Page 1

TURQUIA ÁFRICA DO SUL

GUATELAMA — O Guatemala Literacy Project, apoiado por Rotary Clubs norte-americanos e guatemaltecos, fornece livros didáticos, computadores e material escolar a crianças carentes. (Guatemala Literacy Project/Glenn Chamberlain) BRASIL — Crianças da Escola Sônia Braga aprendem a ler através de método de ensino introduzido no Brasil por Subsídio 3-H da Fundação Rotária. (Alyce Henson/Rotary Images) NÍGER — Uma menina brinca perto de centro de distribuição de alimentos em Niamey. Rotary Clubs uniram-se ao Unicef para combater a fome na região. (Alyce Henson/Rotary Images) QUÊNIA — A instituição Maria House, apoiada pelo Distrito 2030 (Itália), abriga mais de 100 crianças órfãs e abandonadas em Ndaragwa. (Distrito 2030/Maria House)

ÍNDIA — Uma família montou um pequeno negócio com ajuda de microcrédito obtido de projeto de Rotary Club local. (Alyce Henson/Rotary Images)

ÁFRICA DO SUL — Através do projeto Soul of Africa, apoiado por Rotary Clubs do Canadá e da África do Sul, mulheres produzem sapatos que serão vendidos para angariar fundos para escolas que atendem a órfãos da Aids. (Alyce Henson/Rotary Images)

CAMBOJA — Uma vítima de mina terrestre é tratada em centro de reabilitação nos arredores de Phnom Penh fundado em parte com o apoio de subsídios da Fundação Rotária. (Rotary International)

TURQUIA — Crianças da localidade de Camili aprendem sobre a importância da higiene e do saneamento através de projeto patrocinado por Rotary Club local. (Fatma Cetin/Rotary

PAPUA NOVA GUINÉ — A ShelterBox, fundada por um rotariano, fornece itens de primeira necessidade a vítimas de enchente. (ShelterBox Media)

Club de Adana-Guney)

Serviços à Comunidade Mundial Guia de Ação

Rotary International One Rotary Center 1560 Sherman Avenue Evanston, IL 60201-3698 EUA www.rotary.org •

742-PT—(908)

PAPUA NOVA GUINÉ

QUÊNIA

BRASIL

CAMBOJA

NÍGER

ÍNDIA

ESTADOS UNIDOS GUATELAMA

ESTADOS UNIDOS — Rotarianos do estado do Missouri usam unidade móvel para distribuir alimentos. (Alyce Henson/ Rotary Images)


Secretaria do RI e escritórios internacionais

Sede Mundial Rotary International One Rotary Center 1560 Sherman Avenue Evanston, IL 60201-3698 EUA Tel.: +1-847-866-3000 Fax: +1-847-866-6116 E-mail: international.service@rotary.org www.rotary.org Escritório do Brasil Rotary International Rua Tagipuru 209 01156-000 São Paulo, SP Brasil Tel.: +55-11-3826-2966 Fax: +55-11-3667-6575 www.rotary.org.br Escritório da Europa e África Rotary International Witikonerstrasse 15 CH-8032 Zurich Suíça Tel.: +41-44-387-71-11 Fax: +41-44-422-50-41 O Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação (742-PT) foi elaborado para Rotary Clubs que necessitam de assistência para seus projetos ou desejam oferecer ajuda a iniciativas internacionais. As informações aqui contidas ajudarão os rotarianos a:

• Reconhecer a importância dos Serviços à Comunidade Mundial (SCM).

• Compreender os componentes de um projeto eficaz.

• Ampliar seus conhecimentos sobre implementação de projetos.

• Familiarizar-se com o banco de dados ProjectLINK.

• Identificar recursos úteis ao planejamento e implementação de projetos.

• C  ompreender a importância do gerenciamento responsável dos fundos e de uma administração eficaz.

Embora este manual se concentre nos Rotary Clubs, as informações aqui fornecidas se aplicam também aos distritos. Perguntas relacionadas ao programa de Serviços à Comunidade Mundial podem ser encaminhadas a international.service@rotary.org.

Escritório do Japão Rotary International NS3 Bldg. 1F 2-51-3 Akabane, Kita-ku Tokyo 115-0045 Japão Tel.: +81-3-3903-3161 Fax: +81-3-3903-3781 Escritório da Coréia Rotary International Room 705, Miwon Bldg. 43 Yoido-dong, Yongdungpo-gu Seoul 150-733 Coréia Tel.: +82-2-783-3077, -3078, ou -3080 Fax: +82-2-783-3079

Escritório do Sul da Ásia Rotary International Thapar House 2nd Floor, Central Wing 124 Janpath New Delhi 110 001 Índia Tel.: +91-11-4225-0101 a -0105 Fax: +91-11-4225-0191 ou -0192 www.risouthasia.org Escritório do Pacífico Sul e Filipinas Rotary International McNamara Centre, Level 2 100 George St. Parramatta, NSW 2150 Austrália Tel.: +61-2-9635-3537 Fax: +61-2-9689-3169 Escritório da Região Meridional da América do Sul Rotary International Florida 1, Piso 2 1005 Buenos Aires, CF Argentina Tel.: +54-11-5032-0096 ou -0098 Fax: +54-11-5032-0099 Escritório da Grã-Bretanha e Irlanda Kinwarton Road Alcester Warwickshire B49 6PB Inglaterra Tel.: +44-1789-76-54-11 Fax: +44-1789-76-55-70 E-mail: secretary@ribi.org


Conteúdo O que são os Serviços à Comunidade Mundial?

3

Em busca de assistência

5

Apoio a projetos

9

Como utilizar os materiais doados

13

Assistência e recuperação em casos de catástrofe

15

Recursos para projetos

17

Divulgação de projetos

21

Administração do programa

23

Perguntas mais freqüentes

26


Serviços à Comunidade Mundial (SCM) são prestados sempre que dois ou mais Rotary Clubs se unem na implementação de projetos humanitários. Por intermédio do programa, clubes em busca de assistência internacional divulgam as necessidades de seu projeto a outros clubes do mundo inteiro. Da mesma forma, clubes interessados em apoiar projetos internacionais têm a chance de encontrar iniciativas elegíveis. Ao promover compreensão e boa vontade através da prestação de serviços, os SCM refletem a essência do Rotary e oferecem oportunidades atraentes e gratificantes. Rotary Club de Banmi

Tailândia

O que são os Serviços à Comunidade Mundial?

Histórico e metas do programa O programa SCM foi lançado oficialmente em 1967. Desde então, milhares de projetos foram realizados e milhões de dólares em verbas e suprimentos encaminhados anualmente por Rotary Clubs em apoio a iniciativas.

SCM em ação!

O programa visa: 1. Aprimorar a qualidade de vida dos necessitados através de serviços internacionais.

