Issuu on Google+

SACODE A CULTURA

3263-3432

TEMPO E TEMPERATURA

HOJE

AMANHÃ

28C° 27C°

31C°

Máxima: Minina:

20C°

Máxima: Minina:

19C°

Fonte: Climatempo

HOJE

LENÇÓIS PAULISTA - SP - SÁBADO, 10 DE NOVEMBRO DE 2012 - EDIÇÃO Nº 59 - ANO 2 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

FAB faz operação com caça AT29 em Lençóis Duas pessoas foram presas, um veículo Fiorino e US$ 105 mil em equipamentos eletrônicos foram apreendidos em Lençóis Paulista, em uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal, com apoio da FAB (Força Aérea Brasileira), de combate ao con-

trabando de mercadorias e tráfico de armas, munições e drogas, realizados em aviões de pequeno porte que sobrevoam o espaço aéreo brasileiro clandestinamente. As informações foram confirmadas pelo subsecretário de Aduana e Relações Internacionais da Receita Federal, Ernani

Um adolescente morreu e outros três homens foram presos em Lençóis Paulista, depois de assaltarem, na tarde de ontem, uma casa lotérica, em Agudos. Segundo testemunhas, ao menos cinco homens armados entraram no estabelecimento, que fica na Vila Professor Simões. Após recolher uma quantia não divulgada, o grupo fugiu em um veículo Parati, de placas CVY 5623, de Bauru, pela vicinal que liga Agudos a Borebi. Perseguidos pela PM, o grupo seguiu pela rodovia Marechal Rondon até o trevo de acesso a Lençóis, no Distrito Empresarial, onde o

motorista perdeu o controle e bateu o carro no canteiro central. Dois assaltantes foram presos no local e três fugiram a pé. A 80 metros do trevo, o terceiro assaltante foi preso e outro baleado, depois de trocar tiros com a polícia. O rapaz, cujo primeiro nome é David, morreu depois de socorrido ao Pronto Socorro Municipal. Ele e os outros quatro já eram conhecidos da polícia por envolvimento com tráfico de drogas. O quinto assaltante ainda era procurado pela Polícia Militar até o fechamento dessa edição. O veículo usado havia sido furtado em Bauru.

Checcucci, e autoridades da PRF, na sede da Receita Federal, em Brasília, na sexta-feira, dia 9. O Jornal Sabadão apurou que na próxima segunda-feira, dia 12, as equipes da FAB devem voltar à cidade para definir como serão inutilizadas as duas pistas não homologadas, usadas

pela aviação agrícola, que estariam sendo utilizadas por contrabandistas e traficantes. A decisão de inutilizar as pistas já foi tomada, ficando para a semana que vem a definição sobre o uso de explosivos ou de máquinas agrícolas para a realização do serviço. Página 6

Menor é morto pela PM depois de assalto em Agudos

1000 tomz é

O músico Tom Zé estará amanhã em Lençóis Paulista com a turnê de lançamento do seu novo CD, “Tropicália Lixo Lógico”, por meio do programa Circuito Cultural Paulista, mantido pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo e apresentado de graça para o público. Recém lançado, o disco celebra uma espécie de retomada do movimento tropicalista, do qual Tom Zé foi um dos fundadores. O álbum conta com a participação de representantes da nova MPB como Mallu Magalhães, Rodrigo Amarante, Emicida, Washington e Pélico. O show seria realizado neste domingo, às 21h no Clube Esportivo Marimbondo, isso porque a produção do show preferiu que fosse realizado em local fechado para evitar que uma possível chuva atrapalhe o show. “Pedimos que fosse transferido para um teatro municipal ou outro local de fácil acesso do público. No informativo consta a Praça Comendador José Zillo, mas não sabemos onde será o show, por enquanto”, informou a assessoria, na manhã de quinta-feira. Este novo show trata-se de um olhar musical sobre o século XXI em que a sonoridade, a letra e a maneira de cantar formam um ambiente comum que leva o ouvinte a divagar entre diferentes impressões a cada vez que repete a música. Tom Zé sobe ao palco acom-

panhado de Daniel Maia (guitarra e vocal), Jarbas Mariz (percussão, viola de 12 cordas, bandolim e vocal), Cristina Carneiro (teclados e vocal), Felipe Alves (baixo e vocal), Rogério Bastos (bateria) e Lia Bernardes (vocalista). Quem é Tom Zé Antonio José Santana Martins, ou Tom Zé, compositor, cantor, performer, arranjador, escritor, nasceu em Irará, Bahia, em 11 de outubro de 1936, em uma família de classe média. Em Salvador, no curso secundário, se interessou por música e cursou por seis anos a Universidade da Música da Bahia, depois de ter passado em primeiro lugar no vestibular. Ainda em Salvador, participou do espetáculo “Nós, Por Exemplo”, no Teatro Castro Alves. Já em São Paulo, participa de “Arena Canta Bahia”, musical dirigido por Augusto Boal, e da gravação do disco definidor do Tropicalismo, “Tropicália ou Panis et Circensis”, em 1968. No mesmo ano leva o primeiro lugar no IV Festival de Música Popular Brasileira, da TV Record, com a canção São Paulo, Meu Amor. Grava seu primeiro disco, “Tom Zé – Grande Liquidação”. Em 1973 lança “Todos os Olhos”, cuja ousadia, “o afastou dos meios de comunicação, mas o fez escutado pelos melhores ouvidos do país”, diz o artista.

Billy Mao

AÇÃO| Prisões e morte ocorreram no trevo da SP 300, na região do distrito empresarial

Recuperação da Osny Mateus coloca meio ambiente em risco As obras de recuperação, que têm tornado a rodovia Osny Mateus (SP 261) uma via transitável e segura, depois de décadas de abandono, principalmente no trecho entre Lençóis Paulista e Macatuba geraram a possibilidade de danos ambientais ao Rio Lençóis, já que do projeto original

aprovado pelo governo do Estado não constam obras de escoamento de águas pluviais. Com a expansão da área pavimentada, como consequência da implantação de terceiras vias e das alterações feitas nos trevos de acesso à cidade, a previsão é de aumento da quantidade e velocidade das

águas. Sem um sistema adequado de captação e destinação final, o receio é que a água passe a atingir áreas lindeiras e a erosão decorrente cause o assoreamento do Rio Lençóis. Prevendo o problema, proprietários dessas áreas acionaram o Ministério Público em busca de uma solução. Página 3

Lei de Formigão coloca Pita diz que ama política e em risco projeto social que pode liderar Legislativo Um projeto que há 16 gratuitas de karatê, e que anos possibilita que crian- já formou atletas compeças carentes tenham aulas titivos em nível Estadual e Nacional, corre o risco de acabar, depois que o vereador Ismael de Assis Carlos (PSDB), Formigão, apresentou um projeto de lei na Câmara retirando o título de utilidade pública, outorgado à Associação Shorin Ryu de Karatê Samurai, que mantém o Projeto Karatê Social. Página 5

O médico ginecologista Humberto Pita, de 60 anos, eleito vereador nas últimas eleições municipais pelo PR não é estreante na política. Possui dois mandatos no Legislativo de São Manuel (1989/1992 e 1993/1996), sendo os dois últimos anos como presidente do Legislativo. Com exclusividade ao Jornal Sabadão, abrindo a série de entrevistas com todos os vereadores eleitos, dispara que seu nome está

à disposição para ser presidente da Câmara de Lençóis Paulista. Página 5


2

OPINIÃO

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE NOVEMBRO DE 2012

EDITORIAL

ANTENADO... para pensar “Na vida, quem perde o telhado, em troca, recebe as estrelas”

A economia e a violência Na mesma semana em que agentes da Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal e Força Aérea Brasileira desenvolveram uma megaoperação para combater o tráfico de armas, de drogas e o contrabando feitos com uso de aeronaves em pistas de pouso clandestinas, um menor de idade foi morto durante troca de tiros com a polícia, depois de assaltar com outros quatro homens uma casa lotérica. São Paulo, Rio de Janeiro ou Goiânia? Não. Lençóis Paulista. Os acontecimentos revelam um trágico, mas inquestionável dado. A cidade cresce em ritmo rápido para todos os lados. O consumo de drogas toma suas ruas (e não apenas praças, já que a lei discriminaliza quem consome), alimentando o tráfico e a violência gerada por ele. Todos os envolvidos no roubo que terminou com a morte do menor eram conhecidos da polícia por envolvimento com drogas. Ao mesmo tempo, os grandes (nesse caso, criminosos) se aproveitam do crescimento e do desenvolvimento da cidade, onde até mesmo pistas não homologadas são bem preservadas, já que pertencem a empresas idôneas, que fomentam o mercado de trabalho na região, para e usufruírem dos benefícios desse desenvolvimento. Posar e decolar com pequenos aviões em boas pistas e fugir com equipamentos e drogas que valem milhares de dólares ou reais, por pistas igualmente conservadas devem ser atrativos para qualquer criminoso mais inteligente. A violência não pode ser aceita como preço do desenvolvimento econômico, mas deve ser vista como um reflexo, grave e que precisa ser combatido.

