Issuu on Google+

Carta Mensal Do Governador Distrito 1970 | Portugal | Nº12 | Maio 2012

Governadoria António Goes Madeira TM. 964877788 Email a.g.madeira@hotmail.com

Maria José Santos RC Viseu TM.963334974 Email mjsantos@hstviseu.minsaude.pt

José Manuel Oliveira RC Viseu TM. 966916991 Email helena.oliveira16@gmail.com

Secretaria Santos Bento RC Senhora da Hora TM. 917817698 Email santos.bento@sapo.pt

Carta Mensal Felisberto Figueiredo RC Tondela TM. 964441383 Email felisbertofigueiredo@sapo.pt

Design Gráfico Ricardo Madeira RTC Lisboa Olivais Email h.wilt@hotmail.com

Um Mês de Grandes

Emoções Rotárias Presidente de RI | Kalyan Banerjee

Governador | António Goes Madeira Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 1


Mensagem do Presidente de Rotary Internacional

Kalyan Banerjee Presidente RI 2011 - 2012

Q

ueridos

irmãos e irmãs em Rotary, Quando falamos em crescimento do quadro social, reconhecemos que receber um novo sócio num Rotary Club é apenas o início da nossa tarefa. Para transformar um novo sócio num rotário dedicado é necessário muito mais, e o primeiro passo é ajudar esse sócio a envolver-se na vida do clube. Todo o rotário deve saber o quanto é necessário e tem que desempenhar uma função dentro do clube. Afinal, por que estamos em Rotary? Estamos aqui para fazer a diferença. Desfrutar do nosso serviço rotário é bom, 2 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012

mas isso não é o suficiente se quisermos fazer disto uma prioridade. Ser consciente de que estamos a ter impacto, que estamos a melhorar a vida das pessoas é o factor que nos impulsiona a trabalhar duro, apesar dos nossos outros compromissos. E é por isso que cada um de nós, não importa à quanto tempo estamos em Rotary, devemos sempre esforçar-nos para crescer enquanto rotários – para encontrarmos novas maneiras de ajudar os outros, e fazer toda a mudança positiva que pudermos. E isso é que faz o serviço de Rotary valer a pena. Quer sejamos sócios novos ou não, cada um de nós pode encontrar formas de se envolver no serviço rotário, no âmbito de clube, distrito ou internacional. Os Grupos Rotários em Acção são uma excelente oportunidade para colocar as suas competências ou interesses específi-


cos em prática, de uma maneira que congrega rotários de todas as partes do mundo num objectivo comum. Não importa se a sua paixão é água e saneamento, microcrédito ou prevenção da cegueira – se você quer ser voluntário com suas habilidades odontológicas ou ajudar a organizar as unidades de sangue – as chances são de que haja um Grupo Rotários em Acção para si. Se não, funde o seu próprio grupo. Aprenda mais sobre os Grupos Rotários em Ação em www.rotary.org/ actiongroups.

decisão de cada um, que deve seguir sua própria ambição e visão. Abra os seus olhos para os desafios do mundo e use a sua força através de Rotary para encontrar maneiras de superar os desafios. Cada um de nós tem potencial, que pode ser atingido quando Conhecemos a Si Mesmos para Envolver a Humanidade.

Kalyan Banerjee

Rotary é, e sempre tem sido, uma organização baseada nos seus clubes. O objectivo de Rotary International não é direccionar os clubes, mas conectá-los, informá-los e apoiá-los. Onde e como cada clube e rotário escolhe servir, é Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 3


Mensagem do Governador

António Goes Madeira Governador 2011 - 2012

Caríssimas Companheiras Caríssimos Companheiros Pensamos ser relevante referir dois dos mais significativos encontros festivos de Rotary e que ocorreram no decurso do mês de Maio: a Convenção de Rotary International em Bangkok e a XXIX Conferência do Distrito 1970. Em Bangkok, mais de 35.000 rotários de todo o mundo contribuíram para a mais importante jornada de companheirismo do ano rotário e tiveram a oportunidade de presenciarem as comunicações de líderes rotários e de outras destacadas individualidades não rotárias sobre assuntos relevantes de Rotary e do mundo. Kalyan Banerjee viu aí consagrado o seu mandato presidencial que se destacou pela grande envolvência pessoal e dedicação, aliadas a uma notável capacidade de chegar às pessoas, motivando-nos a meditar sobre os graves problemas que afligem o mundo e apelando para que, como rotários, saibamos enfrentá-los e contribuir para a sua resolução. Uma delegação de 14 Companhei4 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012

ros do nosso Distrito contribuiu, conjuntamente com companheiros da HOC, para a promoção da Convenção de Rotary International a realizar em Lisboa em Junho de 2013. A XXIX Conferência do Distrito 1970, realizou-se em Viseu em 18 e 19 de Maio organizada conjuntamente pelos RC de Viseu, Mangualde e Tondela. Sobre ela permito-me a seguir transcrever a Mensagem que dirigi aos participantes na Revista da Conferência. Aí procurei dar a minha visão sobre tão importante evento: "Reflectir Rotary para Dignificar a Humanidade" É o tema que vos propomos para a XXIX Conferência do Distrito 1970 e que é inspirado no lema que o Presidente Kalyan Banerjee nos propõe para este ano rotário: "Conheça-se a Si Mesmo para Envolver a Humanidade". Acreditamos que, para melhor SERVIR é necessário ir ao encontro das raízes de Rotary e questionarmos o nosso posicionamento. Essa reflexão levar-nos-á certamente a concluir de que, entre outros aspectos, a coesão e a solidariedade internas são imprescindíveis, sendo através do