Projeto de SCM fornece calçados a crianças na Tailândia O Rotary Club de Banmi, em Lopburi, na Tailândia, angariou fundos para obtenção de calçados em benefício de mais de 500 crianças. Antes do projeto, muitos dos alunos da região percorriam descalços diariamente uma distância de cerca de seis quilomêtros para chegar até a escola. Os sapatos, resistentes e confortáveis, ajudam a prevenir lesões e reforçam a auto-estima das crianças. Através do cadastramento da iniciativa no ProjectLINK, o Rotary Club de Banmi tem recebido doações de diversos clubes.

2. Incentivar a cooperação entre clubes e distritos de diferentes países na realização de projetos internacionais de prestação de serviços. 3. Prover uma estrutura que permita a troca de informações sobre projetos que necessitem de auxílio e clubes dispostos a oferecer ajuda. 4. Aumentar a conscientização dos rotarianos sobre questões culturais e ligadas a desenvolvimento, bem como a respeito da importância de implementar projetos que possibilitam aos beneficiários ajudarem a si mesmos.

2

|

Rotary International

5. Fornecer informações sobre SCM a participantes de outros programas do RI e da Fundação Rotária. 6. Informar rotarianos sobre oportunidades de financiamento para seus projetos de SCM através da Fundação Rotária e outras fontes. 7. Divulgar aos rotarianos experiências bemsucedidas. 8. Fomentar a paz e a compreensão mundial. O conselho diretor do RI recomenda que os clubes desenvolvam atividades relacionadas aos SCM durante as comemorações do Mês da Compreensão Mundial em fevereiro. É imperativo que todo projeto de SCM satisfaça aos seguintes critérios: 1. Deve ser de natureza humanitária. 2. Devem estar envolvidos rotarianos de pelo menos dois países. 3. Deve ser implementado em um dos países dos rotarianos participantes.

Como participar Os Rotary Clubs que participam dos SCM percebem que os benefícios do programa se estendem muito além das comunidades onde os projetos são implementados. SCM oferecem aos clubes oportunidades de: • Implementar projetos mais ambiciosos. • Aumentar o potencial de todos os envolvidos. • Estreitar o relacionamento com rotarianos no exterior.

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

3


• Promover a compreensão e boa vontade internacional. • Lidar com problemas globais. Muitos clubes decidem participar dos SCM através de contatos informais estabelecidos entre rotarianos. Idéias para projetos de SCM podem advir, por exemplo, da interação de um rotariano brasileiro com o sócio de um Rotary Club francês durante a convenção do RI. Ou da viagem de negócios de um rotariano do Canadá às Filipinas, que aproveita para recuperar freqüência em clube local. Ao conversar com seus companheiros filipinos, idéias de projetos começam a surgir.

Em busca de assistência

O ProjectLINK oferece outras maneiras através das quais os rotarianos podem envolver-se em SCM. Este banco de dados, disponível em www.rotary.org, divulga centenas de projetos de Rotary Clubs e distritos que precisam de fundos, voluntários, materiais doados e parceiros para obtenção de Subsídios Equivalentes da Fundação Rotária. Além disso, este recurso inclui lista de projetos exemplares, com práticas que podem ser emuladas. Informações sobre como solicitar ou oferecer assistência através do ProjectLINK serão oferecidas nos próximos capítulos.

Como iniciar um projeto de prestação de serviços Os projetos de SCM de maior sucesso envolvem análise e planejamento minuciosos, aproveitamento dos recursos disponíveis e boa comunicação entre os envolvidos. A publicação Comunidades em Ação/ Guia sobre Oportunidades para Prestação de Serviços (605-PT) o ajudará a planejar um projeto que outros clubes queiram apoiar. Para obter êxito, o projeto deve: Atender a necessidades comunitárias Reúna-se com membros da comunidade para informar-se sobre as questões que consideram prioritárias. Além disso, consulte a publicação on-line Ferramentas para Identificar as Necessidades da Comunidade, a qual oferece uma variedade de técnicas para a identificação de necessidades comunitárias. Promover a auto-sustentabilidade Rotary Clubs devem implementar projetos que ofereçam soluções de longo prazo para problemas crônicos. Por exemplo, embora a doação de livros para uma sala de aula seja válida, o estabelecimento de uma biblioteca escolar na qual sirvam voluntários locais poderia beneficiar os estudantes nos anos subseqüentes. Ser gerenciado apropriadamente Planeje o projeto cuidadosamente. Crie uma proposta, estabeleça metas e um cronograma, determine quais serão as responsabilidades dos rotarianos e elabore um orçamento. Durante a execução do projeto, avalie o progresso alcançado. Forneça aos doadores relatórios intermediários e finais.

Alyce Henson/Rotary Images

Dica sobre projetos Tecnologia Se o projeto envolve tecnologia, como a doação de computadores, certifique-se de que há pessoas disponíveis para oferecer treinamento e manutenção do equipamento.

Alyce Henson/Rotary Images

4

|

Rotary International

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

5


Como cadastrar um projeto no ProjectLINK ProjectLINK é um banco de dados de projetos que necessitam de financiamento, voluntários ou suprimentos. O banco inclui a descrição dos projetos, a assistência necessária e informações de contato. Doadores potenciais são incentivados a contatar diretamente o coordenador do projeto para obtenção de detalhes adicionais. Diretrizes para cadastramento no ProjectLINK As diretrizes a seguir visam fazer com que o ProjectLINK seja uma ferramenta valiosa para os rotarianos que queiram participar de projetos internacionais de prestação de serviços. Os projetos são divulgados durante dois anos e podem ser reinscritos. 1. O Rotary Club ou distrito no país do projeto é considerado anfitrião encarregado. Clubes e distritos interessados em cadastrar um projeto para ser implementado fora de seu país devem colaborar com um clube ou distrito naquele país para cadastrar o projeto. 2. As informações devem ser submetidas usando o ProjectLINK — Formulário de Inscrição de Projeto em Busca de Assistência (784-PT). Consulte a seção a seguir para mais detalhes. 3. Para assegurar que parceiros potenciais recebam informações acuradas sobre o projeto, o clube ou distrito anfitrião deve notificar a sede mundial do RI sobre qualquer mudança relacionada aos dados de contato ou âmbito da iniciativa. 4. Os contatos dos projetos devem ser rotarianos que possam responder prontamente às perguntas sobre os esforços de prestação de serviços. Quando clubes não recebem as respostas solicitadas, eles hesitam em apoiar o projeto atual e outros no futuro. 5. Clubes podem ter até cinco projetos cadastrados no ProjectLINK a qualquer momento, inclusive aqueles registrados em nome de Núcleo Rotary de Desenvolvimento Comunitário, Rotaract Club ou Interact Club. 6. Presidentes de clube devem endossar os projetos de clube, enquanto que os governadores de distrito endossam os projetos distritais.

6

|

Rotary International

Dicas para inscrição de projeto

e taxas de importação, e indique se poderá ajudar com o envio de remessas. Para orientação adicional sobre doação de itens, consulte a seção Recursos para projetos.

Como o preenchimento apropriado do ProjectLINK — Formulário de Inscrição de Projeto em Busca de Assistência é essencial ao cadastramento dos projetos, oferecemos as seguintes dicas:

• Se o clube estiver solicitando voluntários, além de contribuição financeira e doação de itens, especifique o número de voluntários necessários, a época do ano em que deverão estar disponíveis, o período de tempo em que tomarão parte no projeto, bem como as habilidades que deverão possuir, inclusive proficiência no idioma local.

