e das organizações profissionais

tentativa de diminuição da assimetria

ligadas à atividade.

de recursos e oportunidades entre

O Instituto de Relações Governa-

grandes grupos econômicos e conjuntos

mentais (Irelgov) e a Associação

de cidadãos com menos capacidade de

Brasileira de Relações Institucionais e

influência. Sobre isso, porém, os

Governamentais (Abrig) têm deixado

professores da FGV Andréa Gozetto e

clara a argumentação de que a defesa

Ma

19


3

Transparência

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

“A REGULAMENTAÇÃO ESTIMULA A TRANSPARÊNCIA, VALOR SEM DÚVIDA FUNDAMENTAL NO RELACIONAMENTO ENTRE A INICIATIVA PRIVADA E O ESTADO”

20


3

Transparência

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Marcelo Issa defendem que não só são

pode acabar por jogar toda represen-

legítimas as estratégias de defesa de

tação e qualquer atividade profissional

interesses por empresas como

de relações governamentais na vala

também, conforme aumente a

comum dos lobistas envolvidos em

complexidade dos níveis de controle

escândalos de corrupção.

social das atividades de grupos de

No último ano, foram feitas

pressão, menos determinante é o

185.107 menções em português no

poder financeiro sobre os mecanismos

Twitter a lobby, lobbies, lobista ou

de tomada de decisões.

lobistas. Além disso, foram 25,9 mil

Enquanto alguma legislação não é

notícias publicadas sobre o assunto em

aprovada — e até que se torne prática,

português. Na imensa maioria dos

caso venha a ser —, a legítima

casos, a palavra foi empregada de

representação de interesses de entes

forma negativa. A nuvem de palavras

privados junto a agentes e órgãos

relacionadas indica que a palavra mais

públicos é, no entanto, um risco. E será,

associada a lobby é Brasil, com 16.041

mais especificamente, um risco digital

mensagens, seguida de Temer, que

para as empresas, sobretudo em 2018.

apareceu em 11.836 tweets. Também

_ NO TWITTER, A PALAVRA

se destacam “pré-sal” e “Lava Jato”.

LOBBY VEM SEMPRE ASSOCIADA A ALGO NEGATIVO, COMO ESQUEMAS DE CORRUPÇÃO

Em todos todos os tweets com mais

No vácuo de definição sobre qual tipo

impressão negativa sobre a atividade

defesa de interesses deve ser vista com

de lobby é transversal: petistas como o

naturalidade, a opinião pública digital

ator José de Abreu usam o termo para

RTs, a palavra está associada a esquemas de corrupção ou a medidas contrárias ao interesse da população. A

21


3

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Transparência

descredibilizar Rodrigo Janot e Gilmar

— é aquele em que a empresa não

Mendes; o economista Ricardo

divulga abertamente seus interesses e,

Amorim, de viés liberal, para criticar

ainda assim, a atividade de lobby feita

grupos de pressão em geral e ligá-los

por ela vem a público, como uma

ao atraso. O termo e a atividade de

revelação, ainda que se trate de uma

lobistas são mencionados ainda para

gestão dentro de parâmetros éticos e

atacar tucanos e Michel Temer.

legais.

O número de citações a relações

Até há alguma defesa, no Twitter,

governamentais ou “relgov” foi de

da regulamentação do lobby. Mas, em

apenas 723 tweets em um ano. Em

geral, ela passa despercebida pela

geral, são referências a pessoas que

opinião pública digital, que não conse-

ocupam cargos na área. Nem sempre as

gue diferenciar a defesa legítima de

menções são positivas, mesmo nessa

interesses da operação de esquemas de

parcela ínfima de interesse da opinião

compra de agentes públicos. Foram 2,2

pública digital.

mil tweets sobre o tema no último ano

Com a reputação que tem o lobby, e um entendimento de que a aproximação de representantes de agentes econômicos com políticos e órgãos públicos é sempre prejudicial à população, qualquer atividade de representação, ainda que legítima, pode se tornar um risco de imagem para grandes empresas. O pior cenário — e muito plausível, com o intenso fluxo de informações nas redes sociais

Dallagnol se colocou a favor de algum controle legislativo sobre a atividade

22


3

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Transparência

ano. Em geral, a opinião pública digital é

tas ou a divulgação seletiva, por

unânime em apoiar a regulamentação

opositores do governo, da presença de

do lobby — até o jornalista Fausto

representantes de empresas em

Macedo e o procurador da Lava Jato

reuniões com autoridades..

