Page 1

do Governador DISTRITO 1960 | PORTUGAL | Nº 8 | FEVEREIRO 2012

www.rotary.pt

107º Aniversário do Rotary

Kalyan Banerjee Governador José Coelho

Presidente R.I.


2 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

mensagem presidente de RI

> Queridos irmãos e irmãs em Rotary Em Novembro, tive a oportunidade de dar uma palestra no Instituto Rotary em Calcutá, Índia, cujo enfoque foi na paz e nos modos através dos quais o Rotary pode trabalhar para promovê-la. Quando recebi o convite, comecei a pensar no que Kalyan Banerjee poderia falar, sabendo que, com Presidente de RI 2011-12 base em tudo aquilo que os rotários fazem naquela região, o meu maior desafio seria não ultrapassar o tempo reservado para a minha palestra. Logo antes de chegar a Calcutá, dei uma palestra numa conferência sobre recursos hídricos em Tel Aviv. Foi um evento maravilhoso que reuniu rotários e não rotários de todo o mundo para discutir os desafios de se fornecer um recurso cada vez mais escasso a uma população em constante crescimento. No entanto, antes de falar sobre a contribuição do Rotary, tive que explicar quem somos e o que fazemos, porque mesmo naquela audiência repleta de cientistas, empreendedores e executivos, muitas pessoas nunca tinham ouvido falar do Rotary. Ao deixar o evento, comecei a pensar novamente no que poderia falar em Calcutá, pois muito do que o Rotary faz para promover a paz depende da consciencialização pública acerca da organização. Por que motivo temos alcançado tanto sucesso no nosso trabalho para a erradicação da Pólio? Porque é que

o Rotary é capaz de ir onde nenhum outro governo ou ONG consegue: casas, escolas e comunidades das pessoas a quem servimos? No Rotary, quando trabalhamos pela paz, não negociamos tratados ou fazemos demonstrações nas ruas. Pelo contrário, promovemos a paz através do exemplo, trabalhando juntos, independentemente de nossa nacionalidade ou experiência, colocando as necessidades dos outros acima das nossas. Nós promovemos a paz solucionando problemas que afectam a capacidade das pessoas viverem uma vida normal e pacífica - sejam eles falta de água, saneamento, moradia, acesso à educação e assistência médica, ou a necessidade de relacionamentos produtivos e positivos entre comunidades. Em tudo o que fazemos, confiamos na nossa boa reputação. É por isso que temos a responsabilidade de assegurar que o nosso nome seja conhecido. Temos não só que trabalhar através do Rotary, mas falar sobre a nossa organização, contar ao mundo o trabalho que executamos, a diferença que fazemos na vida das pessoas e os padrões que estabelecemos. O nosso trabalho rotário reflecte a nossa crença de que um mundo melhor e mais pacífico é possível, mas precisamos fazer com que a nossa voz seja ouvida.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 3

mensagem governador

> Precisamos de um Rotary cada vez mais forte para continuarmos a ser um farol de esperança nas nossas comunidades Minhas caras companheiras e meus caros companheiros, Não obstante a situação económica que se vive no nosso país, com reflexo nas nossas vidas profissionais e pessoais, condicionando de alguma forma a retenção e o aumento do nosso quadro social, os nossos clubes têm feito um assinalável esforço no contorno desta situação. De facto e da análise dos dados actuais e analisando rectroactivamente a situação a 5 anos atrás, este tem sido o ano em que perdemos menos companheiros. Contudo este não poderá ser um facto que mereça regozijo. “Perder menos” nunca será uma vitória. Gostaria de contar convosco para inverter esta situação e aí sim, podermos congratular-nos. E como?. A resposta é simples e directa: terminarmos o ano rotário com mais companheiros do que no início do mes-

mo. Se não retivermos o nosso quadro social e se não o renovarmos estaremos a enfraquecer o nosso movimento. A responsabilidade de fortalecer a nossa organização pertence a todos nós. Peço-vos por isso que se comprometam com esse objectivo, motivando homens e mulheres nas vossas comunidades, jovens e líderes profissionais éticos e disponíveis para ajudar o próximo. Nessa perspectiva cada um dos nossos clubes deve adequar os custos exigidos aos seus membros, programar acções atractivas, solidárias e divertidas e que envolvam todos os companheiros, chamar ex-bolseiros e participantes dos programas de RI, convidar ex-profissionais do ano e envolver os dirigentes das instituições de solidariedade que são por nós apoiadas no dia a dia. É de crucial importância criar metas e planos de acção, promover a formação rotária, divulgar o que

José Coelho Governador D1960 2011-12


4 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

o Rotary faz pela comunidade e estabelecer parcerias com a sociedade civil. Com o intuito de reconhecer o aumento do quadro social e a retenção de sócios, o conselho director de RI criou o Prémio por Desenvolvimento do Quadro Social e Expansão e o Reconhecimento a Clubes de Pequeno Porte por Crescimento, visando prestigiar as conquistas daqueles que enfrentam desafios únicos. Detalhes sobre estes prémios encontram-se patentes nesta edição. Enfim, precisamos de um Rotary cada mais forte para continuarmos a ser um farol de esperança nas nossas comunidades e é bom lembrar essa nossa missão no mês que o nosso movimento dedica ao seu objectivo mais sublime – o alcance da Paz e Compreensão Mundial. E em 23 de Fevereiro Rotary comemorou o seu 107º aniversário. Rotários de todo o mundo celebraram condignamente a ocasião. No nosso Distrito foram várias as manifestações promovidas pelos nossos clubes. Disso damos conta nesta edição. São de facto muitas as razões para celebrar em grande estilo o aniversário do nosso movimento, principalmente no que se refere à luta contra a pólio. A Índia, país que até recentemente tinha

sido o epicentro da paralisia infantil, completou um ano sem registar qualquer caso e conseguimos mais de 200 milhões de dólares para equiparar parte da doação de 355 milhões feita pela Fundação Bill e Melinda Gates. Estamos muito perto de realizar a NOSSA Conferência Distrital. O que vos peço é que, caso ainda o não fizeram, se inscrevam e que desafiem os companheiros do vosso clube a estarem igualmente presentes para, em conjunto, celebrarmos Rotary e fazermos o balanço de tudo quanto de bom foi feito neste ano rotário em prol da comunidade. Estamos muito empenhados e entusiasmados na preparação da Conferência e tenho a certeza que a mesma será memorável. Tempo ainda para continuar a recordar as VOG aos clubes e todos os fantásticos momentos de companheirismo vividos. Um grande abraço


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 5

> Mafra celebra Rotary Internacional No dia 23 de Fevereiro, também o Rotary Club de Mafra se juntou às comemorações do 107º aniversário de Rotary Internacional, numa cerimónia que decorreu na sua sede, na Achada, com a presença de muitos rotários, mas também entidades civis e militares. A cerimónia começou com um minuto de silêncio em memória do Past - Governador Ricardo de Almeida Júnior, do Rotary Club de Almada, ao qual se seguiu a tradicional saudação às bandeiras. A Presidente do clube, companheira Ana Anselmo de Castro fez o ponto de situação do movimento rotário no mundo – 33.821 clubes em 221 países – e em Portugal – 159 clubes divididos em dois distritos. Referiu também a importância do projecto de recolha de tampinhas que o clube de Mafra tem vindo a desenvolver e que no próximo dia 13 de Março serão entregues mais seis cadeiras de rodas a instituições da comunidade. Outros projectos e eventos, como a Horta Comunitária e um espectáculo de cariz solidário foram também referidos. O jantar assinalou também a entrada de um novo companheiro, o compositor e cantor Nuno Barroso, que recebeu o emblema e prometeu compor um hino para o Rotary Club de Mafra. Pelo seu espírito solidário e pela amizade que dedicam a este clube, foram reconhecidos dois profissionais, nomeadamente António Assunção, actor e director do Canal de TV/Net «Portugal TV» e Bruno Anselmo de Castro, empresário do sector automóvel de Mafra. A Vereadora Célia Maria Salgado, responsável pelo pelouro da Ação Social, referiu o espírito de iniciativa e a disponibilidade manifestada pelo

clube de Mafra para colaborar com a autarquia em projectos de apoio à comunidade. O encerramento da festa teve lugar com o tradicional apagar das velas do bolo de aniversário.


6 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> RC Peniche celebra 33º Aniversário e 107º Aniversário do RI

No passado dia 23 de Fevereiro, o Rotary Club de Peniche comemorou o seu 33º aniversário e simultaneamente, o 107º aniversário de Rotary Internacional, no Atlântico Golfe Hotel, na Consolação-Peniche. Estiveram presentes companheiros de vários clubes, nomeadamente

Caldas da Rainha, Alcobaça, Torres Vedras, Porto de Mós e Bombarral e, em representação do Governador José Coelho, a companheira Governadora Assistente Alzira Henriques. A sessão decorreu em ambiente festivo, na qual se celebrou o passado, o presente e o futuro não só do clube, como também do movimento rotário.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 7

> RC Torres Vedras celebra aniversário de RI No passado dia 28 de Fevereiro, o Rotary Club de Torres Vedras organizou um jantar festivo para comemorar os 107 anos de vida do movimento rotário, no qual estiveram presentes muitos Rotários e amigos, entre os quais o Presidente do clube, compº João Perdigão; companheira Marta Feliciano, presidente do Rotaract de Torres Vedras; companheira Alzira Henriques, Governadora Assistente e o Exmo.Sr. Vereador da Câmara Municipal de Torres Vedras, Dr. Carlos Bernardes, em representação do Exmo. Sr. Presidente. Antes de se iniciar o jantar, o Director do Protocolo do Clube, leu o currículo do Sr. Tenente General João Manuel Oliveira, tendo depois dado início à cerimónia de entrega do emblema rotário pela Governadora Assistente Companheira Alzira Henriques, acompanhada pelo Presidente do Clube e pelo Padrinho, responsável pelo convite de admissão do novo Companheiro. Esta cerimónia de grande significado para o Clube de Torres Vedras terminou com a leitura do Compromisso Rotário e uma enorme salva de palmas de todos os presentes.

Para além da comemoração do aniversário e da entrada do novo companheiro, foi também feita a homenagem aos melhores alunos do 12º ano das Escolas do Concelho, que distinguiu Alice Pereira Martins, da Escola Henriques Nogueira; Catarina Milhões Correia, da Escola Madeira Torres e Daniel Roque dos Santos, de Penafirme. A companheira Marta Feliciano fez uma apresentação acerca das actividades realizadas pelos jovens do

Clube, demonstrando o seu enorme entusiasmo, motivação e orgulho pelo excelente trabalho feito por todos. A Governadora Assistente, Companheira Alzira Henriques, elogiou as actividades e o espírito de companheirismo que se vive no clube de Torres Vedras, que tornam as reuniões um espaço de amizade, referindo que é sempre com enorme prazer que está presente. O Sr. Vereador da Câmara de Torres Vedras salientou o grande apreço que tem pela actividade do Clube no Concelho, dando os parabéns ao movimento Rotário e desejando-lhe uma longa vida de prestação de serviços à comunidade. O jantar festivo terminou com a intervenção do Presidente do Clube, que evidenciou a presença do movimento rotário em toda a parte - sobretudo onde existem pessoas com carências e necessidades de ser ajudadas - e salientou que o futuro do Rotary passa pelas actividades voluntárias dos seus sócios e pelo melhor aproveitamento da habilidade e talento dos jovens e das mulheres.


8 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 9

> CONHECENDO JOHN HEWKO Por JOSEPH DERR

Rotary Internacional escolheu o advogado e ex-funcionário sénior do Governo dos EUA John Hewko para ocupar o cargo de secretário-geral a partir do dia 1 de Julho. Conversámos com ele para falar sobre a sua experiência e os seus planos para o cargo. Dias depois do anúncio da sua contratação, reuniu-se com líderes rotários ucranianos e falou aos governadores durante a Assembleia Internacional. Qual foi a mensagem que lhes transmitiu? Disse-lhes o quanto estava honrado em ter sido escolhido para ser o próximo secretário-geral do RI. Expliquei-lhes o porquê do meu interesse na posição e deixei claro que a minha prioridade será manter a Secretaria como um recurso eficaz e útil aos clubes, ajudando-os a crescer e a cumprir a Missão do Rotary. Foi uma satisfação pessoal falar com os rotários da Ucrânia, onde pertenci ao Rotary Club de Kiev no início da década de 90. Desde quando conhece o Rotary? O meu pai é rotário há 30 anos, em Clarkston, Michigan, uma pequena cidade a norte de Detroit. Ver o entusiasmo do meu pai com o Rotary e o impacto causado pelos projectos do clube na comunidade fez com que eu apreciasse a beleza da organização - pessoas locais a tomar a iniciativa e a melhorar as suas

comunidades. Enquanto morei no estrangeiro, ao voltar para visitar os meus pais, fiz algumas apresentações no clube. Sempre me impressionei com os sócios e sua a dedicação ao Rotary e aos seus princípios. Fale-nos sobre a sua experiência com o Rotary em Kiev. Quando estava a trabalhar na Ucrânia nos anos 90, o clube do meu pai apadrinhou a fundação do primeiro clube em Kiev. O meu pai é ucraniano, e mudou-se para os EUA após a Segunda Guerra Mundial. Através deste envolvimento, comecei a interessar-me mais pelo Rotary e tornei-me sócio-fundador do clube. Por que motivo se interessou pelo cargo de secretário-geral do RI? Como mencionei no meu discurso na Assembleia Internacional, acredito profundamente nas ideias e nos conceitos rotários de Dar de Si Antes de Pensar em Si, Fazendo o Bem no Mundo, A Prova Quádrupla, o enfoque na integridade, e a promoção da boa-vontade, paz e compreensão mundial através de companheirismo de líderes empresariais, profissionais e comunitários. Para mim, este não será um emprego, mas uma paixão. Além disso, sei que não há outra organização no mundo com mais capacidades para cumprir estes conceitos, e esta é uma excelente oportunidade para integrar a família rotária e ajudar na imple


10 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

mentação do Plano Estratégico e do Plano Visão de Futuro. Por fim, o facto de o Rotary ser uma organização verdadeiramente internacional vai ao encontro da minha experiência profissional e pessoal. Que experiências profissionais o ajudaram a preparar-se para esta nova função? Várias. Fui sócio do escritório de advogados internacional Baker & McKenzie (B&M), o maior do género no Mundo, com 3.000 advogados e mais de 60 escritórios em diferentes países. A B&M é uma organização na qual a maioria dos advogados não é de nacionalidade americana. Assim como o Rotary, ela precisa de seguir padrões e procedimentos globais, e ao mesmo tempo, dá autonomia aos escritórios locais. Passei a maior parte do meu tempo como funcionário da empresa fora dos EUA, em países como a Rússia, a Ucrânia e a República Checa. Passei a compreender como é que organizações grandes, multinacionais e multiculturais funcionam, e principalmente quais são os maiores desafios que enfrentam. Trabalhei também na Corporação Desafio do Milénio (MCC), uma agência governamental americana criada em 2004 pelo presidente George W. Bush para dar assistência externa aos países mais pobres do Mundo. Fui responsável pela gestão do maior departamento da MCC, controlando o desenvolvimento e as negociações para acordos de assistência,


