Page 1

DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL

CARLOS EDUARDO DA CRUZ BERNARDO

QUADRO SOCIAL COMPARATIVO DOS ADOLESCENTES APRENDIZES INTEGRANTES DA GUARDA MIRIM DE JUIZ DE FORA

Juiz de Fora 12/2017


CARLOS EDUARDO DA CRUZ BERNARDO

QUADRO SOCIAL COMPARATIVO DOS ADOLESCENTES APRENDIZES INTEGRANTES DA GUARDA MIRIM DE JUIZ DE FORA

Trabalho do Aluno Estagiário Carlos Eduardo da Cruz Bernardo apresentado à Gestão 2018 da Associação de Proteção á Guarda Mirim de Juiz de Fora. Orientado pela Assistente Social: Larissa Assumpção Rayol Monteiro.

Juiz de Fora 12/2017


3

SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO E OBJETIVO DO ARTIGO...........................4 2 QUANTITATIVO, TERRITORIAL E HABITAÇÃO.....................................................6 2.1 QUANTO Á NATURALIDADE.................................................................................6 2.2 QUANTO AOS BAIRROS QUE RESIDEM E SITUAÇÃO DAS RESIDÊNCIAS....7 2.3 QUANTO A SITUAÇÃO DAS MORADIAS ONDE RESIDEM.................................8 3 DA ESCOLARIDADE, FORMAÇÃO COMPLEMENTAR E RELIGIÃO...................9 3.1 DA ESCOLARIDADE..............................................................................................9 3.2 DA FORMAÇÃO COMPLEMENTAR....................................................................10 3.3 DO ASPÉCTO RELIGIOSO..................................................................................10 4 PROFISSÃO DOS PAIS E MÃES E DOS BENEFICIOS GOVERNAMENTAIS.. .12 4.1 DA PROFISSÃO DO PAI.......................................................................................12 4.2 DA PROFISSÃO DA MÃE.....................................................................................13 4.3 DOS BENEF´CIOS GOVERNAMENTAIS.............................................................14 5 DA REALIZAÇÃO DE TRABALHO INFORMAL ANTES DO INGRESSO NA APGM-JF....................................................................................................................15 6 DO RAMO DE ATIVIDADE DAS EMPRESAS PARCEIRAS E AS ATIVIDADES REALIZADAS PELO ADOLESCENTE APRENDIZ...................................................16 6.1 DO RAMO DE ATIVIDADES DAS EMPRESAS PARCEIRAS..............................16 6.2 DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELOS ADOLESCENTES..............................17 CONCLUSÃO.............................................................................................................19 REFERÊNCIAS...........................................................................................................20


4

1 APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO E OBJETIVO DO ARTIGO Situada na Rua Doutor José Barbosa número 8 Bairro São Mateus em Juiz de Fora, zona da mata mineira, a Associação de Proteção à Guarda Mirim, entidade criada pelo Rotary Clube de Juiz de Fora, oferece, desde 1967, o Programa de Aprendizagem Profissional a adolescentes na faixa etária de 14 a 18 anos. O Projeto busca oferecer capacitação aos adolescentes para que possam desenvolver sua aprendizagem com mais consciência do que representa o mundo do trabalho e para que a empresa parceira possa receber um aprendiz mais “familiarizado” com o funcionamento de uma empresa. Os jovens aprendizes que hoje totalizam 102 adolescentes passam por 400 horas de aulas teóricas para desenvolver habilidades pessoais e aprender atividades

administrativas

e

de

atendimento,

informática

e

reforçar

os

conhecimentos de Português e Matemática, Nesta formação são abordados temas como marketing pessoal, preparação para entrevistas, segurança e higiene no trabalho, meio ambientes, saúde na adolescência, planejamento pessoal e profissional, visão sistêmica e trabalho em equipe, entre outros. Durante a capacitação teórica, os jovens são encaminhados também para a vivência prática e realizam atividades na empresa, com duração máxima de seis horas diárias; duas vezes por semana, os aprendizes retornam à sala de aula para participar da capacitação concomitante na Guarda Mirim, com cursos administrados pelo SENAI, com conteúdos específicos sobre o trabalho na empresa que os selecionou. Por meio de parcerias com empresas da região, é possível prover aos jovens até um ano e meio de experiência em ambiente profissional, sob o acompanhamento permanente da Associação de Proteção à Guarda Mirim de Juiz de Fora.