PF, RF, PRF NORBERTO PORTES Estive fora por uns dias, mas já estou de volta. E nessa volta, me espantei com o circo aéreo montado logo próximo da entrada da cidade na quarta-feira de manhã. Fiquei impressionado, achei que havia caído um avião perto ali, descendo para a Cecap. Rapaz, o Super Tucano passou lambendo o teto da minha caminhonete e logo em seguida aqueles helicópteros sobrevoando. Parecia coisa de filme. Fiquei sabendo que a ideia era interceptar um avião carregado de ‘muamba’ vinda do Paraguai. Como o avião sumiu do mapa e não apareceu, ou foi pego e não foi divulgado para a imprensa, que estava ansiosa por notícias fresquinhas, se embrenharam pela cidade em busca de um Scenic e foi aquele ‘furdúncio’. Na quinta também de manhã outro avião da FAB sobrevoou Lençóis. Dessa vez pousaram e foram ver de perto as pistas na zona rural usadas pela aviação agrícola. Os rumores eram que explodiriam as duas pistas. Uma lá pelas bandas da Vargem Limpa e a outra na divisa de Borebi, no Vale da Raposinha. Ninguém disse, mas a operação pode fazer parte dessa batalha do governo do Estado e do Governo Federal para inibir o contrabando de armas e drogas. Tenho um amigo que pilota um desses super aviões que a FAB tem, mas liguei para ele e só ouvi que a operação era de total sigilo e não poderia comentar com civis. Fazer o que não? Como eu já estava um pouco informado, deixei pra lá e fui para a casa dormir um pouco. Norberto Portes é construtor e colaborador do Jornal Sabadão

FALE CONOSCO CNPJ: 14.647.331./0001-22 IE: 416.050.229.111 Redação e administração Lençóis Paulista Av. José Antonio Lorenzetti, 537– Telefone – (14) 3263-1740 jornalsabadao@gmail.com billymao@gmail.com Sugestão de Pautas: 9104.6460

TOM ZÉ

www.taioquecancioneiro.blogspot.com.br/

Sabadão online: issuu.com/billymao/docs/

Bate Papo

Borebi: desafios do novo prefeito WELLINGTON ANSELMO MARTINS Manoel Frias foi eleito em Borebi. A oposição foi eleita; chegou ao poder. Depois de mais de 20 anos, Borebi conhecerá, de fato, o que é ‘alternância de poder’. Isso é muito bom para a democracia. E todos estão muito felizes. Quer dizer, quase todos... O atual prefeito, Antonio Carlos Vaca, teve um mandato muito duradouro. Não lhe faltou tempo para trabalhar. Ele entrega as chaves de uma cidade limpa e bonita. Com boa infraestrutura, boas construções públicas. A marca do governo Vaca foi a assistência social: dava-se tudo, de ônibus gratuito para festa e cestas básicas até “ordinha” para fotos 3x4; de reembolso de faculdade e remédios até emprestar o telefone da prefeitura para o povo ligar. Dava-se tudo! O Vaca foi um pai para Borebi. Mas... os filhos uma hora crescem e não querem mais ficar pedindo “a benção”. Começam a sentir vergonha de serem tão dependentes em tudo. Nesse espírito de revolução e troca

de paradigma, nessa busca do povo por mais autonomia e liberdade, nesse clima é que o nome Manoel Frias começou a brilhar. Os munícipes borebienses começaram a olhar com mais atenção e esperança para o novo projeto, proposto pela então oposição da cidade. Por isso, não foi apenas uma virada de votos que tivemos em Borebi, mas uma virada conceitual: uma aposta em novas propostas, em uma nova “ideologia”. O “seu Nê” – como o Vaca é conhecido em Borebi – deixa também um município com dois problemas muito graves: uma Educação extremamente frágil e um Mercado de Trabalho inexistente. Em poucas palavras: a Escola de Borebi precisará ser reinventada e, quanto ao trabalho, os borebienses merecem muito mais do que empregos na roça, merecem melhores oportunidades profissionais e uma melhor qualidade de vida. O novo prefeito de Borebi, Manoel Frias, seu vice, Pastor Adilson, juntamente com o vereador e presidente de

partido José Roberto, terão 4 anos para mostrar a quê vieram. 4 anos para colocar a Educação de Borebi em pé (haja investimentos e bons projetos!). 4 anos para melhorar as condições de Trabalho do cidadão borebiense (haja investimentos e bons projetos!). Por isso, diante de toda essa conjuntura política, cumprimentamos o antigo prefeito, Vaca, com o devido respeito pelo que ele fez de bom por Borebi até este dia. E felicitamos, com nossa mais ardorosa esperança, o novo prefeito Mané Frias! Que o novo prefeito administre com sabedoria para que os próximos dias, os dias do novo governo, sejam dias melhores, dias melhores a todos os que ousam sonhar este novo sonho para a pequena-gigante cidade de Borebi. Wellington Anselmo Martins, é filósofo e professor universitário, graduado pela USC-Bauru, mestrando pela PUC-SP.

O cenário cultural interiorano e suas prioridades BILLY MAO

Minha ligação com a Cultura lençoense vem de longos tempos, quando Orígenes Lessa ainda era vivo, tempo do Grupo de Teatro UBG, do Habeas Copos Bar, onde a nata da cultura paulista acontecia esporadicamente e quando a psicóloga Thais Jacon ainda era a Diretora de Cultura de Lençóis Paulista. Para aqueles que não sabem, fui um dos fundadores do hoje premiado grupo teatral “Atos e Cenas”. Assim como eu, outros membros do então grupo de teatro experimental deixaram as artes cênicas para galgar outros caminhos, outros atos, outras cenas. Desde essa época conheço o trabalho do multiperformático Tom Zé. Como não tinha facilidade com a língua inglesa, enquanto amigos ouviam Eco and the Bannyman eu ouvia Tom Zé, Raul, Elomar e mais um monte de coisa. Pelo menos entendia o que diziam, porém, aprendi a gostar dos internacionais também. Trazendo na bagagem o peso de conhecer artistas do gabarito de Tom Zé

entrei em uma discussão pelo moderno Facebook esta semana quanto ao local da apresentação do músico em Lençóis. Minha opinião é de que um show desses deveria ser realizado em um local de maior acesso às classes que não tem a oportunidade de assistir esse tipo de apresentação. Fiquei indignado quando soube que o show aconteceria em um clube privado da cidade. Ora, se o evento é grátis e voltado para a população porque não organizá-lo em um local que atinja, de fato, toda a sociedade. Penso que sendo em um local como o clube em questão restringe, e muito, o acesso do cidadão comum, que deveria também ser o beneficiado. Não que os sócios do clube não tenham o direito de assistir ao evento, não é isso. Minha opinião é que está mais do que na hora de rever a forma que é oferecida a cultura para o cidadão. Não dá mais para ficar beneficiando esse ou aquele grupo. A Cultura, mais do que nunca precisa se desgarrar da pseudo-intelectu-

EXPEDIENTE

Diagramação e fotografia Billy Mao

Jornalista Responsável Tânia Morbi (MTB 52.193)

Reportagens Tânia Morbi (MTB 52.193) e Billy Mao (MTB 39650)

alidade e fazer espetáculos para àqueles que não têm como consumí-la. Cabe aos orgãos envolvidos nesse processo de educação, levar até o povo aquilo que ele possa não conhecer. Transformando-o. A cultura como um todo precisa ser disseminada em todas as terras, não apenas em um pequeno vaso cultivado com adubo. Então vejamos um exemplo. Alfredo Guedes é um bairro distante da cidade e por isso não recebe a devida atenção da Cultura. Qual a diferença dos moradores de lá e os de cá. Essa política cultural separatista é que me incomoda. Então, na falta de aulas de teatro, música e seja qualquer outra coisa, as crianças se chafurdam lá pelas lagoas da Fazenda São Domingos correndo o risco de um afogamento. Daí vão falar: “Mas não dá para segurar..., não é nossa responsabilidade...”. Poderá ser tarde. Billy Mao é jornalista e repórter fotográfico do Jornal Sabadão

