Page 1

FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE CURSO DE GRADUAÇÃO EM FARMÁCIA

AVALIAÇÃO DOS HÁBITOS ALIMENTARES DOS UNIVERSITÁRIOS DE UMA INSTITUIÇÃO PRIVADA DE ENSINO SUPERIOR NO INTERIOR DA BAHIA

MARCELA TELES AMARAL DE SOUZA

Vitória da Conquista – Bahia 23 de Novembro de 2016 1


MARCELA TELES AMARAL DE SOUZA

AVALIAÇÃO DOS HÁBITOS ALIMENTARES DOS UNIVERSITÁRIOS DE UMA INSTITUIÇÃO PRIVADA DE ENSINO SUPERIOR NO INTERIOR DA BAHIA

Trabalho de conclusão de curso apresentado ao curso de graduação em farmácia da Faculdade Independente do Nordeste – FAINOR para obtenção do grau de Bacharel em Farmácia. Orientador: Prof. MS. Flávio Mendes de Souza.

Vitória da Conquista –Bahia 23 de Novembro de 2016

2


3


MARCELA TELES AMARAL DE SOUZA

Avaliação dos hábitos alimentares dos universitários de uma instituição privada de ensino superior no interior da Bahia

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Faculdade Independente do Nordeste, como parte das exigências do Curso de Farmácia para obtenção do título de Graduação.

Aprovado em: __ /__/__

BANCA EXAMINADORA

____________________________________ Prof. Msc. Flávio Mendes de Souza Orientador

__________________________________ Prof. Msc. Marcelo José Costa Lima Espinheira

___________________________________ Farm. Angélica Oliveira Freitas

4


AVALIAÇÃO DOS HÁBITOS ALIMENTARES DOS UNIVERSITÁRIOS DE UMA INSTITUIÇÃO PRIVADA DE ENSINO SUPERIOR NO INTERIOR DA BAHIA Marcela Teles Amaral de Souza¹; Flávio Mendes de Souza

RESUMO A alimentação é uma necessidade básica do ser humano, pois desempenha um papel muito importante durante todo o ciclo de vida dos indivíduos. O ato de alimentar-se envolve uma multiplicidade de aspectos que influência na qualidade de vida. A alimentação saudável é um dos principais determinantes da saúde que assegura o desenvolvimento e crescimento fisiológico. Os alimentos com alto teor calórico, deterioram o hábito alimentar saudável, o que torna os indivíduos mais suscetíveis a doenças. Este estudo tem como objetivo, avaliar os hábitos alimentares dos universitários de uma instituição privada de ensino superior no interior da Bahia. Trata-se de um estudo do tipo descritivo e transversal, a pesquisa foi realizada com 15 alunosingressantes, 15 dos semestres medianos e 15 concluintes dos cursos de Estética e Cosmética, Arquitetura e Urbanismo, Enfermagem, Farmácia e Odontologiatotalizando 225 alunos do turno vespertino. Os dados foram obtidos através da aplicação de um questionário semiestruturado. Os dados foram tabulados em planilhas do programa Microsoft Office Excel® 2013, os resultados obtidos de cada variável analisada foram apresentados através de tabelas e gráficos. De maneira geral, poucos alunos trazem lanche de casa para a faculdade, a maioria costuma lanchar nos intervalos das aulas e optam por salgados, a maior parte dos alunos são sedentários e não consideram ter uma alimentação saudável. Diante dos resultados observados,faz-se necessário criar uma estratégia nutricional adequada. Como profissional de saúde, o farmacêutico deve realizar orientações voltadas para alimentação e hábitos de vida saudáveis, com o propósito de controle e prevenção da obesidade, doenças cardiovasculares e outras associadas, visando a formação de atitudes e comportamentos saudáveis que permaneçam por toda vida.

PALAVRAS-CHAVE: Hábitos alimentares. Alimentação saudável. Obesidade. Doenças cardiovasculares.