Companheirismo que estas se aprimoram. A Conferência, pela data em que se realiza, é o culminar deste ano rotário, um ponto de encontro privilegiado para os Companheiros trocarem experiências, analisarem e divulgarem projectos empreendidos, para cimentar os laços de amizade e de saudável relacionamento. Estamos cientes que os desafios que hoje se nos colocam exigem a mesma determinação, a mesma vontade, a mesma dinâmica que os que nos antecederam sempre souberam assumir. A nossa tarefa dirige-se aos que hoje carecem de apoio, mas visa o futuro, um futuro de solidariedade e de esperança. Vinculemos esta Conferência ao reforço das nossas convicções rotárias para que possamos doar-nos com mais determinação e envolvimento às causas em que acreditamos e que porfiadamente procuramos atingir. Propusemos a organização aos Rotary Club de Viseu, Mangualde e Tondela, Clubes com grande proximidade geográfica e ligados pelos laços do apadrinhamento. Aceitaram esta tarefa sem hesitação e têm-se empenhado fortemente para que o êxito seja alcançado. Aqui fica uma palavra de gratidão. Como Representante do Presidente de Rotary International temos o Director

de R.I. 2011-2013, Companheiro José António Antiório e a Ana lúcia, a Senhora sua mulher. Muito nos honra a sua participação que nos privilegiará com a abordagem, em cima da hora, dos andamentos actualizados do mundo rotário. O meu regozijo pela distinção. Ao Chairman Diamantino Gomes e a todos os membros da Comissão Executiva, que não se têm poupado a esforços, e se empenham de uma forma inexcedível, o meu reconhecimento. Um acontecimento marca também esta Conferência e com o qual muito nos regozijamos: a realização de uma Assembleia Plenária da CIP Portugal / França com a participação de mais de 30 Companheiros franceses em representação de 5 Clubes com geminação com Clubes portugueses. É a vertente internacional de Rotary bem evidenciada. Saibamos então fruir estes dois dias de vivência rotária com alegria, boa disposição e espírito aberto, festejando de forma calorosa este encontro de pessoas de boa-vontade que se identificam com esse valor fundador do nosso Movimento - o Companheirismo. Contribuamos com a nossa reflexão para nos tornarmos melhores pessoas, melhores rotários, certos de que queremos " Dar de Nós antes de Pensar em Nós" e cientes de que " Mais se Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 5


6 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 7


Força Colectiva e Altruísmo Contra desafios globais

Na plenária de encerramento do Simpósio Rotary sobre Paz, a Nobel da Paz Leymah Gbowee recomendou aos Bolsistas Rotary pela Paz, ex-participantes de programas da Fundação e rotários que usem sua força e altruísmo colectivamente para vencer os desafios do mundo de hoje. Gbowee falou do sofrimento que passou por causa da guerra até se tornar defensora da paz. “Estou aqui para levar inspiração a quem deixou de acreditar, incentivo onde há desesperança e energia onde reina a complacência”, disse ela. Em 2003, Gbowee mobilizou mulheres de diferentes etnias e crenças para por um fim à longa e sangrenta guerra de seu país, a Libéria. Fundadora do Women for Peace, ela conclamou as mulheres num mercado de peixe a cantar e a fazer preces em sinal de protesto, e fez um apelo às esposas dos líderes das facções envolvidas no conflito a se negarem a dormir com os seus maridos até que eles terminassem o confronto. A campanha culminou com a

eleição de Ellen Johnson Sirleaf para a presidência da Libéria, a primeira mulher eleita pelo voto popular como chefe de estado na África.

Serviço como prioridade Gbowee descreveu algumas das suas visitas no continente, onde a violência contra as mulheres é comum. “Eu esperava encontrar amargura e ódio, mas em vez disso o que encontrei foi força. Em lugar da tristeza aquelas mulheres abraçaram a coragem para reconstruir suas vidas. Para elas, servir ao próximo é uma prioridade.” Para Gbowee, o mundo ainda parece não saber qual o significado da palavra servir. "Cabe aos rotários e bolsistas pela paz propagar o sentido desta palavra no mundo. Os desafios não podem ser superados por ideais individuais, mas, sim, por grupos que entendem que força e altruísmo são a melhor forma de se alcançar a vitória.”

Trabalho em nome da paz Gbowee foi aplaudida de pé.

8 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012

Yolanda Cowan, Bolsista Rotary pela Paz em 2003-05 na Sciences Po de Paris, trabalha para a Unicef na Libéria. Ela atesta o impacto que Gbowee causou nas mulheres do país. “Ela é maravilhosa e uma figura mítica para os liberianos. A sua mensagem hoje foi sobre a coragem necessária para defender aquilo em que acredita. Ela realmente capacitou muitas mulheres neste sentido.” O chair eleito do Conselho de Curadores da Fundação Rotária, Wilfrid J. Wilkinson, agradeceu aos bolsistas por seu trabalho e elogiou o programa dos Centros Rotary pela Paz, que completa 10 anos. “Nós aumentámos significativamente os nossos recursos própaz”, disse Wilkinson. “O fornecimento de água, comida e educação a todas as crianças pode destruir a causa das guerras na sua raiz. Com todas estas forças positivas criadas por nós, como não acreditar que a paz é possível?"


Inauguração da Casa da Amizade em Banguecoque

Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 9


Realeza tailandesa abre a Convenção de 2012 em Banguecoque

A presença da nobreza e o entretenimento digno de um rei marcaram a abertura da Convenção do RI no passado dia 6 de Maio em Banguecoque, na Tailândia, onde rotários estiveram congregados para celebrar as conquistas de seu trabalho e amizade. Sua Alteza Real, a princesa Chulabhorn, representou Sua Majestade na cerimónia de abertura, agradecendo aos rotários pelo seu excelente trabalho. “É impressionante a vossa união no trabalho em prol do próximo, trabalho este que é altruísta, benevolente e dedicado, uma perfeita interpretação da máxima rotária de Dar de Si Antes de Pensar em Si”, disse a princesa Chulabhorn. “Estou certa que o vosso comprometimento inabalável, movido pelas intenções mais sinceras, trará os resultados que tanto precisamos.” Logo após, a estrela da música pop tailandesa, Tata Young, cantou o hino nacional da Tailândia no palco ornado com as bandeiras dos 200 países e regiões geográficas servidos por Rotary Clubs. No seu discurso o presidente do RI, Kalyan Baner10 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012

jee, disse que Rotary está hoje mais forte comparado a quando ele iniciou a sua presidência. “Eu estava determinado a fazer com que Rotary estivesse mais forte no fim da minha presidência, e acredito que isto aconteceu. Mas se há uma coisa que eu aprendi neste ano incrível que vivi é que as mudanças que presenciei, as vidas que foram transformadas, tudo isso não se deve a mim. Essas transformações só foram possíveis por causa de todos vós.” Banerjee elogiou os projectos que ele e a sua esposa Binota conheceram nas viagens que fizeram pelo mundo rotário, dizendo que ficaram cheios de orgulho e alegria ao verem a diferença feita pelo trabalho dos clubes. O presidente visitou projectos desde Nova Iorque ao mais novo país rotário, o Sudão do Sul, onde rotários de diferentes países estão a trabalhar com o governo na construção de um hospital de porte. Ele destacou a parceria entre RI e ShelterBox, uma organização de base de assistência em casos de catástrofe que conta com o apoio dos Rotary Clubs.