5

O objetivo deste artigo, que será entregue á nova presidência de após a posse da nova gestão no dia 09 de Janeiro de 2018, é compilar estatisticamente indicadores para fomentar posteriores intervenções em prol do bem estar dos Adolescentes Aprendizes, com o intuito de apresentar a nova gestão da instituição e a quem possa interessar a situação social dos Adolescentes aprendizes e potencializar o planejamento de intervenções em prol dos mesmos, que visem à continuidade e a consolidação das conquistas alcançadas nas relações de trabalho e o avanço na busca de melhorias nos cursos de aprendizagem, na mediação exercida pela Associação de Proteção á Guarda Mirim de Juiz de Fora e nas empresas parceiras local de aprendizagem prática dos Adolescentes inseridos. .


6

2 QUANTITATIVO, TERRITORIAL E HABITAÇÃO. A Associação de Proteção á Guarda Mirim possui atualmente em seu quadro de aprendizes um contingente de 102 (cento e dois) adolescentes. Desse total temos a participação de 74 (setenta e quatro) meninos e 28 (vinte e oito) meninas compondo assim o grupo atual de estudantes que trabalham nas diversas empresas parceiras conveniadas, conforme demonstrado no gráfico abaixo:

Adolescentes Aprendizes 28

Meninos Meninas

74

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm

2.1QUANTO Á NATURALIDADE: Atualmente a Guarda Mirim dispõe em seu corpo de aprendizandos, jovens naturais de diversas localidades, sendo a grande maioria nascida na cidade de Juiz de Fora / Minas Gerais somando 86 (oitenta e seis) adolescentes; também existe uma boa representação de jovens oriundos da cidade limítrofe de Santos Dumont / Minas Gerais que totalizam 10 (dez) Aprendizes. As cidades de Pompeu, Barroso, Monte Verde e Venda Nova no estado de Minas Gerais; a capital do estado do Rio de Janeiro e a capital do estado de São Paulo também nos prestigiaram honrosamente cada uma com 1 (um) de seus jovens filhos para a composição de nosso quadro de Adolescentes Aprendizes, conforme demonstrado no gráfico abaixo:


7

Cidade natal dos adolescentes Rio de Janeiro/RJ

1

São Paulo/Sp

1

Venda Nova/MG

1

Monte Verde/MG

1

Pompeu/MG

1

Barroso/MG

1

Santos Dumont/MG

10

Juiz de Fora/MG

86 0

10

20

30

40

50

60

70

80

90

100

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm

2.2 QUANTO AOS BAIRROS QUE RESIDEM E SITUAÇÃO DAS RESIDÊNCIAS: Em meados do mês de Dezembro do ano de 2017, data da coleta dos dados para realização deste relatório a Associação de Proteção á Guarda Mirim de Juiz de Fora possuía em seu quadro de Adolescentes Aprendizes, jovens moradores de todas as regiões de Juiz de Fora e também da cidade vizinha de Santos Dumont. Percebemos que a região de Juiz de Fora que concentra a maior parte dos nossos Adolescentes Aprendizes é a Zona Norte da cidade, onde reside mais de 40% (Quarenta por cento) da população total dos jovens inseridos atualmente na instituição, fato demonstrado no gráfico abaixo preenchido com os dados existentes nas fichas de Avaliação Social arquivadas na sede da Associação:

Regiões em que moram os Adolescentes Região Sudeste de Juiz de Fora

8

Zona Leste de Juiz de Fora

13

Região Central de Juiz de Fora

9

Zona Sul de Juiz de Fora

10

Cidade Alta de Juiz de Fora

5

Região Nordeste de Juiz de Fora

10

Zona Norte de Juiz de Fora

43

Cidade de Santos Dumont

4 0

5

10

15

20

25

30

35

40

45

50

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm


8

2.3 QUANTO A SITUAÇÃO DAS MORADIAS E QUE RESIDEM: Em Entrevista Social de triagem, quando foi perguntado aos adolescentes quanto à situação dos imóveis em que moravam 79 Adolescente responderam que residem em casa Própria, 22 Adolescentes disseram morar em Imóvel alugado e 1 Adolescente disse morar em uma casa cedida, conforme demonstrado no gráfico abaixo:

Quanto á residencia dos Adolescentes 22 1

Própria Alugada Cedida

79

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm


9

3 DA ESCOLARIDADE, FORMAÇÃO COMPLEMENTAR E RELIGIÃO. Hoje, todos os alunos integrantes da Guarda Mirim dividem seu tempo entre escola e trabalho, sendo que, agora eles têm a oportunidade de estarem ingressos no mercado formal de trabalho, com todos os benefícios relacionados ao fato de trabalharem com “carteira assinada”. E isso, sem ter que abandonar os estudos.

