Page 1

ANO LECTIVO 2010/2011

Nº 3

BOLETIM BE/CRE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRAS SALGADAS

A biblioteca escolar: 1. É o lugar privilegiado da escola para desenvolveres as tuas capacidades como membro da sociedade de informação. 2. É o sítio ideal para consultares / pesquisares os principais recursos de informação. 3. É o local onde encontras as novas formas de tecnologia. 4. Oferece-te fontes de informação remotas, d e v i d a m e n t e organizadas. 5. Disponibiliza-te informação variada de forma organizada e recuperada. 6. É um lugar que deves respeitar. 7. É um lugar que deves aprender a utilizar...

Editorial Estamos a chegar ao fim de mais um ano lectivo. Aos finalistas desejamos muitas felicidades e que concretizem todos os seus sonhos. Aos que ficam esperamos por eles novamente para o ano sabendo que podem sempre contar com a Biblioteca Escolar para o desenvolvimento dos seus trabalhos e ocupação de tempos livres.. Agradecemos aos alunos, professores, assistentes técnicos e operacionais e encarregados de educação que connosco colaboraram ao longo de todo o ano. Só conseguimos concretizar os nossos projectos e os nossos sonhos colaborando e congregando esforços. É desejável que cada vez mais esta articulação se intensifique e integre de forma natural e sistemática as nossas práticas, pois na nossa opinião, é esta a via para a construção de uma Escola de SUCESSO. A Direcção

SANTOS POPULARES

Stº António foi canonizado pelo Papa Gregório IX, na catedral de Espoleto, em Itália, em 30 de Maio de 1232, no processo de canonização mais rápido de sempre da Igreja Católica.

S. Pedro foi um dos 12 apóstolos de Jesus Cristo, como está escrito no Novo Testamento. Os católicos consideram Pedro como o primeiro Bispo de Roma sendo por isso o primeiro Papa da Igreja Católica.

S. João foi profeta e considerado pelos cristãos como o precursor do Messias, Jesus Cristo. Baptizou muitos judeus, incluindo Jesus, no rio Jordão, e introduziu o baptismo de gentios nos rituais de conversão judaicos, que mais tarde foram adoptados pelo cristianismo.


O PRINCIPEZINHO

Este foi um livro trabalhado pelo 4º ano,

EFA - Nível Secundário O dia a dia da família Pereira

e após a sua leitura e visionamento de um filme, foram estes os trabalhos apresentados no placar.

A FAMÍLIA SILVA PEREIRA É CONSTITUÍDA POR QUATRO ELEMENTOS. O PAI AGOSTINHO SILVA PEREIRA, MANOBRADOR DE MÁQUINAS NAS PEDREIRAS, EM PEDRAS SALGADAS. A MÃE HORTENSE SILVA PEREIRA, COZINHEIRA NUMA CASA RURAL EM VILA POUCA DE AGUIAR. O FILHO, JOÃO SILVA PEREIRA, TRABALHADOR FABRIL, NA EMPRESA DAS ÁGUAS, DE PEDRAS SALGADAS. A FILHA, JUDITE SILVA PEREIRA, ESTUDANTE NA ESCOLA EB 2.3 PEDRAS SALGADAS. Esta família vive numa aldeia em Bornes de Aguiar. Possuem uma pequena moradia, com um quintal envolvente da casa. Nesse quintal cultivam os seus alimentos para consumo próprio: batatas, cebolas, feijão, alface, tomates, pimentos, entre muito outros. O casal cultiva os alimentos com, a enxada, o ancinho, utilizam o regador para regar e usam um grabano para retirar a água dos poços. Criam também os seus próprios animais também eles para o seu próprio consumo: o reco, as pitas, os coelhos, os patos, as ovelhas, as cabras. O senhor Agostinho trabalha na pedreira e o Semana Europeia patrão vem buscá-lo na carrinha, já a dona Hortense tem que usar o próprio carro, pois trabalha como cozinheira numa casa rural e os transportes públicos não são compatíveis com o horário. Este tipo de emprego é recente, porque só há muito pouco tempo é que as pessoas começaram a restaurar as casas antigas para criar mais postos de trabalho e dinamizar economicamente estes espaços mais antigos. O filho João trabalha na empresa das águas, também tem uma carrinha que o vem buscar. A Judite estuda na escola nas Pedras Salgadas, e vai a pé, pois a escola é perto da sua casa. Esta família é considerada uma família tradicional, porque além de terem o seu ordenado trabalhando fora podem desfrutar dos benefícios, das suas próprias culturas, do seu quintal, embora todos tenham que trabalhar muito colaborando em casa e no quintal. Tradicionalmente esta família, faz a matança do reco e o respectivo fumeiro, tais como as chouriças, as linguiças, as buxeiras, os salpicões, as chouriças de 8cozido. Pela altura do tempo Pascal é costume fazer os folares, estes feitos à base das carnes que fazem no fumeiro e dos ovos que põem as pitas que criam e o que resta das carnes vão vende-las nas feiras gastronómicas da região. Também é tradição fazer o vinho das suas videiras plantadas no seu quintal. Aos domingos pela manhã esta família vai à missa, à tarde Os alunos dos 6º, visitam os seus familiares. O pai o Senhor Agostinho vai ao café juntar-se com os amigos e 8º e 9º anos jogam as cartas e ao dominó. O filho João visto ainda ser solteiro, vai ter com os colegas para realizaram uma exposição de passar a tarde em convívio. A filha Judite brinca na rua com os colegas da escola. E a mãe bandeiras de países Hortense passa o resto da tarde com as amigas na rua a pôr a prosa em dia. Esta aldeia é uma europeus, no aldeia rural onde existem vários espaços verdes, nela podemos encontrar um misto de casas âmbito das disciplin as de HGP e brasonadas e outras construções recentes. Há a igreja matriz, onde são realizadas todas as Geografia com a co cerimónias religiosas e as missas dominicais. Há também a fonte de São Geraldo, onde as laboração dos pessoas vão buscar água para beber. Existe um polidesportivo, onde a juventude se reúne para professores do depa fazer jogos. Tem um café, e ao lado um supermercado onde as pessoas fazem as suas compras. rtamento de Existe um lindo cruzeiro com 5m de altura em pedra com um grande largo à volta onde se Ciências Sociais e Hu manas. realizam as romarias e festividades de verão.