Deltan Dallagnol se colocaram a favor

Em outubro, parlamentares

de algum controle legislativo sobre a

petistas acusaram um representante de

atividade, com vistas a tornar o

uma petroleira de estar presente em

ambiente mais ético e transparente.

sessão pública e conversar, na ocasião,

A dificuldade é transformar esse

com parlamentares em uma comissão.

consenso em um amplo entendimento

Mesmo tratativas republicanas em

por parte da sociedade civil, de que a

defesa de interesses comerciais podem

atividade de lobby é legítima. Enquanto

virar, no cenário construído por

_EM OUTUBRO, PARLAMENTARES

opositores, um tipo de lobby

PETISTAS INSINUARAM TER HAVIDO IRREGULARIDADE NUMA CONVERSA PÚBLICA ENTRE UM REPRESENTANTE DE UMA PETROLEIRA E PARLAMENTARES

aparentemente criminosos. É impor-

isso não acontece, as empresas devem

se às críticas. O uso estratégico dos

redobrar a atenção, especialmente com

meios digitais com esse propósito pode

a contratação de intermediários —

evitar crises._

tante, portanto, que as empresas não abram mão de fazer suas próprias defesas de modo transparente e até mesmo totalmente público, adiantando-

estes, invariavelmente, soarão ao grande público como operadores de esquemas. Também é um ponto sensível a marcação de agendas secre23


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

4

Ativismo Digital

Crenças e convicções de grupos com forte poder de mobilização podem impactar o resultado financeiro da sua empresa

24


4

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Ativismo na Rede

Daniela Alarcon

danielaalarcon@bites.com.br

Fé para alguns, prejuízo para outros Confirmando uma das teses

assédio. Desde Hollywood a Reino

apresentadas por BITES no último

Unido, Israel, Itália, África do Sul e

estudo anual de riscos digitais, movi-

também no Brasil, noticiaram-se

mentos por igualdade racial e de

episódios machistas ou racistas,

gênero marcaram o ano de 2017.

levantando debates e fortalecendo a

Ondas de denúncias de assédio

articulação de ativistas.

sexual, machismo e racismo geraram

Com essa tendência, o meio

grande repercussão nas redes,

corporativo fica cada vez mais exposto

obrigando grandes companhias,

se não se adiantar também às pautas

órgãos governamentais e outras

de grupos de pressão ligados a

organizações no mundo todo a se

questões ambientais, trabalhistas, aos

posicionarem.

direitos dos animais, saúde, agro-

Há dados consistentes que

negócio e consumo consciente, que

permitem a previsão de como os

em outros países já usam ferramentas

ativismos digitais podem atuar em

como petições online, hashtags e

outros campos e ameaçar grandes

escrachos em redes sociais defen-

companhias e indústrias desavisadas.

_MESMO COM A FORTE CULTURA DA CARNE NO BRASIL, A INDÚSTRIA PECUÁRIA DEVE ESTAR ATENTA A AMEAÇAS QUE PERMEIAM SEUS NEGÓCIOS EM PAÍSES ONDE O ATIVISMO É MAIS CONSOLIDADO

No ano que passou, campanhas como #ChegaDeAssédio, #MeToo e, na França, #balancetonporc encorajaram mulheres a denunciarem grandes empresários e famosos por

25


4

Ativismo na Rede

derem suas causas.

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

ocasionada pela produção de peças com peles de canguru, a grife italiana

Direitos dos animais Somos o quarto país do mundo onde mais se come carne bovina: 40

Gucci anunciou que deixará de usar peles e adotará materiais alternativos ao couro.

quilos por ano, em média, além de 32 kg de frango e 11 kg de porco.

Açúcar e defensivos

Mesmo com a forte cultura da carne

agrícolas

no Brasil, a indústria pecuária deve

Depois que a Organização

estar atenta a ameaças que per-

Mundial da Saúde divulgou, em

meiam seus negócios em países

outubro de 2016, um estudo em que

onde o ativismo é mais consolidado.

defende uma taxação de pelo menos

Nos EUA, gigantes empresariais como Safeway, Bon Appétit e Costco, entre outros, passaram a comprar frangos apenas de granjas com melhores práticas após um incansável ativista, Aaron Pitkin, chamar a atenção de consumidores para o sofrimento das aves criadas em cativeiro. O fim dos testes cosméticos em animais e a utilização de couro e peles também são pautas de ativistas. No último ano, após crise

26


4

Ativismo na Rede

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

20% sobre bebidas açucaradas

e nos EUA, é a proibição do glifosato.

industrializadas, políticos do mundo

Usado desde os anos 1970 como

inteiro passaram a se movimentar

herbicida, o glifosato tem sido

nesse sentido. O propósitso seria a

fortemente combatido após ter sido

redução de obesidade, diabetes e

classificado em março de 2015 como

cáries.

“potencialmente carcinogênico” pela

_ FORA DO BRASIL, O AÇÚCAR ESTÁ SENDO COMPARADO COM O CIGARRO. AQUI, A PAUTA JÁ PASSA PELO CONGRESSO Apesar da reação da indústria e

Agência Internacional de Pesquisas do Câncer (Iarc, na sigla em inglês). O glifosato foi citado mais de 1 milhão de vezes no último ano em ambientes digitais, um terço desse volume apenas entre novembro e

das reclamações dos consumidores

dezembro. O dado mostra que o

quanto a aumentos de preços — além

debate é crescente fora do Brasil e

da ponderação de muitos

fomenta protestos e articulações para

especialistas de que há vários outros

pressionar os órgãos regula-dores.

fatores responsáveis pelos mesmos

Aqui, a substância é usada

problemas de saúde pública —,

livremente, mas por enquanto a

ativistas anti-açúcar têm conseguido

opinião pública digital brasileira não

êxito fora do Brasil. O ingrediente

se articulou a respeito.

está sendo comparado ao cigarro. Aqui, a pauta já passa pelo Congresso. Outro exemplo recente no segmento do agronegócio, na Europa

Barbas de molho Como se vê, o ativismo avança com impactos relevantes em negócios de segmentos diversos.

