Issuu on Google+

Jornal Escolar - Ano XIII Nº 3— Junho 2009

Escola EEBI/JI de Montenegro

à E A M O CA

Fui de férias!...

Até para o ano!


O CAMA EÃ

Página 2

FICHA TÉCNICA Editor: Jornal Escolar– B.E./C.R.E. Direcção Equipa Redactorial: Ana Paula St. Aubyn

João Paulo Matos

Colaboração Grupo disciplinar de Geografia “Sílvia e Sílvia, Lda.”.

ENDEREÇO: Escola EBI/JI de Montenegro Rua José de Sousa Ferradeira Montenegro 8000-021-Faro 289818894 ¬289818896 Info@eps-montenegro.rcts.pt

editorial Vamos acabar mais um ano escolar! Férias! Que bom! E merecidas! Merecidas sobretudo por mais um ano de incertezas, de angústia e de luta. Queremos aqui reafirmar que, apesar de a nossa Ministra e o seu governo continuarem cegos, surdos e mudos aos legítimos apelos da classe docente, nós continuamos dispostos a lutar contra um sistema de avaliação que em nada nos dignifica e que tem como único propósito inflacionar e obrigar os professores a perverter a avaliação dos alunos. Será que os nossos alunos vão sair a ganhar com este sistema de avaliação? Onde está contemplado o esforço e o empenho que os alunos devem demonstrar ao longo do processo de ensino/aprendizagem? E será que vão sair a saber mais, ou vão continuar a sair convencidos que não é necessário trabalhar muito para obter bons resultados? E nós, que somos sujeitos a todos os tipos de pressão por parte das nossas chefias, dos pais e Encarregados de Educação que se demitiram do seu papel e empurram tudo para cima dos Professores? Será que vamos ser capazes de dar tanto e com tanto gosto como era costume, com total dedicação, quando somos vistos como meros “animadores” e “administrativos”, atulhados em papéis e grelhas, que pretendem supostamente demonstrar a nossa proficiência enquanto docentes? Nós não admitimos que nos tratem assim e quem pensa que nos calou e anulou, desengane-se. Apenas as escolas ficaram mais tristes!


CAMA EÃ

Página 3

CONSTRÓI A TUA BÚSSOLA

Material • • • • • • •

magnete clips taça de plástico agulha de coser fatia de rolha de cortiça caneta de tinta não solúvel na água bússola

A T S I! TI T N M IE E C O HÁ E QU

Antigamente, os marinheiros orientavam-se pela posição das estrelas e pela bússola quando não havia terra à vista. O bico da agulha aponta sempre para o Norte, onde quer que estejamos no planeta. Pega num íman, palavra que significa `”pedra que ama'' e aproxima-o de um clip. O que observas? O clip é atraído pelo íman! A Terra também é um grande íman. A agulha da bússola sente o íman terrestre e por isso aponta sempre na mesma direcção. Constrói a tua bússola… No fundo de uma taça marcas o Norte, Sul, Este e Oeste com as letras N, S, E e O, como indica a figura. Passa o íman por cima de uma agulha de coser, devagar e várias vezes, para que a agulha fique magnetizada. Deves começar sempre junto à cabeça da agulha e terminar no bico. Depois, com fita-cola, fixa a agulha ao pequeno pedaço de rolha e coloca-a com cuidado a boiar na água. Quando a água ficar parada, a agulha indica a direcção Norte-Sul. Se rodares devagarinho a taça de tal modo que o bico da agulha aponte para a letra N, ficas a saber para que lado é o Norte! Repara que a agulha aponta sempre na mesma direcção. Se a tentares desviar dessa direcção, rodando a cortiça, ela volta teimosamente à direcção inicial! Mas podes comandá-la com o teu íman. Pega nele e roda-o sobre a agulha. O que sucede? Como o teu íman é mais forte do que o íman Terra, é ele que passa a mandar na agulha! Podes experimentar pôr duas rolhas com agulha magnética a flutuar na mesma taça. O que acontece? Diverte-te! http://nautilus.fis.uc.pt/spf/velharia/cab/wwwlivro.html EQUILIBRA-SE OU NÃO? Material • • • • • • •

1 mola de roupa arame 1 porca e 1 parafuso papel e cola 1 rolha, uma rolha cortada ao meio e furada dois garfos lápis Porque é que os equilibristas usam uma vara comprida e curvada para baixo, quando fazem equilíbrio em cima de uma corda? Para perceberes isso, pega numa mola e tenta equilibrá-la na ponta do teu dedo, ou nas costas duma cadeira. É difícil não é? Experimenta o mesmo com uma rolha. Continua a ser difícil... Volta a experimentar mas agora espeta dois garfos na rolha, um de cada lado, como mostra a primeira figura. Consegues equilibrar a rolha? Pega na mola e coloca o arame à volta da mola, de modo a ficarem dois bocados, aproximadamente iguais, para cada lado. Pendura em cada ponta do arame uma porca ou um parafuso. Experimenta novamente equilibrar a mola.