CURSO EFA-NS 1º ANO


Leituras Partilhadas

SOLIDARIEDADE NA AEPS

por Arminda Afonso

A solidariedade começa pelo conhecimento que temos dos outros e das suas dificuldades. E foi para conhecer o flagelo da lepra que os alunos se documentaram e a deram a conhecer.

Professora Bibliotecária

A aproximação diária com o livro , favorece a leitura. A sistematização do acto de ler leva a criança a estabelecer metas de leitura e estimula a curiosidade de ler mais. Poder levar o livro para ler em casa estimula a circulação do livro na família. Partilhar a leitura e expressá-la com actividades pedagógicas eleva a auto estima da criança.

Pela leitura podemos: 1. Conhecer personalidades (Hamlet, Quixote).

A Solidariedade é um conceito que percorreu transversalmente todo o agrupamento e levou a imensas actividades por parte dos alunos.

2. Deparar‑nos com 8. Fazer sínteses (Dante, interrogantes radicais São Tomás de Aquino). (mitologias antigas). 3. Desfrutar o amor e a natureza (Tolkien). 4. Vivenciar dramas (Crime e Castigo). 5. Pensar (diálogos de Platão). 6. Ouvir confidências (Santo Agostinho). 7. Refletir (Pascal).

QUEM DISSE? FRASES QUE GANHARAM FAMA.

“Cada um de nós não tem de "Tão pobres somos que as seu nem de real senão a sua m e s m a s p a l a v r a s n o s servem para exprimir a própria individualidade.” mentira e a verdade." — Fernando Pessoa

— Florbela Espanca

"O que se quer existe - só que está coberto: Por isso se chama à busca feita pelos Portugueses Descobrimentos." — Agostinho da Silva


DIA

MUNDIAL

MATUTAD

DA CRIANÇA

Este é um dia sempre comemorado com especial alegria, principalmente pelas crianças de faixa etária mais baixa. Foram algumas as actividades realizadas no âmbito das turmas do 1º Ciclo e da Unidade de Apoio Especializado da Educação Especial com a publicação de um folheto dedicado a esta temática e onde nos relembraram da Convenção dos Direitos das Crianças, ratificada em 1989 pelas Organização das Nações Unidas (ONU).

MAIS DE UM MILHAR DE ALUNOS DO 3º CICLO DO ENSINO BÁSICO VINDOS DE CERCA DE 26 ESCOLAS DOS DISTRITOS DE VILA REAL E BRAGANÇA, PARTICIPARAM NA FINAL DO JOGO MATEMÁTICO MATUTAD, REALIZADA E ORGANIZADA NO DIA 4 DE JUNHO NAS INSTALAÇÕES DA UTAD, PELO DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA DAQUELA UNIVERSIDADE, A FIM DE DESMISTIFICAR A DISCIPLINA.