“Nós orgulhamo-nos de sermos os primeiros a chegar e os últimos a sair da área assolada por desastre. Por meio desta parceira com a ShelterBox, nós poderemos fazer muito mais. Espero que este seja somente mais um dos muitos parceiros que ainda teremos, conforme nos posicionamos a servir em mais lugares.”

Jovens e médias sociais Vitais ao futuro do Rotary Banerjee disse que a melhor maneira de projectar a imagem pública de Rotary e garantir o seu futuro é trazer mais jovens aos Rotary Clubs. “Temos que encarar essa dificuldade de atrair jovens e superá-la. Os jovens têm que saber o que Rotary é, e o porquê deles não poderem perder a oportunidade de se tornarem rotários.” “Os clubes estão a usar com sucesso as médias sociais, como o Facebook e o Twitter, para atrair associados em potencial, especialmente jovens, que são essenciais ao futuro de nossa organização.” A sessão de abertura teve uma apresentação de dança típica tailandesa feita pela companhia Creative Destination Management e a orquestra sinfónica de Bangcoc. Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 11


Oradores pedem aos rotários Para atacar a pobreza global

Pobreza e fome foram os assuntos da segunda sessão plenária da Convenção de 2012, com uma gama de oradores de primeira linha incentivando os rotários a usarem os seus talentos para solucionar estes problemas globais. O Nobel da Paz e pioneiro em microcrédito, Muhammad Yunus, elogiou os rotários pelo seu trabalho na distribuição de pequenos empréstimos a pessoas carentes. O fundador do Grameen Bank também incentivou os participantes da Convenção a formar iniciativas para trabalhar com os pequenos negócios dos tomadores de empréstimos, visando não somente a renda, mas também procurando reverter o lucro em prol das comunidades em que estes negócios estão inseridos. Yunus falou de uma joint-venture entre o Grameen Bank e a Danone para a produção de iogurte para crianças de Bangladesh. A joint-venture não serve apenas para reduzir os níveis de má-nutrição infantil como também gera empregos na produção e distribuição de alimentos. “No mundo de hoje usamos dinheiro para ganhar dinheiro, e não para resolver problemas. Se usarmos dinheiro de forma criativa com uma mentalidade de negócios, não há problema que não possamos resolver.” O Grameen Bank fez parceria com a Adidas para a produção de calçados a menos de US$1 o par, para prevenir a infecção por meio de parasitas pelo pé em comunidades carentes. “O meu sonho é que um dia a pobreza deixe de existir em nossa sociedade, ficando confinada somente aos museus, para que nossos netos só a conheçam quando visitarem estes locais.” Hugh Evans, activista contra a pobreza e co-fundador e CEO do Projecto Global contra a Pobreza, disse que Rotary pode usar sua invejável influência na luta contra este mal.

12 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


“Assim como Rotary, nós acreditamos que a mobilização das massas é capaz de mudar o mundo”, enfatizou Evans. “Quando olhamos ao redor e vemos as necessidades de outras pessoas, o nosso fardo parece menos pesado e temos uma nova perspectiva. Este conceito, que é o mesmo que vocês rotários têm, norteia nosso trabalho no Projecto Global contra a Pobreza.”

Conexão ONU Gillian Sorensen, assessora especial da Fundação das Nações Unidas, pediu aos rotários para trabalharem com os governos na solução de problemas mundiais como pobreza, fome, analfabetismo e falta de acesso à água potável e saneamento. “Problemas como estes são muito grandes para os governos resolverem sozinhos. Eles precisam de parceiros do sector privado, como a vossa organização, que é capaz de contribuir e liderar.” Sorensen acrescentou que Rotary, que tem 66 anos de ligação com a ONU, continua a ser uma presença de peso no prédio das Nações Unidas em Nova York. “Sem dúvidas, o vosso papel é igual ao da Unicef, Unesco e OMS.” Angelique Kidjo, compositora e cantora premiada com um Grammy e activista, disse que o mundo enfrenta muitos problemas de saúde para os quais não há solução, mas ela salientou que os piores são aqueles para os quais há solução e mesmo assim pouco é feito para resolvêlos. Kidjo, que se tornou embaixadora da boa vontade da Unicef em 2002, disse que a campanha “Falta Só Isto” é perfeita para passar a urgência de se erradicar a pólio.

Outras notícias da Convenção Alguns rotários propuseram-se a criar o maior sorriso do mundo no dia 6 de Maio no centro de convenções. Exactamente 2.012 pessoas usaram ponchos azuis e amarelos e posicionaram-se para formar um sorriso gigantesco.

Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 13


Rotários celebram Marcos contra a Pólio

Nesta Convenção de Banguecoque os rotários celebraram dois marcos importantíssimos na cruzada da organização contra a poliomielite com um espectáculo de laser. Na terceira sessão plenária, que foi transmitida ao vivo por webcast, os rotários foram elogiados pela superação do Desafio 200 Milhões de Dólares de Rotary, lançado para equiparar parte da doação de $355 milhões feita pela Fundação Bill e Melinda Gates. Também foi celebrada a remoção da Índia em Fevereiro da lista de países endémicos da pólio, que agora ficou restrita a somente três países. “O trabalho não está completo, pois a pólio ainda não foi erradicada”, ressaltou John F. Germ, presidente da Comissão do Desafio do Rotary. “Os clubes estão a planear campanhas de angariação de fundos para os próximos anos.” Germ anunciou que até dia 4 de Maio haviam sido angariados $215,7 milhões para o Desafio, que termina em Junho. Contudo, com a Iniciativa Global de Erradicação da Pólio a enfrentar o problema de falta de verbas a partir de 2012, é de suma importância que os clubes e distritos continuem a pensar em maneiras criativas de angariar fundos para a erradicação da pólio.