• Descreva a comunidade beneficiada e a necessidade a ser atendida. A comunidade tem alto índice de desemprego? Ou carece de serviços básicos? • Explique detalhadamente o projeto. Se o clube quiser implementar um projeto de alfabetização, por exemplo, apresente os pormenores. Onde as aulas serão ministradas? Quem serão os professores? Que materiais serão necessários? Como possibilitará a auto-sustentabilidade das atividades?

• Indique se o clube poderá oferecer alojamento, refeições ou transporte aos voluntários.

• Ofereça informações sobre a participação do clube e da comunidade. Que suprimentos, serviços e verbas (se apropriado) o clube contribuirá ao projeto? Quem supervisionará as atividades operacionais? Outros grupos comunitários participarão do projeto, além do Rotary Club?

• Nomeie um sócio do clube para servir como contato do projeto. Este deve poder ser contatado facilmente, estar capacitado a esclarecer dúvidas eficazmente e comprometer-se a servir por toda a duração do projeto. Além disso, deve ser fluente nos idiomas requeridos e ter acesso a e-mail e fax sempre que possível. • Inclua toda informação relevante ao projeto. Websites, fotografias e materiais promocionais são especialmente úteis. • Obtenha a assinatura do presidente do clube e do governador do respectivo distrito antes de submeter o formulário.

Guatemala Rotary Club encarregado — (Projeto número W00000)

• Indique se o projeto necessita de fundos, doação de suprimentos, voluntários ou parceiro para obtenção de Subsídio Equivalente.

Município rural com mais de 60.000 habitantes necessita urgentemente de uma ambulância. Como o hospital mais próximo está situado a 25 km de distância, casos de emergência podem ser fatais. O Rotary Club encarregado gostaria de providenciar a ambulância e se dispõe a contribuir US$3.500 e cobrir as despesas de manutenção.

• Se precisar de verbas, forneça uma lista detalhada dos itens e serviços necessários, inclusive custos individuais e o total do projeto.

Itens do exterior: Total de US$15.000. US$12.000/ambulância. US$2.500/equipamento e suprimentos médicos. US$500/maca.

• Seja realista ao solicitar fundos. Pedidos de US$10.000 ou mais não têm muita chance de ser atendidos. Se o clube decidir implementar projeto de amplo âmbito, considere dividi-lo em etapas, de modo a favorecer a obtenção gradual de verbas. • No caso de doação de materiais ou equipamentos, inclua o nome popular de cada item e informações sobre a disponibilidade local das peças de reposição e dos serviços de manutenção. Quando a solicitação se referir a livros, indique o assunto, idioma e grau de dificuldade do texto. Além disso, apresente detalhes sobre procedimentos aduaneiros

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

7


Selecionar um projeto internacional ao qual prestar assistência é, por vezes, uma tarefa difícil. Para facilitar tal empreitada, é recomendável familiarizar-se com os fatores que contribuem ao sucesso de um projeto. Um bom ponto de partida é a publicação do RI Comunidades em Ação/Guia sobre Oportunidades para Prestação de Serviços (605-PT), que contém informações sobre como avaliar projetos e identificar o melhor para o seu clube. As seguintes perguntas podem servir de guia:

Marc Olsen/Rotary Club de Vinings

Quênia

Apoio a projetos

• Os sócios do clube têm interesse em uma região geográfica específica? • Preferem determinados tipos de projetos, como os que envolvem por exemplo alfabetização, recursos hídricos ou microcrédito? Se afirmativo, o presidente de um Grupo de Apoio ou de um Grupo Rotarianos em Ação poderia fornecer informações sobre projetos bem-sucedidos envolvidos com tais ênfases?

SCM em ação!

• Que habilidades profissionais e vocacionais os sócios do clube possuem? Se o quadro social do clube conta com diversos profissionais da área médica, um projeto de saúde pode ser recomendável.

Escolas no Quênia são beneficiadas por projeto de SCM No Quênia, o projeto Crianças de Kilifi surgiu de uma parceria entre o Rotary Club de Kilifi e o Rotary Club de Vinings, na Geórgia, EUA, e do apoio de uma série de clubes dos Estados Unidos. A iniciativa visa promover educação e saúde em favor dos estudantes do ensino básico e secundário de Kilifi, cidade localizada em uma das regiões mais pobres do Quênia. Os clubes estabeleceram anteriormente um programa local de bolsas de estudos e doaram materiais a escolas da região.

• Os sócios do clube têm amigos ou conhecem rotarianos em outros países? • O clube tem contato com rotarianos envolvidos com o programa Intercâmbio de Grupos de Estudos ou com o Intercâmbio Rotário da Amizade? O distrito está patrocinando um beneficiário das Bolsas Educacionais da Fundação Rotária? Caso esteja, este poderá oferecer informações sobre as necessidades mais urgentes do país onde estudou ou a respeito de determinado projeto internacional.

8

|

Rotary International

• Um dos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ONU) poderia servir de base à escolha de um projeto? • Você pensou em buscar a orientação de clubes com experiência em projetos internacionais?

Objetivos de Desenvolvimento do Milênio — ONU Considere um projeto voltado ao alcance de um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio: 1. Erradicar condições extremas de pobreza e fome. 2. Atingir o ensino básico universal. 3. Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia da mulher. 4. Reduzir a mortalidade infantil. 5. Melhorar a saúde materna. 6. Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças. 7. Garantir a sustentabilidade ambiental. 8. Desenvolver uma parceria mundial para o desenvolvimento. Para aprender mais sobre os objetivos, acesse www.pnud.org.br/odm/index.php.

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

9


Dica sobre projetos Estabeleça seu limite Caso os sócios do clube nunca tenham participado de um projeto internacional e sintam-se apreensivos com a possibilidade de enviar materiais ou altas quantias em dinheiro, escolha um projeto menor ou que esteja sendo dividido em etapas. Clubes com recursos financeiros limitados podem cooperar com outros clubes do distrito em atividades de angariação de verbas.

Colaboração com o Rotary Club encarregado Uma vez que o clube tenha selecionado o projeto, você deverá contatar o clube anfitrião encarregado. As seguintes recomendações poderão contribuir ao estalecimento de uma parceria bem-sucedida: • Nomeie um sócio do clube para servir como contato principal, o qual deverá, se possível, ser proficiente no idioma usado no Rotary Club anfitrião e capaz de traduzir as respectivas correspondências. • Procure utilizar fax, e-mail e telefone em vez de cartas.

