Page 4

1

O USO DO FLUXO DE CAIXA PARA A TOMADA DE DECISÕES NAS EMPRESAS

1. INTRODUÇÃO

Em todo o mundo, a gestão das entidades é um processo complexo e muito vasto, que necessita de uma adequada estrutura de informações e a contabilidade é sem dúvida fundamental neste processo. Utilizada como ciência social aplicada, ela estuda o patrimônio, informa aos usuários e fornecem ferramentas de auxílio à gestão. Especialistas afirmam que grande parte dos empreendedores no Brasil ainda tomam decisões baseados em suas próprias experiências ou intuições, desconsiderando as reais vantagens de um auxílio ao processo decisório de maior segurança fornecido em grande parte pela análise adequada do fluxo de caixa (SEBRAE, 2008). Segundo Garcia (2008, p.8) “[...] toda empresa, independente do seu tamanho, necessita de um controle de caixa”. Mais especificamente confirma Cavalcante (2006, p.3) “Toda ação realizada por uma empresa resume-se na entrada ou saída de dinheiro. E nesta dinâmica de ingressos e desembolsos que o fluxo de caixa mostra sua importância, pois nos ajuda a perceber bem antes quando e quanto irá faltar ou sobrar recurso”. Este artigo vem abordar o valor da utilização eficaz do fluxo de caixa das entidades, a viabilidade de seu implemento, como analisar relatórios financeiros de caixa e no campo contábil, por quais motivos a Lei 11.638/07 tornou obrigatória a demonstração do fluxo de caixa em lugar da antiga DOAR seguindo uma tendência dos países desenvolvidos. Assim, o trabalho buscará contribuir com abordagens para um melhor desempenho na aplicação dos fluxos de atividades operacionais, financeiras e de investimentos. O presente estudo serve para organizações de todos os tipos, desde que as adaptações sejam feitas conforme as necessidades demandadas. Utilizando-se de investigações teóricas aplicadas, esta pesquisa traz um resumo sobre trabalhos já

M01016  

Monografia FAINOR

M01016  

Monografia FAINOR

Advertisement