Issuu on Google+

FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE – FAINOR

ADMINISTRAÇÃO AGROINDUSTRIAL ALINE FÁTIMA ALVAREDO DOS SANTOS

A ADOÇÃO DE NOVAS MÍDIAS: propagandas de som em motocicletas e bicicletas por uma empresa em Vitória da Conquista - BA

VITÓRIA DA CONQUISTA –BA Dezembro/2007


ALINE FÁTIMA ALVAREDO DOS SANTOS

A ADOÇÃO DE NOVAS MÍDIAS: propagandas de som em motocicletas e bicicletas por uma empresa em Vitória da Conquista - BA

Monografia apresentada a Faculdade Independente do Nordeste - FAINOR, Curso de Administração como pré-requisito para obtenção do grau de bacharel em Administração.

Orientador: Cordeiro

Prof.

MSC

VITÓRIA DA CONQUISTA –BA Dezembro/2007

Cláudio

de

Assis


ALINE FÁTIMA ALVAREDO DOS SANTOS

DECISÃO SOBRE A ADOÇÃO DE NOVAS MÍDIAS: propagandas de som em motocicletas e bicicletas

Administração Agroindustrial da Faculdade Independente do Nordeste – Fainor, como requisito parcial para a obtenção do título de Bacharel em Administração Agroindustrial. Aprovada em___/___/___.

BANCA EXAMINADORA/COMISSÃO AVALIADORA

____________________________________________ Professor Cláudio de Assis Cordeiro Fainor

____________________________________________ Maria Auxiliadora Nunes Cordeiro Fainor

____________________________________________ MSC Maria Zilda Dantas. Fainor


Dedico este trabalho a meus pais, meus irm達os, meus sobrinhos, afilhados, meu esposo e todos os meus amigos que estiveram ao meu lado nesta caminhada.


AGRADECIMENTOS

A Deus por proporcionar-me a conclusão de mais uma etapa da vida que se consuma neste trabalho. Aos meus pais, irmãos, meu esposo e a toda a família que, com muito carinho e apoio, não mediram esforços para que eu conseguisse completar mais esta fase com sucesso. Aos meus sobrinhos, Talissa, Hana, Raissa, Igor e Israel, que conseguiram alegrar os momentos tensos, durante a realização deste. Ao professor e orientador Cláudio Cordeiro pelo incentivo e grande conhecimento que tornou a sua orientação uma valiosa colaboração para a elaboração e conclusão desta monografia. Ao professor Carlos Fernando Leite, pela amizade dispensada no decorrer do curso, pela paciência e pela incansável disposição em colaborar e ajudar a todos. As amigas, Naiane, Liliana e Sinmara, pelo companherismo e amizade e aos demais colegas de turma pelos agradáveis momentos vividos, incentivos e apoio constante.


“Há homens que lutam um dia e são bons. Há outros que lutam um ano e são melhores. Há os que lutam muitos anos e são muito bons. Porém, há os que lutam toda a vida. Esses são os imprescindíveis." Bertolt Brecht