Já consegues! Experimenta ainda um garfo cai!

construir o seguinte boneco equilibrista (figura ao lado): pega num lápis e enfia-o na rolha furada, espeta na rolha com o cabo voltado para baixo e poisa o bico do lápis na ponta do teu dedo ou no bordo de uma mesa. O lápis não

Enfeita os teus bonecos equilibristas colando na rolha, na mola ou no lápis, bocados de papel pintado ou figuras de ``origami'' (papel dobrado). Experimenta ainda pendurar outros objectos nas pontas do arame, uns mais pesados e outros mais leves: chaves, bocados de plasticina, conchas da praia, balões, etc. Consegues equilibrar a mola?

http://nautilus.fis.uc.pt/spf/velharia/cab/wwwlivro.html


O CAMA EÃ

Página 4

O que faz com que alguns de nós sejam bons alunos e outros nem por isso? Há segredos para se ter boas notas? É preciso passar o tempo a “marrar”? Está ao alcance de todos ter uma pauta repleta de cincos? Três colegas teus, conhecidos como bons alunos, revelam-te o que fazem para serem consideraNome: Mariana. Idade: 14 anos. Ano: 8º ano. Turma: turma D. Técnicas de estudo em casa: estudo no meu quarto, sozinha. Técnicas de estudo na escola: estou atenta nas aulas. dos por ti Lugar de estudo: em casa, no meu quarto. Tempo semanal Nome: Sofia Luz Marcelino de estudo: todos Idade: 13, mas faço 14 no dia 13 de Maio. os dias estu- Ano: 8º ano. do um pouco Turma: turma C. Técnicas de estudo em casa: ler a matéria, mas quando é um de tudo. Médias no último pouco complicada, faço alguns esquemas (se for Matemática, tenperíodo: quatros e to perceber a matéria e faço um exercício ou dois). cincos (tive sete cin- Técnicas de estudo na escola: Na escola? Ir às aulas, ouvir o professor, participar sempre que possa (para memorizar bem), cos). Tempos livres: jogo colocar dúvidas. Lugar de estudo: quarto, na secretária. Às vezes ligo o computaténis. Conselho para os dor para falar no MSN. Pode alguém não perceber a matéria e colegas: estudem explicar aos outros é uma boa forma de entender. mais, estejam mais Tempo semanal de estudo: vésperas de testes, depois de fazer os trabalhos. Para aí uma horinha ou duas chega. atentos nas aulas. Médias no último período: tudo cinco e um quatro a Educação Física. Tempos livres: MSN, televisão telefone, comNome: Jéssica Jacinto. pras, amigos (P.S.: não estão por ordem). Idade: 14 anos. Conselho para os colegas: Sempre que Ano: 8º ano. tenham uma dúvida, perguntem. Nem que seja Turma: turma A. uma coisa que pensem que é uma idiotice ou Técnicas de estudo em casa: eu tenho um que tenham a impressão que já foi dito. O procaderno de resumos, onde resumo toda a matéria fessor não vai dar valor a uma coisa que não e costumo refazer os exercícios. A minha mãe tam- saibas, só vai dar valor se não a souberes no bém me faz perguntas. teste! Interessem-se pela matéria. Falem com Técnicas de estudo na escola: estar atenta aos a família sobre algumas coisas que aprendeprofessores e acompanhar sempre a matéria; se ram. Leiam. Procurem coisas na Net. Dêem tiver dúvidas não as guardo para a próxima aula. uma vista de olhos Lugar de estudo: em casa, no meu quarto, na pelas revistas lá de minha secretária. casa. Vejam filmes. Tempo semanal de estudo: dias da semana: Divirtam-se. Peçam 3.30 h; quarta: a tarde toda; Sábado e Domingo: ajuda aos colegas. 5 horas. Ajudem os colegas. Médias no último período: cincos. Acreditem em Tempos livres: gosto de dançar ballet e contem- vocês. Não vão porâneo, ouvir música, ir ao cinema, passear com stressados para os o meu avô, ler pintar e escrever. testes. Conselho para os colegas: estar atentos nas aulas, tirar apontamentos, fazer resumos e rever a matéria.


