Page 1

Faz de conta que sou… (Coisas que se completam ou que fazem falta umas às outras)

1º BZ

Agrupamento de Escolas de Santa Catarina Ano letivo 2013-2014

1


Agrupamento de Escolas de Santa Catarina EB com valêrcia de 1º ciclo João Gonçalves Zarco BE/CRE Cruz Quebrada - Dafundo Julho de 2014

2


3


4


Faz de conta que sou… (Coisas que se completam ou que fazem falta umas às outras)

5


Apresentação No final do nosso primeiro ano de escola, quando já sabíamos ler e escrever muitas coisas, trabalhámos o seguinte poema de Eugénio de Andrade: ─ Faz de conta que sou abelha. ─ Eu serei a flor mais bela.

─ Faz de conta que sou cardo. ─ Eu serei somente orvalho.

─ Faz de conta que sou potro. ─ Eu serei sombra em agosto.

─ Faz de conta que sou choupo. ─ Eu serei pássaro louco,

pássaro voando e voando sobre ti vezes sem conta.

─ Faz de conta, faz de conta.

Eugénio de Andrade, in Aquela Nuvem e Outras

6


Depois de termos brincado um bocadinho com as “coisas” que estão no poema, compreendemos a forma como elas estão relacionadas: a flor faz falta à abelha, porque esta vai lá buscar o pólen; o orvalho dá a sua humidade ao cardo, porque ninguém rega o campo onde este nasce; a sombra faz muita falta ao potro, por causa do calor; e os pássaros fazem os ninhos nas árvores e comem as frutas. Em seguida, também nós procurámos muitas coisas que precisam umas das outras. Vejam as que encontrámos!

Alunos da turma 1º BZ (EB com valência de 1º ciclo João Gonçalves Zarco) Professora Sandra Macedo Professora Isabel Raposo

7


8


Faz de conta que sou…

Eu serei…

9


10


11


12


13


14


15


16


17


18


19


20


21


22


23


24


25


26


27


28


29


30


31


32


33

Profile for biblioteca zarco

1ºbz faz de conta livro  

Pares de coisas ou de seres que se completam ou que precisam uns dos outros, encontrados pelos alunos do 1ºBZ, depois da leitura de um poema...

1ºbz faz de conta livro  

Pares de coisas ou de seres que se completam ou que precisam uns dos outros, encontrados pelos alunos do 1ºBZ, depois da leitura de um poema...

Profile for bibzarco
Advertisement