Como apoiar um projeto do ProjectLINK Rotarianos interessados em prestar assistência a um projeto podem selecionar uma das centenas de iniciativas cadastradas no ProjectLINK, o qual é atualizado mensalmente. A busca de projetos pode ser feita por palavras-chave, país, tipo, status ou recursos necessários, tais como doação de itens, apoio financeiro, parceiros para Subsídios Equivalentes ou voluntários. Os coordenadores locais podem ser contatados diretamente para obtenção de mais detalhes e fotos. Embora o ProjectLINK seja um excelente recurso, é importante ressalvar que o Rotary International não assume responsabilidade pelas iniciativas divulgadas ou qualquer projeto específico de clube. Os doadores devem sempre contatar o Rotary Club para se informar sobre as reais necessidades do projeto.

• Apresente claramente as suas expectativas. Comunicação é essencial. • Pesquise a cultura dos parceiros potenciais. • Requisite do clube anfitrião a documentação necessária. Se for fazer doação, é recomendável que solicite lista detalhada dos itens, recibos, relatórios e fotos de antes e depois do projeto. • Procure visitar o projeto, se possível. A viagem oferece a oportunidade de promover o companheirismo internacional e compartilhar conhecimentos.

Alyce Henson/Rotary Images

• Mantenha o governador de distrito e o presidente da comissão distrital de SCM informados sobre o status do projeto.

Envio de contribuições financeiras

Se decidir não apoiar o projeto, informe o clube anfitrião prontamente para que este possa buscar assistência de uma outra fonte.

Os clubes que desejarem contribuir financeiramente a um projeto podem remeter verbas diretamente ao clube anfitrião ou, no caso de projetos divulgados no ProjectLINK, encaminhá-las por intermédio da sede mundial do RI ou do escritório internacional que atende a sua região. Se for remeter os fundos diretamente, informe-se sobre o método preferido pelo beneficiário. Em alguns casos, a transferência eletrônica de fundos é mais

10

|

Rotary International

rápida e segura do que o envio de cheques. Lembrese de manter registro de todas as transações e de transmitir ao beneficiário informações sobre remessa de verbas. Se o clube optar por remeter a doação por intermédio do RI, use o documento Serviços à Comunidade Mundial — Formulário de Doação em www.rotary.org. Os cheques devem ser nominais ao Rotary International, conter o número do projeto especificado no ProjectLINK e ser remetidos ao endereço indicado no formulário.

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

11


Como utilizar os materiais doados

Se o clube estiver buscando ou doando itens, utilize o ProjectLINK para divulgar necessidades ou identificar projetos que possam se beneficiar. Para garantir que a doação seja bem-sucedida, consulte as seguintes folhas informativas em www.rotary.org: Beneficiários: Planejamento para obtenção de sucesso; Doadores: Planejamento para obtenção de sucesso; Dicas de planejamento; e Avaliação do Projeto. Considere as seguintes diretrizes: • Certifique-se de que todo equipamento doado é apropriado à situação. Um equipamento sofisticado de radiografia não será útil se ninguém puder se encarregar de sua instalação, uso e manutenção. • Evite enviar medicamento e outros itens que tenham data de validade ou precisem ser armazenados em determinada temperatura. Mesmo com bom planejamento, muitas vezes a mercadoria é retida no porto pela alfândega por vários meses, o que inutiliza o material. • Doador e beneficiário devem tomar juntos todas as providências necessárias. Vale ressaltar que é possível conseguir frete gratuito através de companhias de transporte, do exército, corporações ou outras organizações sem fins lucrativos. Pode-se, além disso, requisitar um Subsídio Equivalente para ajudar a cobrir as despesas de transporte. • Informe com antecedência os representantes governamentais sobre o projeto e os materiais que serão enviados. Não exagere o valor monetário da mercadoria nos documentos aduaneiros. Se não tiver certeza do valor da mercadoria, procure contatar o fabricante. Se o clube estiver doando itens usados, certifique-se de que o governo do país anfitrião permite a entrada de tais materiais.

Rotary International

12

|

Rotary International

Alyce Henson/Rotary Images

• Monitore a chegada de materiais. Os doadores devem providenciar aos recebedores dos materiais um inventário detalhado dos itens e do registro de remessa. Antes de enviar itens, procure informar-se se estes podem ser obtidos no país do projeto. É muitas vezes mais barato, e melhor para a economia local, comprar os bens na própria comunidade ao invés de enviá-los de um país a outro. Por exemplo, despachar uma cama de hospital nova ou usada dos Estados Unidos à América Latina pode custar US$150 enquanto que uma cama com as mesmas características pode ser adquirida localmente por US$100. Se ficar constatado, no entanto, que o envio dos itens é a melhor opção, prepare-se para monitorar a chegada dos suprimentos e solicite do doador uma cópia do inventário e do registro de remessa. Se necessitar de informações sobre organizações que trabalham com doações em espécie, consulte a publicação Donations-in-Kind Organizations List em www.rotary.org. Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

13


Assistência e recuperação em casos de catástrofe

Rotarianos no mundo inteiro têm envidado e apoiado esforços de assistência a vítimas de catástrofes naturais. Por intermédio de Rotary Clubs e distritos locais, eles efetuam doações monetárias, providenciam alimentos, roupas e medicamentos, e encaminham voluntários.

Rotary Club de Kalisizo

Uganda

O ProjectLINK ajuda os clubes a identificar e divulgar iniciativas de preparação, assistência e recuperação referentes a catástrofes. Para cadastrar um projeto

pertinente no banco de dados ProjectLINK, submeta ao RI o ProjectLINK — Formulário de Inscrição de Projeto em Busca de Assistência (784-PT). Esteja ciente de que clubes e distritos interessados em prover assistência emergencial são incentivados a colaborar com agências internacionais equipadas para distribuir verbas mais rápida e eficazmente.

SCM em ação! Assistência a órfãos da Aids em Uganda A pandemia de HIV/Aids destruiu vidas e afetou inúmeras famílias. Em Uganda, o Rotary Club de Kalisizo patrocina um projeto em favor de órfãos da Aids. O apoio financeiro oferecido por clubes da Itália e Estados Unidos possibilita que crianças recebam regularmente materiais escolares e outros itens.

Alyce Henson/Rotary Images

14

|

Rotary International

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

15


Recursos para projetos

Captação de recursos Seja solicitando ou oferecendo assistência, certifiquese de explorar todas as opções de financiamento existentes. Vale a pena averiguar a ajuda oferecida por outras organizações sem fins lucrativos e por programas governamentais de assistência. A Agência Canadense para o Desenvolvimento Internacional (CIDA), por exemplo, colabora com os rotarianos do Canadá no apoio a projetos de SCM. Considere ainda a realização de campanha local de arrecadação de verbas em benefício de um projeto. Para idéias e sugestões, consulte os projetos exemplares divulgados no ProjectLINK e contate o presidente da comissão distrital de SCM, o qual poderá oferecer orientação e assistência. Para mais informações sobre captação de recursos, consulte a publicação Comunidades em Ação/Guia sobre Oportunidades para Prestação de Serviços (605-PT).

