Issuu on Google+

“Serviços de Biblioteca:

catálogo online do Agrupamento”

Biblioteca Escolar AE Tortosendo

Free Powerpoint Templates

Page2012 1 30 de outubro


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

Segundo a Associação para o desenvolvimento da sociedade de informação (2009): • No quotidiano das suas atividades profissionais, as pessoas tendem a interagir com os seus pares, formando grupos informais no âmbito dos quais partilham histórias de fracassos e sucessos, dificuldades, soluções, ideias, perspetivas sobre o mundo, enfim, práticas profissionais. São as comunidades de

prática (CoP).

Free Powerpoint Templates

Page 2


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

• (…) comunidades de prática (…) estando (…) compreendido o seu papel no desempenho, na aprendizagem e na inovação organizacionais bem como a sua influência nos comportamentos dos indivíduos nas facetas profissional e cívica. • Compreende-se pois que as organizações não se limitem a ver estas comunidades a emergir espontaneamente e tentem fomentar o seu estabelecimento, cultivar o seu funcionamento e estimular a sua vitalidade. Free Powerpoint Templates

Page 3


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

• As tecnologias da sociedade da informação trouxeram um contributo importante para as comunidades de prática, abrindo-lhes novas oportunidades: novas formas de interação, síncrona e assíncrona; a possibilidade de interações mais frequentes sem acréscimo de custos; o atenuar de barreiras geográficas. Para as organizações isto significa um aumento das possibilidades de sucesso dos seus esforços de fomento de comunidades de prática. Free Powerpoint Templates

Page 4


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

• Recomendações: – O jovem – recomendações à Escola no sentido de desenvolver competências e à vontade na participação em comunidades e saber usufruir das vantagens; – O adulto profissionalmente ativo – recomendações às instituições típicas de um contexto de trabalho, no sector privado ou no sector público, incluindo instituições ligadas às atividades profissionais; (…) – Instituições: (…) As escolas – no seu papel mais geral de preparação dos cidadãos para os desafios da sociedade da informação e também no seu papel de formação específica, orientada ao desenvolvimento de competências bem definidas, neste caso as relacionadas com o cultivar de comunidades de prática; Free Powerpoint Templates

Page 5


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

• Recomendações para as escolas: 18- Adotar práticas de ensinoaprendizagem que envolvam comunidades de aprendizagem bem como fomentar a participação de todos os parceiros interessados no processo educativo (pais e encarregados de educação, antigos alunos, autarquias, empresas, cidadãos) em comunidades de aprendizagem alargadas.

Aumento da motivação dos alunos e aumento da eficácia do sistema educativo.

Desenvolvimento de competências individuais para a participação ativa em comunidades de prática.

Enriquecimento do processo de ensino-aprendizagem pelo envolvimento de entidades relevantes ao processo e interessadas no resultado do processo educativo.

Free Powerpoint Templates

Aumento da motivação de indivíduos para a participação em comunidades de prática.

Aumento do número de profissionais ativamente envolvidos em comunidades de prática.

Page 6


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

• Recomendações aos indivíduos: 1- Participar em comunidades de prática na instituição em que trabalha, envolvendo-se eventualmente no estabelecimento de tais comunidades quando elas ainda não existem.

• Aumento do número de comunidades de prática e do número de profissionais ativamente envolvidos em comunidades de prática. • Obtenção dos benefícios das comunidades de prática ao nível dos indivíduos e das organizações.

2- Participar em comunidades de • Aumento da participação associativa. prática promovidas por associaç(ões) • Aumento do número de comunidades de prática profissional(is) em que se e do número de profissionais ativamente enquadra(m), envolvendo-se envolvidos em comunidades de prática. eventualmente no estabelecimento • Obtenção dos benefícios das comunidades de de tais comunidades quando elas ainda não existem. prática ao nível do indivíduo.

Free Powerpoint Templates

Page 7


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

• As CoP são uma estrutura social que não substitui outros tipos de unidades ou estruturas em que nos organizamos socialmente. Elas coexistem lado a lado, satisfazendo necessidades específicas, tanto a nível individual como a nível organizacional. • Compreender as potencialidades que todas elas apresentam será um passo importante para ajudar (individual e organizacionalmente) a criar condições que promovem e facilitam o desenvolvimento de CoP positivas, sustentadas e relevantes.

