Issuu on Google+

www.rotary.pt

OUTUBRO 2007 | Nยบ 4 Presidente R.I.

Wilfrid J. Wilkinson Distrito 1960 PORTUGAL

2007-08

Governador do Distrito

Eduardo Caetano de Sousa


2

Distrito 1960

Seminário do Quadro Social Torres Vedras Boaventura Nogueira

RC Torres Vedras

Realizou-se no passado dia 15 de Setembro o Seminário Distrital sobre o Quadro Social da Zona 10B (RIMZC), com o apoio logístico do Rotary Club de Torres Vedras, que ­decorreu com grande dinâmica, graças a uma organização cuidada onde estiveram presentes cerca de 70 Rotários. Presidiu o Companheiro Governador do Distrito 1960 ­Eduardo Caetano de Sousa com o apoio do PDG Waldemar de Sá, Coordenador da Zona 10B e pelo Instrutor Distrital PDG Frederico Nascimento e ainda pelo Coordenador Distrital para a formação de novos clubes e expansão, Compº Felizardo Valverde Cota. Abriu o Seminário o Compº Governador Eduardo Caetano de Sousa que abordou o interesse destes encontros em que Rotary está a apostar no rejuvenescimento dos clubes, dando ­ ênfase a Liderança do Presidente do RI. Tomou a palavra o Presidente do Rotary Club de Torres Vedras Fernando Franco Ramos, dando as boas vindas a todos os rotários presentes, com um voto de que os companheiros presentes sairiam mais ricos em conhecimentos que permitiriam levar a bom cabo o desempenho nos seus clubes.

Abriu o Seminário o Compº Boaventura Nogueira do RC Torres Vedras, delegado­ do Governador para a organização do Seminário, que abordou o tema: Estatísticas Mun-

diais e situação actual dos clubes Rotary e objectivos para 2007/2008. Tema interessante que a maioria dos companheiros desconhecia, dando realce à ­ situação de ganhos e perdas do Distrito 1960. Deu ênfase especial às Mulheres em ­Rotary, fonte inesgotável para o aumento do Quadro Social. Em seguida o Governador Assistente Victor Cordeiro, abordou com grande mestria, causas da diminuição do Quadro Social dos Clubes e o equilíbrio do Quadro Social. Uma apresentação em PowerPoint admirável, abordando o tema com grande conhecimento e pormenor. Finalizou, pedindo aos presentes

a nece­s­sidade urgente de reorganizarem os seus clubes numa dinâmica de empenhamento para a admissão de novos sócios. Tomou a palavra o PDG Waldemar de Sá coordenador do Quadro Social para a Zona 10B (RIMZC) que abordou o tema, Desenvolvimento do Quadro Social e Novos Sócios e ainda como calcular o aumento líquido do nº de sócios. De seguida foi a vez do ­Governador do Distrito Eduardo Caetano de Sousa abordar o tema: PLC - Plano de Liderança do Clube, que explicou do interesse da sua implemen­ tação em todos os clubes. Tema muito bem explanado que foi abordado por parte dos presentes com perguntas sobre a sua implementação. Foi a vez do Coordenador Distrital para o Quadro Social e novos clubes a cargo do Compº Felizardo Valverde Cota que apresentou um trabalho em PowerPoint de grande qualidade que permitiu as participações activas da assistência. Não podemos deixar de referir as intervenções sempre oportunas do Instrutor Distrital PDG Frederico Nascimento que funcionou como moderador, permitindo e reforçando o trabalho dos vários Oradores. O Governador do Distrito Eduardo Caetano de Sousa abordou o tema “Menção Presidencial”, reservando um período para debate e conclusões, tendo de seguida encerrado os trabalhos do Seminário com uma palavra de louvor ao Rotary Club de Torres Vedras pela organização. Os trabalhos foram seguidos por um ­Almoço de companheirismo, que permitiu a continuação do debate sobre os temas apresentados.