FEVEREIRO 2012

no valor total de 6,3 milhões de dólares, com 18 países, referentes a transportes, água e saneamento, desenvolvimento rural, micro-financiamento, saúde, educação, etc. Também fiz parte de grupos de especialistas e escrevi sobre questões de desenvolvimento internacional. Acredito que estas experiências me deram uma perspectiva sobre o Mundo que me permitirá servir melhor o Rotary e a sua Missão, e mais importante, o seu diversificado quadro social. De que forma considera que o trabalho rotário se encaixa no desenvolvimento mundial? Actualmente há um debate global sobre a melhor maneira de prestar assistência às pessoas pobres do Mundo. Quero ver o Rotary sentado nessa mesa de discussões, assumindo uma posição de líder e fazendo uma contribuição significativa nas decisões. Quero ver o Rotary como parceiro de outras fundações e organizações, de modo a termos mais recursos disponíveis. Na minha opinião, uma das principais metas das actividades de desenvolvimento de organizações governamentais e não governamentais deveria ser criar condições para um crescimento económico sustentável liderado pelo sector privado. Se somar toda a assistência do sector público mundialmente, ela é ínfima quando comparada com os recursos do sector privado. É nessa questão que o Rotary, com o seu

| carta mensal do governador | 11

enorme grupo de líderes do sector privado, pode ter um papel fundamental. Que grande lição aprendida na sua experiência internacional poderia ser aplicada ao Rotary? O maior desafio é a sustentabilidade. O mundo está repleto de projectos humanitários e de desenvolvimento que acabam por falhar por não ser sustentáveis. Instalar uma bomba de água numa vila é apenas metade do trabalho. Igualmente importante é dar aos moradores formação e condições financeiras para operar e fazer a manutenção da bomba após o doador deixar o local. Se um projecto não é sustentável, ele não sobrevive sem ajuda externa financeira e técnica. É imprescindível que os rotários avaliem os potenciais projectos em dois parâmetros: levarão ao crescimento económico? São sustentáveis? Quais são os pontos mais fortes do Rotary? Acho que o ponto mais forte da organização é o seu quadro social. Há mais de 1,2 milhões de profissionais e empresários em todo o Mundo, todos influentes, todos com conhecimentos, e todos com uma profunda presença nas suas comunidades. Há muito poucas organizações não governamentais no Mundo com este grau de presença global.


ESTAMOS QUASE LÁ!! Prezadas e prezados companheiros, FAÇAM JÁ A VOSSA INSCRIÇÃO!! Todas as sessões, incluindo refeições e o Jantar do Governador irão realizar-se num único espaço (Hotel Aqualuz), o que será com certeza um motivo de comodidade acrescida, que decerto apreciarão. Para além do programa previsto, o Hotel Aqualuz e todo o complexo Troia Resort têm um vasto leque de opções de lazer que os companheiros poderão disfrutar, de entre os quais destacamos o Wellness Centre (dotado de piscinas interiores e exteriores, sauna, jacuzzi, banho turco, serviços de spa, sala de fitness), ou uma das muitas actividades pensadas para descobrir o vasto património ambiental e cultural da Península. Das praias às piscinas, passando pelos campos de ténis, ciclovia, percursos pedestres, observação de golfinhos, golfe, desportos náuticos ou visitas às Ruínas Romanas, são várias as opções para diferentes motivações. E se quiser, ainda poderá tentar a sua sorte no recentemente inaugurado Casino de Tróia. As “grandes linhas” do Programa (provisório) delineado da 66ª Conferência Distrital são as seguintes: Dia 25 de Maio (6ª feira): 15h30 - Abertura Oficial da 66ª Conferência Distrital - uma cerimónia com muita dignidade e cheia de significado 17h00 - Palestra (20 minutos) Espaço até às 19h00 - O Trabalho rotário desenvolvido pelos clubes - Intervenções das/dos Presidentes 20h30 - Jantar Paul Harris e de Boas Vindas, incluindo a apresentação dos teams do IGE (1960 e 6880 - Alabama-EUA) e comunicação de destacada figura nacional sobre o presente e o futuro da Europa. Dia 26 de Maio (Sábado): 9h00 (em ponto) às 11h00 - sessões sobre os vários temas rotários, incluindo aqueles que mais nos têm mobilizado e cuja actualização deverá ser constante.


10h00 - Espaço para 1/2 palestras, com um tempo limite de 20 minutos 11h00 - O Trabalho rotário desenvolvido pelos clubes (intervenções das/dos Presidentes) e pela Equipa Distrital (idem) 12h50 - Intervenções do Governador e do Representante do Presidente de RI 13h30 - Almoço Tarde livre, para actividades de companheirismo (sub-programa a divulgar, de acordo com a imensa variedade de estímulos do Troia Resort, conforme descrito anteriormente) 20h30 - Jantar de Gala do Governador, com momento cultural e reconhecimento dos clubes e rotários que mais se destacaram no ano rotário Baile do Governador, com muita animação, essencialmente focada nos êxitos dos denominados anos 70, 80 e 90. Dia 27 de Maio (Domingo): 09h30 - Plantação da Árvore da Amizade Período até às 12h30 - Apresentação do GI 2014/2015, votações de propostas e das contas do ano transacto, conclusões e intervenções finais do Governador e do Representante do Presidente de RI 12h30 - Encerramento dos trabalhos da 66ª Conferência Distrital e Almoço Brevemente divulgaremos o programa em detalhe, mas o que vos podemos garantir é que teremos sessões de trabalho dinâmicas, com ritmo e conteúdo e excelentes e ilustres prelectores, numa envolvente alusiva ao tema escolhido para a Convenção (“Mudar para Melhor Servir”), numa atmosfera de optimismo e esperança num “homem novo”, tendo como pano de fundo o nosso lema “Conheça a si mesmo para envolver a humanidade”. Resumindo: Faça a sua inscrição (http://www.rotary.pt/2011-2012/d1960/index.html), enviando a mesma para: germana.sanches@auchan.pt Faça a sua reserva no hotel - 265 499 012, ou reservas@aqualuztroia.pt, mencionando “Conferência Rotary”. Urgente por uma questão de lotação. Motive os companheiros do seu clube a fazerem o mesmo

Esperamos por si! A Comissão Organizadora da 66ª Conferência Distrito 1960


FICHA DE INSCRIÇÃO Nome Morada Clube Tel

Tlm

Email Acompanhantes

ALOJAMENTO

AQUALUZ SUITE HOTEL APARTAMENTOS

Quarto Duplo/Single

107€

Noite/Apartamento

RESERVAS HOTEL

T 265 499 012

reservas@aqualuztroia.pt

Indicar: «CONFERÊNCIA ROTARY»

www.aqualuz.com

INSCRIÇÃO

EXCLUSIVO A ROTÁRIOS

x 20€ PAX

REFEIÇÕES

DIA 25 JANTAR PAUL HARRIS

x 30€ PAX

DIA 26 ALMOÇO BUFFET

x 25€ PAX

DIA 26 JANTAR GOVERNADOR

x 40€ PAX

DIA 27 ALMOÇO BUFFET

x 25€ PAX TOTAL

Agradecemos o envio desta inscrição através de: 1112governadord1960@gmail.com ou Av. Luisa Todi, 222 | 2900-422 Setúbal informações 963 788 149


16 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> menção presidencial Até 6 de Abril de 2012 A Menção Presidencial, dada pelo Presidente de RI, Kalyan Banerjee, baseia-se em dois aspectos fundamentais: Quadro Social e apoio à Rotary Foundation. Através de um questionário que os clubes deverão entregar ao seu Governador até ao dia 6 de Abril, serão classificados e avaliados critérios de reconhecimento nestas duas áreas. Os distritos serão também avaliados através de questionário, que deverá ser entregue até ao dia 10 de Abril. Todos os clubes e distritos que alcançarem as metas propostas receberão um certificado assinado pelo Presidente Banerjee e os 15 que mais se destacarem serão reconhecidos na Convenção de Rotary Internacional em Bangkok, que terá lugar entre os dias 6 e 9 de Maio.

A fim de enfatizar a importância do quad ro associativo e o apoi o contínuo à Fundação Rotária, estabeleci alguns critérios de reconhecimento para 2011-12, que aten dem às prioridades e meta s identificadas no Plan o Estratégico do RI: fortalecimento de clubes, expansão dos serviços humanitá rios e aumento da projeção da imagem pública. Ambos os requisitos em relação à Fund ação Rotária e ao quadro associativo devem ser alcançados para reco nhecimento. Todo s os clubes e distritos que alcançarem essas meta s e forem endossados receberão um certi ficado assinado por mim. Além disso, os 15 club es e distritos de mais destaque serão eleg íveis a serem reconhecidos no palco da Convençã o de 2012 em Bangcoc.

nto de Clube e im c e h n o c e R clube tem dois

to de ria e O reconhecimen Fundação Rotá à es õ aç o d e d ivo. Para componentes quadro associat o d s te en n o p quatro com ubes devem esidencial, os cl Pr o çã en M a trito, receber rnador do dis ve o g o el p s o vernador ser endossad sultados ao go re s u se ar vi en tendo que e 2012. até 6 de abril d para no Fundo Anual ão aç ip tic ar p 100% de ntativo    sociado represe as o d o (t as m Progra 1º de julho individual entre ão aç o d a m u z fa ) e março de 2012 de 2011 e 31 d nual be ao Fundo A u cl o d es õ iç u Contrib    US$100 per de no mínimo as m ra g o Pr a par 1

capita

Menção Presidencia

2011-12

l de

One Rotary Center

Cordialmente,

1560 Sherman Avenu Evanston, IL 60201 www.rotary.org

Conheça a Si Mesm

e

o para Envolver a

-3698 EUA

Humanidade

Kalyan Banerjee Presidente, Rotary Internatio

nal, 2011-12

Presidente

Kalyan Banerjee 900A-11PT—(1110)

sociado o menos um as el p e d al re to Aumen    2 ínima de 85% m o çã n te re e Taxa d    aixo: as das metas ab u d e d ce an lc A mulheres no número de 2% e d to en m u A    sionais mero de profis ú n o n 2% e d Aumento    anos) m menos de 45 mais jovens (co exelo menos um Admissão de p    ou da programa do RI e d te an ip tic ar p ria Fundação Rotá ube iversidade do cl Aumento na d    xo, idade, etc.) (classificação, se

to de Distrito n e im c e h n o c Re istrito tem um

to de d O reconhecimen Rotária ões à Fundação aç o d e d te en n compo ro associativo. nentes do quad o p m co ro at u quisitos eq rem todos os re ça n ca al e u q s Os distrito ores devem o. Os governad çã en M a ão er receb os dos clubes dos distritais e lta su re s o ar vi en 2012. 10 de abril de endossados até


FEVEREIRO 2012

es e fazer os ltados dos club su re s o ar ss o d utilizar Para en adores devem rn ve o g s o , is ço, para cálculos distrita tir de 31 de mar ar p a , al rt Po e, os o Acesso ao ciativo do club so as ro ad u q o os d Eligibility verificar os dad ensais e o EREY m es õ iç u ib tr n associado relatórios de co oação de cada d a ar m fir n co Report para dosso estarão rmulários de en fo s O o. tiv ta n represe site do RI. disponíveis no para ao Fundo Anual is ita tr is 1 d es õ Contribuiç    0 per capita 10 S$ U o im ín m o Programas de n OU es em 2 ipação dos club 100% de partic ogramas Pr    a ar p al u n A Fundo contribuições ao o em os2 um associad en m o el p e d al Aumento re    já existentes 50% dos clubes OU es úmero de club 2 equivalente ao n al re to Aumen    no distrito dos de 85% em 75% a im ín m o çã n Taxa de rete    ntes2 clubes já existe ovo clube o menos um n el p e d ão aç iz Organ    E-clubs) (inclusive Rotary clubes com no número de 5% e d o çã u ed R     sociados menos de 25 as

| carta mensal do governador | 17

maior 15 distritos de s o á ar in m er O RI det o por zona) e imo um distrit áx m o (n ão aç uma pontu taque em cada es d s ai m e d es um clube os três club as (no máximo ri o g te ca s te in das segu por zona):

be Tamanho do clu u menos 10 associados o    os 11 a 24 associad    os 25 a 50 associad    ados 51 a 100 associ    sociados Mais de 100 as    ito devem e clube e distr d s o ad d s o s nal e a Todo tary Internatio o R o el p s o d ser verifica ria. Fundação Rotá de inscrição, custos da taxa s o á rir b co RI O eis com espesas razoáv d e em ag ed sp viagem, ho 2011-12 vernadores de o g s o a ar p es a os refeiçõ destaque e par s ai m e d s o it dos três distr taque es de mais des b u cl s o d s te presiden residentes). a (total de 5 p ri o g te ca a d pelo RI. de ca serão cobertas ão n es g ju n cô Despesas de bes serão istritos e 10 clu Os outros 12 d o sem ônus co da Convençã al p o n s o id ec h a taxa recon (despesas com l na io at rn te In para o Rotary ospedagem nção, viagem, h ve n o C a d ão de inscriç RI). o cobertas pelo rã se ão n es õ iç e refe

de Destaque e serão s o it tr is D e s Clube s destaqu distritos de mai os 15 e 2012 em Os 15 clubes e a Convenção d d co al p o n s o reconhecid ra ser elegível a 9 de maio). Pa (6 ia d n ilâ Ta c, devem Bangco ial, os distritos ec p es to en im los ao RI, a esse reconhec o clube e enviád s o d lta su re s endossar o itais, até resultados distr s o m co te en juntam 2012. 10 de abril de

as até 31 de l para Program ao Fundo Anua s õe de julho de uiç 1º rib nt de o co tiv 1 Com base nas quadro associa do is cia ini s do e da março de 2012 tubro) is em 31 de ou 2011 (disponíve 2011 1º de julho de dos iniciais de 2 Com base nos da