Free Powerpoint Templates

Page 8


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

• Uma BE é uma vertente da organização escolar, mas também é vivida individualmente pelos que nela trabalham e pelos que dela usufruem. Equacionar estes dois níveis, à luz das CoP, pode ser uma mais-valia para ajudar a planear as suas atividades tendo em conta essas duas vertentes (individual e organizacional).

Free Powerpoint Templates

Page 9


Serviรงos de Biblioteca: catรกlogo online do Agrupamento

Free Powerpoint Templates

Page 10


Serviรงos de Biblioteca: catรกlogo online do Agrupamento

Free Powerpoint Templates

Page 11


Serviรงos de Biblioteca: catรกlogo online do Agrupamento

Free Powerpoint Templates

Page 12


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

Objetivos:

@ Refletir sobre o livre acesso à informação na internet e os direitos autorais. @ Conhecer formas de utilização legal da informação disponível em linha.

@ Conhecer o serviços em linha das Bibliotecas do AE do Tortosendo @ Apresentar recursos de apoio ao currículo disponibilizados pela BE

Free Powerpoint Templates

Page 13


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

“el acesso a las fuentes de informação científicotécnicas es la piedra angular de los processos de generación de nuevos conocimientos científicos, y factor clave en el desarrollo de la sociedade del Siglo XXI” (Arencibia, 2006:1)

Free Powerpoint Templates

Page 14


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

•Com a proliferação da informação e consequente facilidade e rapidez de acesso

à mesma, perderão os autores o direito de serem recompensados e reconhecidos pelas suas produções/criações? •De que forma se poderá conciliar esta nova realidade com os direitos autorais? •O que é o Livre Acesso?

•Em que consistem as Licenças Creative Commons? •Quais os procedimentos a adotar pelas bibliotecas de forma a satisfazerem os seus utilizadores disponibilizando-lhes toda a informação pretendida não correndo o risco de incorrerem na violação dos direitos de autor? Free Powerpoint Templates

Page 15


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento Como consta na Declaração de Budapeste para o Livre Acesso, uma velha tradição (publicação, por parte de cientistas/investigadores, dos seus trabalhos sem um intuito monetário, com fins de investigação e de conhecimento) uniu-se a uma nova tecnologia (Internet) para facultar uma mais-valia pública sem precedentes.

Essa mais-valia é a distribuição eletrónica, a uma escala mundial, da literatura científica com revisão pelos pares, de forma gratuita e sem restrições de acesso a investigadores, docentes, alunos e a todos os interessados.

Removendo as barreiras ao acesso a esta literatura permitirá acelerar a pesquisa/investigação, enriquecer a educação, partilhar informação entre diferentes classes sociais, rentabilizar a utilidade desta literatura e também unir a humanidade numa conversação intelectual comum e na busca de conhecimento. Free Powerpoint Templates

Page 16


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento De acordo com a Declaração de Budapeste para o Livre Acesso, este significa a disponibilização livre na Internet de literatura de carácter académico ou científico, permitindo a qualquer utilizador ler, descarregar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou referenciar o texto integral dos documentos, sem mais constrangimentos financeiros, legais ou técnicos do que aqueles decorrentes do acesso ou utilização da Internet.

No entanto, há que realçar que a única limitação inerente à reprodução e à distribuição, bem como o único papel de direito autoral nesse campo, é que se deverá ao autor o controlo da integridade do seu trabalho e o direito de ser devidamente reconhecido e citado. Assim sendo, a utilização e distribuição dos textos de acesso livre através da Internet deverá ser realizado de acordo com os direitos de autor. Free Powerpoint Templates

Page 17


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

Assim: -O pré-requisito legal do Livre Acesso é que o trabalho esteja livre de restrições legais que impeçam o Acesso Aberto.