"Durante o ano, os estudantes foram treinando online com os professores da disciplina e de acordo com os programas. Tratou-se de uma aprendizagem lúdica, pois estudavam sem dar por isso", explica uma das organizadoras, Elza Amaral, docente da Universidade. “Mas ninguém pense que a matemática não precisa de esforço...” O dia começou cedo com os primeiros jogos a serem iniciados às 9:30 horas. À medida que as equipas finalizavam os jogos, esperava-os uma visita ao Museu de Geologia, seguindo-se um tempo para a prática desportiva no campo de jogos, para confraternizarem. À tarde, e depois de um Pic-Nic, seguiu-se a entrega de prémios. Os grandes vencedores foram para os 7º e 9º anos, os alunos do Colégio da Boavista e para o 8º ano, da Escola Secundária de São Pedro. O Agrupamento de Escolas de Pedras Salgadas, participou com 47 alunos, conseguindo uma prestação muito boa. Os melhores classificados, do 7º ano, foram os alunos João Cardoso e Susi Lourenço com 69 dos 80 pontos possíveis (86,3%), no 8º ano, Luís David e Mariana Sousa com 63 pontos (78,8%) e Ernesto Queirós e Sara Macedo, do 9º ano, com 72 Pontos (90%). É de realçar também que todas as equipas da escola obtiveram pontuação positiva. A escola agradece o apoio da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar pelo transporte.


Curiosidades da História de Portugal A História do “Molete”

As invasões francesas a P o r t u g a l , especialmente dirigida à cidade do Porto em Março de 1809, para além da enorme mortalidade destruição

e que

causaram, também tiveram as suas curiosidades,

e

deixaram as suas marcas, até na nossa língua. É o caso do “molete”, pão pequeno que temos agora o hábito de consumir ao pequeno-

O Comboio nas Pedras Salgadas A via utilizada era de bitola métrica . Supera um desnível de 370m nos 25km entre a cidade do Peso da Régua e a capital de distrito (Vila Real), serpenteando o vale do Rio Corgo, sendo famosas as histórias passadas no "U" de Carrazedo, onde a linha contorna um vale antes de atingir aquela estação. Com a reduzida velocidade do comboio, muitos se aventuravam a sair dele, e a apanhálo mais à frente. A linha possuía ainda outro "U" na rampa entre Loivos e Oura, actualmente sem tráfego ferroviário, levando o comboio a  vencer numa pequena distância um grande desnível, apenas possível neste formato dada a grande restrição de inclinação na via-férrea. * Foi o primeiro traçado de via estreita construído e explorado pelo Estado Português. * Hoje, a linha encontra-se totalmente encerrada por motivos de obras de beneficiação. * Este itinerário foi garantido, anteriormente, por um comboio ligeiro - um americano - numa via de 900 milímetros de bitola e uma extensão de 26 km, muito semelhante aos metros de superfície dos nossos  tempos; eram comboios que implicavam menos investimento quer na instalação, quer na exploração, já que as linhas férreas eram substancialmente mais simples, aproveitando, tipicamente, traçados de estradas já existentes. Com efeito, este americano utilizava o eixo da actual EN (Estrada Nacional) 2, entre a Régua, Santa Marta de Penaguião e Vila Real e, esteve ao serviço entre 1875 e  1876 com veículos carrilados, mas de tracção animal. A linha  foi suportada, em parte, pela "Companhia Vinícola de Portugal", a operar na região do Douro, que iria à falência mais tarde, pressionada pela Companhia dos Caminhos-de-Ferro Po r t u g u e s e s . F o i e s t a ú l t i m a companhia a responsável pela introdução de "um vagão a vapor" que consistia basicamente num conjunto articulado  de duas locomotivas de montanha e uma plataforma de carga. * A linha do Corgo foi aberta faseadamente: a) - Peso da Règua-Vila Real - 12 de Maio de 1906: b)-Vila Real-Pedras Salgadas - 15 de Julho de 1907; c)-Pedras Salgadas-Vidago - 20 de Março de 1910;

Foi há 150 anos que circulou o primeiro comboio em Portugal, 28 de Outubro de 1856. Uma viagem pequena, de cerca de 37 quilómetros entre Lisboa e o Carregado. Foi também uma viagem atribulada, pelo menos a crer no relato que dela nos dá a Marquesa de Rio Maior. Ao que parece, a máquina não tinha força para puxar todas as carruagens que lhe atrelaram e largou algumas delas pelo caminho. Muitos convidados não terão

almoço, ao lanche, ou a

chegado ao local da

acompanhar

festa e tiverem de ser

principais refeições.

as

recolhidos em vários pontos do caminho.


