Issuu on Google+

einstein 3 de maio | 17:00 biblioteca FCT/UNL | audit贸rio


“A imaginação é mais importante que o conhecimento” Albert Einstein “Esta peça integra o projecto EmCena a Ciência desenvolvido pelo Teatro Extremo

que se rege pelo princípio de que arte e ciência podem/devem andar de mãos dadas. Considerando que arte e ciência têm como ponto de partida para o seu desenvolvimento a criatividade e inovação, elementos reveladores da capacidade de abstracção intrínseca ao ser humano, procura-se aliar ambas as áreas e trazer à luz temáticas científicas com um tratamento artístico, neste caso teatralizando a vida e obra de Einstein. Através do Teatro, com a sua imensa capacidade de envolver, emocionar e provocar, procuramos traduzir pelo “sentir” e pelo “pensar” os conflitos éticos da ciência, despertando o público para as responsabilidades e consequência dos avanços da ciência na vida das pessoas. Mais do que ser um projecto assente numa vertente didáctica, que o é por inerência uma vez que fala sobre a vida de um dos maiores cientistas da história e do seu contributo para a evolução da Ciência, pretende-se, por intermédio da ciência e da arte, chegar aos questionamentos que o ser humano faz, numa perspectiva humanista e universalmente compreensível. A evolução tecnológica é de todos nós. Seus resultados fazem parte do nosso dia-a-dia. Compreender os seus princípios é fundamental para uma perfeita harmonia entre o indivíduo e a imensidão do Universo. “ Teatro Extremo “Dirigir “Einstein” em Portugal foi uma experiência gratificante. O convívio com Fernando, Isabel e com todo o pessoal do Teatro Extremo, por todo o longo período em cá estive, levou-me a desejar que tudo isto tivesse acontecido há mais tempo. Surpreendi-me imaginando que cá já morava desde sempre. O que mais posso dizer é que, voltando ao Brasil, já quero retornar para aqui. Espero que isto aconteça logo. Que o “Einstein” tenha uma longa carreira. E até breve. “ Sylvio Zilber

Einstein aos 26 anos revolucionou a física com três trabalhos fundamentais: estabeleceu a teoria da relatividade especial, introduziu o conceito de fóton de luz (pelo qual recebeu o Prémio Nobel – 1921) e forneceu a base teórica para a comprovação da existência dos átomos. Criou em 1915 a teoria da relatividade geral que descreve com precisão a interacção gravitacional. Foi um batalhador incansável pela paz entre os povos. Fugindo do Nazismo, mudou-se para os Estados Unidos em 1932. Em 1939, temendo, como outros cientistas, que a Alemanha pudesse desenvolver armas nucleares, alertou o presidente Roosevelt para as implicações militares da energia atómica. Morreu trabalhando na Teoria do Campo Unificado.


Notas Biográficas Gabriel Emanuel (Gordon Wiseman) (autor) Dramaturgo e advogado, Gabriel Emanuel (pseudónimo de Gordon Wiseman) nasceu em Winnipeg, Canadá e reside actualmente em Toronto. Em 1978, juntamente com o director canadiense Howard Rypp, fundou a Companhia Judaica de Teatro Profissional do Canadá. As primeiras apresentações de “Einstein” no Toronto Workshop Productions (1985) foram determinantes para que a peça fosse exibida em importantes cidades canadianas. Em seguida, foi apresentado nos Estados Unidos, Chile, Israel, México e mais recentemente no Brasil, um sucesso que percorreu cerca de 16 estados do país. É autor de outras obras como “Children of Night”, “Nobody is a Fool” e “P.S.: The check is in the mail” e da premiada mini-série Canadiana “Scales of Justice.”

Sylvio Zilber (encenador) Actor, Director e Professor de Teatro pela USP (Universidade de São Paulo). Graduado em 1961 pela Escola de Arte Dramática da Universidade de Sº Paulo e Pós-graduado em Psicodrama. É consultor do IMVC - Instituto MVC Estratégia e Humanismo no Brasil.