Subsídios Humanitários Ao desenvolver um projeto de SCM, lembre-se de que ajuda financeira pode ser obtida por meio do programa de Subsídios Humanitários da Fundação Rotária. Para informações detalhadas sobre os subsídios da entidade, acesse www.rotary.org.

|

Rotary International

No caso de subsídios que requerem contribuições de clubes ou distritos, inclusive Subsídios Equivalentes, o doador poderá ser elegível para receber o título de Companheiro Paul Harris. Fundos para projeto de SCM que não envolva um subsídio da Fundação Rotária não qualificam o doador para a obtenção desse tipo de reconhecimento. Perguntas sobre os Subsídios Humanitários da Fundação Rotária podem ser encaminhadas a contact.center@rotary.org.

Antes de inscrever-se para a obtenção de um subsídio, verifique com os funcionários da Fundação Rotária se o projeto é elegível e se o clube está em dia com suas obrigações para com o RI. Uma vez que perceba que é elegível, siga os procedimentos para solicitação do subsídio. Se o pedido for aprovado, obedeça às instruções da Fundação referentes ao recebimento das verbas solicitadas.

Alyce Henson/Rotary Images

16

Embora muitos clubes recebam subsídios da Fundação Rotária, os projetos relacionados no ProjectLINK não foram pré-aprovados para obtenção de fundos. Os clubes interessados em solicitar verbas da Fundação devem seguir um processo separado de requisição de fundos e atender aos critérios de elegibilidade. O ProjectLINK, no entanto, pode servir como recurso para identificação de parceiros interessados em obter Subsídios Equivalentes. Os clubes que estiverem inscrevendo um projeto de SCM podem indicar no Formulário de Inscrição de Projeto em Busca de Assistência que gostariam de encontrar tais parceiros. Da mesma forma, clubes interessados em servir como parceiros na obtenção de Subsídios Equivalentes poderão assinalar tal disponibilidade no supracitado formulário.

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

17


Parceiros no servir Rotary Clubs não são os únicos que podem participar de projetos de Serviços à Comunidade Mundial. Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário, Rotaract Clubs e Interact Clubs, assim como outras organizações, também podem contribuir a tais iniciativas no mundo inteiro. Para facilitar o processo de estabelecimento de parcerias e desenvolvimento de projeto de clube, recomendamos que leia as informações a seguir e consulte o site www.rotary.org. Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário (NRDCs) Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário podem ser excelente fonte de apoio local a projetos de SCM. Cada núcleo é patrocinado por um Rotary Club que orienta e apóia suas atividades. Os membros dos núcleos não são rotarianos, mas acreditam no espírito de servir da nossa organização e têm vontade de auxiliar suas comunidades. Os NRDCs implementam pelo menos dois projetos por ano, um de Serviços à Comunidade e outro que promove o valor de toda ocupação digna. Como os membros dos núcleos servem suas próprias comunidades, eles se sentem responsáveis pelo êxito das iniciativas. A participação dos NRDCs assegura o envolvimento daqueles que convivem com os problemas locais e têm clara noção das prioridades e dos recursos disponíveis. Há muitas maneiras de incorporar um núcleo em atividades de SCM. Por exemplo, uma forma de ajudar é estabelecer um fundo de empréstimos para que residentes locais possam incrementar a produção agrícola ou iniciar pequenos negócios. À medida que esses empréstimos são quitados, novos são feitos a outras pessoas. A administração de um fundo dessa natureza requer algum tipo de estruturação e é aí que o NRDC pode ser útil. Depois da organização do núcleo, os sócios do Rotary Club encarregado podem ajudar seus integrantes oferecendo consultoria, orientação sobre marketing, treinamento em contabilidade, assim como outros elementos essenciais ao gerenciamento eficaz de programas de empréstimos. Para mais informações, consulte o Manual dos Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário (770-PT).

18

|

Rotary International

Publicações do RI

Rotaract e Interact Clubs Rotaract e Interact Clubs implementam seus próprios projetos de SCM, além de colaborar com iniciativas desse tipo realizadas por Rotary Clubs. Tal colaboração é de grande valia ao sucesso das atividades do programa. Rotaract e Interact Clubs também contribuem financeiramente e seus sócios ajudam como voluntários.

Os formulários e publicações inclusos no manual estão disponíveis para download no site www.rotary.org, e podem ser encomendados on-line (shop.rotary.org), via e-mail (shop.rotary@rotary.org) ou através do escritório internacional que serve a sua área. Como as informações apresentadas nestas e em outras publicações estão sujeitas a alterações, é recomendável que consulte o site do RI para informações atualizadas.

Organizações comunitárias não-rotárias Muitas organizações possuem metas semelhantes às do Rotary. Ao unir recursos com outras entidades, seu clube estará melhor equipado para implementar projetos mais abrangentes. Clubes interessados em estabelecer uma clínica médica, por exemplo, poderão formar parcerias com associações locais dedicadas à saúde. Clubes que pretendam engajar-se em esforços de combate à fome são incentivados a colaborar com organizações sem fins lucrativos como o Programa Mundial de Alimentação.

Comunidades em Ação/Guia sobre Oportunidades para Prestação de Serviços (605-PT) A publicação Comunidades em Ação contém instruções detalhadas sobre como desenvolver, executar e avaliar projetos de prestação de serviços. A publicação complementar Guia sobre Oportunidades para Prestação de Serviços oferece informações sobre as nove prioridades globais identificadas pelo conselho diretor do RI.

Voluntários do Rotary

Ferramentas para Identificar as Necessidades da Comunidade (apenas na web) Este material sugere aos clubes maneiras simples de identificar as necessidades da comunidade e de aprimorar seus projetos de prestação de serviços.

Os Voluntários do Rotary são rotarianos e nãorotarianos que expressaram interesse em servir em projetos internacionais. Com especialização em diversas áreas, inclusive administração, desenvolvimento comunitário, educação, produção de alimentos, recursos hídricos, saneamento e saúde, eles possuem inúmeras habilidades úteis. Em geral, os voluntários que servem no exterior ajudam a divulgar os projetos e angariar apoio quando retornam ao seu país de origem.

Disaster Relief and Recovery Organizations List (apenas na web) Lista abrangente de organizações e programas de clube e distrito, elaborada para ajudar na identificação de grupos dedicados à assistência e recuperação em casos de catástrofe.

Clubes em busca de voluntários com talentos específicos podem consultar o Rotary Volunteers Database (banco de dados de Voluntários do Rotary) em www.rotary.org. Os voluntários relacionados na lista têm interesse em servir em projetos internacionais. Eles registraram suas habilidades e disponibilidade junto ao Rotary International e foram endossados pelos Rotary Clubs e distritos locais.

Folhas informativas sobre Doações em Espécie (apenas na web) Oferecem diretrizes aos clubes interessados em suprir ou receber itens.

Se você ou algum companheiro de clube estiver disposto a prestar serviços a projetos de SCM no exterior, submeta o Voluntários do Rotary — Formulário de Inscrição (284-PT). Leia o Manual dos Voluntários do Rotary (263-PT) e não esqueça de consultar o banco de dados ProjectLINK para identificar projetos de SCM que necessitam de voluntários.