Mensagem do Governador

3

A importância dos Serviços Profissionais do RI

C

aros(as) Companheiros(as)

Neste sentido, o rotário deve manter uma conduta pessoal e profissional de acordo com os princípios do Rotary

Desde a sua fundação que o Rotary tem privilegiado

e envolver-se em projectos implementados pelo seu clube,

os Serviços profissionais.

de forma a aumentar as oportunidades de emprego

O objectivo do jovem advogado Paul Harris era reunir

na comunidade, promover um ambiente de trabalho justo

um grupo de homens de negócios e profissionais estabelecidos

e elevar a consciencialização profissional, como valor

na comunidade. O princípio de classificações – directriz

fundamental da Sociedade, da Cidadania e do Rotary.

que determina toda a afiliação ao Rotary – assegura que cada

É dentro deste princípio que, vamos continuar a colaborar

clube possua, entre os seus sócios, uma representatividade

na divulgação e sensibilização do projecto distrital

de todos os sectores da sua comunidade.

da “Responsabilidade Social e Desenvolvimento Sustentável”

Rotary tem como objectivo a difusão de altos padrões de ética

junto das ONG’s, Empresas e Instituições, que devem ter

profissional no mundo dos negócios, reconhecendo o mérito

preocupações sociais e ambientais nas suas acções.

de todas as ocupações úteis, transformando-as

Finalmente, convido todos os profissionais rotários

em oportunidades de servir à sociedade.

a compartilharem os seus conhecimentos e experiências

Conforme dados estatísticos das Nações Unidas, vivemos

profissionais ao serviço dos projectos de Rotary

numa época em que um em cada dez adultos não consegue

e das comunidades que servimos, cumprindo assim o lema

emprego com salário justo. Nas escolas, muitos jovens

rotário do ano.

não compreendem a importância dos estudos no momento de se candidatarem a um emprego no actual mercado

Rotary Compartilha

do trabalho. A contribuição dos Serviços Profissionais pode ser vital no aperfeiçoamento da qualidade de vida dos trabalhadores da sua comunidade, pessoas que necessitam de aconselhamento de profissionais experientes.

Eduardo Caetano de Sousa Governador D1960


4

Internacional

Mensagem do Presidente Caros Companheiros, Algumas vezes, rotários novos se surpreendem com o facto de não serem membros directamente do Rotary Internacional. À primeira vista, tudo parece se tratar de um mero jogo de palavras: os rotários na verdade, são sócios dos seus clubes, que por sua vez são as entidades formadoras do RI. A estrutura organizacional do RI não repousa no sócio, portanto, mas no clube. Este aspecto administrativo, no entanto, encerra bem mais do que uma questão semântica. Ele representa, de facto, o próprio reflexo da natureza do serviço rotário: os rotários não servem em carácter individual, mas colectivamente, como parte das comunidades onde actuam. Esta é a razão pela qual, desde cedo, os rotários que nos antecederam desenvolveram o sistema das classificações – uma forma de garantir que cada clube contasse com uma grande variedade de especialidades, capacidades e talentos. O princípio de ter “primeiro uma classificação, depois um sócio” foi dominante no Rotary durante muito tempo. Neste mês de Outubro, que no nosso calendário é dedicado aos Serviços Profissionais, devemos relembrar e reflectir que as nossas ocupações, negócios e as aspirações comunitárias são o fundamento da organização dos nossos clubes. Através do bom serviço, praticamos o bom companheirismo. Mas o que significa servir bem nas nossas profissões? Para mim, servir bem é simplesmente fazer o máximo ao nosso alcance e manter

sempre válida a Prova Quádrupla em tudo o que pensamos, dizemos e fazemos. Se sempre nos perguntarmos se uma acção é verdadeira e justa, se servirá para trazer a boa vontade e construir melhores amizades, e se será benéfica para todos os envolvidos, ultrapassaremos todos os obstáculos éticos potenciais à nossa conduta. No meu entender, os padrões éticos são parte integrante do que se entende como serviço humanitário. Ao usar o distintivo rotário, estamos a anunciar ao mundo que somos honestos, francos e prudentes. O emblema rotário é uma mensagem pública e uma autoapresentação. É um sinal da nossa dedicação a ideais compartilhados, e um firme comprometimento com os altos padrões de ética que nos são exigidos como condição essencial para que nos tornemos rotários. Se conservarmos altos esses requisitos, seremos capazes de desempenhar o nosso serviço humanitário com maior eficácia, porque teremos conquistado a confiança das pessoas, das comunidades e dos governos. O Rotary é paz e amizade. Pelo Rotary estamos ligados uns aos outros para ajudar as pessoas de muitas maneiras. Precisamos ter sempre presente a grande responsabilidade que assumimos e trabalhar para cumpri-la em nossos lares, clubes e nas nossas profissões.

Wilfrid J. Wilkinson Presidente de R.I.