CAMA EÃ

O Camaleão Captou

Na semana de 20 a 24 de Abril realizou-se, na nossa Escola, a semana dedicada às comemorações do 25 de Abril de 1974. Os 6º e 9º anos de escolaridade assistiram às Conversas de Abril com Teodomiro Neto e Margarida Tengarrinha. Alunos do 9ºC , de Expressão Dramática, reconstituíram momentos das perseguições e torturas realizadas pela PIDE e algumas professoras desta casa brindaram os alunos com a reconstituição de uma aula de outros tempos. Na 6ª feira, na Biblioteca Escolar, decorreu a sessão solene da entrega dos prémios aos vencedores dos concursos: cartazes “25 de Abril e Montenegro” e da frase subordinada ao tema “Liberdade é...”. Foi uma semana cheia de animação! Foi uma experiência bem diferente a proporcionada pela nossa Biblioteca Escolar, que teve a honra de contar com a presença do Sr. António Vieira Nunes, avô de um aluno nosso, Pedro Nunes Gomes, do 5º ano de escolaridade. Este senhor brindou os nossos alunos com o lançamento do seu livro “Algarviadas” que, como o nome indica, faz uma recolha intensiva dos termos algarvios, entre os quais, muitos infelizmente se estão a perder. Ainda bem que há gente que dedica o seu tempo a registar para a posteridade uma parte significativa da cultura do nosso povo e do nosso Algarve! Bem haja e continue assim, afável e simples, a deslumbrar-nos com as suas histórias! É incompreensível a maneira como os nossos alunos foram tratados, ao oferecerem voluntariamente um dia do seu fim -de-semana, para ajudar o Banco Alimentar Contra a Fome do Algarve. Factos presenciados pelas próprias docentes que os acompanharam, os nossos alunos foram tratados com desprezo e desconsiderados pelas chefias presentes, apesar de terem trabalhado de forma exemplar, carregando e arrumando as mercadorias angariadas nesta Escola e não só. Para o ano duvidamos que haja voluntários entre os alunos para cooperar nesta iniciativa, no que lhes cabe grande razão!

Página 5

Na semana de 4 a 8 de Maio decorreu A Semana das Línguas, com actividades diversas, relativas aos diferentes países, desde a variedade de ementas da cantina, à projecção de filmes, à exposição de trabalhos, à audição de músicas de expressão portuguesa e de outros países, à exposição de poemas de autores de expressão portuguesa e de outros países, ao concurso Jogo do Scrabble, entre outras. Os alunos agradecem estas actividades que lhes dão a oportunidade de contactarem de forma diferenciada com a realidade quotidiana de outros países, tais como da França, da Inglaterra, dos EUA, da Espanha e mesmo dos PALOPS. Mais uma semana diferente! Vivam estas iniciativas!

No dia 8 de Maio o CEF — Operador de Fotografia, brindou a Escola com uma exposição de fotografias, resultado do trabalho desenvolvido ao longo dos dois anos de Curso. Os trabalhos estão verdadeiramente extraordinários e só provam a qualidade dos nossos alunos e dos nossos professores. Agora estão a entrar numa nova etapa, a do estágio, que esperemos desempenhem com o mesmo profissionalismo e brio demonstrado nos trabalhos apresentados. Uma coisa é certa: vamos ter saudades deste CEF! Apenas podemos desejar-lhes muitas felicidades na vida futura e que continuem a estudar e aperfeiçoar a arte que escolheram. Dá gosto ver o rodopio em que andam os alunos de E.M.R.C. e o nosso professor Victor, desde o 5º ao 9º ano de escolaridade. Ele é idas a Fátima, ele é deslocações à Herdade das Parchanas, é uma roda viva! É digno de ver a multidão de professores que ele arrasta e convence a acompanhá-lo. As histórias depois são sempre hilariantes, abrilhantadas pela recriação do próprio, acerca dos tiques e surpresas com que os acompanhantes são contemplados! Mas que ele põe a escola a mexer, lá isso é verdade!


Página 6

CaMalEãO HOJE DAMOS ESPAÇO AOS PEQUENOS ARTISTAS, MOSTRANDO TRABALHOS REALIZADOS POR ALUNOS MAIS NOVOS.


CAMA EÃ

CaMalEãO LiTeRáRiO

Página 7


Página 8

Dia da União Europeia

No passado dia 8 de Maio foi celebrado, pelo Grupo de Geografia, o Dia da União Europeia (comemorado a 9 de Maio), na escola, com uma exposição dos trabalhos realizados pelos alunos do 7º ano. Foram expostos os 27 Bilhetes de Identidade dos países que integram a União Europeia, nas portas das salas de aula da E.B I/JI de Montenegro. O empenho e a dedicação dos alunos resultaram nestas bandeiras muito originais!