Tiragem 3.000 exemplares

Artigos assinados não exprimem a opinião do jornal e são de responsabilidade de seus autores


HOJE

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE NOVEMBRO DE 2012

SP 261

Recuperação da Osny Mateus coloca meio ambiente em risco

Fotos: Billy Mao

A falta de um sistema de captação e destinação de águas pluviais levou Ministério Público a acionar DER; pacto determina que áreas em risco serão monitoradas após início da temporada de chuva Tânia Morbi As obras de recuperação, que têm tornado a rodovia Osny Mateus (SP 261) uma via transitável e segura, depois de décadas de abandono, principalmente no trecho entre Lençóis Paulista e Macatuba geraram a possibilidade de danos ambientais ao Rio Lençóis, já que do projeto original aprovado pelo governo do Estado não constam obras de escoamento de águas pluviais. Com a expansão da área pavimentada, como consequência da implantação de terceiras vias e das alterações feitas nos trevos de acesso à cidade, a previsão é de aumento da quantidade e velocidade das águas. Sem um sistema adequado de captação e destinação final, o receio é que a água passe a atingir áreas lindeiras e a erosão decorrente cause o assoreamento do Rio Lençóis. Prevendo o problema, proprietários dessas áreas acionaram o Ministério Público em busca de uma solução. Um acordo firmado entre o MP e o DER (Departamento de Estradas e Rodagens) determina que ao menos seis áreas localizadas ao longo da rodovia passarão a ser monitoradas a partir do início da temporada de chuvas. Na quarta-feira, dia 7, em uma reunião entre o promotor Henrique Ribeiro Varonez, curador do Meio Ambiente da Comarca de Lençóis, e o diretor regional do DER

Denis Paulo Nogueira Lima ficou estabelecido que inicialmente o EDA (Escritório de Defesa Agrícola) fará uma pré-vistoria dos locais, para identificar quais têm maior possibilidade de serem atingidos. Após o início das chuvas, DER e Prefeitura devem monitorar as áreas e em caso de identificação de risco, novas medidas devem se tomadas em conjunto entre MP, DER e Prefeitura para evitar os danos ambientais. Segundo informações da Prefeitura, a administração pública de Lençóis já havia notificado o DER em busca de uma posição sobre os riscos decorrentes da falta de um sistema de captação e destinação de águas pluviais, que poderia afetar inclusive áreas de encostas, como no acesso à rodovia SP 261 para quem sai da Marechal Rondon (SP 300). Desde que passou a acompanhar a questão, o promotor afirmou que eram 13 pontos com risco de problemas, mas que em sete deles ações técnicas preventivas já descartaram a possibilidade de danos. O problema gerado pela falta de um estudo prévio de impacto ambiental não pode ser simplesmente revisto, segundo explicou na quinta-feira, dia 8, Henrique Varonez, já que a obra foi licitada e está em andamento. Então, a solução encontrada foi o comprometimento de todas as partes interessadas em monitorar os locais e assim evitar que os danos ambientais sejam causados. De acordo com o

Café na Câmara TRABALHO - A prefeita Izabel Lorenzetti contou à Coluna esta semana que sua agenda diária anda cheia. Além dos compromissos diários do Executivo, Izabel têm participado de várias reuniões fora do horário de expediente.

PÓS - O Sabadão começa esta semana uma série de entrevistas com os vereadores eleitos e reeleitos neste 2012. A lista começa com o médico Pita e poderá seguir com o também médico odontologista, Júnior Ticianelli.

CASA DE FERREIRO - Alguns moradores do Jardim Village, que deveriam saber da Lei que obriga o morador a deixar um espaço de área verde em sua construção não estão seguindo o que pede a Lei.

CÉU - A operação da Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal, que aconteceu na manhã de quarta-feira, deixou em polvorosa quem passou nas mediações da Cecap. Aviões e helicópteros sobrevoaram aquela região, atraindo a atenção dos lençoenses.

ESPETO DE PAU - Em reformas efetuadas recentemente e até em construções em andamento, não estão deixando a devida área ou simplesmente estão estinguindo-as do quintal. Falta fiscalização. TRABALHO - O prefeito eleito de Borebi, Mané Frias conversou esta semana com a Coluna e disse estar se preparando para assumir a Prefeitura no ano que vem. Mané disse que pretende levar em frente seus projetos para a cidade. NÃO IA - O vice-prefeito eleito, pastor Adilson Vera contou que aceitou sair como vice, na última semana do período aceito pelo TRE para sua candidatura.

AMBIENTE | O promotor Henrique Varonez, que espera chuvas para avaliar riscos promotor, como a empresa que realiza as obras tem até maio de 2013 para concluir os trabalhos, o DER se comprometeu a cobrar obras complementares que sejam possíveis dentro do escopo do contrato entre o departamento e a construtora. “Não temos como mudar a estrutura da licitação, mas o contrato com a empreiteira vai até maio, quando já terá passado o período de chuva. Nós não sabemos efetivamente o que a água pluvial pode causar. Então, nós vamos esperar o início do período de chuva para ter ideia do que está funcionando e do não está funcionando. O que não funcionar e for possível, o DER vai exigir que seja feito. Para o que não estiver dentro do escopo, os órgãos vão unir forças para buscar soluções, o DER com conhecimento técnico, a prefeitura com viés político e o Ministério Público em apoio

aos dois órgãos. Vamos ter que buscar outras obras e vamos unir forças para conseguir isso. Mas o certo é que não vou tirar um milímetro do meio ambiente”, afirmou o promotor. Henrique Ribeiro confirmou que o projeto da obra poderia ter previsto a possibilidade de danos, mas que pelo volume da obra, o estudo poderia torná-la irrealizável. “Isso é um problema de licitação do Governo do Estado, não tem nada ver com Prefeitura e DER. Foi acordado para que fosse assim para sair a obra e saiu com esse problema. Não existe outra solução no momento, poderia conhecer os problemas antes, se tivessem sido feitos estudos de impacto ambiental, mas ai certamente essa obra não teria saído, ou não teria saído agora, porque o custo dela seria outro”, concluiu.

TUIN - Ferrenho oposicionista do governo Vaca, o ex-vereador Tuin foi um dos que insistiu com pastor Adilson sobre sua candidatura a vice. FORÇA - Uma reunião em São Manoel começou a desenhar o futuro corpo administrativo da prefeitura de Borebi. O vereador José Roberto (PR) confidenciou à Coluna que o quadro já está próximo de ser fechado. Informou que nomes fortes e dispostos a trabalhar para o crescimento de Borebi fazem parte desse escalão que se forma, junto com Mané Frias. UVAS - Em Lençóis Paulista as articulações quanto à presidência da Câmara Municipal continuam a todo vapor. Velhas táticas para minar uma candidatura está em curso e pretende-se ir com ela até o fim. ARTE - Por outro lado, uma outra tática para eleger o presidente da Mesa para o biênio 2013/2014, também continua em ebulição. Esta, tem visão de progresso para o Legislativo e não trabalha apenas com a possibilidade de usar a Câmara como um trampolim, para intenções políticas futuras. SOU EU - Durante entrevista ao Sabadão, o vereador eleitor Humberto Pita deixou claro que vai “brigar” até o fim para assumir a presidência da Câmara. Diz ter o perfil de líder que é necessário para o cargo. FECHADO - Porém, Pita aponta que irá votar de acordo com a vontade do grupo formado ainda durante a campanha.