-A sua base legal é o consentimento do portador do direito autoral para publicação do trabalho de forma aberta. Por isso, não requer a abolição, a reforma ou a violação do direito autoral. -O pré-requisito económico do Acesso Aberto é encontrar meios para pagar pelos pré-requisitos físicos e o peer review. -Os pré-requisitos físicos para o Acesso Aberto são: o trabalho precisa ser digital e residir num servidor da Internet. [Suber (2005), citado por Evelyn (2007)] Free Powerpoint Templates

Page 18


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

Vantagens do Livre Acesso -Redução de custos; - Maior acessibilidade ao commons científico; - Maior visibilidade dos artigos; - Maior integração da informação no commons científico; - Maior velocidade na dinâmica das descobertas científicas;

- Interoperabilidade via protocolo OAI (através de uma interface produzida pela Open Archives Initiave (OAI), é possível recolher automaticamente dados de artigos científicos armazenados em bibliotecas distribuídas na rede). Free Powerpoint Templates

Page 19


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento Quando alguém cria uma obra, ela tem direitos sobre sua criação. Para isso, existem leis de protecção à propriedade intelectual, nomeadamente o Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos.

Com o aparecimento da Internet, o uso ilegal de materiais protegidos (vulgo pirataria) cresceu consideravelmente, razão pela qual muitos países passaram a adoptar cada vez mais restrições para proteger os direitos dos criadores da obra.

No entanto, com o decorrer do tempo verificou-se que essas regras eram mais vantajosas para as empresas (e.g. gravadoras e editoras de livros) do que os autores. Alecrim (2006) Free Powerpoint Templates

Page 20


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

A primeira formalização das licenças Creative Commons foi feita em 2001, nos Estados Unidos. As motivações de Lessig tiveram como base a realidade americana, onde a questão dos direitos autorais chegou a um extremo por muitos considerada insuportável.

Segundo Lessig, apesar da discordância de muitos, até crianças em idade escolar podem incorrer em infração por violação das determinações dos direitos de autor, ao utilizarem material alheio nas suas pesquisas escolares.

Free Powerpoint Templates

Page 21


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento Países diferentes com leis diferentes

Projecto iCommons (International Commons), com o objectivo de uniformizar a redacção das licenças, de acordo com as especificidades normativas de cada país. Actualmente, as licenças Creative Commons já foram adaptadas às legislações nacionais de mais de 30 países, tais como França, Finlândia, Dinamarca, Reino Unido, Portugal, entre outros. Free Powerpoint Templates

Page 22


Serviรงos de Biblioteca: catรกlogo online do Agrupamento

Free Powerpoint Templates

Page 23


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

Creative Commons (tradução literal: criação comum também conhecido pela sigla CC) pode denominar tanto um conjunto de licenças padronizadas para gestão aberta, livre e compartilhada de conteúdos e informação (copyleft), como a homónima organização sem fins lucrativos norte-americana que os

redigiu e mantém a atualização e discussão a respeito das mesmas.

Free Powerpoint Templates

Page 24


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

As Licenças Creative Commons em Portugal Conforme indicação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, a versão Portuguesa das Licenças Creative Commons foi lançada no dia 13 de Novembro de 2006, pela UMIC – Agência para a Sociedade do Conhecimento, IP, em parceria com a FCEE-UCP – Faculdade de Ciências Económicas e Empresariais

da Universidade Católica Portuguesa e a INTELI – Inteligência em Inovação.

Free Powerpoint Templates

Page 25


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

As Licenças Creative Commons possibilitam a partilha aberta de conhecimento e obras pelos seus autores de uma forma simples, eficaz e muito flexível, disponibilizando um conjunto de licenças padrão que garantem proteção e liberdade – com alguns direitos reservados. São inteiramente gratuitas.

Situam-se entre os direitos de autor (todos os direitos reservados) e o domínio público (nenhum direito reservado). Através destas licenças, o autor define as condições sob as quais a obra é partilhada, de forma proactiva e construtiva, com terceiros, sendo que todas as licenças requerem que seja dado crédito ao autor da obra, da forma por ele especificada.