18 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> VOG Rotary Club Abrantes No passado dia 10 de Janeiro realizei a minha Visita Oficial ao Rotary Club de Abrantes. Nesta visita fui acompanhado pelo Governador Assistente, compº Luís Valente e recebido pelo Presidente, compº Manuel Paulo da Silva e demais companheiros do clube. Começámos a visita com uma apresentação de cumprimentos à Sra. Presidente da Câmara, Dra. Maria do Céu Albuquerque, constatando a grande interacção existente com o clube. Seguidamente foi-me mostrado o magnífico marco rotário do clube, num estilo bastante diferente daquilo que é habitual Efectuámos depois uma visita à Escola Prática de Cavalaria, onde fui recebido pelo seu Comandante, Sr. Coronel Meireles, instituição militar que tem tido uma parceria com o RC Abrantes, nomeadamente na realização de cursos de liderança. Nas suas instalações está patente uma exposição muito interessante sobre as “Memórias e Perspectivas da Cavalaria Portuguesa” que tive a oportunidade de visitar, fazendo-me lembrar os meus tempos de “cavaleiro” no serviço militar. Na reunião com o Conselho Director foi-me dado a conhecer um clube que é bastante reconhecido na sua comunidade, visto que ao longo dos últimos 30

anos tem vindo a desenvolver uma imensa actividade. Demonstrou também que é um clube preocupado com a educação, que atribui cerca de 25 bolsas de estudo anualmente e põe muito empenho na valorização da juventude, promovendo regularmente cursos de liderança. O clube de Abrantes tem neste momento 26 companheiros, todos eles com uma excelente assiduidade, e apesar de não haver senhoras, as esposas dos companheiros são também muito pró-activas. A média de idades é bastante jovem, de cerca de 50 anos e o grande objectivo neste momento é conseguir que entrem duas senhoras e ter um companheiro cuja classificação rotária seja na área da educação, de forma a reforçar e diversi-


FEVEREIRO 2012

ficar o Quadro Social. Em termos de divulgação das suas acções, agrada-me bastante saber que este clube tem vindo a fazer um reconhecido esfor-

ço para melhorar a notoriedade e neste momento interage com as rádios e jornais locais, tendo também uma página na rede social Facebook.

| carta mensal do governador | 19

Os objectivos e propósitos de acção do Rotary Club de Abrantes para o presente ano rotário são os seguintes: entrega de cabazes de Natal a

crianças carenciadas no âmbito do projecto Natal Solidário, que, naturalmente, já foi cumprido ( é de salientar que estes cabazes são produto das


20 | carta mensal do governador |

actividades organizadas pelas esposas dos companheiros, especialmente a quermesse das Festas de S.Lourenço); realização de rastreios auditivos e visuais, o que constitui um projecto de continuidade; atribuição de bolsas de estudo; inauguração da nova sede, num espaço gentilmente cedido pela Câmara Municipal de Abrantes e organização de cursos de

liderança. O Rotary Club de Abrantes entendeu que esta é a melhor forma de dar apoio à juventude, dando-lhes ferramentas para que mais facilmente atinjam os seus objectivos, desenvolvendo as suas potencialidades e aumentando a sua auto-estima. O jantar festivo contou com a presença de companheiros de vários clubes, tendo decorrido sob os

FEVEREIRO 2012


FEVEREIRO 2012

princípios do Rotary: partilha, companheirismo e saudável convivência entre todos. Durante o mesmo o clube fez a entrega de 3 insígnias PHF, terminando com a habitual troca de lembranças.

| carta mensal do governador | 21


22 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 23


24 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> cantor foi bolseiro rotary pela paz

O teor do discurso de David LaMotte, Bolseiro Rotary pela Paz de 2008-10, durante esta Assembleia Internacional foi que os rotários estão a mudar o Mundo com o investimento feito nos bolseiros destes Centros. Ele agradeceu aos líderes rotários por lhe terem dado a oportunidade de alargar os seus horizontes estudando no Centro Rotary. Ao contrário de outras, a Bolsa Rotary pela Paz exige que o candidato seja mais do que uma promessa de um bom líder. A pessoa tem que ter uma carreira iniciada e um histórico de bons trabalhos. LaMotte enfatizou o seguinte no seu discurso: “Vocês estão a fazer um grande investimento, e é sábio da vossa parte parte fazê-lo de maneira cautelosa para maximizar o retorno no futuro. Com base nos bolseiros que conheço, as escolhas têm sido muito bem-feitas.”. A princípio ele achou que não tinha muitas hipóteses. Cantor de música folk, já deu mais de 2000 espectáculos em quatro continentes e lançou 10 CD’s. Mas devido ao seu interesse por assuntos relacionados com a paz, decidiu afastar-se dos palcos por um tempo para se dedicar ao mestrado no Centro Rotary da University of Queensland. “Nunca abandonei a minha paixão por trabalhos em prol da paz, e segui sempre à procura de oportunidades de aprender e contribuir.” A oportunidade surgiu em Antigua, Guatemala, em 2004, quando ele e a sua esposa visitaram uma escola com 218 alunos que não tinha água canalizada. A escola não tinha os 125 dólares necessários para fazer a instalação, e por não

Por arnold r. grahl

receber fundos do governo precisava da ajuda dos pais para financiar necessidades básicas como energia eléctrica e canalização. «E foi assim que nasceu a PEG Partners, uma organização sem fins lucrativos da qual sou director voluntário. Colectamos pequenas doações, a maior parte delas durante os meus espectáculos, e nos últimos dois anos distribuímos cerca de 100 mil dólares». Este dinheiro reverte para a ajuda de escolas na Guatemala. LaMotte revelou que as pessoas ficavam surpreendidas quando contava que tinha a sua carreira musical suspensa para fazer um mestrado na área de paz. Mas, segundo ele, «mudar o mundo» não significa «arranjar o mundo». «A verdade é que não podemos estar no mundo e não o mudar. Tudo o que fazemos muda o mundo, independentemente se isso nos agrada ou não, e as pequenas mudanças geralmente levam a grandes transformações. Então a pergunta é: Que mudanças vamos realizar?” “Através do programa de Bolsas Rotary pela Paz, vocês estão a contribuir para promover mudanças. Não estou a falar de mudar a minha vida, embora isso tenha acontecido; estou a referir-me a mudar as vidas de todos aqueles que posso alcançar em nome de vocês, rotários.» •  Leia mais sobre Centros Rotary pela Paz •  Contribua •  Leia sobre o Lema de 2012-13, Paz Através do Servir


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 25

> ex-bolseira rotay pela paz actua na área dos direitos humanos Por kate nolan

Advogada do governo inglês, Francesca Del Mese candidatou-se a uma Bolsa Rotary pela Paz para se dedicar ao trabalho internacional. Patrocinada pelo Rotary Club de Watford, Inglaterra, foi aceite na turma de 2002-04 da University of Queensland, na Austrália. No seu estágio, trabalhou no Tribunal Especial da ONU para a Serra Leoa, e depois actuou como advogada de acusação de criminosos de guerra da antiga Jugoslávia em Haia, Holanda. Como consultora da Corte Internacional de Justiça de Haia, deu formação a juízes da Jordânia sobre direito penal internacional. Del Mese está entre os mais de 600 ex-bolseiros que passaram a trabalhar pela paz depois de concluírem os seus estudos nos Centros Rotary, programa que comemora este ano o seu 10º aniversário. Em 2007, viajou para o Uganda para dar consultoria a uma organização sem fins lucrativos, com sede em Londres, sobre violações de direitos humanos resultantes da guerra civil que durou 20 anos naquele país. Del Mese entrevistou muitas das 30.000 crianças que foram sequestradas pelos rebeldes mas conseguiram sobreviver. “As crianças contaram-me que geralmente eram levadas no meio da noite, que os seus familiares eram assassinados à sua frente e que as agrediam e as forçavam a lutar durante muitos anos antes de conseguir escapar ou ser libertadas», conta Del Mese. Como não tiveram a oportunidade de estudar, aqueles que voltaram para casa

conseguiram apenas trabalhos mal remunerados. «Sem educação, as suas oportunidades de conseguir melhores empregos eram praticamente nulas», explica Del Mese. «Muitos dos entrevistados foram bem específicos sobre o que queriam ser: professores, alfaiates, construtores, contadores.» No ano passado, Del Mese tornou-se conselheira jurídica da Comissão de Inquérito da ONU, com sede em Genebra, para as atrocidades cometidas na Síria. Depois disso voltou a Londres, mas algumas coisas são difíceis de esquecer, como os vídeos de tortura aos quais teve de assistir. «Agora valorizo o meu bem-estar», diz Del Mese, explicando porque passa tanto tempo com a sua cadelinha, Sadie, no parque próximo da sua casa. Ex e actuais Bolseiros Rotary pela Paz, outros alumni do Rotary e rotários terão a oportunidade de ouvir e aprender mais sobre paz e resolução de conflitos no Simpósio Rotary sobre Paz em Bangcock, Tailândia. O evento será realizado simultaneamente com a Confraternização de Alumni, de 3 a 5 de maio, antes da Convenção de 2012. Para mais informações: - Leia sobre dez Bolseiros Rotary pela Paz na edição de Fevereiro da The Rotarian - Saiba mais sobre o Simpósio Rotary sobre Paz de 2012 - Conheça o programa Centros Rotary pela Paz


26 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> VOG Rotary Club Algés Na minha visita oficial ao Rotary Club de Algés fui acompanhado pela Governadora Assistente, companheira Mara Duarte e recebido pelo Presidente do clube, compº PGD Artur Almeida e Silva e demais membros do clube. Tive o privilégio de visitar a creche Ninho da Cegonha, da Associação Apoio, cuja direcção é constituída por companheiros deste clube, nomeadamente o compº Manuel Gerardo (Presidente) e o compº PGD Artur Almeida e Silva (vice-Presidente). Para além disso, ainda tive a oportunidade de visitar a residência madre Maria Clara, onde está instalado o Centro de dia para idosos da Apoio. Esta IPSS foi fundada a 15 de Abril de 1988, fruto do empenho de um grupo de cidadãos de Algés, do envolvimento do Rotary Club de Algés e da cooperação da Câmara Municipal de Oeiras, com o objectivo de cuidar de idosos em vários domínios sociais, e de crianças. O Centro de Dia mantém integrados na comunidade cerca de 50 idosos e a creche tem capacidade para 59 crianças com idades entre os 4 meses e os 3 anos. Foi-me explicado que o Rotary Club de Algés tem sido um excelente parceiro desta Instituição desde a sua fundação e também fiquei a conhecer os seus projectos futuros. A reunião com o Con-

selho Director do clube decorreu na sua sede, na qual fiquei a conhecer um pouco mais sobre o clube e sobre os seus projectos para este ano rotário. De referir que no RC Algés “milita” o PGD Joaquim da Silva Gonçalves, cujo contributo para o nosso movimento é digno de ser aqui evidenciado. Tem-se verificado uma significativa evolução deste clube, cujos sócios são bastante activos na sua comunidade e com uma presença significativa e constante nas estruturas do nosso Distrito. A sua principal actividade tem sido o apoio à Associação Apoio, mas tem também promovido bolsas de estudo, entrega de prémios aos melhores alunos, apoio à participação de jo-


FEVEREIRO 2012

vens no RYLA e nos campos de férias. A vida do clube é assegurada por um núcleo duro, restrito, firme e permanente. No que diz respeito ao Quadro Social, existem 27 sócios, dos quais 3 são senhoras e com uma média de idades de 65 anos. Por este motivo, o clube tem um projecto para rejuvenescer o seu Quadro Social, que passa por procurar na comunidade residentes com idades entre os 40 e os 50 anos, com um perfil pautado pela ética e profissionalismo. Estas pessoas começam por ser voluntários, podendo posteriormente passar a ser sócios, o que a meu ver é uma estratégia bastante positiva, pois permite fazer um recrutamento na acção. O clube já teve algumas reuniões com um núcleo de 7 pessoas, através de um projecto na área da saúde, que contribua para a empregabilidade de pessoas com deficiência. O objectivo é que, desse núcleo, 4 possam tornar-se novos companheiros do clube até ao final deste ano rotário. Uma outra via para captar novos sócios será através

de ex-bolseiros. O Rotary Club de Algés é um clube que faz uma boa divulgação das suas acções, através do seu Facebook, do blog e da utilização do Inforotary. Desenvolve também diversas actividades em parceria com a Escola de Miraflores e com a Junta de Freguesia, como, por exemplo, na

| carta mensal do governador | 27

Mostra Social de Algés, que decorreu no fim-de-semana de 1 e 2 de Outubro. Os objectivos e propósitos de acção do Rotary Club de Algés, de entre outros, os seguintes: assegurar a continuidade da Direcção da Associação Apoio, rejuvenescimento do Quadro Social do clube, divulgação da Convenção

Internacional de Lisboa, estabelecer uma parceria com o Rotary Club de Ovar e também com um clube de contacto em França, oferta de cabazes de Natal e de 12 bolsas de estudo. O RC Algés tem um plano de acção a 3 anos (incorporaram o PLC). O objectivo é ter uma linha de continuidade.