Visitas do Governador

Visitas aos Clubes Rotários dos Açores – II RC Ponta Delgada 3 Setembro Fomos recebidos pela Presidente Sónia Borges de Sousa e pelos companheiros Carlos Coelho, Nuno Fernandes e Ilda Braz, pertencentes ao clube mais antigo dos Açores, com relevantes serviços prestados na sua comunidade e, também, a nível internacional.

Usaram da palavra as entidades oficiais presentes e alguns companheiros, bem como a Presidente do Clube, Sónia Sousa. Finalmente, o Governador agradeceu as amáveis palavras que lhe foram dirigidas e falou sobre o programa de acção para o ano rotário em curso. O RC Ponta Delgada está no bom caminho que, Rotary Compartilha.

RC Praia da Vitória

Em seguida, apresentámos cumprimentos à Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Drª Berta Cabral, que nos recebeu com muita simpatia e apreço pela acção do Rotary, disponibilizando todo o apoio institucional. De tarde, visitámos a Casa do Gaiato nas Capelas e a Associação Aurora, instituições que estão a merecer a maior atenção do clube. Outras acções sociais que o clube presta apoio, como por exemplo o subsídio equivalente para a aquisição de equipamento destinado ao internato feminino do novo Lar de Transição “Madre de Deus”. Mais, o clube vai continuar a desenvolver diversas acções no Serviço de Pediatria do Hospital de Ponta Delgada. Na verdade, o RC Ponta Delgada tem contribuído muito positivamente para a humanização dos lares de crianças e na integração de jovens na comunidade. Na reunião de trabalho foram debatidas diversas acções atrás referenciadas, bem como a organização da 62ª Conferência Distrital, que se realizará nos Açores, nos dias 15 a 18 de Maio de 2008, a dinamização do Rotaract e o apoio à criação de um novo clube de Rotary, em Vila Franca do Campo. À noite, na reunião festiva do jantar, que se realizou no restaurante “Hotel Marina Atlântico”, esteve presente a Presidente da Câmara, Dr.ª Berta Cabral e seu marido Dr. Leonel Cabral, o Deputado à Assembleia da República, Dr. João Bosco Mota Amaral, ex-Presidente do Governo Regional dos Açores e da referida Assembleia (foi uma agradável surpresa).

4 de Setembro Chegámos ao Aeroporto das Lajes – Terceira às 14h30, onde éramos aguardados pelo Presidente do RC Praia da Vitória, Luís Filipe Cota Moniz e o Governador Assistente, António Manuel Goulart Lemos de Menezes. Em seguida, apresentamos cumprimentos ao Presidente da Câmara, Dr. Roberto Monteiro, que manifestou muito apreço pelo trabalho desenvolvido no Concelho e ofereceu toda a colaboração institucional. Acompanhado pelo companheiro Presidente Cota ­Moniz, visitámos o “Núcleo de Arte Sacra da Matriz da Praia”. Esta Igreja é um dos bons exemplos da arquitectura religiosa dos Açores, com reconhecido valor histórico e artístico, o maior monumento religioso do concelho da Praia da Vitória.

Valeu a pena visitar novamente este templo, principiando pela primitiva Fonte Baptismal; a talha barroca da Capela do Santíssimo Sacramento; a Capela-Mor e a de Nossa Senhora do Rosário; as Capelas Laterais, a Sacristia da Matriz; o órgão de tubo de Cerveira e o “Tesouro” da Matriz – um rico património a visitar, sendo uma das raridades a imagem do Menino de Deus, do século XVII. Pelas 19 horas reuniu-se o Conselho Director do Clube na sala das sessões da Sta. Casa da Misericórdia local, tendo sido apreciados os projectos já realizados e outros em curso. Vai continuar a cumprir as acções habituais, como a festa

5


6

Visitas do Governador

de Natal para os idosos do Lar D. Pedro V, a distribuição de cabazes a famílias de poucos recursos e o apoio ao Jardim de Infância da Santa Casa, que acolhe crianças muito carenciadas. O RC Praia da Vitória tem 26 anos de existência, com relevantes serviços prestados à comunidade, mas no final do ano rotário findo, o seu quadro social baixou conside-

ravelmente, por isso torna-se necessário reforçá-lo para melhor servir a sua comunidade. À noite, realizou-se um jantar festivo, com a presença de muitos companheiros do clube e de Angra do Heroísmo – Cidade Património Mundial, onde se viveu em agradável convívio de companheirismo e se demonstrou como Rotary Compartilha.