ABSTRACT Food is a basic human need because it plays a very important role throughout the life cycle of individuals. The act of feeding itself involves a multiplicity of aspects that influence the quality of life. Healthy eating is one of the main determinants of health that ensures the development and physiological growth. Foods with a high caloric content deteriorate the healthy eating habit, which makes the individuals more susceptible to diseases. This study aims to evaluate the eating habits of university students from a private college in the interior of Bahia. It is a descriptive and cross5


sectional study, the research was carried out with 15 incoming students, 15 of the medium and 15 concluding semesters Of the Aesthetics and Cosmetics courses, Architecture and Urbanism, Nursing, Pharmacy and Dentistry totaling 45 students of the afternoon shift. The data were obtained through the application of a semistructured questionnaire. The data were tabulated in spreadsheets of the program Microsoft Office Excel® 2013, the results obtained from each variable analyzed were presented through tables and graphs. Overall, few students bring snacks from home to college, most often snack at school breaks and choose salads, most students are sedentary and do not consider eating healthy. In view of the observed results, it is necessary to create an adequate nutritional strategy. As a health professional, the pharmacist should conduct orientated guidelines for healthy eating and living habits, With the purpose of controlling and preventing obesity, diabetes, cardiovascular and other associated diseases, Aiming at the formation of healthy attitudes and behaviors that remain throughout life.

KEY WORDS: Eating habits. Healthy eating. Obesity. Cardiovascular diseases.

____________________ 1

Graduanda do curso de Farmácia pela Faculdade Independente do Nordeste – FAINOR, Vitória da Conquista – BA. Autor correspondente: macelamaral@hotmail.com;

6


2

Docente do curso de Farmácia pela Faculdade Independente do Nordeste FAINOR, Vitória

da Conquista – BA.

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

HDL:

Lipoproteínas de baixa densidade

LDL:

Lipoproteínas de alta densidade

DCNT:

Doença crônica não transmissível

TCLE:

Termo de Consentimento Livre e Esclarecido

7


LISTA DE GRÁFICOS

Gráfico

1:

Referente

a

Bolsa

de 14

estudos...................................................... Gráfico

2:

Renda 14

familiar............................................................................. Gráfico 3: Frequência das refeições realizadas durante o dia incluindo os lanches......................................................................................................... Gráfico

4:

Tipos

de

salgados

consumidos

com

preferidos

15

pelos 16

universitários....................... Gráfico

5:

Salgados

maior

frequência

pelos 17

estudantes...

8


LISTA DE TABELAS

Tabela 1: Consumo de lanches nos intervalos das aulas........................... 15 Tabela 2: Tipo de alimentos consumidos na hora do lanche...................... 16 Tabela 3: Quantidade de alunos com acesso a informações sobre alimentação e hábitos de vida saudáveis....................................................

17

Tabela 4: Quantidade de alunos que consideram ter uma alimentação saudável......................................................................................................

18

Tabela 5: Frequência da pratica de atividade física por semana................ 18 Tabela 6: Frequência dos alunos que consideram importante modificar os hábitos alimentares.................................................................................

18

9


SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO............................................................................................

10

2. METODOLOGIA.......................................................................................... 12 3. RESULTADOS E DISCUSSÃO..................................................................

13

4. CONCLUSÃO.............................................................................................. 19 5. REFERENCIAS........................................................................................... 20 6. ANEXOI....................................................................................................... 21 7. ANEXOII......................................................................................................

24

10


1. INTRODUÇÃO A alimentação é uma necessidade básica do ser humano, pois desempenha um papel muito importante durante todo o ciclo de vida dos indivíduos. O ato de alimentar-se envolve uma multiplicidade de aspectos que influência na qualidade de vida. Uma alimentação saudável, associada à prática de atividades físicas constituem

requisitos

fundamentais

para

prevenção

de

algumas

doenças

debilitantes. (MUNIZ, 2013; QUEIROZ et al, 2015). A alimentação é muito importante durante a infância e a adolescência, para o crescimento e desenvolvimento e representa um dos principais fatores de prevenção para algumas doenças na idade adulta. Há evidências de que algumas patologias típicas do adulto, como doenças cardíacas, obesidade, osteoporose e câncer ocorrem devido à exposição aos fatores de risco, entre eles, a dieta, em diferentes fases da vida. (GIBNEY, 2005). Devido ao ritmo de vida atual, com pouco tempo para dedicar-se as refeições saudáveis, a população jovem adota hábitos alimentares desequilibrados, pois os mesmos

substituem

os

alimentos saudáveis pelo

consumo de alimentos

hipercalóricos, com excesso de gorduras e açúcares. Essas mudanças na alimentação associadas a um estilo de vida sedentário levam ao acúmulo de excesso de gordura, ao surgimento do sobrepeso e consequentemente a obesidade e uma série de doenças debilitantes. (DANELON et al, 2006). A alimentação saudável é um dos principais determinantes da saúde que assegura o desenvolvimento e crescimento fisiológico. Os alimentos com alto teor calórico, deterioram o hábito alimentar saudável, o que torna os indivíduos mais suscetíveis a doenças. (GIBNEY, 2005). 11