28 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> VOG Rotary Club Oeiras

A minha Visita Oficial ao Rotary Club de Oeiras, na qual fui acompanhado pela Governadora Assistente, companheira Mara Duarte e pelo Presidente do clube, compº Alberto Guerra e demais companheiros do clube, teve início no Centro de Paralisia Cerebral de Oeiras – Centro Nuno Belmar da Costa, que o clube apoia. Através de um subsídio equivalente do passado ano rotário, o clube conseguiu equipar a sala de Snoezelen. Na reunião com o Con-

selho Director foi-me dado a conhecer um clube que desenvolve um enorme trabalho com os jovens a nível das escolas, atribuindo cerca de vinte bolsas escolares anualmente. É de referir que 12 dessas bolsas são conseguidas através de um protocolo com a Junta de Freguesia de Oeiras. Para este ano rotário, um dos objectivos é conseguir sete bolsas da Fundação Rotária Portuguesa e as restantes através de patrocínios, que serão atribuídas a alunos do


FEVEREIRO 2012

Ensino Superior. O Quadro Social tem neste momento 18 companheiros com uma idade média de 62 anos, sendo que oito são senhoras. A ambição em termos de desenvolvimento do Quadro Social é atrair mais jovens e conseguir diversificar as classificações rotárias que ainda não estão preenchidas, para que entrem mais três companheiros para este clube. Outro dos propósitos do clube de Oeiras para o presente ano rotário é a formação de um clube Rotaract. No que concerne à promoção da sua notoriedade na comunidade, poderá dizer-se que RC Oeiras é um clube “respeitado”, tendo assento, como representante da comunidade, no Conselho Geral de 2 Escolas Secundárias e fazendo parte das Comissões Sociais de três freguesias do Concelho de Oeiras, aquelas onde exerce maioritariamente a sua actividade. Estão também regularmente presentes nas feiras sociais de Oeiras e Tagus Park. Têm igualmente um perfil activo e actualizado no facebook.

| carta mensal do governador | 29


30 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> jantar festivo conjunto das vog's ao rc algés e RC oeiras O jantar festivo decorreu em conjunto entre os clubes de Algés e Oeiras no restaurante Caravela D’Ouro, em Algés. Estiveram presentes companheiros de diversos clubes rotários, o Engenheiro Ricardo Barros, em representação do Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Dr. Isaltino Morais, o Presidente da Junta de Freguesia de Algés, Dr. Joaquim Ribeiro e da Junta de Freguesia de Linda-a-Velha, Dr. Carlos Moreira. No final da refeição foi feito o devido reconhecimento à companheira Joana Belo, pelo excelente trabalho na Mostra Social de Algés, que permitiu divulgar Rotary e simultaneamente prestar serviços à comunidade. Em dois dias foram feitos 800 rastreios a 240 pessoas, entre as quais o Exmo Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Algés. Pelo seu empenho e dedicação, entreguei à companheira Joana Belo

uma medalha e um diploma de reconhecimento. Teve a palavra o Presidente do Rotary Club de Oeiras, compº Alberto Guerra, que afirmou que fazer um subsídio equivalente era já uma ambição antiga do clube, mas que não se revelou tarefa fácil, tendo recorrido à sapiência e experiência do compº

Vasco Lança, a quem foi atribuído um Paul Harris Fellow de três rubis por todo o seu trabalho na área dos subsídios equivalentes. O compº PGD Artur Almeida e Silva, Presidente do Rotary Club de Algés, realçou o significado dos jantares conjuntos entre os clubes, uma ideia inovadora que tem tido imenso

êxito e que assume um significado especial nesta fase difícil que estamos a atravessar. Para além do factor custos, que é muito importante, existe a melhoria do relacionamento entre os clubes, que neste caso, do clube de Algés e Oeiras é já um relacionamento antigo, com 27 anos, sendo Algés padrinho do clube de Oei-


FEVEREIRO 2012

ras. O bom relacionamento entre estes dois clubes, referiu, estende-se a todos os clubes do Grupo 8, que tiveram em Agosto uma reunião conjunta, na qual foram abordados aspectos de extrema importância e planeadas acções conjuntas de serviços à comunidade. O Presidente do Rotary Club de Oeiras, compº Al-

berto Guerra saudou a forma como foi conduzida a reunião de trabalho com o Conselho Director, uma vez que foram tratados problemas relacionados com o clube de forma incisiva e útil, falou-se de práticas objectivas mais do que propriamente de Rotary International, como tem sido hábito até agora. Agradeceu ainda o apoio que o

| carta mensal do governador | 31


32 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

clube tem tido da Câmara Municipal em termos de atribuição de bolsas, apoio a idosos e à população mais carenciada e elaboração dos cabazes de Natal. Terminou mostrando a predisposição do seu clube em renovar-se e trabalhar em prol dos objectivos do Rotary. Foi para mim muito gratificante ter uma sala cheia de companheiras e companheiros, é a prova de que os jantares em conjunto são uma aposta ganha e de que se conseguimos fazer as coisas sozinhos, juntos fazemos ainda melhor. Felicitei os clubes por terem tido a coragem de tomar este passo, que parece insignificante mas é de extrema importância. Estes clubes têm pontos em comum nas suas acções na comunidade, tendo um programa de acção em todas as Avenidas de Serviços. Na minha intervenção prestei a devida homenagem a dois grandes ro-

tários, os presidentes de ambos os clubes, por todo o seu historial de serviços à comunidade e pela sua coragem em voltar a ser líderes. O compº PGD Artur Almeida e Silva, depois de ter sido Governador Distrital, teve a coragem de perceber que o seu clube precisava de si, e voltou a ser presidente. Salientei que neste momento é muito importante fazer uma boa divulgação das nossas acções, não para nos vangloriar, mas para que sejamos reconhecidos pela comunidade, que se dirijam a nós e possamos escolher os melhores para as nossas fileiras. O jantar foi um excelente momento de convívio e partilha entre todos os presentes, terminando com a habitual troca de lembranças, em que ofereci a ambos os presidentes a peça com o lema do meu ano rotário : “Conheça-se a Si Mesmo Para Envolver a Humanidade”.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 33


34 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> índia deixou de ser país endémico da pólio

Por dan nixon

A Organização Mundial de Saúde removeu oficialmente a Índia da lista de países endémicos da Polio. O Ministro da Saúde e do Bem-Estar da Família da Índia, Ghulam Nabi Azad, fez o anúncio no evento sobre a Polio que teve lugar no dia 25 de fevereiro em Nova Deli. Azad disse que foi informado da boa notícia directamente pela directora-geral da OMS, Dra. Margaret Chan. «É satisfatório saber que completámos um ano sem registar nenhum caso da doença no país», disse o primeiro-ministro Manmohan Singh durante o evento, organizado pelo governo da Índia e pelo Rotary Internacional. «Isso dá-nos a certeza de que podemos finalmente erradicar a Polio não só na Índia, mas no Mundo inteiro.» O último caso registado na Índia foi o de uma menina de 2 anos, no dia 13 de janeiro de 2011, em West Bengal. Antes do país ser certificado como livre da pólio, deve primeiro passar mais dois anos sem registar nenhum caso da doença, que continua endémica em três países: Afeganistão, Nigéria e Paquistão. Vacina oral bivalente Até 2009, a Índia registava quase metade do número de casos de Polio no Mundo. Um dos factores mais impor-

tantes desse sucesso tem sido o uso da vacina oral anti-pólio bivalente, que é eficaz contra ambos os tipos remanescentes do vírus. Outro factor tem sido o rigoroso controlo, que ajudou a reduzir para menos de 1% o número de crianças que deixam de ser vacinadas durante os Dias Nacionais de Imunização, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. Desde 1988 o Rotary tem sido um dos líderes na Iniciativa Global de Erradicação da Polio ao lado da OMS, Unicef e Centro Norte-Americano de Controlo e Prevenção de Doenças. A Fundação Bill e Melinda Gates também desempenhou um papel chave nessa iniciativa. Vestindo os seus coletes e bonés amarelos, os cerca de 119.000 rotários da Índia têm ajudado a vacinar crianças, organizar acampamentos pró-saúde e consciencializar a população sobre a Polio, com a distribuição de folhetos, bonés e outros itens. Apoio global de rotários «Com o apoio dos nossos irmãos e irmãs em Rotary em todo o Mundo, os rotários indianos trabalharam mês a mês na realização de Dias Nacionais de Imunização, levando a vacina oral anti-pólio a milhões de crianças», afirmou o presidente do Rotary Internacional, Kalyan


FEVEREIRO 2012

Banerjee, do Rotary Club de Vapi, Índia. «Como indiano, estou muito orgulhoso daquilo que o Rotary conquistou, porém, sabemos que esse não é o fim do nosso trabalho. O Rotary e os seus parceiros devem continuar a imunizar crianças na Índia e noutros países até que o objectivo final de um mundo livre da Polio seja alcançado». «Um ano inteiro sem um caso de Polio na Índia é um passo significativo rumo a um Mundo livre da doença; um exemplo do que pode ser feito independentemente do problema a enfrentar», disse Robert S. Scott, presidente da Comissão Internacional Pólio Plus do Rotary. «Os rotários da Índia estão e devem estar orgulhosos do seu empenho em todos os sentidos, pois sem eles, o Mundo não teria alcançando esse marco.” Deepak Kapur, de Nova Deli, é responsável pelo programa de erradicação da pólio do Rotary na Índia e reconhece o empenho do Ministério da Saúde do país nesta batalha. Até então, o governo indiano gastou mais de 1,2 milhões de dólares em actividades em prol da erradicação da doença. «O apoio governamental para derrotarmos a pólio, e termos a sorte de ter um governo que é o nosso maior promotor nessa empreitada», afirma Deepak.

| carta mensal do governador | 35

Para mais informações: - Veja um post no Rotary Voices blog - Assista a um vídeo do presidente do RI Kalyan Banerjee - Saiba mais sobre os trabalhos do Rotary pela erradicação da pólio - Contribua para a campanha End Polio Now


36 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> VOG Rotary Club Almada Na minha Visita Oficial ao Rotary Club de Almada fui acompanhado pelo Governador Assistente, compº Afonso Malho e recebido pelo Presidente do Clube, compº Luís Eira, bem como pelo presidente do Rotary Club da Costa da Caparica, compº Luís Franco e os restantes membros do Conselho Director. Tive o privilégio de visitar a Associação Almadense Rumo ao Futuro, uma IPSS sem fins lucrativos que apoia jovens e adultos com deficiência, no seu Centro de Actividades Ocupacionais, estando prevista a integração futura de um Lar Residencial. Em Almada encontrei um clube com uma personalidade muito própria, no qual se respira companheirismo e existe alguma informalidade, o que não o impede, contudo, de ser bastante cumpridor de todo o protocolo rotário. Aliás este clube dá uma grande importância à formação, enquanto pilar fundamental no funcionamento do Rotary. O RC Almada comemorou este ano o seu 60º aniversário, que lhe confere um longo historial. Do seu quadro social ressaltam nomes de companheiros como o PGD Ricardo de Almeida Júnior (Nota: na data da VOG ainda estava entre nós, tendo infelizmente falecido recentemente) e o Governador Indicado para 2014/2015, compº António Mendes. O RC Almada tem 6 clubes “afilhados”, nomea-

damente Costa da Caparica, Sesimbra, Reguengos de Monsaraz, Seixal e Barreiro e é reconhecido na comunidade pelas suas acções. O clube desenvolve muitas acções de companheirismo em eventos fora das reuniões normais do clube, onde se vive um clima de amizade e confraternização. Gostaria de destacar a sua tradição de serviço ao nível das Novas Gerações, através de eventos de referência e a criação da Casa da Amizade, na qual colaboram activamente as esposas dos companheiros. Na reunião com o Conselho Director foi feito o ponto da situação relativo ao Quadro Social, sendo que neste momento o clube tem 22 companheiros, dos quais 17 são bastante activos e 2 dos sócios honorários são de grande prestígio pela sua excelência científica, a Professora Dra. Elvira Fortunato e o Professor Dr. Rodrigo Martins. A média de idades é de 61 anos, pelo que um dos grandes objectivos é a entrada de mais três jo-

vens companheiros. Os objectivos e propósitos de acção mais relevantes do Rotary Club de Almada para o presente ano rotário são o apoio

regular à Associação Almadense Rumo ao Futuro, através de um subsídio equivalente e à Escola Anselmo Andrade.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 37

> VOG Rotary Club Costa da Caparica A minha Visita Oficial ao Rotary Club da Costa da Caparica, na qual fui acompanhado pelo Governador Assistente, compº Afonso Malho e recebido pelo Presidente do Clube, compº Luís Franco, teve início na Junta de Freguesia da Costa da Caparica, onde apresentei cumprimentos ao Exmo. Sr. Adérito Gouveia Ramos, secretário da instituição, onde foi realçado o bom relacionamento entre esta e o R.C. da Costa da Caparica e as acções efectuadas em conjunto. Na reunião com o Conselho Director fiquei a conhecer melhor um clube de profissionais dedicados, que exercem a sua influência para apoiar a sua comunidade. Neste momento o Quadro Social é constituído por 16 companheiros, dos quais três são senhoras. Tendo em conta que a média de idades é de 60 anos, um dos desafios do clube é aumentar o quadro social com jovens e, simultaneamente, fazer a retenção dos companheiros que constituem o clube. Os principais objectivos de acção do Rotary Club da Costa da Caparica para o presente ano rotário são a realização do projecto Dar à Costa”, que apoia jovens através do acompanhamento pós-escolar, reactivação das palestras relevantes para a comunidade, que pretendem que sejam abertas à população em geral.


38 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> jantar festivo conjunto das vog's ao rc almada e rc costa da caparica O jantar festivo contou com a presença dos Presidentes de ambos os clubes, compº Luís Eiras do Rotary Club de Almada e compº Luís Franco do Rotary Club da Costa da Caparica, para além da maioria dos companheiros dos dois clubes, do Governador Assistente compº Afonso Malho, do Presidente do Rotary Club da Moita, compº João Candeias e do compº António Mendes, da Comissão Distrital das Bolsas Pela Paz. No decorrer do jantar destaquei o facto de serem dois clubes com uma personalidade muito própria, que desenvolvem um excelente trabalho e interagem bastante com a sua comunidade. Por se tratar de dois clubes muito próximos, exortei os mesmos a efectuarem trabalho conjunto, pois dessa forma a comunidade sairá beneficiada. Tive ainda a enorme satisfação de anunciar o compº António Mendes do RC Almada como Gover-

nador Indicado para o ano 2014/2015, o que a todos encheu de satisfação, tornando-se assim o 3º Governador proveniente daquele clube. Foi um jantar no qual todos os companheiros conviveram num clima de companheirismo e amizade, que terminou com a habitual troca de lembranças entre mim e os presidentes dos clubes.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 39


40 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> angelique kidjo será uma das palestrantes na convenção de 2012 Por arnold r. grahl

A cantora Angelique Kidjo, vencedora de um Grammy, vai juntar-se a outros ilustres palestrantes na Convenção de 2012 em Bangcock, que vai decorrer de 6 a 9 de Maio. Inscreva-se até ao dia 1 de Março e pague apenas 195 dólares para participar na Convenção. Depois desta data, o preço para rotários, cônjuges e convidados com mais de 19 anos será de 245 dólares. Como embaixadora do Unicef, Kidjo usa o seu talento musical para inspirar e capacitar pessoas em todo o Mundo e através da Fundação Batonga, promove a educação de meninas na África. O seu trabalho inclui também a participação em campanhas em prol do comércio justo e do combate à venda de armas de pequeno porte, que contribuem para conflitos e violação dos direitos humanos no continente africano. Saiba mais sobre a cantora na edição de Abril de 2011 da revista The Rotarian. A palestra de Kidjo na Convenção será na Segunda-feira, 7 de Maio. Antes disso ela falará no Simpósio Rotary sobre Paz, na Sexta-feira, 4 de Maio. Saiba mais sobre os outros palestrantes: Yunus Yunus, vencedor do Prémio Nobel da paz, era professor de Economia na University of Chittagong, em Bangladesh, quando começou a transformar vidas através do microcrédito. O que começou como pequenos empréstimos a mulheres carentes acabou por se tornar no

