Page 1

U2 EXCLUSIVO:

POR DENTRO DO PALCO DO

COMO FOI CONCEBIDO 360o, O MAIOR SHOW DA TERRA E MAIS: 30 ANOS DE REVOLUÇÕES DIANTE DO PÚBLICO

9

páginas

de rankings

pitty

“sempre falei que não era exemplo para ninguém”

AFROREGGAE adele RAPHAEL SAADIQ www.billboard.br.com

EDIÇÃO 18 abril DE 2011 R$ 9,90


_ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:10 AM


_ANUNCIOS.indd 3

4/1/11 12:11 AM


_ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:21 AM


_ANUNCIOS.indd 3

4/1/11 12:21 AM


19700 -- Arquivo:2 252812-18241-HW-13415-9-ANS INSTITUCIONAL CLARO 2011 51X30.5_pag001.pdf _ANUNCIOS.indd

4/1/11 12:25 AM


_ANUNCIOS.indd 3

4/1/11 12:25 AM


_ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:27 AM


_ANUNCIOS.indd 3

4/1/11 12:27 AM


fOTO: luciano ribeiro

abril 2011

44

p.

fOTO: Andy Shepp

AFROREGGAE: o poder transformador da música

50

p.

ADELE: aos 22 anos, ela emociona milhões

fOTO: Kevin Mazur/wireimage/getty images

de pessoas com música de qualidade

54

p.

O criador dos palcos do U2 conta como transformou o entretenimento em obras-primas

24 DREAMSEEKERS: a Billboard inova mais

Nº 1 das Paradas

uma vez e lista os artistas que podem estourar

nacional

Pg

BRASIL HOT 100 AIRPLAY

96

BRASIL HOT POP SONGS

97

THE BLACK EYED PEAS

BRASIL HOT POPULAR SONGS

97

LUAN SANTANA (PART. IVETE SANGALO)

BELO HORIZONTE HOT SONGS

98

KATY PERRY/

BRASÍLIA HOT SONGS

98

ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO/

CAMPINAS HOT SONGS

98

LUAN SANTANA (PART. IVETE SANGALO)

CURITIBA HOT SONGS

98

LUAN SANTANA (PART. IVETE SANGALO)

FORTALEZA HOT SONGS

98

BANDA GAROTA SAFADA

GOIÂNIA HOT SONGS

98

PAULA FERNANDES

PORTO ALEGRE HOT SONGS

98

THE BLACK EYED PEAS

RECIFE HOT SONGS

98

IVETE SANGALO

RIBEIRÃO PRETO HOT SONGS

98

EDUARDO COSTA

RIO DE JANEIRO HOT SONGS

98

EXALTASAMBA (PART. MARIANA RIOS)

SALVADOR HOT SONGS

98

CHICLETE COM BANANA

SÃO PAULO HOT SONGS

98

KATY PERRY

internacional

PG

HOT DIGITAL SONGS

99

Artista/ Título KATY PERRY (PART. KANNYE WEST)

HOT DANCE CLUB SONGS

99

TAIOCRUZ(PART.KYLIEMINOGUE&TRAVIEMCCOY)

SOCIAL 50

99

lady gaga

of Fame e relembra trabalho com The Who e The Doors

MÚSICA

81 RAFAEL SAADIQ: lenda do R&B conquista novas plateias e fãs

82 OS PARALAMAS DO SUCESSO: quase 30 anos de carreira e novo DVD

83 3 perguntas para EXENE CERVENKA,

a pioneira do punk na Costa Oeste americana

INTRO

15 HOUSENEJO: como é a mistura entre a balada e o sertanejo universitário

21 Q&A com Alex Rigopulos, especialista em jogos com música

E MAIS

66 OPINIÃO 68 look de artista 70 closet 72 música&moda

76 our stuff 80 agenda 92 popcorn 106 backstage

10 billboard brasil Abril 2011

Artista/ Título LUAN SANTANA (PART. IVETE SANGALO) QUÍMICA DO AMOR

THE TIME (THE DIRTY BIT) QUÍMICA DO AMOR FIREWORK

MIENTES TAN BIEN (MENTES TÃO BEM) QUÍMICA DO AMOR QUÍMICA DO AMOR CLONADO

pra você

THE TIME (THE DIRTY BIT) acelera aê quem é?

VIVER SEM TI

meu coração voou FIREWORK

E.T.

higher

FIASCO THE BILLBOARD 200 100 LUPE lasers

GAGA THE BILLBOARD HOT 100 102 LADY BORN THIS WAY

& SONS INDEPENDENT ALBUMS 103 MUMFORD SIGN NO MORE

J (PART. B.O.B.) HEATSEEKERS SONGS 103 JESSIE price tag

CONNICK JR. TRADITIONAL JAZZ ALBUMS 103 HARRY IN CONCERT ON BROADWAY SPALDIN CONTEMPORARY JAZZ ALBUMS 103 ESPERANZA CHAMBER MUSIC SOCIETY HEADS UP

+

Digital, Autorretrato, Cifras, Hot Spot, Trilha Pessoal, Antes e Depois e Fitness FOTO DE CAPA: Peter

Neill

fOTO: ADRIANO VIZONI

30 JAC HOLZMAN entra para o Rock And Roll Hall

36

p.

SEM MEDO DE DIZER NÃO

Aos 33 anos, PITTY lança DVD ao vivo e diz que fazer muitas concessões pode transformar a pessoa num fantoche


Em breve, no melhor do Brooklin.

Já imaginou um residencial com serviços de hotel? A gente imaginou para você. Perspectiva da piscina da cobertura

Visite o showroom ainda hoje. Rua Prof. José Leite e Oiticica, 434 eunaoimaginava.com.br Mais que um empreendimento, a Brookfield Incorporações lança um apartamento que faz todas as suas vontades, inclusive as que você ainda nem sabia que tinha. Muito lazer e serviços de hotel sem ser hotel. Todos customizados e personalizados. Perto dos shoppings Market Place, D&D e MorumbiShopping. Um verdadeiro objeto de desejo para morar ou investir.

49 m2 • 68 m2 • Duplex de 83 m2 Futuras Vendas:

Incorporação e Construção:

Projeto arquitetônico: MCAA Arquitetos. Projeto paisagístico: Benedito Abbud. Projeto de decoração das áreas comuns: Fernanda Marques. O empreendimento só será comercializado após o registro do Memorial de Incorporação no Cartório de Imóveis, nos termos da Lei nº- 4.591/64. Incorporadora responsável: Brookfield São Paulo Empreendimentos Imob. S/A - Av. das Nações Unidas, 14.171 - Marble Tower - 14º- andar - CEP 04794-000 - Brooklin Novo - São Paulo-SP. Creci Abyara: 20.363-J. Todas as imagens são meramente ilustrativas.

BOK_0025_11_ABRIL_AN. REV. BILBOARA HOME DESIGN 25.5X30.5.indd 1 _ANUNCIOS.indd 2

3/29/11 4:52 PM 4/1/11 12:29 AM


CARTA AO LEITOR

Publisher Antonio Camarotti Diretor Geral Bruno Setubal Conselho Editorial Alexandre Ktenas, João Marcello Bôscoli,

MERGULHO

Mario Velloso e Pedro Só Editorial Editora Executiva Gabriela Arbex Editor-Assistente Rodrigo Ortega Repórter Henrique Crespo

DE PONTA

Projeto Gráfico Marcos Kotlhar Arte Diretor de Arte Gian Di Sarno Editor de Arte Guto Serrão Designer Lucas Pazin Tratamento de Imagem André Ricci Romano

As duas dimensões que orientam o universo da música têm espaço nas páginas da Billboard Brasil. A primeira é a altura. Olhamos com atenção para cima, no alto das paradas, acompanhando o crescimento – ora lento, como o do americano Raphael Saadiq, 44 anos, ora meteórico, como o da inglesa Adele, 22 primaveras – até o topo dos rankings. Para abarcar a segunda dimensão, a largura, abrimos nossos braços para a diversidade, listando alguns dos melhores sons que você ainda não ouviu, na nova parada Dreamseekers. Também contamos a história de como a paixão pela música gestou uma experiência transformadora em alguns dos mais duros cenários urbanos brasileiros: o AfroReggae. Mas, você sabe, há outro nome maior, tão grande que salta à frente na capa desta edição – e faz o Morumbi pular nos dias 9, 10 e 13 de abril. O U2 leva o entretenimento a uma nova dimensão. A nova turnê está prestes a se tornar a maior da história. Não tínhamos outra escolha senão ir com eles para a terceira dimensão. A profundidade, seja do palco/nave espacial no centro da arena, seja da carreira que nunca estaciona em referências únicas, leva ao sucesso da turnê 360º. Para falar sobre essa experiência, não dá pra ficar na superfície. Tivemos uma conversa reveladora com o criador do conceito e do palco desta e de outras turnês geniais do U2, o inglês Willie Williams. Ele nos leva para onde toda a tecnologia de ponta usada pelos irlandeses converge: dentro do palco. Como diz um recente anúncio nos EUA, “na internet, você navega; nas revistas, mergulha”. Você já deve ter lido por aí que a caravana do U2 chega com 350 toalhas brancas, 75 celulares, 14 camarins, 15 tradutores e 14 mil litros de bebida. Mas, no fim das contas, a resposta está mais ao fundo que os números. Aliás, nossa resposta você sabe qual é. Music is the answer

os Editores

Tradução Luiz Marcondes Revisão Marisa Ribeiro Colaboradores Adriano Vizoni e Luciano Oliveira (fotos); Bráulio Lorentz, Jean Felipe Rios, Márcio Pinheiro, Marcos Bragatto e Roberto Sadovski (textos); Chris Fancini, Helena Campos, Joana Brito, Marcela Falcão, Maria Rita Makhlouf e Paula Martins (moda)

Billboard Brasil É Uma Publicação da BPP Promoções e Publicações Ltda. Rua Tapinás, 118, Itaim Bibi, São Paulo - SP - Cep 04531-050 redacao@billboard.br.com Departamento Comercial gerente comercial Daniela Sosigan ds@billboard.br.com São Paulo - Tel. (11) 3078-7711 comercial@billboard.br.com anuncie@billboard.br.com Operações Comerciais Lucimar Marostica opec@billboard.br.com Assinaturas www.billboard.br.com/assine assinaturas@billboard.br.com Impressão IBEP Gráfica Distribuição Dinap

Publisher Howard Applelbaum Diretor Editorial Bill Werde Editor Craig Marks Diretora De Arte Christine Bower-Wright Diretor De Rankings Silvio Pietroluongo Chefe Da Agência Internacional Mark Sutherland E5 Global Media, Llc Presidente James A. Finkelstein Diretor Executivo Richard D. Beckman Diretor De Operações Howard Appelbaum Diretor Financeiro Marshall Morris Vice-Presidente De Recursos Humanos Anne Doyle Vice-Presidente De Licenciamento Andrew Min Vice-Presidente De Circulação Madeline Krakowsky Vice-Presidente De Tecnologia Kuljit Saini Todos os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da revista. É proibida a reprodução total ou parcial de textos ou imagens sem prévia autorização dos editores.

12 billboard brasil Abril 2011


_ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:30 AM


CORREIO

edição 17 veja o que nossos leitores acharam da última edição

A matéria da Lady Gaga está incrível. Serviu para entender melhor os objetivos da nova música "Born This Way”. Jairo Knowles, de São Paulo, SP, via Twitter Não sei se fiquei com medo ou se gostei da Lady Gaga na capa da Billboard, mas que é impressionante é! Ana Luzia, de Porto Alegre, RS, via Twitter Até que enfim uma matéria com o Beady Eye em alguma revista aqui do Brasil. E ficou sensacional! Joana Carina Leão, de Recife, PE, via Twitter Muito boa a matéria sobre a briga da família Marley pelos direitos autorais do Bob. Lucas Contaifer, do Rio de Janeiro, RJ, via Twitter Sutil a matéria com a Paula Fernandes na última edição da Billboard. Além de linda, ela me pareceu simpática. Jean Paulo, de Manaus, AM, via Twitter Apesar de não ser fã de sertanejo, pop romântico, MPB universitário ou seja lá o nome que se dê ao estilo de Paula Fernandes e afins, achei muito interessante a matéria sobre a ascendente estrela. O texto desvenda um pouco do passado da artista e nos faz compreender que o caminho para o sucesso na maioria das vezes não é fruto de coincidências, mas sim de muita dedicação ao trabalho. Bruno Marçal, do Rio de Janeiro, RJ, por e-mail Caetano Veloso e Zé Ramalho na nova Billboard Brasil? Vou ser “obrigado” a comprar. Ai meu dinheiro [risos]. Leandro Medeiro, de São Paulo, SP, por e-mail Muito boa a nota do Queen na última edição. A melhor banda de rock! Thiago Ferraz , de São Carlos, SP, via Twitter

Amei a nota com a Mia, do CW7, indicando sites na revista. Eu amo demais a banda e queria vê-la mais vezes na revista! Manu Azevedo , de São Paulo, SP, por e-mail ANAHÍ EM ALTA Surpreendeu-me o fato de a Anahí ser amiga do Paulo Coelho. Além de boa cantora, também tem bom gosto para literatura. Kelly Fernandes, de Sorocaba, SP, por e-mail Amei a matéria com a diva Anahí. Merece capa, né Billboard? Ronaldo Arantes, de Guarulhos, SP, por e-mail Ficou muito linda a entrevista com a Anahí. As fotos da matéria arrasaram, ficaram perfeitas. Francisca Karyne S. da Stilva, de Fortaleza, CE, por e-mail Fico grato pela matéria sobre a cantora mexicana Anahí na Billboard de março. Eu nunca tinha comprado a revista antes, e estou comprando essa edição com todo prazer. Vitor Sancar, de São Paulo, SP, por e-mail SUGESTÕES E PEDIDOS Com o retorno do Kid Abelha, gostaria de sugerir que a Billboard fizesse uma capa com a banda. Leo Tijucano, do Rio, RJ, por e-mail

Adoraria ler um perfil sobre Hugh Laurie, mais conhecido por seu papel de protagonista na série House, que lança um álbum só de versões de clássicos do blues em maio. Nele, além de cantar, Laurie também toca piano. Prato cheio para uma boa reportagem! Ana Maria de Oliveira, de Santos, SP, por e-mail Com a aproximação do Rock in Rio, que considero um dos maiores festivais de todos os tempos, gostaria de ver na Billboard matérias com algumas das principais atrações, principalmente Coldplay e Red Hot Chilli Peppers, de quem sou superfã. Fica a dica. João Paulo Siqueira, de São Paulo, SP, por e-mail Olá, pessoal da Billboard, gostei muito da matéria sobre o Beady Eye, mas acho que agora vocês ficaram devendo uma sobre a nova carreira solo do Noel Gallagher. Acho que o disco dele vai ser bem melhor do que o do Liam, porque ele é o grande compositor. Abraços! José Eduardo da Costa, de Olinda, PE, por e-mail DESAFINAMOS Ao contrário do que foi publicado, o personagem do Arquivo da página 98 é, na realidade, Jamal “Gravy” Woolard, também rapper, que representou Notorious B.I.G. no cinema.

cante para a billboard

Para enviar críticas, elogios e sugestões, entre em contato via site, e-mail, Twitter ou Facebook. Só não se esqueça de sempre colocar nome completo e cidade. As mensagens selecionadas serão publicadas nesta seção. Nos reservamos o direito de resumir, corrigir e adaptar os textos enviados, sem que isso altere o conteúdo das mensagens

Site www.billboard.br.com Facebook www.facebook.com/billboardbrasil Twitter @BillboardBrasil E-mail redacao@billboard.br.com 14 billboard brasil Abril 2011

TWITTER Nossas notas provocaram os tuiteiros de plantão

TUÍTE DA REDAÇÃO

Que música não pode faltar nos shows do U2 no Brasil? @Gabblage

“Beautiful Day”, “Pride”, “Elevation”, “Magnificent”... Ah! U2 não tem música ruim! @jubiscreide

Quero mais é que o Bono Vox fique rouco, não vou mesmo! @patriciacrstina

“In A Little While”, “Mysterious Ways”, “Sometimes You Can't Make It On Your Own” e “Wild Horses” (essa última acho bem difícil). @tutinovaes

“Beautiful Day”, “Stay”, “Sunday Bloody Sunday”, “Sweetest Thing ”, “Original Of The Species” e “Miss Sarajevo”. @juliannacampos

Putz! São muitas. Mas, com certeza, não podem faltar “One” e” City Of Blinding Lights”. @rntbecker

Todas as antigas (boa parte delas, ao menos).


da copa ao rock • mercado • digital • autorretrato • cifras • por onde anda • hot spot • trilha pessoal • antes e depois • insight • fitness • Q&A

16 áfrica do sul

Estádios da Copa 2010 incluem país no circuito dos mega shows

p.

18 MAX CAVALERA

Família, futebol com o irmão Iggor e novo CD do Cavalera Conspiracy

p.

18 GLORIA TREVI

Da prisão brasileira ao sucesso: 20 milhões de discos vendidos

p.

21 ALEX RIGOPULOS

CEO da Harmonix diz que os jogos com música não morreram

FOTO: mauricio antonio

FOTO: divulgação

INTRO

p.

Conversa de botas batidas O flerte de balada entre o sertanejo universitário e a música eletrônica deu mais que namoro: gerou até um filho, o housenejo “Às vezes você procura uma batida, um loop, e tem que montar tudo. Dá um trabalho danado. Então, encomendei esse equipamento que os maiores DJs do mundo usam.” Esperar pela última tecnologia é comum entre produtores de música eletrônica. Nesse caso, porém, a entrega será feita na casa de Humberto Santiago, que usa o nome artístico Fernando na dupla sertaneja com o amigo Sorocaba. Ele vai direto a baladas de house – seu “segundo estilo preferido”. Na maioria das noites, claro, costuma abraçar o violão e seu amor principal: a música sertaneja. “Mas não aquela

melosa... O sertanejo atual está mais pra cima. O beat é quase o mesmo da música eletrônica. A letra também não é mais ‘ai, ela me largou e estou aqui na solidão’. Hoje é ‘ela me largou e quero ir pra balada, não tô nem aí’”, explica. Não foi só Fernando quem percebeu a semelhança. O CD Pista Sertaneja foi lançado no início deste ano pela Som Livre, com remixes eletrônicos de faixas de Luan Santana, Michel Teló, Jorge & Matheus e Fernando & Sorocaba. “Adorei o remix de ‘Paga Pau’”, elogia. O próximo trabalho da dupla deve ganhar uma versão inteirinha de remixes.

Fabiano Almeida, carioca de 35 anos que atende pela alcunha de Mr. Jam, foi o químico responsável pela fabricação de Pista Sertaneja a partir da síntese de sertanejo e eletrônico, algumas em versões aceleradas, ou “uptempo”. Seu gosto musical é uma imagem invertida de Fernando: fã de violões e botas, Mr. Jam tem o som para as pistas como titular no coração. Ele trabalha, por exemplo, com a cantora Wanessa. Convidado pela gravadora Som Livre a fazer os remixes do CD, ele não se acanhou: “A base foi o house comercial, minha vertente

À esquerda, MR. JAM, produtor de Pista Sertaneja, e à direita, SOROCABA

por Rodrigo

Ortega

preferida dentro da música eletrônica. Mas em algumas músicas era mais difícil encaixar, então usei também R&B, reggaetón e outros ritmos”, diz Mr. Jam. Ele se orgulha de ter sido o primeiro a usar o termo “housenejo” no Twitter e se empolga: “Acho que pode virar um novo estilo dentro do mercado nacional, uma segunda proposta paralela ao sertanejo”. Fernando é um pouco mais cauteloso: “Nosso foco ainda é o sertanejo”, esclarece. “Não dá pra saber se essa mistura com o eletrônico vai se consolidar no futuro.” Isso só o uptempo vai dizer. www.billboard.br.com 15


foto: BRUCE SUTHERLAND

INTRO

áfrica do sul

Copa 2010 deixa legado show

estádios construídos para o mundial ajudam o país por Diane Coetzer a se seguir na rota das grandes turnês Os craques internacionais se foram em agosto do ano passado. Mas ninguém tem reclamado das substituições. U2, Bon Jovi, Neil Diamond e Kings of Leon – sendo que os dois últimos irão se apresentar na África do Sul pela primeira vez – já tocaram no país desde o início do ano ou estão marcando shows para breve. A parceria da Live Nation, sediada na Cidade do Cabo, com a Big Concert planeja levar de cinco a seis shows por ano ao Cape Town Stadium e ao estádio FNB de Joanesburgo (conhecido como Soccer City). É um grande aumento desde os shows em estádios realizados por Rod Stewart, Lionel Richie e Elton John entre 2008 e 2010. A Big Concerts foi consultada sobre o design do estádio da Cidade do Cabo como um local multifuncional, assegurando que tivesse flexibilidade, acesso e estruturas necessárias para apresentações como o show 360º de ingressos esgotados do U2 em fevereiro, de acordo com o COO da Big Concerts, John Langford.

Ele descreve o estádio FNB, de 70 mil lugares e capacidade para mais de 100 mil, como “o melhor do mundo”. Além de impulsionar a construção de novos locais, os preparativos para a Copa do Mundo também incluíram melhorias nos padrões de saúde e segurança, afirma Langford. “A Copa do Mundo tornou a África do Sul um local muito acolhedor para eventos”, diz ele. A reação dos fãs à nova onda de shows em estádios no país – normalmente agendados como uma parada na volta de apresentações na Austrália – tem sido positiva. O U2 vendeu todos os ingressos em 13 de fevereiro para seu show em Joanesburgo no estádio FNB, com renda bruta de US$ 9,4 milhões e plateia de 94.232 pessoas, enquanto o show da banda em 18 de fevereiro na Cidade do Cabo teve renda bruta de US$ 6,1 milhões com vendas para 72.532 pessoas de acordo com o Billboard Boxcore. As vendas têm sido fortes para as futuras apresentações de Diamond e do Kings of Leon, que têm shows marcados

Cape Town está pronta para o rock. Será que o Brasil vai ficar também?

no Cape Town Stadium em 26 de outubro e no estádio FNB em 29 de outubro. Bon Jovi ainda tem de confirmar suas datas, mas também se espera que ele gere uma grande procura por ingressos. O coempresário da banda, Paul Korzilius, afirma que os novos locais para shows e o potencial para grandes vendas de ingressos convenceram a banda a visitar a África do Sul novamente, já tendo tocado em quatro grandes shows por lá em 1995. Mas ele afirma que shows nesse território terão que demonstrar que geram dinheiro para que a África do Sul possa se estabelecer no circuito internacional de shows.

“Ganhar dinheiro é o objetivo número 1, uma vez que as vendas de discos já não são uma fonte de renda significativa e merchandising é apenas a cereja do sundae”, afirma Korzilius. “Você precisa ter um sundae primeiro.” Langford afirma que os big concerts normalmente precisam vender 90% dos ingressos para atingir o break even. A empresa tem procurado patrocinadores corporativos para aumentar a lucratividade dos shows. A Nokia já está participando do Kings of Leon e mais negociações estão a caminho para outras turnês. Com reportagem de Ray Waddell

MERCADO

Conferência e premiação da Billboard reúnem nomes da música latina Shakira e Enrique Iglesias lideram indicações

16 billboard brasil Abril 2011

Henrique Crespo

Conheça os indicados para três dos principais prêmios: Artista Latino do Ano Aventura (Premium Latin) Camila (Sony Music Latin) Enrique Iglesias (Universal Music Latino) Shakira (Epic/Sony Music Latin) Canção Latina do Ano “Dime Que Me Quieres” (Fonovisa) Banda El Recodo “Cuando Me Enamoro” (Universal Music Latino) Enrique Iglesias com Juan Luis Guerra “Nina De Mi Corazon” (Disa) La Arrolladora Banda El Limon “Al Menos” (Fonovisa) La Original Banda El Limon

Álbum Latino do Ano Dejarte De Amar (Sony Music Latin) Camila

Euphoria (UniversalRepublic/UniversalMusicLatino) Enrique Iglesias Iconos (Sony Music Latin) Marc Anthony Sale El Sol (Epic/Sony Music Latin) Shakira

foto: ChinaFotoPress/Getty Images

O Billboard Latin Music and Conference Awards de 2011 vai reunir nomes de várias áreas relacionadas ao mercado da música latina entre os dias 26 e 28 de abril, em Miami. A conferência termina com um evento que premiará artistas, álbuns e canções que se destacaram em 2010. O Billboard Latin Music Awards, que é realizado desde 1990, leva em conta os dados de vendas e de execuções em rádio usados para compor os rankings que foram publicados nas edições de 6 de fevereiro de 2010 a 29 de janeiro de 2011. São ao todo 54 categorias. A colombiana Shakira e o espanhol Enrique Iglesias são os artistas com maiores números de indicações – cada um deles tem 13. Entre elas, as de Artista Latino do Ano e de Álbum Latino do Ano com os discos Sale El Sol e Euphoria, respectivamente. A mexicana Thalia e o dominicano Juan Luis Guerra também aparecem entre os indicados. Do México também surge um dos destaques para Duo ou Grupo Latino do Ano: o trio pop Camila, que já emplacou uma canção na trilha sonora da novela brasileira A Favorita. O prêmio Espírito de Esperança por realizações humanitárias completa a cerimônia. A premiação será transmitida ao vivo no dia 28 de abril pelo canal Telemundo.

por


Mais barulho na rede

Rita Free

foto: reprodução

Noisey.com traz apresentações captadas com tecnologia de ponta por Cortney Harding

Boa novidade para quem ficou órfão de Rita Lee na internet depois que ela deixou de ser assídua no Twitter. Toda a discografia solo da cantora e os discos com os Mutantes foram disponibilizados para serem ouvidos gratuitamente no site dela (www.ritalee.com. br). Não é possível baixar as músicas, apenas ouvir online. De Os Mutantes, estreia do grupo, de 1968, a Multishow Ao Vivo Rita Lee, de 2009, são 32 álbuns, inclusive Refestança, de 1972, com Gilberto Gil, e os seis álbuns que ela assinou com o marido Roberto de Carvalho nos anos 80.

milhões

Passou disso o número de visualizações no YouTube do vídeo de “On The Floor”, de Jennifer Lopez, apenas 20 dias após sua entrada no microblog. A música, que conta com a participação especial de Pitbull, faz parte do sétimo álbum de estúdio da cantora, Love?, que será lançado em maio após mais de um ano de atraso.

DIGITAL • CANAIS WWW

Ervas, arte e música

Alvinho Lancellotti, vocalista do grupo formado por alagoanos e cariocas Fino Coletivo, dá dicas até pra quem quer planejar sua própria horta

e-Skank fOTO: WEBER PADUA

Fãs da música indie interessados em saber mais sobre artistas emergentes têm inúmeras opções de endereços na web. Mas a busca por vídeos dos shows desses artistas traz pouco mais do que alguns clipes tremidos filmados por um celular. Para preencher essa lacuna no mercado, a Virtue Worldwide, agência de branding da Vice Records, está fazendo uma parceria com a Intel e com a Dell para lançar a Noisey.com, uma plataforma online de descoberta de música com foco em vídeos de shows. A Noisey.com terá curadoria de Jamie Farkas, gerente-geral da Vice Records, além da colaboração de membros da equipe nos escritórios internacionais. Não haverá nenhum clipe tremido – as imagens foram captadas e editadas pela equipe de vídeo da empresa e a música foi gravada das mesas de som. A novidade chegou ao mercado no dia 18 de março, durante o South by Southwest, com 40 artistas de 11 países – Estados Unidos, Reino Unido, México, Brasil, França, Alemanha, Espanha, China, Japão, Canadá e Austrália. Ao clicar no link de um artista, os visitantes chegam ao que o diretor de criação da Vice, Eddy Moretti, chama de “mergulho profundo”, com um breve documentário sobre como é o show e clipes dos shows ao vivo. Uma página do artista inclui posts sobre ele e possibilita acompanhar o Twitter e as demais contas de mídia social. “É uma revista interativa”, diz Moretti. “Enquanto alguém assiste a um vídeo, pode olhar os artigos, as informações, as mais recentes conversas nas redes sociais e as fotos.” Para a Oberhofer, empresa sediada no Brooklyn, um dos principais benefícios será a maior exposição em outros mercados musicais-chave. “Nós investimos dinheiro indo ao Reino Unido no ano passado sem perspectiva de retorno. Fazer turnê é duro financeira e fisicamente”, diz o gerente Simon Henderson. “Para nós é uma ótima maneira de estabelecer uma ligação divertida e autêntica com o público”, diz John Galvin, diretor do grupo de marketing parceiro da Intel, acrescentando que “se dermos aos fãs de música a oportunidade de ter essa experiência incrível, talvez eles pensem de forma diferente a respeito da Intel, porque sem nossa tecnologia isso não seria possível”. Para Michael Tatelman, vice-presidente da Dell, a Noisey. com dá ao fabricante de computadores outra oportunidade para alcançar jovens consumidores.

47 DIGITAL • NÚMEROS

fOTO: jd oliver/divulgação

BITS & BEATS

fOTO: Carol Mendonça

DIGITAL • OPINIÃO

1 A coisa funciona assim: o internauta entra no site e vê seis vídeos diferentes, cada um com um integrante da banda tocando a sua parte na música. Os vídeos acionados sincronizadamente tocam uma música. Com um aplicativo disponível no site, qualquer pessoa poderá gravar a sua parte. Depois de gravado, basta colocar o vídeo no lugar de um dos seis já existentes. Dessa forma o internauta poderá tocar com a banda do site. O Skank inicia essa experiência musical no site skankplay.com. A música disponível para essa jam session virtual é “De Repente” (Multishow Ao Vivo).

2 3 4 5

HORTINHA.COM.BR

Pra quem gosta de tempero, é uma delícia poder colher as suas ervas dentro de casa. Esse site é de uma empresa que elabora projetos de hortas residenciais. Isso quer dizer que você pode ter uma bela horta, até mesmo no seu apê. Eu tenho a minha e acho essa alternativa muito boa. Ainda mais nos dias de hoje...

LUIZFROTA.COM

Site do fotógrafo carioca Luiz Frota, um dos melhores da atualidade na minha opinião. Vale muito a pena viajar nas imagens que ele congela mundo afora. Muita sensibilidade!

PORTACURTAS.COM.BR

São mais de mil pequenos filmes no catálogo. É possível achar coisas muito boas! E coisas ruins também...

MATEUVELASCO.COM/SITE

Mateu Velasco é um artista plástico grafiteiro da pesada! No site dele você passeia pelos muros da cidade e do Brasil. Grafite com malandragem e sentimento!

CINEMAEMCENA.COM.BR

Para os amantes da telona! Site supercompleto sobre tudo que rola no mundo do cinema. Dá pra conferir os trailers, lançamentos, entrevistas com atores e diretores, opiniões da galera, fotos, trilhas sonoras e até roteiros completos. www.billboard.br.com 17


INTRO

AUTORRETRATO

CIFRAS

Pelé do rock

MAX: peladas e clássicos com o irmão

SUA GRANDE OBRA: Meus dois filhos, Igor (15) e Zyon (18). SHOW INESQUECÍVEL: O do Sepultura no Rock in Rio 2 [em 1991]. No fim, estávamos em transe. RIFF MEMORÁVEL: “Refuse/Resist”, do Sepultura – pura anarquia DISCO DA SUA VIDA: Apocalyptic Raids, do [grupo suíço precursor do death metal] Hellhammer. DISCO INUSITADO: Acho os primeiros discos da Legião Urbana geniais. O Renato Russo falava muito bem do Sepultura. O QUE GOSTA DE FAZER COM IGGOR, ALÉM DE TOCAR? Jogar bola, mesmo que ele seja meio cabeça quente para o esporte [risos]. SEPULTURA É: Parte da história do rock and roll brasileiro. Nós somos os “Pelés” do rock [risos]. Tenho muito orgulho, quebramos barreiras e mostramos que uma banda brasileira pode fazer sucesso lá fora.

65.000.000

A vendagem de discos do trio no mundo inteiro já ultrapassou essa marca.

150

Número de shows que fizeram parte da turnê do álbum American Idiot, que durou de 2004 a 2005. Foi a maior da história do grupo.

4

POR ONDE ANDA

Gloria Trevi ri à toa

18 billboard brasil Abril 2011

fOTO: Angel Delgado/Clasos.com/LatinContent/Getty Images

a mexicana que engravidou e pariu durante os 19 meses em que esteve presa em brasília dá a volta por cima “Não pense que estou deprimida (...) / Eu vivo cantando, dançando.” O novo single “Río De Ti” é uma boa resposta para a pergunta: “Por onde andará Gloria Trevi?”. A cantora mexicana foi acusada de abuso de menores e fugiu para o Brasil, onde foi presa em janeiro de 2000. Em 2002, foi divulgada a incrível notícia de que ela engravidou dentro da prisão – lá ela deu à luz Ángel Gabriel, hoje com oito anos. Exames indicaram que o pai seria o empresário Sergio Andrade, mas o caso nunca foi totalmente esclarecido. Finalmente extraditada para o México no fim daquele ano, ela foi solta em 2004. Desde então, Gloria não teve pudor de retomar a carreira e participar de diversos eventos. Um deles é a Billboard Latin Music Conference, em Miami, no dia 27 de abril, onde ela vai fazer uma sessão de entrevistas para falar sobre suas composições e sua próxima turnê. “Río De Ti”, seu novo single, tem clipe no YouTube com cenas de bebedeira e pegação coletiva entre jovens – a cantora pode ter sido declarada inocente, mas não virou santa. A faixa está no seu disco mais recente, Gloria, lançado em 22 de março. Quem acha que o álbum é o retorno dela está enganado: Gloria Trevi lançou outros três desde que foi solta e conseguiu alcançar tanto sucesso quanto nos anos 90 no México. Ela já vendeu mais de 20 milhões de discos. Em seu perfil no Twitter (@gloriatrevi, com mais de 300 mil seguidores), ela anuncia para a nova geração de fãs: “Fui, sou e sempre continuarei sendo LA TREVI”.

Green Day

TRIO AMERICANO LANÇA AWESOME AS FUCK, CD/DVD AO VIVO fOTO: adirano vizoni

fOTO: divulgação

Ex-Sepultura e Soulfly, Max Cavalera lidera o Cavalera Conspiracy com o irmão Iggor e lança novo CD, Blunt Force Trauma por Jean Felipe Rios

Número de Grammys na estante da banda: Melhor Álbum Alternativo para Dookie (1994), Melhor Álbum de Rock para American Idiot (2004) e para 21st Century Breakdown (2009), e Gravação do Ano para “Boulevard Of Broken Dreams” (2005).

21

Anos de carreira desde o primeiro lançamento, em 1990, com o disco 39/Smouth.

421

Já foram mais de quatro centenas de apresentações do musical American Idiot na Broadway. O espetáculo foi inspirado no disco de mesmo nome lançado pela banda em 2004.

100

Número de pessoas feridas no show realizado em Boston no dia 9 de setembro de 1994.

14.000.000 LA TREVI chuta a depressão

Número aproximado de cópias vendidas, em todo o mundo, de American Idiot, um dos maiores sucessos dos californianos.


HOT SPOT

TRILHA PESSOAL

Ecletismo paulistano

A rainha da noite

DANÇAR/ BEBER/ PAQUERAR Na Mata Café

Qual é o seu gênero preferido de música? Todos, absolutamente TODOS! Um show inesquecível: Rolling Stones, na praia de Copacabana, em 2006. Fui responsável pelo credenciamento de 4.367 pessoas. Uma música que lembre um acontecimento importante da sua vida: “Totalmente Demais”, cantada por Caetano Veloso no golden room do Copacabana Palace e dedicada a mim. Como você escolhe quem vai comandar a trilha sonora das festas que você organiza? Normalmente o line up já vem pronto, mas sempre prefiro bandas. Quem é, atualmente, o melhor DJ de São Paulo? Cara, só tem fera... Quem você gostaria de ver cantando em uma festa sua? Joan Armatrading [cantora britânica] e Leonard Cohen. A melhor música para acompanhar uma boa refeição: MPB ou [a coletânea de lounge music] Hôtel Costes com volume baixo. Quem é, na sua opinião, o (a) melhor cantor (a) brasileiro (a)? Precisaria de um milhão de caracteres para enumerar.

Rua da Mata, 70, Itaim Bibi • Tel. (11) 3079-0300 • Horário de funcionamento: de segunda a quinta, a partir das 20h; sexta e sábado, a partir das 21h (restaurante). De terça

fOTO: divulgação

O lugar abriga um restaurante e uma casa noturna. Ou seja, dá para começar na mesa e acabar na pista de dança. A casa foi inaugurada em 2000, mas ficou fechada para reformas durante dois meses. Voltou a funcionar em março. O espaço para shows fica nos fundos e é isolado acusticamente. Por lá já passaram nomes como o Beautiful Girls, General Elektriks, Beeshop, Sideral e Milton Guedes. Bandas cover tradicionais de São Paulo, como o The Soundtrackers e Frank Elvis & Los Sinatras, estão sempre por lá. A primeira toca nos dias 15 e 29 de abril; a segunda, no dia 23. Pop, rock, MPB e afins podem ser ouvidos ao vivo no Na Moita – nome do espaço musical – que tem capacidade para 250 pessoas e conta com bar. O restaurante volta com cardápio renovado.

Responsável pelas festas mais badaladas do eixo Rio-São Paulo, Alicinha Cavalcanti já foi até homenageada por Caetano

foto: Fran Parente

Sampa tem de tudo: casa antiga com cara nova e até música ao vivo em loja de discos

ALICINHA sonha com Armatrading e Cohen

a quinta, a partir das 21h30; sexta e sábado, a partir das 22h (Na Moita). Shows às 23h (de terça a quinta), 00h30 (sexta e sábado) e 20h30 (domingo) • www.namata.com.br

Galeria Nova Barão • Rua Barão de Itapetininga, 37, loja 51 (Rua Alta) Tel. (11) 3257-5938 • Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 11h às 20h • Site: http://locomotivadiscos.wordpress.com

John Fogerty

O ex-líder do Creedence Clearwater Revival faz shows em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte no início de maio

1970

Aos 25 anos, John compôs clássicos do chamado “swamp rock” (ou “rock de pântano”), juntando rock, country e blues

fOTO: Lester Cohen/WireImage/Getty Images

fOTO: Michael Ochs Archives/Getty Images

Ao som de DJs e de pocket-shows, os clientes curtem a tarde de sábado. Poderia ser mais um barzinho, mas o centro do evento é uma loja de discos. Além de vender música pop, rock, indie, eletrônica, folk e de outros estilos em diversos formatos, a Locomotiva também tem camisetas, livros, fanzines e outros itens ligados aos adoradores de música. O encontro deles virou, literalmente, uma festa. "Frequentar lojas de discos aos sábados é um hábito sagrado para os amantes de música e colecionadores. É um ponto de contato de quem gosta de música e nós queremos continuar fazendo o mesmo", explica um dos donos, Gilberto Custódio. Todo sábado são promovidos eventos abertos ao público. Em abril, passam por lá Kid Vinil, Shuriken, DJs set de Dago Explode e Café Elétrico, entre outros.

foto: renato custodio

dançar/beber/paquerar Locomotiva Discos

ANTES E DEPOIS

2010

John recebe prêmio por suas composições da associação americana Broadcast Music Incorporated

O compositor, vocalista e guitarrista John Fogerty, 65, é um dos nomes mais importantes do rock americano. De 1967 a 1972, foi líder do Creedence Clearwater Revival e compôs as clássicas “Proud Mary”, “Green River” e “Have You Ever Seen The Rain?”. Da carreira solo, o CD mais conhecido é Centerfield, de 1985. www.billboard.br.com 19


INTRO

INSIGHT

Complicada e perfeitinha

fOTO: Morten Larsen

O hitmaker inglês Taio Cruz compôs a balada “Telling The World”, faixa da trilha sonora da animação Rio, inspirado em pássaros, Coldplay e um namoro não muito bem-resolvido por Rodrigo Ortega

TAIO CRUZ: música nova, filme antigo...

Taio Cruz tinha duas cartas na manga quando foi convidado a participar da trilha de Rio, animação ambientada no Rio de Janeiro, dirigida pelo brasileiro Carlos Saldanha (de A Era do Gelo). A primeira está no sangue: o músico inglês, dono dos hits “Dynamite” e “Break Your Heart”, é filho de uma brasileira. Mesmo sem conhecer nosso país, desde a infância a mãe enchia a casa de “músicas e ritmos diferentes”, o que deve ter ajudado o músico a entrar no espírito da aventura carioca. Seu segundo trunfo veio do coração: a faixa “Telling The World” começou a ser criada antes do convite, inspirada em sua namorada na época. “Fui a uma reunião com os produtores e eles me mostraram o filme. Na mesma hora, disse: ‘Tenho uma música que não está finalizada, pode funcionar muito bem’. Mostrei lá mesmo e eles ficaram malucos pela canção. Finalizei acrescentando referências aos personagens que voam, para combinar com o filme”, revela o compositor. “A inspiração original foi minha antiga namorada. Ela é uma pessoa maravilhosa, escrevi várias canções lindas sobre ela”, derretese Taio. Mas a relação já terminou? “Hmm... É complicado!”, diz o cantor, usando a mesma expressão do status no Facebook para casais com relacionamentos enrolados.

A base para a declaração de amor é mais puxada para o rock, diferente do R&B e hip hop dos outros sucessos do inglês. “A versão inicial era até mais balada de rock do que a que foi gravada. Tinha bateria acústica, era mais parecida com Coldplay”, diz Taio, que também é fã de Oasis e Kings of Leon. “Na versão do filme eu deixei um pouco mais pop, porque acho que esperam isso de mim”, admite. “A história de amor no filme é inacreditável. É muito animadora, sobre superar qualquer obstáculo. O pássaro não consegue voar e aprende...”, diz Taio. Já a história real parece um pouco menos animadora. Alguns minutos depois da entrevista, em uma conversa com uma bela brasileira, o músico atualiza seu status de relacionamento e afirma: “Estou solteiro”. Esse filme é antigo...

FITNESS

Na cola de Rocky Balboa

Faixa preta em muay thai – modalidade que permite, além dos punhos, também o uso de cotovelos e joelhos e até chutes – e treinador de boxe da academia carioca Estação do Corpo, Flavio Almendra começou a praticar o esporte há 27 anos. Foi quatro vezes campeão estadual de boxe e outras quatro campeão brasileiro de muay thai, presidente da Liga no estado e, atualmente, além das aulas, roda o país organizando eventos relacionados às lutas. Ao contrário da maioria dos professores – que prefere treinar seus alunos ao som de hip hop, com uma levada mais marcada e maior identificação com a cultura do boxe underground –, Flávio gosta de músicas mais dinâmicas, capazes de estimular a vontade de treinar. “Versões diferentes da mesma música completam a brincadeira”, explica. 20 billboard brasil Abril 2011

PLAYLIST PARA uma aula de 60 minutos “Eye Of The Tiger”, em três diferentes versões, garante energia ao treino 1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15.

“Can You Feel It?” • Jean Roch (Antonie.Remix Vs. DJ Ribas) “Eye Of The Tiger” • Survivor “It's A Fight” • Three 6 Mafia “Gonna Fly Now” • Bill Conti (John x Remix) “Sandstorm” • DJ Darude (Radio Edit) “Eye Of The Tiger” • Amel Bent “Burning Heart” • Survivor “Living In America” • James Brown “Workout Theme” • Survivor “I Feel Good” • James Brown “Sex Machine” • James Brown “Take You Back” • Frank Stallone “Eye Of The Tiger” • All Sunset Crew Remix “Gonna Fly Now House” • Antonie.Remix Vs. DJ Ribas “I Gotta Feeling” • The Black Eyed Peas

foto: divulgação

Músicas dinâmicas e versões diferentes de uma mesma canção estimulam a vontade de treinar boxe


Q&A

Alex Rigopulos

Levando-se em conta as quedas nas vendas de videogames musicais nos últimos dois anos, ser “a cara” desse gênero talvez já não seja algo para se gabar como era no passado. Mas é um título que o cofundador/CEO da Harmonix Music Systems usa com orgulho. Rigopulos tem se envolvido em todos os estágios de evolução do mercado de jogos musicais na Harmonix, da criação da pioneira franquia Guitar Hero, em 2005, ao lançamento de Rock Band e Dance Central logo após a aquisição da empresa por parte da MTV em 2007 até a subsequente venda da Harmonix para um grupo de investidores privados no ano passado. Nesse período, os videogames deixaram de ser uma ótima fonte de aumento de receita para gravadoras para se tornar um negócio que está encolhendo rapidamente, afogado pelo excesso de lançamentos e pela falta de inovação. Essa mudança abrupta na sorte culminou, em fevereiro, com o anúncio por parte da Activision de que estava fechando a unidade de negócios do Guitar Hero. Agora, a Harmonix voltou a ser uma desenvolvedora independente de videogames com algo a provar. Mas nada disso incomoda Rigopulos, que estudou música no Massachusetts Institute of Technology e continua a ser um baterista e um gamer dedicado. Os jogos com música morreram? É claro que não. Jogos com bandas são um subgênero bem específico. Jogos musicais enquanto categoria é algo muito mais diverso do que jogos de dança. Existe bastante terreno criativo novo sob o guarda-chuva da música interativa que não tem nada a ver com a simulação de performances de bandas. Jogos com bandas se tornaram um negócio muito menor. Na escala certa, são um negócio saudável que pode ser cultivado em longo prazo com rentabilidade e a Harmonix pretende fazer isso. A que você atribui a rápida ascensão e queda dos jogos de bandas? Essa experiência era muito atraente para pessoas que nem eram gamers em

foto: divulgação

CEO da harmonix music systems diz que os jogos com música não morreram e que ainda há muito terreno criativo por Antony Bruno

ALEX quer colocar milhões para dançar no game Dance Central

2007 e 2008, quando houve o boom. Ainda existem jogadores que eram e continuam fãs ardorosos do jogo. Mas o boom envolveu jogadores ocasionais que foram atraídos para esse mundo. Se por um lado eles vieram em grande quantidade, por outro é normal que partam em busca de coisas novas. A indústria da música matou a galinha dos ovos de ouro ao cobrar muito caro pelos licenciamentos? A indústria da música tem seus interesses de negócios para cuidar e os desenvolvedores de games têm seus próprios interesses também. Às vezes esses interesses podem estar em lados opostos na hora de dividir os lucros. Mas é uma tensão que ocorre naturalmente em qualquer negócio. Não creio que seja justo dizer que a indústria da música tenha contribuído para a contração nos negócios. Na verdade, eles, assim como nós, precisam se adaptar às mudanças. Qual o futuro das franquias Rock Band e Game Central? Em curto prazo, Rock Band 3 continua a ter muitas oportunidades ainda não realizadas. Continuaremos a fomentar esse produto por bastante tempo, tanto por meio de expansão de conteúdo – porque existe incrível conteúdo musical que ainda não chegou à plataforma Rock Band e nós vamos continuar a adicionar conteúdo empolgante – como seu potencial para a modalidade Pro, que ainda não atingiu o auge. No longo prazo, o que fica claro é que o mercado exige reinvenção: não há muito que eu possa dizer por enquanto. Mas continuamos muito comprometidos com essa franquia. E quanto ao Dance Central? Ele está no início de seu ciclo de vida. E foi muito bem no varejo. Acreditamos que existe um enorme mercado que ainda não atingimos, uma vez que o Kinect acabou de ser lançado. Há uma grande oportunidade de colocar milhões de pessoas para dançar e isso nos deixa muito entusiasmados.