Visitas a Clubes Rotários da Área Metropolitana de Lisboa RC Lisboa-Lumiar 17 de Setembro O RC Lisboa-Lumiar reúne-se habitualmente no restaurante “Quinta dos Frades”, mas devido a obras, teve que alterar para o Hotel Marriot. Aqui, com a presidente Maria Clara Cruz e outros companheiros do clube, tivemos uma reunião muito profícua, onde foram debatidos assuntos de muito interesse para a comunidade, ou seja, a freguesia do Lumiar e, também, do Rotary a nível ­nacional e internacional.

O clube continua a apoiar jovens abandonados da Casa da Ameixoeira “Crescer Ser” da Associação Portuguesa para o Direito dos Menores e da Família. Mais, o Lar de Idosos do Penedo e a Associação de Pessoas com Deficiência“Casa da Betânia”, em ParedeCarcavelos. Para prosseguir o trabalho desenvolvido ao longo de 18 anos, o clube necessita, urgentemente, de aumentar o seu quadro social de 10 para 15, de forma a tornar-se um clube mais eficaz. Estou certo, que durante o ano rotário em curso, conseguirá atingir os objectivos, compartilhando mais Rotary.

RC Vila Franca de Xira 18 de Setembro Eu e a Lina, acompanhados pela jovem Presidente

­ elena M. Pereira de Jesus e outros elementos do clube, H apresentámos cumprimentos à Presidente da Câmara Municipal, Drª Maria da Luz Rosinha, sócia honorária do clube, estando presente o Vice-Presidente, António Mesquita. Foi, de facto, muito interessante o diálogo que tivemos e, também, do apreço e carinho que manifestou pelo trabalho desenvolvido pelo clube, disponibilizandose para apoiar futuras acções no Concelho. Em seguida, visitámos a ABEI – Associação Bem Estar Infantil, em Bacelos, uma Instituição Particular de Solidariedade Social, que possui excelentes e modernas instalações, com as valências de Creche, Pré-Escolar, ATL e de Acolhimento de Jovens, apoiando cerca de 824 utentes e, brevemente, a admissão de mais 165, tendo ao seu serviço 160 funcionários. É na realidade uma IPSS exemplar e de referência no País. Parabéns à Direcção da ABEI, dum modo muito especial o Presidente, Sr. Manuel Lopes Martins. Mais tarde, no Hotel Lezíria Parque, realizou-se uma reunião do Conselho Director que decorreu num ambiente muito agradável e de muito companheirismo. É intenção do Conselho Director do Clube aumentar o seu quadro social, de forma a dinamizar as suas acções de serviços à comunidade. À noite, a reunião festiva de jantar teve a presença de muitos companheiros do clube, dos Presidentes do RC Almeirim, Alcobaça e membros da Equipa Distrital e o Governador Assistente Armando Leal da Rosa.


Tema do Mês

7

Rotary: movimento profissional ou de profissionais Numa época em que tanto se fala e escreve sobre Ética, Responsabilidade Social e em que proliferam as organizações de apoio (?) a alguma causa, vem à reflexão um movimento, neste caso o Rotary International, dedicar e há já alguns anos, o mês de Outubro aos Serviços Profissionais. E, ao cidadão comum, a dúvida pode surgir. É o Rotary um movimento profissional? Que profissão ou interesses representam? Porquê elegerem um mês para a sua discussão? Fazendo um pouco de história, a ética profissional foi uma das preocupações logo no início do Rotary em 1905, tendo na 1ª Convenção, que decorreu em 1910, o Companheiro Arthur Sheldon do RC Chicago apresentado o lema “Mais se beneficia quem melhor serve”. Esta preocupação na difusão de elevados padrões de ética profissional, reconhecimento do mérito de toda a ocupação útil e partilha de conhecimentos com a comunidade, levou, na Convenção de 1915, à criação do Código Rotário de Ética Profissional. No ano de 1943, foi a Prova Quádrupla, criada em 1932 pelo Companheiro Herbert Taylor, considerada como o suporte teórico do Ideal dos Serviços Profissionais. Para os padrões referidos e até à década de 80, a sua concretização passava por uma atitude individual, ou seja, as acções eram assumidas por cada rotário de per si, sendo que em 1989, o Conselho de Legislação adopta a Declaração para Executivos e Profissonais Rotários”, tornando os Serviços Profissionais – a 2ª Avenida, o elemento chave da prossecução dos elevados padrões de ética implícitos nos objectivos do Rotary.