Grameen Bank, que hoje tem mais de 2.500 filiais. Evans Evans é co-fundador e CEO do Projecto Global Contra a Pobreza, que motiva as pessoas a combater a miséria e cuja lista de campanhas inclui agora a erradicação da pólio. Martin Martin trabalha como coordenadora de currículo de saúde pública e professora num campo de refugiados na fronteira entre a Tailândia e Mianmar. No ano passado, completou o programa de três meses no Centro Rotary pela Paz na Chulalongkorn University, em Bangcock. O menino e o tigre A Comissão Anfitriã também planeou excursões culturais e eventos para os participantes da Convenção. Entre eles estão a peça “O menino e o tigre”, que celebra a juventude tailandesa com música, dança e efeitos especiais. O espectáculo é baseado na obra “A Vida de Pi”. Para mais informações: - Inscreva-se para a Convenção e eventos do RI. - Inscreva-se nos eventos da Comissão Anfitriã. - Saiba mais sobre os palestrantes da Convenção 2012. - Confira os descontos de viagem dos membros da Star Alliance. - Informe-se sobre o Simpósio Rotary sobre Paz.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 41

> VOG Rotary Club Caldas da Rainha A minha Visita Oficial ao Rotary Club das Caldas da Rainha iniciou-se na Câmara Municipal, onde apresentei cumprimentos ao Exmo. Sr. Presidente, Dr. Fernando José da Costa. De seguida deslocámo-nos a Óbidos onde fomos recebidos pelo Sr. Vereador Ricardo Ribeiro, em representação do Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Óbidos, Dr. Telmo Faria. Nestas visitas fui acompanhado pela Governadora Assistente, companheira Alzira Henriques e pela Presidente do clube, companheira Maria Irene Puga e demais companheiros do mesmo. Nas Caldas da Rainha tive a oportunidade de visitar o marco rotário que está colocado numa das rotundas da cidade, que confere grande dignidade e notoriedade ao nosso movimento. Na Reunião com o Conselho Director foi-me dado a conhecer um clube que tem uma significativa intervenção na sua comunidade e um largo historial de 58 anos de existência. Embora já falecido, o compº PGD Jaime Saez Buceta, que foi membro do RC Caldas da Rainha, ainda hoje é recordado no Distrito, no país e mesmo internacionalmente, pelo seu papel percursor e grande activista e entusiasta da campanha Polio Plus. O Quadro Social é for-

mado por 17 companheiros, com uma média de idades de cerca de 50 anos, com duas companheiras no seu seio, uma das quais presidente do clube neste ano rotário. Em termos de estratégia de desenvolvimento, está prevista a referenciação das pessoas em relação às classificações mais relevantes ainda por


42 | carta mensal do governador |

preencher, de forma a conseguir a entrada de mais dois companheiros. O clube divulga as suas acções através do seu Boletim Mensal e da sua página na Internet. Pretendem vir a aderir ao facebook. No jantar festivo estiveram presentes, para além dos companheiros do clube das Caldas da Rainha, dos quais destaco o compº Rogério Caiado, um dos rotários mais activos, companheiros de outros clubes, membros da equipa distrital, a GA Alzira Henriques, o Vice-Presidente da Câmara Municipal das Caldas das Rainha, Dr. Tinta Ferreira e ainda o compº sócio honorário do Rotary Club de Setúbal, Engenheiro Sá Nogueira, que me deu particular prazer poder rever.

FEVEREIRO 2012

No decorrer do jantar foi entregue uma bolsa de estudo a uma aluna de uma das escolas da comunidade e foram apostas 2 insígnias Paul Harris Fellow, uma delas com uma safi-

ra à Presidente do clube, companheira Maria Irene Puga. O jantar decorreu num ambiente de saudável companheirismo e convivência e terminou com a habitual

troca de lembranças com a Presidente do clube, a quem ofereci a minha peça evocativa do ano rotário, com o lema “Conheça a Si Mesmo Para Envolver a Humanidade”.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 43


44 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> ex-soldado mirim será palestrante no Simpósio rotary sobre paz

Por dan nixon

Emmanuel Jal tem uma história extraordinária para contar. Ex-soldado mirim no Sudão, Jal agora é artista de hip-hop, autor, actor, além de porta-voz da Amnistia International e da Oxfam Internacional. Também já colaborou com a Save the Children, Unicef, Programa Mundial de Alimentos e Christian Aid. “Acredito que sobrevivi para contar a minha história e tocar outras vidas”, disse Jal. “Se der o meu testemunho, talvez consiga evitar que outra criança perca a sua infância.” Jal será um dos palestrantes do Simpósio Rotary sobre Paz, que será realizado de 3 a 5 de Maio em Bangcock, na Tailândia, juntamente com a Confraternização de Alumni, antes da Convenção de 2012. No evento, ex e actuais bolseiros Rotary pela Paz, outros alumni da Rotary Foundation e rotários terão a oportunidade de ouvir as últimas notícias sobre projectos em prol da paz e da resolução de conflitos, e de aprender com especialistas no assunto. Este ano os Centros Rotary de Estudos Internacionais na área de paz e resolução de conflitos completam dez anos de existência. Os sete centros, localizados em universidades de todo o mundo, oferecem a futuros líderes a oportunidade de fazer mestrado ou curso de aperfeiçoamento profissional em estudos internacionais, resolução de conflitos ou numa área relacionada. Existem mais de 600 ex-bolseiros Ro-

tary pela Paz e aproximadamente 62% deles trabalham actualmente para governos, ONG’s ou organizações como as Nações Unidas e o Banco Mundial. Assim como Jal, o ex-participante de programa Josephus Tenga também sonha com um mundo pacífico. Em 1999, Tenga e a sua família tiveram de fugir de Serra Leoa para não perderem as suas vidas na guerra civil. Algum tempo depois, um rotário ouviu Tenga contar a sua experiência e incentivou-o a inscrever-se para uma Bolsa Rotary pela Paz. Ele acabou por receber a bolsa e estudou no Centro Rotary na Duke University e na University of North Carolina at Chapel Hill, nos EUA, em 2004-06. Tenga tem trabalhado como conselheiro técnico para a Comissão de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração do Sudão, que ajudou no estabelecimento da República do Sudão do Sul, no último mês de Julho. “Violência é uma indústria», diz ele. «As pessoas estão a ganhar dinheiro com ela e não podemos ignorar o que está a acontecer.» Para mais informações: - Saiba mais sobre o Simpósio Rotary sobre Paz de 2012 (PDF) - Inscreva-se para a Convenção do RI de 2012 - Leia sobre dez bolsistas Rotary pela Paz na edição de Fevereiro da The Rotarian


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 45

> VOG Rotary Club Carnaxide A Visita Oficial ao Rotary Club de Carnaxide, na qual fui acompanhado pela Governadora Assistente, companheira Mara Duarte e recebido pelo Presidente do clube, compº Manuel Barroso e demais companheiros do clube, teve início com a habitual apresentação de cumprimentos nas Juntas de Freguesia de Carnaxide e Queijas. Fui agradavelmente recebido pelos Exmos. Srs. Presidentes, Dr. Jorge Manuel Vilhena e Dr. Luís Lopes, respectivamente. Tive o prazer de visitar a Instituição Família Global, cuja missão é apoiar crianças e jovens em risco social, criando as condições necessárias para a sua reintegração familiar. A Instituição foi criada em 1998 por um grupo de profissionais - médicos, enfermeiros e psicólogos que, confrontados com as necessidades das famílias, decidiram contribuir para a uma sociedade mais igualitária e com mais justiça social.

Foi-me dado o privilégio de visitar a Casa de Betânia, uma Instituição que acolhe pessoas com deficiência intelectual, quando a família não as pode acompanhar. Os objectivos da acção da Casa de Betânia são criar comunidades de vida integradas nas localidades, onde pessoas com


46 | carta mensal do governador |

deficiência intelectual e responsáveis vivem juntos, trabalhando e partilhando as suas experiências; criar lugares de formação profissional e laboral que levem à inserção destas pessoas na sociedade e no mundo do trabalho; ser uma Comunidade Cristã; desenvolver um Serviço de Voluntariado que apoie as residências e dinamize actividades e apoiar e encaminhar, através do Centro de Recursos Sociais, crianças, jovens e adultos com deficiência e suas famílias, procurando sempre a inclusão na sociedade.O presidente do clube é simultaneamente o responsável por esta instituição e, durante a visita, foi celebrado o seu aniversário numa festa muito simples, mas simbólica, preparada pelos responsáveis e utentes da mesma. Na reunião com o Conselho Director foi-me dado a conhecer um clube onde se respira companheirismo, que promove muitos encontros e reuniões para além das “estatutárias”, e que tem uma enorme ligação com as instituições da sua comunidade. Em termos de Quadro Social, neste momento o clube tem 21 companheiros cuja média de idades é de 55 anos e dos quais 8 são senhoras. Fazem parte deste clube alguns integrantes da minha equipa distrital, nomeadamente a compª Maria de Lurdes Paiva, presidente da CD do Desenvolvimento e Expansão do QS e o comp. Helder Raimundo, Instrutor do Protocolo, a quem o nosso Distrito mui-

FEVEREIRO 2012

to deve pelas suas prestações na matéria. A estratégia de desenvolvimento do Quadro Social passa essencialmente pela retenção e pela entrada de mais um jovem companheiro. Ao nível da divulgação das suas actividades pode dizer-se que a comunidade reconhece a existência de um clube rotário no seu seio. O RC Carnaxide tem usualmente bancas nas iniciativas locais e interage com os jornais locais, possuindo um excelente boletim do clube e um perfil activo no Facebook. Relativamente às novas gerações promove junto das escolas o aluno melhor companheiro e premeia os melhores alunos das escolas da comunidade. Relativamente à RF de referir que ultimamente obtiveram 2 subsídios

equivalentes e que praticamente todos os companheiros são PHF. No jantar festivo, com a presença de companheiros de outros clubes para além dos membros do clube anfitrião, estiveram presentes os presidentes do RC Oeiras, comp. Esteves Guerra e do RC Algés, comp. PGD Artur Almeida e Silva e também a Engª Maria João, representante da Junta de Freguesia de

Queijas, presença habitual nas reuniões do clube, já a precisar ser convidada para ser nossa companheira. Especial destaque constituiu a celebração do aniversário do presidente, comp. Manuel Barroso e a entrega da insígnia PHF a um companheiro do clube. Foi um jantar de companheirismo e convivência entre todos os presentes, que terminou com a habitual troca de lembranças.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 47


48 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> projecto de formação profissional canadense procura oportunidades de emprego para deficientes

Por ryan hyland

Vários distritos de Ontario, Canadá, estão a ajudar a a expandir as oportunidades de emprego a pessoas com deficiências físicas ou mentais, educando os líderes empresariais sobre os benefícios de contratá-las. Os Distritos 6290, 6400, 7070 e 7090 estão a colaborar com a Community Living Ontario (associação sem fins lucrativos que trabalha a favor de pessoas com deficiências) num projecto de formação profissional, que oferece recursos e formação a empresários interessados em contratar essas pessoas. Desde a sua fundação em 2009, o programa já ajudou mais de 130 deficientes. O gerente do projeto, Joe Dale, do Rotary Club de Whitby, disse que cerca de 16% da população da província possui algum tipo de deficiência física ou mental; e dessas pessoas, 49% está desempregada. “Trata-se de uma das grandes minorias do país e um grupo de pessoas significativo que as empresas deveriam utilizar”, afirmou. “Este projecto ajudou a quebrar o mito sobre os deficientes, criando vínculos entre eles e as empresas”, disse Dale, director executivo da Rede de Empregos para Deficientes em Ontario. “Nós incentivamos rotários e empresários a contratar pessoas com deficiências e informamo-los sobre as vantagens de contratá-las».

Estudos realizados pela Community Living Ontario e pesquisas com empregadores demonstram que os empregados que possuem alguma deficiência, possuem desempenho normal ou superior, são dispostos e capazes de trabalhar em diversos cargos e aumentam a moral dos funcionários. O sócio do Rotary Club de Whitby, Mark Wafer, que ajudou a fundar o projecto, indica que contratar pessoas com deficiências trouxe-lhe vários benefícios. Ele é proprietário de seis Tim Hortons, uma rede de cafés do Canadá, e já contratou mais de 80 deficientes nos últimos 16 anos para trabalhar em todo tipo de funções. Segundo Wafer, esses funcionários ficam mais tempo na empresa, reduzindo os custos com entrevistas, novas contratações e formações. Ele diz que « sentir-se bem numa empresa onde eles não são discriminados melhora a qualidade da força de trabalho em geral, e que a vantagem é significativa.» Expandindo o projecto Dale espera que todos os clubes e distritos do Canadá façam parte desse projecto. Os rotários podem aproveitar a sua influência local para dar o exemplo e


FEVEREIRO 2012

«mostrar aos empresários que contratar pessoas com deficiências é rentável», diz ele. Os clubes participantes podem utilizar os seus contactos para organizar sessões informativas destinadas a empresários, câmaras de comércio e associações comerciais e industriais. O vice-governador de Ontario, David Onley, que contraiu o vírus da Pólio em criança, ficando parcialmente paralisado, afirma que o projecto «constitui uma importante parceria entre a Community Living Ontario e os rotários para ajudar as pessoas com deficiência a encontrar o emprego apropriado através dos seus contactos empresariais.” A contratação de deficientes é uma das últimas formas de discriminação e “a intervenção dos rotários nesta causa é importantíssima.» Download Introdução aos Serviços Profissionais Inscreva-se para receber o Boletim dos Serviços Profissionais

| carta mensal do governador | 49


50 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> VOG Rotary Club Cascais-Estoril Na minha Visita Oficial ao Rotary Club Cascais-Estoril fui acompanhado pela Governadora Assistente, companheira Mara Duarte e recebido na sua magnífica sede pelo Presidente, compº Luís Vitorino Marques, bem como pelos restantes membros do Conselho Director, de entre os quais destaco o companheiro Past-Governador Distrital Alberto Maia e Costa. Durante a reunião com o CD foram abordados vários assuntos relativos à vida deste clube, onde impera um elevado espírito de companheirismo e que tem inúmeros projectos de apoio à sua comunidade. Em termos de Quadro Social, tem 39 sócios representativos, entre os quais 7 senhoras e uma média de idade que se situa nos 60 anos, contando no entanto com vários companheiros bastante jovens. Possui igualmente um Clube Inner Wheel muito activo. O RC Cascais-Estoril tem um vasto historial, com companheiros que exerceram ou exercem várias missões de destaque no nosso movimento, desde Governadores de Distrito, nomeadamente o PGD Alberto Maia e Costa e PGD Henrique Gomes de Almeida, a Administradores e dirigentes da FRP, companheiros PGD Alberto Maia e Costa, Horácio Brito e António Domingos, passando pelo incansável compa-

nheiro Roberto Carvalho, actual Presidente da CD dos Serviços Profissionais. O PGD Henrique Gomes de Almeida foi recentemente indigitado para Coordenador Regional da RF (RRFC), para a Zona 12 e 13B. O RC Cascais-Estoril tem vários projectos de apoio à comunidade. Apenas como exemplo refira-se a recolha de alimentos para a AMI, roupa para o Centro de Apoio Social do Pisão. Divulgam activamente as suas actividades, recorrendo muito activamente ao facebook. No final da reunião tive o privilégio de assinar o Livro de Honra do Clube. Após a reunião de trabalho com o CD tive o grato prazer de inaugurar a Exposição ROTARY-ARTE-SO-


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 51

LIDARIEDADE-IV, exposição solidária de pintura, fotografia e escultura, patente até 16 de Outubro no Centro Comercial CascaisVilla e organizada pelo Rotary Clube Cascais-Estoril, com o apoio do Rotary Clube Parede-Carcavelos. Esta magnífica exposição contou com obras de vários artistas de entre os quais a companheira Gabriela Carvalho do RC Cascais-Estoril e Vitor Cordeiro do RC Parede-Carcavelos. Os vários artistas acordaram em ceder uma percentagem de

20% do produto da venda para a campanha «END POLIO NOW». O evento teve igualmente por objectivo a divulgação da imagem pública do Rotary, contendo nos expositores basta informação sobre o Movimento Rotário, designadamente a Revista de divulgação do Projecto de Erradicação da Polio, uma edição do próprio clube. Tive ainda a oportunidade de visitar o Centro Cultural Rotário em Cascais.