Dentre as doenças causadas por distúrbios alimentares a obesidade é a que mais tem se destacado, pelo fato de atingir um elevado número de pessoas. A obesidade é uma Doença Crônica Não Transmissível (DCNT), considerada um distúrbio nutricional. De maneira simplificada, a obesidade é definida como uma doença em que o acúmulo de gordura corporal em excesso afeta a saúde dos indivíduos. Seu surgimento está relacionado com maus hábitos alimentares da população. (MEDINA et al, 2005). O investimento em medidas de saúde no âmbito escolar é uma ferramenta segura e eficiente para combater distúrbios nutricionais, essas medidas incluem estímulos aos alunos a prática de atividade física, mudanças nos hábitos alimentares e informações sobre questões nutricionais. (VIUNISKI, 2005). A faculdade é um local onde programas de educação e saúde, podem ter grande repercussão e influenciar os jovens a mudar os hábitos alimentares atingindo os universitários nas etapas influenciáveis de suas vidas, pois é na faculdade que muitos alunos fazem suas refeições, realizando suas preferências e hábitos alimentares. (DAMELON, et al 2006). O consumo excessivo de alimentos com grande densidade energética é muito preocupante, pois podem levar os indivíduos a desenvolverem uma série de doenças. Portanto uma alimentação saudável é fundamental para garantir uma boa saúde e qualidade de vida. (FELICE et al, 2007). Diante do que foi descrito e considerando a importância da realização de estudos sobre o consumo alimentar da população jovem, o presente estudo tem por objetivo avaliar os hábitos alimentares dos alunos de uma instituição privada de ensino superior no interior do estado da Bahia.

12


2. METODOLOGIA A pesquisa foi realizada na Faculdade Independente do Nordeste (FAINOR), localizada no município de Vitória da Conquista, situado no interior Bahia. O estudo realizado foi do tipo descritivo e transversal, com abordagem qualitativa. A pesquisa foi realizada com 15 alunosingressantes, 15 dos semestres medianos e 15 concluintes dos cursos de Estética e Cosmética, Arquitetura e Urbanismo, Enfermagem, Farmácia e Odontologia, totalizando 45 alunos do turno vespertino. O consumo alimentar foi avaliado de forma qualitativa, para tal avaliação foi utilizado um questionário semiestruturado com perguntas relacionadas a qualidade alimentar. Os questionários foram aplicados em dois dias no período da tarde, os participantes da pesquisa receberam o TCLE, um termo de consentimento que continha todas as informações da pesquisa. O questionário e o termo de consentimento estão em anexo, (anexo I e II). Os dados obtidos através dos questionários foram tabulados em planilhas do programa Microsoft Office Excel® 2013, e os resultados obtidos de cada variável analisada foram apresentados através de tabelas e gráficos.

13


3. RESULTADOS E DISCUSSÃO Os questionários foram respondidos por 225 universitários, sendo 15 alunos ingressantes, 15 dos semestres medianos e 15 concluintes dos cursos de Estética e Cosmética, Arquitetura e Urbanismo, Enfermagem, Farmácia e Odontologia. As respostas dos questionários foram descritas e comparadas em cada curso. A pesquisa foi realizada com os alunos de ambos os sexos, sendo 185 (82,2%) do sexo feminino e 40 (17, 8%) do sexo masculino. As alunas demonstraram maior interesse tanto em participar da pesquisa, como em responder as perguntas do questionário. Observou-se que no período inicial de cada curso os entrevistados possuem entre 17 a 25 anos. Os universitários dos semestres medianos, bem como os concluintes possuem entre 21 a 25 anos e algumas pessoas entre 26 ou mais de 30 anos de idade. Segundo o gráfico 1, o curso de estética e cosmética é o que possui a maiorquantidade de alunos bolsistas (33%),seguido de farmácia e enfermagem (22%), odontologia (17,8%)e arquitetura e urbanismo(9%), que apresenta o menor índice de estudantes com bolsas de estudo. A diferença nos percentuais de bolsas entre os cursos pode ser explicada pela renda familiar, visto que, os universitários com o menor número de bolsas são os que possuem maior renda em detrimento aos alunos dos demais cursos, o que pode ser observado no gráfico 2. Gráfico 1: Referente a bolsa de estudos