27


4

Ativismo na Rede

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

No Brasil, a associação Apoio à Pesquisa e Pacientes de Cannabis Medicinal já alcançou avanços legais e conta com mais de 300 ativistas 28


4

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Ativismo na Rede

Quem não estiver preparado para

mentos pela liberação do uso

atuar nesse novo ambiente e, se for

medicinal da maconha para a

o caso, reagir com agilidade, poderá

indústria farmacêutica. Ativismos

obter resultados negativos no

nessa seara buscam abrir caminhos

bottom line.

para a aceitação social também do

Embora geralmente as

uso recreativo e para a legalização da

reivindicações por mudanças de

erva. Entre os países latinos,

compliance partam de grupos de

Paraguai, Peru, Chile, Argentina e

pressão externos, algumas

Colômbia já liberaram a cannabis

companhias já se antecipam a

como medicamento alternativo em

prováveis articulações futuras de

casos de epilepsia e esclerose, entre

ativistas. É o caso da Apple, cujos

outros.

investidores estão se movimentando

No Brasil, a Associação de Apoio

para combater o vício do celular

à Pesquisa e Pacientes de Cannabis

entre jovens. A preocupação deles é

Medicinal (Apepi) já alcançou

que o crescimento desse problema

avanços legais e conta com mais de

provoque uma reação contra a

300 ativistas, reunindo pesqui-

empresa, afetando seu valor de

sadores, advogados, cultivadores e

mercado.

mães de crianças portadoras de síndromes tratáveis com Canabidiol

Maconha - Uma oportunidade

(CBD). _

Por outro lado, há também oportunidades de negócios entre as pautas de ativistas, como os movi29


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

5

Reputação Cruzada

Uma crise que envolva um stakeholder exige atuação rápida e, às vezes, uma resposta pública

30


5

Reputação Cruzada

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Por Angélica Macedo e João Paulo Silvares angelicamacedo@bites.com.br e joaosilvares@bites.com.br

Sua imagem, meu problema Manter uma boa reputação

gadas em meio à Operação Lava-Jato.

digital já é uma preocupação

Antes mesmo de qualquer associação

constante de marcas e organizações.

negativa, a pizzaria proativamente

Garantir um padrão de qualidade,

optou por buscar novos fornecedores

monitorar o que é dito nas redes

e comunicou isso ao público. O post

sociais sobre a marca e responder aos

no Facebook com o posicionamento

consumidores são atividades funda-

da marca gerou mais de 28 mil

mentais. Entretanto, é preciso ir além.

interações na rede social. Em abril de

No cenário atual, todos os stake-

2017, a ONG Mercy For Animals,

holders de uma organização são

organização internacional com foco na

potenciais estopins de crise. Por isso,

defesa dos animais, fez uma manifes-

é preciso preocupar-se não só com políticas internas, mas também com medidas preventivas e ações rápidas para minimizar o risco de reputação cruzada. Em junho de 2017, a pizzaria Domino's, que tem mais de 300 lojas no país, anunciou que não utilizaria mais nenhum produto da marca JBS, envolvida em escândalos de corrupção, depois de revelações divul-

31


5

Reputação Cruzada

_ O GRUPO PÃO DE AÇÚCAR

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Netflix estiveram sob todos os

FIRMOU COM UMA ONG O COMPROMISSO DE COMERCIALIZAR OVOS APENAS DE EMPRESAS QUE NÃO MANTENHAM GALINHAS EM GAIOLAS

holofotes. Após uma série de

tação pedindo ao Grupo Pão de

e na cinebiografia Gore, produzida e

Açúcar que deixasse de comprar ovos

protagonizada por ele. Até dezembro,

em operações que confinam galinhas

no Brasil, houve 417 publicações em

em gaiolas. A ONG ainda entregou

sites de notícias relacionadas à

uma petição com mais de 100 mil

demissão do ator — a de maior

assinaturas. Em resposta, a empresa

repercussão foi do Omelete, com 32,5

se comprometeu a viabilizar até 2025

mil compartilhamentos. Caso a

a comercialização de 100% de ovos

Netflix não se posicionasse,

de marcas exclusivas proveniente de

certamente seria acusada de

criação de galinhas sem gaiolas.

conivência com a situação, podendo

Na página da ONG, o assunto gerou

sofrer boicotes no mundo todo.

quase 3 mil interações. Em novem-

Sob o ponto de vista do

acusações de assédio sexual contra o ator, o serviço de streaming o demitiu, cancelando a sua participação na série House of Cards

bro, a ONG lançou outra petição para

monitoramento no ambiente digital,

que o Pão de Açúcar deixe de

é aconselhável, além do

comprar carne de porco de

acompanhamento da própria marca,

fornecedores que praticam maus-

identificar e seguir os principais

tratos.

temas sensíveis ligados à organização.