Música. Entenda do que é feita.

Ligue: 11 3078 7711 assinaturas@billboard.br.com

Assin e receba e em cas a!


Job: 29219-022 -_ANUNCIOS.indd 2 Empresa: Publicis -- Arquivo: 29219-022-51x30.5-AnCSI Las Vegas-RevBillboard_pag001.pdf

4/1/11 12:32 AM


_ANUNCIOS.indd 3

4/1/11 12:32 AM


A melhor música que você ainda não ouviu... Assim a Billboard americana apresenta uma de suas mais interessantes inovações, expondo artistas que podem estourar

24 billboard brasil Abril 2011

Long Beach, Califórnia, que ganhou fãs do mundo inteiro graças ao YouTube e às suas letras engraçadas, aos seus comentários sociais inteligentes e à abordagem agressiva na comunidade do portal de vídeos. Com quase cinco milhões de views no YouTube, Traphik exemplifica um modelo vitorioso para a nova indústria da música: produzindo conteúdo atraente com regularidade e indo além de apenas música gravada para criar entretenimento multimídia que o público sente necessidade de compartilhar. O YouTube também impulsionou as carreiras de outros artistas da Uncharted, incluindo o DJ BL3ND, o “DJ que usa uma máscara do Chucky” e que define seus sets com um elemento visual de alta energia inesquecível, e Pomplamoose, uma dupla de indie pop que transformou uma presença forte no YouTube em exposição nacional num comercial da Hyundai para o período de Natal que parece estar em toda parte. Alguns artistas da Uncharted, incluindo Colette Carr e Laura Roppe, estão utilizando streaming para fazer com que sua música alcance as massas. E outros, como os artistas dos últimos quatro rankings, estão transformando o sucesso online em vendas e subindo para outras paradas da Billboard.

ANNA CALVI

Cantora e compositora

londres, reino unido

foto: Maisie Cousins

Em janeiro, a Billboard americana apresentou a iniciativa Dreamseekers, focada nas carreiras de artistas em desenvolvimento ou ainda não descobertos. Este programa inclui um ranking semanal de artistas que ainda não apareceram numa das grandes paradas da Billboard e um kit de ferramentas profissionais para emergentes, batizado de Billboard Pro Toolset, criado para ajudar artistas a alcançar seus objetivos musicais. Os rankings e os destaques aqui apresentados recapitulam as quatro semanas entre 19 de fevereiro e 12 de março. Artistas que ainda não estão nas paradas são ranqueados pelo sistema Heat Score – uma fórmula que incorpora execuções por streaming, page views e fãs de acordo com o MySpace Music e também fontes medidas pelo agregador Next Big Sound, incluindo YouTube, Facebook, Twitter e Last.fm, entre outros. Desde sua estreia, a parada tem demonstrado que artistas de uma vasta gama de estilos, com diferentes níveis de experiência e vindos de regiões geográficas diferentes, têm tido muito sucesso em engajar seus fãs diretamente. Ocupando a 1ª posição há seis semanas está Traphik, um rapper e comediante americano-tailandês de

A cantora londrina registrou uma grande ascensão nas primeiras quatro semanas do ranking com um vocal que parece psicografar outras musas indies como Victoria Legrand (Beach House) e Cat Power.

Não vai demorar muito para seus fãs começarem a dizer que já a conheciam antes de ser famosa. A posição de Calvi em fevereiro na Uncharted se deve a seu alto número de ouvintes no MySpace.


TOP 50 Uncharted Semanas de 19 de fevereiro a 12 de março

Traphik

www.myspace.com/traphik

The Deadlies

www.myspace.com/thedeadliesmusic

Jamie Lynn Noon

www.myspace.com/jamielynnnoon

19 20 21

Jesus Adrian Romero www.myspace.com/jesusadriannet

Alyssa Bernal

indie pop • Corte Madera, CA

www.myspace.com/alyssabernal

Pomplamoose

www.myspace.com/pomplamoosemusic

DJ BL3ND

foto: divulgação

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18

www.myspace.com/blendizzy

Colette Carr

www.myspace.com/colettecarr

Tyler Ward

www.myspace.com/tylerward

Banda Supertoy

www.myspace.com/bandasupertoy

Javier Jofre

www.myspace.com/javierjofre

Laura Roppe

www.myspace.com/lauraroppe

Diyar Pala

www.myspace.com/diyarpala

Dave Days

www.myspace.com/davedays

Zikos

www.myspace.com/zikos

The 4onthefloor

www.myspace.com/the4onthefloor

Sungha Jung

www.myspace.com/jungsungha

DJ Bam Bam

www.myspace.com/djbambam

Porta

www.myspace.com/porta1

Call Us Forgotten www.myspace.com/callusforgotten

Otenki

www.myspace.com/otenki

A dupla de superastros do YouTube, que recentemente entrou com tudo na mente do público americano graças a um comercial de Natal da Hyundai, é uma prova do que é ser um artista que estoura nessa área: o canal dos dois no site já alcançou 50 milhões de exibições.

22 23 24 25 26

Noisia

www.myspace.com/denoisia

Aj Rafael

www.myspace.com/ajrafael

Your Favorite Enemies www.myspace.com/yourfavoriteenemies

Nicolas Jaar

www.myspace.com/nicolasjaar

Superman Is Dead

www.myspace.com/supermanisdead

www.billboard.br.com 25


Pop-rock alternativo • Portland, Oregon

www.myspace.com/galaxyfarm

foto: divulgação

Galaxy Farm

foto: divulgação

27

JAMIE LYNN NOON: indie sem medo de cantar “Silent Night” (a popular “Noite Feliz”)

O trio lançou um EP autointitulado de graça pelo Bandcamp no ano passado e tem ganhado cada vez mais notoriedade. No meio de fevereiro, obteve quase 65 mil execuções de novas músicas no MySpace. Fãs de Muse e Kings of Leon, preparem-se!

Maddi Jane

www.myspace.com/maddijanemusic

Girl Talk

www.myspace.com/girltalk

Yann Tiersen

Clássico/Folk • Bretanha, França

www.myspace.com/yanntierseninprogress

Fora da Europa, este compositor contemporâneo é mais conhecido por ter feito a música do filme O Fabuloso Destino de Amélie Poulain. A trilha sonora e seus seis álbuns sem dúvida impulsionaram as milhares de execuções que ele obtém na Last.fm semanalmente.

31 32 33 34 35

Jet Black Kiss

www.myspace.com/jbkmusic

Devlin

www.myspace.com/officialdevlin

Sozay

www.myspace.com/sozay

Sam Tsui

www.myspace.com/samtsui

Purple Grim

www.myspace.com/purplegrim

26 billboard brasil Abril 2011

foto: divulgação

28 29 30

A parada Uncharted reconhece artistas que estão aumentando sua base de fãs por meio de envolvimento online de maneiras que vão além das medidas tradicionais por vendas ou execuções radiofônicas. O objetivo da Billboard para essa parada não é apenas destacar e mapear essas conquistas, mas ajudar em sua expansão ao apresentar esses músicos batalhadores a um público mais amplo de fãs e profissionais da indústria da música. Ao longo das seis primeiras semanas da Uncharted, alguns artistas conseguiram dar saltos impressionantes dentro da própria parada. Um desses é Jamie Lynn Noon, que chega à 3ª posição na recapitulação geral. Jamie subiu dez posições em 12 de fevereiro, passando do 12º ao 2º lugar com mais de 182 mil execuções de músicas no MySpace durante a semana dessa parada, graças à atenção conquistada pelo lançamento digital de seu Angels Spoke em 24 de janeiro. Ainda no Top 5 esta semana, as músicas pop de clima sonhador e cheias de emoção da cantora/ compositora radicada em Los Angeles têm sido ouvidas por streaming no MySpace e, com grande frequência, estão conquistando ouvintes na Last. fm. Essas execuções renderam a ela a 25ª posição na parada Social 50 da Billboard em dezembro quando seu single de Natal, “Silent Night”, foi apresentado na loja iTunes em sua seção de lançamentos. Depois de anos tocando flauta em bandas e cantando em corais e teatros, Jamie começou a levar música a sério depois do colegial, quando passou a aprender piano e a compor suas próprias músicas. Lançou seu EP de

estreia por conta própria, A Moment To Break, em 2009, e tem crescido em ritmo constante desde então. O sucesso online de Jamie vem do uso estratégico da música no MySpace para atingir fãs em potencial. “Quando coloquei minhas músicas no MySpace pela primeira vez, comecei a pesquisar artistas que tivessem músicas parecidas com as minhas para atingir seus fãs”, conta. A lista de artistas semelhantes da Last.fm a ajudou a encontrar pessoas que pudessem se interessar pelo seu som. Jamie recentemente se mudou da região de Bay Area para Los Angeles para alavancar sua carreira. Atualmente está focada em “gravar e trabalhar com novos compositores”, mas planeja fazer vídeos e começar uma turnê num futuro próximo. Outro artista em ascensão é Dash Berlin, o 39º na lista, que estreou na 36ª posição e subiu 20 posições em duas semanas. A dance music futurística do DJ lhe rendeu muitos seguidores na pista de dança por toda a Europa e ele está no meio de uma turnê a todo vapor que o levará a Canadá, Rússia, Estados Unidos, América Latina e Indonésia. Berlin já conquistou mais de 14 mil fãs no Facebook e 2,6 mil fãs na Last.fm depois do lançamento de Disarm Yourself com a participação da cantora australiana Emma Hewitt. E, se por um lado encontrou uma plateia ao vivo nas baladas, Berlin também usou o YouTube como ferramenta de promoção e como plataforma criativa. O vídeo oficial da música “Till The Sky Falls Down” já teve mais de seis milhões de exibições desde 2008.


Nana

www.myspace.com/nanaworld

Honorata Skarbek www.myspace.com/imnotprincess

Fokus

www.myspace.com/fokuspace

Dash Berlin

DAVID CHOI Cantor e compositor

Orange County, Califórnia foto: divulgação

Ariana Grande

www.myspace.com/arianagrande

Joseph Vincent

www.myspace.com/josephvincentmusic

Pee Wee Gaskins

www.myspace.com/peeweegaskinsrawks

F.B.O.D.

www.myspace.com/fbod-band

Enter Shikari

www.myspace.com/entershikari

www.myspace.com/beardyman

Big Sean

www.myspace.com/uknowbigsean

O compositor e “produtor de YouTube” coreano-americano passou duas semanas na Uncharted para aterrissar na 18ª posição da parada de Comedy Digital Tracks da Billboard com “I'm Hardcore”, parceria com Ryan Higa e JR Aquino. Choi afirma que seu sucesso no YouTube ocorreu de forma totalmente inesperada no início. “Eu não saí exatamente fazendo

ARCHITECTS Metalcore

propaganda [da minha página no YouTube] porque, a princípio, queria seguir como compositor e produtor”, explica ele. “A vida é estranha!” No entanto, depois que sua música “YouTube (A Love Song)” foi apresentada na homepage do site, novos fãs começaram a surgir e, quando se deu conta, Choi já tinha mais de 700 mil assinantes em seu canal.

Brighton, Inglaterra foto: divulgação

Beardyman

Quando o protegido de Kanye West Big Sean lançar seu álbum de estreia este ano, ele pode muito bem chegar a uma das paradas de vendas ou execuções da Billboard. Mas até lá, o rapper de Detroit tem frequentado a Uncharted. Sua estada de um mês nessa parada se deve a mixes de sucesso que continuam a lhe garantir execuções por streaming e milhares de novos fãs no Facebook, Twitter e MySpace toda semana.

47 48 49 50

Artistas que surgiram na UNCHARTED e subiram nas paradas

www.myspace.com/dashberlin

foto: divulgação

36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46

The Bloody Beetroots www.myspace.com/thebloodybeetroots

Scarless

www.myspace.com/scarlessband

Excision

www.myspace.com/excision

Hayden Panettiere www.myspace.com/haydenpanettiere

Não é de surpreender o fato de a banda de hardcore radicada no Reino Unido Architects tenha sido promovida da Uncharted uma semana depois de sua impressionante estreia.

O quarteto subiu facilmente no ranking para estrear na 12ª posição (esta aparição coincidiu com o lançamento de seu quarto álbum, The Here And Now) e no meio de fevereiro www.billboard.br.com 27


DECODER

St. Petersburg, Flórida foto: divulgação

Pós-hardcore

ARTISTA

EXIBIÇÕES

# UNCHARTED

1

Traphik

4.939.511

1

2

Tyler Ward

1.520.934

6

3

Dave Days

859.314

11

4

Sungha Jung

843.152

14

5

DJ BL3ND

500.938

4

TOP 5 twitter

sucesso, incluindo Versa Emerge e Of Machine. “Por mais que tentemos nos expor por meio da internet e das mídias sociais, eu acho que a maior parte ocorreu por propaganda boca a boca”, diz o baixista Bryce Sipes. “As pessoas que gostam do som mostram aos seus amigos.”

TOP 5 FACEBOOK #

ARTISTA

NOVOS FÃS

# UNCHARTED

1

Porta

204.444

16

2

Jesus Adrian Romero

160.226

19

3

Superman Is Dead

113.469

4

Pee Wee Gaskins

5

Sam Tsui

28 billboard brasil Abril 2011

Novos fãs durante o período que vai de 19 de fevereiro a 12 de março

Com o lançamento de seu álbum homônimo pela Rise Records, o sexteto de pós-hardcore de St. Petersburg, na Flórida, aumentou sua presença online para assegurar a 44ª posição na parada de Heatseekers Albums da Billboard. Sua formação inclui membros de outras bandas de

#

ARTISTA

NOVOS SEGUIDORES

# UNCHARTED

1

Ariana Grande

41.273

40

2

Big Sean

35.122

46*

3

The Pretty Reckless

26.841

N/A*

4

Mindless Behavior

14.548

N/A*

5

Devlin

10.962

32

TOP 5 MYSPACE #

ARTISTA

EXECUÇÕES

# UNCHARTED

1

The Deadlies

965.440

2

2

Jamie Lynn Noon

872.677

3

26

3

Colette Carr

734.251

5

87.304

42

4

Banda SuperToy

658.552

7

65.000

34

5

Javier Jofre

588.435

8

Exibições durante o período que vai de 19 de fevereiro a 12 de março

#

Novos seguidores durante o período que vai de 19 de fevereiro a 12 de março *Promovido do Uncharted para outros rankings durante o período de recapitulação

TOP 5 you tube

com fãs via Twitter assegurou que a atenção dedicada a eles permanecesse. Armados com um acúmulo de quase 150 mil execuções de música no MySpace em fevereiro e uma base de fãs que cresce em ritmo constante no Facebook e no Twitter, a banda planeja lançar uma turnê no Reino Unido no fim de abril para promover o álbum.

Execuções das músicas durante o período que vai de 19 de fevereiro a 12 de Março

ele chegou à 47ª colocação na parada de Heatseekers Albums. A princípio, os Architects atraíram a atenção sem dúvida alguma por fazer turnê com bandas de hardcore mais estabelecidas, como Norma Jean e Atreyu, além do patrocínio de marcas como Vans e do energético Monster. No entanto, sua interação constante


Job: 28835-024 -_ANUNCIOS.indd 2 Empresa: Publicis -- Arquivo: 28835-024-An New Gent Azul-255x305_pag001.pdf

4/1/11 12:34 AM


foto: Stephen Lovekin/Getty Images

JOHN DENSMORE, ex-baterista dos The Doors, presta rever锚ncia a JAC HOLZMAN na cerim么nia do Rock And Roll Hall of Fame

30 billboard brasil Abril 2011


Executivo rock’n’roll

Ao entrar para o Rock And Roll Hall of Fame, Jac Holzman, da Elektra, lembra seu trabalho com The Doors, The Who e a revolução no folk que sacudiu os anos 60 Phil Gallo por

Instinto, palpites, reações que vêm do coração – Jac Holzman segue e presta atenção nessas coisas desde o lançamento da Elektra Records em 1950 até hoje, atuando como consultor digital da Warner Music Group. Seu palpite mais significativo talvez tenha ocorrido oito compassos depois do início da performance de “Maggie´s Farm” de Bob Dylan, em 1965 no Newport Folk Festival. A Elektra era uma das mais importantes gravadoras de folk na época e Holzman decidiu, na área dos fotógrafos, que um futuro de sucesso dependia de ele se mudar para a Califórnia. A mudança mudou também a maré de sorte da Elektra, que desabrochou na Costa Oeste com um elenco de roqueiros que começou com Paul Butterfield Blues Band, Love e The Doors e cresceu para incluir Tim Buckley, Carly Simon e até mesmo o Queen. “Cheguei ao rock'n'roll por meio do folk e da música negra do sul dos EUA”, diz Holzman. “Sonny Terry, Josh White, Leadbelly. Eu notei quanto Woody Guthrie e Leadbelly realmente mudaram a música folk. O folk tinha sido como pedras num rio durante mil anos e o medo era que a tradição

se perdesse se você começasse a tocar músicas novas. Assim que uma mídia que tornava a música portátil foi criada, esses dias acabaram.” Holzman criou a Elektra e seu ramo clássico, a Nonesuch, como selos voltados para álbuns, uma estética que ele continuou à medida que a gravadora ia na direção do rock. “Na verdade, nunca gravei singles”, lembra ele. “O single existia para preparar um público, para dar a melhor representação possível da essência de um álbum. A primeira vez que ouvi um lançamento da Elektra no rádio, foi 'My Little Red Book´, do Love. Eu estava dirigindo de Nova York para Annapolis. Aquilo foi realmente emocionante. Eu nunca entrei realmente em singles, mas eu sabia que se continuássemos comendo pelas beiradas, acabaríamos chegando ao centro das coisas.” No discurso que o apresentou, John Densmore, ex-baterista dos Doors, agradeceu a Jac por ter pago os danos no estúdio provocados por Jim Morrison depois de gravar “Light My Fire”. Aos 79 anos, Jac Holzman tem muito a ensinar à indústria da música.

JAC HOLZMAN assina contrato com JUDY COLLINS www.billboard.br.com 31


TURMA DE 2011

ALICE COOPER

NEIL DIAMOND

DR. JOHN

DARLENE LOVE

Vincent Fournier, nome verdadeiro do ícone do shock-rock, conquistou seu primeiro e único número 1 na Billboard 200 em 1973, com Billion Dollar Babies, mas no total já emplacou 24 álbuns, incluindo os top 10 School's Out (1972), Muscle Of Love (1973) e Welcome To My Nightmare (1975). Cooper emplacou 21 músicas no Billboard Hot 100 entre 1971 e 1991 e três top 10: “School's Out” (Nº 7), “You And Me” (Nº 9) e “Poison” (Nº 7).

Além de ter colocado seis álbuns na Billboard 200, o músico de New Orleans já teve quatro músicas no Hot 100. “Right Place, Wrong Time” chegou ao número 9 em 1973. Apenas um dos álbuns de Dr. John chegou à metade superior da Billboard 200, In The Right Place, na 24ª posição em 1973. Dos sete trabalhos que apareceram no Traditional Jazz Albums, dois – “In A Sentimental Mood” (1989) e “Goin' Back To New Orleans” (1992) chegaram ao número 1.

Entre 1966 e 2010, ele lançou 49 álbuns que chegaram ao Billboard 200, incluindo seu primeiro número 1, Home Before Dark, de 2008; 17 deles chegaram ao top 10. Apesar de sua carreira datar dos anos 60, Diamond já vendeu 17,2 milhões de álbuns desde 1991, de acordo com o Nielsen SoundScan. De 1966 a 1986, ele teve 53 músicas no Hot 100, três das quais chegaram ao número 1: “Cracklin' Rosie”, “Song Sung Blue” e “You Don't Bring Me Flowers”.

foto: Gilles Petard/Redferns/getty images

fotos: Michael Ochs Archives/Getty Images

eles entraram no rock and roll hall of fame em março. mas há décadas têm impactado as paradas

TOM WAITS

LEON RUSSELL

O compositor e cantor já vendeu 4,6 milhões de álbuns nos EUA desde 1991, de acordo com o Nielsen SoundScan e já lançou 17 álbuns que apareceram na Billboard 200 entre 1975 e 2010. Nenhuma de suas músicas jamais chegou às paradas Hot 100, Adult Contemporary, Mainstream Rock ou Modern Rock. Mas oito dos álbuns de Waits chegaram ao top 100 da Billboard 200; o mais alto colocado, Real Gone, atingiu a 28ª posição em 2004.

Depois de saber que tinha faturado US$ 2 milhões em 1966, Jac comemorou assim: “Uau, agora podemos arriscar mais!” 32 billboard brasil Abril 2011

Se por um lado Darlene Love já teve sua própria coleção de hits como artista solo nas paradas da Billboard – incluindo quatro singles no Hot 100 –, ela é mais conhecida por seu trabalho, frequentemente não creditado, como vocalista para outros artistas. O mais famoso foi como voz principal do número 1 dos Crystals, “He´s A Rebel”. Como membro de Bob B. Soxx & the Blue Jeans, ela conquistou um hit no número 8 com “Zip-a-Dee Doo-Dah”.

Seu álbum em parceria com Elton John em 2010, The Union, estreou em 3º lugar na Billboard 200 e se tornou o álbum de Russell de mais alta posição nas paradas desde Carney, de 1972. De 1970 a 2011, Russell já teve 15 de seus próprios álbuns na Billboard 200, três dos quais chegaram ao top 10. Também teve três músicas no top 40 e uma no top 10, “The Letter” (com Joe Cocker), que chegou à 7ª posição em 1970. Russell foi nomeado por excelência musical, uma nova honraria.

Confira um pouco da inteligência do executivo Jac Holzman ao longo da entrevista para a Billboard: “Quando eu não conseguia pensar em nada pra lançar, lançava um álbum de efeitos sonoros ou um disco de instruções sobre o código Morse. Tenho tanto orgulho da Nonesuch quanto da Elektra. Tivemos públicos inteligentes e, se você seguisse seus ouvidos à medida que os estilos colidiam, podia ter sucesso. Meu

contador entrou no meu escritório em 1966 e disse: ‘Acho que você faturou US$ 2 milhões no ano passado’, o que foi ótimo, considerando que estávamos vendendo LPs aos distribuidores por US$2.37. Minha resposta: ‘Uau. Agora podemos arriscar mais’” “Quando Edgar [Bronfman Jr.] me convidou para voltar [em 2004], ele me pediu pra encontrar coisas que não estavam funcionando e consertá-las. Não tenho medo do futuro, mas é difícil”


ART RUPE, O AGITADOR DO SOUL por

Gail Michel

foto: Dimitrios Kambouris/WireImage/getty images

A noite de 14 de março no Waldorf Astoria, em Nova York, jogou luz em outro personagem importante da história do rock

LLOYD PRICE (no centro) recebeu a homenagem em nome de Art Rupe no Rock And Roll Hall of Fame

Você não pode escrever a história definitiva do rock'n'roll ou a evolução da música negra americana sem incluir Art Rupe e a Specialty Records. Rupe (nascido Arthur Goldberg) fundou a gravadora independente sediada em Los Angeles em 1946. Alguns hit iniciais produzidos por Rupe para Roy Milton e Percy Mayfield foram a fundação para um elenco que incluía grupos de gospel influentes como Pilgrim Travelers e Soul Stirrers. Foi ele também quem lançou um cantor de New Orleans chamado Lloyd Price, pioneiro na invasão do mainstream por aquilo que ficaria conhecido como rock’n’roll. Primeiro, com “Lawdy Miss Clawdy”, em 1952, depois, com “Personality” e vários outros hits. Lloyd fez um amigo se animar a enviar uma fita para aquele branquelo metido com “race records”. Esse amigo ficou famoso com o nome Little Richard. “Um cara e tanto, um inovador de verdade, muito desinibido no palco”, lembra Rupe, hoje com 93 anos. O produtor mora em Santa

Barbara, Califórnia, onde gerencia a Fundação Arthur N. Rupe, organização filantrópica cuja missão diz “soluções criativas para questões sociais”. “Nós metemos o nariz em muitas das questões sociais atuais, incluindo educação”, diz o pioneiro. Ele preferiu não ir à cerimônia de premiação do Rock And Roll Hall of Fame e mandou Lloyd Price em seu lugar para receber o Prêmio Ahmet Ertegun – honrando não-performers influentes. Falta de ego? Ele ri: “Foi assim que meus pais me ensinaram”... Confira outras pílulas de sabedoria de Mr. Rupe: • “Eu não acreditava em encher meu próprio ego. Eu acreditava em divulgar meus artistas e as músicas que eles cantavam. Eu ficava fora dos holofotes. Isso foi antes dos anos 60, quando os produtores começaram a ter publicidade. Eu não concordava com aquilo.” • “Sou a favor do progresso. Quando comecei neste ramo, foi com discos de plástico quebráveis de 78 rpm feitos com goma-laca. A revolução digital é

ART RUPE entra no seu escritório em Los Angeles, em 1948

inevitável e irá trazer os problemas que as grandes inovações trazem.” • “A única decisão de que me arrependo foi ter mandado Sam Cooke embora. Gravamos ‘You Send Me’ e ‘Summertime’ [lançada depois pela Keen Records] se tornou o hit número 1 de R&B/pop hit em 1957. E nós abrimos mão dessas masters...” • “Assumir riscos, ter espírito empreendedor e ter boa apreciação da música – eu colocaria Jerry Wexler no topo da lista. Eu o respeitava como um igual. Aliás, não me dê crédito por ser um homem de negócios. Eu me daria, numa escala de zero a dez, cinco ou seis. Por minhas habilidades como produtor, um nove.” •“Eu teria feito isso, mesmo que não fosse pago. Digo isso com sinceridade.”

“A música passou por mudanças mais complexas do que qualquer outra indústria do entretenimento, mas o modelo se manteve o mesmo dos cilindros de Edison até 2000. Agora, está tudo virado com contratos extremamente complexos – não existem dois iguais. Existem tantas fontes de renda, que é algo que nunca houve antes nesta indústria” “O negócio da música não é uma ciência. Sem a música, não há nada. Na independente, você toma decisões rápido – você faz uma oferta, sela o acordo e dois dias depois a papelada já está pronta. Quando o The Doors foi demitido da Columbia, eu podia sentir a angústia deles, por nunca terem tido uma chance. A chave com aquela banda era entender sua música e ser um representante do público que iria ouvila. Eu me comprometi com três álbuns logo de saída com eles porque foi o que pensei que iria ser necessário para que assinassem o contrato. Você precisa cuidar da música” “Tudo no final gira em torno de músicas, instrumentistas e artistas. Converse com qualquer cara da indústria fonográfica... Chris Blackwell, os irmãos A&M – que é como chamo Herb Alpert e Jerry Moss –, Ahmet e Nesuhi Ertegun... Toda vez que falávamos do negócio da música, também falávamos da música na qual realmente acreditávamos” “As gravadoras oferecerão música de alta qualidade. A qualidade baixou quando começaram a fazer música pra fones de ouvido – nos deram música sem nenhum alcance dinâmico. O lado ruim de compartilhamento de arquivos é que os ouvintes começaram a pensar que a qualidade não importava, desde que fosse de graça” “O melhor show a que já assisti foi The Who na Ilha de Wight [Inglaterra] tocando Tommy inteiro enquanto o sol nascia. Depois vêm Frank Sinatra no Universal Amphitheater, antes de o local ser coberto [com um telhado], e The Doors em Nova York, no Fillmore East. Ver o The Who às 5h30 da manhã foi o máximo pra mim” “Esta será uma das épocas mais criativas na história da música – por causa da parte digital. Quando o assunto é digital, pela primeira vez o público é mais esperto do que nós somos.” www.billboard.br.com 33


_ANUNCIOS.indd 2 vh1_mmalvadas_billboard_510x305.indd 1

4/1/11 12:36 AM


_ANUNCIOS.indd 3

4/1/11 12:36 AM 29/03/11 19:13


Oito anos depois do primeiro disco, Pitty segue com sua trupe

36 billboard brasil Abril 2011 Pitty usa acess贸rio de cabe莽a Accessorize, vestido Martha Medeiros, meias Lupo para Marisa e coturno acervo pessoal


PUBLICO Autêntica e disposta a não servir de exemplo para ninguém, Pitty chuta o traseiro da geração que não gosta de dizer não

por

Henrique Crespo

FOTOS: ADRIANO VIZONI EDIÇÃO DE MODA: Helena CampoS PRODUÇÃO DE MODA: Marcela Falcão, Maria Rita Makhlouf e Joana BritO MAQUIAGEM: Lavoisier Martins CAMAREIRA: Eunice Neves agradecimento: tom jazz

www.billboard.br.com 37


ENTREVISTA DO MÊS

A assessora de imprensa apresenta a cantora, logo à chegada : “Esta é a Pitty”. Não precisava, é claro. A baiana, que apareceu em 2003 para todo o país cantando um rock que dizia “seja você/ mesmo que seja bizarro”, dispensa apresentações. Mas a própria Pitty lembra: algumas pessoas até achavam que a conheciam, mas foram apressadas no julgamento. 38 billboard brasil Abril 2011

“Eu preciso de algum tipo de fantasia para me inspirar a fazer uma obra”

Em 2009, em outra música, “Me Adora”, ela falou sobre isso: “Você que nem me ouve até o fim/ Injustamente julga por prazer”. Aos 33 anos, Priscila Novaes Leone avisa que, ao criar, vai fundo em seus demônios pessoais. E não está nem aí para um suposto papel de modelo de comportamento para a juventude. “Eu sempre falei que não era exemplo pra ninguém”, rasga. “No dia em que eu fizer isso eu não vou mais ser uma artista, vou ser uma encomenda. Procuro o tempo inteiro dizer para as pessoas que elas têm que ter autonomia na hora de pensar e decidir.”

Seu novo DVD A Trupe Delirante No Circo Voador não tem palhaçadinha nem demagogia. O show, gravado em dezembro de 2010 numa das casas de shows mais identificadas com o rock no Rio de Janeiro, chega às lojas em maio. No repertório, além de músicas dos seus terceiro e primeiro álbuns de estúdio (Chiaroscuro/2009 e Admirável Chip Novo/2003) – o segundo foi ignorado –, uma música inédita (“Comum De Dois”) e duas versões: uma para “Senhor Das Moscas”, da banda baiana Cascadura, com participação do vocalista Fábio e outra para “Se Você Pensa”, de Roberto e Erasmo Carlos.


foi escolhendo junto. A gente queria que tivesse músicas do segundo, mas quando olhamos a lista final, vimos que não tinha. E aí, vamos botar? Mas vai botar só porque tem que ter ou porque a gente quer que tenha? Deixamos rolar. Tem uma música inédita (“Comum De Dois”). Você disse que o Laerte (cartunista) serviu de inspiração. Não sei como colocar isso em palavras. O fato é que eu acompanhei a história do Laerte desde o começo e aquilo me fascinou muito. Esse assunto já me fascinava, essa questão das pessoas que são comuns de dois gêneros. Elas não são nem masculinas e nem femininas, elas são os dois ou até um outro terceiro gênero que a gente ainda não sabe dar nome. Algumas pessoas chamam de travesti ou de crossdresser. Whatever, o que você quiser chamar. Aí fui escrever. Só que é isso, o personagem da minha música não é o Laerte. Eu jamais teria como definir o que se passa dentro dele para optar por esse tipo de vida. É uma questão psicológica muito profunda que eu jamais me atreveria a destrinchar em uma letra de música. Ele foi o start da parada. Mas o meu personagem vai para outros lados. As pessoas confundem muito, né? Se o cara se vestiu de mulher então é gay. Às vezes não é necessariamente isso. É engraçado porque no final das contas essa letra fala de um assunto que eu falava na minha primeira música, que é “Máscara”. A liberdade de você poder ser. Só que oito anos depois, sob outra ótica. A música que revelou você para o grande público (“Máscara”/2003) diz: “O importante é ser você/ mesmo que seja estranho”. Direta ou indiretamente esse recado está em várias de suas músicas. De onde vem isso? Você se sentia diferente? Isso tem a ver com o fato de ser uma roqueira na Bahia? Tem a ver com um monte de coisas. Mas eu acho que essa sensação de inadequação é antiga e permanente. Ela vai tomando diferentes cores à medida que você vai vivendo. Eu assino embaixo ainda de tudo que está dito em “Máscara”, mas se eu fosse escrever aquela letra hoje eu não escreveria daquela forma. Aquele é um jeito muito direto e adolescente de se dizer isso. Era o que era na época. Hoje em dia

foto: caroline bittencourt/divulgação

A Trupe Delirante, título de seu novo DVD, soa como algo relacionado ao circo ou ao teatro. Tem a coisa do circo, do artista mambembe. Eu acho que preciso sempre de algum tipo de fantasia para me inspirar para fazer uma obra. Eu não conseguiria simplesmente fazer um DVD, um “Pitty Ao Vivo” simplesmente. Quando veio a história de ser no Circo [Voador], rolou uma onda na minha cabeça. Nós não somos uma trupe circense, mas a gente também tem essa coisa de ir de cidade em cidade, montar o nosso espetáculo. Em condições diversas e adversas, às vezes. Tem dia em que o palco é lindo e maravilhoso e tem dia que é salve-se quem puder. O projeto de um DVD envolve muito mais gente além da banda. Um monte de câmeras, diretor, a galera que vai fazer a luz, o som. Não era só mais eu e os meninos: é uma trupe. O Circo Voador foi uma escolha sua? Foi. Nós gravamos um DVD [DesConcerto Ao Vivo/2007] aqui em Sampa. A gente nem ia fazer um agora, mas ficamos com vontade de registrar esse show. Só que eu também não queria fazer uma onda grande, sacou? Queria fazer um negócio mais intimista. Aí o Circo me pareceu uma opção bacana, porque não tínhamos feito nada no Rio. Eu tenho um apego pelo Rio, foi onde a banda começou a tocar. E também pelo que é o Circo Voador, pela história toda que tem. O nosso histórico de shows no Circo é sempre brutal. Eu me lembro de cada um deles. E cada um foi mais catártico que o outro. Eu gosto daquele palco. Tem alguma coisa ali, cara... No DVD novo não tem nenhuma música do seu segundo disco (Anacrônico/2005). Por quê? Foi por acaso. Quando a gente ia fazer o repertório, eu pensei que esse seria um DVD de guerrilha, de combate. Porque a gente queria registrar um show de rock simples e direto. Sem firula, sem explosões e sem megalomania. Às vezes a galera vai fazer DVD numa onda tão megalomaníaca. Sei lá... ei, calma aí velho, mostra o som. Quando a gente foi fazer o repertório, eu pensei: pô, beleza, a gente já tinha feito um DVD que tem todas as músicas conhecidas e tudo. Porra, não quero repetir! Então fomos tocar as músicas do disco novo e os lados Bês dos dois primeiros discos. A gente

Gravação do novo DVD no Circo Voador

“Acompanhei a história do Laerte [cartunista] desde o começo e aquilo me fascinou. Ele foi o start da parada. Mas o meu personagem vai para outros lados” (sobre a música “Comum De Dois”) www.billboard.br.com 39


Pitty usa acessório de cabeça e saia de tule Walério Araújo, regata TriFil para Marisa sob regata de tule com pedras aplicadas Giuliana Romano, meias Lupo para Marisa e sapatos Bianca Ranucci

ENTREVISTA DO MÊS

“Eu sempre falei que não era exemplo pra ninguém. Pelo contrário, na hora em que crio, estou expurgando os meus demônios. E muitas vezes eles são bem feios” 40 billboard brasil Abril 2011

Sem levantar bandeira: “Mais importante do que o discurso é agir”


Pitty usa blazer de couro Walério Araújo, short jeans com resina Giuliana Romano e acessório de cabeça Accessorize

eu tenho outras formas de falar sobre esse assunto. Mas ele persiste, não passa. Acho que todo mundo tem esse sentimento de inadequação. Como surgiram as participações do Hique Gomez (Tangos e Tragédias) e do Fábio Cascadura (Cascadura)? Fábio é um brother das antigas. Ele é um grande compositor, não consigo entender por que ainda não é um nome grande do rock brasileiro. A participação do Hique surgiu porque, quando eu fui gravar “Água Contida” [Chiaroscuro], vi que ela tinha essa onda meio de tango, aí eu pensei logo no Tangos e Tragédias. Eu tinha uma facilidade por ser amiga da Clarah [Averbuck] que é filha dele. Ele gravou comigo a música, nada mais natural que quando a gente fosse registrar ao vivo ele estivesse. No Chiaroscuro você flertou com a soul music em “Me Adora”. O rock já não é mais um limite? Ou ele nunca foi? Nunca foi. Se isso não ficou claro, não foi por minha culpa. Ou talvez tenha sido. Tem tanta coisa para descobrir, pra juntar, porque ficar se limitando?! Seus discos anteriores são muito identificados com o rock. “Me Adora” acabou sendo uma surpresa. Entendo. Mas eu não acho que deixe de ser rock. Pra mim, rock não é só a questão da guitarra distorcida e do grito. Tem coisas que não são rock, mas que são muito mais rock do que tanta gente que diz que é rock. É tão mais além do que o que está escrito na prateleira da loja de discos... Qual foi seu primeiro contato com o rock'n'roll? Eu me lembro de ganhar um vinil da Rita Lee, quando ainda era muito nova. Lembro dos meus pais ouvindo coisas como Beatles e Elvis Presley. Mas isso ainda eram as coisas deles. Eu achava legal, mas eram deles. Eu mesma, com autonomia, foi lá pelos 12, 13 anos. Eu lembro de ter achado uma fita do Raul [Seixas]. Gostei muito. Eu sempre tive uma tendência muito grande de querer fugir das coisas que são impostas. Então, aquela massificação muito grande de ritmos populares [na Bahia] me dava certa ojeriza. O rock foi uma alternativa que apareceu e que supriu essa necessidade de não concordar com o senso comum.

Nada de posar nua: “O que não é mostrado é muito mais sexy”

“Vejo por aí muito medo de contestar qualquer coisa que seja. Eu digo não, seja para o fã que acha que tem direito de levar meu boné embora, seja para o cara da rádio que pede para mudar totalmente a minha música” “Desconstruindo Amélia” que é do disco Chiaroscuro e está no novo DVD, tem um tom feminista... Um tom feminino. Você sente pressão pra levantar uma bandeira? Nunca senti pressão. Já ouvi sugestões. Às vezes quando você levanta uma bandeira é tão chato! Eu acho que mais importante do que levantar uma bandeira e partir pra coisa do discurso, é agir e ser. Talvez nego não faça muito isso comigo

porque eu vivo dessa forma, é o jeito que eu escolhi viver. Você apareceu há pouco numa lista estrangeira das 50 mulheres mais sexy do rock em todo o mundo (site da revista californiana Frantik Mag). Foi uma surpresa? Foi. Como é que esses caras sabem que eu existo?? [risos]. Mas achei engraçado. Divertido. Não acha que fez uso de certa postura provocante que pode ter influenciado isso?

Acho que sim. Por que não? São tantas formas de poder e sedução... Isso pode ser divertido. Não tenho nenhum problema com isso. Eu tenho problema é com a banalização disso. Posar nua, então, nem pensar? Eu acho bem difícil, quase impossível. Eu não me sentiria à vontade. Mas não por uma questão de pudor. A questão não é o nu e sim como isso é vendido aqui. Como é encarado. Por mais bonito que seja o ensaio, por mais conceito que tenha, por mais que www.billboard.br.com 41


ENTREVISTA DO MÊS

“Será que eu já posso enlouquecer/ ou devo apenas sorrir?” (trecho de “Me Adora”)

eu use referências incríveis... Eu ia me sentir muito constrangida de entrar na padaria e o cara me pedir um autógrafo na revista que eu estou nua. No fim, acho que o não mostrado é muito mais sexy. Eu gosto de foto erótica, gosto de arte erótica: de Helmut Newton, de mangá, de Milo Manara. O que é insinuado me dá muito mais tesão. Você também figurou numa lista das mulheres mais influentes (da revista Época). Acha que exerce muita influência em seu público? É difícil essa responsabilidade? No começo tentaram me aplicar aquela frase do Saint-Éxupery [escritor francês, 1900-1944, autor de O Pequeno Príncipe]: “Você é responsável por tudo aquilo que cativas”. Durante um tempo eu fiquei encanada com aquilo. Depois, pensando, eu cheguei a outro tipo de filosofia. É muito fácil atribuir ao outro as responsabilidades pelas coisas que você faz: “Eu fiz isso por causa dessa cantora”, “fiz isso por

causa da religião”... A pessoa nunca toma pra si a responsabilidade. Então, eu me libertei disso. Influenciar, a gente influencia – mas daí a me sentir responsável é outra questão. Pelo contrário: o que eu procuro fazer o tempo inteiro é dizer para as pessoas que elas têm que ter autonomia na hora de pensar e decidir. Claro, estou falando isso com relação aos mais novos, porque os mais velhos já passaram dessa questão. Passa pela sua cabeça essa responsabilidade quando cria? Não. No dia em que eu fizer isso não vou mais ser uma artista, vou ser uma encomenda. Vou ser uma pregadora ou uma educadora. A arte não é para isso. A arte é para um monte de coisas, mas não é para catequizar pessoas. Se fosse assim não haveria os malditos. Que por mais que tenham sido errados nos ensinaram pra caramba. Aprendi muito com Bukowski, com Marquês de Sade,

“A arte é para um monte de coisas, mas não é para catequizar pessoas” 42 billboard brasil Abril 2011

com Oscar Wilde. Aprendi muito com um monte de gente que é torta até o talo. Na hora em que estou criando eu procuro deixar a coisa ser. Pode ser que influencie alguém pro bem ou pro mal. Sorry, tenha seu filtro. Eu sempre disse que não era exemplo pra ninguém. Pelo contrário, na hora em que crio, estou expurgando os meus demônios. E muitas vezes eles são bem feios. Consegue detectar na sua família algo que pode tê-la influenciado a ser contestadora? Acho que talvez as dificuldades financeiras. É uma coisa que te dá muita gana para crescer em outros aspectos. Eu não sei como dizer isso, não quero que fique parecendo atestado de pobreza. Eu dava muito valor para as coisas que eu tinha, não para o carro que meu pai dirigia. Passei a dar importância para outras paradas. Para o que era dito, o que era pensado. Para o que eu conseguia compartilhar com meus amigos, em termos de leitura de coisas interessantes do mundo. É a primeira vez que alguém me pergunta isso. Estou respondendo meio de supetão, mas acho que pode ter sido isso. Como vê o rock brasileiro hoje? Está pior do que quando você começou?

Acho que existe menos espaço nos meios de comunicação mais populares. Acho que está tudo mais soft, sem arestas, tudo mais redondo. Não tem nada pontiagudo, nada que incomoda. Na época em que eu surgi ainda era possível colocar uma música como “Máscara” para tocar no rádio. Hoje em dia parece impossível. Os artistas de rock atuais estariam mais domesticados? Muito mais. O que é chamado de rock hoje no Brasil é uma coisa que não deveria ser chamada de rock. De rock não tem nada. Ser rock não é vestir uma roupinha esquisita ou ter um cabelo diferente. A identidade visual é importante em grandes ícones do rock, mas eles não tinham só isso pra mostrar. Acho que a galera está com medo de tudo. Eu converso muito por aí e vejo muito medo de contestar qualquer coisa que seja. Nunca querem dizer não, têm medo de dizer não para todo mundo. Eu digo não, seja para o fã que acha que tem direito de levar meu boné embora só porque é meu fã, seja para o cara da rádio que pede para mudar totalmente a minha música para poder tocá-la. Tem que saber a hora de fazer concessão também, mas fazer só concessão te leva a ser um fantoche.


pearl jam

foto: Paul Bergen/Redferns/Getty Images

arquivo

TEN

[1992]

2 /250 o

posição máxima no billboard 200

LAST KISS

Semanas no billboard 200

[1999]

2 /21 o

posição máxima no HOT 100

semanas no HOT 100


O grande poder transformador por Pedro

Só foto: Christian Rodrigues

AfroReggae faz 18 anos cada vez mais forte nas atividades sociais e renovando seus braços na ação que o inspirou: a música

GILBERTO GIL é saudado na inauguração do Centro Cultural Waly Salomão, em Vigário Geral

“A música pode mudar o mundo porque ela pode mudar as pessoas.” A frase famosa é de Bono, do U2, mas também poderia ter sido dita por Bob Marley, um dos astros da música com maior poder transformador em suas criações. E tem tudo a ver com a trajetória do AfroReggae, talvez a ONG 44 billboard brasil Abril 2011

mais famosa do país hoje, referência internacional em trabalhos sociais. Não foi por acaso que o coordenadorexecutivo do grupo cultural, José Júnior, recebeu acenos especiais de Barack Obama na recente visita que o presidente americano fez ao Rio de Janeiro, em março.