Emergência em saúde pública Segundo Bruce Aylward, Director-geral-adjunto da OMS para casos de emergência, colaboração entre países e pólio, a remoção da Índia da lista de países endémicos da poliomielite é talvez “o marco mais 14 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012

importante até hoje na longa jornada da erradicação”. Surtos de pólio na Nigéria, Paquistão, Afeganistão e mais recentemente na China, Congo e Tajiquistão serviram de alerta sobre a importância de se eliminar a doença de uma vez por todas. Ele mencionou que 192 ministros da saúde se irão reunir na semana que vem para declarar que a pólio é uma emergência em saúde pública. “Quando uma corporação se esforça para solucionar problemas sociais ela está indirectamente a estimular o seu próprio progresso. Todos ganham quando líderes de negócios fazem doações e cuidam das suas comunidades.”

Prêmio por Serviços à Humanidade O ex-bolsista da Fundação, John Skerrit, recebeu o Prémio por Serviços à Humanidade de 2011-12 das mãos do Chair do Conselho de Curadores, William Bill Boyd. “As bolsas de Rotary propagam compreensão internacional”, disse Skerritt. Bill Boyd comentou sobre a diferença que a Fundação faz diariamente. “Quando rotários solucionam um problema hídrico num vilarejo, isto significa que muitas mulheres deixam de gastar diariamente três horas a transportar água suja. Com isto elas podem se ocupar com outras coisas, as crianças não ficam doentes e deixam de faltar à escola.”


Rotários deixam Banguecoque Inspirados a combater a pobreza E a erradicação da Pólio

Rotários e convidados terminaram a Convenção de 2012 em Banguecoque cheios de energia para eliminar a pólio e combater a pobreza global. O evento de quatro dias, que chegou ao fim numa quarta-feira, recebeu mais de 35.000 pessoas de 181 países e áreas geográficas, e celebrou dois marcos importantíssimos na luta contra a pólio. Os participantes puderam ver um pouco do que os espera na Convenção em Lisboa, de 23 a 26 de Junho de 2013. O presidente Kalyan Banerjee lembrou aos presentes que “o que é importante em Rotary não é o que dizemos, mas sim o que somos e fazemos”. “Dentro de vocês há uma força que talvez desconheçam. Vocês têm que conhecê-la para envolver a humanidade - quando isto acontece nós alcançamos a felicidade. Eu dei-vos apenas uma fórmula, mas é Rotary que pode ajudar-vos a alcançar toda a felicidade que procuram.”

Paz Através do Servir O próximo presidente do RI, Sakuji Tanaka, falou de planos para o ano que se inicia em 1° de Julho, pedindo aos rotários que alcancem Paz Através do Servir. “Pelo servir vemos que os problemas que parecem grandes são na realidade pequenos, e passamos a ter empatia pelos outros, aproximando-nos daque-

les que são diferentes de nós. Neste processo percebemos que as diferenças são irrisórias se comparadas às nossas semelhanças. Todos nós temos algo a ensinar e a aprender.” Ron D. Burton, do Rotary Club de Norman, Oklahoma, EUA, foi eleito presidente de RI para 2013-14 na manhã de quarta-feira. “É uma honra aceitar a função de presidente de Rotary International. Tenho muito orgulho em ser rotário, pois Rotary não é somente mais uma organização de serviços, é algo muito especial.” Falando do Plano Estratégico, Burton enfatizou que os melhores anos de Rotary ainda estão por vir. “O Plano é uma forma de olharmos claramente para quem somos, para onde vamos e como chegaremos lá. É um lembrete poderoso de nossas metas e prioridades.” Na quarta sessão plenária, o Secretário-geral John Hewko destacou as cinco prioridades da Secretaria para que o Rotary esteja bem posicionado no seu segundo século. As prioridades são erradicar a pólio, implementar os planos Estratégico e Visão de Futuro, encontrar a melhor maneira de acompanhar e demonstrar o valor do serviço prestado pelos rotários, aumentar o quadro social e colocar Rotary no ranking dos campeões em assistência humanitária e desenvolvimento do mundo. Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 15


Rotários portugueses promovem a Convenção de Lisboa em Banguecoque Uma comitiva de vários companheiros rotários de ambos os Distrito 1970 e 1960 estiveram em Banguecoque para a 103º Convenção de Rotary Internacional com o objectivo de promover a Convenção de Lisboa de 2013. Esta comitiva contou com 14 companheiros do Distrito 1970 a cumprirem o seu papel enquanto embaixadores da nossa Convenção. A promoção foi realizada essencialmente através do stand na Casa da Amizade, sendo que ocorreram igualmente importantes momentos, como o almoço de Promoção da Convenção de Lisboa, que contou com a presença, entre outros, do Presidente Eleito de RI, Sakuji Tanaka e a 3ª Sessão de Trabalhos durante a qual palestrou o Presidente da HOC, Companheiro Luis Miguel Duarte e o Chair da Comissão da Convenção, Ed Futa. Em ambos os momentos se ouviu o hino da Convenção, cantado ao vivo pela companheira Sandra Fidalgo do RC Setúbal (D1960). O sucesso desta aventura em terras asiáticas foi notável, sendo que os companheiros regressaram a Portugal com 3.175 inscrições.

16 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


Apresentação da Convenção de Lisboa no decorrer na 3ª Sessão Plenária de Trabalhos da Convenção de Banguecoque. O vídeo desta apresentação encontra-se disponível online com legendagem em português.

Para ver aceda a http://www.youtube.com/watch?v=bc8aOF82H7c Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 17


18 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


CONFERÊNCIA DISTRITAL EM VISEU

A XXIX Conferência do Distrito 1970 contou este ano com a presença do actual Ministro da Economia. Álvaro Santos Pereira foi a Viseu, no segundo dia, falar sobre “Condicionantes Económicas do Desenvolvimento”, mas acabou por ceder o seu tempo de antena às questões colocadas pelos rotários presentes. Nos dias 18 e 19 de Maio o Instituto Superior Técnico de Viseu recebeu a Conferência do Governador António Goes Madeira, este ano subordinada ao tema “Reflectir Rotary para Dignificar a Humanidade”, numa organização conjunta dos clubes de Viseu, Mangualde e Tondela. Diamantino Gomes assumiu a função de Chairman da Conferência, que teve início no dia 18, às 15h00, com o habitual Hastear das Bandeiras. Seguiu-se a primeira sessão de trabalhos sobre o Distrito, com a intervenção das Comissões Distritais, a apresentação de contas do ano anterior e as intervenções dos representantes de Rotaract e Interact.

Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 19


Abertura oficial A sessão solene de abertura contou com intervenções do Presidente do R.C. de Mangualde, em nome dos clubes organizadores, e de Guilherme Almeida, em nome dos Presidentes dos respectivos municípios, do Presidente do Instituto Superior Técnico de Viseu, do Governador do Distrito e do Representante do Presidente de RI, José António Figueiredo Antiório. Guilherme Almeida defendeu que “o Governador tem representado muito bem o concelho e a região, apoiando grandes causas ao longo de todo o seu percurso”. António Goes Madeira agradeceu a todos os que contribuíram para a realização da Conferência, “dois dias de intensa dedicação ao ideal rotário”. José António Antiório, afirmando-se muito bem recebido em Portugal, lembrou que Rotary é uma peça fundamental neste período conturbado que a Europa atravessa. O segundo iniciou-se com a plantação da Árvore da Amizade e com a placa que assinala a Conferência em Viseu, seguindo-se a sessão de trabalhos que teve como tema o Distrito 1970. Diamantino Gomes, presidente da Fundação Rotária Portuguesa, defendeu que todos os rotários de todos os clubes devem estar envolvidos na Fundação. Lembrou os estatutos da FRP e as principais áreas de trabalho que abrange: área da educação e juventude; apoio aos clubes e Governadorias desde 2001; Pólio Plus; Comunicação e imagem pública de Rotary. “A FRP tem tentado ir ao encontro de todas as áreas em que os clubes desenvolvem os seus projectos”, lembrou, acrescentando que a Fundação apoia com 10 a 50% do valor dos projectos. Álvaro Gomes, Representante Distrital da Rotary Foundation, lembrou que o próximo ano é o ultimo da fase experimental. Desde a sua criação, o Distrito 1970 já doou mais de 2,3 milhões de doláres à Rotary Foundation e existem 1603 Paul Harris Fellows no Distrito. Álvaro Gomes apresentou ainda as 15 candidaturas de clubes a subsídio distrital que já foram aprovadas pela comissão. Seguiu-se a apresentação do Governador Indicado Fernando Laranjeira e da Governadora Eleita Goretti Machado, dois momentos de grande simpatia e companheirismo. 20 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


O Ministro Álvaro Pereira Álvaro Santos Pereira, natural de Viseu, foi “desfardado” à Conferência rotária. Informal e disponível, começou por dizer que “o lema de Rotary guia a minha vida e a de todo o Governo neste momento, dar de si antes de pensar em si. Todos os portugueses estão neste momento unidos neste sentimento, para sairmos da situação actual”. Lembrou que mais de um terço das pessoas do mundo vive com menos de um dólar por dia, o que é o limiar da pobreza. “O que aprendemos nos últimos anos é que o desenvolvimento económico contribuiu para atenuar esta realidade, porque o desenvolvimento chega primeiro aos rendimentos das famílias”, defendeu, assumindo que “na Europa, o motor de desenvolvimento engripou e estamos a tentar pô-lo activo novamente. Precisamos de crescer, para podermos ter um país que dê futuro aos nossos filhos. Portugal não crescia há cerca de dez anos, e nos 50 anos anteriores fomos dos países que mais cresceu”. Sem deixar de lembrar os últimos anos de governação, lembrou que “o aumento do endividamento dos últimos anos e o investimento publico sem retorno, fez com que agora tenhamos a nossa maior dívida pública, e a dívida externa maior do que a de 1892, quando o país entrou em bancarrota.

Seguimos um modelo económico errado. O período de ajustamento actual é muito difícil”. O Ministro ficou conhecido pelo seu estilo informal, e em Viseu fez questão de o sublinhar: “em Portugal temos formalismos a mais. É importante quebrar a barreira da formalidade”. Quando questionado sobre se acredita na recuperação de Portugal, foi claro: “Vim do Canadá com a minha mulher e os meus filhos pequenos. Vivia numa situação muito confortável e não viria para cá se não acreditasse, nem hipotecava o futuro dos meus filhos”. Álvaro Santos Pereira defendeu que “a Europa tem que de uma vez por todas mostrar o que quer. Fomos esquecendo que a indústria e a agricultura são essenciais. Agora temos que inverter o caminho. Muitas das nossas reformas já estão no terreno. Estou a vender o meu peixe, sou suspeito, mas lá fora ficam espantados com o que já fizemos”. E aqui o Ministro referia-se a algumas reformas já implementadas pelo Governo, como o programa Revitalizar, a Lei das Insolvências, o novo regime de licenciamento industrial e muitas outras. “Estamos muito diferentes da Grécia. Em vez de sairmos para a rua, juntamo-nos e fizemos um acordo de concertação social”, respondeu o Ministro a uma questão, saindo do Auditório do Politécnico com uma grande ovação. Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 21


22 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


Protocolo com a RUTIS Na Conferência Distrital foi assinado um importante protocolo de cooperação entre a RUTIS (Associação Rede de Uni -versidades da Terceira Idade) e as Universidades Seniores do Distri-to 1970. Os princípios orientado-res e os objectivos e valores são os mesmos, e este protocolo vem aumentar e credibilizar o traba-lho das universidade seniores na RUTIS. Luís Jacob, Presidente da Associação, deslocou-se proposi-tadamente a Viseu para a assina-tura do Protocolo.