14


Bolsa de estudos Porcentagem

100,00%

91% 77,80%

80,00%

82,20%

77,80% 66,70%

60,00% 40,00%

33,30% 22,20%

22,20%

17,80%

20,00%

9%

0,00% Farmácia

Estética

Enfermagem Odontologia

Arquitetura

Cursos

Sim

Não

Fonte: Dados da pesquisa, 2016.

Gráfico 2: Renda familiar

Renda Porcentagem

80,00% 62,20%

68,90%

66,70% 55,60%

60,00% 40,00% 20,00% 13,30%

24,40% 13,30%

33,30%

28,80% 17,80%

51,10% 48,90%

15,60%

0,00%

Farmácia

Estética

Enfermagem Odontologia

Arquitetura

Cursos

1 salário

2 a 4 salários

5 ou mais salários

Fonte: Dados da pesquisa, 2016. No gráfico 3, verifica-se a frequência das refeições realizadas durante o dia incluindo os lanches, nota-se que a maioria dos alunos se alimentade uma a quatro vezes por dia. Gráfico 3: Frequência de refeições realizadas durante o dia incluindo os lanches

15


Frequência Farmácia Estética Enfermagem Odontologia Arquitetura 66,7%

71,1%

77,8%

66,7%

77,8%

Não

33,3%

28,9%

22,2%

33,3%

22,2%

TOTAL

100%

100%

100%

100%

100%

Porcentagem

Sim

80,00% 60,00% 40,00% 20,00% 0,00%

Alimentos Farmácia Estética Enfermagem Odontologia Arquitetura Frutas 8,9%

24,4%

4,4%

8,9%

8,9% Fon te: Da

dos da pesquisa, 2016. A tabela 1 apresenta o consumo de lanches entre os alunos, podendo ser observado que não ocorreram diferenças significantes entre os cursos avaliados, pois a maioria dos estudantes consomem lanches nos intervalos das aulas. Tabela 1: Consumo de lanches nos intervalos das aulas.

Fonte: Dados da pesquisa, 2016. De acordo a tabela 2, no curso de estética e cosmética os alunos consomem maior quantidade de frutas (24%), os demais optam por salgados no horário do lanche, sendo o maior consumo realizado pelos universitários de enfermagem, seguido pelos de arquitetura e urbanismo (80%), odontologia (73%) e farmácia (71%). Tabela 2: Tipos de alimentos consumidos na hora do lanche.

16

6


Salgados 71,1%

62,2%

82,2%

73,3%

80%

Fon

Outros 20%

13,3%

13,3%

17,8%

11,1%

te:

TOTAL 100%

100%

100%

100%

100%

Da dos

da pesquisa, 2016. Noscursos de estética e cosmética e arquitetura há uma maior prevalência pelo consumo de salgados assados, apresentando um percentual de 60% e 51% respectivamente. Enquanto nos demais cursos a preferência é maior por salgados fritos, o que pode ser observado no gráfico 4. Gráfico 4: Tipos de salgados preferidos pelos universitários.

Porcentagem

Tipos de Salgados 70,00% 60,00% 50,00% 40,00% 30,00% 20,00% 10,00% 0,00%

62,20%

40%

37,80%

Farmácia

62,20%

60%

Estética

53,30% 51,10% 48,90% 46,70%

37,80%

Enfermagem Odontologia Arquitetura

Cursos

Assados

Fritos

Fonte: Dados da pesquisa, 2016. O gráfico 5, mostra que entreos alimentos mais consumidos a coxinha e o pastel de forno tiveram maior destaque em todos os cursos,alimentos estes com alto teor de gorduras, do ponto de vista nutricional esses alimentos apresentam vários riscos potenciais a saúde, pois o consumo excessivo de ácidos graxos, tem sido associado ao desenvolvimento de vários fatores de risco que podem causar doenças crônicas e inúmeros prejuízos a saúde das pessoas, causando grande impacto aos níveis de colesterol, deprimindo o sistema imunológico e contribuindo para a formação de placas

de

ateromas

o

que

favorecem

o

desenvolvimento

de

doenças

cardiovasculares, eoutras associadas (LAMOUNIER, 2008). Gráfico 5: Salgados consumidos com maior frequência pelos estudantes 17