BURACO | A falta de galerias às margens da rodovia Osny Mateus pode provocar erosão nos canteiros lindeiros de propriedade particular. O curado do Meio Ambiente tomou conhecimento e acionou DER, que cobrará de empresa que faz obras de recuperação da via

3

CHÃO - Na quinta-feira, também de manhã, um outro avião da FAB, um Tucano AT- 27 pousou no Aeródromo Municipal. Segundo informações, a equipe da FAB esteve na cidade para se inteirar da situação de duas pistas sem homologação na zona rural, com a possibilidade de destruí-las. ELITE - O show do cantor e compositor Tom Zé, que será realizado pela Secretaria de Cultura do Estado através do Projeto Circuíto Cultural Paulista acontecerá nas dependências do Clube Esportivo Marimbondo. Informações da assessoria de Tom, são de que a necessidade de um local fechado é em função do clima chuvoso e a opção ficou por conta da diretoria Municipal de Cultura. FLASH - O vereador eleito pelo PV, Ailton Aparecido Laurindo enviou fotografia com o deputado Federal Penna. Tipó informou que sua estada em Brasília serviu para pedir ao deputado que acrescente no orçamento federal para 2013 emenda que beneficie Lençóis Paulista. ATENDE - Tipó disse que pediu recursos destinados para a Associação Beneficente Hospital Nossa Senhora da Piedade, na compra de equipamentos utilizados em hemodiálise. CAMINHO - Outro pedido do Verde foi quanto aos investimentos do município em infraestrutura. Essa verba, se aprovada e repassada a Lençóis, serviria para asfaltar e recapear ruas dos bairros da cidade, por exemplo. FILME - Dos pedidos feitos por Tipó, chama a atenção uma preocupação com a Cultura. Tipó encaminhou para o Ministério da Cultura pedido para implantar , em Lençóis, o projeto Usinas Culturais, do Governo Federal através do MinC JUNTO - Todos os pedidos apresentados pelo vereador do PV, levaram a assinatura do recem eleito Anderson Prado, que não pode ir a capital do país em decorrência de seu trabalho na revista O Comércio, que circulou esta semana.

OLHO - Alguns “experts” em política e que estão rodeando os candidatos eleitos, apostam, veladamente, no racha desse acordo do grupo, para prevalecer as vontades próprias.

CHANCELA - O jornalista Alcimir Do Carmo informou a redação do Sabadão que não foi chamado para compor uma possível equipe de assessoria na Câmara de Lencóis Paulista.

BERRANTE - Pode não parecer, mas será necessário os articuladores apertarem seus pares para não virar uma boiada sem controle. Se isso acontecer, com os egos inflados e a gana de sentar-se a Mesa pode levar o projeto água abaixo.

LETRAS - Alcimir disse que sua preocupação agora como jornalista é a editoração da revista O Comércio e somente isso. Disse que acompanha sim, as sessões da Câmara, e está antenado com o cenário político, mas como mero espectador.

Vereador José Roberto consegue verba de R$250 mil para agricultura de Borebi O vereador José Roberto, (PR), de Borebi, informou esta semana que conseguiu aprovação de repasse de verba para o município no valor de R$ 250 mil que serão aplicados no setor de agricultura. Este recurso será liberado ainda este ano e ficará disponível para seu uso no ano que vem, segundo o vereador. O repasse foi feito pelo Deputado Federal Milton Monti, (PR), através de emenda. A informação foi confirmada pela assessoria do deputado

Monti. Conforme contou José Roberto, o pedido de verba para a agricultura do município foi feito no final do ano passado. “Fiz um requerimento ao deputado pedindo algum recurso de verba para Borebi e ele me disse que faria. Fiquei aguardando e agora chegou”, contou. O vereador José Roberto aponta que com a verba poderá ser adquirido implementos ou um trator para atender os moradores da zona rural, que trabalham na

R$ | O vereador Zé Roberto, de Borebi

agricultura, principalmente a agricultura familiar. “Temos que trabalhar com a mente voltada para essa população também. Muitas famílias podem se beneficiar desse recurso”, disse. O vereador do PR adiantou ainda que outros pedidos já foram feitos ao deputado Milton Monti e que aguarda para o ano que vem os repasses. “Pensei que este também ficaria para o ano que vem, mas saiu antes. Que bom”, festejou.

2º Momento Sobremesa do GUSP do Posto Tigrão! Hoje tem, das 10h às 14h, na casa do Gusp, cão mascote do Auto Posto Tigrão (ao lado da Prefeitura Municipal), 2º Momento Sobremesa, em prol da Associação Protetora Amigos dos Animais. Além dos doces, a Associação irá vender seus produtos (camisetas, chaveiros, adesivos, bandanas e calendário/2013). Ajudem a Associação a cuidar dos meus amiguinhos que estão abandonados e precisando de cuidados veterinários.


4

GERAL

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE NOVEMBRO DE 2012

MEIO AMBIENTE/RIO LENÇÓIS

Piracema é dificultada no rio Lençóis devido a duas barragens em seu leito Começou no dia 1º de outubro e vai até o dia 28 de fevereiro de 2013 o período de piracema ou defeso. A graduação das multas se inicia com R$ 1.020 podendo chegar até R$ 50 mil, dependendo da quantidade e das espécies de peixes capturados nesse período. Para a região de Lençóis Paulista o período atinge principalmente quem gosta de pescar nas águas do Rio Tietê e no Rio Lençóis, mas a piracema pode ser comprometida por duas barragens existentes ao longo do rio, dificultando o período de reprodução de algumas espécies ainda existentes no Rio Lençóis. O Sabadão voltou ao assunto depois de constatar que não é apenas uma barragem, -como se pensava - mas duas construções que dificultam o processo de reprodução dos peixes. Uma barragem fica no município de Macatuba e é o principal obstáculo para espécies do Rio Lençóis efetuarem a reprodução. A outra fica na altura da antiga Pedreira Rondon e tem uma abertura de água de apenas 40 centímetros para a passagem de todo o fluxo d’água vindo das nascentes. Na barragem da Usininha Lençóis, mantida pela CPFL, o obstáculo atinge aproximadamente 10 metros de altura, enquanto que na barragem da Pedreira chega a 1,5 metros. No caso da Usininha Lençóis, o problema acaba sendo maior, já que não há “escada de facilitação”, que simula as dificuldades naturais que os peixes enfrentam em rios quando não existe a interferência humana, no caso, a implantação de minihidrelé-

ACONTECE

Foto:Billy Mao

DETALHE | Barragem na antiga pedreira trica, para atingirem os locais de desova. Depois de contato da reportagem, a assessoria da CPFL enviou uma nota para justificar a não implantação da escada: “A CFPL Renováveis informa que, entre os anos de 1996 e 2008, desenvolveu um programa de repovoamento de rios e reservatórios com a introdução de mais de 4 milhões de alevinos. O Rio Lençois, onde está localizada a Pequena Central Hidrelétrica Lençois recebeu 205 mil alevinos e a bacia dos

ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS

Tânia Morbi

atendimento@asplp.com.br

3264.8998

rios Tietê/Jacaré, 759 mil. A PCH Lençois opera desde 1917, época em que não era necessário o licenciamento ambiental. Em decorrência de processo de licenciamento recente, essa PCH recebeu da Cetesb a Licença de Operação nº 2015, processo SMA nº 13.638/2003, que inclui condicionantes como o desenvolvimento de programa de recuperação de Área de Preservação Permanente e o monitoramento da ictiofauna. Esta última condicionante visa atender a

Instrução Normativa IBAMA nº 146/07, a qual determina que os programas de soltura de alevinos somente podem ter continuidade após a comprovada necessidade por monitoramento específico e desde que aprovada pelo Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio)”, diz a nota enviada via e-mail. O Sabadão questionou a CPFL também quanto as espécies que fizeram parte da soltura, em 2008, se as mesmas condiziam com as espécies nativas do rio, mas não obteve resposta. Segundo levantamento da reportagem do Jornal Sadadão, o rio Lençóis já perdeu várias espécies que eram abundantes como a piracanjuba (cabeça amarela de peixe), piapara (Leporinus elongatus), piau, peixe-cadela (Cynopotamus humeralis) e tabarana (Cynopotamus humeralis). Peixes que existiam em todo o curso do rio e hoje são quase impossíveis de serem encontrados, demonstrando o alto preço do desenvolvimento sob o ponto de vista ecológico. O Sabadão procurou pelo diretor de Meio Ambiente do município, Benedito Martins, para saber quais ações serão tomadas quanto as barragens. Martins disse não ter conhecimento do segundo obstáculo e que pensava que ele não existisse mais. “Há algum tempo estive na região da Pedreira Rondon e tentei chegar nesta barragem , mas como o capim e o mato estavam muito altos na margem do rio não consegui visualizar a barragem, apenas ouvi o barulho da água”, disse por telefone. Benedito se prontificou em

NÃO | O maior problema para a piracema no rio Lençóis está na barragem da Usininha que atinge aproximadamente 10 metros de altura tornando impossível o período de Defeso conhecer de perto a barragem e se for necessário, liberar o fluxo do rio. O Sabadão enviou ao diretor ambiental um vídeo onde aparece a barragem e o estreitamento do canal. (Você pode acessar o mesmo vídeo em http:// migre.me/berjo “Não sabia

que o canal do rio estava tão estreito assim, vamos analizar o vídeo, iremos até o local e se constatado que prejudica o fluxo do rio, e principalmente, a piracema, vamos providenciar a retirada dessa barreira e liberar a água”, informou Martins.