O AfroReggae coordena atualmente 75 projetos socioculturais, mexe com um orçamento anual de R$ 18 milhões – parcialmente custeado por empresas de primeira grandeza – e tem convênio com prestigiosas universidades estrangeiras como a de Columbia (Estados Unidos). Além disso, exerce

papel importantíssimo na mediação de conflitos em comunidades não pacificadas da cidade do Rio de Janeiro, como testemunhado ao vivo pelo país inteiro em novembro do ano passado, durante a ocupação das favelas que compõem o Complexo do Alemão.


foto: luciano oliveira

QUASE DUAS DÉCADAS DE SONHOS

De festa acanhada a referência internacional em trabalhos sociais

1992 Rasta Reggae Dancing, realizada em uma escola na rua dos Inválidos, no centro do Rio. A partir daí, virou fã do trabalho dos blocos afro da Bahia – “Me espelhei neles. Descobri que o Egito era negro ouvindo Olodum; antes achava que todo mundo lá era branco como nos filmes com Elizabeth Taylor de Cleópatra... O João Jorge [Santos Rodrigues, coordenador do Olodum] até hoje é meu ídolo, o meu John Lennon” –, começou a se aprofundar na cultura afrobrasileira e veio a ideia de criar um jornal, AfroReggae Notícias. O número zero tinha uma entrevista com Aston “Family Man” Barrett, baixista dos Wailers, a banda de Bob Marley, que havia acabado de fazer um antológico show no Circo Voador. “Para sete mil pessoas, foi uma loucura, quase botou a casa abaixo”, recorda Júnior. Um jovem músico chamado Marcelo Yuka logo se tornaria colaborador do jornal, que seguiria com capas de Bob Marley, Ziggy Marley e Malcolm X. A redação ficava na Lapa, pertinho de onde hoje fica a sede da ONG, mas o bairro naquela época era algo completamente deteriorado, muito diferente do que passou a ser na última década. “Até 1994, nosso foco era o jornal. Mas só começamos a fazer as oficinas em Vigário Geral...” Em 29 de agosto de 1993, a favela da zona norte do Rio, ao lado do bairro de mesmo nome, tinha sido palco de uma violenta chacina: um grupo de extermínio invadiu casas e matou 21 moradores, em ato de suposta vingança contra a morte de quatro policiais – embora nenhuma das vítimas tivesse envolvimento comprovado com o tráfico de drogas. A partir daí começou o envolvimento com a comunidade e, já em 30 de outubro, foi produzido um show na comunidade, o Vigário In Concert Geral. “Eu era um cara funkeiro que não sabia porra nenhuma e tive a sorte de conhecer duas pessoas muito generosas, o padre Lorenzo Zanetti, e o Waly Salomão. O Lorenzo foi padre, largou a batina, fez um grande trabalho nas CEBs – Comunidades Eclesiais de Base – e teve um papel

“Descobri que o Egito era negro ouvindo Olodum; antes achava que todo mundo lá era branco como nos filmes com Elizabeth Taylor de Cleópatra... ” José Júnior

17/10 • Em um colégio estadual do centro do Rio acontece o primeiro Rasta Reggae Dancing, a festa que deu origem ao AfroReggae

1993

21/1 • Lançado o jornal AfroReggae Notícias, na verdade um tabloide de apenas quatro páginas, trazendo entrevista com Aston Family Man Barrett, legendário baixista dos Wailers. Tiragem de quatro mil exemplares foto: reprodução

Tudo isso surgiu e cresceu a partir do fascínio pela música: o AfroReggae, antes de qualquer coisa, era um jornal independente, criado a partir dos eventos que um jovem carioca, José Júnior, produzia no degradado centro do Rio – onde foi criado, em meio a prostituição e marginalidade, pela mãe (o pai era alcoólatra e abandonou a família) –, no começo dos anos 90. “Eu sou da primeira geração de frequentadores de baile funk”, lembra o coordenador-executivo do AfroReggae, 42 anos, no escritório que a ONG ocupa no renovado bairro da Lapa desde o ano passado. “No início dos anos 80, só rolava som em inglês, a gente chamava as músicas de melô e batizava cada sucesso a partir de aproximações com os sons das palavras em inglês. Era uma atração muito forte. Eu fui lutar boxe só para poder brigar nos bailes, canalizava as frustrações todas por ali. E depois comecei a produzir os meus eventos.” Em 18 de outubro de 1992, porém, imagens de um arrastão entre o Arpoador e Ipanema causaram escândalo internacional e comoção na mídia. De fato, houve ali um conflito entre turmas de Vigário Geral e de Parada de Lucas, comunidades em rusga desde 1983, iniciada por um assassinato durante inocente jogo de futebol. Demagogia e motivos eleitoreiros levaram a uma reação extrema das autoridades municipais: a proibição dos bailes funk. Mas Júnior já começava a se aventurar por um ritmo menos polêmico, que vivia um momento de renovação e que lhe tinha sido apresentado pelo amigo Plácido Pascoal: o reggae. Data de 17 de outubro de 1992 a primeira festa

20/7 • Legalizado o Grupo Cultural AfroReggae 29/8 • Chacina mata 21 moradores em Vigário Geral, favela na zona norte do Rio 30/10 • Grupo participa da produção do show Vigário In Concert Geral

1994

• José Júnior tem contato com Lorenzo Zanetti • Waly Salomão conhece o grupo 1º/7 • Primeiras oficinas em Vigário Geral (percussão, dança afro e reciclagem de lixo), zona norte do Rio

1995

9/7 • Com Caetano Veloso de padrinho e Regina Casé de madrinha, o grupo AfroReggae é batizado

1996

• Começa o trabalho no Cantagalo-Pavão-Pavãozinho • Júnior se encontra com o futuro presidente Lula em seminário sobre movimentos populares no Canadá

1997

29/7 • Inaugurado o Centro Cultural de Vigário Geral www.billboard.br.com 45


• Banda AfroReggae faz primeira turnê pela Europa. Trupe da Saúde (que viria a se chamar Trupe de Teatro AfroReggae) faz atividades de conscientização sobre doenças sexualmente transmissíveis

foto: ROGERIO RESENDE/divulgação

1998

1999

• Júnior começa a escrever o livro Da Favela para o Mundo • Criada a ARPA (Afro Reggae Produções Artísticas)

2000

21/1 • Lançado o Prêmio Orilaxé, para realizadores em categorias artísticas e sociais como Tradição AfroBrasileira e Direitos Humanos • Altair Martins e Anderson Sá, da banda AfroReggae, são condecorados na Casa Branca, nos EUA, pela luta contra a discriminação racial

2001

12/1 • Banda AfroReggae abre a terceira edição do Rock in Rio tocando com a Orquestra Sinfônica Brasileira • Criação do projeto Conexões Urbanas, que organiza circuito de shows em favelas com Gilberto Gil, Marisa Monte, Xuxa, Zezé Di Camargo e outros grandes nomes

2003

• Projeto Itinerários Aliados atende a jovens do Complexo do Alemão e do Morro do Adeus • José Júnior recebe do presidente Lula a Ordem do Mérito Cultural

2004

• Participação na mostra Caetano no Carnegie Hall, em NY • Projeto Juventude e Polícia, em parceria com a PM e com o governo de MG, oferece oficinas de percussão, teatro e basquete

2005

foto: reprodução

• Lançado o filme Favela Rising, sobre a história do AfroReggae e de Anderson Sá: produção ganha 30 prêmios internacionais, entre eles, o de Melhor Documentário no Festival de Tribeca (EUA)

• Conexões Urbanas vira programa de rádio 46 billboard brasil Abril 2011

José Júnior (no centro) no dia do discurso do presidente americano Barack Obama, no Theatro Municipal do Rio

importante durante a ditadura. Foi de uma ONG chamada Fase (Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional), a mais antiga do Brasil [fundada em 1961]. Foi a pessoa que me formou nessa área social”, lembra Júnior. Foi a partir do contato com Zanetti que começaram os trabalhos com oficinas de reciclagem de lixo, percussão e dança afro em Vigário Geral. E o resto é história, contada no livro Da Favela para o Mundo (Editora Aeroplano, 2003) e também em Favela Rising, documentário de Jezz Zimbalist e Matt Mochary (EUA, 2005). Ainda em 1994, a presença em Vigário aproximou o AfroReggae de seu primeiro “parceiro”, uma empresa vizinha da comunidade, a MW Barroso, de silk screen. Seu proprietário, Marcelo Walter Barroso, é ninguém menos que o pai de Júlio Barroso (1953-1984), fundador da Gang 90 e

figura importantíssima no rock brasileiro dos anos 80. “Eles fizeram camisetas pra gente”, conta Júnior. Hoje, o AfroReggae tem como patrocinadores institucionais Petrobras, Natura, Santander, Nestlé, Oi e o governo do estado do Rio de Janeiro, além de parcerias com a Vale do Rio Doce, a prefeitura carioca e outras instituições. Metade dos R$ 18 milhões do orçamento anual sai daí. “A outra metade a gente precisa gerar. Seja com programas de TV, seja com produção de shows, seja com licenciamento de marca...” No Multishow, depois do sucesso de Conexões Urbanas e de Papo de Polícia, um “reality social” que conta histórias de vida nos bastidores da guerra ao tráfico, novidades certamente virão. “Estamos fazendo um piloto em 3D pra Globo, para mostrar o que está acontecendo na Baixada Fluminense, na classe C. E estamos trabalhando cada vez mais com o segmento gospel. O evangélico ainda é visto como ‘crente’, alienado do mundo. Mas eles estão conectados, informados, movimentam uma parte importante do PIB hoje. Existem grifes segmentadas no gospel. É calça estilo Diesel, malandro! Coisas tipo Adidas Originals, os caras se vestem bem”, conta empolgado, ao citar trabalhos como o do Diante Do Trono, que recentemente se apresentou em Vigário Geral, no Centro Cultural Waly Salomão.

“Acham que eu fui no Alemão salvar vida de bandido. Fui mesmo – de bandidos e de policiais. Tenho muito ex-bandido no AfroReggae. Acredito que o ser humano merece segunda e terceira chances” José Júnior


foto: luciano oliveira

2006

18/2 • Banda AfroReggae abre para os Rolling Stones, para 500 mil pessoas, na praia de Copacabana • Inaugurado Centro Lorenzo Zanetti, em Parada de Lucas, zona norte do Rio

2007

• Grupo Cultural de Vigário Geral dá oficinas de capoeira e dança afro em Nizamuddin, na Índia, tida como favela mais antiga do mundo 3/8 • Inaugurado o Núcleo do Complexo do Alemão • Começa o projeto Empregabilidade, que encaminha exdetentos para empregos com carteira assinada

2008

• Nasce o projeto Papo de Responsa, que leva policiais e ex-criminosos para palestras em escolas e abrigos para menores infratores impressiona pela modernidade das instalações, mas, sobretudo, pela paixão de todos os que trabalham em seus projetos. Desde a estudante Francine Amaral, 17 anos, que cuida da Sala Futura, onde há livros, DVDs e discos à disposição da comunidade, até o coordenador Washington Rimas, o Feijão (um dos quatro do centro cultural), 35, que começou como mediador de conflitos e hoje também faz carreira como ator. Carismático, ele deixou para trás o passado como um dos chefes do tráfico em Acari para ser um dos destaques de 5x Favela – Agora por Nós Mesmos, reunião de curtas produzida por Cacá Diegues que o levou a pisar no tapete vermelho de Cannes, na França. “Tem gente que acha que eu fui lá no [Complexo do] Alemão salvar vida de bandido. E fui mesmo – salvar vida

2009

30/3 Projeto Rebelião Cultural na Penitenciária Talavera Bruce (Rio) oferece oficinas e qualificações profissionalizantes a detentos

2010

• Projeto Sinal de Mudança, no Complexo Penitenciário de Bangu (zona norte do Rio), oferece bolsas de estudo profissionalizantes a detentos 26/5 • Inauguração do Centro Cultural Waly Salomão, em Vigário Geral

foto: luciano oliveira

O nome homenageia o poeta e agitador cultural baiano (1943-2003), letrista de sucessos como “Vapor Barato”, diretor de shows antológicos de Gal Costa e discos de Cássia Eller. Desde que conheceu o AfroReggae, em 1994, Waly ajudou a conquistar aliados para a ONG no meio artístico: o prédio bonito concretiza a paixão recíproca entre o AfroReggae e um de seus “gurus”. Uma visita ao local inaugurado em maio passado (1,5 mil metros quadrados, R$ 6 milhões de investimento do governo estadual)

foto: luciano oliveira

O grupo Afro Samba, que tem repertório de Belo a Luiz Carlos da Vila

Jovens percussionistas do AfroReggae em frente ao Centro Cultural Waly Salomão

24/9 • Trupe de Teatro AfroReggae estreia Urucubaca, de Jorge Mautner, na Casa Laura Alvim (Ipanema, Rio) www.billboard.br.com 47


foto: luciano oliveira

OS MELHORES PROFESSORES

Sanny Pitbull e Grandmaster Raphael fazem escola em Vigário Geral de experiência em pancadão, trabalham com garotos da comunidade e dos arredores. A procura para entrar no curso, que permite apenas oito alunos por turma, foi enorme, mas só ficou quem realmente estava determinado a aprender os segredos da profissão. Aulas às 8h da manhã de segunda-feira, cobrança por pontualidade e disciplina e, claro, o rigor de quem sabe que ser DJ exige muita técnica e dedicação. “A gente quer formar seres humanos, antes de tudo. Vamos ensinar, além de todos os aspectos necessários para exercer a profissão, noções de produção musical e toques sobre como vender shows e administrar a carreira”, conta Sanny. Alguns dos melhores alunos, como o jovem DJ David, que é campeão de matemática, já estão até acompanhando os mestres em eventos. Sanny se empolga com a democratização do funk e vê o futuro começar agora, em um aplicativo de MPC para celular, o iBaileFunk. “Eles vão poder gravar, captar vozes e jogar direto em redes sociais!” foto: luciano ol iveira

Há sete meses, três dos melhores DJs de funk formam uma leva especial de aprendizes em Vigário Geral. Uma das salas do Centro Cultural Waly Salomão abriga o Red Bull Favela Estúdio, com equipamentos de primeiríssima qualidade: o teclado, por exemplo, é o mesmo utilizado por David Guetta. Os professores são feras: Sanny Pitbull, 26 anos de carreira e destaque internacional do funk carioca, Grandmaster Raphael, 30 anos que o credenciam como mago do MPC (bateria eletrônica que se confunde com a história do som dos bailes cariocas) e Nino, duas décadas

Equipe do AfroReggae em encontro com o produtor britânico Brian Eno (no centro)

“Brian Eno veio conhecer [o Centro Cultural Waly Salomão], cheio de ideias.... Não sei ainda se vai rolar alguma coisa, mas sei que ele saiu amarradão” José Júnior 48 billboard brasil Abril 2011

RAPHAEL e SANNY: disciplinadores do pancadão

de bandidos e de policiais”, diz Júnior. “Eu tenho muito ex-bandido aqui no AfroReggae. Acredito mesmo que o ser humano merece uma segunda, uma terceira chance.” Um de seus maiores orgulhos é o projeto Empregabilidade. “Já encaminhamos 1,6 mil infratores para empregos com carteira assinada. Isso não tem patrocínio, acho que nunca vai ter retorno financeiro. Mas é um dos cinco projetos mais importantes que temos aqui, fácil.” Ele brinca dizendo que, com a nova sede na Lapa, todo mundo gosta de fazer reunião por lá, o que o obriga a ficar mais tempo do que deseja preso no escritório. “Gosto muito de ir às comunidades, vou bastante a presídios...”, completa, lembrando seu papel como aproximador de mundos diferentes, costurando diálogos e associações entre criminosos e policiais, favelados e empresários... Júnior lembra que, ainda em 2002, o AfroReggae ajudou a parar uma guerra na favela da Maré (zona norte do Rio) com um show de Gilberto Gil – “antes de ele ser ministro”, frisa. “Com música, paramos conflitos na Vila Cruzeiro, no Alemão, em Vigário Geral... A música é instrumento de revolução e transformação total. A gente vê isso nas crianças das comunidades.” Ele lembra a reação que houve com uma apresentação de Marisa Monte no Complexo do Alemão

para exemplificar. “Ela antes tinha me perguntado: ‘Esse show é muito feminino, a música é coberta de doçura. Como será que isso vai funcionar com o público daqui?’. E foi lindo, cantaram junto quase todas as músicas, ficaram encantados com aquele passarinho na gaiola do cenário...” Quando visitou o Centro Waly Salomão, Rodrigo Pimentel, um dos autores do livro Elite da Tropa e inspirador do personagem Capitão Nascimento nos filmes Tropa de Elite e Tropa de Elite 2, disse a mesma frase que Lazão, baterista do Cidade Negra, ao conhecer o lugar: “Isso aqui é a melhor UPP que existe”. Em janeiro, quem esteve lá, em esquema low profile, foi o legendário produtor inglês Brian Eno, exintegrante do Roxy Music e produtor de discos antológicos de David Bowie e U2. “Ele veio conhecer, cheio de ideias... Não sei ainda se vai rolar alguma coisa, mas sei que ele saiu amarradão”, garante Júnior, que promete para julho, na próxima edição do Prêmio Orilaxé, no Teatro Municipal, “uma grande atração internacional”, trazida com apoio da produtora Mondo Entretenimento, que agora agencia a banda AfroReggae, rebatizada AR-21. Um reposicionamento que remete a outra visão marleyana: a música enquanto arma. Para transformar o mundo.


_ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:38 AM


Aqueles olhos verdes

Pouco importa se o que ela canta é ou não é soul music. Diva ou não, Adele emociona milhões de Mikael Wood pessoas com música de qualidade Meia hora antes de seu segundo álbum ser lançado, Adele Laurie Blue Adkins, 22 anos, aparenta tranquilidade. “As coisas estão menos frenéticas do que da primeira vez”, diz ela, de sua casa em Londres, relaxando após uma noite com amigos. O disco de estreia, 19, vendeu cerca de 2,4 milhões de cópias planeta afora e transformou em estrela pop uma jovem que, ao se inscrever na BRIT School de Londres (instituição voltada para música, artes cênicas e tecnologia), pensava em trabalhar apenas nos bastidores da indústria do entretenimento. “Eu estava nervosa e tensa porque tudo era muito novo.” Ela deixa escapar uma de suas frequentes gargalhadas e completa: “Não que eu esteja dizendo que agora sou uma profissional. Mas aprendi a me sentar e apreciar, me sinto mais livre do que nunca”. Essa sensação de liberdade é perceptível em 21, o ousado segundo trabalho de Adele, lançado em fevereiro nos EUA pela Columbia (e no Brasil pela Sony BMG). Criado numa parceria transatlântica entre alguns dos top compositores e produtores da 50 billboard brasil Abril 2011

atualidade, incluindo Rick Rubin, Paul Epworth, Ryan Tedder e Francis “Eg” White, o trabalho amplia os horizontes do delicado folk-soul de 19, avançando para terrenos disco-gospel, blues pesado e R&B setentista. O single “Rolling In The Deep” estreou no Reino Unido na segunda posição (à frente de “Hold It Against Me”, de Britney Spears, e atrás apenas de “Grenade”, de Bruno Mars) na parada da Official Charts Company. A faixa também é usada em um comercial da Nike com Maria Sharapova. “Por mais que eu ame 19 – e eu amo –, o novo disco é uma gigantesca evolução para ela”, diz Tedder, o líder do OneRepublic, que compôs e produziu hits para Beyoncé (“Halo”) e Leona Lewis (“Bleeding Love”), dentre outras. “Com algumas exceções, 19 era muito tímido”, continua Tedder. “E 21 não é.” “Ela tem um pouco mais de atitude agora”, acrescenta Rick Krim, vicepresidente de música e relações artísticas da VH1. A rede escolheu Adele como a "Artista Que Você Precisa Conhecer" em 2008 e estreou seu VH1 Unplugged: Adele em março.

“O primeiro single é simplesmente instantâneo – ele não soa como nada do seu trabalho de estreia. Em 2006, a gravadora inglesa XL Recordings assinou com Adele, impressionada com uma demo com três músicas que um amigo dela havia postado no MySpace; dois anos depois, ela ganhou o prêmio BRIT na categoria Escolha da Crítica e foi indicada pela BBC como “O Som de 2008”. Em 2009, ganhou dos Jonas Brothers como Melhor Artista Nova na premiação do Grammy e encerrou sua turnê mundial de apoio a 19 com um show de lotação esgotada no Hollywood Bowl, em Los Angeles. Adele afirma que grande parte da inspiração para 21 veio da música de raiz e country que escutou enquanto viajava pelos EUA – ela destaca Lady Antebellum e a pioneira do rockabilly Wanda Jackson como influências. “Grande parte da música dos EUA no último século foi gerada a partir de dificuldades e acho que isso se reflete no álbum de Adele – ela se identifica com esses artistas que cantam sobre suas vidas”, diz Paul Epworth, coautor e produtor de “Rolling In The Deep”.

Quase todas as letras do álbum se referem ao término de um relacionamento que Adele viveu entre 19 e 21, muitas vezes com detalhes desconcertantes, como na suave faixa de encerramento “Someone Like You”. “Tentamos fazer com que não fosse algo de 'final em aberto', do tipo que pudesse se aplicar a qualquer um”, diz o coautor/ produtor da música, o ex-líder da banda Semisonic, Dan Wilson. Ele e Adele compuseram juntos depois que foram apresentados pelo produtor Rick Rubin, que já havia contratado os serviços de Wilson para outros projetos com as Dixie Chicks e Josh Groban. “Ela pode não ter um gancho melódico ou uma ideia específica para um determinado trecho, mas sempre soube o que queria dizer”, conta Wilson. De acordo com o empresário de Adele, Jonathan Dickins, radicado em Londres, essa certeza emocional é o que alimentou o sucesso da cantora. “A chave para uma grande cantora é acreditar em cada palavra que canta. E acho que as pessoas também acreditam em cada palavra que sai da boca de Adele.”

foto: Mari Sarai

por


ADELE se esconde na foto e se expõe sem pudor nas canções www.billboard.br.com 51


foto: Lauren Dukoff

Ela não curte Twitter: “Não quero escrever 'oh, estou no banheiro'... Isso é nojento”, brinca

Quando Dickins começou a se preparar para o lançamento de 21, um fato chamou mais sua atenção do que qualquer outro: o número de artistas que fracassavam em seu segundo trabalho. “E não estou falando só em fracasso de vendas”, diz ele. “Estou falando de manter a relevância. Adele conseguiu isso. Ela fez um excelente álbum. E ele é apenas mais um passo numa longa e frutífera carreira. Pensamos a longo prazo.”

CARREIRA A LONGO PRAZO

Foi essa a estratégia adotada pela Columbia para 19 quando o álbum foi lançado nos EUA, seis meses depois de sair no Reino Unido. “Quando Adele ganhou o prêmio BRIT e a enquete da BBC, um enorme hype

foi gerado [na Inglaterra]”, lembra o empresário. “Mas ninguém liga pros BRIT Awards nos EUA, por isso a Columbia foi brilhante ao pensar: 'Ei, vamos construir esse álbum desde a base'. Não foi uma estratégia de sair bombando o álbum e indo direto pra jugular. Foi um processo mais lento, procurando uma imagem certa para a TV, crescendo feito uma bola de neve em múltiplas plataformas. Por consequência, as pessoas compraram Adele, não apenas uma música.” “Na época não tínhamos outra escolha”, diz o presidente da Columbia, Steve Barnett. “O mercado americano é um mundo de nichos e Adele não se encaixava perfeitamente em nenhum deles. Mas sabíamos que as pessoas tinham de experimentá-la, por isso adotamos uma abordagem à moda

“Adoro quando a fã leva o marido pro show e ele fica lá, sem graça. Faço de tudo para conquistar sua atenção e, no fim, ele está beijando a mulher” 52 billboard brasil Abril 2011

antiga. Ela tinha de sair e tocar: por ser tão cativante, sentimos que, se obtivéssemos as oportunidades certas na TV, ela conseguiria se sobressair.” A mais importante dessas oportunidades, de acordo com o vicepresidente de marketing da Columbia, Scott Greer, foi a apresentação de Adele no Saturday Night Life em 2008. Dickins, que estava em Nova York na ocasião, lembra de ter ido dormir depois da gravação do SNL com 19 na posição de número 40 na parada de vendas do iTunes. Quando acordou para pegar um voo na manhã seguinte, o álbum já havia alcançado o top 10; quando aterrissou em Londres, já era a número 1. Barnett diz que a teoria da venda de “cauda longa” foi o que essencialmente deu forma à campanha da gravadora para 21, precedida de atividades promocionais nos EUA desde setembro do ano passado. O trabalho antecipado rendeu um mês de fevereiro com agenda lotada. Além disso, “Rolling In The Deep” foi utilizada com destaque numa cena de I Am Number Four, um filme de ficção científica lançado em 18 de fevereiro. No mundo digital, a vice-presidente de marketing da Columbia, Kathy Baker, diz que Perez Hilton mencionou Adele dez vezes nos últimos três meses. “Ninguém pode negar o alcance que

ele tem”, diz Kathy. A cantora não usa Twitter, diz que chegou atrasada a essa rede social e teme que entrar agora seja visto apenas como ferramenta para promover seu álbum. “Não quero escrever 'oh, estou no banheiro, o jantar da noite passada foi muito apimentado'. Isso é nojento”, brinca. Kathy diz que, de qualquer modo, a Columbia criou uma conta para a cantora, que a gravadora utiliza para enviar seguidores para o blog de Adele. O objetivo é claro: “Queremos um álbum número 1”, diz Scott Greer. Para isso, Adele passará grande parte do ano de 2011 na estrada: março e abril para apresentações na Europa e maio e junho nos EUA. A cantora diz que está ansiosa pra sair em turnê de novo, mesmo que isso signifique reviver toda noite as dolorosas experiências narradas em suas canções. “É muito difícil”, diz ela. “No fim da turnê de 19, houve uns dois shows em que eu cantava 'Make You Feel My Love' e tinha que começar a pensar na Ikea (cadeia sueca de lojas de móveis) ou em algo assim”, diz ela, rindo. “Qualquer dificuldade é jogada no lixo quando vejo como as pessoas reagem à minha música. Eu adoro quando uma mulher arrasta o marido pro show e ele fica lá parado, sem graça. Eu faço de tudo para conquistar a atenção dele. E, no fim, ele está beijando a esposa. É incrível.”


THE SUPREMES

STOP! IN THE NAME OF LOVE

[1965]

1 /12 o

posição máxima no HOT 100

semanas no HOT 100

THE SUPREMES A’ GO-GO

[1966]

1 /60 o

posição máxima no billboard 200 semanas no billboard 200

foto: Michael Ochs Archive/Getty Images

arquivo


a conquista do

Sem medo do impossível, ele desenha experiências como o abraço de 360o entre a plateia e o U2. Willie Williams, criador dos palcos da banda irlandesa desde 1982, revela Rodrigo Ortega seus segredos à Billboard Brasil

foto: PETER NEILL

por

54 billboard brasil Abril 2011


espaço

O inovador palco da turnê U2 360º, que já visitou 56 cidades e agora aterrissa em São Paulo www.billboard.br.com 55


“Se a vida te der limões, faça uma limonada.” O clássico ditado de autoajuda é atribuído ao autor americano Dale Carnegie. É uma lição universalmente repetida, mas perde de mil a zero para aquela que você vai aprender agora: “Se a vida te der uma nave espacial gigante com o U2 dentro, faça dela um limão”. 56 billboard brasil Abril 2011

WILLIE WILLIAMS, o criador das turnês do U2, orgulhoso à frente da sua última obra, o palco 360º

Foi isso que, entre muitas outras coisas, a Billboard Brasil descobriu ao entrevistar um inglês de 52 anos que começou a trabalhar com shows – era tudo, menos business – fazendo a iluminação para bandas punks como a irlandesa Stiff Little Fingers. Hoje, profissional respeitado no mundo inteiro, o tal sujeito, Willie Williams, é praticamente um Willy Wonka. Assim como o dono da Fantástica Fábrica de Chocolates, ele é responsável por fórmulas brilhantes que conquistam o imaginário de milhões em todo o planeta e transformam simples convites em tíquetes dourados. Desde 1982, na turnê do disco War, Williams é o responsável pelo palco das turnês do U2. Um dos profissionais mais aclamados do mercado, ele também já

trabalhou com artistas como David Bowie e R.E.M., mas é o U2 sua grande paixão e tema de nove obrasprimas de entretenimento. A mais recente é 360º, que deve se tornar a turnê mais rentável do mundo, com seu inédito palco que não dá as costas para ninguém. Se o U2 tem cinco integrantes (o quinto sendo Paul McGuinness, empresário que está com eles desde que Bono, The Edge, Adam Clayton e Larry Mullen Jr. eram imberbes), o sexto é Willie. Nós o chamamos para contar a incrível história de uma banda que desde pequena se sabia grande, mas coube dentro de buracos punk, ginásios, limões, carnavais e corações até chegar aos abraços em São Paulo nos dias 9, 10 e 13 de abril de 2011, no Morumbi.


foto: Ebert Roberts/ Getty Images

O surreal palco de PopMart, com o limão de onde a banda surgia ao fundo, em show nos EUA em 1997

que requer habilidades técnicas, artísticas e diplomáticas. Designers, diretores e fabricantes de estruturas metálicas são essenciais à criação de um ambiente para a performance, mas nós não somos as pessoas que irão utilizá-lo. Nossa tarefa é criar mágica para o espectador e ao mesmo tempo proporcionar um espaço onde a performance possa florescer. Nesse sentido, não estamos criando para nós mesmos, estamos construindo um ambiente que os artistas possam

Escalação campeã “É uma coisa estranha”, disse Bono em um artigo no site U2.com, comparando o futebol à música. “Se você está em uma banda de rock e toca em estádios, toda noite você ganha. Mas aí você vai a um estádio ver um jogo e percebe que metade do público volta para casa chorando.”

Em 31 anos, 29 com a ajuda do técnico Willie Williams, as 11 grandes turnês do U2 foram de pequenos salões a grandes estádios, sempre com vencedores de todos os lados. Confira conosco no replay como os irlandeses conquistaram o mundo sempre dizendo sim à pergunta: pode isso, Bono?

dominar. É um processo muito parecido com fazer roupas para outra pessoa. Por consequência, ao fazer o design do show, eu começo a considerar a perspectiva do músico e do público. Unir esses dois pontos de vista é o segredo. E quanto a PopMart [turnê do disco Pop, de 1997], quem teve a ideia de criar aquele limão gigante? As conversas que ocorreram depois da Zoo TV, a turnê anterior, sobre o que deveríamos fazer a seguir

foto: David Corio/Redferns/getty images

foto: DBrantley Gutierrez/Divulgação

Em 1983, pouco depois de você começar a trabalhar com o U2, Bono mencionou que, no futuro, gostaria de fazer shows da dimensão dos espetáculos do Pink Floyd. Para uma pessoa com seu passado – que havia trabalhado com bandas punk como Stiff Little Fingers – isso foi chocante? Essa conversa aconteceu no 48º andar de um hotel em Tóquio, quando o U2 estava compondo The Unforgettable Fire. Era evidente que muita coisa estava mudando, que o ataque póspunk já havia se esgotado e que algo novo precisava surgir. O U2 sempre teve a capacidade de fazer as pessoas acreditarem que tudo é possível. Então, mesmo não sendo capaz de ver como isso poderia acontecer em 1983, não foi uma grande surpresa imaginá-los um dia fazer shows tão grandes quanto os do Pink Floyd. Você já declarou ter ficado fascinado com o álbum Boy [estreia do U2, de 1980] quando o ouviu pela primeira vez. Em sua opinião, hoje em dia, o que eles ainda mantêm daquele período inicial? Musicalmente, o espírito de Boy ainda existe e vem à tona de vez em quando, mas em termos de abordagem, uma coisa que o U2 nunca perdeu é o fato de que leva seu trabalho muito a sério. Não é apenas um emprego, nunca é algo feito nas coxas. Até hoje, se não acreditarem que estão fazendo o melhor possível, eles abandonam tudo e começam de novo. Você pode descrever o processo de criação dos palcos do U2? Quais elementos são mais importantes? A criação de qualquer tipo de show é um processo de colaboração intensa

geraram ideias fantasticamente surreais. Passamos muito tempo procurando abordagens diferentes, algumas hi-tech, algumas low-tech, mas todas muito ambiciosas. A frase que eventualmente apareceu para explicar a loucura completa era que, ao lidar com a monstruosidade do negócio da música e com a fama, “decidimos devorar o monstro antes que ele nos devorasse”. Bono tinha essa visão de reencenar a nave espacial do Parliament/Funkadelic e falava na

Boy (1980 - 81)

Os dois garotos

De longe era só mais uma banda póspunk. Mas olhares e ouvidos atentos já distinguiam o U2 de outros grupos. No fundo do palco, reprodução da foto do garoto na capa de Boy, de 1980. Na frente, Bono, 20 anos de puro carisma. A imprensa inglesa estranhou. “Ele adoraria ser Rod Stewart, quando não está imitando Iggy Pop”, atacou o NME. www.billboard.br.com 57


58 billboard brasil Abril 2011

foto: Fotonoticias/WireImage foto: Roberto Serra/Getty Images

U2 no Estádio Olímpico de Sevilha, na Espanha, em setembro de 2010

A plataforma à frente do palco leva BONO ainda mais perto do coração do público

October (1981 - 82)

Sonho de verão

O sucesso do disco anterior e de October, de 81, levou a banda para palcos maiores, alguns em locais abertos, mas ainda com estrutura simples. No verão de 82 eles experimentaram pela primeira vez as multidões, ainda compartilhando com outras bandas, em festivais europeus de verão, como no Roskilde, na Dinamarca, e Gateshead, na Inglaterra.

foto: Pete Cronin/Redferns/getty images

foto: Rob Verhorst/Redferns/getty images

banda aparecendo de dentro de um globo de espelhos flutuando sobre a plateia. A ideia de transformá-lo num limão gigante foi minha e isso deu à criação algum significado. Lembrome de The Edge dizendo que “o bom de aparecer num limão gigante toda noite é que nunca mais teremos de fazêlo”. Estávamos apenas dizendo que compreendemos que rock de estádio pode parecer completamente absurdo e exagerado, por isso entramos nisso de cabeça e criamos nosso próprio “momento Spinal Tap”. A noite em que o limão não abriu e a banda ficou presa lá dentro foi o que tornou toda aquela insanidade completa. Em uma entrevista em 2002, você disse: “Tive outra ideia para um show num estádio que não tivesse um palco, mas que utilizasse todo o piso com veículos em movimento. Haveria plateia por todo o campo e, claro, 360 graus em torno de todas as arquibancadas. Tive essa visão fantasiosa de abrir o show com 'Always Forever Now' [música dos Passengers, projeto do U2 com o produtor Brian Eno, de 1995] e dirigir numa cavalgada de motos, picapes gigantescas e veículos customizados carregando luzes, telas de vídeo e um sistema de som bombando. Não consigo entender por que a banda não quis fazer isso”. Como você os fez mudar de ideia? E como essa visão evoluiu até se tornar a turnê 360º atual? Essa era uma das ideias para a turnê que acabou virando PopMart e eu claramente não consegui fazer a banda mudar de ideia na época. Mas é verdade, porém, que parte do espírito daquela ideia chegou ao show 360º.

War (1982 - 83)

Bandeira branca, amor...

A turnê teve duas novidades: a consolidação do status de atração principal e Willie Williams como designer de palco, cargo que ele nunca mais largou. O palco com bandeiras brancas sobre o carpete vermelho foi imortalizado no vídeo Live At Red Rocks: Under A Blood Red Sky, especialmente na interpretação de “Sunday Bloody Sunday”.


foto: Kevin Mazur/Getty Images

foto: Kevin Mazur/Getty Images

acaba sendo desenvolvido. Porém, é justo dizer, e todo mundo reconhece isso, que é Bono quem carrega o peso da maior responsabilidade, por isso é com ele que trabalho mais de perto. Mas as ideias vêm de qualquer lugar, não somos possessivos. O microfone pendurado, por exemplo, foi ideia do coreógrafo Morleigh Steinberg e se tornou uma das marcas mais fortes do show. Como você compararia trabalhar com David Bowie a trabalhar com Bono? É de se esperar que Bowie esteja mais envolvido e informado quanto aos aspectos relativos a artes visuais e tecnologia. Isso é verdade? A principal diferença é que David Bowie é um artista solo e Bono é parte de um grupo. Há vantagens e desvantagens em ambos os casos. Trabalhar com um grupo pode ser complicado porque você tem que lidar com muitas opiniões diferentes, mas pelo menos toda pressão não está sobre uma pessoa só. Trabalhar com um artista solo significa que você talvez só tenha uma pessoa a convencer, mas pode ser mais difícil conseguir passar tempo de qualidade com aquela pessoa. O declínio das vendas de CDs e de downloads legais ajudou a tornar a experiência ao vivo numa coisa de enorme importância no mundo da música. Como isso o afetou? Esta mudança parece estar ao seu lado enquanto designer de shows, mas significa responsabilidades cada vez maiores e maiores desafios também... Para ser franco, isso não afetou muito o modo como trabalho, apesar de provavelmente ter garantido que eu sempre tenha muito trabalho a fazer. Você já foi ao Brasil com a banda? Se sim, foi muito diferente dos outros lugares onde você já trabalhou? Já estive no Brasil algumas vezes, incluindo as duas vezes em que o U2 fez grandes shows no país e também com

Unforgettable Fire (1984 - 85)

Paz e sequenciador

Foram 113 shows na Europa, EUA e pela primeira vez na Austrália, mas Unforgettable Fire ficou marcada pela apresentação no festival beneficente Live Aid, em Londres, em julho de 85. Empolgado com as bandeiras de War, Williams fez um palco quase todo branco. O público continuava crescendo.

foto: Rob Verhorst/Redferns/getty images

foto: Matt Kent/ Getty Images foto: Dave Hogan/Getty Images

Não temos as motos, o que é uma pena, mas ainda temos seis meses pela frente, então, nunca se sabe.... Como foi o processo específico de criação na turnê 360º? O que existiu de único no processo de criação dos shows 360º foi que não havia uma segunda ideia. Nós normalmente começamos com três ou mais ideias diferentes, mas a de fazer a 360º ao ar livre sob uma estrutura gigantesca, porém invisível, era tão forte que nós todos sabíamos que, se possível, era isso que faríamos. A viagem era descobrir o que poderia ser feito e ultrapassar todos os obstáculos de engenharia, arte, finanças, logística e técnica. Que experiência você tinha em mente para o público? Eu poderia escrever um livro em resposta, mas vamos chamar isso apenas de “intimidade em grande escala”. Que tipo de envolvimento os membros do U2 tiveram no conceito desta turnê? Algum deles fica mais encarregado das ideias para o palco? Todos os membros da banda acompanham o processo de design e todos têm o poder de vetar algo. Todas as reuniões criativas importantes envolvem os quatro, então eles realmente têm propriedade no que

Fogos inesquecíveis

O designer de palco do U2 listou as cinco apresentações de outros artistas que mais o marcaram T.Rex, City Hall, Sheffield, 1975 No auge da onda glam, a banda de Mark Bolan era o futuro do rock (Lennon e Bowie achavam isso). Mas ele morreu em 1977. Grace Jones, “A One Man Show”, Drury Lane, Londres 1981 A musa jamaicana reensinou a androginia para as gerações pós-punk. Tin Machine, Mayfair, Newcastle, UK, 1989 A crítica implicou quando Bowie se juntou a músicos da banda de Iggy Pop para soar mais áspero. Ao vivo, porém, a história era outra. E o encanto se mantinha. Radiohead, Shepherds Bush Empire, Londres, 2002 O minimalismo megalomaníaco do Radiohead de certa forma se aproxima dos conceitos do designer. Laurie Anderson, “Songs and Stories”, Salisbury, UK, 2008 A esposa de Lou Reed tem uma obra experimental e multimídia, prato cheio para um criador visual.

The Joshua Tree (1987)

Do tronco às raízes

Em enormes painéis estava a sombra da árvore do parque californiano que inspirou o nome do disco e da turnê. O cenário era grandioso, sombrio e envolvente. O conceito de “intimidade em grande escala” estava completo. Dos bastidores surgiu o documentário e o álbum Rattle And Hum, de 88, um mergulho nas raízes da música americana. www.billboard.br.com 59


60 billboard brasil Abril 2011

Lovetown Tour (1989 - 90)

O fim de uma era

A excursão teve estrutura semelhante à anterior, com 47 shows de Rattle And Hum. B.B. King abria os shows. A maior apresentação foi no fim de ano em Dublin. Um dia antes, Bono declarou: “Este é o final de alguma coisa para o U2... Não é nada demais, é só que nós temos que ir embora e... Sonhar tudo de novo”.

músicas que ainda nem foram lançadas no show ao longo de 2010 foi algo sem precedentes. Eu não podia acreditar que eles estavam tocando “Scarlet”, do álbum October, na Austrália! Está sendo uma fase incrível para o U2... Bono já se recuperou totalmente das últimas lesões que sofreu? [Em maio de 2010, o cantor machucou as costas em um ensaio para o show e teve que passar por uma cirurgia.] Como ele se prepara para uma maratona como essa? Pra falar a verdade, nós praticamente esquecemos que Bono se machucou. Ele deveria estar numa cadeira de rodas, mas, por sorte, ele não é humano como o resto de nós. Como é seu relacionamento com os membros da banda? Depois de todos esses anos, vocês devem ser como velhos amigos, mas vivem num continente diferente... Obviamente nosso respeito e confiança mútuos são totais, mas eu ocupo um espaço muito específico em suas vidas, por isso a sensação nunca é claustrofóbica. Na turnê, ficamos grudados o tempo todo, mas enormes partes de nossas vidas são vividas totalmente em separado, o que é extremamente saudável e faz com que o trabalho seja melhor, tenho certeza.

Zoo TV (1992 - 93)

Revolução televisionada

Transmissões e trotes ao vivo, imagens aleatórias, homem-mosca, homemcapeta e carros no teto. A turnê de 158 shows foi a mais longa e surpreendente do U2. Baseado em Achtung Baby, de 91, Willie Williams criou com o U2 um universo irônico e saturado de informações. O show inspirou o CD Zooropa, de 93.

foto: Gennady Avramenko/Epsilon/Getty Images

fotos: Maurício Lima/AFP/Getty Images foto: Bob King/Redferns/getty images

BONO e sua tradicional jogada de mãos pro alto, também no Brasil em 2006

David Bowie, por coincidência. É uma experiência incrível para um cara inglês – o nível de energia da plateia não tem igual em lugar algum. Eu me lembro do show da turnê PopMart que abria com uma bola de futebol rodando [era o “o” de “Pop”]. A banda não havia nem entrado no palco ainda e as pessoas já estavam indo à loucura. É impossível não se envolver nesse tipo de atmosfera. Assistir ao Carnaval de Tenerife, na Espanha, também influenciou a Zoo TV. Você já viu o Carnaval brasileiro ou já se interessou por sua estética de algum modo? Não, mas fizemos muita pesquisa antes de Achtung Baby [disco do U2 de 1991] ser lançado. Nós teríamos ido ao Brasil para o Carnaval, mas a primeira Guerra do Iraque estava acontecendo, voar metade do mundo não era recomendado naquela época. Na turnê 360º vocês foram alterando o set list ao longo do tempo. O que podemos esperar dos shows na América do Sul? Espero que a gente consiga incluir várias surpresas e mudar os set lists sempre – principalmente porque teremos três shows em Buenos Aires e em São Paulo. Uma das minhas grandes alegrias nesta turnê é ver o quanto os set lists têm sido variados. Incluir seis

foto: Mick Hutson/Redferns/getty images

A vertigem dos fãs brasileiros no show em São Paulo, em 2006

“Estive no Brasil duas vezes com o U2 – e também com David Bowie. O nível de energia não tem igual em lugar algum”


“Depois do que aconteceu, Bono deveria estar numa cadeira de rodas. Felizmente ele não é humano como nós” www.billboard.br.com 61


foto: Matt Jelonek/WireImage/getty images

Referências fonográficas

Colocamos nos eixos alguns dos nomes que rolaram na entrevista

foto: Michael Ochs Archives/Getty Images

Nave do Parliament/Funkadelic A trupe americana do gênio do funk George Clinton surgia de dentro de uma grande nave prateada em shows nos anos 70.

Stiff Little Fingers

Spinal Tap

Banda fictícia, protagonista do falso documentário de 1984, This Is Spinal Tap, que satiriza o pretensioso hard rock da época.

Carnaval de Tenerife

A festa nas Ilhas Canárias é semelhante e quase tão grande quanto a do Rio de Janeiro. O desbunde visual inspirou Zoo TV.

The Vaccines

foto: Rob Verhorst/Redferns/Getty Images

Grande novidade do rock inglês em 2011, o promissor quarteto londrino tem um som pós-punk que lembra... U2 em 1980.

62 billboard brasil Abril 2011

BONO e THE EDGE durante show em Peth, na Austrália, em dezembro passado

Você já trabalha com o U2 há quase 30 anos. O que mais mudou na banda e o que continuou igual? Todos eles estão mais altos e parecem mais jovens do que da primeira vez que os vi, o que é impressionante. Na verdade, acho que no caso de Adam talvez seja isso mesmo... Depois de 30 anos, seria extraordinário se alguma coisa tivesse continuado a mesma, mas é óbvio que a amizade deles permanece. Essa é a base de tudo, na verdade. Você os imagina fazendo turnês mundiais em 2030, como os Rolling Stones fazem hoje? Não consigo imaginar o que mais eles fariam se não estivessem no U2, então, muito provavelmente ainda estarão tocando. Existe algum projeto envolvendo a exibição de cenários antigos do U2? Houve muita especulação ao longo dos anos quanto a uma exibição de arte do U2 – cenários, vídeos, artefatos de palco, roupas –, mas isso nunca se concretizou. Em grande

PopMart (1997 - 98)

Limão capeta

O U2 ganhou três reforços: um telão de LED e um arco dourado monumentais e o surreal globo em forma de limão de onde a banda surgia – e que falhou algumas vezes. O “shopping de entretenimento”, segundo Williams, fez uma grande visita a Sarajevo, em 97. Também fez o U2 estrear no Brasil, em três noites de janeiro de 98.

foto: Paul Bergen/Redferns/Getty Images

Um dos pioneiros do punk na Irlanda. Ainda estão na ativa, mas, ao contrário do U2, mudaram pouco de estilo em três décadas.

parte porque como essas coisas já estiveram em turnê durante um ano ou dois, elas já estão tão detonadas que não sobra nada. Que tipo de música você ouve? Muito jazz – bebop e cantoras, a maior parte do tempo. Eu amo cantorescompositores sombrios e torturados como Magnetic Fields, Tom Waits, The Handsome Family, mas punk rock ainda é o que habita minha alma, por isso sempre ouço Ramones, Pixies, Nina Hagen... Eu adoro o fato de guitarras estarem na moda novamente. Tem algumas bandas novas que eu gosto – The Vaccines e um grupo escocês com o maravilhoso nome de We Were Promised Jetpacks.

