Page 447

o

BANCO NACIONAL DA HABITAÇÃO, como órgão da Administração Pública Federal, que tem sob sua responsabilidade, por intermédio do Ministério do Interior, a execução da Política Habitacional do País, não poderia manter-se estático diante do progresso da tecnologia, cujos efeitos vêm se fazendo sentir nos centros mais civilizados do mundo, na evolução da própria arquitetura, do planejamento dos aglomerados humanos, sejam êstes de âmbito local, regional ou mesmo nacional, gerando novas formas e concepções de vida, no lar ou nas coletividades. Daí fundamentar o BNH sua filosofia de expansão não só na busca dos conhecimentos e experiências já conquistados no estrangeiro no campo específico de sua atuação, mas também estimulando o estudo e a pesquisa habitacional e do planejamento urbano-rural no próprio País, pela criação paulatina de Centros de Estudos e Pesquisas que desenvolvam seus programas de trabalho em âmbito nacional, sem perder de vista as condições peculiares a cada região geoeconômica das áreas consideradas. Visando êsse superior objetivo, de acompanhamento do progresso na execução do "Plano Nacional de Habitação", é que oBNH, desde 1967, vem emprestando às Bienais de Arte promovidas pela Fundação Bienal de São Paulo todo seu apoio aos salões de Arquitetura e Planejamento nelas apresentados, instituindo na IX Bienal em 1967, um Concurso entre Escolas de Arquitetura do País, para participação de estudantes, com a concessão de prêmios aos três melhores trabalhos elaborados, tendo por tema o "'Projeto de um Conjunto Habitacional Integrado". A êsse certame compareceram as principais Escolas de Arquitetura existentes nos vários Estados, apresentando-se tôdas com trabalhos de alto nível técnico e profissional, ao mesmo tempo em que formulavam críticas e ofereciam sugestões da maio valia para o Banco Nacional da Habitação no exercício de suas atividades. Decorridos dois anos, volta agora o BNH, a reafirmar seu desejo de incentivo ao desenvolvimento da arquitetura e do planejamento integrado, dando desta vez, proporções internacionais. à sua participação, associando-se à Fundação Bienal de São Paulo na apresentação de três salões na X Bienal, com a conferição de prêmios aos melhores trabalhos em exposição internacional de arquitetos, um Concurso Internacional de Escolas de Arquitetura, com a exibição dos projetos desenvolvidos sob o tema '''Uma Escola de Arquitetura", t: finalmente, com uma sala especial com a mostra de elementos que permitam a formação de uma idéia do que o Banco Nacional da Habitação já realizou no País nos seus cinco primeiros anos de existência, bem como o que planeja realizar nos próximos anos, com apoio nos recursos financeiros oriundos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, na poupança dos próprios adquirentes das habitações, a participação financeira dos homens de emprêsa, dos govêrnos nos seus diferentes níveis, e a contribuição técnica dos arquitetos, engenheiros e construtores. Espera o Banco Nacional da Habitação, dentro da política habitacional traçada pelo govêrno, estar por essa forma, entre outras, contribuindo para o progresso da arquitetura e do urbanismo, em benefício do próprio país.

Projeto da Sala Especial do B N H Arquitetos -

1. Flavio Mindlin Guimarães 2. Marklen Siag Landa 3. Roberto Loeb

Ocupando uma área aproximada de 120 m2 , onde estarão expostos através de painéis fotográficos, conjuntos habitacionais construídos nos vários Estados da União, a Sala Especial do BNH localiza-se no 3.° andar do Pavilhão da Bienal, junto à exposição de arquitetura. Construída sôbre. o vazio que liga os três andares do pavilhão, constitui-se numa plataforma-ponte elevada em relação ao terceiro andar e à qual se tem acesso através de duas rampas laterais e um elevador especialmente montado, conduzindo o público diretamente do 1.0 andar à plataforma do BNH. Assim, a Sala Especial, estará localizada na zona eentral da exposição de arquitetura, evidenciando a im-

423

Profile for Bienal São Paulo

10ª Bienal de São Paulo (1969) - Catálogo I  

Primeira parte do Catálogo da 10ª Bienal de São Paulo (1969).

10ª Bienal de São Paulo (1969) - Catálogo I  

Primeira parte do Catálogo da 10ª Bienal de São Paulo (1969).

Profile for bienal