3.1 DA ESCOLARIDADE: Quando foi perguntado em entrevista de triagem quanto ás escolas que estudam 78 Adolescentes Aprendizes afirmaram estudar em escolas Estaduais, 19 jovens em escola Municipal, 1 em escola Federal e 4 em escolas particulares, nos revelando que atualmente 98 Adolescentes estudam em escolas públicas e apenas 4 Adolescentes estudam em escolas particulares, conforme demonstrado no gráfico abaixo:

Quanto ás escolas dos Adolescentes 19

4 1

Estaduais Municipais Federais Particulares

78

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm


10

3.2 DA FORMAÇÃO COMPLEMENTAR: Paralelamente ás atividades de aprendizagem, trabalho e escola 55 Adolescentes Aprendizes do total de 102 Afirmaram ter cursado ou estar cursando aulas de formação complementar nos mais diversos cursos como inglês, informática, gestão financeira e noções de administração, visando aprimorar o conhecimento e contribuírem na melhoria do currículo pessoal, conforme demonstrado no gráfico abaixo:

Formação Complementar dos Adolescentes

47 55

Já fizeram Curso Nunca fizeram Curso

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm


11

3.3 DO ASPÉCTO RELIGIOSO Quanto ao aspecto da religião, 40 Aprendizes afirmaram ser Evangélicos; 39 Católicos, 1 jovem Mórmon, 3 praticantes do Espiritismo, 4 Disseram ser Cristãos, 3 disseram Não ter Religião enquanto nas fichas de 13 Adolescentes Aprendizes da Guarda Mirim não constava resposta para esse questionamento, conforme demonstrado no gráfico abaixo:

Religião dos Adolescentes Não constava resposta

13

Não têm religião

3

Cristãos

4

Mórmon

1

Espiritas

3

Católicos

39

Evangélicos

40 0

5

10

15

20

25

30

35

40

45

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm


12

4 PROFISSÃO DOS PAIS E MÃES E DOS BENEFICIOS GOVERNAMENTAIS. Os pais E mães dos Adolescentes Aprendizes assistidos pela Associação de Proteção a Guarda Mirim de Juiz de Fora estão inseridos nas mais diversas áreas de atuação profissional e em muitos lares as mães ajudam seus companheiros nas despesas da casa, exercendo algum tipo de atividade profissional, há lares também que, por diversos motivos, contam apenas, com a presença das mães como provedora dos alimentos. 4.1DA PROFISSÃO DO PAI: Dos pais dos Adolescentes Aprendizes inseridos na Associação de Proteção á Guarda Mirim de Juiz de Fora, 4 são falecidos, 25 pais não moram junto com os

Adolescentes Aprendizes, 7 são beneficiários do INSS, 7 estão

desempregados, 2 são metalúrgicos, 4 são trabalhadores autônomos, 8 são prestadores de serviço, 15 trabalham na construção civil, 12 atuam no setor de transporte, 10 no comércio, 3 na segurança privada, 2 são funcionários público e 3 pais não constam profissão na ficha de cadastro, conforme demonstrado no gráfico abaixo:

Profissão dos pais dos Adolescentes Aprendizes Não consta profissão

3

Funcionalismo público

2

Segurança privada

3

Comércio

10

Transporte

12

Construção cívil

15

Prestadores de serviço

8

Autonomos

4

Metalurgicos

2

Desempregados

7

Beneficiários do INSS

7

Falecidos

4

Não moram junto

25 0

5

10

15

20

25

30

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm


13

4.2 DA PROFISSÃO DA MÃE: Das mães dos Adolescentes Aprendizes inseridos na Associação de Proteção á Guarda Mirim de Juiz de Fora 4 são falecidas, 4 não moram junto com o Adolescente

Aprendiz,

5

são

beneficiárias

do

INSS,

16

encontram-se

desempregadas, 16 são do lar, 10 trabalham no comércio, 2 são trabalhadoras autônomas, 16 são trabalhadoras doméstica, 5 atuam na área da saúde, 7 no setor de alimentação fora do lar, 2 no ramo da beleza, 4 no setor têxtil, 4 fazem limpeza e conservação, 2 trabalham na metalurgia, 2 são funcionárias públicas, 2 atuam no setor administrativo e na ficha de cadastro de 1 Adolescente Aprendiz não consta profissão da mãe, conforme demonstrado no gráfico abaixo:

Profissão das mães dos Adolescentes Aprendizes Limpeza e conservação

4

Textil

4

Beleza

2

Alimentação

7

Setor administrativo

2

Não consta profissão

1

Funcionalismo público

2

Saúde

5

Comércio

10

Trabalhadoras Domésticas

16

Do lar

16

Autonomos

2

Metalurgicas

2

Desempregados

16

Beneficiários do INSS

5

Falecidas

4

Não moram junto

4 0

2

4

6

8

10

12

14

16

18

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm


14

4.3 DOS BENEFÍCIOS GOVERNAMENTAIS: Das 102 famílias arroladas nessa pesquisa, apenas 17recebem algum tipo de auxílio do Governo (Bolsa Família e Benefício de Prestação Continuada) e na ficha de castro de 8 adolescentes não consta se recebem ou não benefício, conforme demonstrado no gráfico abaixo:

Benefícios Governaentais 8

17

Recebem Não recebem Não consta na ficha

77

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm


15

5 DA REALIZAÇÃO DE TRABALHO INFORMAL ANTES DO INGRESSO NA APGM-JF Temos registrado que diversos adolescentes já exerceram algum tipo de atividade laboral antes de ingressarem na Guarda Mirim. São muitas das vezes, meninos e meninas que trabalhavam com os pais na intenção de ajudá-los nas despesas domésticas trabalhando informalmente como servente de pedreiro, vendedora de cosmético. Em outros casos, temos exemplos de adolescentes que fizeram trabalho informal em diversos setores, exercendo funções tais como: balconista de padaria, atendente de lanchonete, entregador de móveis, babá, vendedor em loja de roupas (sem terem a carteira assinada naquela ocasião). Dos 102 Adolescentes Aprendizes 30 afirmaram ter exercido antes do ingresso como aprendiz Na Associação de Proteção á Guarda Mirim de Juiz de Fora alguma atividade profissional informal, 71 Adolescentes Aprendizes nunca haviam trabalhado e na ficha de 1 jovem não constava resposta á esse questionamento, conforme demonstrado no gráfico abaixo:

Trabalho informal 30 1

Já trabalharam Nunca trabalharam Não constava na ficha

71

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm


16

6 DO RAMO DE ATIVIDADE DAS EMPRESAS PARCEIRAS E AS ATIVIDADES REALIZADAS PELO ADOLESCENTE APRENDIZ Os Adolescentes Aprendizes que integram a Guarda Mirim de Juiz de Fora estão inseridos para a prática de aprendizagem em empresas que desenvolvem os mais diversos ramos de atividade, demonstrando a aplicabilidade da aprendizagem administrativa em setores empresariais variados com bom aproveitamento da aprendizagem teórica. 6.1 DO RAMO DE ATIVIDADES DAS EMPRESAS PARCEIRAS: O ramo do Comércio conta atualmente com 36 Adolescentes aprendizes, no setor da Saúde existem 6 Adolescentes aprendizes inseridos, na Hotelaria 7, na Educação 3, na Metalurgia 16 jovens, Emissoras de Tv 2, Cartórios 2, no setor de Logística 4 Adolescentes inseridos, em empresas Estatais 8, em indústria de Laticínios 2,

em Clubes 2, Prestadores de Serviço contrataram 3

Adolescentes e Shoping centers 3, conforme demonstrado no gráfico abaixo:

Ramo de atividade da empresa parceira onde o adolescente está inserido Logistica

4

Estatais

8

Prestadores de serviço

3

Shopings

3

Cartório

2

Emissoras de tv

2

Metalurgia

16

Educação

3

Hotelaria

7

Saúde

6

Comércio

36 0

5

10

15

20

25

30

35

40

Fonte: www.guardamirimjf.com.br/adm


17

6.2 DAS ATIVIDADES REALIZADAS PELOS APRENDIZES: Em

questionário

realizado

para

pesquisa

de

clima

organizacional e qualidade de vida dos adolescentes, realizada pelo departamento de Serviço Social da Associação de Proteção á Guarda Mirim de juiz de Fora no mês de Novembro de 2017, onde foram entrevistados 50 Adolescentes Aprendizes contratados na função de “Aprendiz de Auxiliar de Escritório em Geral” que matriculados nas turmas de aprendizagem teórica das instituições parceiras SESTSENAT e SENAI, somando aproximadamente 50% da população total de 102 Guardas Mirins, quando foram questionados quanto ás atividades que realizavam durante o trabalho na empresa, nas respostas de 7 Adolescentes foi mencionado que desenvolvem serviços relacionados á Informática, nas de 5 serviços manuais ( como reposição de mercadoria, abertura e conservação de embalagens, organização de estantes entre outras), 9 Adolescentes disseram fazer serviços de rua, 7 serviços de atendimento ao público, 33 realizam serviços administrativos e nas resposta de 13 Aprendizes mencionou-se a prática de serviços internos de escritório, conforme demonstrado no gráfico abaixo:

Atividades realizadas pelos adolescentes na empresa Áreas de atuação Informatica

7

Serviços Manuais

5

Serviço de Rua

9

Atendimento

7

Administrativo

33

Serviços internos de escritório

13 0

5

10

15

20

25

30

35

Fonte: Pesquisa de Clima Organizacional e Qualidade de vida dos aprendizes inseridos na Guarda Mirim de Juiz de Fora


18

7 CONCLUSÃO A compreensão da Realidade Social dos Adolescentes Aprendizes inseridos na Associação de Proteção á Guarda Mirim, por meio do estudo dos dados a disposição em suas fichas cadastrais arquivadas na instituição e também através da observação dos indicadores presentes na “Pesquisa de Clima Organizacional e Qualidade de Vida dos Adolescentes” realizada por amostragem e arquivada no Departamento de Serviço Social desta instituição, nos levou a concluir que o perfil da maioria dos Aprendizes ativos da Guarda Mirim é de meninos, nascidos na cidade de Juiz de Fora moradores da Zona Norte da cidade e residentes em casa própria, são estudantes de escola pública estadual e que anteriormente ao seu ingresso na Aprendizagem Profissional na APGM-JF frequentaram cursos de Formação Complementar. Na maioria dos lares dos Adolescentes o Pai não mora junto, entre as profissões das Mães a de trabalhadora doméstica prevalece entre as demais e a maior parte das famílias não recebe assistência de benefícios governamentais como (BPC-LOAS e Bolsa Família), observamos em nossa pesquisa a predominância de jovens que declaram serem adeptos da religião evangélica. Dos jovens inscritos na instituição foram poucos os que anteriormente a inserção na aprendizagem desenvolveu alguma modalidade de trabalho informal, os chamados “Bicos” para ajudar nas despesas de casa. Predomina entre as empresas parceiras que os contrata para a Aprendizagem Profissional as do setor do Comércio onde geralmente os adolescentes Aprendizes desenvolvem atividades inerentes ao trabalho Administrativo. E é por meio dos indicadores agrupados nesse breve artigo que o Departamento de Serviço Social, nas pessoas da Assistente Social Larissa Assumpção Rayol e do Aluno Estagiário Carlos Eduardo Bernardo, vem munir com estas preciosas informações a nova Gestão da APGM-JF e todos os companheiros de luta, como ferramenta para árdua e contínua caminhada pela consolidação do adquirido e das futuras conquistas em prol dos Adolescentes Aprendizes.


19

REFERÊNCIAS ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO Á GUARDA MIRIM DE JUIZ DE FORA. Mirim por empresa. Disponível em: <http://www.guardamirimjf.com.br/adm>. Acesso em: 09 jan. 2018. ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO Á GUARDA MIRIM DE JUIZ DE FORA. Arquivo Departamento de Serviço Social. Pesquisa de Clima Organizacional e Qualidade de vida dos aprendizes inseridos na Guarda Mirim de Juiz de Fora. Juiz de Fora, 11/2017.

QUADRO SOCIAL COMPARATIVO DOS ADOLESCENTES APRENDIZES INTEGRANTES DA GUARDA MIRIM DE JUIZ DE FORA  

O objetivo deste artigo, que será entregue á nova presidência de após a posse da nova gestão no dia 09 de Janeiro de 2018, é compilar estati...

QUADRO SOCIAL COMPARATIVO DOS ADOLESCENTES APRENDIZES INTEGRANTES DA GUARDA MIRIM DE JUIZ DE FORA  

O objetivo deste artigo, que será entregue á nova presidência de após a posse da nova gestão no dia 09 de Janeiro de 2018, é compilar estati...

Advertisement