52 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> VOG Rotary Club Parede-Carcavelos Na minha visita oficial ao Rotary Club de Parede-Carcavelos, fui acompanhado pela Governadora Assistente, companheira Mara Duarte e recebido pelo Presidente do clube, compº Domingos Carmona e demais companheiros do Clube. No período prévio à sempre agradável reunião de Conselho Director, tive a oportunidade de visitar o Centro Comunitário da Paróquia de Carcavelos, instituição com a qual o Clube tem uma excelente relação, tendo sido recebido pela sua Directora, Dra. Conceição Fernando. Aqui, tive o grato privilégio de visitar a creche equipada pelo clube. Na reunião com o Conselho Director foram abordados os aspectos mais relevantes do funcionamento do clube, nomeadamente o Quadro Social e os projectos que este pretende desenvolver. Em termos do Quadro Social, é um clube pequeno, tem apenas sete companheiros, cuja média de idades é de 54 anos. No entanto, gostaria de sublinhar que apesar de poucos, estes companheiros são bastante activos e empenhados nos projectos e actividades que o clube desenvolve na sua comunidade. Os objectivos e propósitos de acção do Rotary Club Parede-Carcavelos para o presente ano rotário são os seguintes:

distinção do aluno melhor companheiro; homenagem ao profissional do ano; divulgação de profissões junto das escolas; realização de visitas profissionais

e culturais; organização de palestras e lançamento do segundo marco rotário em Carcavelos. Um dos projectos mais ambiciosos do clube é o de equipar a Cre-

che do Centro Comunitário da Paróquia de Carcavelos ao nível do parque infantil e exteriores, através de um subsídio equivalente da Rotary Foundation. Este


FEVEREIRO 2012

é um projecto de continuidade, uma vez que o clube já equipou as salas, com recurso à Fundação Rotária Portuguesa e aos seus parceiros, bem como a cozinha e refeitório, com a colaboração da EDP. De salientar ainda a formação em curso do Rotaract Club Parede-Carcavelos, que conta já com vários jovens membros potenciais, com extremo entusiasmo e motivação.

| carta mensal do governador | 53


54 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> jantar festivo conjunto das vog's ao rc CASCAIS-ESTORIL E RC PAREDE-CARCAVELOS O jantar festivo conjunto entre o RC Cascais-Estoril e RC Parede-Carcavelos decorreu na Estalagem Muxacho e contou com a presença de muitos com-

panheiros de ambos os Clubes, de Companheiros do RC Lisboa, RC Carnaxide, RC Algés, RC Lisboa-Belém, RC Oeiras, RC Setúbal e do Inner wheel

Cascais-Estoril e ainda do Lions Cascais-Cidadela. A presença do Presidente da Câmara Municipal de Cascais prestigiou o evento e evidenciou a cooperação

entre Rotary e a edilidade. Viveu-se um excelente espírito de companheirismo e amizade, terminando com a habitual troca de lembranças.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 55


56 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 57


58 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> rotary club lisboa-norte distinguido pela sua contribuição para a campanha end polio now No passado dia 15 de Fevereiro, teve lugar um jantar festivo no qual o Rotary Club Lisboa-Norte foi distinguido e reconhecido por Rotary Internacional pela sua contribuição para o programa END POLIO NOW. O diploma foi entregue pelo Governador José Coelho a este clube, que fez a maior contribuição pecuniária de todo o Distrito no ano rotário 2010/11. O Governador salientou a importância des-

ta campanha e também as contribuições dadas por clubes de todo o Mundo. No decorrer do jantar assinalou-se também a entrada de um novo companheiro e o encerramento ficou a cargo da Dr.ª Matilde Sousa Franco, que despertou o interesse de todos os presentes com a sua palestra acerca do tema “À Procura da Felicidade”.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 59


60 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> VOG Rotary Club Almancil Int. A Visita Oficial ao Rotary Club de Almancil Internacional iniciou-se com uma calorosa recepção feita pelo Presidente do Clube, compº Keith Johnson e pelos restantes membros do seu Conselho Director na ASCA - Associação Social e Cultural de Almancil - entidade que o clube apoia e cujo presidente é companheiro do clube, compº Hermes Alberto. Na reunião com o Conselho Director foram abordados aspectos relevantes acerca do clube. Em termos de Quadro Social, o Rotary Club de Almancil tem 23 companheiros com uma média de idades de cerca de 60 anos, de 9 nacionalidades diferentes e dos quais 5 são senhoras. Os objectivos e propósitos do Rotary Club de Almancil Internacional para este ano rotário são: organização de um evento para angariação de fundos, que

terá lugar na Primavera e será aberto a rotários e não rotários; atribuição do prémio de melhor estudante da Escola Internacional de S.Lourenço; organização de campos de férias; realização do Music Hall com

o Angel Group e do Tennis Family Day, ambos com o propósito de angariação de fundos; apresentação de livros de Rotary nas escolas da comunidade; entrega de bilhetes do espectáculo do circo para crianças e continuação do apoio que tem sido dado à ASCA e à UNIR, uma IPSS de Loulé na qual foram entregues re-

centemente lap tops. É de salientar o facto de o clube ter efectuado uma contribuição significativa para a Fundação Rotária Portuguesa, o que, sendo um clube internacional, prova o alinhamento perfeito com as acção e as causas do movimento no nosso país. O RC Almansil pretende


FEVEREIRO 2012

continuar a estreitar os seus laços com outros clubes vizinhos, tendo previsto a realização de reuniões conjuntas, nomeadamente com o RC Silves. Um grande desafio que o clube tem pela frente é a melhor divulgação das suas acções, uma vez que têm muita criatividade e diversidade nas mesmas. Um desses exemplos foi a realização de um evento denominado Country Western Music Event que teve lugar em 15 de Outubro de 2011, com a presença 200 pessoas, para angariação de fundos. Foi num castelo em Loulé e angariaram cerca de 11.000 Euros. Nesta visita fui acompanhado pelo GA, compº Silvério Guerreiro e pelo GA do Grupo 14, comp. Fernando Alves e esposa.

| carta mensal do governador | 61


62 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> VOG Rotary Club Faro

Na minha Visita Oficial ao Rotary Club de Faro fui acompanhado pelo Governador Assistente, compº Fernando Alves e recebido pelo Presidente do clube, compº Joaquim Mendonza, bem como pelos restantes membros do Conselho Director. Esta visita teve início com a apresentação de cumprimentos na Câmara Municipal de Faro, onde fui agradavelmente recebido pelo Exmo. Sr. Presidente, Engenheiro José Macário Correia. Tive a oportunidade de visitar a APPC - Associação

Portuguesa de Paralisia Cerebral -, instituição que o clube apoia. Fundada em 1982 por um grupo de pais e técnicos, a APPC actua na prevenção, diagnóstico, avaliação e reabilitação de pessoas com paralisia cerebral e com perturbações do desenvolvimento. As acções que desenvolve a nível distrital, são no âmbito da educação, saúde, acção social, habitação, formação profissional, emprego, recreação e desporto. Neste momento dá resposta às necessidades de cerca de 300 pessoas incapacitadas e os

seus principais objectivos são: sensibilizar a sociedade para este problema e integrar as pessoas com paralisia cerebral na sociedade, através do desenvolvimento das suas potencialidades e garantindo-lhe o acesso aos direitos essenciais. Actualmente, a APPC está a construir um novo equipamento, construído ao abrigo do programa PARES (Programa de Alargamento das Redes Sociais) com 900 metros quadrados de área, constituído por um Lar Residencial com capacidade para alo-

jar, de forma permanente, 20 pessoas, e uma Residência Autónoma, para 5 jovens/adultos com deficiência. Estas novas estruturas vão permitir a melhoria da qualidade de vida dos seus residentes e das respectivas famílias. Na reunião com o Conselho Director tive o privilégio de assinar o Livro de Honra com uma mensagem alusiva à comemoração do 50º aniversário do clube. No que diz respeito ao Quadro Social, este clube tem 18 companheiros, duas senhoras e uma média de idades de 65 anos.


FEVEREIRO 2012

A curto prazo, a meta é a da entrada de dois novos companheiros, sendo que, para isso, o clube vai organizar palestras de âmbito cultural e social abertas à comunidade, para posteriormente poder fazer o convite. Os objectivos e propósitos de acção do Rotary Club de Faro para o presente ano rotário são de entre outras, a atribuição de Bolsas de Estudo; entrega de Prémios Escolares, do Prémio Literário Paul Harris; homenagem ao Profissional do Ano e continuidade do projecto “Saúde Brincando”, que é levado a cabo pelo clube desde 2001. O programa consiste na realização de uma festa mensal promovida pelo clube em es-

treita colaboração com as educadoras de Infância do Serviço de Pediatria e do Conselho de Administração do Hospital Central de Faro. A festa realiza-se na terceira de quinta-feira de cada mês e pretende proporcionar momentos de alegria e diversão às crianças doentes, dar-lhes ânimo para recuperar e dar a conhecer a outras pessoas os serviços de pediatria do Hospital e o trabalho incansável que desenvolvem. O RC Faro é um clube com um vasto historial de acções desenvolvidas, mas que necessita de reforçar o seu Quadro Social e de divulgar as acções que leva a efeito. Estes dois objectivos foram amplamente

| carta mensal do governador | 63

debatidos e reconhecidos como prioridades no seu programa de acção. O seu passado brilhante de 50 anos “exige” uma de-

dicação de todos os seus membros por forma a fortalecer cada vez mais o seu clube.


64 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> VOG Rotary Club Loulé A minha Visita Oficial ao Rotary Club de Loulé teve início com a recepção feita pela Presidente do clube, companheira Maria Helena Baptista (que é simultaneamente a Presidente da Comissão Distrital das Universidades Séniores) a mim e ao Governador Assistente, compº Silvério Guerreiro, que também pertence a este clube. Após a recepção, teve lugar a habitual apresentação de cumprimentos na Câmara Municipal de Loulé, onde o Exmo. Sr. Presidente Dr. Sebastião Emídio me recebeu de forma bastante agradável. Tive

ainda a oportunidade de fazer uma visita ao marco rotário, que foi inaugurado em Abril de 2007. Na reunião de trabalho com o Conselho Director foram abordados aspectos relevantes do funcionamento do clube e dos seus projectos futuros. Neste momento o clube conta com 20 companheiros com uma média de idades de 60 anos e dos quais dois são senhoras. Neste âmbito - de desenvolvimento do Quadro Social - o objectivo é a entrada de dois novos companheiros. Para além de fazer uma programação bastante

sistemática das suas actividades, este clube é bastante reconhecido na sua comunidade, faz uma boa divulgação das suas acções - através do site e das notas de imprensa - e já adoptou o Plano de Liderança do Clube (PLC). Nele estão estabelecidos os objectivos e propósitos do Rotary Club de Loulé, nomeadamente: organização de sessões de orientação de líderes e acompanhamento da sua evolução enquanto rotários; desenvolvimento de actividades da Universidade Sénior de Rotary de Loulé-Almancil de forma a

cativar os formandos, tornando-a uma referência de dinâmica e serviço do clube junto da população mais idosa da zona; captação de recursos através da organização de uma gala de solidariedade e de um torneio de golfe anual; desenvolvimento do projecto Andalgarve, de geminação do Algarve com a Andaluzia, uma parceria entre o clube de Loulé e o Rotary Club de Huelva (Espanha); organização de debates e conferências de interesse para os sócios do clube; minimizar o absentismo dos sócios nas reuniões; envolvimento de


FEVEREIRO 2012

elementos da comunidade na organização de eventos; desenvolvimento de diligências para conseguir a atribuição de um espaço para a sede do clube; desenvolvimento de parcerias com outros clubes do distrito para a realização de actividades em comum, que facilitem a aproximação, o conhecimento e a amizade entre rotários; promoção de práticas de avaliação das actividades do clube e realização de correcções ou adaptações de procedimentos na sequência dessa mesma avaliação. Durante a reunião com o Conselho Director foi-me entregue um Plano Estratégico do Clube, muito bem organizado e que reflecte a preocupação do mesmo quanto aos seus aspectos organizativos e operacionais na perspectiva de uma continuidade e reforço da sua acção e representatividade na comunidade.

| carta mensal do governador | 65


66 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> VOG Rotary Club Silves Na minha Visita Oficial ao Rotary Club de Silves fui acompanhado pelo Governador Assistente, compº Silvério Guerreiro e recebido pela Presidente do clube, companheira Isabel Flores e demais companheiros do clube. Tive a oportunidade de visitar uma escola a qual o clube está a apoiar na construção de duas salas com equipamento para alunos com necessidades especiais, bem como o lar Bom Samaritano, uma IPSS fundada em 1992 cujo missão é dar possibilidade a crianças de encontrar apoio psicológico, educativo, afectivo e espiritual no melhor ambiente possível. Neste momento o lar acolhe 36 crianças e jovens em regime de internamento. Em Silves encontrei um clube que se rege pelos princípios da amizade e do companheirismo, que desenvolve um excelente trabalho sobretudo ao nível da organização de palestras, nas quais muitas vezes os próprios compa-

nheiros são os palestrantes. O clube tem neste momento 23 companheiros, de 7 nacionalidades diferentes e dos quais 9 são senhoras. Nesta área, a grande meta é atingir os 30 companheiros e reduzir a média de idades, que neste momento é de 60 anos. Em termos de divulgação das actividades, o clube tem representação na Feira Internacional de Portimão e a sua divulgação é assegurada eficazmente através da comunicação social, uma vez que uma das companheiras é proprietária de um jornal. É um clube em processo de renovação e recuperação, que pretende reforçar cada vez mais o seu espaço de intervenção. A esse nível estão a preparar a revisão dos seus estatutos e a história do clube. Pretendem fazer reuniões conjuntas regulares com o RC Almansil para eventuais estratégias de actuação conjuntas.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 67