Além das barreiras construídas as espécies que restam no rio enfrentam a predação humana O diretor de Meio Ambiente de Lençóis, Benedito Martins, contou à reportagem do Sabadão que nesse período de piracema ele dispensa um cuidado especial com o Rio Lençóis. Disse que o número de pessoas que se aproveitam desse período para “pescar” indevidamente é muito grande. “As pessoas não têm consciência que não podem

pescar nessa época. O que fazem é predação. Usam redes, baldes e até bacias para pegar lambaris e outros peixes que sobem o rio. No ano passado, fiquei durante uma semana indo à beira do rio, orientando as pessoas, mesmo assim fui ameaçado várias vezes”. Dito contou também que acionou várias vezes a polícia para tentar conter a predação.

PROTEÇÃO ANIMAL

Associação é contra uso de cães como cobaias em laboratórios da região O fornecimento de animais para serem usados como cobaias em pesquisas científicas é combatido pela Associação Protetora Amigos dos Animais de Lençóis Paulista, que desde 2010 tem impedido o envio de cães para universidades da região. Essa semana, a presidente da Associação Tânia Mazzeto reafirmou a posição da entidade, depois do posicionamento favorável por parte do Coordenador do Centro de Controle de Zoonoses, da diretoria de Saúde, José Aparecido dos Santos, que, em entrevista à imprensa regional, afirmou que o CZZ estaria à disposição para o fornecimento de cães para grupo de estudos coordenado pelo Professor Carlos dos Reis Pereira de Araújo, da Faculdade de Odontologia de Bauru, da Universidade de São Paulo (FOB/USP). O grupo enfrenta dificuldade para manter pesquisa que estuda o comportamento dos ossos da arcada dentária ao redor dos implantes odontológicos, devido à falta de animais que, nesse caso, terminam eutanasiados. Os animais também não estariam sendo mais destinados pelo

NÃO | Lençóis não vai fornecer cães para serem usados como cobaias, diz Associação CCZ de Bauru. Quanto à informação de que o fornecimento de animais por parte do CCZ de Lençóis dependeria apenas de uma autorização da Associação, Tânia afirmou que a entidade reconhece a importância do estudo, no entanto condena e repudia o uso de animais, especialmente cães, como experimento. “É inconcebível que ao longo da história,

com o estrondoso avanço da tecnologia – grande aliada da medicina e da ciência; o homem ainda insista em utilizar seres vivos como cobaias. Isso só nos mostra que a evolução humana é relativa; os métodos que os seres humanos utilizam para provar suas teses os remetem à Idade da Pedra”, divulgou em nota a associação. “Essa associação jamais permitirá que os cães, abriga-

dos no canil e sob sua responsabilidade, sejam colocados à disposição do estudo para servirem de cobaias”, afirmou Tânia Mazzeto. De forma reiterada, a associação afirma que não seus membros não são contrários às pesquisas, “que objetivam melhorar a vida dos seres humanos, proporcionando-lhes intervenções menos dolorosas e menor tempo de recuperação, em tratamentos médicos ou cirurgias, somos contrários à utilização de animais, especialmente cães, no desenvolvimento dos estudos que levam a esse fim”, diz ainda a nota, que menciona duas universidades que aboliram o uso de animais em suas experiências científicas e nem por isso deixaram de levar avante suas pesquisas: Harvard Medical School (USA), e Universidade de Milão (Itália). “À medida que vemos crescer em todo o país os movimentos em defesa e a busca de humanizar o tratamento dos animais, gostaríamos que todos os municípios seguissem o bom exemplo da cidade de São Paulo, que já tem seu hospital veterinário público”, enfatizou Tânia.·.


GERAL

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE NOVEMBRO DE 2012

5

POLÍTICA/ENTREVISTA

“Estou à disposição”, diz Pita sobre presidência da Câmara de Lençóis Fotos: Tania Morbi

De olho na Mesa Diretora, vereador eleito traz na bagagem experiências adquiridas em dois mandatos no Legislativo de São Manoel, mas vota “com o grupo”, garante Da redação O médico ginecologista Humberto Pita, de 60 anos, eleito vereador nas últimas eleições municipais pelo PR não é estreante na política. Possui dois mandatos no Legislativo de São Manuel (1989/1992 e 1993/1996), sendo os dois últimos anos como presidente do Legislativo. Com exclusividade ao Jornal Sabadão, abrindo a série de entrevistas* com todos os vereadores eleitos, dispara que seu nome está à disposição para ser presidente da Câmara de Lençóis Paulista, enquanto acalenta o sonho de também ser prefeito. Natural de Ribeirão Preto, Pita é formado pela Universidade de Medicina de Botucatu, com pós-graduação em Saúde da Família, tem três filhas, do primeiro casamento, e há um ano e meio foi pai pela quarta vez. Reside em Lençóis há 12 anos. O senhor não é estreante na política, como poderia supor a maioria dos eleitores lençoenses. Como é sua relação com a política partidária? O sonho de ser político eu sempre tive. Ouvia meu pai

falar de Ademar de Barros (ele era Ademarista roxo), brincava de eleição e sempre gostei de política. Quando fui para São Manuel, conheci Milton Monti (ex-prefeito da cidade e deputado federal pelo PR) e me elegi na mesma época que seu sucessor. As pessoas vão se assustar, mas o sonho de ser prefeito sempre existiu e ainda existe dentro de mim. Como o senhor acha que deve ser o trabalho de um vereador hoje? Tem que ser o mais íntegro possível, transparente, ter ética, respeito e moral. O vereador tem que estar disponível. Tem que ser modelo para a sociedade. A pessoa, ao votar em mim, vai votar nela, espera que eu trabalhe por ela.

mas muito difícil, porque é um jogo político de muitos interesses... Interesses que chegam a extrapolar as paredes da Câmara. O que o senhor acha disso? Sim, sim. Existe na comunidade uma infinidade de interesses, e os interesses de todos devem ser administrados. Se a comunidade eleger políticos íntegros, é possível administrar com equilíbrio. Sou contra elitizar a Câmara. Então na formação da mesa temos que ter esse cuidado.

TARIMBA | O vereador Humberto Pita, durante entrevista ao Jornal Sabadão, em seu consultório, na quinta-feira da maioria. Considerando que o senhor já é um veterano no Legislativo, deve concorrer à eleição da mesa diretora?

Todos os vereadores têm direito. Não é fácil. A disputa pela presidência é muito complicada, é muito difícil. Aquele que se diz candidato agora, dificilmente chega à presidên-

cia, vou estar disponível, mas sempre vou ser do partido. Eu tenho capacidade de ser presidente. Esse é um cargo extremamente importante. Todos podem ser candidatos, mas existe um jogo político. Nesse jogo político, pode acontecer de haver um voto seu fora do grupo pelo qual foi eleito? Não, jamais votaria assim, isso não me interessa. Acho que (o presidente) tem que sair do grupo majoritário, que apoia a prefeita Izabel Lorenzetti e no momento adequado vou argumentar sobre o meu nome. Não sou candidato, porque a definição vai acontecer nas vésperas da posse, quem sabe no momento da posse. É um processo democrático,

O senhor foi eleito por um partido coligado com o grupo que administra a cidade. Essa adaptação de ideias está fácil? Isso é pessoal, mas sempre tem alguém que lidera o grupo. Então, eu estou em um grupo e vou ficar, mas é como uma família, dentro dela você vai brigar pelos interesses que defende, no que acredita, usando seus argumentos. Depois tem que aceitar a opinião

Como o senhor vai conciliar o mandato com a profissão a partir de janeiro? A partir de 30 de novembro saio da rede pública, não vou mais atender no posto, apenas no hospital, mas vou concorrer para o cargo de ginecologista, que exige apenas duas horas. A partir de janeiro vou ter a tarde e a noite de segunda-feira livres e as manhãs de terça-feira. Eu pretendo visitar pessoas, comércio, empresas. Pretendo defender as pessoas mais simples, que muitas vezes não têm que as defendam. Qual palavra o senhor acha que o define melhor? Inquietude? Acho que tem uma força exterior, que me move e me diz ‘vai’, foi isso que me fez voltar para política e tive 1.012 votos. Antes, eu era muito puro na política, aqui fiz uma campanha profissional. Estudamos o bairro em que iria atuar, em qual momento iria aparecer na rua. Estou mais amadurecido, mas a emoção está aqui.