São um instrumento facilitador da partilha e da reutilização legal de trabalhos culturais, educacionais e científicos Free Powerpoint Templates

Page 26


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

AS LICENÇAS Atribuição (by)

Esta é a licença mais permissiva do leque de opções. Nos termos desta licença a utilização da obra é livre, podendo os utilizadores fazer dela uso comercial ou criar obras derivadas a partir da obra original. Essencial é, apenas, que seja dado o devido crédito ao seu autor. Free Powerpoint Templates

Page 27


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

Atribuição – Uso Não-Comercial (by-nc)

De acordo com esta licença o autor permite uma utilização ampla da sua obra, limitada, contudo, pela impossibilidade de se obter através dessa utilização uma vantagem comercial. É também essencial que seja dado o devido crédito ao autor da obra original. Free Powerpoint Templates

Page 28


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

Atribuição – Partilha nos Termos da Mesma Licença (by-sa)

Quando um autor opte pela concessão de tal licença pretenderá, não só, que lhe seja dado crédito pela criação da sua obra, como também que as obras derivadas desta sejam licenciadas nos mesmos termos em que o foi a sua própria obra. Esta licença é muitas vezes comparada com as licenças de software livre. Free Powerpoint Templates

Page 29


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

Atribuição – Proibição de realização de obras derivadas (by-nd)

Esta licença permite a redistribuição, comercial ou não-comercial, desde que a sua obra seja utilizada não alterada e na integra. É também essencial que seja dado o devido crédito ao autor da obra original. Free Powerpoint Templates

Page 30


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

Atribuição – Uso Não-Comercial – Proibição de Realização de Obras Derivadas (by-nc-nd)

Esta é a licença menos permissiva do leque de opções que se oferece ao autor, permitindo apenas a redistribuição. Mediante adoção desta licença, não só não é permitida a realização de um uso comercial, como é inviabilizada a realização de obras derivadas. Dada a sua natureza, esta licença é muitas vezes chamada de licença de "publicidade livre". Free Powerpoint Templates

Page 31


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento Resumidamente Atribuição significa: Permite que outros copiem, distribuam, exibam e executem o trabalho protegido por direitos autorais, e os trabalhos derivados feitos com base nele, mas apenas se eles derem crédito ao seu autor. Não comercial significa: Permite que outros copiem, distribuam, exibam e executem o trabalho protegido por direitos autorais, e os trabalhos derivados feitos com base nele, mas apenas para fins não comerciais. Não a obras derivadas significa: Permite que outros copiem, distribuam, exibam e executem somente cópias literais do trabalho, e não trabalhos derivados do mesmo. Compartilhamento pela mesma licença significa: Permite que outros distribuam trabalhos derivados somente sob uma licença idêntica à licença que rege o trabalho. Free Powerpoint Templates Page 32


Serviรงos de Biblioteca: catรกlogo online do Agrupamento

Alguns exemplos

Youtube Blogue geral Blogue da biblioteca escolar Pรกgina Web Imagens Bancos de imagens Free Powerpoint Templates

Page 33


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

Como criar uma Licença CC

Testa os teus conhecimentos

Sítios de referência

- Seguranet - Creative Commons Portugal Free Powerpoint Templates

Page 34


Serviรงos de Biblioteca: catรกlogo online do Agrupamento

Os serviรงos em linha das Bibliotecas Escolares do AE do Tortosendo

Blogue

Free Powerpoint Templates

Page 35


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

O que podemos mudar? Que competências devem os alunos desenvolver?

Qual a realidade desejável para as escolas?

Free Powerpoint Templates

Page 36


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

• A participação em CoP pode proporcionar um envolvimento social favorável à interação e aprendizagem não só entre os participantes, mas também com outro tipo de intervenientes (…)” • Quando os participantes de uma dada prática, com uma diversidade de experiências e saberes, a partilham de forma regular e se apoiam mutuamente, acabam por construir laços de confiança que lhes permitem, por exemplo, partilhar problemas e tentativas de os solucionar (com sucesso ou não). Essa confiança e partilha ajudam a estabelecer uma base favorável à criação de contextos ricos de reflexão e interpretação, em que a participação dos intervenientes é reconhecidamente legítima para o desenvolvimento do conhecimento (…). Free Powerpoint Templates

Page 37


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

• O conhecimento é, assim, construído com a participação de quem concretiza as práticas, o que torna mais provável que ele seja, de facto, relevante para essas práticas e seja acessível e adequado aos que precisam dele. (…) Mais do que uma transferência de conhecimento, trata-se de promover a criação de conhecimento, encarado de forma crítica, para que possa ser adequado pelos participantes às condições efetivas e específicas em que ele precisa de ser implementado.