Porcentagem

Título do Gráfico 50,00% 40,00% 30,00% 20,00% 10,00% 0,00%

Farmácia

Estética

Enfermagem Odontologia

Arquitetura

Cursos

Coxinha

Pastel frito

Pastel de forno

Enroladinho de salsicha

Torta de frango

Hambúrguer

Pizza

Fonte: Dados da pesquisa, 2016. Na tabela 3, nota-se que todos os alunos entrevistados relataram ter acesso a informações referentes à alimentação e hábitos de vida saudáveis, entretantogrande parte dos mesmos afirmam não possuir uma alimentação saudável, o que pode ser observado na tabela 4, evidenciando-se assim que o acesso a informações não garante uma qualidade de vida adequada. Tabela 3: Quantidade de alunos com acesso a informações sobre alimentação e hábitos de vida saudáveis

Frequência Farmácia Estética Enfermagem Odontologia Arquitetura Sim

45

45

45

45

45

Não

0

0

0

0

0

TOTAL

45

45

45

45

45

Fonte: Dados da pesquisa, 2016. Tabela 4: Quantidade de alunos que consideram ter uma alimentação saudável

18


Fonte: Dados da pesquisa, 2016. De acordo a tabela 5, a maioria dos universitários são sedentários, não praticam nenhum tipo de atividade física, o que torna os alunos mais susceptíveis a doenças associadas a maus hábitos de vida. Tabela 5: Frequência da prática de atividade física por semana

Frequência Farmácia Estética Enfermagem Odontologia Arquitetura Sim

18

14

5

12

9

Não

27

31

40

33

36

TOTAL

45

45

45

45

45

Fonte: Dados da pesquisa, 2016. Segundo a tabela 6, todos os alunos entrevistados consideram importante mudar os hábitos alimentares, entretanto a maioria possui uma alimentação inadequada e hábitos de vida prejudiciais à saúde.

Frequência Farmácia Estética Apenas 1 4 2 dia 2 a 4 vezes 6 12 por dia Todos os 9 5 dias Não pratica 26 26 TOTAL 45 45 Tabela 6: Frequência dos alunos

Enfermagem Odontologia Arquitetura 3 4 2 11

8

9

4

6

5

27 27 29 45 45 45 que consideram importante modificar os hábitos

Frequência Farmácia Estética Enfermagem Odontologia Arquitetura Sim

45

45

45

45

45

Não

0

0

0

0

0

TOTAL

45

45

45

45

45

alimentares.

19


Fonte: Dados da pesquisa, 2016. Os alimentos vendidos pelas cantinas da faculdade são de alto valor calórico e baixo valor nutritivo com alta concentração lipídica, o que contribui para o desenvolvimento da obesidade e outras doenças associadas. Sabe-se que teores altos de lipídios podem provocar consequência metabólica no organismo, sendo prejudicial à saúde (BISMARCKNASR et al., 2006). Consequentemente, o consumo excessivo de alimentos ricos em gorduras pode causar sérios riscos à saúde, como a elevação do nível de colesterol total e do LDL (Colesterol ruim), redução dos níveis de HDL (Colesterol bom), aumento dos níveis de triacilgliceróis no plasma sanguíneo. Dessa forma, verifica-se os efeitos deletérios que o consumo da gordura trans pode causar à saúde humana, permitindo classificá-la como a mais nociva de todas as gorduras (LAMOUNIER, 2008). Como já foi destacado na descrição dos resultados, os cursos de Odontologia e Arquitetura e Urbanismo são os que os alunos possuem maior renda familiar, porém não possuem alimentação e hábitos de vida saudáveis. Neste contexto notase que a renda não influência na qualidade da alimentação. Apenas no curso de Estética e cosmética observa-se que entre os entrevistados 24% preferem frutas na hora do lanche, o que demonstra que possuem uma melhor qualidade na alimentação em relação aos demais cursos. De maneira geral, poucos estudantes trazem lanche de casa para a faculdade, a maioria costuma lanchar nos intervalos das aulas e optam por salgados, além disso, grande parte dos alunos são sedentários. Nota-se que a maioria dos discentes tem acesso a informações sobre alimentação e hábitos de vida saudáveis e consideram importante mudar os hábitos alimentares, porém é perceptível que os mesmos não utilizamas informações adquiridas de forma adequada. Esses resultados são uma tendência observada no Brasil e em várias regiões do mundo, como reflexo de demandas geradas pelo novo modo de vida urbana, caracterizado por escassez de tempo, vasta oferta de produtos, baixa flexibilização dos horários das refeições e grande apelo publicitário em torno dos alimentos (COSTA et al, 2005).