Projeto social corre risco por lei aprovada na Câmara Tania Morbi Um projeto que há 16 anos possibilita que crianças carentes tenham aulas gratuitas de karatê, e que já formou atletas competitivos em nível Estadual e Nacional, corre o risco de acabar, depois que o vereador Ismael de Assis Carlos (PSDB), Formigão, apresentou um projeto de lei na Câmara retirando o título de utilidade pública, outorgado à Associação Shorin Ryu de Karatê Samurai, que mantém o Projeto Karatê Social. O titulo de UP garantia subsídio anual de R$ 7 mil da Prefei-

Fotos: Billy Mao

tura, que por força de lei, é destinado ao pagamento do aluguel onde são oferecidas as aulas. O Projeto Karatê Social foi criado em 1996, segundo relembra Edilson Arouca, de 46 anos, inicialmente para ocupar o tempo de crianças carentes que, com os pais trabalhando, não tinham o que fazer depois da escola. As aulas começaram em um barracão na Avenida José Antonio Lorenzetti. A associação sem fins lucrativos foi oficializada dois anos depois. Arouca trabalha como operador líder em uma grande empresa da cidade,

LUTA | Crianças treinam karatê em chão sem tatame; conquistas compensam esforço. Ao lado, Adilson Arouca e é professor em Terceiro Grau, registrado no Crefi, e delegado brasileiro regional do estilo Shorin Ryu de Karatê, um dos cinco estilos reconhecidos pelo Comitê Olímpico Internacional. Além do trabalho e da família, o tempo de Arouca tem sido dedicado ao projeto. Atualmente, 60 crianças e jovens estão inscritos e têm aulas regularmente durante a semana. “Quando soube da lei para retirar o título da Associação fiquei surpreso,

porque só fiquei sabendo depois que já tinha sido aprovada. Acho que deve ser alguma coisa pessoal, porque mexer com o que está dando certo, trazendo resultado para a comunidade, é algo que não tem sentido”, lamentou Arouca. No projeto que retira a possibilidade de repasse à entidade, aprovado em duas votações por todos os vereadores, não havia uma justificativa que explicasse a iniciativa. Segundo apurou

o Sabadão, a justificativa ao projeto, já aprovado, teria sido apresentada alguns dias depois por formigão, autor da proposta. “Não fui procurado (pelo autor) em nenhum momento”, afirmou Arouca. A lei está agora no Executivo, que pode sancionar ou vetar a proposta. Se for vetada, a lei volta para a Câmara e o veto pode ser derrubado ou confirmado pelos vereadores. Pelo projeto, as crianças e jovens de sete a 17 anos não

pagam pelas aulas, acima dessa idade, os alunos passam a ajudar como monitores. Hoje são quatro alunos que conquistaram a faixa preta, um deles de Macatuba, e auxiliam com os alunos menos experientes. Fernando Garcia Toledo, de 19 anos, é um dos alunos do projeto graduado com a faixa preta. Ele mesmo reconhece que as aulas e o convívio dentro do projeto ajudaram a fugir do envolvimento com o crime e as drogas. “As aulas foram uma mudança de vida fantástica, sai da rua, na minha vila tem muita droga e com as aulas já pude conhecer um monte de lugares, viajar, isso me ajudou demais a não me envolver com um monte de coisas erradas”, afirmou o jovem, que vai representar Lençóis nos Jogos Abertos, em Bauru, na semana que vem, depois de vencer os Jogos Regionais. O filho de Arouca, Mayron, hoje é campeão paulista, já tendo sido vice-campeão brasileiro, na categoria 14 a 15 anos, até 63 quilos, mas seu treino é realizado junto a todos os alunos do projeto. “Espero agora que a prefeita vete a lei e que a maioria dos vereadores respeite o veto. Espero que reconheçam que erraram”, disse Edilson Arouca.

*O Sabadão começa hoje uma série de entrevistas com os vereadores eleitos para o mandato de 2013 a 2016. As entrevista se estendem aos vereadores eleitos em Borebi


6

GERAL

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE NOVEMBRO DE 2012 Fotos: Billy Mao

MEGAOPERAÇÃO

A Casa Caiu

Ladrões roubam mercearia e são presos

Explosão de pistas não homologadas deve ocorrer durante a próxima semana Ação de agentes federais movimentou Lençóis e região, e foi detalhada na sexta-feira, dia 9, em Brasília; US$ 105 mil em equipamentos foram apreendidos e duas pessoas foram presas Da redação Duas pessoas foram presas, um veículo Fiorino e US$ 105 mil em equipamentos eletrônicos foram apreendidos em Lençóis Paulista, em uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal, com apoio da FAB (Força Aérea Brasileira), de combate ao contrabando de mercadorias e tráfico de armas, munições e drogas, realizados em aviões de pequeno porte que sobrevoam o espaço aéreo brasileiro clandestinamente. As informações foram confirmadas pelo subsecretário de Aduana e Relações Internacionais da Receita Federal, Ernani Checcucci, e

autoridades da PRF, na sede da Receita Federal, em Brasília, na sexta-feira, dia 9. O Jornal Sabadão apurou que na próxima segunda-feira, dia 12, as equipes da FAB (Força Aérea Brasileira) devem voltar à cidade para definir como serão inutilizadas as duas pistas não homologadas, usadas pela aviação agrícola, que estariam sendo utilizadas por contrabandistas e traficantes. A decisão de inutilizar as pistas já foi tomada, ficando para a semana que vem a definição sobre o uso de explosivos ou de máquinas agrícolas. A destruição das duas pistas, uma localizada próxima a Fazenda Farturinha, com um quilômetro de compri-

BOLA | Primeira vez que FAB se envolve em operação desse porte em São Paulo

Um casal foi preso depois de roubar o proprietário de uma mercearia, localizada à Rua Manoel Amâncio, na Vila Mamedina, na noite de sábado, dia 3. Segundo informações da polícia, a vítima teria sido surpreendida por um home e uma mulher armados de revólver, que a ameaçou, levando do local R$ 3 mil, além de duas folhas de cheque, cartões de crédito e documentos pessoais de

clientes. A vítima identificou o veículo e as características dos assaltantes e, após buscas pelas imediações, a polícia localizou a residência dos bandidos. O casal e o carro usado no roubo foram apreendidos e levados à delegacia. No entanto, os produtos roubados não foram localizados. J.L.L. e L.F.F. (apenas as iniciais foram divulgadas) foram presos em flagrante.

Na madrugada do último domingo, dia 4, por volta das 2h, dois indivíduos foram surpreendidos furtando materiais de construção da futura escola do SESI. A ação foi percebida pelo vigia da escola em construção. Um deles conseguiu fugir, mas o outro foi interceptado pelo vigia até a chegada da polícia. De acordo com informações dos policiais militares que atenderam à ocorrência, os indivíduos estavam transportando materiais de construção como esquadrilhas de alumínio,

latas de tinta, fios, entre outros, para o lado de fora da escola. Segundo o acusado detido, que é morador de rua, os materiais seriam vendidos para a compra de crack. O rapaz já é conhecido nos meios policiais por furtar fios de cobre. No dia anterior a dupla já havia furtado outros materiais da escola, segundo a PM. O rapaz alega não conhecer o outro ladrão. O indivíduo foi preso em flagrante e levado à cadeia pública de Duartina.

Homem é preso furtando materiais no SESI

CHUMBO | Com armamento pesado agentes prenderam dois em pista de pouso mento, a 14 quilômetros de Lençóis Paulista, e a outra que fica na divisa do município com Borebi (Fazenda Vale da Raposa), com mesma extensão, faz parte da operação, que também foi desencadeada nas cidades de Barretos e Altônia (PR). No dia 7, a megaoperação foi deflagrada pela Receita, com apoio da PRF e da FAB. Dois helicópteros deram suporte a policiais fortemente armados, sobrevoando a cidade desde as 11h30. Um avião modelo AT-29 Super Tucano armado sobrevoou a cidade durante a ação. Um dos helicópteros chegou a pousar em uma construção na Rua João Paccola, de onde policiais foram até um lavacar que fica na es-

quina com a Rua Honório Barbosa, na Vila Antonieta II. No local, conversaram com funcionários, fizeram buscas em um veículo, mas ninguém foi preso. As prisões e apreensões ocorreram por volta das 12h30, em uma das pistas. A Fiorino estava carregada com tablets, gravadores digitais, GPS e cartões de memória. Os dois presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal e o veículo e as mercadorias para o depósito da Receita Federal, ambos em Bauru. Na quinta-feira, dia 8, outro avião, um AT 27 - Tucano também da FAB pousou no aeródromo e de lá dois oficiais seguiram de carro para conhecer as pistas.