Elevation (2001)

Simples de coração

Depois da esbórnia visual dos palcos anteriores, Elevation (nome do hit do álbum All That You Can´t Leave Behind, de 2000) foi um retorno à sobriedade. A maior parte dos shows foi em arenas fechadas. O palco, uma plataforma simples, era cercado por uma rampa com formato de coração. Pela passarela os músicos se aproximavam do público.


foto: divulgação

Matou o U2 e foi ao cinema

Filme conta história dos colegas de Bono que viveram um fracasso proporcional ao seu sucesso; trilha traz música inédita do U2 “A história de uma banda que nunca achou o que estava procurando.” Esta é a apresentação do filme Killing Bono, comédia sobre o dramático destino da “segunda melhor banda surgida em Dublin em 1976”. O roteiro foi baseado no livro autobiográfico Killing Bono: I Was Bono's Doppelgänger, de 2005, escrito por Neil McCormick. Neil, que hoje é crítico de música do jornal inglês The Daily Telegraph, foi aluno da escola secundária irlandesa Mount Temple Comprehensive, junto com Bono, The Edge, Larry Mullen Jr. e Adam Clayton. Na mesma época que o U2 se formou, Neil tentava emplacar a carreira junto com seu irmão, mas nunca teve a mesma sorte dos colegas.

O ex-músico demorou a aceitar que não teria o mesmo destino de Bono. “Se na época alguém tivesse dito que na minha geração de estudantes havia quatro indivíduos que se tornariam o produto de exportação mais famoso da Irlanda desde a Guinness, eu teria olhado para os meus colegas em volta para tentar descobrir quem seriam os outros três”, conta no livro. O longa-metragem foi dirigido pelo inglês Nick Hamm e tem Ben Barnes (de Crônicas de Nárnia e Dorian Gray) no papel de Neil McCormick. Os integrantes do U2 não se envolveram diretamente na produção, mas aprovaram o uso do nome e das músicas da banda. Neil ainda é amigo dos integrantes do U2 – ele nunca tentou “matar Bono”, o título é apenas uma piada sobre sua frustração. A trilha sonora tem uma música inédita do início da carreira do U2, quando eles ainda se chamavam The Hype: “Street Missions”. Ainda não há previsão oficial de exibição do filme no Brasil. Killing Bono teve pré-estreia em Dublin e Londres em março e entrou em cartaz na Europa no início deste mês.

“Todos eles estão mais 150 altos e parecem mais jovens do que da primeira 154 vez que os vi, o que 27 é impressionante” prometi a mim mesmo que não aceitaria outros projetos ao mesmo tempo. Fracassei, é claro, tendo realizado alguns trabalhos muito prazerosos com Kronos Quartet e Laurie Anderson, mas qualquer compromisso de longo prazo terá de esperar até que eu termine meu trabalho com o U2.

Vertigo (2005 - 2006)

Cortinas bombásticas

A rampa para levar o U2 perto dos fãs continuou. Mas a área interna de coração foi substituída por uma elipse, que Williams chamou de “abrigo para bombas”, em referência ao disco How To Dismantle An Atomic Bomb, de 2004. O palco era rodeado por cortinas de LED retráteis. Ali rolou o beijo entre Bono e a fã Katilce, em um dos shows em São Paulo.

20

foto: Kevin Mazur/WireImage

foto: Jeff Brass/Getty Images

Você já trabalhou em musicais da Broadway e do West End, como We Will Rock You. Tem algum projeto deste tipo agora? Não faço uma turnê completa com o U2, nem com mais ninguém, desde PopMart, por isso, quando me comprometi a fazer toda a turnê 360º,

FICHA BILLBOARD MILHÕES

Passou disso o total de discos vendidos em todo o mundo

SEMANAS

Tempo que Under A Red Blue Sky (84) ficou no Billboard 200

MÚSICAS

Chegaram ao Billboard Hot 100. Duas delas em primeiro lugar: “With Or Without You” e “I Still Haven´t Found What I´m Looking For”

ÁLBUNS

Fizeram parte do Hot 200 da Billboard. Sete em primeiro lugar: The Joshua Tree (87), Rattle And Rum (88), Achtung Baby (91), Zooropa (93), Pop (97), How To Dismantle An Atomic Bomb (2004) e No Line On The Horizon (2009)

8 22 35

MILHÕES

Número de seguidores da Fan Page da banda no Facebook

GRAMMYS

A banda é recordista no total de prêmios ganhos desde 1988

ANOS

Tempo da banda, formada em 1976, época em que era influenciada pelos grupos do então emergente punk rock inglês, como The Clash e Sex Pistols

bono: campeão de indicações

O U2 também já foi indicado ao Oscar, em 2003, pela música “The Hands That Built America”, do filme Gangues de Nova York. Isso faz de Bono a única pessoa do mundo já indicada ao Grammy, ao Oscar e ao Nobel da Paz (o vocalista concorreu quatro vezes ao prêmio). Em 2005, foi eleito a personalidade do ano pela revista americana Time

U2 360º (2009-2011)

Sempre à frente

Uma união da megalomania de Zoo TV e PopMart com a simplicidade engenhosa de Elevation e Vertigo – esta é a obra-prima do U2 e Willie Williams, uma espécie de nave espacial que os terráqueos podem apreciar por todos os lados. A camisa 11 dos espetáculos do U2 deve voltar do Brasil com a taça de turnê mais lucrativa de todos os tempos. www.billboard.br.com 63


_ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:39 AM


_ANUNCIOS.indd 3

4/1/11 12:39 AM


opinião

por João

Marcello Bôscoli

MAIS PÍLULAS MUSICAIS Há muitos artistas que gostam de música, mas a música parece não gostar deles. Até aí, tudo bem. Trágica é a manifestação do contrário: pessoas abençoadas com um talento especial que se jogam fora.

foto: Gilles Petard/Redferns/getty images

Na história recente, foi o twist que inaugurou a dança sem contato físico entre os parceiros, um separador de eras e pessoas. Estima-se que tenha se inspirado na “wringin and twistin” do Congo (século 19), trazida para a América durante a escravidão. Passou por menestréis, por Jelly Roll Morton [pianista e arranjador, 1885-1941, lenda do ragtime] e Hank Ballard [1927-2003, cantor de rhythm’n’blues, autor de “The Twist”] até chegar aos anos 60 com Chubby Checker no programa adolescente de auditório American Bandstand. Sem internet, virou febre mundial e um sucesso sem precedentes da indústria musical.

Foi tão grande que a Billboard elegeu “The Twist” o maior hit dos últimos 50 anos, baseada nas paradas. Hoje em dia, aos 69, Chubby Checker faz shows e vende chocolates com seu nome. Curiosamente, tentou convencer um grande amigo meu a trazer as barras para o Brasil. Ganhei uma amostra, mas nunca tive coragem de abrir a relíquia pop. Chick Webb (1905-1939) foi um dos maiores bateristas de todos os tempos. Com o título de Rei do Swing, venceu obstáculos naturais causados pela tuberculose ainda na infância, o que causou a má formação de sua coluna e uma baixa estatura acentuada – durante muito tempo achei que Webb fosse anão. Em uma época repleta de racismo, ele liderou sua própria banda, algo inédito para um baterista. Além disso, influenciou Duke Ellington, Art Blakey, Buddy Rich, Gene Krupa e o pai do jazz-fusion Tony Williams, entre outros. Nas “batalhas de bateria” organizadas pelo mítico clube Savoy, vencia frequentemente orquestras como as de Benny Goodman e Count Basie. Com estilo intuitivo e virtuoso, tocava com tanta energia que era necessário pregar sua bateria no chão para que ela não escorregasse pra longe. Mestre da música e demolidor de obstáculos físicos e sociais, morreu aos 34 anos dizendo “desculpem, eu tenho que ir”. Precisa ser conhecido pra jamais ser esquecido. Gênio.

Em um encontro ocorrido há 20 anos, pedi ao músico Winton Marsalis um conselho musical. Sem perder tempo, ele pegou uma caneta e escreveu “Practice!!!” (Pratique!). Simples e fundamental. Sem exercer seu ofício diariamente, difícil esperar algo maior. O primeiro cachê pago a um artista em um programa de rádio no Brasil foi iniciativa do visionário Ademar Casé, um dos responsáveis pela introdução desse meio no país. Ele lançou Noel Rosa, lançou a primeira novela e também o primeiro jingle (para a Padaria Bragança em 1932). Pai de Geraldo e avô de Regina, foi também um dos primeiros a entender a importância da televisão, onde trabalhou desde a fundação da Tupi (pioneira no Brasil) com Assis Chateaubriand. Fez mais pela economia criativa – hoje tão citada – do que vários governos e ministérios juntos. O meio artístico brasileiro deve muito a ele.

Uma grande obra de arte não vai correr atrás de você. Bach, Louis Armstrong ou Shakespeare não vão te procurar pra tentar te seduzir. Creio que nós é que devemos ir atrás deles e outros. E colher os frutos desse encontro.

Chick Webb: a energia era tanta, que a bateria precisava ser pregada no chão

Dezembro 20112010 • Janeiro 2011 66 billboard brasil Abril

É frequente me perguntarem qual é meu cantor favorito de “black music”. Tenho alguma dificuldade para entender o uso dessa expressão devido a sua abrangência, contudo assumo que se referem ao rhythm'n'blues e ao soul. Como estamos em um veículo especializado em listas, vamos lá. Fora de ordem, por favor: Ray Charles, Ronald Isley, Stevie Wonder, Donny Hathaway, Maurice White, Marvin Gaye, Al Green, Lenny Williams, Otis Reding, Sam Cooke, Luther Vandross, Teddy Pendergrass, Michael Jackson, George Benson, Jackie Wilson, James Brown, Charlie Wilson, Prince. Simonal foi o maior showman que já pisou em um palco no Brasil. Deve nada a nenhum grande nome da lista acima.

JOÃO MARCELLO BÔSCOLI é músico, produtor e responsável pela gravadora Trama.


Coleção Folha Grandes Óperas. Obras-primas da ópera, na voz dos maiores intérpretes. A Coleção Folha Grandes Óperas. Aprecie verdadeiras obras-primas como Carmen, La Traviata, O Barbeiro de Sevilha e La Bohème na voz de grandes intérpretes: Luciano Pavarotti, Plácido Domingo, José Carreras, Maria Callas e muitos outros. Não perca: todo domingo, nas bancas por apenas R$ 15,90*. O gênero que já foi popular e virou história vai conquistar você. Não dá pra não colecionar. Não dá pra não ler.

Assinante Folha: na compra da coleção completa, grátis 5 livros-CDs e condições especiais de pagamento.* Ligue (11) 3224 3090 (Grande São Paulo), 0800 775 8080 (outras localidades) ou acesse www.folha.com.br/operas *Preço válido para os Estados de SP, RJ, MG, PR. Outros Estados, consulte www.folha.com.br/operas

_ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:40 AM


LOOK DE ARTISTA

por

Cris Francini e Paula Martins

LANÇA PERFUME Casaqueto preto com zíper Tel. 0800-1406900

MORANA

Bracelete dourado de ímã www.morana.com.br

R$ 527,00

R$ 89,00

ENJOY

Vestido floral plissado www.enjoy.com.br

R$ 359,00

fOTO: Dave M. Benett/Getty Images

Corinne Bailey Rae

68 billboard brasil Abril 2011

CORELLO

Bolsa-carteira com pino vintage Scarpin de verniz com salto médio www.corello.com.br

R$ 499,00 R$ 209,00

Conhecida por seu estilo delicado e nada pretensioso, a cantora inglesa de 32 anos gosta de investir em modelagens modernas, mas sem deixar a elegância e a sensualidade de lado – esta última geralmente marcada por toques sutis de leves transparências. Foi assim no Elle Style Awards, em Londres, onde ela lançou mão de um colorido, curto e charmoso vestido combinado com blazer cropped, uma bolsa-carteira e sapatos pretos clássicos.


Ricky Martin Ao contrário dos looks inusitados e chamativos que costuma adotar em eventos públicos, o cantor portoriquenho preferiu algo mais discreto ao comparecer à cerimônia do prêmio Lo Nuestro, da emissora Univision, em Miami, onde recebeu o título de Ícone Mundial. Mas, apesar das cores sóbrias e das peças tradicionais, Ricky não abriu mão das modelagens justinhas ao corpo.

RICARDO ALMEIDA

Camisa manga longa de listra cinza R$ 650,00 • www.ricardoalmeida.com.br

fOTOs: divulgação

Cinto de couro www.dzarm.com.br

DZARM

Black jeans resinado www.dzarm.com.br

R$ 219,00

R$ 69,90

SIDE WALK

Coturno café de cano curto R$ 335,00 • www.sidewalk.com.br

fOTO: Alexander Tamargo/Getty Images

DZARM


closet

Apenas bons intérpretes

Miranda Kassin e André Frateschi: casal além dos palcos

O casal Miranda Kassin e André Frateschi é um sucesso na noite de São Paulo. Ela está em cartaz com I Love Amy, onde canta músicas do repertório da Amy Winehouse e de outras divas do soul, sempre com casa cheia. Ele faz releituras de David Bowie no show Heroes, com plateia igualmente lotada.

Um participa da apresentação do outro. Juntos lançaram, no final do ano passado, o CD Hits Do Underground. O disco compila canções bem conhecidas no universo alternativo brasileiro. Entre elas, “Magrela Fever”, de Curumin, e “Deixe-se Acreditar”, do Mombojó. Seguem na turnê de

divulgação do álbum, mas já anunciam novos projetos. Miranda começa a preparar uma homenagem a Rita Lee. “Eu sou superfã da Rita”, conta, já adiantando que a estreia deve ser em maio. André está ensaiando um show com o repertório do Radiohead. “Está ficando bem legal”, diz ele, que também

promete para maio o início de uma série de apresentações. Enfileirar projetos focados em repertório de outros artistas sinaliza uma direção internacional, bem distante da antiga noção de “show cover”. “Eu e a Miranda estamos insistindo na tecla do intérprete. Sem vergonha nenhuma”, confirma André.

Livro Hopper

“Eu acho muito legal a maneira como o Hopper [Edward Hopper, genial pintor americano – 1882-1967] retrata esse cotidiano das décadas passadas. Acho incrível seu trabalho. Eu queria ter mais coisas dele em casa. Me identifiquei.”

Discos e DVDs de Tina Turner

“A Tina é minha diva inspiradora. Eu assisto muito aos shows dela. Tenho quase todos em casa. Eu acho ela fantástica. E é uma lição. A mulher já está com mais de 70 anos e está lá lindona e fazendo show.”

Botas zebradas de Tony Mora

Colar

“Esse colar era da minha avó. Eu não a conheci. Eu nasci e logo depois ela faleceu. Então é uma peça que eu guardo com muito carinho. Uma lembrança dela.”

70 billboard brasil Abril 2011

“É meu fone preferido. Quando preciso descansar e desligar, eu o coloco. Pode ser no avião, em qualquer lugar. Ele me isola do mundo.”

“Elas me acompanham há uns 15 anos. Comprei num bazar. São da Tony Mora [marca quase centenária da ilha de Maiorca, na Espanha], já estão velhinhas. Das minhas peças preferidas, até para fazer show. Eu uso rezando para nunca perder.”


fotos: adriano vizoni

Guitarra Fender Stratocaster

“Eu tinha uma banda quando era moleque no colégio. Ensaiava com meu amigo Márcio Sztutman. A gente botava um disco do Hendrix e tocava. Eu na bateria e ele na guitarra. Depois meu amigo virou biólogo, acabou desistindo de tocar e deixou a guitarra comigo. Eu a uso nos shows. Guardo com muito carinho. Um instrumento que vai me acompanhar pelo resto da vida.”

Microfone Shure SH55

“É um microfone que eu e a Miranda compramos juntos. Marca o começo de nossa parceria musical. Foi nosso primeiro investimento em equipamento juntos. Ele acaba simbolizando essa parceria amorosa e artística.”

Biografia Frank Zappa Compacto Space Oddity

“Consegui esse vinil do David Bowie na Eric Discos, uma loja superantiga e tradicional de São Paulo. Eu a frequento desde criança. É um dos meus passatempos prediletos. Este compacto é original, de 1969. Uma raridade.”

“Herdei do meu avô essa gaita de 64 vozes. Quando eu era criança ele contava histórias e tocava a gaita junto. Tem um valor sentimental grande. É meio que um amuleto.”

“Esta biografia do Frank Zappa – The Real Frank Zappa Book – não foi editada em português, mas acabou chegando à minha mão quando eu tinha uns 18 ou 19 anos. Eu sou muito fã de Zappa. Foi um mergulho para entender a personalidade dele. Me deixou mais apaixonado pela obra e por tudo que ele foi. Vira e mexe eu recorro a ele quando preciso de alguma inspiração de atitude ou entendimento da indústria musical.” www.billboard.br.com 71


música&moda

Moda selvagem

Chris Francini e Paula Martins

ajudam a criar figurinos modernos e antenados. A grande aposta do inverno é misturar peças com estampas de animais em um mesmo look – não tem como errar. Designers como Roberto Cavalli e Balmain mostram suas criações felinas nas passarelas e na silhueta de artistas famosos, principalmente nos red carpets.

fOTO: Jason Merritt/Getty Images

fOTO: Jason LaVeris/Getty Images

fOTO: Jason Merritt/Getty Images

fOTO: Steve Granitz/Getty Images

A estamparia de bicho já se tornou um clássico do guarda-roupa contemporâneo. Ela pode ser combinada tanto para compor um visual diurno quanto para incrementar um look noturno – o segredo é mudar os complementos. Antes usados só por mulheres que tinham a intenção de parecer mais sensuais, agora os bichos

por

72 billboard brasil Abril 2011


fOTO: Antonio de Moraes Barros/Getty Images

fOTO: FChris Moore/Catwalking/Getty Images

D&G

fOTO: Chris Moore/Catwalking/Getty Images

fOTO: Karl Prouse/Catwalking/Getty Images

Balmain

fOTO: Phillip Massey/Getty Images

A rapper Nicki Minaj, famosa por seu estilo nada convencional, surgiu no Oscar da música mostrando ao mundo que a tendência bicho tomou conta do seu visual. Um pouco fantasiosa, a cantora que já fez parcerias com grandes personalidades do mundo da música apareceu num look 100% wild e muito duvidoso!

Moderna e antenada, a cantora Rihanna foi flagrada passeando pelas ruas de Dublin, Irlanda, no ano passado, já com um look totalmente composto por estampas de bicho. Ousada e cheia de estilo!

Clements Ribeiro

Ainda na premiação deste ano do Grammy, Matthew Bellamy, vocalista e guitarrista da banda Muse, provou que está por dentro do mundinho fashion. O músico apareceu com uma combinação de calça black skinny e paletó de leopardo preto e prata. Super trendy!

Roberto Cavalli

A atriz, cantora e compositora Miley Cyrus marcou presença no red carpet do Grammy Awards de 2011 com um modelo longo de estampa de bicho extensa e metalizada.

www.billboard.br.com 73


_ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:42 AM


_ANUNCIOS.indd 3

4/1/11 12:42 AM


our stuff

Fofos e funcionais O design deixa de ser coadjuvante e passa a ter um importante papel nos aparelhos que usamos para ouvir, reproduzir e fazer música

BONITINHAS Estas caixinhas com cara de robô são, na verdade, docks para iPod. Batizadas de Thodio iBox, possuem diversos recursos de personalização que permitem chegar à configuração desejada. Entre eles está a amplificação, que varia de 2 x 25 a 2 x 70 W, com a opção também de 2 x 60 W. Quem não quiser usá-las com o iPod, pode recorrer ao conector de 35 mm para ligá-las a outro tipo de dispositivo. Disponíveis em várias opções de madeira e coloridas, possuem bateria recarregável que dura até 15 horas. Por US$ 495 no site www.thodio.nl.

Viagem divertida Nada pode ser mais pessoal do que o seu gosto musical e sua mala de viagem. A Travelteq juntou as duas coisas e criou a Trip Sound, uma mala com duas caixas de som de 15 W embutidas que podem tocar até oito horas seguidas de música. Feita de alumínio, possui também entrada USB para celular, iPod ou iPad, e, claro, espaço para roupas e notebook. À venda por € 695 no site do fabricante (www.travelteq.com).

76 billboard brasil Abril 2011


Cantando no chuveiro Classificado como rádio ecológico, o H2O Shower Power Radio não gasta energia elétrica nem bateria. Alimentado pela pressão do chuveiro, funciona por meio de uma microturbina movida a água. Impermeável e disponível só com FM, está à venda nas lojas Gizoo (www.gizoo.co.uk) por £ 34.95.

PROFISSA

Torradeira musical

PEQUENINOS

Quem gosta de fazer tudo ao mesmo tempo vai adorar a Breville Radio Toaster, uma torradeira que, além de tostar o pão, vem equipada com rádio AM/FM. Ou seria um rádio equipado com uma torradeira? Enfim, o que importa é que, além de poder ouvir seu programa preferido, você terá a sua disposição todas as funções de um equipamento como esse – controle de tempo e descongelamento. Já o rádio possui equalizador, display luminoso, dez memórias e entrada para MP3 players. Custa £49 na loja online Firebox.com.

Desenvolvido especialmente para bebês, o MP3 Baby Bidou, em formato de ursinho, possui 2 GB de capacidade e suporta os formatos MP3, WAV e WMA. Apesar de ter apenas oito botões para facilitar o uso, permite que os pais desabilitem algumas funções, tornando o aparelho ainda mais simples para os pequenos. Fácil de limpar e resistente, está disponível em lojas online como a Thinkgeek por US$ 59.99. Por US$ 4 a mais é possível comprar o modelo que já vem com quatro CDs armazenados.

fOTOs: divulgaçÃO

Esta dock da Alesis, batizada de StudioDock Pro, é capaz de conectar o iPad a vários instrumentos musicais, como guitarras, teclados e até sintetizadores. Com efeitos pré-programados, tem a intenção de transformar o aparelho em uma estação profissional de música e pode ser utilizado por meio de suas caixas de som integradas ou conectado a um sistema de som externo. Ainda não há uma data de lançamento, mas estimase que esteja disponível nos Estados Unidos a partir de maio, por US$ 200.

www.billboard.br.com 77


_ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:44 AM


_ANUNCIOS.indd 3

4/1/11 12:44 AM


agenda • Abril / MAIO

Abril Quarta,

The Human League São Paulo (SP) Via Funchal

6

Abril quinta,

Slash

São Paulo (SP) HSBC Brasil

Slash

Ozzy Osbourne

Avenged Sevenfold

Avenged Sevenfold

7

Daniel

São Paulo (SP) • Credicard Hall

Paulinho da Viola

Bee Gees Greatest Hits Tour by Robin Gibb Porto Alegre (RS) Pepsi On Stage

Abril sábado,

Virada Cultural SP

16

Abril domingo,

São Paulo (SP)

São Paulo (SP) • Via Funchal

Roxette

Rio (RJ) • Citibank Hall

Nicole Cole

Rio (RJ) • Vivo Rio

Céu

Abril terça,

Roxette

São Paulo (SP) Credicard Hall

Motörhead

Curitiba (PR) Curitiba Master Hall

Roxette

Abril sábado,

Belo Horizonte (MG) Chevrolet Hall

Restart

Macaco Bong

Abril sábado,

Chemical Music

19

Abril terça,

Roxette

Porto Alegre (RS) Pepsi On Stage

12

U2

14

Skank

Ana Carolina

São Paulo (SP) Citibank Hall

Abril quinta,

Roupa Nova

Roxette

Belo Horizonte (MG) Chevrolet Hall

São Paulo (SP) Credicard Hall

Kid Abelha

São Paulo (SP) Credicard Hall

Abril quarta,

3OH!3

São Paulo (SP) Via Funchal

São Paulo (SP) Citibank Hall

20

Abril sexta,

3OH!3

Curitiba (PR) Curitiba Master Hall

22

24

Abril quinta,

Marcelo Camelo

São Paulo (SP) SESC Pompeia

São José do Rio Preto (SP) SESC

Natalie Cole

São Paulo (SP) Via Funchal

Roupa Nova

Curitiba (PR) Teatro Positivo

Beth Carvalho

São Paulo (SP) HSBC Brasil

28

Abril sexta,

Marcelo Camelo

São Paulo (SP) SESC Pompeia

3OH!3

São Paulo (SP) SESC Ipiranga

São Paulo (SP) Credicard Hall

15

São Paulo (SP) Citibank Hall

Florianópolis (SC) Floripa Music Hall

São Paulo (SP) SESC Ipiranga

Curitiba (PR) Curitiba Master Hall

Paulinho da Viola

Rio (RJ) • Vivo Rio

Abril domingo,

Abril sexta,

Ana Carolina

Curitiba (PR) Teatro Guaíra

Chitãozinho & Xororó

Pata de Elefante

São Paulo (SP) Estádio do Morumbi

São Paulo (SP) Via Funchal

Motörhead

23

13

Abril quarta,

Bee Gees Greatest Hits Tour by Robin Gibb

Rio (RJ) • Circo Voador

POA (RS) • Bar Opinião

Roupa Nova

Porto Alegre (RS) Teatro do SESI

São Paulo (SP) Estádio do Morumbi

10

3OH!3

Ana Carolina

Vanessa da Mata

Abril Domingo,

U2

Arnaldo Antunes, Marcelo Jeneci e Karina Buhr

Belo Horizonte (MG) Crevrolet Hall

Ana Carolina

Curitiba (PR) • Teatro Positivo

Paulinho da Viola

Sublime with Rome

Leonardo

São Paulo (SP) • Citibank Hall

São Paulo (SP) • Credicard Hall

São Paulo (SP) • Via Funchal

Campinas (SP) • SESC

Diogo Nogueira

17

Daniel

Bee Gees Greatest Hits Tour by Robin Gibb

Rio (RJ) • Circo Voador

Atrações confirmadas: P.O.D., Angra, Capital Inicial, Titãs, Sepultura, Otto, Pitty, Misfits, Pato Fu, Raimundos e Fresno, entre outros. programação completa em: http://viradacultural.org

Motörhead

São Paulo (SP) SESC Pompeia

Rio (RJ) • Vivo Rio

São Paulo (SP) • Citibank Hall

São Paulo (SP) • SESC Pompeia

The National

Inimigos da HP

São Paulo (SP) Tom Jazz

Ana Carolina

São Paulo (SP) • Citibank Hall

São Paulo (SP) SESC Pompeia

Santos (SP) SESC

BH (MG) • Mineirinho

9

São Paulo (SP) • Est. do Morumbi

Ana Carolina

Paulinho da Viola

Paulinho da Viola

Abril Sábado,

Ozzy Osbourne U2

Rio (RJ) • Citibank Hall

Porto Alegre (RS) Casa do Gaúcho

Curitiba (PR) Curitiba Master Hall

Curitiba (PR) Curitiba Master Hall

8

Vanessa da Mata

Rio de Janeiro (RJ) Citibank Hall

Rio de Janeiro (RJ) Vivo Rio

Abril Sexta,

Slash

29

Luiza Possi

Rio de Janeiro (RJ) Circo Voador

São Paulo (SP) • Citibank Hall

Fábio Jr.

São Paulo (SP) • Credicard Hall

30

Maio sexta,

Helloween e Stratovarius

6

São Paulo (SP) • Credicard Hall

Chemical Brothers, Life Is A Loop, Gui Boratto, The Twelves

Itu (SP) Arena Maeda

Kid Abelha

Renato Teixeira & Sérgio Reis

John Fogerty

Tulipa Ruiz

Fundo de Quintal

São Paulo (SP) • HSBC Brasil

São Paulo (SP) SESC Pompeia

Brasília (DF) • Teatro Oi

Fábio Jr.

São Paulo (SP) Credicard Hall

Rio (RJ) • Citibank Hall

John Fogerty

Rio (RJ) • Citibank Hall

Marcelo Camelo

Maio sábado,

Maria Rita

Maio terça,

John Fogerty

São Paulo (SP) Credicard Hal

10

7

Maio domingo,

John Fogerty

Curitiba (PR) Teatro Positivo

São Paulo (SP) • Credicard Hall BH (MG) • Chevrolet Hall Floripa (SC) • Floripa Music Hall

Maio quarta,

John Fogerty

São Paulo (SP) Credicard Hal

11

Maio sexta,

Sandy

São Paulo (SP) Citibank Hall

13

Sublime with Rome São Paulo (SP) Via Funchal

Mötley Crüe & Buckcherry

17

São Paulo (SP) Credicard Hall

Maio quarta,

Sublime with Rome

Porto Alegre (RS) Pepsi On Stage

18

Rio (RJ) • Citibank Hall

Maio sexta,

Fábio Jr.

Curitiba (PR) Teatro Positivo

Maio sábado,

Virada Cultural Paulista

14

15

Maio domingo,

22 cidades do Estado de São Paulo Atrações confirmadas: Tulipa Ruiz, Maria Gadú, Fafá de Belém, Agnès Jaoui, Superchunk, Pinki Martini, Angra, Renato Teixeira, Charlie Brown Jr., Lulina e Les Pops entre outros. Programação completa em www.cultura.sp.gov.br

Ian Anderson

Belo Maio terça,

8

20

São Paulo (SP) Credicard Hall

The Cult

São Paulo (SP) HSBC Brasil

Sandy

São Paulo (SP) Citibank Hall

Kid Abelha

Rio de Janeiro (RJ) Citibank Hall

Maio sábado,

Festival Natura Nós

21

Maio domingo,

22

Jack Johnson, Jamie Cullum, Laura Marling, Roberta Sá e António Zambujo, G. Love, Maria Gadú e Toquinho, entre outros

São Paulo (SP) Chácara do Jockey

Belo

Asia

São Paulo (SP) HSBC Brasil

ANOTE:

São Paulo (SP) Credicard Hal

Maio terça,

Jack Johnson

Belo Horizonte (MG) Mineirinho

24

ANOTE 3 de junho porto alegre (RS) • gigantinho 4 de junho florianópolis (SC) • stage music park

Maio sexta,

Maria Rita

27

São Paulo (SP) • Citibank Hall

Village People

São Paulo (SP) • HSBC Brasil

Zeca Pagodinho

São Paulo (SP) • Credicard Hall

Maio sábado,

Village People

Florianópolis (SC) Floripa Music Hall

28

Maio domingo,

Urban Music Maria Rita

Zeca Pagodinho

Dulce María

São Paulo (SP) • Credicard Hall

Maio terça,

Alice Cooper

Porto Alegre (RS) São Paulo (SP) • Arena Anhembi Pepsi On Stage Cee Lo Green, John Legend & The Roots e Emicida

Maria Rita

São Paulo (SP) • Citibank Hall

29

São Paulo (SP) • Citibank Hall Rio (RJ) • Vivo Rio

31

ANOTE 2 de junho São paulo (SP) • credicard hall 3 de junho Curitiba (PR) • Master Hall

SYMPHONY X

SCOTT STAPP

Billy Paul

Black Label Society

ROCK IN RIO

4 de junho Via Funchal São Paulo (SP)

9 de junho Chevrolet Hall Belo Horizonte (MG) 11 de junho Citibank Hall Rio de Janeiro (RJ) 12 de junho Credicard Hall São Paulo (SP) 15 de junho Teatro Bourbon Porto Alegre (RS)

11 de junho Vivo Rio • Rio (RJ) 12 de junho HSBC Brasil • São Paulo (SP)

13 de agosto HSBC Brasil São Paulo (SP)

Danzing

Never Shout Never & Hey Monday

23, 24, 25, 30 de setembro e 1º e 2 de outubro Parque Olímpico Cidade do Rock (RJ) ELTON JOHN, KATY PERRY, RIHANNA e CLAUDIA LEITTE (23); RED HOT CHILLI PEPPERS, SNOW PATROL, CAPITAL INICIAL, NX ZERO E STONE SOUR (24); METALLICA, MOTÖRHEAD, COHEED AND CAMBRIA, SEPULTURA, SLIPKNOT E ANGRA (25); Shakira, Lenny Kravitz, Ivete Sangalo, Jota Quest e Marcelo D2 (30); COLDPLAY, SKANK E FREJAT (1º); GUNS N’ ROSES E PITTY (2)

CUT COPY 10 de junho HSBC Brasil São Paulo (SP)

16 de julho HSBC Brasil São Paulo (SP)

27 de agosto Via Funchal • São Paulo (SP) 28 de agosto Curitiba Master Hall • Curitiba (PR)

As datas e locais estão sujeitos à alteração por parte dos organizadores. sugerimos consultá-los para confirmação das informações. fotos: Marco Prosch/Getty Images (roxette), Flavio Moraes/FotoArena/LatinContent/getty Images (marcelo camelo) e divulgação (chemical brothers)

80 billboard brasil Abril 2011


Beach Boys • Exene Chevenka • BaianaSystem • Steve Martin • Yanto Laitano • Britney Spears • Vaccines • R.E.M. • Pet Shop Boys

82 PARALAMAS O trio lança DVD com participações de Pitty e Zé Ramalho

p.

83 Jamie Lidell O cantor mostra no Brasil sua multiplicação do soul

p.

86 SHAKIRA A colombiana rebolou debaixo de chuva no Pop Music Festival

p.

88 MARCELO CAMELO Em novo CD, exHermano se divide entre artista e autista

fOTO: Jeff Kravitz/FilmMagic/getty images

MÚSICA

p.

TEM FUTURO... Aos 44 anos, Raphael Saadiq é visto por jovens como um astro novinho em folha. E segue sendo “descoberto” por plateias diferentes Ele veio ao mundo como o 13º dos 14 filhos (somando meio-irmãos de casamentos anteriores dos pais) em um lar humilde em Oakland, Califórnia, mas soube ajudar a sorte com estupendo talento e muito trabalho. Conhecido pelo público mais velho de R&B como um terço do trio de soul Tony! Toni! Toné!, Saadiq não para de conquistar novas plateias e fãs. Alguns desses estavam entre os 26 milhões que assistiram Mick Jagger ao lado dele durante o tributo a Solomon Burke na 53ª Premiação Anual do Grammy. Em 16 de abril, o cantor e multi-instrumentista toca para os indies e moderninhos do festival Coachella. “Raphael é a combinação definitiva de rock, soul e blues”, diz o vice-presidente

de marketing da Columbia Records, Milo Pacheco. “No verão passado, ele tocou no Essence Festival, foi atração principal no Central Park, tocou no Lollapalooza e participou do Voodoo Experience. Não há muitos artistas com tanto alcance." O apelo de Saadiq é demonstrado por completo em seu novo álbum, Stone Rollin´ (Columbia) que sai em 15 de maio nos EUA. Alicerçado no soul dos anos 60 e 70, o trabalho continua de onde o anterior de 2008, The Way I See It, parou. Agrupando influências que vão do rock ao dixieland, Stone Rollin' apresenta uma seleção eclética de convidados: o guitarrista de pedal steel Robert Randolph, a lenda do baixo Larry Graham, o pianista Larry Dunn (Earth, Wind &

Fire) e o cantor sueco-nipônico Yukimi Nagano, da banda indie Little Dragon. “Sempre aposto em mim mesmo, nunca no que está rolando na época”, diz Saadiq, de seu estúdio de gravação em Blakeslee, Los Angeles. “Isaac Hayes me disse uma vez que não existe esse papo de 'old school' . Se você foi ou não à escola, é tudo música.” O álbum abre com a agressiva “Heart Attack”, influenciada por Sly Stone, que surgiu do desejo de Saadiq de “levar o público à loucura”. A faixa-título, de influência blues, está sendo trabalhada em rádio simultaneamente com “Good Man”. Saadiq evoca Chuck Berry em “Radio”; é inspirado por Marvin Gaye em “Moving Down The Line”; vai de Elvis

por

Gail Mitchell

baladeiro na suave “Day Dreams”; e mostra consciência social em “The Answer”. Tocando baixo, melotron, teclados, guitarra, percussão e bateria, ele orquestra um equilíbrio entre influências clássicas e nuances contemporâneas. Saadiq obteve sucesso logo após a dissolução do Tony! Toni! Toné!, no fim dos anos 90, com outro trio, Lucy Pearl. Seu primeiro álbum solo, Instant Vintage, de 2002, teve cinco indicações ao Grammy. Mas foi com o lançamento de The Way I See It, em 2008, que Saadiq passou a ser “descoberto” por festivais de jazz e blues e por plateias supostamente mais sofisticadas (e brancas). “Se você põe energia naquilo que acredita, você consegue”, comemora ele agora. www.billboard.br.com 81


AGORA

antes na tv

Eles fazem ao vivo

Os Paralamas do Sucesso lançam DVD com exibição ao vivo em 17 de abril, no Multishow próprio revezamento de algumas das mais conhecidas.” A apresentação foi gravada no Espaço Tom Jobim, nas dependências do bucólico Jardim Botânico do Rio de Janeiro, em dezembro de 2010. “Um lugar muito bacana que contribuiu muito para a vibe da gravação” elogia Barone. O show contou com duas participações especiais: Pitty e Zé Ramalho. Sobre a baiana ele conta que o convite surgiu quando a encontraram num festival no Nordeste: “Era praticamente véspera do fechamento da data para gravação do DVD, não sabíamos se ela ia topar. Deixamos Pitty à vontade para escolher uma música, e acabou sendo 'Tendo A Lua' (de Os Grãos/1991)”. Já o paraibano, que havia cantado com a banda antes no disco Brasil Afora (2009), na música “Mormaço”, repete no palco a participação. “Além de a gente ser fã

santa arqueologia

Tesouro angelical

Capitol prepara o lançamento do álbum perdido dos por Ed Christman Beach Boys, Smile, gravado entre 1966 e 1967 É algo pelo qual os fãs de música pop estão esperando desde o tal verão do amor, em 1968: a Capitol Records planeja lançar o grande álbum perdido dos Beach Boys, Smile, no fim deste ano (a EMI Music fará a edição nacional, em CD duplo). Dois profissionais que trabalham com o grupo há anos, o engenheiro Mark Linett e o arquivista Alan Boyd, estão coproduzindo o lançamento que a Capitol intitulou The Smile Sessions. O projeto será lançado em três versões: CD duplo, um álbum LP digital pelo iTunes e uma caixa em edição limitada que deverá incluir quatro CDs, dois LPs em vinil, dois singles em vinil e um livro de capa dura de 60 páginas. The Smile Sessions está sendo lançado com o apoio da banda, incluindo a mente criativa por trás dos Beach Boys, Brian Wilson. “Estou muito empolgado por fazer com que os fãs ouçam essas vozes angelicais num lançamento de estúdio adequado”, disse. 82 billboard brasil Abril 2011

The Smile Sessions ainda não tem data específica de lançamento – a Capitol afirma apenas que será no final deste ano, o que pode deixar alguns fãs escaldados temerosos de nova decepção. Quando a Warner assinou com os Beach Boys em 1970, parte do interesse se baseava na esperança de lançar Smile. Linett, que também foi engenheiro de gravações dos relançamentos do grupo por mais de duas décadas, se lembra de ter ouvido as fitas de Smile no início de 1988. Em 1995, a Capitol disse à Billboard que estava preparando o lançamento de uma compilação com três CDs com o título provisório de The Smile Era, a ser lançada em agosto daquele ano. Mas isso nunca aconteceu. “No passado, a coisa mais importante era ter o apoio de toda banda, que não tínhamos. Agora temos”, afirma Bill Gagnon, gerente-geral e vice-presidente sênior da EMI Music North America. “Todas

Henrique Crespo

A banda com seus convidados especiais, PITTY e ZÉ RAMALHO

dele de longa data, há anos fizemos um projeto juntos aqui no Rio, Loucos Por Música. Tocamos várias músicas com o Zé e ficamos de fazer uma parceria inédita. Com ‘Mormaço’, a gente achou que tinha tudo a ver. O Herbert nessa letra fala do Nordeste de uma maneira

muito idílica. Lembra um pouco o que o Zé costuma fazer também.” São quase dois anos da turnê do disco Brasil Afora, mas João Barone diz que existe a possibilidade de esticar. “Com o DVD, a gente ainda deve seguir em frente um pouco com esse show.”

fOTO: Michael Ochs Archives/Getty Images

São quase trinta anos desde o primeiro disco (Cinema Mudo/1983) e nesse tempo ficou claro que o palco é um espaço muito bem ocupado por eles. Talvez por isso os Paralamas do Sucesso não tenham evitado lançar mais um DVD ao vivo, que será exibido pelo canal Multishow no dia 17 de abril, às 23h. “Foi uma vontade nossa marcar o fato de que tanto o disco quanto a turnê do Brasil Afora têm sido muito bem recebidos pelo público“ explica o baterista João Barone. Multishow Ao Vivo traz 27 faixas (16 no CD) e o repertório passa por quase todas as fases da carreira do trio. Estão lá, por exemplo, a rara “Rio Severino”, do álbum Severino (1994) e mesmo “Vital E Sua Moto” do primeiro disco da banda. “O grande desafio do set list é não ser repetitivo. Porque no show todo mundo quer ouvir os grandes sucessos. Temos tentado fazer mudanças sutis na ordem das músicas, nos arranjos e até no

por

BRIAN WILSON no estúdio durante as gravações de Smile, em 1966

as partes envolvidas estão apoiando o lançamento. Estão todos a bordo agora.” Linett diz que o objetivo é apresentar “a obra toda o mais próximo do que foi idealizada ou como foi idealizada... E obviamente com o imput de Brian e de todos os outros”. Ele espera que algo aproximado ao álbum Smile original ( jamais finalizado) ocupe um CD ou três lados de vinil, com takes extras de sessões de gravação e conversas em

estúdio ocupando o restante de cada versão do lançamento. Todos os vocais das sessões foram gravados pelos Beach Boys. O Smile lançado por Wilson em 2004 serviu de base para o atual projeto, que será mixado em mono porque era assim que Brian Wilson – que é surdo do ouvido direito – queria. Mas o engenheiro acrescenta que parte das 30 horas de gravações devem ser lançadas em estéreo.


fOTO: Maggie St

Alma eletrônica

Um por todos

3

fOTO:Nicole Nodland

Jamie Lidell defende a multiplicação do soul, seja por meio de clonagens, seja de mutações

perguntas

para Exene Cervenka

Exene Cervenka faz música há mais de 30 anos. Começou

LIDELL curtiu tomar um chute na bunda de Beck

no X, pioneiro do punk na Costa Oeste americana, e depois, sozinha ou em outros grupos, foi do hardcore ao folk. Seu

como uma viagem onírica pelas estradas dos EUA em 2011 ou 1955. Apesar de diagnosticada com esclerose múltipla em 2009, a saúde de Exene continua boa e ela planeja fazer turnê nos próximos meses.

1

2

3

por

Sarah Jaffe

O que é que a faz voltar às canções country depois de tocar punk rock? The Knitters começaram em 1982, comigo e John cantando músicas de Hank Williams, velhas músicas de bluegrass. Quando o punk rock começou, era um meio muito poderoso e direto e significava tudo para quem assistia. Agora custa US$ 100 e você vai assistir ao show num estádio e tenta recriar aquilo que existia dançando no mosh pit. O punk era tão poderoso e libertador... Tinha elementos incríveis que não existem mais. E nem podem existir. Aquilo era da época: era só um bando de desajustados assustados e assustadores. Eu quero ver isso acontecer de novo. Acho que existe uma geração de garotos que podem fazer isso. Se você é do tipo que espera que Obama mude as coisas, então o que você realmente precisa é sair e fazer algo. Depois de todo esse tempo, você ainda está tocando com o X. Você sente o mesmo em relação às canções clássicas? Quanto mais velhas essas músicas ficam, mais eu as amo. Quando Billy [Zoom] começa a tocar “White Girl”, é incrível! Eu sinto tanta emoção relacionada àqueles tempos! A originalidade triunfa sobre todo o resto. De que maneira este álbum é diferente do que você já fez antes? Este é o primeiro álbum que faço no qual tive controle de todos os aspectos. Agora acredito em algo em que antes não acreditava, que é o fato de haver muito machismo no mundo da música, mesmo no punk. Desta vez não lidei com isso. Nunca mais na vida vou tolerar isso.

O inglês radicado nos EUA Jamie Lidell já tocou no Brasil, mas o show do dia 5 de maio de 2011, em São Paulo, é sua estreia individual por aqui. Em 2005, no Tim Festival, ele se reproduziu ao vivo: com loops da própria voz e sons eletrônicos, Jamie dispensou outros músicos. O repertório principal era do disco Multiply (2005). Desta vez ele tem o reforço de dois álbuns – os elogiados Jim (2008) e Compass (2010) – e dois músicos de apoio. “Tocar com a banda é caótico. A música depende de como cada ser humano se sente naquele dia. Gosto de tocar com pessoas com a ‘sensibilidade do ao vivo’, do free jazz, que pensem

Rodrigo Ortega

e me surpreendam”, explica Lidell. Eles não usam instrumentos acústicos, só eletrônicos. “Mas fazemos soul music, de alguma forma. Essa é uma combinação muito poderosa”, diz o cantor. Lidell já trabalhou com Beck (“ele chutou minha bunda e me ensinou a confiar em mim mesmo como artista”) e curte inovações, mas também valoriza as revisões mais tradicionais de artistas como Adele e Amy Winehouse. “Grande parte do público jovem nunca ouviu soul. Por isso há espaço pra todos – os que têm um som retrô e os mais futuristas”, defende. No clipe de “Multiply”, Jamie Lidell aparece várias vezes ao mesmo tempo na tela. E se ele pudesse reproduzir outros músicos? “Múltiplos Stevie Wonders tocando para várias Janet Jacksons dançarem com vocais de muitos Luther Vandross. Seria o máximo!”, sonha.