Fernando Jorge Lopes (actor) Dramaturgo, actor, encenador, direcção artística. Iniciou a sua actividade teatral como actor em 1980. Possui o Curso de Formação de Actores da Companhia de Teatro de Almada e o 1º curso livre de Iniciação ao Cinema da Universidade Nova de Lisboa. Concluiu o 1º ano do curso de pós-graduação em Teatro, na Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa. É fundador do Teatro Extremo, onde exerce as funções de encenação e direcção artística e onde trabalha também como actor.


Cronologia Albert Einstein (1879-1955)

1879 - Nasce em Ulm, Alemanha 1885 - Muda-se com a família para Munique 1894 - Abandona a escola para unir-se à família em Milão. 1895 - É reprovado no exame de admissão ao Instituto de Tecnologia de Zurique. Muda-se para Arau, Suiça. 1896 - Faz novo exame de admissão e é aprovado para o Instituto de Tecnologia. 1900 - Termina o curso e publica o seu primeiro artigo científico. 1901 - Torna-se cidadão suíço aos 22 anos. 1902 - Começa a trabalhar no Serviço de Patentes, em Berna, Suiça. 1903 - Casa-se com Mileva Maric. 1904 - Nasce o primeiro filho, Hans Albert 1905 - Publica vários estudos científicos, entre eles a sua famosa equação E=mc2. 1907 - Escreve o primeiro artigo sobre Mecânica Quântica. 1909 - É nomeado professor assistente da Universidade de Zurique. 1910 - Nasce o segundo filho, Eduard. 1911 - É indicado para professor da Universidade de Praga. 1912 - Volta ao Instituto de Tecnologia de Zurique, agora como professor. Trabalha na Teoria da Relatividade. 1914 - Muda-se para Berlim para trabalhar no Instituto Kaiser Wilhelm. Separa-se de Mileva. 1915 - Assina o “Manifesto aos Europeus”, proposta de uma Liga das Nações, como forma de pacificar o continente europeu. 1919 - Casa-se com a sua prima Elsa Einstein. Observações astronómicas confirmam as previsões de Einstein sobre a curvatura da luz. Envolve-se com o movimento Sionista.


1921 - Recebe o Prémio Nobel da Física. 1922 - É indicado membro do Comité de Cooperação Intelectual da Liga das Nações. 1924 - Torna-se membro da Comunidade Judaica de Berlim. 1932 - Muda-se para os Estados Unidos. Torna-se professor do Instituto de Estudos Avançados, na Universidade de Princeton. 1936 - Morre Elsa Einstein. 1940 - Torna-se cidadão americano, embora mantenha nacionalidade Suiça. 1946 - Faz um apelo às Nações Unidas para que seja constituído um Governo Mundial com o objectivo de evitar futuras guerras. 1952 - Não aceita o convite para ser Presidente de Israel. 1955 - Morre aos 76 anos.


Ficha Artística e Técnica Autor: Gabriel Emanuel (Gordon Wiseman); Versão Portuguesa: José Henrique Neto; Dramaturgia e Encenação: Sylvio Zilber; Assistência de Encenação: Isabel Leitão; Interpretação: Fernando Jorge Lopes; Cenografia e Adereços: Arminda Moisés Coelho; Assistente de Cenografia: David Oliveira; Figurinos: Alice Rolo; Consultor Musical: António Vitorino Rocha; Desenho de Luz: Celestino Verdades; Desenho de Som: Sérgio Moreira; Carpintaria: João Paulo Santos; Grafismo: RINGUE; Fotografia: Sandra Ramos; Web Film: YUMY Technology; Web Master: Filipe Oliveira; Produção Executiva: Sofia Oliveira; Assistência de Produção: Paula Almeida; Divulgação e Assessoria de Imprensa: Nádia Santos Monteiro; Promoção: Vitor Pinto Ângelo Biblioteca FCT/UNL Facebook: http://www.facebook.com/BibliotecaFct Blog: http://bibliotecaunl.blogspot.pt Teatro Extremo Site: teatro@teatroextremo.com


Einstein