Pedreiro canta em obra e é ameaçado de morte A Polícia Militar apreendeu uma espingarda calibre 28, na manhã de segunda-feira, dia 5, na Rua Antônio Jacomo Placca, no Jardim Santa Lúcia, depois que o proprietário ameaçou um vizinho. Segundo informações da PM, a arma de fogo foi localizada após a polícia receber uma denúncia informando que um homem estaria ameaçando o pedreiro de uma obra. O servente estaria can-

tando enquanto trabalhava e acabou irritando o vizinho, proprietário da espingarda. O vizinho de 28 anos teria ameaçado o pedreiro, de 32 anos, (os nomes não foram divulgados), caso ele não ficasse quieto. Acuada, a vítima acionou a polícia. O dono da espingarda recebeu voz de prisão em flagrante por porte ilegal de arma de fogo (crime afiançável) e foi encaminhado à delegacia para prestar depoimento.

no

Promotor pede aprovação de convênio para criação de pátio municipal de veículos A criação do pátio municipal é a única ferramenta para coibir o excesso de volume de som por parte de proprietários de veículos e essa ferramenta depende da aprovação de um projeto de lei que regulamenta o convênio entre a Prefeitura e Governo do Estado para criação do serviço. A afirmação é do Promotor de Justiça Henrique Ribeiro Varonez, que essa semana convocou uma reunião entre Prefeitura e as polícias Militar e Civil para debater o problema, depois

do crescimento no número de reclamações sobre os excessos de som. O projeto de lei que regulamenta o convênio tramita na Câmara desde junho. “A principal solução é que os vereadores analisem o projeto, vejam os reparos que têm que ser feitos para que se possa ter esse projeto autorizando a Prefeitura a ter o convênio para municipalizar o pátio, o que para nós seria a solução”, disse. Até que o projeto seja aprovado, Henrique adiantou que

estão sendo definidas soluções emergenciais, mas que o depósito de veículos na área da antiga empresa IQB foi descartado, já que prejudicaria o sistema de monitoramento da recuperação da área contaminada. “Estamos tentando que os representantes da população se sensibilizem com essa necessidade e possam acelerar o convênio”. O promotor acredita que aprovado o projeto, o pátio possa funcionar ainda esse ano.

Incêndio destrói casa no Jardim Caju I

Uma casa foi destruída por um incêndio, na noite de segunda-feira, dia 5, na Rua Bruno Nelli, no Jardim Caju. O fogo teria sido provocado por um curto circuito, ocorrido em um quarto nos fundos do imóvel. Seis pessoas moravam no local, entre elas, crianças e uma idosa. Ninguém ficou ferido. Segundo Laércio João de Barros, genro da proprietária do imóvel, todos da família estavam em frente da casa, quando perceberam a fumaça que vinha dos fundos do terre-

no. O fogo já havia atingido o imóvel. Foram salvos apenas uma geladeira, um fogão e uma televisão. A família perdeu roupas e documentos. O forro de madeira da residência pode ter contribuído para que as chamas se alastrassem rapidamente, mas segundo os moradores, assim que perceberam a fumaça, o Corpo de Bombeiros foi acionado, mas teria levado cerca de meia hora para chegar ao local. “Alguma coisa está errada, eles demoraram muito”, lamentou o familiar.

MERCADO mini LENÇÓIS Av. José Antonio Lorenzetti, 494 - Jd. Nelly - fone: 3264.7200

PÃES - DOCES - BEBIDAS

Disk Entrega: 3264.7200 *R$2,00 por entrega

BRECHÓ BRECHÓ DA DA MARIA

Roupas e Calçados RUA OLGA BIRAL -186 Jd. ITAPUÃ


POLÍTICA

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE NOVEMBRO DE 2012

7

Mundo Sustentável Usina vai produzir uma carga que pode suprir a demanda de aproximadamente 15 mil habitantes A capital mineira vai abrigar a primeira estação de tratamento de esgoto capaz de gerar energia elétrica no País. Com investimentos da ordem de R$ 65 milhões, a usina vai produzir uma carga que pode suprir a demanda de aproximadamente 15 mil habitantes. A Copasa (Companhia de Saneamento de Minas Gerais) vem dando incentivos cada vez maiores para a geração de eletricidade a partir do biogás, uma das substâncias que resultam do tratamento do esgoto coletado na rede urbana. O material, com alto potencial energético, já é aproveitado em uma termelétrica que ainda está em fase de testes, instalada na Estação de Tratamento de Esgoto Arrudas, em Belo Horizonte. Embora seja capaz de suprir a demanda de 15 mil habitantes, a energia gerada pela Copasa deverá ser utilizada apenas na própria estação de tratamento de esgoto – em

Hospital Piedade oferece tratamento gratuito de glaucoma

ENERGIA | Em Minas Gerais, a Copasa utilizará o tratamento de esgoto para produzir energia a partir do Biogás. Serão R$65 milhões em investimentos

que deverá responder por até 90% da eletricidade presente. Mesmo assim, o uso do biogás deverá trazer uma economia média de R$ 2,7

milhões para a empresa. Além de reduzir os gastos na conta de luz e difundir uma nova fonte de energia no País, o aproveitamento do esgoto ainda diminui as emissões de gases poluentes na atmosfera, já que a produção do biogás utiliza processos de limpeza e acaba eliminando gases altamente tóxicos, como o metano. O mecanismo da usina faz com que as substâncias sejam purificadas e direcionadas às microturbinas, nas quais, finalmente, são transformadas em energia. A empresa também afir-

ma que o calor emitido pela combustão dos gases não é lançado na natureza, mas aproveitado em um dispositivo utilizado na geração de energia. Otimista com as inovações, a Copasa diz que a usina de cogeração faz parte de um plano de ações sustentáveis da empresa, que também inclui investimentos em um sistema de desodorização do esgoto, beneficiando os vizinhos da estação de tratamento. Com informações do Estado de Minas. Com Redação CicloVivo

O Centro de Referência de Glaucoma do Hospital Nossa Senhora da Piedade em parceria com o SUS (Sistema Único de Saúde), está em funcionamento desde 1º de outubro e já confirmou 37 pacientes com a doença, sendo eles de Lençóis Paulista, Igaraçu do Tietê, Dois Córregos e São Manuel. As informações são do HNSP. O Centro também atende pacientes de Avaré, Areiópolis, Barra Bonita, Mineiros do Tietê e Pratânia. Para ser atendido, o paciente precisa ser encaminhado pela rede pública de saúde de cada município que abrange o Centro. “O processo completo de atendimento começa com a consulta com um clínico geral, nas Unidades de Saúde, que encaminha o paciente para o oftalmologista da rede básica. Após análise clínica, se constatado glaucoma o paciente é encaminhado ao Centro onde passa por novos exames”, explica Carlos Eduardo Bueno do Amaral, gestor técnico.

Confirmado o glaucoma a pessoa passa a ser atendida a cada três meses, sendo que mensalmente recebe o colírio necessário para cada tipo de tratamento. Pacientes de outras cidades podem retirar o medicamento no próprio município. “É um serviço novo para a região. As pessoas não vão precisar se deslocar para cidades distantes para realizar o tratamento. O paciente deve retornar ao Centro a cada três meses ou caso aconteça algum imprevisto. O tratamento é para o resto da vida”, ressalta o gestor técnico. “Começamos o atendimento há pouco mais de um mês, mas a expectativa dos profissionais do Centro, em médio prazo, é chegar a 200 atendimentos por mês, além de orientar a população sobre a doença e a importância do tratamento adequado”, finaliza o diretor administrativo do HNSP Juliano César Botero.

ARIES TOURO GEMEOS

Muito cuidado com as suas finanças. Analise bem seu orçamento antes de se comprometer com mais dívidas. Concentre-se em seu serviço e sua produtividade vai aumentar. Astral de grande sintonia em casa, aproveite!