Mais recentemente, em novembro de 2017, Kevin Spacey e

Dessa forma, é possível identificar crises ainda nascentes e agir de ma32


5

Reputação Cruzada

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Um problema pode surgir de um ponto cego, ou seja, de um parceiro ou tema que não era inicialmente considerado fator de risco 33


5

Reputação Cruzada

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

neira rápida para remediá-las. No

posicionada para enfrentar tensões

caso de crises de reputação cruzada,

relacionadas à reputação cruzada._

o problema pode surgir de um ponto cego, ou seja, de um parceiro ou tema que não era inicialmente considerado fator de risco. Nessas situações, o mais importante é identificar rapidamente a existência da crise envolvendo um stakeholder da sua organização e passar a acompanhá-la desde o seu início. A partir do sistema BITES de análise, é possível acompanhar de forma retroativa no ambiente digital qualquer tema que tenha se desencadeado nos últimos meses. Tendo mapeadas todas as linhas argumentativas em torno da situação, assim como os players envolvidos, pode-se entender o risco da crise contaminar a organização e traçar uma estratégia de ação para que a marca possa estar bem melhor 34


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

6

Perda de Dados

Apesar dos vários casos de roubos de informações, e dos altos custos que geram, as empresas ainda não tratam seriamente desse risco

35


6

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Perda de Dados

Fabiana Parajara

fabianaparajara@bites.com.br

Hackers à solta Contatos, mensagens, cartões

É por isso que roubo e perda de infor-

de crédito virtuais, aplicativos de

mações são considerados um dos

banco, de transporte e outros sempre

principais riscos digitais para 2018 e

ao alcance dos dedos. São facilidades

os próximos anos.

em troca de dados valiosos dos

Nas eleições de 2016, dos 50

usuários, como hábitos de consumo e

estados americanos, 21 tiveram

comportamento. Do lado corporativo,

registros eleitorais atacados por

os bancos de dados guardam

hackers. Em alguns casos, eles chega-

interações com clientes, funcionários,

ram a entrar no banco de dados, mas

investidores, além de transações

não modificaram o conteúdo. As

comerciais. Todos esses dados são

investigações sobre o impacto dos

alvos de interesse de hackers, para

hackers na eleição de Donald Trump

roubo ou sequestro. Ou estão sob

ainda estão em andamento.

risco de falhas em sistemas de TI. Além disso, hackers também podem interferir em empresas estatais de base, como no setor de energia, o que causa impactos sérios na soberania nacional. No limite, dados roubados podem até mesmo ser utilizados como instrumento de chantagens em questões políticas

36


6

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Perda de Dados

No Brasil, neste ano, um dos primeiros casos divulgados foi o

lhões de 2016. Para este ano, de acordo com o

vazamento de dados de 1 milhão de

instituto de pesquisa Gartner, os

clientes da Netshoes. Nome, CPF,

gastos corporativos com segurança

valor gasto e a última compra de cada

da informação devem chegar a US$

um faziam parte de um arquivo de

96,3 bilhões em todo o mundo, o que

180 MB encaminhados por um hacker

representa alta de 8% em relação a

à redação do Tecmundo, site especia-

2017.

lizado em tecnologia. O mesmo

Apesar dos custos subirem e da

hacker já havia encaminhado outros

grande preocupação com o tema,

dados de clientes da empresa ao site,

mesmo as grandes corporações ainda

mas a Netshoes nega qualquer

parecem desprotegidas. A Varonis,

problema ou invasão de sistema.

companhia especializada em segu-

Em 2017, segundo pesquisa da

rança de dados, fez uma pesquisa

Accenture e do Instituto Ponemon, o

sobre as práticas de segurança em

custo de ataques criminosos foi, em

empresas com mais de mil funcio-

média, de US$ 11,7 milhões por

nários na Europa e nos Estados

empresa atacada, uma alta de 23%

Unidos, e percebeu um descompasso

em comparação com os US$ 9,5 mi-

preocupante entre a importância

37


6

Perda de Dados

atribuída à proteção de informações e as ações preventivas.

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Em outubro de 2016, hackers roubaram informações de 57

No estudo, 25% dos entre-

milhões de pessoas ligadas à empre-

vistados relataram que a empresa

sa em diversos países, entre clientes

em que trabalham foi atingida por

e motoristas. A companhia teria o

ransomware nos últimos dois anos.

dever legal de reportar o crime. No

Além disso, 45% declararam

entanto, preferiu pagar o montante

acreditar que a companhia poderá

pedido pelos sequestradores, US$

sofrer um ataque hacker nos

100 mil, para que os dados fossem

próximos 12 meses. No entanto,

apagados e o incidente permane-

40% das organizações não estariam

cesse em segredo. A decisão está

tomando medidas efetivas para

sendo muito criticada por espe-

bloquear o vazamento de dados.

cialistas em segurança digital, já que

_ QUASE METADE DOS EXECUTIVOS DE GRANDES CORPORAÇÕES ACREDITA QUE AS EMPRESAS PODE SOFRER UM ATAQUE HACKER NOS PRÓXIMOS 12 MESES

abre um perigoso precedente — e

As análises dão conta de que

não se tem certeza do que ocorreu com os dados. O ataque não teria sido revelado caso o SoftBank Group não pretendesse investir na empresa. De

perdas significativas de dados têm

acordo com análise da mesma

sido frequentes entre empresas

instituição, a Uber, que teve um

reconhecidas mundialmente.

prejuízo de US$ 1,46 bilhão no

Um dos casos mais emblemáticos de

terceiro trimestre de 2017, terá

2017 foi o da Uber, só divulgado

desafios cada vez maiores nos

mais de um ano do ocorrido.