Donations-in-kind Organizations List (apenas na web) Lista de organizações úteis àqueles envolvidos em projetos de SCM que incluem doações em espécie. Folheto de Projetos de Serviços Internacionais (616-PT) Lista de recursos do RI e da Fundação Rotária para clubes interessados em iniciar um projeto de Serviços Internacionais. Manual dos Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário (770-PT) Fornece orientação sobre estabelecimento e administração de Núcleos Rotary, e implementação de projetos. Folheto dos Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário (779-PT) Oferece visão geral do programa, inclusive estudos de caso e instruções para organização de núcleos. Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário: Transformando Vidas. Construindo o Futuro. (780-PT) Para ser distribuído localmente por Rotary Clubs com o intuito de gerar interesse pelos serviços comunitários e aumentar o número de participantes do programa Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário. Manual dos Voluntários do Rotary (263-PT) Apresenta informações e diretrizes para voluntários locais e internacionais, coordenadores de projetos e presidentes de comissões. Voluntários do Rotary — Formulário de Inscrição (284-PT) Para indivíduos interessados em servir no exterior. ProjectLINK — Formulário de Inscrição de Projeto em Busca de Assistência (784-PT) Para clubes que queiram cadastrar no ProjectLINK um projeto que necessita de apoio.

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

19


Divulgação de projetos

Materiais promocionais Crie um folheto simples ou cartão postal para distribuir em reuniões, conferências e convenções. Produza uma apresentação em PowerPoint, conjunto de slides ou vídeo de curta duração sobre o projeto e seus beneficiários. Tenha fotos sempre disponíveis para oferecer a doadores potenciais.

Rotary Club de Sylhet Midtown

bangladesh

A promoção do projeto é essencial à obtenção de apoio. Seguem sugestões de recursos que podem ser úteis.

Feiras internacionais de projetos Tais feiras oferecem a rotarianos a oportunidade de promover seus projetos e estabelecer contatos pessoalmente. Elas são realizadas independentemente e em conjunção com outros encontros rotários, como conferências distritais, eventos regionais e convenção do RI. Se o seu clube ou distrito estiver patrocinando uma feira, informe os funcionários encarregados dos programas do RI, para que estes providenciem a divulgação no site do RI.

Internet Desenvolva um site, blog ou sala de bate-papo para o projeto. Considere também a divulgação no YouTube anexando um link ao site do clube para os interessados em obter mais informações.

Publicações rotárias Divulgue seu projeto a rotarianos do mundo inteiro compartilhando fotografias e relatos detalhados com os funcionários encarregados dos programas do RI, para possível veiculação no site da organização, na The Rotarian, no Rotary World ou em outras de nossas publicações.

Apresentações em eventos Ofereça-se para dar palestra sobre o projeto em reuniões de Rotary Club, conferências distritais e outros eventos durante as suas viagens. Poderá também promovê-lo na convenção do RI, assembléia internacional, institutos Rotary e encontros das comissões interpaíses.

Inclua dados de uma pessoa de contato que possa fornecer detalhes sobre o projeto, recortes de matéria publicada em jornal e resumo com os nomes dos participantes, quando e onde o projeto foi realizado, como foi implementado, o motivo que levou à sua realização e os benefícios gerados. Ao remeter fotos, lembre-se de incluir o Formulário de Envio de Fotografias. As seguintes dicas aumentarão as chances de sua foto ser publicada pelo RI:

SCM em ação! Rotary Clubs patrocinam projeto de saneamento em Bangladesh

• Evite fotografias em que os participantes estão fazendo pose. Dê preferência àquelas que mostram os rotarianos em ação.

O Rotary Club de Sylhet Midtown, em Bangladesh, desenvolveu um projeto para aperfeiçoar as condições sanitárias de sua comunidade. A contaminação da água usada pelos moradores resultava em inúmeros casos de cólera e disenteria. Rotary Clubs da Austrália e dos Estados Unidos, que tomaram conhecimento do projeto através do ProjectLINK, ajudaram a patrocinar a instalação de 25 poços e 75 latrinas.

• Forneça fotos com detalhes claros e bem definidos. • Assegure-se de que as pessoas, objetos e lugares que aparecem nas fotos são facilmente identificáveis.

20

|

Rotary International

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

21


• Certifique-se de que o fundo da foto não interfere com o primeiro plano. • Ao submeter fotos digitais, siga estas especificações: – A resolução dever ser de no mínimo 300 dpi (a mais alta na maioria das máquinas fotográficas).

Administração do programa

Projetos exemplares do ProjectLINK Considere cadastrar no ProjectLINK os projetos bemsucedidos para que possam servir de modelo a outros. Para tanto, encaminhe o ProjectLINK — Formulário de Inclusão de Dados de Projeto Exemplar, disponível no site www.rotary.org, à sede mundial do RI ou ao escritório internacional que serve a sua área. Não há limite de quantidade de registros de projetos desta categoria.

– Pelo menos 10cm x 12cm, com uma resolução de 300dpi, o arquivo terá 2MB.

O programa de SCM é um dos componentes dos Serviços Internacionais e parte essencial de um clube bem estruturado. É recomendável que clubes e distritos estabeleçam comissões de SCM visando promover conscientização, comunicação eficaz e responsabilidade por todos os tipos de serviços internacionais. Quando apropriado, presidentes de clube e governadores de distrito devem nomear os presidentes das comissões de SCM como membros ex officio das comissões de serviços à comunidade.

– Formato TIFF ou JPG. O RI não aceitará fotos inseridas em arquivos de Word, PowerPoint, PDF ou e-mails.

As seguintes diretrizes serão úteis aos presidentes de comissão de SCM.

Diretrizes para presidentes de comissão de SCM O presidente da comissão distrital de Serviços à Comunidade Mundial deve: • Promover a participação no programa de SCM por meio de contatos regulares com cada clube do distrito e durante reuniões distritais e interclubes. • Encaminhar aos presidentes dos clubes todos os comunicados enviados pelo RI sobre o programa SCM. • Fornecer informações que favoreçam o sucesso dos projetos de clube. • Incentivar os clubes do distrito a estabelecer relacionamento com pelo menos um Rotary Club do exterior com o propósito de implementar projetos de SCM. • Colocar em contato clubes que estejam trabalhando em projetos similares ou que precisem de apoio adicional.

|

Rotary International

• Solicitar aos clubes do distrito que localizem recursos comunitários que possam ser úteis aos projetos de SCM. • Ajudar os clubes a cadastrar seus projetos no ProjectLINK. • Compartilhar com os clubes informações sobre organizações locais não-rotarianas dispostas a colaborar com os projetos. • Pedir aos clubes que enviem relatos de projetos de SCM bem-sucedidos para veiculálos no site do distrito, na carta mensal do governador ou em publicações do RI. • Administrar projetos distritais de SCM. • Manter registros de atividades de SCM no distrito e relatá-las periodicamente ao governador e à Secretaria do RI.

• Pedir aos clubes do distrito que identifiquem necessidades locais que possam ser sanadas por meio de projetos de SCM.