> jantar festivo conjunto das vog's ao rc almancil Int., RC Faro, RC Loulé e RC Silves. 50º aniversário do RC faro O jantar festivo conjunto teve a particularidade de coincidir com a celebração dos 50 anos do RC Faro, o que deu um brilho acrescentado ao evento. O mesmo contou com a presença de cerca de 90 pessoas, das quais destaco o Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal de Faro, Engenheiro José Macário Correia, o Vice-Presidente Rogério Coe­­lho Bacalhau, que já foi companheiro e Presidente do Rotary Club de Faro. Estiveram presentes muitos companheiros dos vários clubes anfitriões para além de companheiros de outros clubes, dos quais destacaria o comp. PGD Frederico Nascimento e esposa e os companheiros GA Fernando

Alves e Silvério Guerreiro e respectivas esposas. No decorrer do jantar, tive o prazer de entregar um diploma de homenagem e a carta do Presidente de Rotary Internacional, Kalyan Banerjee ao Rotary Club de Faro pela comemoração do seu 50º aniversário, tendo recebido uma medalha alusiva ao acto, que me foi oferecida pelo Presidente do clube, compº Joaquim Mendonza. O Rotary Club de Loulé entregou um mealheiro resultante das contribuições de uma criança ao longo dos meses, neta do companheiro Jean François Escriva do RC Loulé e que será encaminhado à Rotary Foundation para ajudar crianças

desfavorecidas em todo o Mundo. Este gesto tem um significado muito especial, pois é uma criança que confia na nossa acção. Vários clubes algarvios não quiseram deixar de felicitar o clube de Faro, oferecendo algumas lembranças, o Lions Clube de

Faro ofereceu uma placa comemorativa e a companheira Maria José Fraqueza declamou um poema. Foram ainda evocados dois momentos em particular, nomeadamente a formação do clube e também o aniversário da morte de dois ilustres algarvios - António


68 | carta mensal do governador |

Aleixo e Engenheiro Duarte Pacheco. Para terminar a comemoração, partiu-se o bolo e teve lugar um animado momento musical. Foi um jantar de convívio e saudável companheirismo entre todos os companheiros presentes, que terminou com a habitual troca de lembranças.

FEVEREIRO 2012


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 69


70 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

> Desenvolvimento do quadro social e expansão Prêmio por Desenvolv Quadro Social e Expanimento do são O desenvolvimento do quadro social e a expans ão do RI são essenciais ao alcance das metas da organização relacionadas à prestação de serviços internacionais e à com unidade. Embora a responsabilida de pela expansão recaia sobre o governador de distrito, todo rotariano deve apr esentar pessoas qualificadas à associação, o que é um a obrigação intrínseca ao privilégio de pertencer ao Rotary. Visando reconhecer o aum ento do quadro social, a retenção de sócios e a fundação de novos clubes, o con selho diretor do RI criou o Prêmio por Desenvolvimento do Quadro Social e Expansão. Dis tritos que cumprem ou excedem as metas para o desenvolvi mento do quadro social também são reconhecidos.

Diretrizes O prêmio é outorgado a clubes com base em suas realizações e atividades entre 1º de julho e 15 de maio nas seguintes categorias: • Crescimento geral: clube do distrito com o maior percentual de cresciment o • Recrutamento: club e do distrito com o ma ior número de novos sócios • Retenção: clube do distrito com a maior tax a de retenção de sócios* • Novos clubes: club es

que apadrinharam nov

os clubes

*A taxa de retenção é a porcentagem de sócios que ingressaram até 1° julho e não haviam se desl de igado até 15 de maio do ano seguinte.

Além disso, os governado res dos distritos que con seguirem atingir ou exceder suas metas distritais de cres cimento até 15 de maio serão hom enageados pelo preside nte do RI.

Como identificar os clu bes que merecem reconhecimento

Os dados que refletem crescimento geral, recr utamento, retenção e fundação de novos clubes devem ser obtidos dos próprios clubes seguindo os passos a seguir: • Obter os números de 1o de julho.* Esses dados são enviados pelo RI a todos os governadores de dist rito em outubro. *Os dados iniciais do qua dro social de cada distr ito serão baseados nos relatórios semestrais de julho, enviados pelos club es ao RI até 30 de setembro de cada ano.

• Obter os dados do quadro social. Logo apó s 15 de maio, entre em contato com cada um dos club es do distrito para obter as seg uintes informações: • Crescimento geral: Qual é o número de sóc ios no clube? • Recrutamento: Quant os novos sócios foram admitidos desde 1° de julho? • Retenção: Quantos sócios que ingressaram até 1° de julho continuam no club e? • Verificar os número s vigentes em 15 de maio através do Acesso ao Portal em www.rotary.org. Observ e que tais dados estão disponí veis apenas aos govern adores de distrito. • Identificar clubes que merecem reconhecime nto. Compare os dados que obteve com os dados inic iais do quadro social do distrito .

Informe o RI

Preencha o formulário no verso para informar o RI sobre os clubes que devem ser homenageados em cad a uma das seguintes categorias: cre Estabelecimento de me scimento geral, recrut tas pelos clubes e pe amento e retenção. Indique ape lo distrito nas um clube por cat egoria, exceto no caso de empate. Incl Durante o seminário de ua também os nomes de tod treinamento dos preside os os clubes que apadrinharam ntes eleitos de clube, os governado um novo clube. res eleitos de distrito, jun tam ente com Cada um des os presidentes eleitos de tes clubes receberá um clube, são incentivados certificado assinado pelo a estabelecer presidente as metas de desenvolvi do RI. Os governadores mento do quadro social que atingirem ou supera para o ano seguinte. Cada preside suas metas distritais de rem nte entrante de clube dev crescimento até 15 de ma e definir as metas de aumento do io receberão uma homenagem do pre quadro social de modo side nte do RI. que a meta distrital possa ser divulga da na assembléia distrita l. A meta de Os certificados serão remetidos ao gov crescimento do distrito ernador em torno de representa o aumento quatro semanas para dist percentual real do quadro social dos club ribuição aos clubes hom es já existentes somado enageados. ao número de novos clubes fundad Promoção do prêmio os durante o ano. O RI promoverá este reco nhecimento em todas as suas publicações, inclusive no jornal Rotary World, na revista The Rotarian, e no site da organização. Os gov ernadores de distrito devem promo vê-lo em suas cartas me nsais e nas visitas oficiais aos clubes.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 71

> VOG Rotary Club Torres Vedras

A minha Visita Oficial ao Rotary Club de Torres Vedras, na qual fui acompanhado pela companheira Alzira Henriques e recebido pelo Presidente do Clube, compº João Perdigão e demais companheiros do clube, coincidiu com a comemoração do seu 32º aniversário. No início da visita apresentei cumprimentos ao Sr. Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Dr. Carlos Miguel, que elogiou a actividade do Rotary na comunidade. No decorrer da reunião, o presidente do RC Torres Vedras apresentou o projecto de um futuro marco rotário de grandes dimensões. Mais tarde tive o privilégio de, em conjunto com os membros do Conselho

Director deste clube, visitar a estátua do Dr. José Maria Antunes, ilustre rotário e primeiro Presidente

do Rotary Clube de Torres Vedras. A reunião com o Conselho Director teve início às

18:00h, no magnífico Salão Nobre da Misericórdia, no qual me foi dado a conhecer o Plano de Actividades


72 | carta mensal do governador |

para este ano rotário, para as quais mostrei a minha disponibilidade em ajudar no que for necessário. O Rotary Club de Torres Vedras é um clube que prima pela estabilidade, com um núcleo duro bastante alargado, um enorme dinamismo, com a organização de várias acções e onde impera o respeito mútuo e a tolerancia entre os companheiros. A assiduidade é bastante elevada e a participação muito significativa. O Quadro Social é constituído por 27 sócios, com uma média de idades de 65 anos, sócios que se mantem há muitos anos. Até ao final deste ano rotário o objectivo será ter 30 companheiros, angariar mais senhoras e baixar a média de idades. Este clube distingue-se por ter uma formação rotária bastante rigorosa, “cultivada” essencialmente pelo comº Boaventura Nogueira (vogal da CD Formação) e por manter reuniões muito preparadas e cronometradas, sendo feito um planeamento de

FEVEREIRO 2012

todas as reuniões, mesmo as que não são de carácter festivo. O RC Torres Vedras tem um excelente blog, sempre actualizado e uma perfil no facebook. Aquando da visita estava em formação o seu Rotaract, que veio a obter o Certificado de Organização no passado mês de Novembro. O jantar festivo teve lu-

gar no Hotel Império, no qual também se comemorou o aniversário do clube e da companheira Germana Sanches, do Rotary Club de Setúbal. Estiveram presentes o Sr. Presidente da Câmara Municipal, representantes de 13 clubes rotários, nomeadamente Setúbal, Alcobaça, Lisboa, Peniche, Porto de Mós, Rio Maior, Sever do Vouga, Caldas da Rainha, Lisboa-

-Estrela e Lisboa Olivais e ainda dos Rotaract de Torres Vedras e de Lisboa-Olivais. No decorrer do jantar, tive o prazer de entregar o Prémio Dr. José Maria Antunes a Afonso Chen Miao, de 13 anos, aluno do 8º ano na Escola S. Gonçalo e praticante de ginástica desde 2007. Foi com uma enorme satisfação que premiei o Campeão Distri-


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 73

tal em Tumbling e Campeão Distrital e Nacional em Mini-Trampolim. Em Outubro comemora-se o Mês dos Serviços Profissionais em Rotary e, por isso, aproveitando este jantar festivo, o clube de Torres Vedras distinguiu como Profissional do Ano o Sr. Professor Doutor Joaquim Ferreira, médico no Hospital de Santa Maria, professor universitário na Faculdade de Medicina de Lisboa, investigador da doença de Parkinson e promotor do futuro Campus Neurológico Sénior (CNS) que já está em construção em Torres Vedras. O aniversário do clube foi celebrado com um bolo, cujas velas foram apagadas pelo compº Vasco Perdigão, sócio fundador e pela companheira Germana, do Rotary Clube de Setúbal, também aniversariante nesse dia. O jantar decorreu num ambiente de saudável convivência e companheirismo e terminou com a habitual

troca de lembranças. Tive o prazer de oferecer ao Presidente do Clube e ao Sr. Presidente da Câmara a peça com o lema do ano rotário: “Conheça a Si Mesmo Para Envolver a Humanidade”, tendo recebido do clube um trabalho em cerâmica feito pela sócia honorária companheira Elisa.


74 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 75

> reconhecimento a clubes de pequeno porte por crescimento Caras e Caros companheiros Presidentes, Por forma a incentivar o desenvolvimento do quadro social de clubes com um número de membros abaixo do exigido (20 membros), o Conselho Diretor de RI estabeleceu o Reconhecimento a Clubes de Pequeno Porte por Crescimento visando premiar o esforço daqueles que enfrentam desafios únicos. Os Certificados de Reconhecimento a Clubes de Pequeno Porte por Crescimento serão conferidos (nas categorias indicadas em anexo) àqueles que alcançarem a sua meta relativa ao Quadro Social entre 1 de Julho de 2011 e 15 de Maio de 2012. Na Conferência Distrital o Governador comunicará os nomes dos clubes que merecem o reconhecimento. Cada um deles receberá um certificado de reconhecimento assinado pelo presidente do RI. Minhas caras e meus caros Presidentes, Vamos fortalecer os nossos clubes, com novas e novos rotários prontos para "Dar de si antes de pensar em si". Um abraço

José Coelho Governador D1960 2011-12


76 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXERCITO PORTUGUÊS COMANDO DA INSTRUÇÃO E DOUTRINA DIRECÇÃO DE FORMAÇÃO REGIMENTO DE CAVALARIA 3 Para:

EXMO SRº JOSÉ ALBINO MARTINS ROTARY INTERNATIONAL

__________________________________________________________________________________________ Vª REFERÊNCIA:

Vº OFICIO S/Nº

Nª REFERÊNCIA:

Nº481 Pº0.055 DE 08MAR12

ASSUNTO: CURSO DE LIDERANÇA “RYLA 2012” __________________________________________________________________________ Relativamente ao assunto em epígrafe e de acordo com o teor do ofício em refª, informo VExa que, tendo em consideração o interesse deste programa na formação de jovens em acções que promovam a suas capacidades de liderança e a oportunidade do Regimento de Cavalaria 3 (RC3) em promover e participar nesta actividade, considero esta iniciativa viável. Assim, o RC3 irá acolher o Curso de Liderança “RYLA 2012”, para 15 a 20 alunos, na data de 01 a 05 de Abril de 2012, sendo ministrado por militares e convidados qualificados nesta área, decorrendo na Região de Estremoz. Considerando, esta acção não prevista, na sequência de contactos informais previamente estabelecidos entre ambas as partes e para fazer face a encargos/custos desta actividade, o valor proposto por aluno será de duzentos euros (€ 200). Como tal, para agilizar procedimentos e dar inicio a acções preliminares do curso, solicitase, o mais breve possível, o preenchimento da Ficha de Inscrição (Anexo A) e encaminhada para o RC3. Junto se envia um “draft” inicial do horário (Anexo B) com as actividades que irão decorrer nesses dias. Largo Dragões de Olivença 7100-457 Estremoz Telefone: 268 337 600 ; Fax: 268337622 Telefone Militar: 453000 Fax Militar: 453022 ; E-mail : rc3@mail.exercito.pt ; webpage: http://intranet/C19/RC3/default.aspx


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 77

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXERCITO PORTUGUÊS COMANDO DA INSTRUÇÃO E DOUTRINA DIRECÇÃO DE FORMAÇÃO REGIMENTO DE CAVALARIA 3

Mais se informa, que o RC3 irá colocar à disposição os seus meios de apoio na área do Serviço de Saúde, canalizando para o serviço da região, aqueles que, eventualmente, possam surgir e não haja capacidade de resposta por parte do Regimento, devendo, no entanto, os alunos ser portadores de um seguro de acidentes pessoais.