próximos meses, diante da descon38


6

Perda de Dados

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Por mais que os dados estejam protegidos e seguros, desastres ou ocorrĂŞncias naturais tambĂŠm podem afetar o armazenamento 39


6

Perda de Dados

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

fiança dos usuários com a proteção

casos, segundo o Breach Level Index,

de dados pessoais.

da Gemalto's SafeNet. O segundo

As consequências para a Uber,

índice mais alto é do Reino Unido:

porém, não são apenas financeiras.

dos 49 incidentes na Europa, 40

Depois que o roubo foi revelado, a

foram no país.

companhia passou a sofrer uma série

Entre os principais casos

de investigações e questionamentos

ocorridos nos Estados Unidos está o

relacionados a segurança nos países

da Equifax, uma das maiores

em que atua.

instituições do país no setor de

Outro caso emblemático do ano

serviço de proteção ao crédito.

passado foi o vazamento de 1,4

Em julho de 2017, a companhia

bilhão de logins e senhas de serviços

detectou que dados de mais de 143

como Netflix, LinkedIn e My Space,

milhões de pessoas foram vazados,

entre outros aplicativos e jogos.

um volume que corresponde a quase

Os dados estavam em um único

50% da população do país.

arquivo, de 41 Gb, revelado pela 4iQ,

Considerado o maior vazamento

empresa especializada em segurança

de dados da história, o episódio já

digital. Neste caso, a única

teve consequências imediatas, como

recomendação possível foi a troca de

a queda no valor de ações da

senhas pelos usuários.

empresa e a “aposentadoria precoce”

Nos Estados Unidos ocorrem o

do então CEO, Richard Smith, além de

maior número de violações de dados.

uma série de investigações sobre os

Na primeira metade de 2017, 88%

modos como a companhia teria

dos incidentes aconteceram na

lidado com o caso

América do Norte, 781 entre 808

Hackers não colocam em risco 40


6

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Perda de Dados

potencial de causar apagões elétricos. Os blecautes não chegaram a ocorrer, mas eventualmente poderiam ser utilizados para fins políticos. Entre os ataques cibernéticos ocorridos no Reino Unidos um recente ocorreu na empresa de empréstimo Wonga. A companhia foi vítima de uma grande violação de dados que pode ter atingido até 245 mil de seus clientes no Reino Unido e na Polônia. Os hackers capturaram .

um conjunto robusto de dados:

apenas as informações pessoais e

nome, e-mail, endereço residencial,

financeiras de usuários de serviços

número de telefone, os últimos

online. Em setembro de 2017, a

quatro dígitos do número do cartão

empresa de segurança Symantec

e/ou o número da conta bancária e o

divulgou que uma campanha de

código de classificação dos clientes.

invasões cibernéticas estaria

Ao identificar a possível falha, a

comprometendo as redes de

empresa agiu com transparência,

computadores de companhias de

alertou as autoridades e começou a

energia de países como Estados

entrar em contato com os clientes

Unidos, Suíça e Turquia, o que teria

para conscientizá-los e alertá-los, 41


6

Perda de Dados

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

além de disponibilizar uma linha

International Information System

telefônica dedicada aos que foram

Security Certification Consortium:

prejudicados.

“Apesar da crescente conscien-

Ainda no Reino Unido, em

tização sobre os problemas, os

novembro, o Tesco Bank, depar-

líderes empresariais estão perdendo

tamento de finanças do consumidor

o controle e têm evitado enxergar o

do supermercado britânico Tesco,

nível de risco, não perceberam o

suspendeu as transações on-line

quanto suas organizações mudaram

depois de £ 2,5 milhões terem sido

na era digital e como isso as deixa

roubadas de 9 mil clientes. A opera-

vulneráveis. Eles não trataram o risco

dora de telefonia móvel Three disse

cibernético como algo além de um

que informações de 130 mil usuários

problema de TI, e agora eles e nós

foram comprometidas depois da

estamos pagando o preço”. A (ISC)²,

violação de seus sistemas. Um

a sigla pela qual a ONG é conhecida,

ataque à empresa de telefonia Talk

é especializada em educação e

Talk em 2015 resultou em uma multa

certificações de segurança da

de £ 400 mil pela Information

informação. Trata-se de uma das

Commissioner’s Office, responsável por regular o uso de dados pessoais por empresas. Descobriu-se que a Talk Talk poderia ter evitado a perda de dados se tivesse implementado medidas de proteção de informações. Diz Adrian Davis, diretor da

_ EM 2015 UMA TEMPESTADE COM RAIOS NA BÉLGICA CAUSOU A PERDA DE INFORMAÇÕES EM UM DATA CENTER DO GOOGLE. ALGUNS USUÁRIOS PERDERAM TOTALMENTE O ACESSO A PARTE DOS DADOS 42


6

Perda de Dados

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

maiores entidades de segurança de

trabalhos de manutenção e

TI do mundo.