Pós-trio

Carnaval do futuro

BaianaSystem restaura guitarra baiana com balangandãs por Rodrigo Ortega da Jamaica, da Índia e até do espaço

fOTO: Filipe Cartaxo

novo álbum solo, The Excitement Of Maybe, é uma coleção de músicas country de amor com um toque folk que soam

por

ROBERTINHO contempla sua guitarra baiana renovada

Um pequeno instrumento que já foi chamado de "pau elétrico" provocou a gestação da BaianaSystem. A guitarra baiana, adaptação elétrica do cavaquinho concebida pelos músicos Dodô e Osmar para uso nos primeiros trios-elétricos, nos anos 40, é a base do novo projeto de Robertinho Barreto, 39 anos. Ele explica: “A guitarra baiana foi bem presente aqui nos anos 70 e 80, mas restrita ao Carnaval e a um repertório específico. Na minha banda anterior, Lampirônicos, e em participações na Timbalada, eu usava essa guitarra de maneira pontual. Comecei a montar um repertório inédito com ela e senti a necessidade de referências mais contemporâneas”, conta.

Além de influências africanas, o primeiro complemento à ideia de Robertinho veio da Jamaica. O reggae e o dub dos “soundsystems” inspiram o formato de vocais e guitarras sobre bases viajantes. A Índia foi uma referência mais inusitada: “Descobri que a música indiana tem um bandolim parecido com a guitarra baiana. A afinação é um pouco diferente, mas o som é parecido”. O disco BaianaSystem, de 2010, tem convidados como BNegão e Lucas Santtana. Na faixa “Frevo Foguete”, Lucas canta sobre o Carnaval do futuro, apostando em “soundsystems satélites” com “o som girando ao redor da Terra, se propagando pelo espaço sideral, chegando a outros povos, de outros planetas”. Considerando que o BaianaSystem já fez show até na China (na ExpoXangai 2010), nem é tanta viagem... www.billboard.br.com 83


AGORA

Músico sério

Aventureiro com prestígio fOTO: Sandee O

Aos 65 anos, um certo Steve Martin mostra potencial em seu segundo álbum de bluegrass. E um tal Paul McCartney, seu fã, participa

STEVE MARTIN e seu banjo levaram um Grammy pra casa

Atores de sucesso procurando expandir seu alcance criativo normalmente têm suas gravações encaradas com ceticismo. Mas o trabalho de Steve Martin em 2009, The Crow: New Songs For The Five String Banjo, deu ao veterano ator não apenas um Grammy (Melhor Álbum de Bluegrass em 2010): ele ganhou o respeito de uma exigente comunidade de fãs. Mais que uma simples vertente da country music, o bluegrass é uma síntese cultural de influências negras e anglosaxônicas (notadamente escocesas) baseada no improviso. Não é música para amadores. Em seu novo disco, Rare Bird Alert, lançado nos EUA pela Rounder Records, o humorista prova novamente sua seriedade no assunto. “Eu não poderia estar mais feliz. Alcançamos muita gente do gênero e creio que chegamos a pessoas

por

Deborah Evans Price

não envolvidas com o bluegrass também”, festeja Martin. “Em primeiro lugar, a música falou por si mesma. E Steve Martin é um cara muito humilde”, diz Brad Paul, vicepresidente da gravadora. “Ele foi à Conferência da Associação Internacional de Música Bluegrass em Nashville, apresentou uma premiação e tocou. Depois ficou um tempo por lá só conhecendo as pessoas. Isso causou uma excelente impressão. Ele é um cara muito sério, não é apenas um intrometido.” Martin já tocava banjo há anos, mas sua entrada no mundo do bluegrass começou quando Tony Trischka o convidou para tocar em seu álbum de 2007, Double Banjo Bluegrass Spectacular. Martin contribuiu com a música “The Crow”, o que acabou levando à gravação de seu álbum de estreia no bluegrass, produzido por John McEuen. Rare Bird Alert tem 13 novas faixas compostas por Martin, acompanhado pela banda Steep Canyon Rangers. O álbum inclui uma mistura de faixas com vocal e instrumentais e tem a participação de Paul McCartney em “Best Love”. “Eu já havia me encontrado com ele três ou quatro vezes e tínhamos amigos em comum”, diz Martin. “Ele ficou muito entusiasmado. Quando dizíamos a ele 'acho que ficou bom', ele respondia: 'Deixe-me fazer mais algumas vezes'. Ele foi muito gentil.”

direto do sul

Pop inclassificável

Yanto Laitano extrai canções cativantes de sua formação clássica e da trajetória peculiar Foi pelo caminho mais longo que Yanto Laitano chegou ao pop rock. Nascido em Curitiba e morando em Porto Alegre, este integrante do grupo Ex-Machina – que fazia música erudita de vanguarda – agora deixa de lado o experimentalismo e aposta numa fórmula de trio que abre mão do instrumento-síntese do rock, a guitarra. Nos altos e baixos de Horizontes E Precipícios, novo CD disponível para download em seu site (www.yantolaitano.com.br), ele considera ter encontrado a maneira mais clara de mostrar a música. “Não foi algo pensado, aconteceu naturalmente. Quando eu vi, estava tocando com um trio de piano, baixo e bateria e não estava sentindo falta de outros instrumentos”, explica o músico de 38 anos, que já teve passagens por conservatórios de Paris e por uma temporada no Internacional Bartok Festival na Hungria. E completa: “Quando se toca em uma banda que tem guitarra e teclado é preciso definir o que cada um desses instrumentos vai tocar para que um não anule ou ‘bata’ no outro. Assim tudo fica mais transparente”. Horizontes E Precipícios é o primeiro disco solo de Yanto, resultado de várias conf luências. Os anos dedicados aos estudos – ele é mestre em Composição pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e 84 billboard brasil Abril 2011

bacharel em Música pela mesma instituição – foram fundamentais. “Quando se tem conhecimento da história da música, de estilos e de técnicas de composição se corre menos perigo de ‘reinventar a roda’”, ensina o artista. Mas o disco também é um retorno às origens roqueiras de Yanto, que admira Mutantes, Arnaldo Baptista, Charly Garcia, Frank Zappa e Caetano Veloso com a mesma intensidade que dedica a Villa-Lobos, Philip Glass, Gérard Grisey, Ravel, Debussy, Beethoven e, principalmente, John Cage, “por suas ideias libertadoras”. É nesse abismo que Yanto se atira – com rede de proteção. E reconhece: “Acho que ainda há um precipício entre minha criação pop e minha criação erudita, são duas coisas diferentes que não sei quando vou conseguir resolver”.

por

Márcio Pinheiro

YANTO: a guitarra não está fazendo falta


DESCONTO*

Roxette

25%

DESCONTO*

25%

12 de abril - Pepsi on Stage - Porto Alegre 14 e 19 de abril - Credicard Hall - São Paulo 16 de abril - Citibank Hall - Rio de Janeiro 17 de abril - Chevrolet Hall - Belo Horizonte

John Fogerty

DESCONTO*

25%

DESCONTO*

25%

DESCONTO*

Ian Anderson ’s

Helloween e s Stratovariu

25%

Mötley Crüe

Jethro T ull

Banda de abertura: Buckcherry

14 de maio - Credicard Hall - São Paulo

17 de maio - Credicard Hall - São Paulo

6 de maio - Credicard Hall - São Paulo

PRÉ-VENDA **

4/4 a 10/4

Alice Cooper

31 de maio - Pepsi on Stage - Porto Alegre 2 de junho - Credicard Hall - São Paulo 3 de junho - Master Hall - Curitiba

4003-5588

ROLLINGnac_20,5x30,5_110325.indd 1 _ANUNCIOS.indd 2

6 de maio Citibank Hall - Rio de Janeiro 7 de maio Chevrolet Hall - Belo Horizonte 8 de maio Teatro Positivo - Curitiba 10 e 11 de maio Credicard Hall - São Paulo

DESCONTO*

25%

ScotoftCreSedtapp

9 de junho Chevrolet Hall - Belo Horizonte 11 de junho Citibank Hall - Rio de Janeiro 12 de junho Credicard Hall - São Paulo 15 de junho Teatro Bourbon - Porto Alegre

Na ocasião da compra, verifique a classificação etária. *Benefícios válidos para shows realizados no Credicard Hall e Citibank Hall. O benefício de 25% de desconto não é cumulativo com outros descontos. Vendas limitadas a 4 ingressos por pessoa. Sujeito à disponibilidade de lugares. **Vendas limitadas a 8 ingressos por pessoa.

Realização

25/03/11 19:58 4/1/11 12:46 AM


AO VIVO

POP MUSIC FESTIVAL • ESTÁDIO DO MORUMBI (SP) • 19/03

“Satisfación” – quase – completa

Debaixo de chuva, Shakira rebola e sua modelitos sexy para saciar 53 mil fãs

Henrique Crespo fOTO: adriano vizoni

ajudaram o rock a se fazer presente, mas predominaram ingredientes de latinidad e de um pop mais afinado com a dance music. Não faltaram hits mais atuais como “She Wolf” (She Wolf/2009) e “Loca” (Sale El Sol/2010). “Waka Waka”, tema da Copa do Mundo de 2010 na África, finalizou o bis. O festival começou meia hora antes das 17h, como inicialmente previsto, com a banda gaúcha Chimarruts, que além de seu hit “Versos Simples” também tocou uma versão de “Meu Erro” dos Paralamas. Logo depois foi a vez do grupo californiano Train. O público ainda pequeno os recebeu bem, mas não conseguiu superar a animação do vocalista Patrick Monohan. Ele chegou a descer do palco e circulou, cantando, por todo o entorno da área premium, protegido por seguranças. Sete meninas foram chamadas para o palco e, com camisetas onde se lia fOTO: marcos hermes

“Estou aqui para satisfazê-los”, disse ela, em bom português – ok, nem tão bom assim. Se alguns dos 53 mil presentes interpretaram com malícia, não se pode culpá-los. A estrela colombiana Shakira rebolou (muito), usou roupas provocantes e rasgou a blusa. Os 14 anos desde sua última apresentação ao vivo no Brasil foram generosos: a loba está em forma. No repertório músicas de quase todas as fases da carreira. “Inevitable” (Dónde Están Los Ladrones?/1998) fez a plateia cantar, o que se repetiu na maior parte do show. Mas nada foi suficiente para inibir os pedidos por “Estoy Aqui” – sucesso que a apresentou ao Brasil, em 1996. Não adiantou: a música não foi cantada. Já “Nothing Else Matters”, do Metallica, ganhou versão acústica. Quatro meninas chamadas da plateia subiram ao palco para ganhar uma aula de rebolado com tia Shakira, 34 anos. Os dois guitarristas da banda

por

SHAKIRA: rebolado, roupas provocantes e blusa rasgada diante de 53 mil pessoas

fOTO: marcos hermes

PATRICK MONAHAN, vocalista do TRAIN: mais animado que o público

ZIGGY MARLEY: herdeiro do maior ídolo do reggae fez questão de incluir músicas do pai

“trainettes”, cantaram “She’s On Fire” com a banda. Obviamente o hit “Hey, Soul Sister” não ficou de fora. Ziggy Marley, a atração seguinte, pôs os graves literalmente para baterem no peito com um bom show. Ele fez questão de reivindicar o posto de herdeiro do ídolo maior do reggae e incluiu no repertório músicas de Bob, o pai, como “Get Up Stand Up” e “Is This Love”, que levantaram a plateia. O único hit de Ziggy no Brasil, “Tomorrow People”, também esteve no repertório.

Depois de Shakira, o britânico Norman Cook, mais conhecido como Fatboy Slim, 47 anos, finalizou a noite com seu set de DJ e conseguiu segurar boa parte do público. “What The Fuck” com imagens sincronizadas no telão e o sucesso “The Rockafeller Skank” fizeram parte da performance. A apresentação foi encerrada perto da meia-noite, com aplausos e pedidos de bis – nem parecia que a chuva não tinha dado trégua a noite toda.


Caetano Um show inesquecível com Caetano e a bandaCê. Já nas lojas em CD, DVD e DVD duplo edição especial.

BILLBOARD_CAETANO.indd 1 _ANUNCIOS.indd 2

28/3/11 10:56:57 4/1/11 12:47 AM


LANÇAMENTOs

ele quer te conquistar

Nu com penduricalhos

Chamado para o mundo Marcelo Camelo Toque Dela

R.E.M.

Dudu Nobre

Collapse Into Now Warner Music

O Samba Aqui Já Esquentou

UNIversal

universal

Marcelo Camelo disse que o seu segundo disco seria “mais animado”. É verdade. Mas não espere ver o ex-Hermano voltando a castigar uma guitarra sob base hardcore. Assim como Sou, sua estreia solo, de 2008, Toque Dela tem canções com andamentos vagarosos, arranjos acústicos e vocais sussurrados. Mas, se o anterior era um disco introspectivo, este é sobre o incômodo com a própria introspecção. São dez faixas, incluindo “Despedida”, que já havia sido gravada por Maria Rita. A namorada Mallu Magalhães não aparece como no disco anterior, mas tudo parte do toque dela. “Você me chama pro mundo / E me faz sair do fundo de onde eu tô”, canta Camelo em “Vermelho”. Os assobios do primeiro single, “Ô Ô”, e o balanço de “Pretinha” mostram que o cantor resolveu finalmente perguntar para si mesmo: “Cadê Teu Suin-gue?”. Mesmo quando ele ainda parece autista, Toque Dela é comovente pelo esforço em parar de lamentar a pedra no caminho e se abrir ao vasto mundo. Na bela “Três Dias”, Camelo acha, além de sua amada, outra saída para a tristeza. “Se faltar a paz / Minas Gerais”, canta o barbudo, buscando seu lugar na fronteira por Rodrigo Ortega entre a reclusão mineira e a abertura carioca.

Passo atrás no retrô

Over é over

Panic! at the Disco

É como aquela amante que volta para você depois de muito tempo: mesmo os velhos encantos podem causar estranhamento ou recepção fria. Após longo declínio criativo, o R.E.M. ensaia recuperação – não cumprida em Accelerate, de 2008 – neste álbum semi-inspirado e com participações dispensáveis de Eddie Vedder e Peaches. “Uberlin”, “Walk It Back” e “Oh My Heart” são as mais baixáveis e adoráveis. Mas ainda é esquisito ver a poesia de Stipe, por décadas apenas sugerida, balbuciada, adivinhada e envolta em mística, oferecida no encarte ali, nua, glabra feito a cabeça do vocalista. Definitivamente, envelhecer no classic rock tem muito mais glamour que P.S. no pós-punk. Classe média sofre

Britney Spears

Vices & Virtues

Sony

O Panic! at the Disco é metade da banda que você conhecia. O guitarrista Ryan Ross e o baixista Jon Walker, entusiastas do som sessentista que marcou o disco anterior, Pretty. Odd., de 2008, foram embora para formar o Young Veins e mergulhar de vez no som retrô. No Panic! at the Disco ficaram o baterista Spencer Smith e o vocalista Brendon Urie. O duo conseguiu se virar bem em Vices & Virtues. A volta do ponto de exclamação no nome da banda é um sinal do retorno ao som da estreia A Fever You Can´t Sweat Out, de 2005. As guitarras emo do primeiro single, “The Ballad Of Mona Lisa”, seguem durante quase todo o disco. Mas a viagem de Pretty. Odd. rende dois bons flashbacks: as baladas “Always” e R.O. “Sarah Smiles”.

Como Blackout (2007) e Circus (2008), o sétimo CD de Britney é claro nas intenções. Depois do porre, veio a ressaca. Agora, Brit volta a enfiar o pé na jaca e nas pistas em overdose de fritura, batidas e efeitos – com os produtores Dr. Luke e Max Martin. As quase cândidas (e bem divertidinhas) “How I Roll” e “Seal It With A Kiss” fogem um pouco do frenesi. Mas, no geral, tudo é exagero: de metáforas bobas (“Gasoline”) e citações de hits pregressos (“Inside Out”), de dubstep fora de hora (como se tivesse hora certa) “Hold It Against Me” e de coro “autotunado” (“Till The World Ends”). Assim, não há nem will.i.am que dê jeito (“Big Fat Bass”). É como alguém que aponta o dedo na sua cara e ordena que você B.L. dance. Vai obedecer, é?

What did you expect from The Vaccines?

A música que dá nome ao CD homenageia o Cacique de Ramos, bloco carnavalesco carioca que foi berço de boa parte do samba fundo de quintal dos anos 80. A turma de lá é influência clara para Dudu Nobre, ainda que ele também traga algo da década posterior. “Que Gostoso” e “Cem Por Cento Você”, duas composições dele com outros parceiros, flertam com o pagode romântico dos anos 90. Por falar nisso, a regravação de “Pra Que Vou Recordar O Que Chorei”, de Carlos Dafé, acentua proximidades entre esse tipo de som e o soul brasileiro. Um dos pontos altos é o partido alto “Quer Saber Da Minha Vida, Vai Na Macumba”, de Dudu e Nei Lopes, que faz crítica bem-humorada ao mundo das celebridades. “Cordas De Aço”, de H.C. Cartola, também ganha versão. Telecoteco pendular

The Vaccines

Femme Fatale Warner

88 billboard brasil Abril 2011

Quintal romântico

Adriana Calcanhotto

O Micróbio Do Samba Columbia

Sony Music

“Eu tenho tempo demais nas minhas mãos / Mas você não entende.” O coitado Justin Young nem parece o vocalista da banda nova mais comentada do rock inglês em 2011, os Vaccines. Com visual nada roqueiro, de camisa social para dentro da calça, ele sofre por uma mulher que o deixou sozinho (“A Lack Of Understanding”, dos versos acima), por uma que ele vai deixar sozinha (“Who You Are”) e até por outra que deixou o exnamorado sozinho e transou com ele (“Post Break-Up Sex”). O revival do revival do rock de garagem e os lamentos classe média de Young são capazes de comover pessoas comuns. Difícil é convencer a turma blasé que curte “bandas novas mais comentadas do R.O. rock inglês”.

Samba de Calcanhotto poderia até virar nome de um novo subgênero, já delineado nos últimos trabalhos da cantora – e agora assumido logo a partir do título (inspirado por frase de Lupicínio Rodrigues, gaúcho como ela). Para passear com leveza e sem ortodoxia pelo universo sambista, Adriana toca vários instrumentos e parece brincar de se afastar e se aproximar do que se espera normalmente do gênero. “Beijo Sem” e “Vai Saber?”, já gravadas por Teresa Cristina e Marisa Monte, respectivamente, aparecem em versões menos sacudidas. E ficam valorizados versos como “ele acredita que me engano/ pensa que sabe mentir, o homem que eu amo”, de “Mais Perfumado”, H.C. bastante lupicinianos.


Chutes sem ângulo

Sempre estão lá

The Strokes

Flores em vida

Hamilton de Holanda & André Mehmari

Nenhum de Nós

Angles

Contos de Água e Fogo Sony Music

Ímã Records

GismontiPascoal – A Música de Egberto e Hermeto Brasilianos

“Under Cover Of Darkness” – o primeiro single – até que prometia, mas as outras nove faixas do álbum apontam mesmo para outra direção. A volta à sonoridade do disco de estreia Is This It ficou apenas na promessa – o que não seria um problema caso o resultado fosse igualmente impactante. E o intervalo de cinco anos entre First Impression Of Earth e Angles só fez aumentar a expectativa. Os boatos sobre o processo conturbado de gravação do disco podem explicar, em parte, a falta de unidade: “You’re So Right” cheira a Joy Division, “Games” chega perto do synthpop, “Gratisfaction” é simpática e poderia ser um próximo single. A banda aponta para vários caminhos (ângulos?) sem acerH.C. tar no alvo na maioria das vezes.

Cansado de penar escutando novas bandas britbrasileiras hypadas? Experimente ouvir o décimo álbum de estúdio do Nenhum de Nós. Sem disco de inéditas desde 2005, o grupo gaúcho é certeiro quando fala sobre amor e perito na descrição de beijos de despedida, assunto já abordado em “Você Vai Lembrar De Mim” que volta em “Último Beijo”. Pop rocks de acento britânico se encaixam em qualquer ponto da discografia recente da banda gaúcha (“Água E Fogo”, “Outono Outubro”). “Tu Vício” é cantada em espanhol, mas a ajuda hermana vem em “Mistério Profundo”, com o uruguaio Socio entre os autores, e em “3 Mil Léguas”, coassinada pelo argentino Pablo Uranga. Leoni e Fábio Cascadura completam o B.L. time de bons parceiros.

Uma das vantagens de homenagear monstros sagrados quando eles ainda estão vivos é poder contar com sua contribuição: Egberto enreda o violão na fina costura de “Fala Da Paixão”, e Hermeto apronta das suas na livre “Música Das Nuvens E Do Chão”, sem esquecer a famosa chaleira. Hamilton e André vão além da reverência reinterpretativa, brilhando também nos inspirados (em todos os sentidos) temas originais “Chorinho Pra Eles” (só de André), “Menino Hermeto” (só de Hamilton) e “GismontiPascoal – Festa” (parceria dos dois). Na delicada combinação de timbres do bandolim de dez cordas com o piano “orquestral”, o maior triunfo: a música brasileira aparece em todas as suas cores, exuberante como nenhuma soma simples P.S. de genialidades alcançaria.

Baú vivão

Soundgarden

Maíra Freitas

Maíra Freitas

Com seu piano de formação clássica, Maíra Freitas conduz um belo disco de música popular. A abertura, com “O Voo Da Mosca”, de Jacob do Bandolim, mostra uma boa instrumentista. O arranjo jazzístico da própria Maíra para o clássico samba “O Show Tem Que Continuar”, de Arlindo Cruz, faz a canção crescer. Como compositora, se não chega a chamar a atenção em “Alô”, com “Corsetet” acerta. É com delicadeza que interpreta “Recado” de Gonzaguinha. A participação de Joyce em “Monsieur Binot” (da própria Joyce) pode dar pista de uma influência. “Disritmia” aparece numa versão de piano e voz com o autor Martinho da Vila. A propósito, o pai da moça. Com a mesma beleza, “Só O Tempo”, de Paulinho da Viola, brilha no H.C. arranjo de Cristovão Bastos.

Biscoito Fino

Dois pesos

Riffs de ajoelhar

Foo Fighters

Motörhead

Live On I-5

Além do DNA

The Wörld Is Yours

Wasting life

UNIVERSAL

EMI

Desde que se reuniu, na virada de 2010, o Soundgarden tratou de vasculhar suas gavetas. Depois da coletânea Telephantasm, o grupo pinçou músicas gravadas ao vivo em shows pelos EUA, pouco antes de se separar, em 1996. Mesmo extraídos de fase complicada, “Outshined”, “Black Hole Sun” (acústica) e “Slaves & Bulldozers” (com quase dez minutos) são clássicos. Por sorte, só três faixas saíram do álbum “saideira” de então, Down On The Upside. O material deste primeiro ao vivo do grupo, que é bom de palco, não saiu de uma única apresentação, mas a fragmentação não atrapalha. Covers de Beatles (“Helter Skelter”) e Iggy & The Stooges (“Search And Destroy”) dão um tempero a mais. Zerado o passado, vamos ao disco de M.B. inéditas, que deve sair neste ano.

A máxima segundo a qual o Motörhead sempre faz o mesmo disco não cai por terra neste álbum, mas é notável o sopro criativo do grupo nos últimos tempos. Pode ter sido pela onda de reverência desencadeada pelo filme Lemmy: 49% Motherfucker, 51% Son Of A Bitch, lançado no ano passado, mas não dá pra minimizar a capacidade do trio de criar boa música a partir de temas básicos, pinçados do blues/classic rock. Se “Get Back In Line” é de uma simplicidade atroz e a pesada, “Waiting For The Snake” se aproxima do heavy rock, e as duas têm em comum os riffs irresistíveis que permeiam o CD. A mais emblemática desta boa fase, num disco que parece coletânea de hits, é “Rock’n’Roll Music”, que vê o rock como verdadeira religião. M.B. Nada mais Lemmy do que isso.

sony

Anunciado pelo guitarrista e vocalista Dave Grohl, 42 anos, como “o disco mais pesado já feito pelo Foo Fighters”, o sétimo trabalho do grupo faz valer o alarde na chuta-portas “Bridge Burning” e na metaleira “White Limo”, com um Grohl de voz irreconhecível de tão distorcida e clipe com participação de Lemmy Kilmister, do Motörhead. Mas o Foo Fighters não pretende esmurrar ouvidos o tempo todo. Os gritos e sussurros de “Arlandria”, “These Days” e “Rope” comprovam que o pop ainda tem vez, mesmo sem sequer um violão para contar história. Produzido por Butch Vig (de Nevermind, do Nirvana), o disco tem o baixista Krist Novoselic e o guitarrista Pat Smear – ex-parceiros de Grohl na banda liderada por Kurt Cobain (1967-1994). A reaproximação com o passado ensaiada na gravação com Vig das duas inéditas do Greatest Hits do Foo Fighters lançado em 2009 se confirma nos novos clipes em VHS e nas gravações só com equipamento analógico na garagem da casa de Grohl, em L.A. Segundo ele, ter dois filhos o fez perder o medo de manter o olhar voltado para 1990 e poucos durante as por Braulio Lorentz sessões. Há crises de meia-idade que vêm para o bem...

www.billboard.br.com 89


LANÇAMENTOs

Reis e rainhas

Pet Shop Boys

The Kinks

EMI-Odeon

fOTO: Alasdair McLellan/divulgação

Ultimate

Pra pegar os fãs

90 billboard brasil Abril 2011

GHOST BLUES

You Really Got Me – The Story Of The Kinks Coqueiro Verde

The Story of Rory Gallagher & The Beat Club Sessions ST2

Em pouco mais de 80 minutos o filme tenta contar a história dos Kinks. A banda britânica que abalou o Reino Unido nos anos 60 não teve muito sucesso no restante do mundo, mas durou até o fim do século passado e influenciou artistas de várias gerações. O documentário parece um programa de TV, com narração em off que acompanha apresentações ao vivo, clipes, bastidores de shows e declarações dos integrantes. Com som de baixa qualidade, edição confusa e problemas nas legendas, o DVD tem a seu favor o fato de a banda ter pouco material lançado no Brasil, especialmente em vídeo. Entre trechos e apresentações na íntegra, são mais de 20 músicas. Entre elas, claro, o hit maior “You Really Got Me” e a bonita “Celluloid Heroes”. H.C.

O material aqui é tão vasto quanto a cabeleira do ex-guitarrista dos Guns N'Roses. O DVD traz um making of das gravações do álbum Slash, de 2010, clipes, canções ao vivo e um faixa a faixa do álbum. Um CD ainda traz músicas extras de Slash. No documentário, o guitarrista quase não fala – deixa a tarefa para o também vasto rol de convidados do álbum, como Iggy Pop, Ozzy e Dave Grohl. Como se não bastasse, os convidados da festa de lançamento, como Ron Wood e Brian May, fazem pontas de elogios. Mike Portnoy, do Dream Theater, chama Slash de “Jimmy Page e Keith Richards da nossa geração”. Não é para tanto. Falta a força criativa dos dois – mas isso não é problema pra quem tem R.O. um milhão de amigos.

Reality estranho

Trata-se de uma edição de luxo que junta CD de greatest hits (com a inédita “Together”) e DVD para comemorar os 25 anos de carreira dos fofos Neil Tennant e Chris Lowe. Mas está nesta página porque o que importa, no caso, é a maravilhosa reunião de imagens registradas pela BBC ao longo de toda a carreira do duo inglês e mais o show de 2010 em Glastonbury. A incrível perspectiva de tempo proporcionada pela seleção de 27 participações em produções da TV estatal britânica (com direito a ótimas versões exclusivas, desde “Opportunities” ao vivo até a macumba pra turista ultra kitsch de “Se A Vida É”) evidencia sua importância para além de emblemas dos anos 80, quando reinaram nas rádios brasileiras. Tirando uma ocasional ombreira no sobretudo de Neil e as caracterizações de marinheiro (Querelle?) de Chris, eles surgem surpreendentemente sóbrios, como uma espécie de Soft Cell menos pervertido (cof, cof ) e apenas ocasionalmente culpado (“It’ A Sin” e “What Have I Done To Deserve This?”, que aparece com participação deliciosa de Dusty Springfield, velha felina). Soltaram a franga paulatinamente, e viraram coisa de nicho. De qualquer modo, são muitos hinos de geração sequenciados – e se as novas gerações não acompanharam o brilho de lampejos recentes como “Love Etc.”, por Pedro Só pior para elas, né não?

O MELHOR GALLAGHER

The Pixies

Mina das minas

Justin Bieber

loudQUIETloud – a film Coqueiro Verde about The Pixies

Biebermania!

“Eu sou uma pessoa boa. Eu tenho uma atitude mental positiva. Eu sou bonito.” Cenas como a do vocalista Frank Black repetindo mantras de autoajuda no ônibus da turnê mostram a descoberta principal de loudQUIETloud: a vida dos integrantes dos Pixies é tão estranha quanto a sua música. O DVD documenta a turnê de reunião em 2004. A baixista Kim Deal toma bronca da mãe porque dorme demais, o baterista David Lovering revela sua paixão pela mágica e pela detecção de metais e o guitarrista Joey Santiago, mais centrado, tenta segurar as pontas. Além do reality show, os shows com clássicos barulhentos do grupo, como “Gouge Away” e “Wave Of Mutilation”, R.O. fazem o filme valer a pena.

Justin Bieber é a maior mina de ouro do pop atual. Essa é a lição de Biebermania!, comprovada não só pelos depoimentos mas também pela existência do DVD. Poucos artistas têm uma história que torne interessante um documentário com produção fraca. Em vez de imagens inéditas do cantor, há “dramatizações” desfocadas de atores digitando no laptop de óculos escuros. De qualquer forma, a narrativa cobre bem a trajetória do cantor com depoimentos de executivos, jornalistas e artistas que o conheceram antes da fama. A entrevista mais chocante é com um fã de 32 anos que diz não ter medo de admitir ser fã de Bieber pros seus manos. O restante serve para as minas ouvirem de novo a história do rapaz de ouro. R.O.

VideoBrokers


Você lembra onde foi. Você lembra quem tocou. Agora, você sabe quem cenografou.

Sonora Main Stage - Mapping Video - Estrutura de ferro com aplique de tecido ernet perfurado - Fachada de 74mX26m

agência

conteúdo visual

www.mchecon.com.br (11) 3603.7449 _ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:48 AM


POPCORN

por

Roberto Sadovski

CINEMA

O som e a fúria do trovão Desde X-Men, em 2000, super-heróis dos quadrinhos invadem os cinemas com infalível regularidade – e ambição exponencial. Ao mesmo tempo, o público se acostumou às aventuras “realistas”, com a tecnologia tomando o lugar da boa e velha fantasia como moeda corrente para a produção dos novos heróis. X-Men foi assim, bem como HomemAranha, Homem de Ferro, Demolidor – até Batman Begins, que vestiu de vez o manto da realidade aumentada para contar uma história do outro mundo. Thor, que continua a caminhada determinada da Marvel no cinema, aposta no outro lado. Afinal, é meio difícil tornar “realista” a aventura de um deus nórdico banido de seu lar para aprender humildade na Terra e recuperar seu valor como herdeiro do pai, Odin. Para tal, os produtores apostaram em duas lógicas. A primeira dita que, depois de uma década de exposição aos super-heróis, de todas as formas e tamanhos, a plateia está pronta para abraçar uma aventura cósmica mais desatrelada do “mundo real”. A segunda é que ninguém melhor que Kenneth Branagh, diretor de versões sensacio-

nais da obra de William Shakespeare como Henrique V e Hamlet, para dar um tom operístico ao universo que a Marvel tenta erguer no cinema. Afinal, Thor é mais um passo para um projeto de ambição nunca vista no cinemão: Os Vingadores, que ano que vem vai reunir no mesmo filme Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Capitão América (Chris Evas), Hulk (Mark Ruffalo) e Deus do Trovão (Chris Hemsworth) – todos sob a supervisão de Nick Fury (Samuel L. Jackson). A aventura começa em Asgard, quando Thor, seu irmão Loki (Tom Hiddleston) e outros guerreiros provocam uma guerra contra os míticos gigantes do gelo. Com a paz no reino ameaçada pelo comportamento impulsivo do Deus do Trovão, Odin (Anthony Hopkins), seu pai, o bane para a Terra. Sem poderes – ele só os recuperará quando for digno – e ante a ameaça de Loki, que revela sua verdadeira natureza maligna, o herói vai aprender o valor da raça humana, clamar seu destino e, no fim do dia, deve ser recrutado por Nick Fury para o grupo de heróis. Como manda a regra, o filme foi convertido

fOTOs: divulgação

Misticismo e tecnologia se misturam em Thor, primeiro super-herói a chegar aos cinemas este ano

Thor, diante de seu pai, Odin: o Deus do Trovão é banido para a Terra e perde seus superpoderes

para 3D em um trabalho de meses, e abre espaço para Capitão América: O Primeiro Vingador colocar mais um tijolo no castelo da Marvel. Ah, e não

machuca Thor contar com a recémoscarizada Natalie Portman como o par romântico do herói: se é para um deus amar, que seja em grande estilo.

Orgulho nacional

Entre o colorido do Carnaval e a beleza da Cidade Maravilhosa, o brasileiro Carlos Saldanha constroi a fábula Rio

Blu: ave rara que não sabe voar

92 billboard brasil Abril 2011

Carlos Saldanha é o diretor brasileiro mais bem-sucedido da história. É questão de matemática: seus quatro filmes renderam cerca de US$ 2,1 bilhões em todo o mundo. A série A Era do Gelo fez dele uma potência seleta no mundo da animação. Daí o poder para tocar seu novo projeto solo, Rio, como uma declaração de amor a seu país. Trocando em miúdos: depois de muito tempo e muitos estrangeirismos, o Rio de Janeiro vai surgir numa produção de grande escala do jeitinho que ele é. Ou quase. Não espere em Rio um clima de Cidade de Deus ou Tropa de Elite. O filme é uma fantasia que retrata uma Cidade Maravilhosa romantizada, em que a ameaça tem a proporção dos perigos enfrentados

por uma turma de brinquedos em Toy Story – o que em nenhum momento alivia a emoção. O protagonista é Blu, uma arara-azul nativa que passou sua vida inteira vivendo a boa vida no estado gelado de Minnesota, nos EUA. Ave rara, ele é levado para se acasalar com Jewel – e o par acidentalmente acaba nas mãos de traficantes de pássaros que agem, claro, no Rio. Presos um ao outro, Blu e Jewel precisam encontrar o caminho de casa – ou descobrir suas verdadeiras raízes tropicais. Ah, o fato de Blu não saber voar é mais um detalhe... A produção gigantesca de Rio, uma das animações mais complexas jamais produzidas (espere até você ver o esplendor do Carnaval carioca, de

tão perfeito parece imagens de TV, e não animação), vem acompanhada da verdadeira força por trás do cinema atual: uma campanha de marketing massacrante. São centenas de produtos licenciados e de ações pensadas para popularizar a marca. Não poderia ser diferente: em um ano com 27 continuações e outro sem-número de candidatos a blockbuster baseados em programas de TV, histórias em quadrinhos ou livros de sucesso, uma trama original como essa precisa de um investimento gigantesco para decolar. Mas não se deixe enganar por tanta gordura: o coração de Rio ainda está na habilidade de nosso conterrâneo em contar uma história. E isso ele tem de sobra.


Carne nova

Wes Craven e o elenco original (ou parte dele) estão de volta em Pânico 4

MICHELLE MONAGHAN e JAKE GYLLENHAAL na ficção científica que tenta encontrar respostas para questões muito complicadas

Alta tensão metafísica

Em Contra o Tempo, o diretor do surpreendente Lunar coloca Jake Gyllenhaal no meio de uma experiência entre segundos

Guarde esse nome, Duncan Jones. Aos 39 anos, e com um único longa no currículo, o diretor inglês desponta como um dos nomes mais interessantes para ser seguido no cinemão contemporâneo. O motivo é um só: a ficção científica Lunar, que colocou o ator Sam Rockwell isolado na superfície da Lua em uma ficção científica claustrofóbica e sensacional. Depois de fazer a fama no circuito independente, Lunar deixou os estúdios com todos de olho em Jones. Sua visão artística única logo encontrou espaço no meio dos grandes estúdios, mas logo ficou claro que ele não ia diminuir sua ambição.

Este casamento tem nome: Contra o Tempo, uma ficção científica com Jake Gyllenhaal que lida com a mais delicada forma de narrativa, as viagens no tempo. Gyllenhaal é Colter Steven, oficial do Exército americano que participa de uma experiência secreta chamada “código fonte”. Sua missão é descobrir a identidade de um terrorista, que explodiu um trem em Chicago, a fim de impedir um segundo ataque. Para isso, Steven é colocado na mente de um homem dentro do trem condenado, oito minutos antes da explosão. Com Contra o Tempo, Duncan Jones usa a ficção científica da forma mais sen-

sacional: como uma reflexão sobre o nosso mundo, a nossa realidade, tentando achar uma resposta para questões muitas vezes difíceis, como o que faríamos se a vida nos desse uma segunda chance, mesmo sabendo que uma alteração no curso da história pode ter consequências drásticas. É muito para colocar em duas horas de entretenimento, mas Jones costura a trama com habilidade, mesmo que desta vez com menos sutileza que seu trabalho anterior. Ele merece o crédito. Afinal, podia estar canibalizando o sobrenome do pai famoso: muitos fãs com certeza arriscariam conhecer a mente criativa do filho de David Bowie.

Zona do crespúsculo

Matt Damon foge de uma vida predestinada no surpreendente Os Agentes do Destino

David Norris (Matt Damon) dá cada passo como se soubesse o que vem pela frente. Não é à toa. Jovem e ambicioso, ele está prestes a ocupar uma cadeira no Senado americano. Mas será que é este caminho que ele pretende mesmo seguir, ou David está preso na teia do destino? Afinal, até que ponto estamos no controle do nosso próprio futuro? George Nolfi, roteirista de O Ultimato Bourne, aqui estreando como diretor, tenta responder a esta pergunta no intrigante Os Agentes do Destino. Como em um bom episódio da extinta série Além da Imaginação, Norris descobre que a vida de cada ser humano na Terra segue um caminho não apenas predeterminado como vigiado por agentes misteriosos que só respondem

a um poder maior – e que farão de tudo para que ninguém se desvie. Mas Norris se apaixona pela bailarina Elise (Emily Blunt), e lutar por este amor coloca em risco o plano desenhado para os dois. Os Agentes do Destino é baseado numa história curta de Philip K. Dick, o gênio que escreveu a base para Minority Report e Blade Runner. Assim, não é estranho notar que a aventura protagonizada por Matt Damon traz alguns dos mesmos questionamentos presentes no tecido do trabalho de Dick: questões básicas como quem somos e para onde vamos. Embora Nolfi tome emprestada mais a mão de Paul Greengrass do que a de Ridley Scott, Os Agentes do Destino ainda consegue deixar a plateia questionando suas ideias depois que as luzes se acendem.

MATT DAMON e EMILY BLUNT: até que ponto controlamos nosso futuro?

NEVE CAMPBELL: o terror não acabou

E lá se vão 11 anos desde que Ghostface aterrorizou Sidney Prescott (Neve Campbell) na conclusão da trilogia Pânico. Na segunda metade dos anos 90, a série escrita por Kevin Williamson e dirigida pelo mestre Wes Craven reinou nas bilheterias (rendeu US$ 500 milhões) e reescreveu o modo como uma nova geração encarava os filmes de terror. Pânico subverteu as “regras” e trouxe sangue novo, cumprindo um papel e encerrando a história em 2000. Mas as caixas registradoras precisam tilintar, e nada como uma nova década – e uma carência de filmes do gênero – para trazer velhos conhecidos de volta. Ao menos o estúdio teve o bom senso de deixar o show nas mãos de Craven e Williamson, que recuperaram a trinca de protagonistas e aproveitaram para, claro, reescrever as regras. Sidney, agora uma escritora de sucesso, retorna a Woodsboro em uma turnê de lançamento de seu livro. Ela reencontra o casal Dewey e Gale (interpretados pelo recente não-casal David Arquette e Courteney Cox) – e sua chegada coincide com o ataque de um novo Ghostface. Sabe-se lá como Craven vai espremer mais história de Pânico, mas ele cercou-se de uma nova geração de atores. Entre eles está Emma Roberts (sobrinha de você-sabe-quem) como a prima de Sidney, e sua turma, que traz Hayden Panettiere (da série Heroes) e Rory Culkin (irmão de você-sabequem) – todos versados nas novas “regras” de filmes de terror, aprendidas com séries como Jogos Mortais. Ou seja: o sangue agora jorra em cascatas. www.billboard.br.com 93


arquivo

KOZMIC BLUES

JANIS JOPLIN

[1969]

41 /9 posição máxima no HOT 100

PEARL

o

semanas no HOT 100

[1971]

1 /42 semanas no billboard 200

ME AND BOBBY MCGEE

[1971]

1 /15 o

posição máxima no hot 100

semanas no hot 100

foto: Michael Ochs Archives/Getty Images

o

posição máxima no billboard 200


BRASIL HOT 100 • POP & POPULAR • REGIONAL • SOCIAL 50• BILLBOARD 200 • HOT 100 • INDEPENDENT ALBUMS • TRADITIONAL JAZZ • COMTEMPORARY JAZZ

96

LUAN SANTANA

Estreia em 1º lugar com "Química Do Amor"

p.

99

RIHANNA

Logo atrás de Lady Gaga no Social 50

p.

100

JUSTIN BIEBER

Maior aumento de vendas e de percentual no Billboard 200

p.

102

LADY GAGA

No topo do Hot 100 com "Born This Way"

foto: C Flanigan/FilmMagic/getty images

Paradas

p.

Ninguém segura essa Gagarota. A ambição loira de Lady Gaga está presa como um implante subcutâneo nas paradas de sucesso. Capa da edição de março da Billboard Brasil, ela faz a música “Born This Way” nascer assim nas paradas do nosso país: em 6º lugar no Hot Popular e em 23º no Brasil Hot 100. “Alejandro”, que estreou em maio do ano passado, ainda está no Hot 100 brasileiro, na 92ª posição. Nos EUA, ela continua pela quinta semana no Hot 100, no topo com “Born This Way”. Ela comprova que é a rainha das redes sociais com os seus nove milhões de seguidores no Twitter e a liderança do ranking Social 50. Na lista de álbuns, ela está no 45º lugar com The Fame, de 2008, e em 162º com The Fame Monster, de 2009. Isso porque o seu álbum Born This Way, de 2011, ainda nem foi lançado. Previsto para sair no dia 23 de maio, vai ser difícil que alguém segure a escalada do disco até o topo – e que ele não fique um bom tempo seguro por lá. www.billboard.br.com 95


18 MAR

-

QUEM É?

3

16

MENTES TÃO BEM (MIENTES TAN BIEN)

16

74

VIVER SEM TI

5

2

3

CHUVA

6

53

-

PRA VOCÊ

7

4

5 UM MINUTO

8

6

8

THE TIME (THE DIRTY BIT)

9

14

38

AÍ JÁ ERA

10

10

20

FIREWORK

11

12

13

LOCA

12

11

15

O TROCO

13

19

25

ZUAR E BEBER

14

22

29

ONDE ESTIVER

15

5

4

SONHANDO

16

60

-

CLICHÊ

17

8

2

BOA SORTE PRA VOCÊ

18

15

17

CHOVE, CHOVE

19

46

-

COR DE OURO

20

13

6

ALUCINAÇÃO

21

27

18

DO LADO DE CÁ

CHIMARRUTS

26

35

SE INTROMETEU

MICHEL TELÓ

2

3

4

22

ORIGINAL AO VIVO

ORIGINAL AO VIVO AO VIVO

ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL AO VIVO

ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL AO VIVO

ORIGINAL AO VIVO AO VIVO

ORIGINAL ORIGINAL AO VIVO

BORN THIS WAY

9

1

ADRENALINA

25

25

23

PRA VOCÊ LEMBRAR

26

33

46

JUST THE WAY YOU ARE

27

ORIGINAL AO VIVO

ORIGINAL ORIGINAL

28

36

LIKE A G6

28

21

22

FUGIDINHA

29

24

SMILE 24 U ORIGINAL

17

7

NOVO -

ORIGINAL ORIGINAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

PAULA FERNANDES

UNIVERSAL

EXALTASAMBA INOVASHOW

THE BLACK EYED PEAS

UNIVERSAL

JORGE & MATEUS

UNIVERSAL

KATY PERRY

EMI

SHAKIRA (Part. DIZZEE RASCAL)

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

MARIA CECÍLIA & RODOLFO (Part. EXALTASAMBA)

SOM LIVRE

LEONARDO

UNIVERSAL

NX ZERO

UNIVERSAL

BRUNO & MARRONE

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

SORRISO MAROTO

UNIVERSAL

VICTOR & LEO

UNIVERSAL

GUSTTAVO LIMA

SOM LIVRE

LEONARDO UNIVERSAL EMI

SOM LIVRE

LADY GAGA

UNIVERSAL

LUAN SANTANA

SOM LIVRE

RESTART

MAYNARD ENTERPRISES

BRUNO MARS

WARNER

FAR EAST MOVEMENT (Part. THE CATARACS)

UNIVERSAL

MICHEL TELÓ

SOM LIVRE

JUSTIN BIEBER

UNIVERSAL

S&M

66

62

50

DE REPENTE

67

72

BRIGAR NÃO TÁ COM NADA

59

-

HOLD IT AGAINST ME

36

35

49

ORIGINAL AO VIVO

ORIGINAL ORIGINAL

JUST A DREAM ORIGINAL

MEU CORAÇÃO PEDE CARONA AO VIVO

38

64

-

39

18

12

TÔ PASSANDO MAL

WHO’S THAT CHICK?