CAMA EÃ

O Camaleão Linguarudo

Foi muito diversificada e produtiva a Semana dedicada ao 25 de Abril, já que envolveu toda a comunidade escolar. O teatro realizado pelas professoras, recriando uma aula dos tempos do Salazarismo, esteve no seu melhor. Contamos com verdadeiros talentos perdidos entre a nossa classe docente feminina! A entrega dos prémios aos vencedores dos diversos concursos realizados e que teve lugar na Biblioteca Escolar, comoveu, pela alegria das crianças ao ver reconhecido o seu trabalho, tendo contado com várias entidades presentes entre os quais se destacam o Sr. Presidente da CMF, o SR. Presidente da Junta de Freguesia de Montenegro e membros da DREAlg, ligados à rede das Bibliotecas Escolares. A todos agradecemos a sua participação, especialmente a quem nos dispensou a colecção de cartazes do 25 de Abril, bem como a colecção de selos!

Página 9

Os nossos alunos decidiram mostrar outra faceta do vandalismo que infelizmente os vem caracterizando; já conseguiram destruir a rede que circunda o parque infantil, aqui mesmo ao lado da Escola, além de o sujar e estragar, utilizando os baloiços e outro equipamento dedicado exclusivamente às crianças. E depois querem ser tratados como jovens adolescentes! que graça!...

A Semana das Línguas também decorreu de forma muito animada e estendeu-se por vários espaços da Escola, tendo os alunos contado com actividades diversificadas ao longo da semana, consoante o país a abordar, com projecção de filmes, ementas diversificadas na cantina escolar, jogo do Scrabble, apresentação de trabalhos abordando aspectos da cultura dos diversos países, bem como objectos e fotografias alusivas. Queremos mais iniciativas destas!

Continuam também a não saber estar numa biblioteca a trabalhar, sobretudo na zona de produção multimédia, vulgo computadores. Mesmo acompanhados pelos professores, quando chegam determinadas turmas, instala-se o rebuliço completo, de tal forma que é quase impossível trabalhar. Bem os professores se desdobram para os fazer falar e trabalhar em silêncio, mas parece que têm amplificadores na voz. Assim não dá, meninos!

Finalmente, o famoso Plano Tecnológico chegou à Escola! Já temos projectores em todas as salas de aula, quadros interactivos que ainda não funcionam, mas também a maior parte dos docentes necessita de formação para poder trabalhar com eles e explorar todas as suas potencialidades, que são imensas. Temos computadores novos na Biblioteca Escolar e noutros espaços da Escola e deixamos aqui o recado para que, sobretudo na Sala dos Directores de Turma, instalem uns novos, porque o nosso trabalho é muito e ajudava que os computadores não estivessem sempre a ir abaixo e nós a perdermos os dados que estávamos a inserir. Lembrem-se de nós, por favor, nós merecemos ser bem tratados!

Os bancos à frente da Escola foram recentemente arranjados e pintados. Para quê? Embora por enquanto ainda permaneçam inteiros, o mesmo já não se poderá dizer da pintura que já se encontra cheia de “escritos”. Se ao menos tivessem alguma coisa interessante para dizer...!


O CAMA EÃ

Página 10

Camaleão Tecnológico O primeiro site que te propomos é deveras interessante! Apresenta-te livros de uma forma bastante divertida: abre

as páginas, uma a uma e lê o livro por ti! É só recostar na cadeira aproveitar! Diverte-te e aproveita para ler nas férias! Consulta o site: http://elivros.clube-de-leituras.pt/

O segundo site, bem diferente do primeiro, leva-te à s estrelas… É o site da NASA! Neste, podes ver o Sistema Solar e o universo, ver as novas e futurísticas naves (em que um dia até tu poderás viajar), imagens inéditas da Terra, ver o que se faz na Estação Espacial Internacional … enfim, o universo à frente dos teus olhos!


CAMA EÃ Página 9

Página 11

Camaleão divertido

Experimenta solucionar este jogo de Sudoku

Descobre no desenho dois os 7 erros

Encontra o caminho a percorrer desde o pinto vermelho, ao cimo, até ao ponto preto, em baixo. É preciso afinar a vista!

Secção infantil

Descobre as palavras!

Pinta o Homem Aranha

MARCA UM X NA LETRA QUE CORRESPONDE À SOMBRA CERTA


Terceiro Camaleão