Atenciosamente O COMANDANTE DOCUMENTO AUTENTICO ORIGINAL ASSINADO E ARQUIVADO NO RC3 / CID

PAULO RENATO FARO GEADA COR CAV

Largo Dragões de Olivença 7100-457 Estremoz Telefone: 268 337 600 ; Fax: 268337622 Telefone Militar: 453000 Fax Militar: 453022 ; E-mail : rc3@mail.exercito.pt ; webpage: http://intranet/C19/RC3/default.aspx


78 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

PROGRAMA

Hora

01Abr (Domingo)

07:30 08:00 08:30-09:20

02Abr (segunda-feira) Alvorada Pequeno-almoço Fotografia de curso Visita ao RC 3

09:30-10:20

Palestras

Apre Orien Dete topog bússo no te

Almoço

Percu bússo Almo

11:30-12:30

19:00 20:30-21:20 21:30-22:20 24:00

Educa

Educação Física Militar

10:30-11:20

12:45 14:00-14:50 15:00-15:50 16:00-16:50 17:00-17:50

Alvor Pequ

Chegada dos participantes ao RC 3 Apresentação de boas vindas Alojamento dos participantes Jantar Entrega de material Inquérito diagnóstico Silêncio

Pales Palestras

Dinâm

Jantar

Janta

Volteio

Adap

Silêncio

Silên


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 79

A PROVISÓRIO

03Abr (terça-feira)

rada ueno-almoço

cação Física Militar Jogos

esentação da Carta Militar. ntação da carta. erminação de coordenadas gráficas. Utilização da ola. Identificação de pontos erreno e na carta

urso topográfico diurno com ola oço

stra

mica de Grupo

ar

ptação ao meio noturno

ncio

04Abr (quarta-feira) Alvorada Pequeno-almoço Educação Física Militar Marcha c/ GOAF

Deslocamento para a área de bivaque Montagem de bivaque Percurso topográfico carta “Recolha material”

Almoço

05Abr (quinta-feira) Alvorada Pequeno-almoço Deslocamento para o RC 3 Educação Física Jogo de Futebol 11

Passeio em viatura blindada Cerimónia de encerramento Entrega de diplomas

Almoço

Provas de situação Técnicas de sobrevivência

Jantar Instrução noturna Silêncio

Desconcentração


80 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL EXERCITO PORTUGUÊS COMANDO DA INSTRUÇÃO E DOUTRINA DIRECÇÃO DE FORMAÇÃO REGIMENTO DE CAVALARIA 3 Assunto: Curso de Liderança RYLA 2012 FICHA DE INSCRIÇÃO 1. Identificação Nome: __________________________________________________________ Morada: _________________________________________________________ Data de nascimento: ____/____/____ BI/CC nº________________ emitido em ___/___/___ por: _________________ Telefone/telemóvel para contato: ___________________ 2. Habilitações literárias Ano/Grau: _______________________________________________________ Curso: __________________________________________________________ Estabelecimento de Ensino: _________________________________________ 3. Atividade física Pratica regularmente? _________ Horas semanais _______________________ Modalidades: _____________________________________________________ 4. Saúde Grupo Sanguíneo: _____________ Rh: ___________ Tem vacinas em dia? ________________ (comprovar com boletim de vacinas) Sofre de alguma doença crónica ou alergia? ____________________________ Está sujeito a alguma dieta? _________________________________________ Toma medicação regular? _________ Qual? ____________________________ É alérgico a algum tipo de medicamento? ___________ Qual? ______________


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 81

5. Vestuário Tamanhos de: camisa ___________ calças __________ calçado ___________ 6. Pessoa a contatar em caso de acidente Nome: __________________________________________________________ Parentesco: _____________ Nº telefone para contacto ____________________ 7. Declaração (dos pais, encarregados de educação ou representantes legais) Declaro autorizar o/a nosso/a educando ________________________________ a frequentar o Curso de Liderança “RYLA 2012” que terá lugar de 01 a 05 de Abril de 2012 no Regimento de Cavalaria 3, em Estremoz. Assinaturas O Encarregado de Educação _______________________

O Participante _____________________

Estremoz, ______ de Março de 2012


82 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

mensagem rotaract / interact

> Companheirismo através do serviço Cátia Tomé Representante Distrital Rotaract/Interact

Caros Companheiros e Amigos, No passado mês de janeiro, sob a insígnia da consciencialização rotária, e com a excelente organização do Interact e Rotaract Clubes de Entroncamento, realizou-se o tradicional Almoço da Família Rotária que decorreu com vista para a bela paisagem natural de Almourol. A tarde foi de partilha entre as várias gerações rotárias que fomentaram o primeiro dos princípios do nosso movimento, o Companheirismo. Também no passado mês, tiveram início as Visitas Oficias da Representadoria aos Clubes. Tendo tido a oportunidade de comprovar o excelente trabalho que tem sido desenvolvido pelo Rotaract Lisboa-Olivais. Um Club que tem protagonizado actividades e projectos audazes, sempre com o ideal de “Companheirismo através de serviço” bem determinado. Já neste mês teremos oportunidade de visitar o Rotaract Club de Sintra e o Interact Club de Setúbal. Aproveito para convidar os companheiros a acompanhar-nos nesta jornada pelo nosso Distrito. Cronologicamente, Fevereiro é o mês da Compreensão Mundial e simultaneamente celebra o Aniversário de Rotary. Este momento é propício não só há reflexão in-

terna, mas essencial para o entendimento do verdadeiro alcance da nossa acção na humanidade, identificando os nossos valores e procurando servir com maior qualidade e quantidade sob o compromisso de promover boa vontade e paz nas nossas comunidades. As novas gerações, Rotaract e Interact, são instrumentos de mudanças activos nesta área. A sua irreverência e dinamismo têm permitido desenvolver os princípios de Rotary. Esta potencialidade deve ser considerada e abraçada pelos clubes rotários, formando verdadeiras task forces de fomento do ideal de servir. Celebrando Rotary com entusiasmo, felicitamos o sucesso da sua existência e desejamos a continuidade da sua actividade de mérito e excelência. Neste ambiente de festa, convidamos todos os Companheiros a participarem no Encontro Distrital de Rotaract, dia 24 de Março, organizado pelo Rotaract Club de Torres Vedras, que celebra o Aniversário de Rotaract. Porque somos uma Grande Família e as famílias são unidas, contamos com a sua participação! Um forte e grande abraço, Saudações Rotaractistas e Interactistas.


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 83

XXXI CONFERÊNCIA DISTRITAL ROTARACT E XI INTERACT D. 1960 PRAIA DA AREIA BRANCA (LOURINHÃ) - 14 e 15 de Abril de 2012

QUEBRAR BARREIRAS,

CONSTRUIR PONTES!

Programa: Dia 14:

09H30 – Sessão de boas-vindas com início de actividades 10H00 – Sessão de trabalhos 13H30 – Almoço na Pousada de Juventude 15H30 – Actividade lúdica com muitas surpresas, caça ao tesouro e divulgação do movimento rotário na comunidade local! 20H00 – Jantar de Companheirismo formal na Quinta d´Os Severianos ! 22H00 – Convívio by night no Foz Bar Restaurante, com o nosso prometido Rotaract Idol – Karaoke para arrasar!

Dia 15:

10H00 – Actividade solidária* 12H30 – Plantação da árvore da amizade 13H00 – Almoço, seguido de visita ao Museu dos Dinossauros, na Lourinhã, a Cidade Capital dos Dinossauros!

Preços Rotaract e Interact – Pousada de Juventude Programa completo c/ alojamento em quarto duplo com WC – €80,00 Programa completo c/ alojamento nos restantes quartos – €70,00 Programa completo s/ alojamento - € 50,00 Jantar de Companheirismo (formal) - €22,00 Dia de Domingo - € 18,00

Preços Rotary – Hotel Figueiredos Programa completo c/ alojamento – €120,00 Programa completo s/ alojamento – €80,00 Jantar de Companheirismo (formal) - €30,00 Dia de Domingo - € 25,00

10% de desconto sobre o valor do programa completo para inscrições até 31/03/2012 !!! Inscrições: lisboa@rotaract1960.org

Bruno Marcelo Alves – 93 401 68 62

NIB: 0035 0817 0069 7538 3062 8

* - A anunciar brevemente

Diana Nicolau – 91 753 54 43


84 | carta mensal do governador |

> AGENDA MARÇO 17 PETS e Assembleia Distrital 2012/2013 Lisboa 26 RYLA Interdistrital a - D1960 e D1970 31 Oliveira de Azemeis

ABRIL 1 a 5 RYLA - D1960 Estremoz Regimento Cavalaria 3 14 Seminário Distrital sobre Educação e Ensino «Pensar a Escola, preparar o futuro» Lisboa Coord.: CD Serviços à Comunidade

14 Conferência Distrital Rotaract Praia da Areia Branca Lourinhã 19 Aniversário da FRP 20 Gala de Entrega Prémios Rotary Auditório Tagus Park Oeiras 21 Seminário Distrital «Deficiências e Integração Profissionais» Lisboa Coord.: CD Serviços Profissionais

28 Assembleia de Representantes da FRP Coimbra

FEVEREIRO 2012

> ANIVER SÁRIOS MARÇO 8 RC Setúbal 9 RC Montijo RC Praia da Rocha 16 RC Évora 18 RC Azeitão 29 RC Silves

ABRIL 4 RC Sintra 5 RC Angra do Heroísmo CPM 6 RC Loulé 10 RC Parede-Carcavelos 14 RC Portalegre 17 RC Horta RC Porto Santo 20 RC Caldas da Rainha 23 RC Lagos 24 RC Lisboa-Estrela RC Porto de Mós 27 RC Loures


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 85

> desenvolvimento sustentável a crise ambiental versus crise política Isabel Rosmaninho RC LISBOA-BENFICA Comissão de Serviços à Comunidade Sustentabilidade Ambiental

O ESTADO DO AMBIENTE esteve em debate no Auditório do DN, no passado dia 22 de Fevereiro, tendo as conclusões sido publicadas no jornal, no dia seguinte. O debate moderado por António Perez Metelo, contou com a participação de Viriato Soromenho Marques (professor catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e membro do Conselho Nacional do Ambiente, Filipe Duarte Santos (professor da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e especialista em alterações climáticas),Francisco Ferreira (Professor da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e ex-presidente da Quercus) e Eugénio Sequeira

(doutorado em engenharia agronómica e fundador da Liga para a Proteção da Natureza). Tendo em conta o reconhecido mérito dos participantes, as ideias que foram transmitidas e, por último, a relação com temas já abordados em edições anteriores da Carta, concretamente o desenvolvimento sustentável, considerei oportuno fazer um apanhado de alguns dos aspetos mais relevantes, para partilhar com os leitores, tendo como principal objetivo provocar uma reflexão. De acordo com Viriato Soromenho Marques, o principal obstáculo para o desenvolvimento sustentável é a falta


86 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

(wwf.org.br)


FEVEREIRO 2012

| carta mensal do governador | 87

(fimdostempos.net)

(dinheirovivo.pt)


88 | carta mensal do governador |

FEVEREIRO 2012

de uma política nacional e internacional consensual e de longo prazo, pelo que “a crise da sustentabilidade é fundamentalmente uma crise política”. Uma crise que reflete “a incapacidade de termos lideranças capazes de ver no médio e longo prazo” porque, considera, “temos os instrumentos para enfrentar a crise, seja a ambiental seja a da dívida soberana da Europa”. A propósito, refere-se a imagem que transmitiu, relativa à existência de “um triângulo desequilibrado”, em que no 1.º vértice encontram-se as dificuldades - “alimentação e energia”, por serem os dois problemas fundamentais; no 2.º vértice, estão as políticas - “a forma como (…) Governo ou sociedade civil nos organizamos para enfrentar as dificuldades”; e no 3.º vértice temos “a forma como os instrumentos são usados no curto e no longo prazo”. Por sua vez, Filipe Duarte Santos caraterizou os problemas que atingem a humanidade, chamando-lhe o “quadrado da insustentabilidade”, que assenta em quatro grandes fatores críticos: as desigualdades de desenvolvimento e riqueza, em que a fome atinge mil milhões de pessoas em todo o mundo; a insustentabilidade dos sistemas de energia, por questões de dificuldade de acesso e preço; as alterações climáticas e a insegurança alimentar, relacionada com a escassez de água e perda de biodiversidade. Apesar de haver bons exemplos de desenvolvimento sustentável nos países desenvolvidos, não pode ser esquecido que estes englobam apenas 1200 milhões de pessoas, deixando de fora 5800 milhões de pessoas sujeitas a condições que podem, a médio prazo, gerar graves crises financeiras, sociais e ambientais. Parece-lhe que “a nível global o desenvolvimento é insustentável e se não alterarmos o paradigma a nível global, vamos ter crises profundas”. Tal como Soromenho, considera que “há medidas e soluções, mas não existe uma governação eficaz”. Para Francisco Ferreira, a crise podia ser a oportunidade para Portugal optar por políticas de desenvolvimento sustentável, mas considera que o país está a passar ao lado dessa oprtunidade. Uma

das grandes preocupações é que “o ambiente está a sair de cena”, em países em crise financeira, como Portugal. É da opinião que a restruturação do país, motivada pela intervenção da troika, poderia ser a oportunidade para uma consciencialização ambiental, devendo ser possível “conjugar austeridade com políticas ambientais”e que não poderemos crescer numa lógica de maior consumo. Da forma como estamos a viver, um mundo não é suficiente, sendo necessário “distribuir melhor os recursos”. Confrontado sobre as consequências da crise económica para o ambiente, Eugénio Sequeira afirmou que “esta crise económica pode ser excelente para alterar a forma como as pessoas agem no seu dia a dia” e que “é sempre em momentos de aperto, como o atual, que se tomam medidas de fundo.” Criticou o facto de as autoridades e os governantes só tomarem decisões “a pensar no amanhã” e exemplificou a sua afirmação: “Foi por essa atitude, de querer responder ao agora sem pensar no futuro, que se construiram barragens como a do Alqueva, que se construiu em excesso e que se destruiu os solos”. Apesar das diferentes áreas de formação e experiências profissionais, constata-se que para todos os participantes no debate, AMBIENTE e ECONOMIA estão diretamente relacionados, sendo a crise da sustentabilidade, sobretudo, uma crise política.

De acordo com o Relatório Planeta Vivo 2010 da WWF, Portugal tem a 39.ª maior pegada ambiental. A pegada é de 4,47 ha por pessoa, excedendo o valor da biocapacidade de 1,3 ha.


Inscrições em http://www.rotary.pt/ 2011-2012/d1960

Governadoria AV. LUISA TODI, 222 | 2900-422 SETÚBAL | TM. 963 788 149 | 1112governadord1960@gmail.com Editor JOSÉ COELHO RC SETÚBAL | Colaboração Editorial TERESA MAYER RC SEIXAL Projecto Gráfico JORGE FERREIRA RC PALMELA www.rotary.pt

CARTA Distrito 1960 - FEVEREIRO de 2012 - nº 8  

Não obstante a situação económicaque se vive no nosso país, com reflexonas nossas vidas profissionais e pessoais,condicionando de alguma for...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you