Dando substância à estratégia defi­ nida na Declaração, no ano de 1992, o Programa deVoluntários de Rotary passou a estar integrado naquela Avenida, sendo que em 1993 foram criados os Grupos Profissionais e Recreativos do Rotary, os quais absorveram os anteriores Grupos Profissionais para contactos internacionais e Actividades de Companheirismo Mundial. Na sua essência, o Movimento Rotário é constituído por homens e mulheres oriundos das mais diversas profissões, esperando-se contudo que não represente apenas uma profissão, mas que seja, desejavelmente, a expressão social da comunidade. Para isso e desde o seu início em 1905, com a aplicação do Princípio das Classificações, (norma que determina afiliação em Rotary) assegura-se que cada Clube tenha no seu Quadro Social a mais ampla representatividade profissional local. Os Rotários, são homens e mulheres sujeitos às virtudes e defeitos de qualquer ser humano. No entanto, a sua postura na vida e o apoio às causas por estas mesmo e não por qualquer outro interesse pessoal, (Dar de si antes de pensar em si) fazem deles actores principais num cenário em que o TER vai sendo cada vez mais importante que o SER. E quão profundas mas estéreis vão sendo as discussões sobre a ética nos negócios, o desenvolvimento social... Ao Rotário exige-se que mantenha uma conduta pessoal e profissional em consonância com os princípios do Rotary e que se ENVOLVA nos projectos criados pelo Clube. Ao Clube, elemento aglutinador das vontades individuais e expressão colectiva, exige-se que crie as

oportunidades de Serviço que beneficiem as Comunidades e satisfaçam as expectativas dos seus membros. E quantos já ouviram ou sabem o que é a nossa Prova Quádrupla? 1.  É a VERDADE? 2.  É JUSTO para todos os interessados? 3.  Criará BOA VONTADE e MELHORES AMIZADES? 4.  Será BENÉFICO para todos os interessados? Outubro é, mundialmente, por excelência o mês da reflexão sobre a Avenida dos Serviços Profissionais, pilar fundamental do Rotary. Mas essa reflexão terá tanto mais ­valor e eficácia, se levada para o seio das comunidades, quer seja pelo Reconhecimento Profissional, pela compartilha de conhecimentos através de aconselhamento vocacional junto dos mais jovens, pelos projectos de educação/alfabetização de adultos, pela criação/acompanhamento de projectos para desempregados quer pelos inúmeros projectos necessários nas Comunidades. Também a abertura do Clube à Comunidade, por exemplo, estimulando palestras que para além do enriquecimento de todos, possibilitará um maior desenvolvimento do Quadro Social. No entanto, só uma discussão alargada, dos princípios, dos objectivos, das acções, permitirá que outros tantos profissionais, honestos, verdadeiros líderes, “sonhem o nosso sonho” renovando e engrandecendo o nosso Movimento.

Nota: Recomenda‑se a todos a leitura do texto “Serviços Profissionais em sua Comunidade” / Rotary International, quer para eventual aprofundamento do historial, quer como instrumento de trabalho para a Av. dos Serviços Profissionais.


8

Distrito 1960 00 0000

o Acçã elhor ry em undo M a t o s M R rio des nitá um nida para s ProjectoRs oHtaumryanas comu 5

00 0000

ao de Apoio acionais cionais a c e Edu e intern is loca

AS ROD

60 ito 19 L Distr UGA PORT

E NOM TEL.

147 1º omeo Alfa R 16v D JT .9 1 iO PRém

2008 aio | al 8|M dia 1 ência Distrit o no s) er Sorteina 62ª Conf gada (Açore

s 0 Roda 30.00 Valor:

Fiat

Del Ponta . o da ugal, S.A o apoi rt Com obiles Po utom A Group

ssoas, as pe APA entre ra du de émiO 1 semana pa regime e vice-versa em 2º PR de ento adeira Viagem o alojam ores ou M nd inclui inente – Aç 6460 Mate o Cont Travel – Acer émiO rtátil 3º PR putador Po msung Sa m Co S81B – LE37 94 cm émiO 4º PR sor Plasma Televi