Alyce Henson/Rotary Images

22

Alyce Henson/Rotary Images

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

23


O presidente da comissão de Serviços à Comunidade Mundial do clube deve: • Promover o valor de prestação de Serviços Internacionais, tratando de projetos de SCM em reuniões semanais, convidando o coordenador de um projeto do clube em andamento ou em fase de planejamento, ou fornecendo informações sobre projeto do exterior com o qual o clube possa colaborar. • Identificar oportunidades para prestação de serviços, colaborando com as comissões de clube de Serviços à Comunidade e de Serviços Internacionais, e com organizações locais.

Gerenciamento de fundos

• Convidar cônjuges e parentes de sócios, rotaractianos, interactianos, membros de Núcleos Rotary de Desenvolvimento Comunitário e ex-bolsistas da Fundação Rotária para participar dos projetos.

O gerenciamento responsável de fundos requer que as verbas sejam usadas eficazmente e para o propósito ao qual foram solicitadas. Toda transação financeira e atividade do projeto deve ser realizada obedecendo aos preceitos da Declaração para Executivos e Profissionais Rotarianos e da Prova Quádrupla.

• Manter o distrito informado sobre as atividades de SCM, inclusive a necessidade de voluntários.

Clubes e distritos devem arquivar registros acurados das atividades do projeto, enquanto que os encarregados dele são responsáveis, sempre que solicitados, por fornecer aos doadores e ao Rotary International relatórios financeiros detalhados.

• Informar o RI sobre projetos bem-sucedidos. • Familiarizar-se com informações sobre SCM divulgadas no site do RI, e ajudar os clubes a cadastrar e localizar projetos no ProjectLINK.

O não-cumprimento das diretrizes do programa de Subsídios Humanitários da Fundação Rotária afetará a eligibilidade do clube ou distrito para cadastrar projetos no ProjectLINK.

• Divulgar aos sócios as oportunidades de prestação de serviços.

Nome e emblema do Rotary As seguintes diretrizes quanto ao uso do nome Rotary e do emblema da entidade fazem parte das normas do RI e devem ser cumpridas na escolha do nome do projeto ou programa de clube ou distrito, bem como no desenvolvimento de materiais para atividades de Serviços à Comunidade Mundial ou outros fins. Para mais informações sobre design de publicações, websites, logotipos e outros itens pertinentes de clubes e distritos, consulte o Guia de Identidade Visual do RI (547-PT). Nome “Rotary” • O conselho diretor determinou que o uso do nome “Rotary” isoladamente (ou seja,

Emblema dos Serviços à Comunidade Mundial

Para obter o emblema dos Serviços à Comunidade Mundial, faça download no site www.rotary.org ou encomende o material Logotipos do Rotary em CD (234-MU).

sem especificar Rotary Club ou distrito, por exemplo) refere-se única e exclusivamente à associação Rotary International. • Rotary Clubs e distritos devem assegurar, com sinais claros de identificação no local do projeto e em materiais promocionais, que seu envolvimento seja facilmente reconhecido por todos. Por exemplo, use “Programa de Arborização do Distrito 0000 do Rotary” e não “Programa de Arborização do Rotary”. • Qualquer nome de projeto que não esteja em conformidade com as diretrizes do RI deverá ser submetido à aprovação do conselho diretor. Emblema rotário • O emblema do Rotary, assim como a palavra “Rotary”, representa a associação Rotary International. • Sempre que o emblema rotário for usado em projeto, programa ou atividade que não esteja sob o controle exclusivo do RI, o(s) nome(s) do(s) clube(s) ou distrito(s) participante(s) deve(m) aparecer ao lado do emblema e possuir aproximadamente o mesmo tamanho deste. O regimento interno do RI deixa claro que não se pode usar o emblema rotário junto com o emblema ou logotipo de outra organização. Dúvidas e comentários podem ser encaminhados à seção de Suporte a Clubes e Distritos, Rotary International, One Rotary Center, 1560 Sherman Avenue, Evanston, IL 60201-3698 EUA; +1-847-866-3000 (telefone); +1-847-866-3072 (fax).

Prevenção de abuso e assédio Se o projeto do clube envolve jovens, leia o Prevenção de Abuso e Assédio — Manual de Treinamento e Guia para Líderes (775-PT), elaborado para ajudar rotarianos a prover um ambiente seguro aos participantes de programas pró-juventude do Rotary. Clubes e distritos também podem usar o manual ao desenvolver projetos que incluam a participação de jovens ou atividades com idosos e deficientes.

Distrito 2030/Maria House

24

|

Rotary International

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

25


Perguntas mais freqüentes

Como posso saber se o projeto que o meu clube deseja apoiar recebeu fundos? As informações veiculadas no ProjectLINK são fornecidas pelos doadores e encarregados dos projetos. A melhor maneira de obter dados sobre um projeto é por intermédio da pessoa de contato, cujas informações encontram-se no próprio ProjectLINK. O que devo fazer se um clube não responder às minhas perguntas? Estilos de comunicação, assim como protocolos relacionados à pontualidade, variam de uma cultura para outra. Aguarde de quatro a seis semanas para obter a resposta. Caso não receba notícias do clube, contate os funcionários encarregados dos programas do RI via e-mail (international.service@rotary.org).

Se um projeto não estiver cadastrado no ProjectLINK, ainda assim é considerado um projeto de SCM? Certamente. Diversos projetos excelentes de SCM, que não estão cadastrados no ProjectLINK, advêm de parcerias entre clubes estabelecidas por meio de contato direto entre rotarianos.

Posso receber o título de Companheiro Paul Harris por contribuição a um projeto de SCM? Somente as doações feitas à Fundação Rotária dão direito ao recebimento do título de Companheiro Paul Harris. Contribuições encaminhadas diretamente a projetos divulgados no ProjectLINK não dão direito ao título. Vale ressaltar, no entanto, que se o clube obtiver um subsídio através da Fundação Rotária, as doações que você fizer poderão torná-lo elegível ao título.

Passados dois anos, nosso projeto ainda está sendo implementado. Ele poderá continuar a ser veiculado no ProjectLINK? Sim. Os encarregados de projeto que não tenha sido concluído em dois anos devem recadastrar a iniciativa submetendo ao RI o documento ProjectLINK — Formulário de Inscrição de Projeto em Busca de Assistência (784-PT).

26

|

Rotary International

Quem devo contatar para obter assistência ao projeto do meu clube?

É melhor apoiar um projeto doando materiais ou contribuindo financeiramente?

Primeiramente, contate o presidente da comissão de SCM de clube ou distrito, pois ele está apto a fornecer informações sobre um Rotary Club ou alguma organização local apta a prestar assistência. Poderá também contatar os funcionários da seção de programas do RI via e-mail (international.service @rotary.org).

É importante comunicar-se com o clube encarregado. Em muitos casos, comprar os itens no país do projeto é mais vantajoso, pois poderá economizar verbas e contribuir à economia local. Há situações nas quais o equipamento necessário não está disponível localmente. Informe-se cuidadosamente sobre cada projeto para determinar a opção mais adequada.

O cadastramento de um projeto no ProjectLINK garante o recebimento de verbas da Fundação Rotária?

