Page 179

Tchecoslovaquia Comissário:

JIRI KOTALIK

Exposição organizada pela Sprava Ku1turmich Zarinesi, PRAGA.

A arte contemporânea tchecoslovaca destaca-se pela multiplicidade de concepções e expressões, dentro das características da época moderna. Sua evolução e os resultados resultam da colaboração criadora de duas culturas nacionais: a tcheca e a eslovaca. Nêste sentido está concebida também nossa exposição na X Bienal em São Paulo, que se propõe a dar uma visão da pluralidade das tendências criadoras da arte contemporânea, apresentando de modo equivalente as atividades artísticas de dois centros culturais: Praga e Bratislava. Abre a exposição com justo título, o conjunto do Jiri Kolar, cuja obra amadurecida baseia-se na síntese de visões poéticas e plásticas. Na concepção inventiva e pessoal dos princípios da colagem, o artista· exprime a complexidade, os contrastes e ao mesmo tempo o caráter enigmático do mundo moderno. A penetração recíproca de vários níveis de significação e composição simboliza igualmente a relação dialética dos valores de arte e vida. Por outro lado, Milos Urbdsek, na sua criação parte de um desenho intelectual e do cálculo baseado na idéia das variações e permutações de forma. Seus ciclos gráficos, na sua linha de idéias e pureza de forma, testemunham a evolução criadora de idéias e tradições da arte construtiva. A exposição tchecoslovaca, por várias obras cristalizadas, documenta ao mesmo tempo toda a escala de concepções que caracterizam a criação contemporânea, na polarização de duas tendências opostas. Os princípios impessoais da arte cinética, na aplicação inventiva do movimento e da luz, determinam as obras imaginativas e de impressionante ritmo de Milan Dobes, assim como as construções de Jiri Novak, sóbrias e austeras. A corrente crescente da arte figurativa, baseada no relato subjetivo, tem um representante em Frantisek Ronovsky, cujas visões fantàsticamente matizadas e psicológicamente motivadas destaclfin-se pela cultura admirável de pintura, na complexa técnica da encáustica. Os esforços da jovem geração estão representados por Milan Jakbcic, cujas pinturas, baseadas em relações de espaço e forma, personagens e histórias, têm acentuada expressão poética. lir; Kotalik

L'art tchécoslovaque contemporain est caractérisé par une pluralité de tendances et par une large gamme de moyens d'expression, en accord avec la nature de l'époque moderne. Son évolution et les résultats acquis découlent d'une coopération active de deux cultures nationales: la culture tcheque et la culture slovaque. Ces faits déterminent la conception de l'exposition tchécoslovaque à la X· Biennale de São Paulo qui se propose de donner un bref aperçu de la multiplicité des tendances créatrices animant l'art tchécoslovaque contemporain tout en montrant la part égale des deux centres culturels, Prague et Bratislava, dans les a;;tivités artistiques du pays.

159

Profile for Bienal São Paulo

10ª Bienal de São Paulo (1969) - Catálogo I  

Primeira parte do Catálogo da 10ª Bienal de São Paulo (1969).

10ª Bienal de São Paulo (1969) - Catálogo I  

Primeira parte do Catálogo da 10ª Bienal de São Paulo (1969).

Profile for bienal