Anotário Ro 08 2007-

R.I. ente n Presid ilkinso

J. Wilfrid

W

or do

o Distrit

de aetano rdo C Edua

rnad Gove

Sousa

Conforme referimos na carta mensal nº2, o Projecto Distrital “ROTARY EM ACÇÃO PARA UM MUNDO MELHOR”tem como principal finalidade a angariação de fundos, com o intuito de proporcionar aos Clubes um reforço financeiro destinado a ser utilizado, neste ano rotário, na promoção das suas proprias actividades em prol dos mais necessitados, a par da satisfação ou aumento das suas obrigações para com a FRP ou RF. E se este objectivo estratégico é em si mesmo relevante e valorativo ao “COMPARTILHAR”com os Clubes uma parte substancial dos proventos auferidos, julgamos importante contemplar ainda, pelo menos, dois objectivos operacionais complementares de significativo valor. Estamos a referir-nos, por um lado ao pormenorizado conhecimento

Instituto Rotário 5 a 9 de Dezembro

Projecto Distrital das metas e objectivos do Clube e das finalidades perseguidas pelas 2 Fundações que em Portugal apoiam e patrocinam projectos rotários, e por outro a divulgação pública dos valores rotários e a passivel captação de novos futuros membros e consequente aumento do Quadro Social. Por forma a serem cedidos, com exito, os bilhetes, é necessário e indispensável que todos os sócios dos Clubes conheçam em detalhe as actividades, projectos e realizações que o clube desenvolve, de maneira a criar uma empatia estreita e uma credibilidade forte com os seus interlocutores. Do mesmo passo, e em adição aos projectos locais haverá que conhecer, para melhor suportar a comunicação de trespasse, as principais finalidades e actividades que as Fundações perseguem, proporcionando ao possível colaborante a interiorização de que estará não só a ajudar a comunidade local, como igualmente a elevação do nível de vida da comunidade mundial. Dito de outra forma, estará a colaborar com a sua contribuição, a melhorar as condições de vida dos mais desprotegidos e a tornar ou ajudar a criar um“Mundo Melhor”. Neste objectivo operacional entronca

Portugal vai acolher, na cidade de Lisboa, nos dias 5 a 9 de Dezembro, o Seminário de Formação de Governadores Eleitos da Zona 10-B, o Seminário Regional da ­Rotary Foundation, e o Instituto Rotário 2007 da Zona 10-B, do Rotary International. No Instituto de Lisboa , estarão presentes,  Past-Presidentes do RI,  Past-Directores do RI, o Presidente Eleito 2008-09, o Secretário Geral do RI, entre outras individualidades do RI.

o outro objectivo complementar, o qual mais não é do que a divulgação e promoção da imagem do Rotary, das suas finalidades, das actividades que desenvolve ou patrocina, dos fins a atingir. E, englobado neste objectivo e na forma como a comunicação ou abordagem é estabelecida, estará a possível apetencia ou adesão do interlocutor em colaborar e/ou vir a tornar-se membro do Movimento Rotário possibilitando, desta forma, o crescimento do Quadro Social do Clube. Pensamos que o segredo da comunicação e transmissão da mensagem, tornando possível a cedência de bilhetes, está no entusiasmo, empenho e vontade de cada membro rotário em assumir esta tarefa como sua, na forma cativante e convicta posta na exposição dos motivos da abordadem e no conhecimento detalhado das principais actividades desenvolvidas, quer a nível local quer a nivel mundial, pelo Movimento Rotário. O Rotary “COMPARTILHA”talento, tempo, disponibilidade e recursos em prol dos mais necessitados. A oportunidade está criada. Ajudemos a concretiza-la. Demos o nosso contributo.

É um grande acontecimento para o Rotary em Portugal. Até ao dia 15.10.2007 os preços de inscrição para os rotários portugueses gozam de um desconto de 20€ no caso do Seminário Regional da Fundação Rotária, e de 50€ no caso do Instituto. Companheiros inscrevam-se para poderem garantir a vossa participação no Instituto. A ficha de inscrição está disponível no nosso site: www.rotary.pt.


Distrito 1960

Presidente Indicado de RI 2009-10

O companheiro John Kenny, do Rotary Club de Grangemouth, Central Escócia, foi escolhido pela Comissão de indicação para ser Presidente do Rotary Internacional no ano rotário 2009-10. A decisão foi tomada por unanimidade, na sua reunião que decorreu no dia 10 de Setembro. Em 1 de Dezembro

próximo, tornar-se-á Presidente indicado caso não haja candidaturas opositoras.