40

31

10

ACELERA AÊ (NOITE DO BEM)

41

49

59

YEAH 3X

42

38

37

AS CORES

43

51

75

ÁGUA

32

19

DO OUTRO LADO DO RÁDIO GRENADE

ORIGINAL AO VIVO AO VIVO REMIX

ORIGINAL ORIGINAL AO VIVO

63

-

46

43

47

AIRPLANES

70

-

CINDERELA

48

40

44

TEENAGE DREAM

49

ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL

SOM LIVRE SOM LIVRE

UNIVERSAL

69

RIOS DE AMOR

ORIGINAL

70 NOVO

I DON’T KNOW WHAT TO DO

TIKO’S GROOVE (Part. GOSHA)

71

ONLY GIRL (IN THE WORLD)

RIHANNA

42

ORIGINAL

30

NOVO 72

VELHOS SONHOS

73 NOVO

QUATRO ESTAÇÕES

74

91

DESEJO DE AMAR

74

-

50

11

-

-

SERÁ VOCÊ? AO VIVO

MINHA MULHER NÃO DEIXA NÃO

78

HEY, SOUL SISTER

51

79 UM BEIJO NOVO AO VIVO 80

34

31

DA CABEÇA AOS PÉS

81

72

78

SONHO BOM

82 NOVO 83

DAVID GUETTA (Part. RIHANNA)

EMI

FERNANDO & SOROCABA

SOM LIVRE

IVETE SANGALO

UNIVERSAL

CHRIS BROWN

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

CINE

UNIVERSAL

19

45

85

35

39

ERRO MEU

86

77

61

NOTHIN’ ON YOU

87

38

21

NA CAMA

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

MULHER 100%

CUPIM NA MESA

AO VIVO

INOVASHOW

ALEXANDRE PIRES

AO VIVO

ORIGINAL

EMI

B.O.B. (Part. BRUNO MARS)

WARNER

SORRISO MAROTO

AO VIVO

88 NOVO

VANERATION

89

LOVE THE WAY YOU LIE

ORIGINAL

33

INDEPENDENTE

EXALTASAMBA

AO VIVO

ORIGINAL

UNIVERSAL

GRUPO RHAAS (Part. EDSON) INDEPENDENTE

EMINEM (Part. RIHANNA)

UNIVERSAL

JORGE & MATEUS

AO VIVO

INDEPENDENTE

P!NK

ORIGINAL

41

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

LADY GAGA

ORIGINAL

UNIVERSAL

DANIEL

WARNER

B.O.B. (Part. HAILEY WILLIAMS)

WARNER

JAMMIL & UMA NOITES KATY PERRY

EMI

PIXOTE

TOP DO BRASIL

RICARDO & JOÃO FERNANDO

EMI

UNIVERSAL

73

-

54

53

52

DJ GOT US FALLIN’ IN LOVE USHER (Part. PITBULL)

55

56

55

SÓ OS LOUCOS SABEM

52

63

WE R WHO WE R

90

-

WHAT THE HELL

47

40

INDEPENDENTE

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

CHARLIE BROWN JR.

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

KE$HA

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

AVRIL LAVIGNE

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

FLO RIDA (Part. DAVID GUETTA)

WARNER

THE BLACK EYED PEAS

UNIVERSAL

MARCOS & BELUTTI

EMI

GUSTTAVO LIMA (Part. REGINHO) INDEPENDENTE

JORGE & MATEUS

AO VIVO

ORIGINAL

UNIVERSAL WARNER

SOM LIVRE

ASA DE ÁGUIA INDEPENDENTE

JUSTIN BIEBER (Part. USHER)

UNIVERSAL

REVELAÇÃO

UNIVERSAL

Datas de apuração:

INDEPENDENTE

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

Os rankings brasileiros – HOT 100 AIRPLAY, BRASIL HOT POP SONGS, BRASIL HOT POPULAR SONGS e HOT BRASIL REGIONAL – são fornecidos, com exclusividade, para a Billboard Brasil pela Crowley/MusicMedia e desenvolvidos por meio de metodologia própria de aferição, feita de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, na grade de emissoras-básicas Crowley (www.crowley.com. br). Essa grade contempla as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Ribeirão Preto, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Salvador e Fortaleza.

SOM LIVRE

BRUNO MARS

MAYNARD ENTERPRISES

AO VIVO

RICKY MARTIN (Part. JOSS STONE)

entenda os rankings

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

INIMIGOS DA HP

ORIGINAL

97 71 53 AO VIVO Gusttavo Lima salta 27 posições (46-19) 98 RECICLÁVEL NOVO ORIGINAL com “Cor De Ouro”, TO LOVE sua terceira música 99 75 58 SOMEBODY ORIGINAL a entrar na lista. As 100 65 62 SAUDADE DO AMOR anteriores foram AO VIVO “Rosas, Versos E Vinhos” e “Inventor Dos Amores”.

CLAUDIA LEITTE

53

96 billboard brasil Abril 2011

SOM LIVRE

BRUNO & MARRONE

ORIGINAL

TÁ VENDO AQUELA LUA

55

MUNHOZ & MARIANO

ORIGINAL

14

58

INDEPENDENTE

TENTATIVAS EM VÃO

-

-

SOM LIVRE

EDSON

ORIGINAL

83

LUAN SANTANA

FERNANDO & SOROCABA

INDEPENDENTE

23

AO VIVO

TRAIN

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

MADRI

JOÃO NETO & FREDERICO

TAIO CRUZ

SEM ME CONTROLAR

INDEPENDENTE

REMIX

JAY Z (Part. ALICIA KEYS)

CLAUDIA LEITTE (Part. BELO)

60

MOLEJO

EMPIRE STATE OF MIND

DON JUAN

ORIGINAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

ORIGINAL

84

9

ORIGINAL

MAYNARD ENTERPRISES

ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO

95

UNIVERSAL

52

JUST CAN’T GET ENOUGHT

CW7

ACÚSTICO

TÃO LINDA E TÃO LOUCA

96

NELLY

DYNAMITE

59 NOVO

UNIVERSAL

AMO NOITE E DIA

45

ORIGINAL

SOM LIVRE

IVETE SANGALO

AO VIVO

64

48

CLUB CAN’T HANDLE ME

INDEPENDENTE

AO VIVO

78

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

41

ORIGINAL

RODRIGO RIOS HUGO PENA & GABRIEL

95

BRITNEY SPEARS

51

ORIGINAL

UNIVERSAL

ORIGINAL

77 NOVO 61

BUILDING

ORIGINAL

MINHA MULHER NÃO DEIXA NÃO

QUEM QUISER ME BEIJAR

ORIGINAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

94 NOVO

RAZÃO DE VIVER

AO VIVO

VICTOR & LEO

ORIGINAL

BELO

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

60

ORIGINAL

UNIVERSAL

THE BEST THING ABOUT ME IS YOU

INDEPENDENTE

91

ORIGINAL

EMI

JENNIFER LOPEZ (Part. PITBULL)

93 NOVO

82

AO VIVO

SKANK

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

GRUPO BOM GOSTO

AO VIVO

ON THE FLOOR

-

UNIVERSAL

JEITO MOLEQUE

50

AO VIVO

EMI

RIHANNA

AO VIVO

68 NOVO 80

SOM LIVRE

ALEXANDRE PIRES

ORIGINAL

ALEJANDRO

35

Fotos: Divulgação

65 NOVO

67

GUSTTAVO LIMA (Part. JORGE & MATEUS)

ORIGINAL

92

DIREITO DE TE AMAR

27

AO VIVO

UNIVERSAL

SISSI

RIHANNA (Part. DRAKE)

32

37

INVENTOR DOS AMORES

WHAT’S MY NAME?

20

58

26

EMI

PARANGOLÉ

ORIGINAL

FUCKING PERFECT

34

57

Com seu pagode romântico, o Sorriso Maroto ocupa duas posições na lista. Com “Clichê”, o grupo salta 44 posições (6016). “Na Cama” se mantém na parada e fica em 87º lugar.

44

Artista

Gravadora

LADY ANTEBELLUM

ORIGINAL

91 NOVO

AO VIVO

ELA VEM DO CÉU

56

16&87

TCHUBIRABIROM

NOVO -

76

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

JORGE & MATEUS

82

FERNANDO & SOROCABA

AO VIVO

34

-

JOÃO BOSCO & VINÍCIUS

63

68

TEUS SEGREDOS

29

-

INOVASHOW

A musa sertaneja Paula Fernandes deu um salto de 47 posições no ranking (53-6) com “Pra Você”, música que está em seu CD Ao Vivo. Essa foi a melhor posição conquistada pela cantora, que já apareceu na lista antes com “Jeito De Mato” (que chegou ao 24º lugar), “Pássaro De Fogo” (36º) e “Quando A Chuva Passar” (29º).

66

CROWLEY

Versão 

SEU ASTRAL

30

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

62

NEED YOU NOW

90 NOVO

33

44

ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO EXALTASAMBA (Part. MARIANA RIOS)

6

Título 

56

GUILHERME & SANTIAGO

43

NOVO -

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

61

QUE DÁ VONTADE DÁ

32

SOM LIVRE

EDUARDO COSTA

AO VIVO

24

Gravadora

LUAN SANTANA (Part. IVETE SANGALO)

AO VIVO

23 NOVO

30

Artista

Versão 

janeiro

janeiro

7

1

fevereiro

fevereiro

1

QUÍMICA DO AMOR

março

Título 

-

março

brasil hot 100 airplay

2011

AIRPLAY MONITORaDo  pela

®

57

“What The Hell” fez a canadense Avril Lavigne subir 33 posições (90-57) em sua segunda semana consecutiva no ranking. O mesmo salto que o grupo Pixote conseguiu com “Razão De Viver” (82-49), música de Obrigado Brasil, o mais novo CD do grupo.

de 19 de dezembro de 2010 a 18 de janeiro de 2011 para as colunas intituladas JANEIRO; de 19 de janeiro de 2011 a 18 de fevereiro de 2011 para as colunas intituladas FEVEREIRO; de 19 de fevereiro de 2011 a 18 de março de 2011 para as colunas intituladas MARÇO. BRASIL HOT 100 AIRPLAY: as 100 primeiras colocações, tanto de títulos nacionais quanto internacionais, dos mais variados gêneros, computadas com base no número total de execuções no período indicado e na grade de emissoras-básicas Crowley das 12 cidades cobertas. Músicas com maior ganho de posições. BRASIL HOT REGIONAL: as dez primeiras colocações, tanto de títulos internacionais quanto nacionais, dos mais variados gêneros, para cada uma das cidades monitoradas, computadas com base no número total de execuções no período indicado e na grade de emissoras-básicas Crowley da referida cidade. BRASIL HOT POP SONGS: as 40 primeiras colocações, tanto de títulos internacionais quanto nacionais, computadas com base no número total de execuções no período indicado e na grade de emissoras-básicas Crowley classificadas no segmento pop nas 11 cidades cobertas. BRASIL HOT POPULAR SONGS: as 40 primeiras colocações, de títulos nacionais, computadas com base no número total de execuções no período indicado e na grade de emissoras-básicas Crowley classificadas no segmento popular nas 11 cidades cobertas.


brasil hot POP & popular

AIRPLAY MONITORaDo  pela

CROWLEY

4

FIREWORK

3

3

2

LOCA

4

4

7

ONDE ESTIVER

NX ZERO

5

7

3

DO LADO DE CÁ

CHIMARRUTS

NOVO 6

BORN THIS WAY

LADY GAGA

7

6

5

PRA VOCÊ LEMBRAR

8

10

17

JUST THE WAY YOU ARE

9

8

10

LIKE A G6

10

5

SMILE 6 U ORIGINAL

11

9

14

12

24

-

13

11

19

14

28

-

15

18

28

YEAH 3X

16

12

11

AS CORES

17

27

-

GRENADE

18

15

18

AIRPLANES

19

13

15

TEENAGE DREAM

20

17

16

DYNAMITE

21

20

22

DJ GOT US FALLIN’ IN LOVE USHER (Part. PITBULL)

22

22

24

SÓ OS LOUCOS SABEM

23

19

30

WE R WHO WE R

24

39

-

16

12

2

25

ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL

WHAT’S MY NAME? ORIGINAL

HOLD IT AGAINST ME ORIGINAL

ORIGINAL REMIX

ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL ORIGINAL

WHAT THE HELL ORIGINAL

CLUB CN’T HANDLE ME ORIGINAL

NEED YOU NOW

29

26

20

30 NOVO

-

QUEM É?

3

3

14

MENTES TÃO BEM (MIENTES TAN BIEN)

4

13

40

VIVER SEM TI

5

2

3

CHUVA

6

34

-

PRA VOCÊ

7

4

5 UM MINUTO

8

11

27

AÍ JÁ ERA

JORGE & MATEUS

9

9

13

O TROCO

MARIA CECÍLIA & RODOLFO (Part. EXALTASAMBA)

10

16

19

ZUAR E BEBER

11

5

4

SONHANDO

12

36

-

CLICHÊ

NELLY

13

7

2

BOA SORTE PRA VOCÊ

DAVID GUETTA (Part. RIHANNA)

14

12

15

CHOVE, CHOVE

CHRIS BROWN

15

31

-

COR DE OURO

CINE

16

10

6

ALUCINAÇÃO

BRUNO MARS

17

20

26

SE INTROMETEU

B.O.B. (Part. HAILEY WILLIAMS)

18

8

1

ADRENALINA

19

18

18

FUGIDIHA

20

14

7

QUE DÁ VONTADE DÁ

GUILHERME & SANTIAGO

TEUS SEGREDOS

FERNANDO & SOROCABA JEITO MOLEQUE

1

KATY PERRY

2

UNIVERSAL EMI

SHAKIRA (Part. DIZZEE RASCAL)

SONY MUSIC ENTERTAINMENT UNIVERSAL EMI

UNIVERSAL

RESTART

MAYNARD ENTERPRISES

BRUNO MARS

WARNER

FAR EAST MOVEMENT (Part. THE CATARACS)

UNIVERSAL

JUSTIN BIEBER

UNIVERSAL

RIHANNA (Part. DRAKE)

UNIVERSAL

BRITNEY SPEARS SONY MUSIC ENTERTAINMENT

ORIGINAL ORIGINAL

S&M

ORIGINAL

DE REPENTE AO VIVO

ON THE FLOOR ORIGINAL

Pelo segundo mês consecutivo, a música de Luan Santana que conta com a participação de Ivete Sangalo ocupa o topo da lista. “Química Do Amor” fará parte do novo DVD ao vivo do cantor, gravado em dezembro do ano passado no Rio de Janeiro, e que deve chegar às lojas neste mês.

EMI

SONY MUSIC ENTERTAINMENT UNIVERSAL WARNER WARNER

KATY PERRY

EMI

TAIO CRUZ

UNIVERSAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

CHARLIE BROWN JR.

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

KE$HA

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

AVRIL LAVIGNE

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

FLO RIDA (Part. DAVID GUETTA)

WARNER

THE BLACK EYED PEAS

UNIVERSAL

LADY ANTEBELLUM

EMI

RIHANNA

UNIVERSAL

SKANK

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

JENNIFER LOPEZ (Part. PITBULL)

UNIVERSAL

14

“Who’s That Chick”, do DJ e produtor David Guetta com participação especial de Rihanna, tem o segundo maior salto do ranking (28-14). O maior foi de Avril Lavigne, que subiu 15 posições. O DJ também faz uma participação em “Club Can’t Handle Me”, do rapper Flo Rida, que ocupa a 25ª posição.

25

35

33

29

NOTHIN’ ON YOU

36

23

9

LOVE THE WAY YOU LIE

ACÚSTICO REMIX

ORIGINAL ORIGINAL

37 NOVO

FUCKING PERFECT

38

ALEJANDRO

21

13

ORIGINAL ORIGINAL

39 NOVO

THE BEST THING ABOUT ME IS YOU

40

EMPIRESTATE OF MIND

40

37

ORIGINAL ORIGINAL

ORIGINAL AO VIVO

ORIGINAL AO VIVO AO VIVO

ORIGINAL AO VIVO AO VIVO

ORIGINAL AO VIVO AO VIVO AO VIVO

ORIGINAL

SOM LIVRE SOM LIVRE

INDEPENDENTE

BELO

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

ÁGUA

CLAUDIA LEITTE

28

23

16

ORIGINAL

DO OUTRO LADO DO RÁDIO AO VIVO

JOÃO NETO & FREDERICO INDEPENDENTE

FERNANDO & SOROCABA

SOM LIVRE

UNIVERSAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

DANIEL

SOM LIVRE

29 NOVO

CINDERELA

30 NOVO

RAZÃO DE VIVER

28

32

QUEM QUISER ME BEIJAR

19

8

DON JUAN

CLAUDIA LEITTE (Part. BELO) RICARDO & JOÃO FERNANDO

ORIGINAL AO VIVO AO VIVO

ORIGINAL

EMINEM (Part. RIHANNA)

36

29

20

NOVO -

38

38

39

AO VIVO AO VIVO

TCHUBIRABIROM ORIGINAL

INVENTOR DOS AMORES AO VIVO

SISSI ORIGINAL

BRIGAR NÃO TÁ COM NADA AO VIVO

RICKY MARTIN (Part. JOSS STONE)

39 NOVO

RIOS DE AMOR

JAY Z (Part. ALICIA KEYS)

40 NOVO

VELHOS SONHOS

Vem do Havaí o artista que aparece no ranking com duas músicas ao mesmo tempo. Bruno Mars é cantor, compositor e multi-instrumentista e vem fazendo muito sucesso com seu álbum de estreia. São de Doo-Wops & Hooligans as músicas “Just The Way You Are” e “Grenade”. A primeira saltou duas posições (10-8), enquanto a segunda pulou dez (27-17).

SOM LIVRE

-

-

WARNER

SOM LIVRE

MICHEL TELÓ

33

39

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

SOM LIVRE

LUAN SANTANA

27

AO VIVO

35

UNIVERSAL

MICHEL TELÓ

IVETE SANGALO

AO VIVO

B.O.B. (Part. BRUNO MARS)

LADY GAGA

UNIVERSAL

ACELERA AÊ (NOITE DO BEM)

26

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

SOM LIVRE

LEONARDO

9

TOP DO BRASIL

P!NK

UNIVERSAL

GUSTTAVO LIMA

22

SEM ME CONTROLAR

WARNER

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

JORGE & MATEUS

26

21

UNIVERSAL

UNIVERSAL

VICTOR & LEO

15

AO VIVO

34

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

SORRISO MAROTO

MEU CORAÇÃO PEDE CARONA

33 NOVO

CW7

UNIVERSAL

BRUNO & MARRONE

TÔ PASSANDO MAL

TRAIN

MAYNARD ENTERPRISES

SOM LIVRE

LEONARDO

11

33

SERÁ VOCÊ?

UNIVERSAL

25

32

HEY, SOUL SISTER

INOVASHOW

24 NOVO

RIHANNA

21

UNIVERSAL

EXALTASAMBA

ORIGINAL

DIREITO DE TE AMAR

ONLY GIRL (IN THE WORLD)

-

PAULA FERNANDES

ORIGINAL

24

8

30

INOVASHOW

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

AO VIVO

17

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

JOÃO BOSCO & VINÍCIUS

ORIGINAL

AO VIVO

ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO EXALTASAMBA (Part. MARIANA RIOS)

AO VIVO

23

14

34

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

ORIGINAL

ELA VEM DO CÉU

32

BUILDING

SOM LIVRE

EDUARDO COSTA

AO VIVO

25

TIKO’S GROOVE (Part. GOSHA)

UNIVERSAL

Gravadora

LUAN SANTANA (Part. IVETE SANGALO)

AO VIVO

21

I DON’T KNOW WHAT TO DO ORIGINAL

Artista

Versão 

22

31 NOVO

ORIGINAL

Título 

AO VIVO

NOVO -

31

presença dupla

FOTOS: DIVULGAÇÃO

1

UNIVERSAL

ORIGINAL

27

28 NOVO

6

ORIGINAL

WHO’S THAT CHICK?

JUST CAN’T GET ENOUGHT

25

QUÍMICA DO AMOR

Artista

Gravadora

THE BLACK EYED PEAS

JUST A DREAM

26 NOVO 29

1

-

março

Versão 

janeiro

2

1

FEVEREIRO

janeiro

1

THE TIME (THE DIRTY BIT)

março

Título 

1

2011

hot popular songs

FEVEREIRO

hot pop songs

18 mar

®

ORIGINAL ORIGINAL

JAMMIL & UMA NOITES

INDEPENDENTE

PIXOTE

EMI

INIMIGOS DA HP

MAYNARD ENTERPRISES

SONY MUSIC ENTERTAINMENT INDEPENDENTE

MARCOS & BELUTTI

EMI

PARANGOLÉ UNIVERSAL

GUSTTAVO LIMA (Part. JORGE & MATEUS)

SOM LIVRE

ALEXANDRE PIRES EMI

GRUPO BOM GOSTO

EMI

VICTOR & LEO

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

RODRIGO RIOS INDEPENDENTE

cadeira cativa

No ranking desde novembro de 2010 com “Tô Passando Mal” (25° lugar), Fernando & Sorocaba estreiam na 20ª posição com “Teus Segredos”. As duas músicas são de Bola De Cristal, o disco mais recente da carreira da dupla, que já apareceu neste mesmo ranking com “Paga Pau”, “Da Cor Do Pecado”, “A Casa Caiu” e “Madri”. www.billboard.br.com 97


18 mar

brasil hot regional

1

5

4

6

3

8

AO VIVO

3

NOVO

ORIGINAL

4

6

5

1

6

5

CHAMA DA PAIXÃO

7

MENTESTÃOBEM(MIENTESTANBIEN) ZEZÉDICAMARGO&LUCIANO

INDEPENDENTE

MINHA MULHER NÃO DEIXA NÃO

AVIÕES DO FORRÓ

ORIGINAL som livre

UMA ESTRELA

24 HORAS (PENSANDO EM VOCÊ)

BANDA DESEJO DE MENINA

ORIGINAL

10

INDEPENDENTE

LEO MAGALHÃES

AO VIVO

SOM LIVRE

ESTRELA

NOVO

BANDA ENCANTOS

ORIGINAL

9

NOVO

10

7

-

NOVO

AO VIVO

8

INOVASHOW

MENTESTÃOBEM(MIENTESTANBIEN) ZEZÉDICAMARGO&LUCIANO ORIGINAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

TCHUBIRABIROM ORIGINAL

PRA VOCÊ

QUEM É? EDUARDO COSTA

Título 

7

4

3

1

CHUVA

4

2

MENTESTÃOBEM(MIENTESTANBIEN) ZEZÉDICAMARGO&LUCIANO

5

8

QUÍMICA DO AMOR LUAN SANTANA (Part. IVETE SANGALO)

6

5

7

10

8

NOVO

PAULA FERNANDES

AO VIVO AO VIVO

JOÃO BOSCO & VINÍCIUS

ORIGINAL

TÔ PASSANDO MAL FERNANDO & SOROCABA

JORGE & MATEUS

ORIGINAL

3

2

AÍ JÁ ERA

4

4

5

9

6

7

7

NOVO

8

NOVO

UNIVERSAL

AO VIVO

SOM LIVRE

MARIA CECÍLIA & RODOLFO (Part. EXALTASAMBA)

AO VIVO

SOM LIVRE

ALUCINAÇÃO

LEONARDO

ORIGINAL

UNIVERSAL

ZUAR E BEBER

LEONARDO

ORIGINAL

UNIVERSAL

fevereiro

2

NOVO

Título 

QUÍMICA DO AMOR

3

7

4

NOVO

5

2

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

PRA VOCÊ

PAULA FERNANDES

AO VIVO

CHUVA

SE INTROMETEU

UNIVERSAL

JOÃO BOSCO & VINÍCIUS

ORIGINAL

4

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

MICHEL TELÓ

AO VIVO

7

8

8

NOVO

9

INOVASHOW

QUEM É? EDUARDO COSTA

6

10

AO VIVO AO VIVO

SOM LIVRE

VIVER SEM TI EXALTASAMBA (Part. MARIANA RIOS)

Gravadora

LUAN SANTANA (Part. IVETE SANGALO)

AO VIVO

TOP DO BRASIL

SOM LIVRE

RICARDO & JOÃO FERNANDO

AO VIVO

INDEPENDENTE

TEUS SEGREDOS FERNANDO & SOROCABA AO VIVO

SOM LIVRE

VELHOS SONHOS

NOVO

RODRIGO RIOS

ORIGINAL

INDEPENDENTE

PRA VOCÊ LEMBRAR

3

RESTART

ORIGINAL

MAYNARD ENTERPRISES

março

fevereiro

1

1

2

NOVO

3

2

4

NOVO

5

10

6

NOVO

7

NOVO

8

4

MENTESTÃOBEM(MIENTESTANBIEN) ZEZÉDICAMARGO&LUCIANO

-

7

TÔ PASSANDO MAL FERNANDO & SOROCABA

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Título 

ORIGINAL

INDEPENDENTE

BANDA 5%

ORIGINAL

INDEPENDENTE

7

8

CLAUDIA LEITTE

ORIGINAL

ASA DE ÁGUIA

ORIGINAL

8

JAMMIL & UMA NOITES

9

9

10

7

PARANGOLÉ

ORIGINAL

3 4

7

NETINHO

AO VIVO

ALEXANDRE PEIXE

ORIGINAL

Artista

Versão 

Gravadora

5

KATY PERRY

ORIGINAL

EMI

LOCA

SHAKIRA (Part. DIZZEE RASCAL)

3

QUÍMICA DO AMOR

TEENAGE DREAM

ORIGINAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT SOM LIVRE EMI

ONDE ESTIVER NOVO

NX ZERO

ORIGINAL

4

WHAT’S MY NAME?

6

CHUVA

7

UNIVERSAL

RIHANNA (Part. DRAKE)

ORIGINAL

8

8

KATY PERRY

ORIGINAL

6

INDEPENDENTE

LUAN SANTANA (Part. IVETE SANGALO)

AO VIVO

INDEPENDENTE

ELA É TOTAL FLEX

Título 

FIREWORK

UNIVERSAL

CIDADE ELÉTRICA

fevereiro

INDEPENDENTE

TCHUBIRABIROM

NOVO

2

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

RECICLÁVEL

JORGE & MATEUS

ORIGINAL

UNIVERSAL

JOÃO BOSCO & VINÍCIUS

ORIGINAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

FUGIDINHA

9

5

MICHEL TELÓ

ORIGINAL

SOM LIVRE

SE INTROMETEU

MICHEL TELÓ

AO VIVO

SOM LIVRE

LADO DE CÁ 10 NOVO DO ORIGINAL

CHIMARRUTS EMI

GUSTTAVO LIMA

AO VIVO

ADRENALINA

LUAN SANTANA

AO VIVO

O TROCO

MARIA CECÍLIA & RODOLFO (Part. EXALTASAMBA)

CHUVA

JOÃO BOSCO & VINÍCIUS

ORIGINAL

10

6

4

2

5

4

6

NOVO

7

NOVO

8

NOVO

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

AO VIVO

SOM LIVRE

BOA SORTE PRA VOCÊ VICTOR & LEO ORIGINAL

NOVO

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

AO VIVO

QUÍMICA DO AMOR LUAN SANTANA (Part. IVETE SANGALO)

8

3

SOM LIVRE

QUEM É? EDUARDO COSTA

9

1

SOM LIVRE

AO VIVO

3

2

UNIVERSAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

CHOVE, CHOVE

JORGE & MATEUS

AO VIVO

UNIVERSAL

9

HENRIQUE & DIEGO

ORIGINAL

Título 

AO VIVO

INOVASHOW

ÁGUA

CLAUDIA LEITTE

ORIGINAL

CINDERELA

Versão 

FIREWORK 2

AO VIVO

SORRISO MAROTO

AO VIVO

2

1

THE TIME (THE DIRTY BIT)

ORIGINAL

PRISCILA NOCETTI

ORIGINAL

SHAKIRA (Part. DIZZEE RASCAL)

ORIGINAL

5

5

FURACÃO

7

3

U SMILE

10

ORIGINAL

LADY GAGA

UNIVERSAL

BRUNO MARS

ORIGINAL

NOVO

WARNER

AO VIVO

THE TIME (THE DIRTY BIT)

QUÍMICA DO AMOR LUAN SANTANA (Part. IVETE SANGALO)

Título 

3

NOVO

-

PRA VOCÊ NOVO

5

NOVO

6

NOVO

7

8

8

3

9

NOVO

-

SOM LIVRE

LEONARDO

ORIGINAL

UNIVERSAL

PRA VOCÊ NOVO

PAULA FERNANDES

AO VIVO

9

5

10

9

UNIVERSAL

AÍ JÁ ERA

JORGE & MATEUS

ORIGINAL

UNIVERSAL

MENTESTÃOBEM(MIENTESTANBIEN) ZEZÉDICAMARGO&LUCIANO ORIGINAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

1o

Salvador Chiclete com Banana

1o

Brasília Zezé Di Camargo & Luciano

QUATRO ESTAÇÕES AO VIVO

1o

UNIVERSAL

AO VIVO

AO VIVO

Belo Horizonte Shakira

Goiânia Paula Fernandes

Gravadora

SOM LIVRE

MINHA MULHER NÃO DEIXA NÃO ORIGINAL

2o

o

THE BLACK EYED PEAS

ORIGINAL

MOLEJO INDEPENDENTE

PAULA FERNANDES UNIVERSAL

HUGO PENA & GABRIEL

1

Ribeirão Preto Eduardo Costa

o

Campinas Luan Santana

1o

SOM LIVRE

Rio de Janeiro Exaltasamba

QUEM É? EDUARDO COSTA AO VIVO

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

VIVER SEM TI EXALTASAMBA (Part. MARIANA RIOS) AO VIVO

CAMISA 10 AO VIVO

PERDOA AO VIVO

10 NOVO CLICHÊ AO VIVO

Artista

Versão 

1

8

AO VIVO

1o

1

2

ZUAR E BEBER

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

1

UNIVERSAL

QUEM É? EDUARDO COSTA

2

7

Recife Ivete Sangalo

UNIVERSAL

JUST THE WAY YOU ARE

SOM LIVRE

7

SOM LIVRE

GUSTTAVO LIMA

Fortaleza Banda Garota Safada

JUSTIN BIEBER

ORIGINAL

UNIVERSAL

8

NOVO

COR DE OURO

LADY GAGA

6

INDEPENDENTE

LUAN SANTANA (Part. IVETE SANGALO)

AO VIVO

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

ORIGINAL

LIKE A G6 FAR EAST MOVEMENT (Part. THE CATARACS)

9

6

SHAKIRA (Part. DIZZEE RASCAL)

ORIGINAL

BORN THIS WAY

7

UNIVERSAL

INDEPENDENTE

RICARDO & JOÃO FERNANDO

AO VIVO

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

SOM LIVRE

98 billboard brasil Abril 2011

JONATHAN COSTA

TOP DO BRASIL NOVO QUÍMICA DO AMOR

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

ROSA 10 NOVO BOCHECHINHA ORIGINAL

4

2

FURACÃO

LOCA

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

AO VIVO

5

WARNER

FELINA

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

JOÃO BOSCO & VINÍCIUS

ORIGINAL

MEU CORAÇÃO PEDE CARONA JOÃO NETO & FREDERICO NOVO

LEONARDO

ORIGINAL

NOVO

BRUNO MARS

AO VIVO

EMI

6

Gravadora

3

UNIVERSAL

ORIGINAL

LOCA

Artista

Versão 

THE BLACK EYED PEAS

ORIGINAL

UNIVERSAL

JUST THE WAY YOU ARE

NOVO

1

INOVASHOW

CLICHÊ

CHUVA

4

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

UM MINUTO EXALTASAMBA

1

2

Título 

KATY PERRY

ORIGINAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

THIS WAY 10 NOVO BORN ORIGINAL

BELO

ORIGINAL

QUEM É? EDUARDO COSTA

INDEPENDENTE

DIREITO DE TE AMAR

Gravadora

1

MENTESTÃOBEM(MIENTESTANBIEN) ZEZÉDICAMARGO&LUCIANO

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

TEUS SEGREDOS FERNANDO & SOROCABA

AO VIVO

JAMMIL & UMA NOITES

ORIGINAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

Artista

8

INDEPENDENTE

AO VIVO

Gravadora

VIVER SEM TI EXALTASAMBA (Part. MARIANA RIOS)

1o

4

SOM LIVRE

QUEM É? EDUARDO COSTA

ORIGINAL

JORGE & MATEUS

ORIGINAL

1

ribeirão preto HOT SONGS

Artista

Versão 

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

3

UNIVERSAL

COR DE OURO

AO VIVO

ORIGINAL

UNIVERSAL

THE BLACK EYED PEAS

ORIGINAL

COPINHO

BRUNO & MARRONE

Título 

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

ALUCINAÇÃO

SOM LIVRE

AÍ JÁ ERA THE TIME (THE DIRTY BIT)

ORIGINAL

4

Gravadora

AO VIVO

CINDERELA O CUPIDO

Gravadora

ZEZÉDICAMARGO&LUCIANO

Artista

Versão 

QUÍMICA DO AMOR LUAN SANTANA (Part. IVETE SANGALO)

2

INDEPENDENTE

ÁGUA

1

UNIVERSAL

BANDA OITO7NOVE4

ORIGINAL

porto alegre HOT SONGS

4

Artista

Versão 

curitiba HOT SONGS

6

AO VIVO

1

INDEPENDENTE

IVETE SANGALO

são paulo HOT SONGS Artista

Versão 

ORIGINAL

rio de janeiro HOT SONGS

Título 

março

março

1

6

DECKDISC

SONHANDO

SOM LIVRE

1

REVELAÇÃO

1

campinas HOT SONGS

5

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

3

1

2

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

AÍ JÁ ERA

ORIGINAL

DO NORMAL 10 NOVO ALÉM ORIGINAL

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

9

3

EMI

SHAKIRA (Part. DIZZEE RASCAL)

MENTESTÃOBEM(MIENTESTANBIEN)

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

AO VIVO

10

KATY PERRY

ORIGINAL

NOVO

4

SONY MUSIC ENTERTAINMENT

LOCA

UNIVERSAL

ORIGINAL

6

ORIGINAL

FIREWORK

9

1

INDEPENDENTE

Gravadora

1

9

CHEIRO DE AMOR

ORIGINAL

8

3

INOVASHOW

Artista

Versão 

O TROCO

AO VIVO

fevereiro

fevereiro

UM MINUTO EXALTASAMBA

UNIVERSAL

março

março

2

MINHA VIDA

5

brasília HOT SONGS

THE BLACK EYED PEAS

ORIGINAL

1

INDEPENDENTE

THE TIME (THE DIRTY BIT)

DESEJO DE AMAR

Gravadora

CHICLETE COM BANANA

UNIVERSAL

Artista

Versão 

2

INOVASHOW

ASA DE ÁGUIA

ORIGINAL

2

Título 

PARANGOLÉ

goiânia HOT SONGS

AO VIVO

MEU CORAÇÃO VOOU

UNIVERSAL

RECICLÁVEL

7

INDEPENDENTE

UM MINUTO EXALTASAMBA

AO VIVO

VIVER SEM TI EXALTASAMBA (Part. MARIANA RIOS)

março

março

3

INOVASHOW

ELAS FICAM LOUCAS FORRÓ SACODE

7

2

fevereiro

4

1

ORIGINAL som livre

VIVER SEM TI EXALTASAMBA (Part. MARIANA RIOS)

IVETE SANGALO

belo horizonte HOT SONGS

março

9

ACELERA AÊ (NOITE DO BEM)

fevereiro

3

AVIÕES DO FORRÓ

Gravadora

2

INDEPENDENTE

CASA DAS PRIMA

Artista

Versão 

fevereiro

ORIGINAL

Título 

março

2

BANDA GAROTA SAFADA

fevereiro

NOVO

2

Gravadora

CLONADO

fevereiro

1

Artista

Versão 

CROWLEY

salvador HOT SONGS

março

fevereiro

março

Título 

fevereiro

recife HOT SONGS

fortaleza HOT SONGS

março

2011

AIRPLAY MONITORaDo  pela

®

5

INOVASHOW

TURMA DO PAGODE INDEPENDENTE

NOSSO SENTIMENTO INDEPENDENTE

SORRISO MAROTO UNIVERSAL

2o

1o

Curitiba Jorge & Mateus

São Paulo Katy Perry

UM MINUTO EXALTASAMBA AO VIVO

INOVASHOW

1o

Porto Alegre The Black Eyed Peas


26 mar

entenda os

Dados de vendas compilados por

rankings

2011

ÁLBUNS

.T. Nº 1 EKATY PERRY FEAT. KANYE WEST (CAPITOL)

TíTuLo

ARTISTa (Gravadora/promotora)

51

42 5 The Cave

3 On The Floor

27

27 10 Moment 4 Life

52

1 Price Tag

1

5 Born This Way

28

17 12 Never Say Never

53

1 Boom

4

8 S&M

29

25 11 The Show Goes On LUPE FIASCO (1ST & 15TH/ATLANTIC)

54

39 18 The Time (Dirty Bit) THE BLACK EYED PEAS (INTERSCOPE)

10 2 Till The World Ends

30

34 2 Bow Chicka Wow Wow

55

48 8 Waiting For The End

3 29 F**k You (Forget You) CEE LO GREEN (RADICULTURE/ELEKTRA/RRP)

31

30 10 Are You Gonna Kiss Me Or Not THOMPSON SQUARE (STONEY CREEK)

0

56

61 3 I Won’t Let Go

32

0 31 27 No Hands WAKA FLOCKA FLAME (1017 BRICK SQUAD/ASYLUM/WARNER BROS.)

57

33

26 9 Hold It Against Me

58

60 6 For The First Time

59

5

2

2

3

4

5

6

7

6

8

8 11 F**kin’ Perfect

1 SEMana

JENNIFER LOPEZ FEAT. PITBULL (ISLAND/IDJMG) LADY GAGA (STREAMLINE/KONLIVE/INTERSCOPE) RIHANNA (SRP/DEF JAM/IDJMG) BRITNEY SPEARS (JIVE/JLG)

6 Blow

KE$HA (KEMOSABE/RCA/RMG) P!NK (LAFACE/JLG)

KERI HILSON (MOSLEY/GEFFEN/INTERSCOPE) NICKI MINAJ FEAT. DRAKE (YOUNG MONEY/CASH MONEY/UNIVERSAL MOTOWN) JUSTIN BIEBER FEAT. JADEN SMITH (SCHOOLBOY/RAYMOND BRAUN/ISLAND/IDJMG)

MIKE POSNER FEAT. LIL WAYNE (J/RMG)

BRITNEY SPEARS (JIVE/JLG)

0

JESSIE J FEAT. B.O.B (LAVA/UNIVERSAL REPUBLIC)

LINKIN PARK (MACHINE SHOP/WARNER BROS.)

Músicas

RASCAL FLATTS (BIG MACHINE)

O ranking é baseado nas vendas (digitais e físicas) e no quanto a música tocou nas rádios naquela semana. A semana de contagem das vendas vai de segunda a domingo, enquanto a semana de medida de audiência vai de quarta a terça-feira. Toda quinta-feira é criado e publicado um novo ranking. O número de vendas é levantado pelo sistema Nielsen SoundScan, enquanto a preferência da audiência é rastreada pela Nielsen Broadcast Data Systems (BDS), que inclui o monitoramento de estações de rádio em mais de 140 mercados dos EUA. Os rankings de audiência são compilados a partir de uma amostra norte-americana de dados fornecida pela BDS. As paradas são ranqueadas a partir de um número de impressões totais, computadas por meio de referência cruzada entre os números exatos de execução em rádios e os dados de ouvintes da Arbitron. 0 Músicas que mostram aumento de execuções com relação à semana anterior, independentemente da movimentação do ranking.

3 Roll Up

WIZ KHALIFA (ROSTRUM/ATLANTIC/RRP) THE SCRIPT (PHONOGENIC/EPIC)

10

12 6 Look At Me Now

35

28 13 Rocketeer

60

46 19 What’s My Name?

11

19 16 Coming Home

36

1 Animal

61

47 25 Dog Days Are Over

12

1 Landslide

37

35 18 Don’t You Wanna Stay

62

13

15 9 What The Hell

38

44 4 Backseat

63

49 41 Dynamite

3

14

14 23 Jar Of Hearts

0

39

1 Crazy Girl

64

53 27 Little Lion Man

1

0

40

2 A Little Bit Stronger

65

50 34 Lose Yourself EMINEM (SHADY/INTERSCOPE)

0

41

36 7 Colder Weather

66

52 20 Back To December

42

32 34 Just The Way You Are

67

43 12 Higher

68

57 19 Rhythm Of Love

7

DR. DRE FEAT. EMINEM & SKYLAR GREY (AFTERMATH/INTERSCOPE) CHRIS BROWN FEAT. LIL WAYNE & BUSTA RHYMES (JIVE/JLG) DIDDY - DIRTY MONEY FEAT. SKYLAR GREY (BAD BOY/INTERSCOPE) GLEE CAST FEAT. GWYNETH PALTROW (20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA) AVRIL LAVIGNE (RCA/RMG)

CHRISTINA PERRI (MS. PERRI LANE/ATLANTIC/RRP)

15

9 Rolling In The Deep

9

16

16 17 Down On Me

17

11 24 Grenade

ADELE (XL/COLUMBIA)

JEREMIH FEAT. 50 CENT (MICK SCHULTZ/DEF JAM/IDJMG) BRUNO MARS (ELEKTRA/ATLANTIC)

0

GLEE CAST FEAT. GWYNETH PALTROW (20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA) FAR*EAST MOVEMENT FEAT. RYAN TEDDER (CHERRYTREE/INTERSCOPE) GLEE CAST (20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA) JASON ALDEAN WITH KELLY CLARKSON (BROKEN BOW) NEW BOYZ FEAT. THE CATARACS & DEV (SHOTTY/WARNER BROS.) ELI YOUNG BAND (REPUBLIC NASHVILLE) SARA EVANS (RCA NASHVILLE)

ZAC BROWN BAND (SOUTHERN GROUND/ATLANTIC/BIGGER PICTURE) BRUNO MARS (ELEKTRA/ATLANTIC)

3

1 The Race

1 Kiss

GLEE CAST (20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA) RIHANNA FEAT. DRAKE (SRP/DEF JAM/IDJMG) FLORENCE + THE MACHINE (UNIVERSAL REPUBLIC)

Quando incluído, indica o título com maior aumento de execuções nas emissoras de rádio.

1 Country Song SEETHER (WIND-UP)

TAIO CRUZ (MERCURY/IDJMG) MUMFORD & SONS (GENTLEMAN OF THE ROAD/RED/GLASSNOTE)

Quando incluído, indica o título com maior venda digital (por download).

TAYLOR SWIFT (BIG MACHINE)

TAIO CRUZ FEAT. TRAVIE MCCOY (MERCURY/IDJMG)

43

2

44

51 2 Written In The Stars

69

59 38 Love The Way You Lie

0

45

37 11 Marry Me

70

71

55 7 Buzzin’

18

33 2 Just Can’t Get Enough

19

13 21 Firework

20

18 23 Black And Yellow

21

22 13 6 Foot 7 Foot

46

22

20 16 Tonight (I’m Lovin’ You)

47

41 23 Raise Your Glass

72

66 6 Let Me Down Easy

23

21 11 More USHER (LAFACE/JLG)

48

45 21 Stereo Love EDWARD MAYA & VIKA JIGULINA (ULTRA)

73

62 34 Teenage Dream

3

24

24 24 Hey Baby (Drop It To The Floor)

49

40 20 Yeah 3X

74

75 30 Just A Dream

1

25

23 9 All Of The Lights KANYE WEST (ROC-A-FELLA/DEF JAM/IDJMG)

50

38 20 We R Who We R KE$HA (KEMOSABE/RCA/RMG)

75

– 32 Animal

1

THE BLACK EYED PEAS (INTERSCOPE) KATY PERRY (CAPITOL) WIZ KHALIFA (ROSTRUM/ATLANTIC)

LIL WAYNE FEAT. CORY GUNZ (CASH MONEY/UNIVERSAL MOTOWN) ENRIQUE IGLESIAS FEAT. LUDACRIS & DJ FRANK E (UNIVERSAL REPUBLIC)

PITBULL FEAT. T-PAIN (MR. 305/POLO GROUNDS/J/RMG)

WIZ KHALIFA (ROSTRUM/ATLANTIC/RRP) TINIE TEMPAH FEAT. ERIC TURNER (DISTURBING LONDON/PARLOPHONE/CAPITOL) TRAIN (COLUMBIA)

0

1 Beautiful Lasers (2 Ways) LUPE FIASCO FEAT. MDMA (1ST & 15TH/ATLANTIC) P!NK (LAFACE/JLG)

CHRIS BROWN (JIVE/JLG)

HOT DANCE CLUB Songs

Compilado a partir de uma amostra (EUA) de dados fornecidos por DJs de casas noturnas. 0 Maior aumento de execuções. Indica o título que, abaixo do top 20 e presente na semana anterior, teve o maior crescimento em pontos.

Certificado de distribuição de 500 mil álbuns (Ouro) emitido pela Associação Americana da Indústria de Gravação (RIAA – Recording Industry Association of America). 1 Certificado da RIAA de 0

1 Homeboy

distribuição de 1 milhão de cópias (Platina). 0 Certificado da RIAA de distribuição de 10 milhões de cópias (Diamante). Números junto aos símbolos de Platina ou Diamante indicam nível multiplatina do disco. Para boxes e discos duplos com 100 minutos ou mais de tempo corrido, a RIAA multiplica a distribuição pelo número de discos e/ou fitas. ) Certificação de distribuição de 100 mil unidades (Ouro). ! Certificação de 200 mil unidades (Platina). @ Certificação de 400 mil unidades (Multiplatina).