20


4. CONCLUSÃO Este trabalho permitiu identificar e avaliar o consumo alimentar dos universitários ingressantes, medianos e concluintes dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Estética e Cosmética, Enfermagem, Farmácia e Odontologia na Faculdade Independente do Nordeste.Os resultados encontrados nesse estudo mostram que os alimentos mais consumidos são os que possuem maior concentração de gordura e açúcar e são extremamente prejudiciais à saúde. Verificou-se que os universitários participantes da pesquisa apresentam um padrão de consumo alimentar muito semelhante no que se refere aos tipos de alimentos comprados nas cantinas da faculdade e as preferencias alimentares. Diante dos resultados observados,faz-se necessário criar uma estratégia nutricional adequada. Como profissional de saúde, o farmacêutico deve realizar orientações voltadas para alimentação e hábitos de vida saudáveis, com o propósito de controle e prevenção da obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e outras associadas, visando a formação de atitudes e comportamentos saudáveis que permaneçam por toda vida.

21


7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS COSTA, T. H. M; SCHIMITZ, B. A. S.; TUMA, R. C. F. B. Avaliação antropométrica e

dietética

de

pré-escolares

em

três

creches

de

Brasília,

Distrito

Federal.Revista Brasileira Saúde Materno Infantil, v. 5, n. 4, out./dez. 2005. BISMARCK-NASR, E. M.; FRUTUOSO, M. F. P.; GAMBARDELLA, A. M. D. Importância nutricional dos lanches na dieta de adolescentes urbanos de classemédia. Pediatria (São Paulo), v.28, n.1, p.26-32, 2006. DANELON, Maria Angélica Schievano. Serviços de alimentação destinados ao público escolar: análise da convivência do Programa de Alimentação Escolar e das cantinas. Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, 13(1): 85-94, 2006. FELICE,MARINA MARQUART, et al. Análise do Lanche Escolar Consumido por Adolescentes. SAÚDE REV., Piracicaba, 9 (22): 7-14, 2007. GIBNEY, M.J. et al. Introdução a nutrição humana. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2005. LAMOUNIER, R. A gordura trans, seus riscos e a proibição em Nova Iorque: paranóia ou prevenção? Disponível em: http://www.diabetes.org.br. Acesso em 16 de Outubro de 2016. MEDINA, José Luís et al. Programa Nacional de combate à obesidade. Acesso em: 17 de outubro de 2016. Disponível em: http://1nj5ms2lli5hdggbe3mm7ms5.wpengine.netdnacdn.com/files/2015/08/Programa-Nacional-de-Combate-%C3%A0-Obesidade.pdf. MESQUITA, Jussara Helou, et al. Perfil qualitativo dos lanches escolares consumidos em instituição de ensino particular do Distrito Federal – Brasil. Universitas: Ciências da Saúde, v. 4, n. 1 / 2, p. 49-62, 2006. MUNIZ, Ludmila Correa et al. Prevalência e fatores associados ao consumo de frutas, legumes e verduras entre adolescentes de escolas públicas de Caruaru,PE. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2013, vol.18, n.2, pp. 393-404.

QUEIROZ, Aline Bianca Lisboa, et al. Consumo alimentar e percepção de imagem corporal entre adolescentes de escola privada. Unijuí. Rio Grande do Sul. 20015. VIUNISKI N. Obesidade em adultos, um desafio pediátrico. Rev. Nutrição em pauta, n. 74, p. 4-10, set/out. 2005.