Se está procurando emprego, uma nova chance de colocação pode surgir. Boa semana para ganhar dinheiro ou lucrar mais com uma atividade extra. Não misture sua vida pessoal com a profissional, pois pode se queimar. Criatividade não vai faltar para superar obstáculos no seu emprego. Também terá sucesso ao convencer os colegas do trabalho a respeito das suas ideias. Aceite convites para festas e reuniões, assim conhecerá gente nova. Valorize os amigos que sempre torcem pelo seu sucesso. Semana favorável para assumir desafios e responsabilidades no serviço. A ambição poderá ser estimulante se você mostrar todo seu potencial e sua dedicação. Desafios vão surgir no trabalho, enfrente-os sem medo. Junte-se aos colegas que têm ambições parecidas com as suas. Seus familiares poderão exigir atenção. Conhecer novas pessoas será importante para seu crescimento pessoal.

PEIXES

ESCORPIÃO

Trabalho em equipe está favorecido, portanto, busque metas e objetivos em comum com seus colegas. Conflitos podem surgir entre suas amizades e não vai ser fácil conciliar o interesse de todos. Pense em seus próprios desejos.

SARGITÁRIO

Trabalho em equipe está favorecido, portanto, busque metas e objetivos em comum com seus colegas. Conflitos podem surgir entre suas amizades e não vai ser fácil conciliar o interesse de todos. Pense em seus próprios desejos.

CAPRICÓRNIO

Tudo o que colher nesta semana será fruto de sua dedicação e empenho. Abra-se para novas oportunidades no trabalho. Seja mais realista com seu dinheiro, não gaste mais do que tem. Tenha mais paciência com seus familiares.

AQUÁRIO

LEÃO

05/11/2012 a 11/11/2012Se estiver tendo problemas no ambiente de trabalho, o melhor a fazer é conversar para manter tudo sobre controle. No entanto, é um bom período para mostrar a sua competência. Faça atividades que tragam mais prazer à sua vida.

VIRGEM

Alianças e parcerias profissionais estão favoráveis. Aproveite para finalizar tarefas pendentes com a ajuda dos colegas e compartilhe seus conhecimentos. Saia mais, divirta-se e agite a sua vida social.

LIBRA

Boa semana para se matricular em algum curso que ajude no seu serviço. Oportunidades irão surgir, fique de olho para expandir seus horizontes profissionais. Poderá fazer novas amizades que lhe serão úteis.

CANCÊR

HORÓSCOPO Receitas para você!

Semana favorável para lutar por uma promoção ou vantagem profissional. Você vai contar com energia para realizar tarefas que exijam determinação. Procure se livrar de maus hábitos e ficar em contato com a natureza.

Por Paulo Campanholi

chef_x@ig.com.br

RABADA AO VINHO TINTO O rabo bovino não é, realmente, um corte magro. Mas, também por esse motivo, é super saboroso, derrete na boca quando bem preparado, e tem preço mais acessível do que as partes consideradas nobres. Apreciado em países europeus, como Inglaterra e Portugal está nas mesas de diversos cantos do Brasil, guarnecido com batatas ou polenta e agrião. Modo de Preparo: 1. Coloque a rabada em uma panela e cubra com água. Deixe ferver por 10 minutos para retirar o excesso de gordura. Descarte a água. 2. Em uma panela de pressão aqueça o óleo e junte a rabada escorrida para dourar. Junte o alho e doure mais um pouco. . Acrescente o caldo de carne dissolvido em cerca de 500 ml de água quente e a folha de louro. Acerte o sal QUANTIDADE 1 QUILO 15 ML ÓLEO 2 DENTES 1 FOLHA LOURO QB (QUANTO BASTE) QB

e coloque pimenta a gosto. Feche a tampa da panela e cozinhe até que esteja macia (cerca de 45 min) . Reserve. 3. Para o molho: refogue a cebola e o alho no azeite. Junte o tomate e refogue um pouco. Junte um pouco do caldo obtido do cozimento da rabada e o vinho. Cozinhe por 5 min. 4. Junte à rabada e cozinhe por mais 5 min. Acerte os temperos e sirva salpicado com salsa picada.

RABADA DE BOI CORTADA PELAS JUNTAS ÓLEO ALHO EM BRUNOISE (PICADINHO) LOURO CALDO DE CARNE EM TABLETE SAL PIMENTA DEDO DE MOÇA

30 ML AZEITE DE OLIVA 2 CEBOLAS MÉDIAS CEBOLA EM FATIAS FINAS 1 DENTE ALHO EM BRUNOISE (PICADINHO) 2 A 3 TOMATES TOMATE CONCASSÉ (SEM PELE E SEM SEMENTE PICADINHO) QB CALDO DO COZIMENTO DA RABADA 120 ML VINHO TINTO SECO QB SAL QB SALSA

INGREDIENTES DA RECEITA ACIMA VOCÊ ENCONTRA NO SUPERMERCADO TUPÃ ONDE VOCÊ ENCONTRA, ALÉM DE QUALIDADE, O MELHOR PREÇO. CONFIRA!


8

Sua Imagem

LENÇÓIS PAULISTA, 10 DE NOVEMBRO DE 2012 Fotos: Billy Mao Fotos: Billy Mao

Igor Alexandre é estudante de Tradução da USC e dá aulas de Inglês na Beyond Idiomas. Autêntico e leitor assíduo, Igor gosta de grandes séries e best sellers, como Torre Gêmeas, de Stephen King e Milleniun.

As amigas Maria Clara, Ketlin e Cristiane fizeram uma arrecadação de leite no bairro São João. O leite vai para a Escola Maria Amélia e depois será doado para a Rede de Combate ao Câncer.

EXEMPLO | Prefeita Izabel Lorenzetti fala para alunos no Jardim Primavera

Ézio Paccola no Primavera é primeira escola a promover Feira de Empreendedorismo Uma cerimônia no pátio de recreação na escola Ézio Paccola, no Jardim Primavera, na terça-feira, dia 6, marcou a abertura da primeira “Feira de Empreendedorismo”, que conta com a exposição dos trabalhos realizados nas aulas de empreendedorismo, que passaram a integrar a grade escolar municipal de Lençóis, após parceria firmada com o Sebrae. Participaram da cerimônia a prefeita Izabel Lorenzetti, os diretores Eduardo Conti (Educação) e Altair Toniollo (Desenvolvimento), a representante do Sebrae Lúcia Helena Tragante, coordenadoras de Educação, professores e

alunos da própria escola e da escola Philomena Briquesi Boso, de Alfredo Guedes. A diretora da escola Josilene Leme de Oliveira ressaltou a importância do empreendedorismo para os alunos. “E que no futuro possa contribuir para o seu desenvolvimento pessoal, bem como para o desenvolvimento de nossa cidade”, afirmou. A coordenadora do Sebrae lembrou o desafio de implantar o projeto pela primeira vez na cidade, ressaltou o envolvimento dos professores e destacou como resultado o envolvimento da comunidade, através dos alunos. “Na semana de capacitação orientei os professores para que estimu-

lassem as crianças a sonhar com um futuro diferente, para que pudessem ver que é possível transformar. Quem sabe entre eles está o futuro prefeito ou prefeita da cidade”, disse. A prefeita citou passos do empreendedorismo para reforçar junto às crianças a importância das mudanças pessoas, desde cedo. “Se a gente mudar a nossa maneira de ver e fazer as coisas, nós não estamos mudando as coisas para fora, mas para nós mesmos e o mundo ao nosso redor”, orientou. A exposição foi realizada na terça-feira e na quarta-feira. Outras escolas de ensino fundamental II também promoverão o evento.

A escola Philomena Briquesi Boso, de Alfredo Guedes, promove a exposição no dia 19 de novembro, Idalina Canova de Barros, no dia 30 de novembro, Guiomar Fortunata Borcat Coneglian, no dia 1 de dezembro, e Lina Bosi Canova no dia 3 de dezembro.

3263-3432

Avilapan FERMENTO FRESCO LEVASAF

Elson Avila

(14) 9643.4517

PRODUTOS DE PADARIAS E CONFEITARIAS Rua Otaviano Brizola, 168 - Vila Mamedina _ Lençóis Paulista - SP Fone: 14-3263.7300 - e-mail: avilapan@hotmail.com

GRUPO LWART

Fazendo hoje, cuidando do futuro Este é o nosso compromisso traduzido em responsabilidade corporativa, crescimento equilibrado e valorização da força de nossa gente.

www.grupolwart.com.br


Sabadão_59