recuperação de dados, alguns

Por mais que dados estejam protegidos e seguros, desastres ou ocorrências naturais também podem

usuários perderam totalmente o acesso a parte dos dados. O incidente ocorreu mesmo

afetar o armazenamento. Na Bélgica,

com todos os sistemas de

em 2015, uma tempestade com raios

recuperação ativos. Por fim, o

causou a perda de informações em

Google sugeriu aos clientes transferir

um data center de onde o Google

arquivos para outras estruturas da

opera seu serviço Compute Engine

empresa, como o Google Cloud

para determinadas regiões da

Storage, mais confiável e resistente ‒

Europa. Após uma série de ações

até que alguma nova brecha de

para minimizar o problema, como

segurança apareça._

43


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

7

Eleições 2018

Fake news, bots e polarização: o menu completo para um ano de eleições que deverá ser, no mínimo, apetitoso. 44


7

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Eleições 2018

Por Ana Luiza Tetzlaff anaagostineto@bites.com.br

Está consolidado o cenário no

têm registrado práticas ilegítimas.

qual proliferarão insultos, posts

A propagação de notícias falsas

falsos, vídeos forjados, desin-

contra a candidata americana Hillary

formações sem fim. A campanha

Clinton e a atuação de robôs

eleitoral deste ano terá nas mídias

produzindo cascatas de tweets a

sociais seu principal ambiente de

favor do Brexit são exemplos de

combate. Obviamente, a televisão

como as mídias sociais demandam

seguirá como plataforma importan-,

vigilância rigorosa. Na eleição

te sobretudo para os 24% de

presidencial chilena, em dezembro

eleitores que não estão nas redes.

de 2017, 50 contas de WhatsApp

Entretanto, com o tempo televisivo

com origem em São Paulo e no Rio

encurtado — serão apenas 35 dias —

de Janeiro infiltraram-se em grupos

, o orçamento mais enxuto — cerca

chilenos e dispararam notas e vídeos

de 1/3 do que foi gasto em 2014 —,

falsos contra Sebastián Piñera, o

e com a possibilidade de “impulsio-

candidato de centro-direita que

namento de conteúdos” — assim

acabou vencedor. Não há dúvidas de

dispõe a Lei 13.488, de 6 de outubro

que testemunharemos fatos

de 2017 —, as redes assumirão um

semelhantes na corrida eleitoral

protagonismo inédito na história da

brasileira que se inicia. O Tribunal

democracia brasileira.

Superior Eleitoral determinou a

É sabido que ferramentas como o

punição de produtores de fake news,

Facebook e o Twitter tornaram-se

mas sabe-se que é virtualmente

instrumentos essenciais para a

impossível identificar certos IPs

soberania popular. Contudo, nestes

dinâmicos e, além disso, o que faria

mesmos ambientes digitais se

nossa honorável Justiça contra ações

45


7

Eleições 2018

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

“Democracias funcionam bem quando há informação correta circulando nas redes sociais" Philip Howard, professor da Universidade de Oxford

46


7

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Eleições 2018

contra ações perpetradas em outros

resultado do referendo. Esses bots

países? Para ficar apenas com um

tiveram papel importante na difusão

exemplo: se o Servicio Bolivariano de

de informações implantadas em

Inteligencia Militar (Sebin) — sim,

contextos que incentivam a

para isso a devastada Venezuela tem

polarização política. Algumas

dinheiro — atuou em parceria com

pesquisas detectaram também que

os russos para tumultuar as eleições

botnets têm o poder de alavancar as

americanas, os referendos no Reino

URLs de retweets para o topo dos

Unido e na Catalunha e as eleições

resultados das buscas do Google,

na França, haveria de abster-se no

enviesando a primeira página da

caso do Brasil? Ainda mais quando

ferramenta para apenas um polo da

se considera que foi o governo

narrativa.

brasileiro que mobilizou os sócios no

_ O EXÉRCITO FOI USADO POR UMA EMPRESA NO RIO DE JANEIRO E TERIA MANIPULADO A OPINIÃO PÚBLICA NO PLEITO DE 2014. AO QUE PARECE, MAIS DE 13 POLÍTICOS SE BENEFICIARAM DO ESQUEMA.

Mercosul — Argentina, Uruguai e Paraguai — no processo que resultou na suspensão da Venezuela do bloco? Um estudo recente publicado pelo Sage Journals lança luz sobre a questão e apresenta números que justificam o alerta. Analistas

O Facebook, por sua vez,

identificaram mais de 13 mil perfis

afirmou ter excluído mais de 30 mil

falsos, ou “bots”, que publicaram no

contas falsas, alegando que as

Twitter mensagens automatizadas

mesmas atuavam nas eleições da

pró-Brexit, mas que foram imedia-

França influenciando usuários. Além

tamente desativados após o

disso, a rede social revelou que cerca 47


7

Eleições 2018

de metade da população americana

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Para o professor da

foi impactada por propaganda

Universidade de Oxford Philip

financiada pela Rússia nas últimas

Howard, o uso de ciborgues seria

eleições. Anúncios que, em sua

uma ameaça constante à

maioria, difamavam Hillary Clinton e

democracia, levando em conta a

espalhavam desinformação. Uma in-

propagação de um excessivo volume

vestigação feita pela BBC Brasil

de informações incorretas ou

identificou que um grande esquema

distorcidas nas mídias sociais. Para

dessa natureza operou já nas

ele, “democracias funcionam bem

eleições de 2014, quando cerca de

quando há informação correta

10% das discussões foram geradas

circulando nas redes sociais”. Em

por robôs. A reportagem desvendou

dezembro de 2017, por exemplo, a

um exército virtual de perfis fakes,

mobilização pela greve geral no

também conhecidos como ciborgues,

Brasil motivou um grande debate no

operados por indivíduos contratados

Twitter e, entre os que defendiam a

para administrar essas personas.