Estão abertas as inscrições para a 62ª CONFERÊNCIA DISTRITAL, Distrito 1960 PORTUGAL, a realizar nos Açores de 15 a 18 de Maio de 2008. A Ficha de inscrição para a Conferência disponível em (www.rotary.pt). O programa de Viagens e Alojamento deverá ser tratado com a Agência Abreu da Horta. Contacto do Balcão da Horta da agencia ABREU: Maria José Castro - Chefe de Sucursal Largo do Infante, 20 | 9900-016 Horta tel: 292 208 490 | fax: 292 208 499 e-mail: mjcastro.horta@abreu.pt

Rotário desde 1970, John Kenny serviu Rotary Internacional na Grã-Bretanha e Irlanda como presidente e vice-presidente. Em RI foi director, presidente de comissão executiva, Curador da Fundação Rotária, moderador de Instituto, governador de distrito, vice-presidente e líder de grupo, representante do presidente, presidente e membro de comissão. É doador principal para a Fundação Rotária e recebeu a citação da Fundação por Serviço Meritório e Prémio de Serviço Distinto. No campo profissional, foi decano da sua Faculdade de Direito, Juiz e Notário. Foi também designado deputado do seu distrito pela Rainha Elizabeth II. Foi também presidente da Câmara de Comércio Júnior Forth Valley, bem como, da Federação da Câmara de Comércio Júnior Escocesa.

9


10

Distrito 1960

eventos rotários 20 DE OUTUBRO Assembleia de Representantes da Fundação Rotária Portuguesa Companheiro(a)s Secretário(a)s: não esqueçam de enviar até ao dia 10 de cada mês os dados relativos à frequência. Saibam que, na próxima Carta Mensal sairá o Mapa da Frequência dos clubes do nosso Distrito. Não queiram que o vosso clube apareça como um dos que não informa a frequência. Até 10 de Outubro a Secretaria da Governadoria deverá ter elementos referentes aos meses de Julho/Agosto/Setembro. Novembro será o mês dedicado à Rotary Foundation. Sendo todos os meses bons para comparticipar para a R.F., aquele será o mês ainda mais apropriado para que nos nossos clubes se faça um esforço maior para incrementar as contribuições voluntárias, a título de exemplo, para o Fundo Anual de Programas, reconhecendo Companheiros PAUL HARRIS. O seu clube poderá apresentar projectos de serviço para serem co-financiados pela R.F., por exemplo, ao abrigo do Programa de Subsídios Equivalentes. Até 15 de Outubro, R.I. enviará aos Secretários dos clubes os formulários de dados para o Official Directory do ano 2008-09. É necessário obter os elementos: (dados sobre o futuro Presidente e Secretário, assim como dias e locais de reunião, etc.) para poder devolver, o mais cedo possível, devidamente preenchidos, aqueles formulários.

aniversários dos clubes OUTUBRO 10 RC Torres Vedras 20 RC Almada 28 RC Praia da Vitória

FRP – Coimbra

1 a 3 DE NOVEMBRO Conferência do Rotaract e Interact do D1960 Castelo Branco Rotaract Club de Castelo Branco

8 DE NOVEMBRO Intercâmbio Rotário da Amizade – EUA Ponta Delgada

visitas do governador OUTUBRO Mês dos Serviços Profissionais 2 Terça Odivelas 10 Quarta Moita 11 Quinta Peniche 15 Segunda Oeiras 16 Terça Torres Vedras 17 Quarta Loulé 18 Quinta Estremoz 22 Segunda Portimão 23 Terça Faro 24 Quarta Almancil-Algarve 29 Segunda Funchal 30 Terça Machico-Santa Cruz NOVEMBRO Mês da Rotary Foundation 1 Quinta Porto Santo 5 Segunda Olhão 6 Terça Lagos 14 Quarta Angra do Heroísmo 15 Quinta Carnaxide 19 Segunda Alcobaça 20 Terça Praia da Rocha 21 Quarta Montijo 22 Quinta Amadora 26 Segunda Sesimbra 27 Terça Lisboa-Centennarium 28 Quarta Entroncamento 29 Quinta Lisboa-Sul