Free Powerpoint Templates

Page 38


Serviรงos de Biblioteca: catรกlogo online do Agrupamento

Free Powerpoint Templates

Page 39


Serviรงos de Biblioteca: catรกlogo online do Agrupamento

Free Powerpoint Templates

Page 40


Serviรงos de Biblioteca: catรกlogo online do Agrupamento

Free Powerpoint Templates

Page 41


Serviรงos de Biblioteca: catรกlogo online do Agrupamento

Free Powerpoint Templates

Page 42


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento ALECRIM, E. (2006). “Creative Commons: por que usar?”, InfoWester 2008 – Propagando conhecimento. Disponível em: http://www.infowester.com/col010206.php. [consultado em 14.12.07]. ARENCIBIA JORGE, R., (2006). «Las Iniciativas para el Acesso Abierto a la Información Científica en el Contexto de la Web Semántica», Biblio., nº 2526, ano 7, Jul-Dic., p. 1. ASCENÇÃO, J. O., CORDEIRO, P. (2004), “Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos”, 3ª Edição, Coimbra Editora. BANKIER J. G., PERCIALI, I., (2008). “The Institutional Repository Rediscovered: What Can a University Do for Open Access Publishing?”, Serials Review, doi:10.1016/j.serrev.2007.12.003, pp. 1-6. BERTZKY, M., STOLL-KLEEMANN, S. (2007). “Multi-level discrepancies with sharing data on protected areas: What we have and what we need for the global village”, Journal of Environmental Management xx, pp. 1-17. Declaração de Bethesta para o Livre Acesso. Disponível em: http://www.earlham.edu/~peters/fos/bethesda.htm#summary. [consultado em 14.12.07]. EVELYN, (2007). "Acesso Aberto", Clube OAI Brasil. Disponível em: http://clube-oai.incubadora.fapesp.br/portal/openaccess. [consultado em 14.12.07]. FURTADO, José Afonso, “Os Livros e as Leituras – Novas Ecologias da Informação”, Livros e Leituras Lda, Lisboa, 2000. HAGEMANN, M., (s/d). Declaração de Budapeste para o Livre Acesso. Disponível em: http://www.soros.org/openaccess/read.shtml. [consultado em 14.12.07]. LIVRO Verde para a Sociedade da Informação em Portugal, Lisboa, 1997, ISBN 972-97349-0-9. MARACKE, C., (s.d.). “International”, Creative Commons. Disponível em: http://creativecommons.org/international. [consultado em 14.12.07]. PEREIRA, A. (s/d). “A História da Internet”, Aprenda Internet Sozinho Agora. Disponível em: http://www.aisa.com.br/historia.html. [consultado em 10.12.07]. RODRIGUES, E. (1995). “Bibliotecas virtuais e cibertecários”, Seminário – As Universidades e os Novos Serviços de Informação Electrónica em Rede, Braga. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/handle/1822/423 [consultado em 10.04.07]. RODRIGUES, E., (2004). “Acesso Livre ao Conhecimento: a mudança de comunicação da ciência e os profissionais de informação”, Cadernos BAD, nº1, Lisboa, Edições Cadernos BAD. Disponível em: http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/670/1/Cadernos+BAD+2004.pdf. [consultado em 18.12.07]. ROYSTER, P. (2008). “Publishing Original Content in an Institutional Repository”, Serials Review, doi:10.1016/j.serrev.2007.12.002, pp. 1-4. Science Commons. Disponível em http://sciencecommons.org/projects/publishing/. [consultado em 18.12.07]. UMIC, Agência para a Sociedade do Conhecimento, (2007). “Creative Commons”, Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. Disponível em: http://www.umic.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=27&Itemid=212. [consultado em 14.12.07]. WIKIPEDIA, (s/d). Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Creative_Commons. [consultado em 28.12.07].

Free Powerpoint Templates

Page 43


Serviços de Biblioteca: catálogo online do Agrupamento

Obrigada pela atenção! Avaliação da ação disponível em:

http://fur.ly/6zdr

Isabel Marques Coordenadora Interconcelhia Programa Rede de Bibliotecas Escolares

Free Powerpoint Templates

Page 44


Serviços de Biblioteca: Catálogo Online do Agrupamento