A Escola e o compromisso com a

Solidariedade

por Luís Rito e Madalena Santos •••

O que é a solidariedade?

Os valores contribuem positivamente para o enriquecimento pessoal e permitem encontrar o sentido das nossas acções, tomar decisões e resolver determinados problemas, por isso é muito importante a sua transmissão às crianças desde cedo. A solidariedade é um dos valores mais importantes, um dos valores humanos por excelência, que consiste em ajudar, colaborar o cooperar com os outros para conseguir um objectivo. Todas as pessoas necessitam de apoio num dado momento, por isso é importante que as crianças LEONARDO DA VINCI Viveu entre 1452 e 1519 e foi um dos maiores pintores italianos do Renascimento, além de um dos mais importantes génios que a humanidade já teve. Foi também inventor, músico, fi l ó s o f o , a n a t o m i s t a , engenheiro, arquitecto, escultor e um estudioso da

Plano Nacional de Leitura 2011

aprendam que a solidariedade é necessária para viver num mundo Na sexta-feira, dia 29 melhor. de Abril, decorreu em Temos de ensinar-lhes que é Vila Real a fase distrital necessário ajudar os que do Concurso Nacional necessitam mesmo que não de Leitura. Os alunos tenhamos obrigação de o Alexandrina Martins, fazer, e explicar-lhes que é M a ri n a M a c h a d o e um gesto g ratuito cuja Jorge Santo do Ensino maior satisfação é sabermos Básico provaram de que o fizemos. uma forma muito A solidariedade favorece a interessada e responsável que os criação de vínculos de jovens da nossa escola confiança e une as crianças. estão empenhados em Quando ainda são pequenas, desenvolver hábitos de a principal fonte de valores boas e profícuas da criança encontra-se em leituras. casa, nos seus pais e familiares, dependendo destes a sua educação e o desenvolvimento P L AC A R D DA B E /CRE EM CO NS TA NT E AC TU pessoal. AL IZ AÇ ÃO NO ÁTRIO DE ENTR Mas, acima de tudo, a ADA DA ESCOLA forma de actuar dos pais requer muita paciência para transmitir importantes valores às crianças de hoje, que serão os homens de amanhã, aqueles que p o d e r ã o v i ve r n u m mundo melhor se agora lhes incutirmos ideias tão primordiais como a solidariedade. matemática, pesquisando áreas de figuras e o desenho em perspectiva. A pintura foi o campo em que Leonardo da Vinci mais se destacou. O seu quadro mais fa m o s o , " M o n a L i s a " , é também a pintura mais conhecida do mundo.


Estatística da Utilização da Biblioteca Abril

Maio


Descobrindo Autores A Equipa da Biblioteca

•••

A actividade «Descobrindo autores» é uma iniciativa do Departamento de Línguas e tem como objectivo trabalhar as áreas de conhecimento cognitivo e socio-afectivo estimulando o gosto pela leitura e escrita. Ao longo deste período, os alunos contactaram com alguns autores portugueses e foram

Arminda Afonso Madalena Santos Leonor Pires vivenciando emoções e fantasias através da dramatização de pequenos contos adaptados por eles nas aulas de Língua portuguesa.

Luís Rito Ermelinda Caldas Helena Diniz Assistente Operacional

Ermelinda Ferreira

Prof. Edite Almeida

Mensagem da Professora Bibliotecária Esta terceira  edição  do  bole0m  informa0vo,  pretende  dar   con0nuidade  à  divulgação  das  ac0vidades  escolares. A   Escola   e   principalmente   a   Biblioteca   Escolar   estão   atentos  aos  novos  desafios  que  se   lhe  colocam  enquanto   locais   de   aprendizagem   e   de   acesso   à   informação   e   reconhecem   a   crescente   importância   das   novas   ferramentas   e   recursos   digitais   no   desenvolvimento   do   conhecimento. Pensando   num   serviço   de   crescente   qualidade,   a   BE   congratula-­‐se  com  o  número  crescente  de  u0lizadores.   A   equipa   da   BE,   agradece   a   todos   a   colaboração   e   o   desempenho….. A Professora Bibliotecária Arminda Afonso

Boletim BE/CRE nº3  

Boletim da Biblioteca Escolar

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you