Ficha Técnica

www.rotary.pt

Escritório da Governadoria Rua República da Bolívia, 55 - 5º Esq. | 1500-544 Lisboa | Tel. 217 166 220 | Fax 217 166 219 | E-mail governadoria07-08.d1960@rotary.pt Editor Eduardo Caetano de Sousa RC Horta Colaboração Editorial Maria de Lurdes Paiva RC Carnaxide José Monteiro Martins RC Sintra Olívio da Silva Cardoso RC Seixal Projecto Gráfico Jorge Ferreira RC Palmela Impressão e Acabamento Armazém de Papéis do Sado, Lda. | Praça do Quebedo, 14 | 2900-575 Setúbal Distribuição Gratuita


Mensagens

Intercâmbio de Grupos de Estudos

11

Mensagem da Lina

Edital 1.0 Local: Florianópolis, Estado de Santa Catarina – Brasil; Distrito 4651 do Rotary Internacional. 2.0 Data provável da viagem: mês de Maio de 2008. 3.0 Duração do intercâmbio: 4 (quatro) semanas. 4.0 Selecção: 4 (quatro) profissionais, não rotários. 5.0 Prazo de inscrição: até 12 de Novembro de 2007, em qualquer Rotary Clube. 6.0 Data e local da selecção: 15 de Dezembro de 2007, em Lisboa. 7.0 Documentos: formulário de inscrição, preenchido, assinado pelo presidente e secretário do Rotary Clube que indicar o candidato para a selecção. Redacção em português, com 30 linhas, no máximo, em papel separado, sobre suas intenções com relação ao Intercâmbio de Grupos de Estudos – 2008, conforme folha 3 do formulário. “Curriculum Vitae” e profissional. 8.0 Critérios de selecção: análise do curriculum, análise da redacção, análise do perfil do(a) candidato(a) com relação ao desembaraço, comunicabilidade, entusiasmo, disposição e dedicação profissional. 9.0 Requisitos para participação: serem cidadãos portugueses, profissionais, homens ou mulheres, com

idades entre 25 e 40 anos, gozarem de boa saúde e disposição para participar de todas as actividades programadas.Terem facilidade de expressão e comunicação. Demonstrarem interesse e entusiasmo pelas suas profissões. Possuírem elevado nível de qualificação profissional. Não podem ser rotários, nem ascendentes ou descendentes de rotários. 10.0 Obrigações: Participar activamente em todas as reuniões de orientação da equipa antes da partida. Fomentar a compreensão e a boa-vontade mundial. Representar o País e o Distrito como embaixadores da boa-vontade. 11.0 Informações e formulário de inscrição: em qualquer Rotary Clube da sua localidade ou na sede da Governadoria do Distrito 1960 Rua República da Bolívia, 55 - 5º Esq. Benfica – 1500-544 Lisboa ou pelo telefone 217 166 220 ou pelo e-mail: governadoria0708.d1960@rotary.pt. Cada clube só poderá apresentar um candidato.

TODAS AS DESPESAS SERÃO SUPORTADAS PELA FUNDAÇÃO ROTÁRIA DO ROTARY INTERNACIONAL. PARTICIPE NA SELECÇÃO!!! SEJA UM EMBAIXADOR DA BOA-VONTADE

O Tema deste mês é o dos Serviços Profissionais. Para mim todas as profissões são lindas desde que quem as abraça o faça com gosto e se sinta realizado nelas. Que as execute com profissionalismo, sentido de ética e de responsabilidade. Devemos pensar seriamente na produtividade e também que todas as profissões são tanto mais dignas quanto mais dignas forem as pessoas que as executam. Apesar do atrás citado, este mês eu elegia uma que me tem sensibilizado muitíssimo nas minhas visitas aos clubes. Gostaria de realçar os trabalhos feitos pelas(os) técnicas(os) que cuidam de pessoas com diferenças, sejam elas ligeiras ou profundas. Para elas/eles escrevo um poema de autor desconhecido que me foi dedicado numa viagem, por uma das pessoas que lá ia.

Dá de Ti! Dá de ti, quanto puderes!... o talento o coração Dá de ti, para os homens e as mulheres Como as árvores dão; Não, somente, o sapato que não queres E a capa, que não usas no Verão… Dá sem ser notado… Sem que ninguém te diga – obrigado E te deva dinheiro e gratidão… E com espanto, notarás um dia, Que vieste fazendo economia, De talento De energia E coração! Um grande abraço



CARTA Distrito 1960 - OUTUBRO de 2007 - nº4