Issuu on Google+

Ă“scar Esteves Nuno Choupina

A Puberdade

Macedo de Cavaleiros 20/01/2014


Óscar Esteves Nuno Choupina

A Puberdade Disciplina: Educação para a Cidadania Professora: Margarida Santeiro

Macedo de Cavaleiros

20 de janeiro de 2014


Agradecimentos Agradeço a colaboração da professora de Educação para a cidadania e da Coordenadora da biblioteca pelas orientações e sugestões que nos deram.


Resumo A puberdade é uma fase da vida, em que entramos na adolescência. Carateriza-se por bastantes mudanças, todas importantes, pois vão modificar a nossa vida no futuro e os nossos relacionamentos. Todos os dias há uma ínfima mudança que nos vai alterar para sempre.

Palavras-chave: Órgãos sexuais; Adolescência; Sexualidade; Afetos.


Índice Introdução ..................................................................................................................................... 7 1.

Puberdade ............................................................................................................................. 7 1.1.

Definição de Puberdade ............................................................................................... 7

1.2.

Início da Puberdade ...................................................................................................... 7

1.3.

Diferença de Crescimento ............................................................................................ 7

1.4.

Puberdade Masculina ................................................................................................... 8

1.5.

Puberdade Feminina .................................................................................................... 8

Conclusão ...................................................................................................................................... 9 Bibliografia .................................................................................................................................... 9

Índice de Imagens

Fig. 1 - Caraterísticas da puberdade dos homens ......................................................................... 8 Fig. 2 - Caraterísticas da puberdade nas mulheres ....................................................................... 9


Introdução Com este trabalho pretendemos alertar para a nova fase da vida que se inicia, para as mudanças que irão ocorrer durante esta fase. Podemos ter algumas dúvidas acerca dela, sendo isso normal.

1. Puberdade 1.1. Definição de Puberdade A puberdade é um período em que ocorrem mudanças nos rapazes e nas raparigas. Tanto mentalmente como fisicamente, existem mudanças significativas nas nossas vidas. O nosso corpo muda de dia para dia. E não só: a partir de agora vamos começar a sentirmo-nos mais adultos/as, a pensar de uma maneira diferente, como um homem ou como uma mulher. Nesta fase, nós rapazes e raparigas, estamos em plena puberdade. Ninguém escapa à puberdade, na sua passagem de criança a adulto.

1.2. Início da Puberdade As raparigas entram na puberdade a partir dos dez anos, enquanto os rapazes entram nesta fase um ou dois anos mais tarde. Esta diferença é perfeitamente normal e significa que cada corpo tem o seu próprio ritmo. No entanto, em ambos os casos, a puberdade só termina aos 16-17 anos.

1.3. Diferença de Crescimento Neste processo de grandes mudanças, uma das primeiras coisas que vamos notar é a altura. Só num ano podemos crescer entre 5 a 14 centímetros. É provável que achemos um pouco estranho o facto das raparigas da nossa turma serem um pouco mais altas que os rapazes. Isto deve-se ao facto de entrarem na puberdade uns anos antes, mas isso não tem importância: os rapazes vão continuar a crescer mesmo quando as raparigas deixarem de o fazer.

7


1.4. Puberdade Masculina Nos rapazes, as transformações começam um pouco mais tarde, por volta dos 10 aos 13 anos e são muito mais demoradas que nas meninas. Os primeiros sinais dessa transformação são, basicamente, o aumento no tamanho dos órgãos genitais, o nascimento da barba e o aparecimento de pelos na região púbica, nas pernas, nos braços e no peito. Também aparece a maçã-de-adão. Esse crescimento dos pelos depende da genética e varia muito de pessoa para pessoa. Além disso, essas mudanças são acompanhadas de modificação da voz, a qual fica mais grave. O esqueleto se alonga, os músculos se enrijecem, o tronco e os ombros alargam e a pele se torna muito mais gordurosa, o que favorece o aparecimento da acne. É nessa época que os rapazes têm, normalmente, a sua primeira ejaculação. Fig. 1 - Caraterísticas da puberdade dos homens

1.5. Puberdade Feminina A puberdade feminina inicia-se, em geral, entre 11 e 14 anos, variando esse período de pessoa para pessoa. Em geral, a puberdade tem início com a primeira menstruação, que coincide com o surgimento de uma série de transformações do corpo que já se vinham manifestando na fase conhecida como pré-púbere. Geralmente a partir dos dez anos a menina cresce vários centímetros em pouco tempo, sua cintura afina-se, os quadris alargam-se, os seios começam a aumentar de tamanho e surge uma leve pilosidade no púbis e nas axilas. Paralelamente, as glândulas sudoríparas desenvolvem-se, tornando o odor do corpo mais intenso e provocando maior quantidade de suor libertado nas axilas. Essas mudanças, causam uma certa sensação de insegurança e inquietação na rapariga, culminam com a primeira menstruação. Durante os

8


dois anos seguintes à primeira menstruação os ciclos podem ser ainda irregulares, mais longos ou mais breves. As transformações que se verificam no período pré-adolescente são resultados da atividade dos ovários, sobre a qual atua a hipófise (liberta hormonas que controlam o funcionamento de outras glândulas). Ao nascer, a menina tem no ovário entre duzentos mil e quatrocentos mil óvulos, dos quais apenas cerca de quatrocentos serão utilizados ao longo de todo período fértil (até os 50-55 anos). Fig. 2 - Caraterísticas da puberdade nas mulheres

Conclusão Finalmente devemos ver a sexualidade como uma fase da vida que mesmo que seja estranha e até mesmo assustadora, (podemos ter repentinas mudanças físicas e intelectuais) é completamente normal e a que ninguém escapa.

Bibliografia Mateu, L. C. (2008). Falemos de Sexualidade (C. Ramos trad.). Lisboa: Plátano Editora. Frade, A. (1999). Educação Sexual na escola. Lisboa: Texto Editora. Silva, N. M. (1988). Os jovens e a Sexualidade. Lisboa: Editorial do Ministério da Educação. http://pt.wikipedia.org/wiki/Puberdade, consultado em 17 de janeiro de 2014.

9


Cid óscar