“A Ética e o Comporta­mento Humano” A 3ª sessão de trabalhos teve como tema “A Ética e o Comportamento Humano”, contando com a participa -ção especial de Rui Nunes, Director do Serviço de Bioética e Ética Médica da FMUP, um dos maiores especialistas neste tema em Portugal e na Europa. “A sociedade portuguesa e europeia está a mudar. A aldeia global parte do pressuposto de que estamos a constru-ir uma sociedade plural. O somatório de diferentes perspectivas do que é o bem, acrescenta à sociedade, não a di-minui”, foi uma das ideias que Rui Nu-nes deixou em Viseu, defendendo que “os que há mais tempo perfilharam a visão de uma sociedade plural são os países mais desenvolvidos. Uma nova ética social representa uma nova dig-nidade das pessoas, com implicações práticas muito evidentes, inclusive na forma como o estado se organiza e a forma como ONGs como o Rotary actuam”. Se a liberdade ética é o valor central numa sociedade democrática, Rui Nu-nes defende que aqui cada um de nós se pode auto-realizar: “As pessoas de-vem poder fazer escolhas por elas pró-prias, e disso é exemplo a proximidade da legalização do testamento vital”. Rui Nunes falou ainda da responsabi-lidade social das empresas, do valor da justiça e do apelo à mudança: “Temos que ter coragem de apelar à mudan-ça, só ela vai salvaguardar a história e cultura do país”. Deixou ainda algumas ideias para salvar o estado social: gerar ganhos de eficiência, gerir melhor os recursos, pois há níveis de desperdício na área da saúde que são avassaladores; dizermos a verdade às pessoas; inova-ção e empreendedorismo social, pois o Estado vai ser incapaz de responder a todas as necessidades. In Rotary em Acção, Nº 21 – Maio 2012

Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 23


Apresentações Seguiu-se a apresentação de Teresinha Fraga e família, próxima Governadora do Distrito 1970. A XXX Conferência será a III Bidistrital, uma vez que no próximo ano se realiza a Convenção de Rotary em Lisboa. O local escolhido foi a Exponor, em Matosinhos, que recebe a Conferência nos dias 22 e 23 de Fevereiro. O Cº Luís Miguel Duarte apresentou a Convenção de Rotary Internacional Lisboa 2013. “Os Rotários portugueses vão animar e muito a economia de Portugal. Um estudo do Turismo de Portugal determinou que o impacto da receita para o país pode ir até 100 milhões de euros”. E lembrou que é muito provável que o fim da Pólio seja celebrado em Lisboa. Isabel Madeira apresentou o projecto dos cônjuges, que tinha como objectivo apoiar o IPO de Coimbra. Deu exemplos de trabalho e carinho que foi encontrando nos clubes por onde passou. O Governador fez o resumo do seu ano, destacando as principais actividades. O quadro social foi uma enorme preocupação, mas até à data verifica-se um crescimento liquido de 14 sócios. No que diz respeito à Expansão foi criado mais um clube, em Celorico de Basto e estão três outros em formação: Sandim, Celorico da Beira e Carregal do Sal. Foram realizadas várias acções de formação e o Governador destacou o Seminário Distrital da Rotary Foundation, que contou com a presença de 57 clubes e 155 rotários. Nos serviços à comunidade lembrou o apoio aos projectos do clube, as Universidades Seniores, o Seminário Acqua Nostra e o Projecto interdistrital FRAD – Frente Rotária Anti 24 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012

Diabética. Para os serviços internacionais foi realizada a noite de fados a favor da luta contra a cegueira evitável e foi dinamizada a comissão inter-países. O Governador procurou ainda dar especial atenção às novas gerações: destacou um novo Clube Rotaract, o encontro distrital em Espinho, o Congresso Nacional de Rotaract e Interact em Tomar com 150 participantes, o Dia internacional do Rotaract e a Conferência Distrital de Rotaract e Interact em Pombal, organizada pela primeira vez por um Interact. António Goes Madeira não esqueceu ainda a Rotary Foundation e a Fundação Rotária, que tem estado sempre a acompanhar. Agradeceu em especial à sua esposa Isabel e realçou a importância da assinatura do protocolo com a RUTIS - Rede de Universidades de terceira Idade. Fechou com cave de ouro: "estou feliz naquilo que faço" José António Antiório termina as funções de Director de Rotary Internacional na Convenção de Lisboa. Defensor de uma mudança no movimento, fechou a Conferência expectante num futuro brilhante: “O Rotary tem que se adaptar aos dias actuais, à juventude e às mulheres. Precisamos de mais gente e gente mais jovem”. Defendeu ainda que “a imagem pública deve ser colocada de forma diferente, sem fotos de jantares e festas. Seria muito bom se conseguíssemos pôr a foto dos projectos de Rotary”. Feliz por estar em Portugal, não poupou elogios à Conferência e ao Governador: “Temos ido a inúmeras conferências, mas nunca imaginei que seria tão feliz aqui. Foram fantásticos, desde o primeiro instante. Aqui o Governador demonstrou não só o trabalho rotário, mas que é mais iluminado do que os iluminados rotários”.


Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 25


A Conferência em Números

Inscrições – 408 109 Clubes Presentes: 79 (D 1970) 8 (D1960) 7 (França) 1(Espanha) 1(Brasil) 3 Rotaract 1 Interact Dia 18 Sessão de Abertura: 158 participantes

Projectos Inovadores

Dia 19 Manhã: 247 presenças Tarde: 402 presenças Refeições: Jantar Paul Harris – 176 presenças Almoço de Sábado – 270 (82 em Tondela) presenças Jantar do Governador – 208 presenças

Durante a Conferência, na entrada da Aula Magna, esteve patente uma Exposição de Painéis alusivos a Projectos Inovadores desenvolvidos por Clubes do Distrito 1970. O objectivo era dá-los a conhecer, para poderem servir de inspiração às iniciativas que os Clubes podem desenvolver junto das suas comunidades.

Assembleia Plenária da CIP Portugal/França Paralelamente aos trabalhos da Conferência, realizou-se, no dia 19, a Assembleia Plenária da CIP Portugal/ França, tendo sido aproveitada a ocasião para proceder à Transmissão de Tarefas. Estiveram presentes Companheiros dos Clubes de Marmande, Cauterets, Nontron, Montpellier, Balma, Toulouse e Tarbes, juntamente com Companheiros dos Clubes de Viseu, Maia, Tondela e outros, para darem a conhecer os Projectos de Subsídios Globais que têm vindo a ser desenvolvidos, em conjunto, e o que será agora apresentado para Moçambique, liderado por Tondela, tendo o R.C. de Maputo como Clube local a acompanhar o desenvolvimento desse projecto, que já tem o desenho básico para a sua realização.