22


6. ANEXO I FAINOR – Faculdade Independente do Nordeste Título: Avaliação dos hábitos alimentares dos universitários de uma instituição privada de ensino superior no interior da Bahia Data: / / Nº do formulário: ___ Entrevistador: 1º.Gênero: Masculino ( ) Feminino ( ) 2º. Idade: ______ 3º. Renda familiar: ( ) Um salário mínimo ( ) De dois a quatro salários mínimos ( ) Cinco ou mais salários mínimos 4º. Curso / Semestre / Turno ________________________ ________________________ 5º. Você é bolsista? Sim ( ) Não ( ) 6º. Quantas refeições você faz por dia, incluindo os lanches? Uma ou duas vezes por dia ( ) De três a quatro vezes por dia ( ) Cinco vezes ou mais por dia ( ) 7º. Destas quantas são feitas fora de casa? ( ) Todas ( ) Uma ou duas ( ) Três ou mais 8º. Você costuma lanchar nos intervalos das aulas? ( ) Sim ( ) Não 23


9º. O que você costuma comer na hora do lanche? Frutas ( ) Salgados ( ) Doces ( ) Outros ( ) 10º. Você traz algum lanche de casa? Sim ( ) Não ( ) O que? ______________________ _____________________________ 11º. Você tem preferência por quais tipos de salgados? Assados ( ) Fritos ( ) 12º. Qual salgado você come com maior frequência? ( ) Coxinha ( ) Pastel frito ( ) Pastel de forno ( ) Enroladinho de salsicha ( ) Torta de Frango ( ) Hambúrguer ( ) Pizza ( ) Empada ( ) Rissole ( ) Banana real ( ) Sanduiche natural ( ) Pão delícia ( ) Pão de queijo ( ) Outros:_____________ 24


13º. Você tem acesso a informações sobre alimentação saudável e hábitos de vida saudáveis? Sim ( ) Não ( ) 14º. Você considera sua alimentação saudável? Sim ( ) Não ( ) 15º. Quantas vezes por semana você pratica atividades físicas? Apenas um dia ( ) Todos os dias ( ) Duas ou quatro vezes por semana ( ) Não pratico nenhuma atividade física ( ) 16º Quantos copos de água você bebe por dia (200mL)? De um a três copos ( ) De quatro a sete copos ( ) Oito copos ou mais ( ) 17º. Cite três alimentos que a cantina da faculdade vende e você considera saudável? 1_______________________ 2_______________________ 3_______________________ 18º. Você acha importante mudar seus hábitos alimentares? Sim ( ) Não ( )

25


7. ANEXO II FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE – FAINOR Credenciada pela Portaria MEC n.º 1.393, 04 de julho de 2001 Publicado no DOU de 09 de julho de 2001 TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO – TCLE.

Prezado (a) Senhor (a), sou Marcela Teles Amaral de Souza e estou realizando juntamente com Flávio Mendes de Souza, o estudo sobre Avaliação dos hábitos alimentares dos universitários de uma instituição privada de ensino superior no interior da Bahia. O Sr. (a) está sendo convidado (a) a participar, como voluntário (a), desta pesquisa. Para participar deste estudo o Sr (a) não terá nenhum custo, também não receberá qualquer vantagem financeira. Suas dúvidas referentes a esta Pesquisa serão esclarecidas e estará livre para participar ou recusar-se a participar. Poderá retirar seu consentimento ou interromper a participação a qualquer momento. A sua participação é voluntária e a recusa em participar não acarretará qualquer penalidade ou modificação na forma em que é atendido pelos pesquisadores, que tratarão a sua identidade com padrões profissionais de sigilo. Os resultados da pesquisa estarão à sua disposição quando finalizada. Seu nome ou o material que indique sua participação não serão liberados sem a sua permissão. Se houver necessidade, as despesas para a sua participação serão assumidas ou ressarcidas pelos pesquisadores. Este termo de consentimento encontra-se impresso em duas vias originais de mesmo teor, sendo que uma será arquivada pelo pesquisador responsável, e a outra será fornecida ao senhor. Os dados e instrumentos utilizados na pesquisa ficarão arquivados com o pesquisador responsável por um período de 5 (cinco) anos, e após esse tempo serão destruídos. Os pesquisadores tratarão a sua identidade com padrões profissionais de sigilo, atendendo a Resolução Nº 466/12 do Conselho Nacional de Saúde, utilizando as informações somente para os fins acadêmicos e científicos.