ERIC CHURCH (EMI NASHVILLE) MANN (MERCURY/IDJMG) BILLY CURRINGTON (MERCURY NASHVILLE)

NEON TREES (MERCURY/IDJMG)

C Single disponível em CD . Download Digital disponível M Single disponível em DVD , Maxi-single disponível em vinil v Single disponível em vinil x Maxi-single disponível em CD. Estas configurações não estão em todos os rankings de singles.

ÁLBUNS

EMINEM FEAT. RIHANNA (WEB/SHADY/AFTERMATH/INTERSCOPE)

NELLY (DERRTY/UNIVERSAL MOTOWN)

CONFIGURAÇÕES

NÍVEIS DE CERTIFICAÇÃO

PLAIN WHITE T’S (HOLLYWOOD)

KATY PERRY (CAPITOL)

Quando incluído, indica o título que passou para o top 100 do ranking The Billboard 200 e saiu da lista Heatseeker.

Preços de CDs/cassetes seguem tabelas ou preços equivalentes, calculados a partir dos preços do atacado, em dólar. / depois do preço indica álbum disponível apenas em DualDisc. CD/DVD depois do preço indica disponibilidade somente no formato combo CD/DVD. / DualDisc disponível. b combo CD/DVD disponível. *disponível em LP (vinil). Os preços e a disponibilidade de LPs não aparecem em todas as listas. EX depois de número de catálogo indica que um título é exclusivo de determinada conta ou tem distribuição limitada.

SNOOP DOGG FEAT. T-PAIN (DOGGYSTYLE/PRIORITY/CAPITOL)

6 I Need A Doctor

9

Quando incluído, indica o título com a maior porcentagem de crescimento. Ex Heatseeker

PREÇOS/CONFIGURAÇÃO/DISPONIBILIDADE

34

1 Do You Wanna Touch Me (Oh Yeah)

MUMFORD & SONS (GENTLEMAN OF THE ROAD/RED/GLASSNOTE)

Quando incluído, indica o título com o maior crescimento de unidades.

Cert.

semana de 19/3 nº de Semanas

Semana de 26/3

Cert.

ARTISTa (Gravadora/promotora)

29 15 Pretty Girl Rock

5

TíTuLo

26

1

semana de 19/3 nº de Semanas

ARTISTa (Gravadora/promotora)

Dados de vendas compilados pela ferramenta Nielsen SoundScan a partir de uma cadeia de lojas de música nos EUA. 0 Álbuns com maiores ganhos em vendas na semana. Semana de 26/3

TíTuLo

Cert.

Semanas

semana de 19/3 nº de

Semana de 26/3

hot digital songstm

Músicas

0 Certificação da RIAA para 500 mil downloads pagos (Ouro). 1 Certificação da RIAA para 1 milhão de downloads pagos (Platina). Números junto ao símbolo de platina indicam o nível multiplatina da canção. ) Certificação da RIAA para distribuição de 500 mil singles (Ouro).

SOCIAL 50 0 Maior ganho de pontos.

Lista os artistas mais ativos nas principais redes de relacionamento. A popularidade é medida por um sistema de pontos baseado em uma fórmula que contempla as adições, na semana, de amigos, seguidores e fãs do artista em suas redes sociais, o número de page views em seu website e o total de execuções de suas músicas, na semana, no MySpace, YouTube, Facebook, Twitter e iLike.

Nº 1 Taio Cruz Feat. Kylie Minogue & Travie McCoy MERCURY/IDJMG

26

28 11 THIS NIGHT Mask Munkeys EXIT 26

1

1 16

7 S&M

27

37 2 BEAUTIFUL PEOPLE

2

7

4 ON THE FLOOR

28

32 5 READY WHEN YOU ARE

4

1

7 HOLD IT AGAINST ME

29

5

10 5 E.T.

6

Gravadora/promotora

Nº 1 STREAMLINE/KONLIVE/CHERRYTREE/INTERSCOPE LADY GAGA

semana de 19/3 nº de Semanas

artista

Dados FORNECIDOS POR Semana de 26/3

ARTISTa (Gravadora/promotora)

semana de 19/3 nº de Semanas

TíTuLo

Semana de 26/3

ARTISTa (Gravadora/promotora)

SOCIAL 50 semana de 19/3 nº de Semanas

TíTuLo

Semana de 26/3

semana de 19/3 nº de Semanas

Semana de 26/3

hot dance club songstm

artista

Gravadora/promotora

26

18 16 50 CENT SHADY/AFTERMATH/INTERSCOPE

2 16 JUSTIN BIEBER

27

32 13 WIZ KHALIFA

3

3 16 RIHANNA

28

30 13 BRITNEY SPEARS

34 4 IF THIS AIN’T LOVE

4

4 16 EMINEM

29

27 16 DAVID GUETTA

30

43 3 HEY (NAH NEH NAH)

5

5 16 SHAKIRA

30

26 16 DON OMAR

11 8 KEEP ON DANCING

31

30 7 DESPERATE GIRLS & STUPID BOYS

6

10 16 AKON

31

25 16 KE$HA

7

9 12 BETTER THAN TODAY

32

42 3 TACALACATEO

7

6 16 KATY PERRY

32

43 14 SNOOP DOGG

8

13 4 BORN THIS WAY

33

25 9 GOT THAT FEELING

8

12 14 JAMIE LYNN NOON

33

33 16 GREEN DAY

9

12 7 TWIST OF LOVE

34

44 3 PUSH IT

9

9 16 AVRIL LAVIGNE

34

36 15 P!NK

10

14 4 GOOD GIRL

35 DANCING TONIGHT Grande Estreia Kat DeLuna UNIVERSAL MUSIC BELGIUM

10

13 16 MICHAEL JACKSON

35

42 2 THE XX

11

4 11 DOG DAYS ARE OVER

36

21 13 NAKED

11

7 16 THE BLACK EYED PEAs

36

37 9 KANYE WEST

12

8 12 MOVE ON FAST

37

26 11 WHAT’S MY NAME?

12

20 14 PITBULL

37

35 16 COLDPLAY

13

5 11 SANITY

38

47 3 RIDE

13

8 15 LUDACRIS

38

41 4 JUSTIN TIMBERLAKE

14

17 5 ARMY OF LOVE

39

23 14 SLEEPYHEAD

14

23 16 SELENA GOMEZ

39

24 15 BOB MARLEY

15

15 6 I’LL BE THERE

40

38 8 FLY

15

11 18 USHER

40

49 7 BON JOVI

16

18 7 HARE KRISHNA

41

36 9 YEAH 3X

16

17 16 TAYLOR SWIFT

41

38 7 NICKELBACK

17

22 4 WALKING

42

46 6 GET BACK

17

29 15 LIL WAYNE

42 NELLY retorno DERRTY UNIVERSAL MOTOWN

18

27 5 SUN OF A GUN

43

35 15 WHO’S THAT CHICK?

18

15 16 LINKIN PARK

43 TYLER WARD RETORNO UNSIGNED

19

24 5 NEVER SEE YOU AGAIN Talia Coles PHASE ONE

44

45 5 MORE Usher LAFACE/JLG

19

14 14 CHRIS BROWN JIVE/JLG

44

34 16 TIESTO

20

6 12 HELLO Martin Solveig & Dragonette BIG BEAT/ATLANTIC

45

20 13 PARTY OF THE YEAR Jipsta Feat. Sandy B. BANDOOZLE BEATZ

20

28 16 ENRIQUE IGLESIAS UNIVERSAL MUSIC LATINO/ UNIVERSAL REPUBLIC

45

46 4 WISIN & YANDEL

21

29 3

46

50 2 CONSEQUENCES

21

21 6 ADELE

46

39 12 ALICIA KEYS

22

19 10 SO DELICIOUS

47

39 14 TONIGHT (I’M LOVIN’ YOU)

22

16 16 BEYONCÉ

47 MILEY CYRUS RETORNO HOLLYWOOD

23

33 4 TURN IT UP

48

49 12 ELECTRIC LOVE

23

19 14 DRAKE

48

24

31 5 BEAUTY QUEEN

49 RELIGIOUS NOVO Gravitonas SOFO

24

31 2 JENNIFER LOPEZ

49 DEMI LOVATO retorno HOLLYWOOD

25

16 8 AS DAYS GO BY

50  WHERE YOU AT NOVO Jennifer Hudson J/RMG

25

22 16 NICKI MINAJ

50

1

2

9

2

3

3

HIGHER

1 SEMana

Rihanna SRP/DEF JAM/IDJMG Jennifer Lopez Feat. Pitbull ISLAND/UNIVERSAL Britney Spears JIVE/JLG Katy Perry CAPITOL Alyssa Rubino FIRST ENT.

Kylie Minogue PARLOPHONE/ASTRALWERKS/CAPITOL Lady Gaga STREAMLINE/KONLIVE/INTERSCOPE Kimberly Davis D1

Alexis Jordan ROC NATION/COLUMBIA Florence + The Machine UNIVERSAL REPUBLIC Ono MIND TRAIN/TWISTED Hannah SNOWDOG Kerli ISLAND/IDJMG

Tiffany Evans MUSIC WORLD/COLUMBIA Sir Ivan PEACEMAN

Mary Mary MY BLOCK/COLUMBIA Oh Land EPIC

escalada

CALL MY NAME Sultan & Ned Shepard Feat. Nadia Ali HAREM

Salme Feat. Noa Tylo KONTAINER Ultra Nate DEEP SUGAR/STRICTLY RHYTHM Kelsey B CARRILLO

Mickey Oliver Feat. Kim Smith INTENSI-T

Chris Brown Feat. Benny Benassi JIVE/JLG Fawni FAWNI

Chris “The Greek” Panaghi Feat. Sophia Cruz DJG Rico Bernasconi Vs. Vaya Con Dios STARSHIT/CAPP Kimberly Caldwell VANGUARD/CAPITOL India & Peppe Citarella ANGEL EYES Bad Boy Bill Feat. Eric Jag NETTWERK Jessie And The Toy Boys Feat. Yelawolf PROSPECT PARK

Consuelo Costin With Massi & De Leon CONTINUOUS COOL/CAMP Rihanna Feat. Drake SRP/DEF JAM/IDJMG Oscar P & Greg Stainer SEA TO SUN Passion Pit FRENCHKISS/COLUMBIA Dani Barbers DANI BARBERS Chris Brown JIVE/JLG Margo ORGANICA

David Guetta Feat. Rihanna GUM/ASTRALWERKS/CAPITOL

Vanessa Daou DAOU/KID/OUTSIDER Enrique Iglesias Feat. Ludacris & DJ Frank E UNIVERSAL REPUBLIC Dirty Vegas OM

3 SEManas

SCHOOLBOY/RAYMONDBRAUN/ISLAND/IDJMG SRP/ DEF JAM/IDJMG WEB/SHADY/AFTERMATH/INTERSCOPE SONY MUSIC LATIN/EPIC KONVICT/UPFRONT/SRC/UNIVERSAL MOTOWN CAPITOL

DASHGO

ARISTA/RMG MJJ/EPIC

INTERSCOPE

MR. 305/ FAMOUS ARTIST/ POLO GROUNDS/ SONY MUSIC LATIN/ RMG DTP/DEF JAM/IDJMG HOLLYWOOD LAFACE/JLG

BIG MACHINE

CASH MONEY/ UNIVERSAL MOTOWN MACHINE SHOP/WARNER BROS.

XL/ COLUMBIA MUSIC WORLD/COLUMBIA YOUNG MONEY/ CASH MONEY/ UNIVERSAL MOTOWN ISLAND/ IDJMG

YOUNG MONEY/ CASH MONEY/ UNIVERSAL MOTOWN

ROSTRUM/ATLANTIC JIVE/JLG

GUM/VIRGIN/CAPITOL

ORFANATO/ MACHETE KEMOSABE/RCA/RMG PRIORITY/ CAPITOL REPRISE

LAFACE/JLG YOUNG TURKS ROC-A-FELLA/ DEF JAM/ IDJMG CAPITOL

JIVE/ JLG

TUFF GONGS/ISLAND/UME ISLAND/ IDJMG ROADRUNNER

MUSICAL FREEDOM WY/MACHETE MBK/J/RMG

50 5 WILLOW

ROC NATION/ COLUMBIA

47 3 GUNS N’ ROSES GEFFEN

www.billboard.br.com 99


26

the billboard 200

mar 2011

dados de vendas compilados por

®

2

3 ADELE

3 Novo

1 SOUNDTRACK 20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA 85852/SONY MUSIC (13.98)

4 Novo

LAVIGNE 1 AVRIL RCA 55870/RMG (11.98) b

nº de Semanas

Hemingway’s Whiskey

0

1

The Incredible Machine

1

ARTISTa 

Título

Gravadora & número de série / Distribuidora (PReço em dólar)

1

51

21

1

52

52 55 21 SUGARLAND MERCURY NASHVILLE 014758*/UMGN (13.98) b

Glee: The Music, Season Two: Volume 5

3

53

45 44

Goodbye Lullaby

4

54

IG TIME RUSH 62 39 22 B NICKELODEON/COLUMBIA 42918/SONY MUSIC (8.98)

5 Novo

Into Now 1 R.E.M. Collapse WARNER BROS. 525611* (18.98)

5

55

SONGZ 43 43 26 TREY SONGBOOK/ATLANTIC 524539/AG (18.98) b

6 Novo

EVANS 1 SARA RCA NASHVILLE 49693/SMN (10.98)

6

56

42 47 16 KE$HA Cannibal KEMOSABE/RCA 80560/RMG (9.98)

7

3

3

& SONS 51 MUMFORD GENTLEMAN OF THE ROAD 0109*/GLASSNOTE (12.98)

57

GROBAN 50 71 17 JOSH 143/REPRISE 524833/WARNER BROS. (18.98) b

8

2

ARSHA AMBROSIUS 2 M J 64826/RMG (9.98)

58

CASTRO 54 49 12 CRISTIAN UNIVERSAL MUSIC LATINO 015013/UMLE (10.98) b

9

4

59

FOXX 44 37 12 JAMIE J 54860/RMG (11.98)

60

JOVI 47 46 18 BON ISLAND 014903/IDJMG (13.98)

Greatest Hits

0

5

61

MCGRAW Number One Hits 58 58 15 TIM CURB 79205 (18.98)

0

27

62

60 38 15 SOUNDTRACK 20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA 79214/SONY MUSIC (13.98)

Estreia

1

1

1 SEMana

XL/COLUMBIA 44699*/SONY MUSIC (11.98)

Stronger

1

2

2

2

BIEBER Never Say Never: The Remixes (EP) 4 JUSTIN SCHOOLBOY/RAYMOND BRAUN/ISLAND 015397/IDJMG (9.98)

1

4

ARIOUS ARTISTS NOW 37 5 V UNIVERSAL/EMI/SONY MUSIC 46746/CAPITOL (18.98)

1

11 Novo

BAND 1 PASSION SIXSTEPS 07179/SPARROW (13.98)

Passion: Here For You

11

12 Novo

1 RAEKWON ICE H2O 94906 (16.98)

Shaolin vs. Wu-Tang

12

13

8

5

BIEBER 51 JUSTIN SCHOOLBOY/RAYMOND BRAUN/ISLAND 014063/IDJMG (10.98) b

14

9

6

MARS Doo-Wops & Hooligans 23 BRUNO ELEKTRA 525393* (10.98) b

15

11

8

17 RIHANNA

9

MINAJ 16 NICKI YOUNG MONEY/CASH MONEY/UNIVERSAL MOTOWN 015021*/UMRG (13.98)

10

5

Sigh No More Late Nights & Early Mornings

My World 2.0

Loud

SRP/DEF JAM 014927/IDJMG (13.98) b

16

12

17

10 12 17 P!NK LAFACE 80657/JLG (13.98)

18

ALDEAN 14 11 19 JASON BROKEN BOW 7697 (18.98)

19

13

20

ANTEBELLUM Need You Now 19 10 59 LADY CAPITOL NASHVILLE 97702 (18.98)

21

PERRY 17 13 29 KATY CAPITOL 84601* (18.98)

7

My Kinda Party

38 EMINEM WEB/SHADY/AFTERMATH/INTERSCOPE 014411*/IGA (13.98)

23

29 30 17

24

SWIFT 20 14 20 TAYLOR BIG MACHINE TS0300A (18.98) b

25

BROWN BAND 21 21 25 ZAC SOUTHERN GROUND/ROAR/BIGGER PICTURE/ATLANTIC 524722/AG (18.98) b MURPHYS 2 DROPKICK BORN & BRED 526916*/ILG (15.98)

ROCK 27 25 17 KID TOP DOG/ATLANTIC 521682*/AG (18.98) b

30

+ THE MACHINE 22 18 41 FLORENCE UNIVERSAL REPUBLIC 013170*/UMRG (13.98)

66

LAMBERT 57 48 76 MIRANDA COLUMBIA (NASHVILLE) 46854/SMN (12.98)

67 68

73 94 10 MIGUEL BLACK ICE/BYSTORM/JIVE 75487/JLG (9.98)

69

40 15

1

2

3

1

1 1

You Get What You Give

1

0

1

ROGERS 1 KENNY JOHN 3:16/MUSIC CATALOGUE 31602 EX/CRACKER BARREL (11.98)

33

15

34

30 32

JOEL 1 BILLY COLUMBIA/LEGACY 85424/SONY MUSIC (19.98 CD/DVD) b

BIEBER 26 22 16 JUSTIN SCHOOLBOY/RAYMOND BRAUN/ISLAND 015084 EX/IDJMG (12.98)

37

28 16 73 ADELE XL/COLUMBIA 31859*/SONY MUSIC (12.98)

38

KELLY 25 27 13 R. JIVE 80874/JLG (11.98)

WAYNE 37 28 24 LIL CASH MONEY/UNIVERSAL MOTOWN 015002/UMRG (13.98)

41

BLACK KEYS 34 20 43 THE NONESUCH 520266*/WARNER BROS. (15.98) OF BODOM 1 CHILDREN SPINEFARM 4657* (15.98 CD/DVD) b

16

RANCESCA BATTISTELLI 2 F FERVENT 888086/WARNER BROS. (18.98)

44

BLACK EYED PEAS 32 31 15 THE INTERSCOPE 015039*/IGA (13.98)

45

GAGA 38 23 124 LADY STREAMLINE/KONLIVE/CHERRYTREE/INTERSCOPE 011805*/IGA (12.98)

46

BAND PERRY 49 53 22 THE REPUBLIC NASHVILLE 014839/UMRG (10.98)

47

39 26

48

LO GREEN 41 34 18 CEE RADICULTURE 525601/ELEKTRA (18.98)

b

The Band Perry.............46 Sara Bareilles............192 Francesca Battistelli..... . ......................................43 Beady Eye......................168 The Beatles..................186 Justin Bieber...................... . ...................... 9, 13, 36, 50 Big Time Rush.................54 The Black Eyed Peas.........

100 billboard brasil Abril 2011

. ................................44, 83 The Black Keys..............41 Andrea Bocelli............180 Bon Jovi...........................60 Crystal Bowersox......143 Bright Eyes..................106 Zac Brown Band......25, 71 Bruno Mars...................14 Luke Bryan...................104 c

Cage The Elephant......107

Revolution

1

8

Mercy 53 33 14 T.I. No GRAND HUSTLE/ATLANTIC 523753*/AG (18.98)

0

All I Want Is You

ARTISTS 7 VARIOUS GRAMMY/JIVE 80792/JLG (18.98)

71

BROWN BAND 56 70 121 ZAC ROAR/BIGGER PICTURE/HOME GROWN/ATLANTIC 516931/AG (13.98)

72

63 52 70 TRAIN COLUMBIA 07736/SONY MUSIC (12.98)

73

68 50

DECEMBERISTS 8 THE CAPITOL 47547* (18.98) b

36

2 LYKKE LI

75 Novo

2011 Grammy Nominees

4

Born Again

4

The Foundation

2

9

Save Me, San Francisco

0

17

The King Is Dead

1

Wounded Rhymes

36

LL RECORDINGS/ATLANTIC 526549*/AG (13.98)

MURDOCH 1 ALEXI ZERO SUMMER 4/EONE (12.98)

4 68

Towards The Sun

75

Loaded: The Best Of Blake Shelton

24

5

79

COLE Calling All Hearts 64 59 12 KEYSHIA GEFFEN 015108/IGA (13.98)

9

0

14

80

82 92 30 KEM UNIVERSAL MOTOWN 014469/UMRG (13.98) b

Intimacy: Album III

2

31

81

- DIRTY MONEY 75 69 13 DIDDY BAD BOY/INTERSCOPE 014381/IGA (13.98)

Last Train To Paris

7

1

82 Novo

1 DANCE GAVIN DANCE Downtown Battle Mountain II

82

Blessed

15

83

BLACK EYED PEAS 69 64 92 THE INTERSCOPE 012887*/IGA (13.98)

Thompson Square

15

84

ROYCE 99 80 18 PRINCE TOP STOP 30020/SONY MUSIC LATIN (10.98)

Live At Shea Stadium: The Concert

35

85

AKA FLOCKA FLAME 70 78 23 W 1017 BRICK SQUAD/ASYLUM 522740/WARNER BROS. (18.98)

Flockaveli

6

My Worlds Acoustic

7

86

HILSON No Boys Allowed 66 62 12 KERI MOSLEY/ZONE 4/INTERSCOPE 015088/IGA (13.98)

11

87

46 74 62 KE$HA KEMOSABE/RCA 49209*/RMG (11.98)

88

71 60

89

Call: The Hits 84 75 108 EMINEM Curtain SHADY/AFTERMATH/INTERSCOPE 005881*/IGA (13.98/8.98)

90

CURRINGTON Enjoy Yourself 83 83 25 BILLY MERCURY NASHVILLE 014407/UMGN (9.98)

0

The Love Of God

1

19

0

10

Love Letter

0

6 39

31

Além de aparecer entre os top 40, o álbum de Kenny Rogers também chegou ao 8º lugar na lista Country Albums e à 2ª posição no Christian Albums.

1

1

2

The E.N.D.

1

0

3

91 Novo

Relentless, Reckless Forever

42

92

TOMLIN 106 103 17 CHRIS SIXSTEPS 93444/SPARROW (17.98) b

Hundred More Years

16

93

128 40

THUNDER 3 CELTIC CELTIC THUNDER 015195/DECCA (18.98)

The Beginning

6

94

85 65

6 RED

2

1

!

80

Prince Royce

Animal

UNITED 4 HILLSONG HILLSONG 32693/SPARROW (13.98)

1

0

Thank Me Later The Altar And The Door

RISE 123 (12.98)

1

Aftermath

GILLESPIE 1 AARON BEC 05703 (10.98)

2

1 17 1 9

Anthem Song

91

And If Our God Is For Us...

17

Heritage

40

Until We Have Faces

ESSENTIAL 10916 (13.98)

The Fame

3

2

95

RUCKER Charleston, SC 1966 89 81 22 DARIUS CAPITOL NASHVILLE 26939 (18.98)

The Band Perry

0

4

96

NIEMANN 93 85 34 JERROD SEA GAYLE/ARISTA NASHVILLE 65720/SMN (9.98)

Kidz Bop 19

2

97

INGS OF LEON Come Around Sundown 100 99 21 K RCA 64698*/RMG (13.98)

The Lady Killer

9

98

81 63

0

Judge Jerrod & The Hung Jury

0

SPALDING Chamber Music Society 5 ESPERANZA HEADS UP 31810*/CONCORD (18.98)

2 2 7 2 34

Until The Whole World Hears

0

4

99

CLEARWATER REVIVAL Chronicle The 20 Greatest Hits 109 123 90 CREEDENCE FANTASY 2*/CONCORD (17.98/12.98)

8

My World (EP)

5

100

JACKSON Number Ones 55 90 100 MICHAEL MJJ/EPIC 88998/SONY MUSIC (14.98)

3 13

BIEBER 35 24 69 JUSTIN SCHOOLBOY/RAYMOND BRAUN/ISLAND 013719/IDJMG (9.98)

Adele...........................2, 37 Trace Adkins................173 Jason Aldean.........18, 195 Gregg Allman..............118 Marsha Ambrosius.........8 Arcade Fire....................64 Avenged Sevenfold.....125 The Avett Brothers....179

1

RAZOR & TIE 89244 (18.98)

Índice

1

0

CROWNS 65 57 87 CASTING BEACH STREET/REUNION 10117/SONY MUSIC (17.98)

8 KIDZ BOP KIDS

49 49 CASTING CROWNS retorno BEACH STREET/REUNION 10135/SONY MUSIC (11.98)

The Suburbs A Thousand Suns

70 NEWSBOYS retorno 22 INPOP 71521 (13.98)

74

5 63

67 61 39 DRAKE YOUNG MONEY/CASH MONEY/UNIVERSAL MOTOWN 014325/UMRG (13.98)

Brothers

43

78

I Am Not A Human Being

42 novo

0

Mele O Hawaii: Songs Of Hawaii

6

77

ARTISTS A 40th Anniversary Collection 1 VARIOUS RHINO SPECIAL PRODUCTS/UNIVERSAL SPECIAL MARKETS 015204 EX/STARBUCKS (19.98)

40

49

28

UCINDA WILLIAMS 2 L LOST HIGHWAY 015189*/UMGN (13.98)

36

)

18

Burlesque Happy Thoughts

My Beautiful Dark Twisted Fantasy

SQUARE 5 THOMPSON STONEY CREEK 7677 (13.98)

Depois do especial exibido na ABC no dia 12 de março, com o vídeo que tem a participação de Justin Bieber, o álbum do Rascal Flatts registrou um ganho de 22%. Vendeu 16 mil cópias durante a semana, sua melhor marca depois da época de Natal.

4

Viva El Principe

SHELTON 72 73 18 BLAKE REPRISE (NASHVILLE) 525092/WMN (18.98)

6

Lungs

WEST 24 19 16 KANYE ROC-A-FELLA/DEF JAM 014695*/IDJMG (13.98) b

23

15

1

76

Born Free

32

50

1

3

Going Out In Style

TOSH 1 DANIEL COMEDY CENTRAL 116 (12.98)

29

1

6

18 140 16 SOUNDTRACK RCA 80205/RMG (11.98)

39 novo

3

PARK 61 51 26 LINKIN MACHINE SHOP 525375*/WARNER BROS. (18.98)

RASCAL FLATTS Nothing Like This

27

35 novo

FIRE 48 17 32 ARCADE MERGE 385* (15.98)

2

Illuminations

Glee, The Music: Season Two: Volume 4

ARTISTS 1 VARIOUS SONY BMG CUSTOM MARKETING GROUP/HEAR 01916/STARBUCKS (12.98)

65

5

3

Best Night Of My Life

64

1

0

1 29

BTR (Soundtrack) Passion, Pain & Pleasure

3

maior aumento BIG MACHINE RF0100A (13.98) unid.

Speak Now

ARTISTS WOW Gospel 2011: The Year’s 30 Top Gospel Artists And Songs 6 VARIOUS WORD-CURB/EMI CMG/VERITY 77918/JLG (13.98)

7

6

0

2

Town Line (EP)

26

31 novo

63 Novo

Teenage Dream

7

28 novo

1

Recovery

ARON LEWIS 2 A STROUDAVARIOUS 01013 (7.98)

O álbum ao vivo marca a melhor posição da série de CDs, além de registrar a melhor semana de vendas (30 mil). Com convidados como Chris Tomlin e David Crowder Band, entre outros, é o segundo Nº 1 da Passion Band no ranking Christian Albums.

Greatest Hits... So Far!!!

22

Pink Friday

11

CHESNEY 51 45 24 KENNY BNA 57445/SMN (11.98) b

Cake...............................153 Camila...........................165 Casting Crowns......49, 78 Cristian Castro............58 Celtic Thunder..............93 Kenny Chesney...............51 Children Of Bodom.......42 Eric Church.................130 The Civil Wars.............149 Eric Clapton................157 Keyshia Cole..................79

1

Harry Connick, Jr.......132 Easton Corbin.............141 Creedence Clearwater Revival..........................99 Creedence Clearwater Revisited.....................194 David Crowder Band........ . ....................................200 Billy Currington...........90

Dance Gavin Dance............ . ..............................82, 190 deadmau5.....................160 The Decemberists.........73 Diddy - Dirty Money......81 Disturbed.....................145 Drake...............................77 Dropkick Murphys........26

d

Elbow............................151 Ellie Goulding.............129

Daft Punk.....................124

e

Eminem...... 19, 89, 110, 166 Sara Evans.......................6 f

Lupe Fiasco...............1, 193 Fitz & The Tantrums....140 Five Finger Death Punch....102 Florence + The Machine.......30 Forever The Sickest Kids....155 David Foster................108 Jamie Foxx.......................59

g

Aaron Gillespie.............91 Ginuwine.......................198 Selena Gomez & The Scene...........................105 Cee Lo Green..................48 Josh Groban..................57 Guns N’ Roses..............121 h

Deitrick Haddon..........164 PJ Harvey......................150

Hillsong United.............88 Keri Hilson.....................86 The Human Abstract........ . ....................................177

Jeremih.........................135 Billy Joel........................35 Journey.........................152 k

l

i

Ke$ha.........................56, 87 R. Kelly............................38 Kem..................................80 Kid Cudi................. 120, 172 Kid Rock..................29, 188 Kidz Bop Kids..................47 Kings Of Leon.........97, 170

Lady Antebellum...........20 Lady Gaga...............45, 162 Adam Lambert.............158 Miranda Lambert..........66 Avril Lavigne...................4 Amos Lee.......................137 Aaron Lewis...................22

Iron And Wine..............181 j

Alan Jackson...............113 Michael Jackson............... . ............................ 100, 174 The JaneDear Girls.....161

Carole King & James Taylor..........................189 Kutless.........................197

67

Veja as Legendas para mais informações. © 2011, e5 Global Media, LLC e Nielsen SoundScan, Inc. Todos os direitos reservados.

melhor posição

Lasers

Cert.

LUPE FIASCO

semana de 19/3 semana de 12/3

Nº 1 1ST & 15TH/ATLANTIC 520870*/AG (18.98)

1

semana de 26/3

Título

Gravadora & número de série / Distribuidora (PReço em dólar)

Grande 1

melhor posição

ARTISTa 

Cert.

nº de Semanas

semana de 19/3 semana de 12/3

semana de 26/3

the billboard 200


dados de vendas compilados por

the billboard 200

26

®

mar 2011

101

FLATTS 135 190 99 RASCAL LYRIC STREET 002764 (13.98)

102

FINGER DEATH PUNCH 95 108 71 FIVE PROSPECT PARK 50100* (13.98) b

103

111 110 17 NELLY DERRTY/UNIVERSAL MOTOWN 014991/UMRG (13.98)

104

23

105

GOMEZ & THE SCENE 116 88 25 SELENA HOLLYWOOD 004625 (10.98) b

106

91 41

EYES 4 BRIGHT SADDLE CREEK 158* (14.98)

107

79 87

THE ELEPHANT 9 CAGE DSP 81421*/JIVE (13.98)

108

197 –

2

109

Strong 92 102 14 SOUNDTRACK Country RCA NASHVILLE 72911/SMN (11.98)

6

110

78 86 86 EMINEM WEB/AFTERMATH 490629*/INTERSCOPE (13.98)

BRYAN 2 LUKE CAPITOL NASHVILLE DIGITAL EX (3.98)

Greatest Hits Volume 1

6

War Is The Answer

7

5.0

10

Spring Break 3... It’s A Shore (EP)

23

A Year Without Rain

0

4

The People’s Key

13

Thank You Happy Birthday

2

DAVID FOSTER David Foster & Friends: Hit Man Returns

maior aumento perc. 143/REPRISE 526181/WARNER BROS. (24.98 CD/DVD) b

The Marshall Mathers LP

108

0

Vendas não convencionais do álbum ajudaram a fazer com que o trabalho de David Foster aumentasse suas vendas em 48% na semana. O especial do show no qual o disco se baseia começou a ser veiculado nas afiliadas da PBS.

Título

Gravadora & número de série / Distribuidora (PReço em dólar)

Build A Rocket Boys!

154 142 159 JOURNEY COLUMBIA/LEGACY 85889/SONY MUSIC (13.98) b

153

127 138 9 CAKE UPBEAT 69933* (15.98)

Journey’s Greatest Hits

t

Showroom Of Compassion

154 novo

VILE 1 KURT MATADOR 938* (14.98)

Smoke Ring For My Halo

155

33

THE SICKEST KIDS 2 FOREVER UNIVERSAL MOTOWN 015320/UMRG (10.98)

Forever The Sickest Kids

156

166 177 135 SHINEDOWN ATLANTIC 511244/AG (18.98) b

157

CLAPTON The Best Of Eric Clapton: 20th Century Masters The Millennium Collection 133 120 12 ERIC CHRONICLES/POLYDOR 002759/UME (9.98)

retorno 158

151

FICTION/POLYDOR/CO-OP DIGITAL EX/DOWNTOWN (13.98)

152

melhor posição

ARTISTa 

1 ELBOW

Cert.

nº de Semanas

semana de 19/3 semana de 12/3

semana de 26/3

108

novo 151

The Sound Of Madness

LAMBERT 2 ADAM 19/RCA 83149 EX/RMG (4.98)

1

1 154 33

AYLOR SWIFT 152 147 229 T BIG MACHINE 079012 (18.98) b

Taylor Swift

1

160

170 148 14 DEADMAU5 MAU5TRAP 2518/ULTRA (15.98)

8 120

Acoustic Live! (EP)

159

10

126

5

4X4=12

5 47

111

ARTISTS NOW 36 87 56 18 VARIOUS UNIVERSAL/EMI/SONY MUSIC 08777/CAPITOL (18.98)

4

161

JANEDEAR GIRLS 115 137 6 THE WARNER BROS. (NASHVILLE) 518448/WMN (13.98)

112

ARIOUS ARTISTS 103 93 23 V PROVIDENT-INTEGRITY/WORD-CURB/EMI 09516/EMI CMG (17.98)

26

162

GAGA 143 131 66 LADY STREAMLINE/KONLIVE/CHERRYTREE/INTERSCOPE 013872*/IGA (10.98)

113

JACKSON 105 116 16 ALAN ARISTA NASHVILLE 78681/SMN (11.98)

163

108 –

114

118 89

164

HADDON Church On The Moon 164 167 7 DEITRICK RELEVE/MANHADDON/VERITY 71336/JLG (11.98)

65

115

ICK ROSS 104 111 34 R MAYBACH/SLIP-N-SLIDE/DEF JAM 014366*/IDJMG (9.98)

165

De Amar 160 113 13 CAMILA Dejarte SONY MUSIC LATIN 59881 (14.98)

!

64

116

MARLEY AND THE WAILERS 112 98 174 BOB TUFF GONG/ISLAND 422-846-210/IDJMG (13.98/8.98) b

166

139 163 87 EMINEM WEB/SHADY/AFTERMATH/INTERSCOPE 012863*/IGA (13.98)

Relapse

2

1

117

122 121 81 SKILLET ARDENT/INO/ATLANTIC 519927/AG (13.98)

Bridge Over Troubled Water

8

118

90 79

WOW Hits 2011 34 Number Ones

SCRIPT 8 THE PHONOGENIC/EPIC 81227/SONY MUSIC (11.98)

0 37

Science & Faith

3

Teflon Don

0

2

Legend: The Best Of Bob Marley And The Wailers

0

54

Awake

ALLMAN 8 GREGG ROUNDER 612215*/CONCORD (18.98)

119 29 MERCYME retorno INO/COLUMBIA 67708/SONY MUSIC (13.98)

0

2

Low Country Blues

5

119

Três bandas cristãs conquistam grandes ganhos na semana de medição do ranking: Casting Crowns volta à lista na 49ª posição após vendas com descontos na Family Christian Stores (aumento de 230%); a Newsboys chega ao 70º lugar; e a MercyMe (foto) registra ganhos graças às suas turnês.

168

31

The Generous Mr. Lovewell

3

CUDI Man On The Moon II: The Legend Of Mr. Rager 134 117 18 KID DREAM ON/G.O.O.D./UNIVERSAL MOTOWN 014649*/UMRG (13.98) b

3

121

N’ ROSES 86 66 198 GUNS GEFFEN 001714/INTERSCOPE (16.98)

122

Or Never 102 97 13 TANK Now MOGAME/SONG DYNASTY/ATLANTIC 525214/AG (10.98)

35

123

DARKEST DAYS 126 115 21 MY MVR/604/MERCURY 014719/IDJMG (8.98)

My Darkest Days

38

124

PUNK 88 96 14 DAFT WALT DISNEY 005672 (13.98)

Tron: Legacy (Soundtrack)

4

125

SEVENFOLD Nightmare 120 129 33 AVENGED HOPELESS/SIRE 524026*/WARNER BROS. (18.98)

1

126

WILSON 96 112 14 CHARLIE P MUSIC/JIVE 81696/JLG (11.98)

Just Charlie

19

176

Valdosta (EP)

127

177 novo

Love Me Back

17

128

Greatest Hits

PARADE 1 MAYDAY FEARLESS/ATLANTIC 526221 EX/AG (5.98)

SULLIVAN 101 76 15 JAZMINE J 75357/RMG (11.98)

129 Novo

3

Lights

129

130

CHURCH Carolina 114 122 63 ERIC CAPITOL NASHVILLE 20810* (12.98)

17

131

MAGNOLIA 124 101 9 STEEL BIG MACHINE SM0100A (10.98)

132

76

133

URBAN 121 68 17 KEITH CAPITOL NASHVILLE 47695 (11.98)

134

119 95

135

1 ELLIE GOULDING

4

CHERRYTREE/INTERSCOPE 015329/IGA (10.98)

Steel Magnolia

CONNICK, JR. 2 HARRY COLUMBIA/LEGACY 77295/SONY MUSIC (11.98) b

In Concert On Broadway Get Closer

76

0

7

Los Vaqueros: El Regreso

8

142 172 13 JEREMIH MICK SCHULTZ/DEF JAM 014830/IDJMG (9.98)

All About You

27

136

SEGER & THE SILVER BULLET BAND 137 182 155 BOB CAPITOL 30334* (16.98)

Greatest Hits

137

125 82

138

123 104 16 NE-YO DEF JAM 014697/IDJMG (13.98) b

139

AYLOR SWIFT 129 128 122 T BIG MACHINE 0200 (18.98) b

140 Novo

& YANDEL 7 WISIN WY/MACHETE 015218/UMLE (11.98)

7

LEE 7 AMOS BLUE NOTE 29766*/BLG (17.98)

8

Mission Bell

Fearless

& THE TANTRUMS 1 FITZ DANGERBIRD 051* (15.98)

6

CORBIN Easton Corbin 153 149 48 EASTON MERCURY NASHVILLE 013644/UMGN (10.98) PAISLEY 131 119 19 BRAD ARISTA NASHVILLE 75878/SMN (11.98)

143

BOWERSOX 117 118 13 CRYSTAL 19/JIVE 74809/JLG (11.98)

145

Novo

9

Pickin’ Up The Pieces

142

Hits Alive

0

10

WOW #1’s (Yellow)

PROVIDENT-INTEGRITY/EMI CMG/WORD-CURB 888166/WARNER BROS. (17.98)

136 145 28 DISTURBED REPRISE 524038*/WARNER BROS. (18.98) b

146

97 72

147

DAY 107 106 73 THIRD ESSENTIAL 10853/SONY MUSIC (17.98)

148

157 –

149

CIVIL WARS 132 153 6 THE SENSIBILITY 017* (11.98)

150

98 77

Asylum

6 RICKY MARTIN

Musica + Alma + Sexo

SONY MUSIC LATIN 54472 (14.98)

Revelation

17 REBA STARSTRUCK RM0200A/VALORY (13.98) b

HARVEY 4 PJ ISLAND/DEF JAM 651*/VAGRANT (13.98)

Lil Wayne................40, 183 Lykke Li............................74 Linkin Park.....................65 Lynyrd Skynyrd...........169 m

MercyMe.......................119 Miguel.............................68 Mumford & Sons.............7 Alexi Murdoch...............75 My Darkest Days.........123

Bob Marley And The Wailers.......................116 Maroon 5......................178 Ricky Martin................146 Mayday Parade............127 Tim McGraw....................61

Nelly..............................103 newsboys.......................70 Ne-Yo..............................138 Nickelback...................182 Nicki Minaj......................16

n

Jerrod Niemann.............96 p

Brad Paisley.................142 Passion Worship Band..... . ......................................11 Katy Perry......................21 P!nk..................................17 Elvis Presley...............199 Prince Royce..................84 q

Queen.............................163

1 140

Farmer’s Daughter

1 VARIOUS ARTISTS

8 1

Libra Scale

141

144

0

9 28 144 1 3 6

All The Women I Am

7

Barton Hollow

12

Let England Shake

32

r

R.E.M..................................5 Raekwon.........................12 Rascal Flatts........23, 101 Reba...............................148 Red...................................94 Trent Reznor And Atticus Ross..............171 Rihanna...........................15 Kenny Rogers................31 Rick Ross......................115

Depois que o finalista do American Idol 2009 tocou uma nova versão da música "Aftermath", o álbum ao vivo de Adam Lambert, disponível apenas em formato digital, mostrou uma retomada com vendas de mais de duas mil unidades (saindo praticamente do zero na semana anterior).

Darius Rucker...............95 s

The Script.....................114 Bob Seger & The Silver Bullet Band...............136 Blake Shelton................76 Shinedown....................156 Simon & Garfunkel.....167 Skillet...........................117 Social Distortion.......191 Esperanza Spalding......98

5 42

HOLLYWOOD 162465 (18.98)

EYE Different Gear, Still Speeding 2 BEADY BEADY EYE 061*/DANGERBIRD (15.98) b

1 31

SKYNYRD 141 136 34 LYNYRD MCA 111941 (9.98)

The Best Of Lynyrd Skynyrd: 20th Century Masters The Millennium Collection

2

OF LEON 169 192 123 KINGS RCA 32712/RMG (13.98)

Only By The Night

171

REZNOR AND ATTICUS ROSS 59 125 12 TRENT THE NULL CORPORATION 01*/MADISON GATE (7.98)

172

CUDI 180 161 70 KID DREAM ON/G.O.O.D./UNIVERSAL MOTOWN 013195*/UMRG (13.98) b

173

ADKINS Cowboy’s Back In Town 165 180 18 TRACE SHOW DOG-UNIVERSAL 014268 (9.98)

5

174

JACKSON 148 146 13 MICHAEL MJJ/EPIC 66773/SONY MUSIC (13.98) b

3

Man On The Moon: The End Of Day

Michael

145 150 50 USHER LAFACE 61552/JLG (13.98)

Raymond V Raymond

5 175 170 25 MAROON A&M/OCTONE 014821/IGA (13.98) AVETT BROTHERS 149 109 28 THE AMERICAN/COLUMBIA 35099/SONY MUSIC (12.98)

Hands All Over

1

My Christmas

6 IRON AND WINE

4

4

175

1

1 177

0

I and Love and You

180 ANDREA BOCELLI retorno 19 SUGAR 013437/DECCA (18.98) b

135

20

0

HUMAN ABSTRACT Digital Veil 1 THE EONE 2358 (15.98)

179

retorno 181

2

The Social Network (Soundtrack)

COMPANY Dreaming In Black And White 1 TRUST EONE 2335 (15.98)

178

2 16

2

Kiss Each Other Clean

2 2

WARNER BROS. 526280* (13.98)

182

Horse 174 181 118 NICKELBACK Dark ROADRUNNER 618028 (18.98)

3

2

183

WAYNE 155 139 129 LIL CASH MONEY/UNIVERSAL MOTOWN 011977*/UMRG (13.98)

Tha Carter III

3

1

184

183 143 71 SOUNDTRACK 20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA 54090/SONY MUSIC (11.98)

Glee: Season One: The Music Volume 1

1

4

185

190 151 43 SOUNDTRACK 20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA 70611/SONY MUSIC (11.98)

Glee: The Music, Volume 3: Showstoppers

0

1

186

BEATLES 147 91 81 THE APPLE 79808*/CAPITOL (18.98) b

2

Love

THIRD DAY retorno 17 187 ESSENTIAL 10921/SONY MUSIC (11.98) 188

ROCK 167 199 131 KID TOP DOG/ATLANTIC 290556*/AG (18.98) b

189

177 –

191

Um relançamento do álbum clássico da dupla Simon & Garfunkel provoca o retorno ao ranking com ganhos de 571% em vendas. A nova versão não tem nenhuma faixa adicional, mas acrescenta um DVD com uma performance ao vivo de 1969 e um novo documentário.