paralização, 20% das interações

O exército, comandado por uma empresa com sede no Rio de Janeiro, teria manipulado a opinião pública e beneficiado pelo menos treze políticos. Presume-se que agora, com a tecnologia mais avançada, as ações se sofisticarão, bem como o nível de dificuldade de se localizar a origem. 48


7

Eleições 2018

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

foram feitas por perfis falsos. O que acontece nas redes sociais, no Facebook em particular, tem um grande impacto em como cada indivíduo formula sua opinião, seu “consensus”, e até mesmo em como vota. Para Pablo Ortellado, professor de Gestão de Políticas Públicas na Universidade de São Paulo, o Facebook deveria se comportar como um Estado, oferecendo mais transparência e regulamentação, já que teria se

cana de rede social Cynk teve um dia

transformado numa instituição de

excepcional no mercado: o valor de

esfera pública. Uma pesquisa

suas ações de baixa cotação, as

realizada pela Diretoria de Análise de

penny-stocks, tiveram uma valori-

Políticas Públicas da Fundação

zação espetacular de mais de

Getúlio Vargas concluiu que a

25.000%. O valor da empresa chegou

atuação de robôs comprova o

a inacreditáveis 5 bilhões de dólares.

potencial negativo da

Foi uma façanha memorável para um

implementação dos mesmos na

business com apenas um

disputa política, no debate

funcionário, o próprio CEO, e sem

equilibrado e até mesmo no mundo

lucro declarado. A origem da euforia

dos negócios.

no mercado financeiro foi uma onda

Em 2014, a companhia ameri-

de mensagens no Twitter dando 49


7

Eleições 2018

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

conta de que as ações da Cynk se

Quando Ferrara analisa o cenário

valorizariam enormemente nos

eleitoral brasileiro, ele vê o uso de

próximos dias. Um grande número de

robôs como uma ameaça real ao

investidores mexeram em suas

processo democrático. O professor

posições em busca de lucro rápido.

estudou a atuação de robôs nas

O que houve na verdade foi um

eleições da França, isolando as

truque tecnológico. O fluxo de

mensagens com informações que

mensagens havia sido produzido

diretamente afetavam o candidato

artificialmente e de forma

Emmanuel Macron e as que

automatizada. Tudo se tratava de um

beneficiavam a candidata Marine Le

estratagema criminoso em que

Pen. Foi descoberto que muitos dos

bilhões foram perdidos — as ações

perfis fakes que trabalharam a favor

rapidamente despencaram de US$

da narrativa extremista de Le Pen

21,95 para US$ 0,20 em menos de

foram criados pouco antes das

dois meses — e o CEO Gregg

eleições americanas de 2016, usados

Mulholland foi sentenciado a doze

para dar suporte à mesma prática nos

anos de prisão.

Estados Unidos. Após a vitória de

“Em qualquer evento que você

Trump, esses mesmos bots ficaram

possa imaginar com grande

adormecidos por mais de seis meses

relevância nas redes sociais, bots

até voltarem à ativa para propagar a

estarão envolvidos”, assegura o

hashtag #MacronLeaks, com o

professor Emilio Ferrara, líder do

objetivo de divulgar notícias falsas

grupo de Inteligência de Máquina e

sobre o candidato. Os disseminadores

Ciência de Dados da Universidade da

da discórdia, no entanto, não foram

Carolina do Sul, nos Estados Unidos.

bem sucedidos em território francês. 50


7

RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

Eleições 2018

Por uma razão banal: eles escreviam

Twitter e o WhatsApp para se

em inglês. O público-alvo,

atualizarem.

naturalmente, desdenhava do conteúdo. Dommage. Diante do que se observa, não

Os eleitores seguirão sujeitos a, vez ou outra, serem impactados por opiniões extremadas e notícias com

parece alarmismo prever que o Brasil

inclinações implícitas, que

verá uma campanha eleitoral com

sorrateiramente aumentam a

elevado nível de tensão gerado nas

sensação de intolerância nas redes

mídias sociais. Dos 145 milhões de

sociais, transformando-as em espaços

eleitores, 110 milhões estão nas

favoráveis aos difusores da discórdia.

redes. O brasileiro gasta por dia 3

O efeito, por fim, será visto nas urnas.

horas e 43 minutos plugado nas

Com o acirramento na disputa

mídias sociais. E mais: é crescente a

presidencial, é extremamente

fatia da população que tem adotado

necessário elevar os padrões de

as mídias sociais como principal fonte

vigilância na rede, tendo em vista a

de notícias. No relatório de Notícias

evolução do discurso tanto dos

Digitais da Reuters, de uma amostra

candidatos quanto do público, a fim

de 2 mil respondentes brasileiros,

de minimizar os efeitos das

72% afirmaram usar o Facebook, o

inevitáveis intervenções fraudulentas. _

51


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

FONTES POPULISMO DIGITAL E-MARKETER

Social

Media

Affect

Public Policy Outcomes (http://bit.ly/2oG08tn) Pulsar Platform

Case Study: How the Kuwaiti

parliament uses social media to understand public opinion (http://bit.ly/2ExrWaU) Economist – Economy-based attention easily gamed once considered

boon

democracy

social

media

(http://econ.st/2hxNLuk) The Atlantic – Has the smartphone destroyed a generation? (http://theatln.tc/2u3JDX6)