Que tipo de relatório devo esperar de um clube anfitrião no que se refere a contribuições feitas pelo meu clube?

O cadastramento no ProjectLINK não assegura necessariamente a obtenção de fundos, mas, em geral, as iniciativas que constam deste banco de dados recebem verbas da Fundação Rotária.

O clube anfitrião deverá submeter periodicamente relatórios de andamento do projeto que incluam detalhes sobre como as verbas foram utilizadas.

O meu clube pode solicitar um Subsídio Equivalente da Fundação Rotária?

O presidente do meu clube me pediu que servisse como pessoa de contato para um projeto de SCM. Quais serão as minhas responsabilidades?

Consulte as informações sobre Subsídios Equivalentes divulgadas no site www.rotary.org para verificar se o projeto do seu clube atende aos requisitos do programa. Se achar que este tipo de subsídio é apropriado, baixe o formulário para pedido de Subsídio Equivalente. Perguntas sobre os Subsídios Humanitários da Fundação Rotária podem ser encaminhadas via e-mail a contact.center@rotary.org.

Você servirá de elo entre os que estão atuando no projeto e os doadores potenciais. Esteja preparado para responder perguntas sobre o projeto e definir como os doadores podem ajudar. Deverá também guardar registros financeiros para informar os doadores quantas contribuições o clube recebeu, assim como os itens necessários à conclusão do projeto.

Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação

|

27


Secretaria do RI e escritórios internacionais

Sede Mundial Rotary International One Rotary Center 1560 Sherman Avenue Evanston, IL 60201-3698 EUA Tel.: +1-847-866-3000 Fax: +1-847-866-6116 E-mail: international.service@rotary.org www.rotary.org Escritório do Brasil Rotary International Rua Tagipuru 209 01156-000 São Paulo, SP Brasil Tel.: +55-11-3826-2966 Fax: +55-11-3667-6575 www.rotary.org.br Escritório da Europa e África Rotary International Witikonerstrasse 15 CH-8032 Zurich Suíça Tel.: +41-44-387-71-11 Fax: +41-44-422-50-41 O Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação (742-PT) foi elaborado para Rotary Clubs que necessitam de assistência para seus projetos ou desejam oferecer ajuda a iniciativas internacionais. As informações aqui contidas ajudarão os rotarianos a:

• Reconhecer a importância dos Serviços à Comunidade Mundial (SCM).

• Compreender os componentes de um projeto eficaz.

• Ampliar seus conhecimentos sobre implementação de projetos.

• Familiarizar-se com o banco de dados ProjectLINK.

• Identificar recursos úteis ao planejamento e implementação de projetos.

• C  ompreender a importância do gerenciamento responsável dos fundos e de uma administração eficaz.

Embora este manual se concentre nos Rotary Clubs, as informações aqui fornecidas se aplicam também aos distritos. Perguntas relacionadas ao programa de Serviços à Comunidade Mundial podem ser encaminhadas a international.service@rotary.org.

Escritório do Japão Rotary International NS3 Bldg. 1F 2-51-3 Akabane, Kita-ku Tokyo 115-0045 Japão Tel.: +81-3-3903-3161 Fax: +81-3-3903-3781 Escritório da Coréia Rotary International Room 705, Miwon Bldg. 43 Yoido-dong, Yongdungpo-gu Seoul 150-733 Coréia Tel.: +82-2-783-3077, -3078, ou -3080 Fax: +82-2-783-3079

Escritório do Sul da Ásia Rotary International Thapar House 2nd Floor, Central Wing 124 Janpath New Delhi 110 001 Índia Tel.: +91-11-4225-0101 a -0105 Fax: +91-11-4225-0191 ou -0192 www.risouthasia.org Escritório do Pacífico Sul e Filipinas Rotary International McNamara Centre, Level 2 100 George St. Parramatta, NSW 2150 Austrália Tel.: +61-2-9635-3537 Fax: +61-2-9689-3169 Escritório da Região Meridional da América do Sul Rotary International Florida 1, Piso 2 1005 Buenos Aires, CF Argentina Tel.: +54-11-5032-0096 ou -0098 Fax: +54-11-5032-0099 Escritório da Grã-Bretanha e Irlanda Kinwarton Road Alcester Warwickshire B49 6PB Inglaterra Tel.: +44-1789-76-54-11 Fax: +44-1789-76-55-70 E-mail: secretary@ribi.org


TURQUIA ÁFRICA DO SUL

GUATELAMA — O Guatemala Literacy Project, apoiado por Rotary Clubs norte-americanos e guatemaltecos, fornece livros didáticos, computadores e material escolar a crianças carentes. (Guatemala Literacy Project/Glenn Chamberlain) BRASIL — Crianças da Escola Sônia Braga aprendem a ler através de método de ensino introduzido no Brasil por Subsídio 3-H da Fundação Rotária. (Alyce Henson/Rotary Images) NÍGER — Uma menina brinca perto de centro de distribuição de alimentos em Niamey. Rotary Clubs uniram-se ao Unicef para combater a fome na região. (Alyce Henson/Rotary Images) QUÊNIA — A instituição Maria House, apoiada pelo Distrito 2030 (Itália), abriga mais de 100 crianças órfãs e abandonadas em Ndaragwa. (Distrito 2030/Maria House)

ÍNDIA — Uma família montou um pequeno negócio com ajuda de microcrédito obtido de projeto de Rotary Club local. (Alyce Henson/Rotary Images)

ÁFRICA DO SUL — Através do projeto Soul of Africa, apoiado por Rotary Clubs do Canadá e da África do Sul, mulheres produzem sapatos que serão vendidos para angariar fundos para escolas que atendem a órfãos da Aids. (Alyce Henson/Rotary Images)

CAMBOJA — Uma vítima de mina terrestre é tratada em centro de reabilitação nos arredores de Phnom Penh fundado em parte com o apoio de subsídios da Fundação Rotária. (Rotary International)

TURQUIA — Crianças da localidade de Camili aprendem sobre a importância da higiene e do saneamento através de projeto patrocinado por Rotary Club local. (Fatma Cetin/Rotary

PAPUA NOVA GUINÉ — A ShelterBox, fundada por um rotariano, fornece itens de primeira necessidade a vítimas de enchente. (ShelterBox Media)

Club de Adana-Guney)

Serviços à Comunidade Mundial Guia de Ação

Rotary International One Rotary Center 1560 Sherman Avenue Evanston, IL 60201-3698 EUA www.rotary.org •

742-PT—(908)

PAPUA NOVA GUINÉ

QUÊNIA

BRASIL

CAMBOJA

NÍGER

ÍNDIA

ESTADOS UNIDOS GUATELAMA

ESTADOS UNIDOS — Rotarianos do estado do Missouri usam unidade móvel para distribuir alimentos. (Alyce Henson/ Rotary Images)

SERVIÇOS À COMUNIDADE MUNDIAL  

O Serviços à Comunidade Mundial: Guia de Ação (742-PT) foi elaborado para Rotary Clubs quenecessitam de assistência para seus projetos ou de...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you