26 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 27


Expansão do Distrito

Para além da fundação do Rotary Club de Celorico de Basto, ocorrida em Abril de 2012, verifica-se a possibilidade de, a curto/médio prazo, alguns novos Clubes poderem vir a ser formados no nosso Distrito. Assim, comunico que nomeei os Companheiros a seguir referidos como Representantes Especiais do Governador para a formação: - Para a formação do Rotary Club de Sandim (Vila Nova de Gaia) Companheiro Luís Jorge Moreira Pinto Silveira do RC Vila Nova de Gaia Clube padrinho - RC Vila Nova de Gaia

- Para a formação do Rotary Club de Celorico da Beira Companheira Maria Ângela Tenreiro do RC Trancoso Clube padrinho - RC Trancoso

- Para a formação do Rotary Club de Carregal do Sal Companheiro Felisberto Figueiredo Marques do RC Tondela Clube padrinho - RC Tondela

- Para a formação do Rotary Club de Santa Comba Dão Companheiro José de Campos Cruz do RC Viseu Clube padrinho - RC Viseu

28 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 29


66ª conferência Distrito 1960

Realizou-se em Tróia, com organização do RC Setúbal, a 66ª Conferência do Distrito 1960, realização que pôs em destaque o ano rotário do Governador José Coelho e da sua Equipa Distrital. A Conferência, que foi bastante participada, teve um Programa que evidenciou o trabalho realizado pelos Clubes e pelas Comissões Distritais ao longo do ano. Merecem destaque as excelentes intervenções do Representante do Presidente de R.I., o PDRI José António Salazar Cruz, de nacionalidade colombiana, e um rotário prestigiado a nível de Rotary International. Merecem também referência as intervenções de personalidade não rotárias sobre temas de actualidade, como foram os casos do Professor Carvalho Rodrigues, da Professora Elvira Fortunato e da Dra. Isabel Meireles. O D. 1970 esteve representado pelo Governador Goes Madeira, pela Governadora Eleita Teresinha Fraga, pelos PDG Waldemar Sá, Rui Amandi e Diamantino Gomes e pelo Governador Indicado 2014-2015 e seus cônjuges. Felicitamos o Governador José Coelho, o Chairman PDG Frederico Nascimento e a Comissão Executiva pela êxito desta Conferência que aliou trabalho rotário a momentos de exaltante companheirismo.

30 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 31


Eventos do Distrito 25º ANIVERSÁRIO DO RC SEVER DO VOUGA 10 DE ABRIL DE 2012

Em 10 de Abril de 2012, o R. C. de Sever do Vouga comemorou o seu 25º aniversário. As Bodas de Ouro foram devidamente assinaladas num jantar festivo, ao qual se associaram Companheiros de vários Clubes do Distrito. O R. C. de Sever do Vouga pode orgulhar-se do contributo que, a longo destes 25 anos, tem dado à sua comunidade e ao Distrito, como bem o assinalaram, entre outros, o Presidente Hermínio Martins e o Governador Goes Madeira.

32 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


CONFERÊNCIA DO INTERACT E ROTARACT POMBAL 20 A 22 DE ABRIL DE 2012

A Conferência Distrital, XXI do Rotaract e a XII do Interact, realizou-se em Pombal nos dias 20 a 22 de Abril de 2012, organizada pelo Interact Club de Pombal. Desde logo há que realçar o facto de, pela primeira vez no nosso Distrito, ser um Interact Club a arcar com uma organização desta natureza. A primeira constatação é que o Interact Club de Pombal passou com distinção este desafio a que se propôs. Tal facto comprovou o elevado grau de maturidade que estes jovens manifestam e que se revelou no empenhamento, esforço, e dedicação que demonstraram. Justo é também referir o apoio que o Rotary Club de Pombal deu ao seu Clube Jovem. 80 participantes, Rotaractistas, Interactistas,

rotários, representando vários Clubes do nosso Distrito e também do Distrito 1960, viveram momentos de grande alegria, partilha de experiências e companheirismo. O Programa foi muito bem delineado mesclando sessões de trabalho, com momentos culturais e lúdicos, que proporcionaram uma são convivência e uma confraternização que claramente potenciam o espírito rotário de Servir as comunidades. Esta Conferência veio uma vez mais demonstrar que os jovens dos Clubes das Novas Gerações são responsáveis, sabem organizar, vivem a saudável irreverência da sua juventude, são dinâmicos e devotados às causas que o Movimento Rotário acarinha.

Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 33


34 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


ENTREGA DA CARTA CONSTITUCIONAL AO RC CELORICO DE BASTO 05 DE MAIO DE 2012

Em 5 de maio de 2012, realizou-se a cerimónia festiva da Entrega da Carta Constitucional ao novel Clube, que foi admitido em RI a 19 de Abril do corrente ano. Foram muitos os Clubes do Distrito que se fizeram representar neste importante momento. Perto de centena e meia de Companheiros deram brilho a este momento festivo, que assinalou a criação de mais um Clube, que surge com trinta Companheiros, representando largamente as categorias profissionais existentes na comunidade celoricense.

O presidente do Município de Celorico de Basto esteve presente neste momento festivo e interveio, manifestando o seu regozijo e a expectativa de que o Rotary Club de Celorico de Basto venha a ser uma mais-valia para o desenvolvimento das práticas sociais de solidária atenção aos problemas da comunidade e à sua resolução, através do empenho de todos os que podem contribuir para isso. O Clube foi apadrinhado pelo R. C. de Guimarães, tendo sido patente o envolvimento dos Companheiros do Clube na formação, com destaque

para o representante do Governador à formação, Companheiro José Oliveira, do Presidente António Lopes e do Presidente da Comissão Distrital de Expansão, PDG Rui Amandi, que foram inexcedíveis no acompanhamento prestado à formação do novo Clube, que tem Fernando Vilas Boas como primeiro Presidente. O Distrito sente-se particularmente satisfeito com a formação deste Clube, esperando-se dele grande contributo, dado o cuidado com que foi acompanhada a gestação do novo Clube.

Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 35


RECONSTRUÇÃO CASA A MÓNICA 27 DE MAIO DE 2012

Este é um projecto do Rotary Club de Oliveira de Azeméis que visa dotar a casa da Mónica com condições de habitabilidade minimamente condignas. A Mónica é uma jovem bolseira do Clube, portadora de paralisia cerebral que lhe afecta as suas condições motoras, mas que não se deixa vencer pelas dificuldades com que se confronta no seu dia-a-dia. Frequenta actualmente o ensino superior na Faculdade de Psicologia do Porto com elevado sucesso. O valor estimado para a reconstrução da sua habitação ronda os 50 mil euros e para angariação dos fundos necessários para esta finalidade realizou-se no dia 27 de Maio, no Estádio Carlos Osório - Oliveira de Azeméis, um jogo de futebol entre 2 equipas -"Amigos de Hermínio Loureiro" e "Amigos de Pedro Miguel" - que integraram nomes ligados a esta modalidade. Assim, participaram jogadores como Pauleta, João Vieira Pinto, Semedo, João Pinto, Rui Correia, Secretário, entre muitos outros e também Hermínio Loureiro, Mário Figueiredo, Jorge Gabriel, Carlos Daniel, João Ricardo

36 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012

Pateiro, Luís Onofre, tendo o pontapé de saída sido dado por Rosa Mota. Mais de 2.000 pessoas assistiram ao jogo que foi seguido de uma confraternização que contou também com a presença do Presidente da Federação, Dr Fernando Gomes e de muitos rotários de vários clubes, juntando cerca de 200 pessoas que quiseram jantar com a Mónica. Tratou-se de uma extraordinária jornada de solidariedade com uma jovem e seus pais que se debatem com enormes dificuldades económicas. A Mónica é um exemplo de tenacidade, de querer e que tem direito e merece ter condições dignas de vida. O jogo foi ganho pelos "Amigos da Mónica"que, concitados pelo RC Oliveira de Azeméis deram uma inequívoca prova de boa vontade e de solidariedade. Está previsto que no dia 30 de Junho de 2012 se proceda à colocação da primeira pedra da reconstrução da Casa da Mónica. Felicitações para o RC Oliveira de Azeméis pela implementação deste oportuno projecto humanitário e pela forma como soube motivar e envolver tantas pessoas e instituições.


Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 37


Projecto dos Cônjuges

Contribuições Recebidas RC Leiria

300€

RC Murtosa

150€

RC Penafiel

150€

RC Vila Real

200€

RC Porto

150€

RC Santo Tirso

160€

RC Lamego

150€

Governadoria 2010 - 11

1000€

RC Tondela

300€

RC Felgueiras

150€

RC Gaia - Sul

200€

RC Valença

100€

RC Figueira da Foz

150€

RC Leça do Balio

150€

RC Vila Nova de Gaia

500€

RC Mirandela

200€

RC S. Mamede Infesta

150€

RC Vila Verde

150€

RC Trofa

150€

RC Senhora da Hora

150€

RC Amarante

150€

RC Montemor-o-Velho

150€

RC Trancoso

150€

RC Arouca

150€

RC Águeda

100€

RC Águas Santas P.

150€

RC Guimarães

250€

RC Caldas das Taipas

150€

RC Maia

150€

RC Matosinhos

150€

RC Coimbra

150€

RC Chaves

200€

RC Leça do Balio

150€

RC Curia Bairrada

100€

RC Coimbra Sta Clara

100€

RC Leça da Palmeira

100€

RC Estarreja

150€

Guarda

150€

RC Oliveira de Azeméis

150€

RC Gondomar

150€

RC Póvoa de Varzim

1000€

RC Oliveira do Bairro

150€

RC Mangualde

150€

RC Viana do Castelo

150€

Casa da Amizade RC Vale de Cambra

150€

38 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


RC Viseu

300€

Isabel Faro RC Viseu

40€

Casa da Amizade RC Maia

400€

Lili Gomes RC Viseu

40€

José Faria Monteiro RC Ermesinde

150€

Eduarda Freitas RC Viseu

40€

Rosa Silveira RC Viseu

100€

Amália Faria RC Viseu

40€

Isabel Maria Guterres RC Viseu

100€

Lurdes Botelho RC Viseu

40€

Olga Pereira RC Viseu

50€

Mª Augusta Barros RC Viseu

40€

Lurdes Santos RC Viseu

50€

Teresa Cabral Ribeiro RC Viseu

Teresa Almeida RC Viseu

50€

Ana Maria Matos RC Viseu

RC Covilhã

150€

RC Esposende

1.155€

RC Fafe

150€

RC Paredes

500€

RC Pombal | Casa Amizade 250€ RC Ponte da Barca

150€

RC Porto Antas

400€

40€

RC S. João Madeira

200€

Aurora Coelho RC Viseu

40€

RC Seia

150€

50€

RC Ovar | Casa Amizade

150€

RC Vila Nova Famalicão

170€

Mª Eugénia C. Homem RC Viseu

40€

RC Barcelos

300€

Alzira Santos Alves RC Porto - Antas

100€

Helena Oliveira RC Viseu

40€

RC Braga - Norte

200€

Ana Caldas RC Viseu

40€

RC Caminha

150€

Lisete Passos RC Viseu

40€

RC Cinfães

150€

Total à Data

15.215€

Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 39


Agenda do Governador

JUNHO OUTROS EVENTOS DIA 16 - SÁBADO Forum de Clubes do Alto Minho Vila Nova da Cerveira DIA 19 - TERÇA-FEIRA Abertura da Exposição Documental dos 50 Anos do RC Ovar Biblioteca Municipal de Ovar DIA 30 - SÁBADO Transmissão de Tarefas dos Governadores do Distrito 1960 Moita DIA 07 (JULHO) - SÁBADO - 18H Transmissão de Tarefas dos Governadores do Distrito 1970 Camara Municipal de Matosinhos

40 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


JUNHO ANIVERSรRIOS DE CLUBES DIA 01 (1954) Amarante DIA 01 (1984) Feira DIA 05 (1986) Ermesinde DIA 05 (2007) Murtosa DIA 07 (1954) Aveiro DIA 07 (1973) Penafiel DIA 09 (1993) Valongo DIA 11 (1985) Vila Verde DIA 12 (2006) Valpaรงos DIA 19 (1978) Fafe

DIA 19 (1987) Seia DIA 21 (1984) Pombal DIA 21 (2003) Montemor-o-Velho DIA 23 (1986) Senhora da Hora DIA 23 (1990) Coimbra Olivais DIA 24 (1971) Lamego DIA 25 (1990) Porto - Foz DIA 26 (2008) Aguas Santas - Pedrouรงos DIA 27 (1983) Porto - Oeste DIA 30 (1992) Arouca

Maio 2012 | Carta Mensal do Governador | 41


42 | Carta Mensal do Governador | Maio 2012


Carta do Governador Distrito 1970 Maio 2012