1

Greatest Hits: We Will Rock You

170

190 novo

167

14 QUEEN

46

169

novo 175

158

The JaneDear Girls The Fame Monster (EP)

SIMON & GARFUNKEL retorno 86 167 COLUMBIA/LEGACY 82724/SONY MUSIC (15.98 cd/dvd) b

120

127 Novo

Veja as Legendas para mais informações. © 2011, e5 Global Media, LLC e Nielsen SoundScan, Inc. Todos os direitos reservados. FOTOS: DIVULGAÇÃO

Título

Gravadora & número de série / Distribuidora (PReço em dólar)

melhor posição

ARTISTa 

Cert.

nº de Semanas

semana de 19/3 semana de 12/3

semana de 26/3

the billboard 200

Move

36 CAROLE KING & JAMES TAYLOR

Rock N Roll Jesus

3

Live At The Troubadour

0

HEAR 32053/CONCORD (19.98 CD/DVD) b

GAVIN DANCE Downtown Battle Mountain I & II 1 DANCE RISE 123 EX (13.98)

DISTORTION 162 135 8 SOCIAL EPITAPH 87119* (16.98)

4 1

Lupe Fiasco’s The Cool

0

CLEARWATER REVISITED Extended Versions 178 187 5 CREEDENCE SONY MUSIC CMG 52336/SONY MUSIC (6.98)

195

ALDEAN 182 191 97 JASON BROKEN BOW 7637 (18.98)

Wide Open

1

196

ARTISTS NOW 35 159 124 28 VARIOUS UNIVERSAL/EMI/SONY MUSIC 09847/CAPITOL (18.98)

0

197 KUTLESS retorno 24 BEC 67174 (13.98) 130 84

4 190

Kaleidoscope Heart

194

198

1

Hard Times And Nursery Rhymes

SARA BAREILLES retorno 25 192 EPIC 55035*/SONY MUSIC (11.98) 193 LUPE FIASCO retorno 28 1ST & 15TH/ATLANTIC 368316*/AG (18.98)

4 9

It Is Well

14 178 4 2 42

4 GINUWINE Elgin NOTIFI 003 (17.98)

30

199 ELVIS PRESLEY Elvis Is Back! retorno 57 RCA VICTOR/LEGACY 76233*/SONY MUSIC (15.98)

199

200 DAVID CROWDER BAND Church Music retorno 17 SIXSTEPS 26515/SPARROW (17.98)

11

Steel Magnolia...........131 Sugarland.....................52 Jazmine Sullivan.........128 Taylor Swift... 24, 139, 159 Soundtrack

. ........................................3 Glee, The Music: Season Two: Volume 4.... . ......................................62 Glee: The Music, Volume 3: Showstoppers...........185

Burlesque......................27 Country Strong..........109 t Glee: Season One: The Music Volume 1..........184 Tank...............................122 Third Day.............. 147, 187 Glee: The Msuic, Season Two: Volume 5.... Thompson Square.........34

T.I......................................67 Chris Tomlin..................92 Daniel Tosh....................28 Train................................72 Trey Songz.....................55 TRUSTcompany.............175 u

Keith Urban..................133 Usher............................176 Kurt Vile.......................154

various Artists

2011 Grammy Nominees.... . ......................................69 A 40th Anniversary Collection....................39 Mele O Hawaii: Songs Of Hawaii............................63 NOW 35...........................196 NOW 36...........................111 NOW 37.............................10 WOW #1’s (Yellow).....144

WOW Gospel 2011: The Year’s 30 Top Gospel Artists And Songs......53 WOW Hits 2011..............112 w

Waka Flocka Flame.......85 Kanye West.....................32 Lucinda Williams..........33 Charlie Wilson............126 Wisin & Yandel.............134

www.billboard.br.com 101


26

billboard hot 100

MAR 2011

dados de vendas compilados por

dados de vendas compilados por

®

1

2

1

5

2

2

YOU (FORGET YOU) 29 F**K THE SMEEZINGTONS (T.CALLAWAY,BRUNO MARS,P.LAWRENCE,A.LEVINE,C.BROWN)

3

8

8

5

M. A. E. / digital

4

3

5

9

M. A. E. / airplay

5

5

9

THE FLOOR Jennifer Lopez Featuring Pitbull 3 ON REDONE,K.HARRELL (N.KHAYAT,K.HAMID,AJ JUNIOR,TEDDY.SKY,B.HAJJI,A.C.PEREZ,G.HERMOSA,U.HERMOSA) . ISLAND/IDJMG

5

6

4

4

PERFECT 11 F**KIN’ MAX MARTIN,SHELLBACK (P!NK,MAX MARTIN,SHELLBACK)

2

7

6

3

24 GRENADE

8

9

7

(I’M LOVIN’ YOU) Enrique Iglesias Featuring Ludacris & DJ Frank E 16 TONIGHT DJ FRANK E,J.LUTTRELL (L.CHRISTY,J. LUTTRELL,J.FRANKS,E.IGLESIAS,C.BRIDGES) . UNIVERSAL REPUBLIC

4

9

20

THE WORLD ENDS 2 TILL DR. LUKE,MAX MARTIN,BILLBOARD (L.GOTTWALD,A.KRONLUND,MAX MARTIN,K.SEBERT)

9

10

7

11

Ke$ha 8 BLOW DR. LUKE,MAX MARTIN,B.BLANCO,KOOL KOJAK (K.SEBERT,K.AHLUND,L.GOTTWALD,A.GRIGG,B.LEVIN,MAX MARTIN) . KEMOSABE/RCA/RMG

11

HOME 22 19 16 COMING ALEX DA KID (A. GRANT,S.GRAY,S.C.CARTER,J.L.COLE)

12

15 24

13

ON ME 12 20 18 DOWN M.SCHULTZ (J.FELTON,M.SCHULTZ,C.J.JACKSON, JR.)

14

10

15

BABY (DROP IT TO THE FLOOR) 14 14 24 HEY SANDY VEE (S.WILHELM,A.C.PEREZ,T-PAIN)

16

11 10

17

4 LIFE 13 15 13 MOMENT T-MINUS (O.T.MARAJ,A.GRAHAM,T.WILLIAMS,N. SEETHERAM)

18

23 22

19

OF HEARTS 17 21 24 JAR B.YERETSIAN (C.PERRI,B.YERETSIAN,D.LAWRENCE)

20

19 17 14 MORE REDONE (N.KHAYAT,C.HINSHAW JR.,U.RAYMOND IV)

21

FOOT 7 FOOT 24 28 13 6 S.CRAWFORD (D.CARTER,S.CRAWFORD,P.PANKY,W.ATTAWAY,I.BULGIE)

22

38 66

6

Grande 23 Estreia

5 SEManas

Lady Gaga

1

LADY GAGA,J.LAURSEN,F.GARIBAY,DJ WHITE SHADOW (S.G.GERMANOTTA,J.LAURSEN) .x STREAMLINE/KONLIVE/INTERSCOPE

Cee Lo Green

2

c., RADICULTURE/ELEKTRA/RRP

E.T.

Katy Perry Featuring Kanye West

3

. CAPITOL

DR. LUKE,MAX MARTIN,AMMO (K.PERRY,L.GOTTWALD,J.COLEMAN,MAX MARTIN)

S&M

Rihanna

3

. SRP/DEF JAM/IDJMG

STARGATE,SANDY VEE (M.S.ERIKSEN,T.E.HERMANSEN,S.WILHELM,E.DEAN)

P!nk . LAFACE/JLG

Bruno Mars . ELEKTRA/ATLANTIC

THE SMEEZINGTONS (BRUNO MARS,P.LAWRENCE,A.LEVINE,B.BROWN,C.KELLY,A. WYATT)

0

Britney Spears . JIVE/JLG

7

Diddy - Dirty Money Featuring Skylar Grey . BAD BOY/INTERSCOPE

AT ME NOW Chris Brown Featuring Lil Wayne & Busta Rhymes 6 LOOK DIPLO,AFROJACK,FREE SCHOOL (C.BROWN,R.BUENDIA,D.CARTER,T.SMITH,W.PENTZ,J.BAPTISTE) . JIVE/JLG Jeremih Featuring 50 Cent

NEED A DOCTOR 6 IALEX DA KID (A.YOUNG,M.MATHERS,A.GRANT,S.GRAY)

Katy Perry . CAPITOL

2

Pitbull Featuring T-Pain Dr. Dre Featuring Eminem & Skylar Grey

Avril Lavigne Christina Perri . MS. PERRI LANE/ATLANTIC/RRP

0

Usher . LAFACE/JLG

17

1 LANDSLIDE A.ANDERS,P.ASTROM,R.MURPHY (S.NICKS)

23

24

GIRL ROCK 27 33 16 PRETTY C.HARMONY (S.C.SMITH,C.HARMON,R.MACDONALD,W.SALTER,B.WITHERS)

25

IN THE DEEP 18 13 10 ROLLING P.EPWORTH (A.ADKINS,P.EPWORTH)

26

THE WAY YOU ARE 25 25 34 JUST THE SMEEZINGTONS,NEEDLZ (BRUNO MARS,P.LAWRENCE,A.LEVINE,K.CAIN,K.WALTON)

27

Far*East Movement Featuring Ryan Tedder 21 16 15 ROCKETEER STEREOTYPES,THE SMEEZINGTONS (J.YIP,J.REEVES,R.ROMULUS,BRUNO MARS,P.LAWRENCE,A.LEVINE,K.NISHIMURA,J.ROH,J.CHOUNG) . CHERRYTREE/INTERSCOPE

7

28

OF THE LIGHTS 29 31 11 ALL K.WEST (K.WEST,J. BHASKER,M. JONES,W. TROTTER)

28

29

AND YELLOW 26 18 23 BLACK STARGATE (C.J.THOMAZ,M.S.ERIKSEN,T.E.HERMANSEN)

30

16 12

31

3X 28 27 20 YEAH DJ FRANK E (J.FRANKS,C.BROWN,K.MCCALL,A.STREETER)

Chris Brown

32

YOUR GLASS 31 30 23 RAISE MAX MARTIN,SHELLBACK (P!NK,MAX MARTIN,SHELLBACK)

P!nk

33

YOU GONNA KISS ME OR NOT 36 40 13 ARE NEW VOICE (J.COLLINS,D.L.MURPHY)

34

YOU WANNA STAY 34 35 19 DON’T M.KNOX (J.SELLERS,P.JENKINS,A.GIBSON)

35

HAT’S MY NAME? 30 26 21 W STARGATE (M.S.ERIKSEN,T.E.HERMANSEN,E.DEAN,T.HALE,A.GRAHAM)

36

HANDS Waka Flocka Flame Featuring Roscoe Dash & Wale 35 32 27 NO DRUMMA BOY (J.JONES,J.L.JOHNSON,O.AKINTIMEHIN,C.GHOLSON) . 1017 BRICK SQUAD/ASYLUM/WARNER BROS.

37

TO DECEMBER 32 29 20 BACK N.CHAPMAN,T.SWIFT (T.SWIFT)

38

42 46

39

LOVE 43 38 23 STEREO E.MAYA (E.M.ILIE,V.CORNEVA)

40

SHOW GOES ON 39 41 11 THE KANE BEATZ (W.JACO,D.A.JOHNSON,D.W.BROWER,J.K.BROWN,I.BROCK,E.JUDY,D.GALLUCCI)

41

41 37 41 DYNAMITE DR. LUKE,B.BLANCO (L.GOTTWALD,MAX MARTIN,B.LEVIN,B.MCKEE,T.CRUZ)

42

GIRL (IN THE WORLD) 40 36 27 ONLY STARGATE,SANDY VEE (C.JOHNSON,M.S.ERIKSEN,T.E.HERMANSEN,S.WILHELM)

43

R WHO WE R 37 34 20 WE DR. LUKE,B.BLANCO,AMMO (K.SEBERT,J.COLEMAN,L.GOTTWALD,J.KASHER HINDLIN,B.LEVIN)

44

ME 44 45 17 MARRY M.TEREFE,S*A*M,SLUGGO (P.MONAHAN)

45

52 68

46

FOR THE END 45 47 23 WAITING R.RUBIN,M.SHINODA (LINKIN PARK)

47

ME DOWN EASY 46 51 16 LET C.CHAMBERLAIN,B.CURRINGTON (M.DODSON,J.HANSON,M.NESLER)

48

SAY NEVER Justin Bieber Featuring Jaden Smith 33 23 13 NEVER THE MESSENGERS (A.MESSINGER,N.ATWEH,J.BIEBER,T.HARRELL,J.SMITH,O.RAMBERT) . SCHOOLBOY/RAYMOND BRAUN/ISLAND/IDJMG

8

49

50 39

37

50

LITTLE BIT STRONGER 67 72 11 A T.BROWN (L.LAIRD,H.LINDSEY,H.SCOTT)

51

THE FIRST TIME 51 57 11 FOR D.O’DONOGHUE,M.SHEEHAN (D.O’DONOGHUE,M.SHEEHAN)

52

49 82

OW CHICKA WOW WOW Mike Posner Featuring Lil Wayne 3 B THE SMEEZINGTONS (M.POSNER,BRUNO MARS,P.LAWRENCE,A.LEVINE,C.S.BROWN,D.CARTER) . J/RMG

49

53

59 71

WON’T LET GO 7 ID.HUFF,RASCAL FLATTS (S.ROBSON,J.SELLERS)

53

54

74 81

5 ROLL UP

55

DO YOU WANT 57 64 12 WHAT D.BRAINARD,J.NIEMANN (J.L.NIEMAN,R.BROWN,R.BRADSHAW)

Fotos: Divulgação

Keri Hilson Adele . XL/COLUMBIA

Bruno Mars . ELEKTRA/ATLANTIC

IN THE STARS 4 WRITTEN ISHI (E.MUGHAL,P.OKOGWU,E.TURNER,C.BERNARDO)

0

13

3

1

Kanye West . ROC-A-FELLA/DEF JAM/IDJMG

Wiz Khalifa c., ROSTRUM/ATLANTIC/RRP

IT AGAINST ME 9 HOLD DR. LUKE,MAX MARTIN,BILLBOARD (MAX MARTIN,L.GOTTWALD,M.JOMPHE,B.MCKEE)

WEATHER 8 COLDER K.STEGALL,Z.BROWN (Z.BROWN,W.DURRETTE,L.LOWREY,C.BOWLES)

0

102 billboard brasil Abril 2011

Britney Spears . JIVE/JLG . JIVE/JLG . LAFACE/JLG

Thompson Square . STONEY CREEK

0

Jason Aldean With Kelly Clarkson . BROKEN BOW

Rihanna Featuring Drake . SRP/DEF JAM/IDJMG

Taylor Swift . BIG MACHINE/UNIVERSAL REPUBLIC

Zac Brown Band . SOUTHERN GROUND/ATLANTIC/BIGGER PICTURE

Edward Maya & Vika Jigulina . ULTRA

Lupe Fiasco ., 1ST & 15TH/ATLANTIC

Taio Cruz . MERCURY/IDJMG

3

Rihanna . SRP/DEF JAM/IDJMG

Ke$ha . KEMOSABE/RCA/RMG

Train . COLUMBIA

1 15

. DISTURBING LONDON/PARLOPHONE/CAPITOL

Linkin Park . MACHINE SHOP/WARNER BROS.

Billy Currington . MERCURY NASHVILLE

Sara Evans . RCA NASHVILLE

The Script . PHONOGENIC/EPIC

Rascal Flatts . BIG MACHINE

Wiz Khalifa c. ROSTRUM/ATLANTIC/RRP

Jerrod Niemann

60

56 53

CAVE 6 THE M.DRAVS (M.MUMFORD,B.LOVETT,T.DWANE,W.MARSHALL)

61

ARE YOU WHEN I’M NOT LOOKING 53 54 19 WHO S.HENDRICKS (E.B.LEE,J.W.WIGGINS)

9

Cinco dos seis últimos singles de Britney Spears respondem por metade de seus dez top 10 no Hot 100. Depois da primeira semana inteira disponível para varejo, seu mais recente trabalho passa do 10º ao 5º lugar na parada Hot Digital Songs (158 mil downloads, aumento de 36%).

. LAVA/UNIVERSAL REPUBLIC

Eli Young Band . REPUBLIC NASHVILLE

Mumford & Sons . GENTLEMAN OF THE ROAD/RED/GLASSNOTE

Blake Shelton

1 ANIMAL

T.FARAGHER,R.MURPHY (T.GLENN,B.CAMPBELL,T.PAGNOTTA)

. 20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA

63

63 69

FACES 7 LOVE T.TAYLOR,E.MILES (T.NEVERSON,T.TAYLOR,E.MILES,T.SCALES)

. SONGBOOK/ATLANTIC

64

IS COUNTRY MUSIC 58 62 12 THIS F.ROGERS (B.PAISLEY,C.DUBOIS)

65

BE KILLIN EM 65 67 11 YOU R.LESLIE (J.D.JACKSON,R.LESLIE,H.ROONEY)

Glee Cast Trey Songz Brad Paisley . ARISTA NASHVILLE

Fabolous . DESERT STORM/DEF JAM/IDJMG

11

A música alcança um novo patamar após a performance ao vivo de Diddy em 10 de março no American Idol (116 mil downloads, aumento de 44%). É a primeira vez que o artista chega ao top 10 do Mainstream Top 40 desde 2007.

71

RACE 1 THE E.DAN (C.J.THOMAZ,E.DAN)

98

73

54 42 13 HIGHER SANDY VEE,T.CRUZ (T.CRUZ,S.WILHELM,T.MCCOY)

74 novo

SONG 1 COUNTRY B.O’BRIEN (S.MORGAN,SEETHER)

75

EART LIKE MINE 5 H F.LIDDELL,M.WRUCKE (M.LAMBERT,T.HOWARD,A.MONROE)

72 80

76 novo

A TABLE AWAY 71 77 10 FROM B.BEAVERS (S.SWEENEY,B.DIPIERO,K.ROCHELLE)

78

68 63

79

66 60 19 VOICES J.STROUD (C.YOUNG,C.TOMPKINS,C.WISEMAN)

80

92

IT ON’EM 2 DID S.CRAWFORD (O.T.MARAJ,S.CRAWFORD,J.ELLINGTON,S.SAMUELS)

81

80

LIE 2 YOU P.WORLEY (B.HENNINGSEN,C.HENNINGSEN,A.HENNINGSEN)

82

76 87

1 1

45

. MERCURY/IDJMG

Seether . WIND-UP

Miranda Lambert . COLUMBIA (NASHVILLE) . DOGGYSTYLE/PRIORITY/CAPITOL

Sunny Sweeney . REPUBLIC NASHVILLE

Mann . MERCURY/IDJMG

Chris Young . RCA NASHVILLE

Nicki Minaj . YOUNG MONEY/CASH MONEY/UNIVERSAL MOTOWN

1 KISS A.ANDERS,P.ASTROM,R.MURPHY (PRINCE)

84

79 75

5 SING

85

DAT GIRL 64 56 15 WHO DR. LUKE,B.BLANCO (T.DILLARD,L.GOTTWALD,C.KELLY,B.LEVIN,BRUNO MARS,P.LAWRENCE)

The Band Perry . REPUBLIC NASHVILLE

Sugarland . MERCURY NASHVILLE

Glee Cast . 20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA

My Chemical Romance

R.CAVALLO,MY CHEMICAL ROMANCE (F.IERO,R.TORO,G.WAY,M.WAY)

1 HOMEBOY J.JOYCE (E.CHURCH,C.BEATHARD)

82 90

2

. ELEKTRA/ATLANTIC

83 novo

86 novo

0

Taio Cruz Featuring Travie McCoy

MISS 9 LITTLE B.GALLIMORE,K.BUSH,J.NETTLES (J.O.NETTLES,K.BUSH)

90

39

. BNA

Bruno Mars

9 BUZZIN’ J.R.ROTEM (D.THAMES,J.R.ROTEM,C.C.BATTEY,S.A.BATTEY,J.R.SMITH)

1

16

Kenny Chesney

S.STORCH (C.C.BROADUS JR.,T-PAIN,S.STORCH,V.J.MARTIN,G.MOYET)

77

ELSE CALLING YOU BABY 73 74 20 SOMEONE J.STEVENS (L.BRYAN,J.STEVENS)

O primeiro single de Holding On To Strings Better Left To Fray, a ser lançado em 17 de maio, chega com tudo à parada Rock Songs e ocupa a 18ª posição (5,2 milhões de público na primeira semana) e ao mesmo tempo abre com 33 mil downloads vendidos.

. 1ST & 15TH/ATLANTIC

Snoop Dogg Featuring T-Pain

89

38

. J/RMG

Lupe Fiasco Featuring MDMA

1 BOOM

34

74

. CAPITOL NASHVILLE

Jamie Foxx Featuring Drake

THE SMEEZINGTONS (BRUNO MARS,P.LAWRENCE,A.LEVINE,K.WARSAME)

81 92

6

. INTERSCOPE

Lady Antebellum

3 THE LAZY SONG

88

33

. ROSTRUM/ATLANTIC/RRP

The Black Eyed Peas

WITH YOU 60 58 19 SOMEWHERE B.CANNON,K.CHESNEY (J.HARDING,S.MCANALLY)

72

GOOD ON MY LIPS 75 78 19 FELT B.GALLIMORE,T.MCGRAW (B.WARREN,B.WARREN,J.BEAVERS,B.BEAVERS)

1

Wiz Khalifa

LASERS (2 WAYS) 1 BEAUTIFUL KING DAVID “THE FUTURE” (W.JACO,J.BOYD,D.MANZOOR)

RED 5 BLEED R.DUNN (A.DORFF,T.L.JAMES)

melhor posição

56 57 58 59

0 27

. REPRISE (NASHVILLE)/WMN

62 novo

70 novo

Cert.

nº de Semanas

semana de 19/3 semana de 12/3

GIRL 1 CRAZY M.WRUCKE (L.BRICE,L.ROSE)

87

0 34

Tinie Tempah Featuring Eric Turner

. SEA GAYLE/ARISTA NASHVILLE

1

0 13

ACKSEAT New Boyz Featuring The Cataracs & Dev 4 B THE CATARACS (D.A.THOMAS,E.H.BENJAMIN V,N.HOLLOWELL-DHAR,D.SINGER-VINE,D.DAILES) . SHOTTY/WARNER BROS.

STARGATE (C.J.THOMAZ,M.S.ERIKSEN,T.E.HERMANSEN)

24

. MOSLEY/ZONE 4/INTERSCOPE

59 novo

. 20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA

Jessie J Featuring B.o.B

FOR YOUR TYPE 61 59 14 FALL N.SHEBIB (N.SHEBIB,A.GRAHAM,N.CAMPBELL,M.DIAZ RODRIGUEZ)

22

. 20TH CENTURY FOX TV/COLUMBIA

TAG 6 PRICE DR. LUKE (J.CORNISH,L.GOTTWALD,C.KELLY,B.R.SIMMONS, JR.)

78 93

69

1

CAN’T GET ENOUGH The Black Eyed Peas 4 JUST DJ AMMO,R.JERKINS (W.ADAMS,A.PINEDA,J.GOMEZ,S.FERGUSON,J.ALVAREZ,S.SHADOWEN,R.JERKINS) . INTERSCOPE Glee Cast Featuring Gwyneth Paltrow

58

. CAPITOL NASHVILLE

Glee Cast Feat. Gwyneth Paltrow

WORLD 69 73 18 HELLO P.WORLEY (T.DOUGLAS,T.LANE,D.LEE)

9

. CASH MONEY/UNIVERSAL MOTOWN

YOU WANNA TOUCH ME (OH YEAH) 1 DO A.ANDERS,P.ASTROM,R.MURPHY (G.GLITTER,M.LEANDER)

68

15

Lil Wayne Featuring Cory Gunz

57 novo

Darius Rucker

TIME (DIRTY BIT) 55 48 18 THE WILL.I.AM,DJ AMMO (W.ADAMS,A.PINEDA,D.LEROY,F.PREVITE,J.DENICOLA,D.MARKOWITZ)

11

c. RCA/RMG

Gravadora / Distribuidora

67

13

. YOUNG MONEY/CASH MONEY/UNIVERSAL MOTOWN

THE HELL 9 WHAT MAX MARTIN,SHELLBACK (A.LAVIGNE,MAX MARTIN,SHELLBACK)

Artista

Produtor (Compositor)

11

4

. AFTERMATH/INTERSCOPE

Nicki Minaj Featuring Drake

TÍTULO 

62 70 11 THIS F.ROGERS (D.RUCKER,F.ROGERS,K.DIOGUARDI)

66 novo

7

. MR. 305/POLO GROUNDS/J/RMG

Essa é a 16ª música de Rihanna a figurar no top 10. Por isso, a cantora pop empata com Janet Jackson na posição de segunda artista a ocupar mais vezes essa colocação nos 21 anos de história da lista. A primeira colocada é Mariah Carey, com 23 músicas.

56

11

12

. MICK SCHULTZ/DEF JAM/IDJMG

21 FIREWORK STARGATE,SANDY VEE (K.PERRY,M.S.ERIKSEN,T.E.HERMANSEN,S.WILHELM,E.DEAN)

1

4

semana de 26/3

Nº 1

Gravadora / Distribuidora

BORN THIS WAY

melhor posição

Artista

Produtor (Compositor)

Cert.

nº de Semanas

TÍTULO 

1

. REPRISE

Flo Rida Featuring Akon . POE BOY/ATLANTIC

Eric Church . EMI NASHVILLE

Tim McGraw . CURB

Ronnie Dunn . ARISTA NASHVILLE

Luke Bryan . CAPITOL NASHVILLE

46 62 63 58 64 66 4 58 50 70 31 72 24 74 72 76 71 61 53 80 80 76 83 58 29 86 26 81 56

TO MY HOOD DJ Khaled Feat. Rick Ross, Plies, Lil Wayne & T-Pain 3 WELCOME THE RENEGADES,NASTY BEAT MAKERS,DJ KHALED (K.M.KHALED,W.ROBERTS II,A.L.WASHINGTON,D.CARTER,T-PAIN,J.MOLLINGS,L.MOLLINGS,B.JOHNSON,M.RIVIERE) . WE THE BEST/CASH MONEY/UNIVERSAL MOTOWN

82

91 novo

1 LIVE A LITTLE

91

92

70

2 ROPE B.VIG (FOO FIGHTERS)

93

BS 84 86 14 NO THA BIZNESS (K.MCCALL,C.BROWN,C.WHITACRE,J.HENDERSON)

B.CANNON,K.CHESNEY (S.MINOR,D.L.MURPHY)

94 novo

THING 1 SURE H.PEREZ (M.PIMENTEL,N.PEREZ)

95 novo

YOU 1 WITHOUT D.HUFF,K.URBAN (D.PAHANISH,J.WEST)

96 novo

YOU AT 1 WHERE R.KELLY,H.MASON, JR. (R.S.KELLY)

97 novo

CAN’T LOVE YOU BACK 1 IC.CHAMBERLAIN (C.CHAMBERLAIN,C.DANIELS,J.HYDE)

98

Kenny Chesney . BNA

Foo Fighters . ROSWELL/RCA/RMG

Chris Brown . JIVE/JLG

Miguel . BLACK ICE/BYSTORM/JIVE/JLG

Keith Urban . CAPITOL NASHVILLE

Jennifer Hudson . J/RMG

Easton Corbin . MERCURY NASHVILLE

Dr. Dre Featuring Snoop Dogg & Akon 94 96 17 KUSH DJ KHALIL (K.RAHMAN,A.YOUNG,A.THIAM,A.JOHNSON II,D.TANNENBAUM,A.RANSOM,M.JONES III,B.HONEYCUTT) . AFTERMATH/INTERSCOPE

99 novo

1 WISH YOU WERE HERE

100

2 WALKING W.CAMPBELL (W.CAMPBELL,T.ATKINS-CAMPBELL,E.ATKINS-CAMPBELL,N.CONWAY,C.WATERS)

97

MAX MARTIN,SHELLBACK (A.LAVIGNE,MAX MARTIN,SHELLBACK)

Avril Lavigne . RCA/RMG

Mary Mary c. MY BLOCK/COLUMBIA

70 62 94 95 96 97 34 99 97

42 46

50 45

48 55

KATY PERRY DOMINA O mundo DIGITAL

Teenage Dream, de Katy Perry, se torna o primeiro álbum a emplacar quatro números 1 no Hot Digital Songs. “E.T.” passa de 5º para 1º com 215 mil downloads vendidos, de acordo com o Nielsen SoundScan. A música segue “California Gurls”, a faixa-título e “Firework”. No Billboard Hot 100, “E.T.” passa da 8ª para a 3ª posição, conquistando a honra de Maior Aumento de Execuções/Digital. O salto do 38º para o 24º lugar no Hot 100 Airplay (44 milhões de execuções) também acabou por impulsionar o título no Hot 100. Gary Trust

As músicas mais populares de acordo com as impressões de todos os formatos de audiência medidos pela Nielsen Broadcast Data Systems e dados de vendas compilados pela Nielsen SoundScan. Consulte a Legenda para mais explicações. © 2010, e5 Global Media, LLC e Nielsen SoundScan, Inc. Todos os direitos reservados.

semana de 19/3 semana de 12/3

semana de 26/3

the billboard hot 100


dados de vendas compilados por

dados de vendas compilados por

26

MAR 2011

3

4

19

Jason Aldean

4

3

2

Aaron Lewis

5

2

2

Dropkick Murphys

6

Novo

7

Novo

Kenny Rogers

8

5

Thompson Square

9

Novo

Gentleman Of The Road 0109* / Glassnote (12.98)

Grande Estreia

5

Raekwon Ice H2O 94906 | (16.98)

15

15 67

Five Finger Death Punch

16

14

4

Bright Eyes

4

Drive-By Truckers

Relentless, Reckless Forever

34

9

2

Devotchka

Mele O Hawaii: Songs Of Hawaii

35

29

4

Paul Cardall

Downtown Battle Mountain II

9

18

49

6

Fitz & The Tantrums

19

20

6

Barton Hollow

20

16

4

PJ Harvey

DSP 81421*/ Jive (13.98)

31 20 William McDowell

Thank You Happy Birthday

42

42

The Color Morale

40

9

LeCrae

Showroom Of Compassion

47

34

6

Canton Jones

semana de 19/3 nº de Semanas

Rehab

Reach 8161 / Infinity (12.98)

Dominionaire,

CAJO 8182 | Infinity | (12.98)

WC

Revenge Of The Barracuda

Swang 5138 | eOne | (17.98)

43 12 James Fortune & FIYA

I Believe: Live

Blacksmoke 3092 / WorldWide (13.98)

Teddy Pendergrass 50 RETORNO

ARTISTA

TÍTULO (Gravadora & número de série/distribuidora)

CERT.

Greatest Hits

Motley 380* / Eleven Seven (13.98) +

48 Novo 49

My Devil In Your Eyes

Rise 124 | (12.98)

Teddy Pendergrass

Sonoma 0036 | (4.98)

TRADITIONAL JAZZ ALBUMS Semana de 26/3

semana de 19/3 nº de Semanas

Semana de 26/3

Bridge Nine 144* | (13.98)

46

Different Gear, Still Speeding

1 Jessie J Featuring B.o.B (LAVA/UNIVERSAL REPUBLIC)

Empty Days & Sleepless Nights

Build A Rocket Boys!,

Beady Eye

1 1 2

Zonoscope

Modular 134* (11.98)

32 69 Mötley Crue

Mau5trap 2518 / Ultra (15.98)

1 SEMana

Cut /// Copy

44 Novo

Smoke Ring For My Halo

As We Worship: Live

eOne 5103 (13.98)

5

The Civil Wars

6

PRICE TAG

Rehab: The Overdose

Reach 8178 / Infinity (9.98)

Defeater

25

artista (Gravadora/promotora)

Despicable

BSeenMedia 20 | (14.98)

43 Novo

4X4=12

Título

Novo

Pickin’ Up The Pieces

24

1 4 6 Nº

Jim Norton

45

Matador 938* | (14.98)

heatseekers songs

High Violet

4AD 3X03* | (14.98)

Let England Shake

Kurt Vile

Beady Eye 061* | dangerbird | (15.98)

RCA 65086* (16.98)

God Willin’ & The Creek Don’t Rise

The National 38 RETORNO

41

23 14 deadmau5 2

Civilian

Merge 400* | (14.98)

24 30 Ray Lamontagne And The Pariah Dogs

The People’s Key

Fiction/Polydor/Co-Op DIGITAL EX | Downtown | (13.98) UPBEAT 69933* (15.98)

Wye Oak

33 24 LeCrae

Elbow

New Life

Shadow Mountain 5053134 | (17.98)

40

Island/Def Jam 651* | Vagrant | (13.98)

Cake

100 Lovers

39

Sensibility 017* (11.98)

Go-Go Boots

Anti- 87103* | Epitaph | (16.98)

War Is The Answer

dangerbird 051* | (15.98)

What Separates Me From You

ATO 0093* | (14.98)

Until We Have Faces

Saddle Creek 158* | (14.98)

11

semana de 19/3

21

Prospect Park 50100* (13.98)

17

nº de Semanas

32

37

Hard Times And Nursery Rhymes Elgin

33

Essential 10916 (13.98)

Cage The Elephant

4 Ginuwine Notifi 003 | (17.98)

Epitaph 87119* (16.98)

Thompson Square

Red

13

Social Distortion

8

28 17 A Day To Remember Victory 603 (13.98)

Towards The Sun

Downtown Battle Mountain I & II

Rise 123 EX | (13.98)

22

36 Novo

Digital Veil

eOne 2358 | (15.98)

19

Zero Summer 4 | eOne | (12.98)

14

Dreaming In Black And White

31

The Suburbs

Rise 123 | (12.98)

30

The Social Network (SoundTrack)

eOne 2335 | (15.98)

The Love Of God

Merge 385* (15.98)

Dance Gavin Dance

semana de 26/3

Dance Gavin Dance

Happy Thoughts

Sony BMG Custom Marketing Group/Hear 01916 | Starbucks | (12.98)

13 Novo

23 Novo

29 Novo

Going Out In Style

Spinefarm 4657* | (15.98) CD/DVD

ALEXI MURDOCH

9

Town Line (EP)

Stoney Creek 7677 (13.98)

12 Novo

Novo

The Human Abstract

John 3:16/Music Catalogue 31602 EX | Cracker Barrel | (11.98)

Arcade Fire

18

28 Novo

Comedy Central 116 | (12.98)

11

22

My Kinda Party

Daniel Tosh

Various Artists

6

TRUSTcompany

Born & Bred 526916*/ ILG (15.98)

10 Novo 7 32

27 Novo

Stroudavarious 01013 (7.98)

Children Of Bodom

26

Shaolin vs. Wu-Tang

Broken Bow 7697 (18.98)

Título

Gravadora & Número de série / Distribuidora (preço em dólar)

CONTEMPORARY JAZZ ALBUMS

Nº 1 In Concert On Broadway COLUMBIA/LEGACY 77295/SONY MUSIC b HARRY CONNICK, JR.

semana de 19/3 nº de Semanas

2

ARTISTA 

8 18 Trent Reznor And Atticus Ross The Null Corporation 01* / Madison Gate (7.98)

Semana de 26/3

1

Sigh No More

1 1 30

2 SEManas

ARTISTA

CERT.

56 Munford & Sons

21

Título

Gravadora & Número de série / Distribuidora (preço em dólar)

CERT.

ARTISTA 

CERT.

1

nº de Semanas

semana de 19/3

semana de 26/3

INDEPENDENT albums

Título (Gravadora & número de série/distribuidora)

SPALDING Nº 1 ESPERANZA Chamber Music Society HEADS UP 31810*/CONCORD 8 SEManas

2 CRAZY GIRL NOVO Eli Young Band (REPUBLIC NASHVILLE)

2 2 75 MICHAEL BUBLE Crazy Love 143/REPRISE 520733/WARNER BROS. b

3 3 19 FROM A TABLE AWAY Sunny Sweeney (REPUBLIC NASHVILLE)

3 9 13 FRANK SINATRA, DEAN MARTIN & SAMMY DAVIS JR Christmas With The Rat Pack CAPITOL 48843

3 2 6 THE RIPPINGTONS FEAT. RUSS FREEMAN Cote D’aZur PEAK 32580/CONCORD

4 2 14 BUZZIN’ Mann (MERCURY/IDJMG)

4 4 7 FRANK SINATRA, DEAN MARTIN & SAMMY DAVIS JR The Very Best Of The Rat Pack FRANK SINATRA ENTERPRISES/REPRISE 526241/WARNER BROS.

4 7 22 DAVE KOZ Hello Tomorrow CONCORD 31753

5 HOMEBOY NOVO Eric Church (EMI NASHVILLE)

5 5 20 MICHAEL BUBLE Hollywood: The Deluxe 143/REPRISE 526141/WARNER BROS.

5 3 47 TROMBONE SHORTY Backatown VERVE FORECAST 014194/VG

6 16 3 SURE THING Miguel (BLACK ICE/BYSTORM/JIVE/JLG)

6 7 5 KURT ELLING The Gate CONCORD JAZZ 31230/CONCORD

6 8 20 FOURPLAY Let’s Touch The Sky HEADS UP 32030/CONCORD

7 13 11 SHAKE ME DOWN Cage The Elephant (DSP/JIVE/JLG)

7 23 14 PINK MARTINI Joy To The World HEINZ 007

7 6 5 HERB ALPERT & LANI HALL I Feel You CONCORD JAZZ 32757/CONCORD

8 12 4 I SMILE Kirk Franklin (FO YO SOUL/GOSPO CENTRIC/VERITY/JLG)

8 8 5 MILES DAVIS Bitches Brew Live COLUMBIA/LEGACY 81485/SONY MUSIC

8 10 6 PAUL HARDCASTLE Desire TRIPPIN ‘N’ RHYTHM 46

9 20 2 FAR AWAY Marsha Ambrosius (J/RMG)

9 11 24 SOUNDTRACK Treme: Season 1 HBO/GEFFEN 014910/IGA

9 11 38 HERBIE HANCOCK The Imagine Project HANCOCK 0001*

10 14 3 BRING IT BACK Travis Porter (PORTER HOUSE/JIVE/JLG)

10 10 4 NINA SIMONE S.O.U.L.: Nina Simon RCA/SONY MUSIC CMG 83788/SONY MUSIC

10 9 3 TOWER OF POWER 40th Anniversary TOP 300207 b

11 6 21 MAYBE Sick Puppies (RMR/VIRGIN/CAPITOL)

11 13 4 VARIOUS ARTISTS Disney Jazz Volume I DISNEY PEARL SERIES 003126/WALT DISNEY

11 4 7 KEIKO MATSUI The Road... SHANACHIE 5188

12 10 5 BOYFRIEND Big Time Rush (NICKELODEON/COLUMBIA)

12 12 3 BRAD MEHLDAU Live In Marciac NONESUCH 520275/WARNER BROS. b

12 14 34 JAZZMASTERS Jazzmasters VI TRIPPIN ‘N’ RHYTHM 41

13 17 8 FAMILY MAN Craig Campbell (BIGGER PICTURE)

13 14 23 LOUIS ARMSTRONG Louis Armstrong SONOMA 0018

13 15 34 BRIAN CULBERTSON XII GRP 014460/VG

14 15 22 CORAZON SIN CARA Prince Royce (TOP STOP)

14 25 72 PINK MARTINI Splendor In The Grass HEINZ 6*

14 13 7 VINICIUS CANTUARIA & BILL FRISELL Lagrimas Mexicanas SONGLINE/TONE FIELD 2110/EONE

15 7 13 COUNTRY BOY Aaron Lewis Featuring George Jones & Charlie Daniels (STROUDAVARIOUS)

15 OMAR SOSA NOVO Calma OTA 1022

15 20 36 VARIOUS ARTISTS Lee Ritenour’s 6 String Theory CONCORD 31911

16 11 14 BASS DOWN LOW Dev Featuring The Cataracs (INDIE-POP/UNIVERSAL REPUBLIC)

16  THE PUPPINI SISTERS retorno Christmas With The Puppini Sisters VERVE 014826/VG

16  TAKE 6 retorno The Most Wonderful Time Of The Year TAKE 6/HEADS UP 3158/CONCORD

17 19 24 DANZA KUDURO Don Omar & Lucenzo (YANIS/ORFANATO/MACHETE/UNIVERSAL MUSIC LATINO)

17 6 11 VARIOUS ARTISTS Class Acts Of The Vegas Strip EMI SPECIAL MARKETS 19867 EX/STARBUCKS

17 12 6

18  GEORGIA CLAY retorno Josh Kelley (MCA NASHVILLE)

18 17 6 BILLIE HOLIDAY Icon: Love Songs VERVE 015105/UME

18 22 20 WAYMAN TISDALE FEATURING TIZ & THE FONKIE PLANETARIANS The Fonk Record MACK AVENUE 5144/RENDEZVOUS

19 8 17 WILDFLOWER The JaneDear Girls (REPRISE (NASHVILLE)/WMN)

19 16 74 BARBRA STREISAND Love Is The Answer COLUMBIA 43354/SONY MUSIC

20 23 3 DANCING CRAZY Miranda Cosgrove (COLUMBIA)

20 18 42 KEITH JARRETT / CHARLIE HADEN Jasmine ECM 014231/UNIVERSAL CLASSICS GROUP

20 24 31 GALACTIC Ya-Ka-May ANTI- 87002*/EPITAPH

21  JAM (TURN IT UP) NOVO Kim Kardashian (KIM KARDASHIAN)

21 15 2 FRED HERSCH Alone At The Vanguard TRANSDREAMER 2417/PALMETTO

21 17 18 WALTER BEASLEY Backatcha! SHANACHIE 5187

22 22 2 HUSTLE HARD Ace Hood (WE THE BEST/DEF JAM/IDJMG)

22 NIKKI YANOFSKY retorno Nikki DECCA 014138

22  AL DI MEOLA NOVO Pursuit Of Radical Rhapsody DI MEOLA/SONGSURFER/TELARC 32835/CONCORD

23 25 26 TIGHTEN UP The Black Keys (NONESUCH/WARNER BROS.)

23 21 14 VARIOUS ARTISTS Big Band Music Of The War SONOMA 0122

23 19 24 LIZZ WRIGHT Fellowship VERVE FORECAST 014673/VG

24  THIS IS THE STUFF NOVO Francesca Battistelli (FERVENT/WORD-CURB)

24 19 36 PRESERVATION HALL JAZZ BAND Preservation PRESERVATION HALL 01*

24  GIL SCOTT-HERON retorno I’m New Here XL 471*

25 PUMPED UP KICKS NOVO Foster The People (STARTIME/COLUMBIA)

25 REBIRTH BRASS BAND NOVO The Rebirth Of New Orleans BASIN STREET 1202

25  JAMIE CULLUM retorno The Pursuit VERVE FORECAST/DECCA 013655*/VG b

2

0

2 5 37 KENNY G Heart And Soul CONCORD 32048

MARCUS MILLER WITH L’ORCHESTRE PHILHARMONIQUE DE MONTE-CARLO FEAT. R. HARDGROOVE/R. MIDON A Night In Monte Carlo 3 DEUCES/DREYFUS JAZZ/CONCORD JAZZ 32660/CONCORD

19 16 28 KIRK WHALUM Everything Is Everything: The Music Of Donny Hathaway MACK AVENUE 5145/RENDEZVOUS

www.billboard.br.com 103


AFT-MTV-QueroSerKiss_Billboard510x305-8116-022.indd | Pasta : 4824

_ANUNCIOS.indd 2 AFT-MTV-QueroSerKiss_Billboard510x305-8116-022.indd 1

4/1/11 12:51 AM


_ANUNCIOS.indd 3

4/1/11 3/25/11 12:51 7:14 AM PM


BACK

BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE

foto: Peter Wafzig/Getty Images

stage 1. Performance high tech: JUSTIN BIEBER, durante apresentação em Oberhause, Alemanha, em 26 de março

foto: Jun Sato/WireImage

3. Encapotado para se proteger do frio, ROD STEWART, que acabou de ser pai pela oitava vez, passeia por Nova York em 25 de março

foto: JArnaldo Magnani/Getty Images

1

2. Will.i.am chega ao Clube Vanity, em Tóquio, no dia 23 de fevereiro, para promover o álbum The Beginning. Depois da passagem pela capital japonesa, o líder do Black Eyed Peas aproveitou alguns dias de folga para curtir o Carnaval do Rio e de Salvador

4. Com a guitarra a tiracolo e a companhia da esposa Trudie Styler, STING circula pelas ruas de Paris em 25 de março

5. Vanessa Hudgens e Fergie na fila do gargarejo do desfile de outono de Anna Sui no Mercedes-Benz Fashion Week, em Nova York, no dia 16 de fevereiro

6. Discretíssima, Stefani Germanotta, mais conhecida como Lady Gaga, deixa os estúdios da ABC, em Nova York, onde participou do programa Good Morning America em 17 de fevereiro

7. Dog lover: no dia 2 de março, Miley Cyrus deixa o hotel onde se hospedou em Nova York na companhia de um dos seis cachorros que possui

8. As cantoras Paloma Faith e Marina Diamandis, esta mais conhecida como Marina And The Diamonds, colocam o papo em dia durante o intervalo do desfile da Ashish no London Fashion Week, em 22 de fevereiro

106 billboard brasil Abril 2011

2

3


6 foto: Ian Gavan/Getty Images

foto: Arnaldo Magnani/Getty Images

foto: Arnaldo Magnani/Getty Images

foto: Stephen Lovekin/Getty Images for IMG

foto: Marc Piasecki/Getty Images

BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTA

4 5

7

8

www.billboard.br.com 107


fotos: divulgação

ACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE

1

2 108 billboard brasil Abril 2011

3


E

BACK

BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE BACKSTAGE

stage 1, 2 SANDY, a nova garota-propaganda da & 3. Devassa, recebe os convidados no camarote da Marquês de Sapucaí, no Rio: LUCIANO HUCK, FERNANDA RODRIGUES, RAONI CARNEIRO, o marido LUCAS LIMA, GILBERTO SHINCARIOL JR. e REBECCA, AUGUSTO e LUIZA CRUZ, e os pais NOELY SILVA e XORORÓ

4

4. Making of: LOBÃO posa como o "taradão da Urca" para catálogo da marca de roupa masculina Reserva

5. O jogador do Santos NEYMAR era um dos mais animados na plateia do show de MC LEOZINHO em um hotel em Salvador, no início de março

6. BRUNA CARAM recebe os cantores MARIA GADÚ, PEDRO VIÁFORA e DANIEL BLACK no camarim, após apresentação no projeto Terça por Elas, dia 22 de março, no Bourbon Street, em São Paulo

7. Carnaval diferente: a craque das embaixadinhas MILENE RODRIGUES, entre a dupla ZÉ HENRIQUE e GABRIEL, prestigia a maior festa popular brasileira em Paulínia, interior de São Paulo

8. O ex-jogador RAÍ curte a folia ao lado de CARLINHOS BROWN no circuito Dodô (Barra-Ondina), no sábado de Carnaval

9. O DJ e produtor francês BOB SINCLAIR anima a festa na Kiss & Fly, na Villa Daslu, em São Paulo, na noite de 3 de março

5

6

7 8

9 www.billboard.br.com 109


STING

foto: Michael Putland/Getty Images

arquivo

THE DREAM OF THE BLUE TURTLES

[1985]

2 /44 o

posição máxima no billboard 200

semanas no billboard 200

IF YOU LOVE SOMEBODY SET THEM FREE

3 /18 o

posição máxima no HOT 100

ALL THIS TIME

semanas no HOT 100

[1991]

5 /15 o

posição máxima no HOT 100

semanas no HOT 100

[1985]


_ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:14 AM


_ANUNCIOS.indd 2

4/1/11 12:12 AM

Profile for Billboard Brasil

Billboard Brasil - Abril de 2011  

Edição de abril da revista Billboard Brasil

Billboard Brasil - Abril de 2011  

Edição de abril da revista Billboard Brasil

Advertisement