SELECTIVE NEWS Superinteressante – Vacinas fazem bem ou mal? (http://abr.ai/2j7rHe1) BBC Brasil - Vacinação em queda no Brasil preocupa autoridades por risco de surtos e epidemias de doenças fatais (http://bbc.in/2gskaEA) O Dia - PF acusa frigoríficos de usar cancerígenos em carne e papelão em frango (http://bit.ly/2Bjjj2o) BBC Brasil- Papelão e substância cancerígena ou exagero? O que se sabe - e o que é dúvida - na Operação Carne Fraca (http://bbc.in/2nrdx7m) Agência

Brasil

temporariamente

-

UE

e

importação

14

países de

carne

suspendem brasileira

(http://bit.ly/2BgZ2dH) Quartz – Today’s biggest threat to demmocracy ins’t fake new, it’ Selective News (http://bit.ly/2A3AlAS) 52


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

FONTES TRANSPARÊNCIA Agência Brasil - Câmara aprova urgência para projeto que

regulamenta

o

lobby

no

Brasil

(https://goo.gl/J6dnr2) Folha – Regulamentação do Lobby e a experiência europeia (https://goo.gl/yCgGRQ) IPEA - Percepções sobre a regulamentação do lobby no brasil:

convergências

e

divergências

(https://goo.gl/htxreE) Jota - Lobby, dinheiro e empreendedorismo cívico (https://goo.gl/N5Gtj1)

ATIVISMO NA REDE Publico

-

Gucci

vai

deixar

de

usar

peles

(https://goo.gl/riaDXy) World Health Organization - WHO urges global action to curtail consumption and health impacts of sugary drinks (https://goo.gl/q2hTN3) Irish Times - Cokes and smokes taxes: ‘I don’t care, I’ll still buy it’ (https://goo.gl/Gnkqak) Rede Brasil Atual – Aumenta a importação de glisofato no Brasil (https://goo.gl/h9wcMQ) The Wall Street Journal - iPhones and Children Are a Toxic

Pair,

Say

Two

Big

Apple

Investors

(https://goo.gl/6px8w1) Trip – Maconha Artensanal (https://goo.gl/t9Tsoe)

REPUTAÇÃO CRUZADA Casa Sustentabilidade - ONG faz Pão de Açúcar mudar fornecedores de ovos (https://goo.gl/muLTes)

53


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

FONTES Canal Tech - Netflix demite Kevin Spacey após acusações

de

assédio

e

abuso

sexual

(https://goo.gl/SfFnRV)

PERDA DE DADOS Tecmundo - Vazam mais dados sensíveis de 1 milhão de clientes da Netshoes (https://goo.gl/RmDw9j) Accenture

2017

Cost

of

cybercrime

study

(https://goo.gl/Fms9r9) Computer World - Gastos mundiais com segurança chegarão a US$ 96 bilhões em 2018, projeta Gartner (https://goo.gl/uHdcsp) TI Inside – Pesquisa detalha panorama das práticas de segurança de dados (https://goo.gl/zhcs11) Valor Econômico - Uber perde US$ 1,46 bi no 3º trimestre,

mostram

dados

não

auditados

(https://goo.gl/4tQfn9) G1 - Hackers podem ter acesso para sabotar rede elétrica, diz Symantec (https://goo.gl/8jJ7q9) The Guardian - Wonga data breach could affect nearly 250,000 UK customers (https://goo.gl/kKJXoJ) Techworld – UK most infa

mous

data

breaches

(https://goo.gl/QrBFZE) Canaltech – Tempestada causa perda de dados em servidores Google (https://goo.gl/fqH2cn)

ELEIÇÕES 2018 BBC - Exclusivo: investigação revela exército de perfis falsos usados para influenciar eleições no Brasil (http://bbc.in/2AJGoKI)

54


RISCOS DIGITAIS 2018

BITES

FONTES La Nacion – elecciones 2017 google facebook y twitter ofrecen herramientas para seguir los resultados em tempo real (http://bit.ly/2ERqg9O) The Gardian – Social Media Election: Facebook filters bubbles (http://bit.ly/2rtVH62) New York Times - U.K. Lawmakers Ask Facebook About Russian Influence in Brexit Vote (http://nyti.ms/2gMqkQB) Sage Journals - The Brexit Botnet and User-Generated Hyperpartisan News (http://bit.ly/2Ei6rYh) REUTERS INSTITUTE DIGITAL NEWS REPORT 2016 – (http://bit.ly/2lruOha)

55


BITES

www.bites.com.br

56

Os Riscos Digitais de 2018  

Em fevereiro de 2017, BITES publicou a primeira edição do estudo anual sobre Riscos Digitais e suas implicações nos costumes, na política e...

Os Riscos Digitais de 2018  

Em fevereiro de 2017, BITES publicou a primeira edição do estudo anual sobre Riscos Digitais e suas implicações nos costumes, na política e...

Advertisement