A Pesquisa tem por objetivo: Avaliar os hábitos alimentares dos universitários de uma faculdade particular no interior da Bahia, para tal avaliação será utilizado um 26


questionário com perguntas objetivas sobre consumo e tipos de alimentos. Após a aplicação do questionário será realizado análises com os alimentos mais consumidos para quantificar o teor de gordura, cinzas e carboidratos. Considerando que toda pesquisa pode oferecer RISCOS e BENEFÍCIOS, nesta pesquisa os mesmo podem ser avaliados como: RISCOS: A pesquisa apresenta como risco o constrangimento, que pode acometer o participante através de alguma pergunta do questionário. Entretanto, O participante pode não responder a pergunta e ou desistir de responder o questionário. BENEFÍCIOS: A pesquisa terá como benefício gerar dados que poderão ser utilizados por outros pesquisadores com o intuito de alertar aos alunos através de palestras e folhetos explicativos, quanto ao risco de desenvolverem doenças devido à alimentação inadequada. Eu, _____________________________________________________, abaixo assinado, concordo em participar do estudo intitulado Avaliação dos hábitos alimentares dos universitários de uma instituição de ensino superior no interior da Bahia, e fui devidamente informada e esclarecida pela pesquisadora Marcela Teles Amaral de Souza sobre a pesquisa, os procedimentos nela envolvidos, assim como os possíveis riscos e benefícios decorrentes de minha participação e que a pesquisa é orientado pelo professor Flávio Mendes de Souza, a quem poderei consultar a qualquer momento que julgar necessário. Afirmo que fui informado (a) dos objetivos estritamente acadêmicos deste estudo e que compreendo ser o sujeito da referida pesquisa, que irei participar da mesma por minha própria vontade, sem receber qualquer incentivo financeiro ou ter qualquer ônus em troca, e com a finalidade exclusiva de colaborar para as conclusões acadêmicas e científicas da mesma. Fui informado (a) dos objetivos estritamente acadêmicos. Minha colaboração se fará de forma anônima, por meio de preenchimento de um questionário.

O acesso e a análise dos dados coletados se farão apenas pelo

(a) pesquisador (a) e/ou orientador (a). Os resultados gerais obtidos nesta pesquisa serão utilizados apenas para alcançar os objetivos propostos. Por este meio, AUTORIZO o uso dos meus dados neste Projeto de Pesquisa. Eu, __________________________________________________________, abaixo assinado, após a leitura (ou a escuta da leitura) deste documento e de ter tido a 27


oportunidade de conversar e ter esclarecido as minhas dúvidas com o pesquisador responsável, concordo em participar deste estudo como voluntário (a). Fui devidamente informado (a) e esclarecido (a) pelo (a) pesquisador (a) sobre a pesquisa, os procedimentos nela envolvidos, assim como os possíveis riscos e benefícios decorrentes de minha participação. Foi-me garantido que posso retirar o meu consentimento a qualquer momento, sem que isto leve a qualquer penalidade (ou interrupção de meu acompanhamento/ assistência/tratamento) e que se houver necessidade, as despesas para a minha participação serão assumidas ou ressarcidas pelos pesquisadores.

__________________________________ Assinatura do Participante

____________________________ Flávio Mendes de Souza flaviomendes@fainor.com.br

ENDEREÇO INSTITUCIONAL DOS PESQUISADORES: Faculdade Independente do Nordeste – FAINOR. Av. Luis Eduardo Magalhães, 1035 Candeias - Vitória da Conquista - BA CEP: 45000 - 000 Telefone: (77) 3161 - 1000

Impressão Datiloscópica

___________________________ Marcela Teles Amaral de Souza macelamaral@hotmail.com (77) 98142-9664

ENDEREÇO DO COMITÊ DE ÉTICA: Av. São Luiz, n° 31 – Núcleo de Pós-Graduação, Pesquisa Extensão 2º Andar. Vitória da Conquista - BA CEP: 45055-080 Telefone: (77) 3161-1071 E-mail: cep@fainor.com.br

28

Souza,Marcela Teles Amaral de  

Monografia FAINOR

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you