RESUMO

O presente trabalho teve como objetivo analisar se os consumidores dos produtos e serviços anunciados por empresas prestadoras de serviços, situadas em Vitória da Conquista – BA, aprovam as propagandas auditivas em bicicletas e motocicletas realizadas pela empresa contratante. Visou ainda, através dos objetivos específicos: identificar se a propaganda realizada por motos e bicicletas desperta o desejo de compra do seu consumidor; verificar a influência da propaganda realizada por motos e bicicletas sobre o consumidor; analisar as vantagens para a empresa que adota esses serviços. Para o desenvolvimento dessa monografia adotou-se o método indutivo, a pesquisa descritiva, bibliográfica e de campo, com uma abordagem quantitativa, sendo a população deste estudo composta pelos consumidores; pelas empresas que contratam esses serviços e as empresas que prestam esses serviços, as quais foram aplicados questionários estruturados com perguntas fechadas. Trabalho de Kotler (2206), Rocha (1999), Cobra (1991) foram utilizados para discussão e análise do trabalho. Da análise dos dados conclui-se que a maioria dos consumidores não considera as propagandas realizadas por motos e bicicletas poluição sonora, dificilmente ou nunca se sente incomodados por ela, se tivesse uma empresa usaria essa mídia para anunciar e a classifica como boa. Verificou-se, ainda, que a empresa contratante usa este meio de anuncio porque é mais barato, a maioria está satisfeita com os resultados das propagandas anunciadas por bicicletas e motos, percebe que os consumidores aprovam esse tipo de anuncio. As empresas prestadoras de serviços pesquisadas são todas micro e pequenas empresas, usam carros, bicicletas, motos e rádio para divulgação, acreditam que são escolhidas pelo preço que oferecem, realizam suas divulgações no próprio bairro em quem a empresa contratante se situa , acreditam que as empresas contratantes gostam do serviço prestado, embora classifiquem a aceitação do consumidor como regular. Com a conclusão desse trabalho buscou-se salientar a importância da adoção de novas mídias para a divulgação de produtos e serviços que atendam a necessidade do mercado.

Palavras – chave: Novas Mídias. Propaganda. Publicidade. Motocicletas. Bicicletas.


ABSTRACT

The present work had as objective to analyze if the consumers of the products and services announced by rendering companies of services, situated in Vit贸ria da Conquista - BA, approve the auditory propagandas on bicycles and motorcycles carried through for the contracting company. It also aimed , through the specific objectives: to identify if the propaganda carried through for motorcycles and the bicycles awaken the desire of purchase of its consumer; to verify the influence of the propaganda carried through for motorcycles and bicycles on the consumer; to analyze the advantages for the company who adopts these services. For the development of this monograph it was adopted inductive method, the descriptive, bibliographical and field research, with a quantitative approach, the population of this study is composed for the consumers; for the companies who contract these services and the companies that offer these services, which were applied questionnaires structuralized with closed questions. Work of Kotler (2206), Rocha (1999), Cobra (1991) had been used for quarrel and analysis of the work. From the analysis of the data is possible to conclude that the majority of the consumers does not consider the propagandas carried through for motorcycles and bicycles sonorous pollution, they hardly felt bothered by it, if they had a company they would use this media to announce and they classify it as good. It was also verified, that the contracting company uses this way of announces because it is cheaper, the majority is satisfied with the results of the propagandas announced for bicycles and motorcycles, perceive that the consumers approve this type of announce. The rendering companies of searched services are all micron and small companies, they use cars, bicycles, motorcycles and radio for spreading, they believe that they are chosen by the price that they offer, carry through its spreading in the quarter where the contracting company is, believe that the contracting companies like the offered service, although classify the acceptance of the consumer as regular. With the conclusion of this work, the importance of the adoption of new medias for the spreading of products and services that take care of the necessity of market was tried to point out.

Key Words: New Medias. Propaganda. Advertising. Motorcycles. Bicycles.


LISTA DE FIGURAS

Figura 1 Figura 2 Figura 3 Figura 4 Figura 5 Figura 6 Figura 7 Figura 8 Figura 9 Figura 10 Figura 11 Figura 12 Figura 13 Figura 14 Figura 15 Figura 16 Figura 17 Figura 18 Figura 19 Figura 20

Atenção às propagandas divulgadas por motos e bicicletas.............. Estimulo a compra quando á anúncio................................................. Propagandas divulgadas por veículos sonoros aumentam o desejo de compra........................................................................................... Propagandas divulgadas em bicicletas e motos chamam sua atenção............................................................................................... Freqüência com que os consumidores vão aos estabelecimentos que fazem anúncios em bicicletas e motos........................................ Grau de incômodo.............................................................................. Freqüência que ouve esse tipo de propaganda?................................ Propaganda x poluição sonora.......................................................... Classificação das propagandas realizadas por motos e bicicletas..... Anúncio em motos e bicicletas........................................................... Porte da organização.......................................................................... Meio de comunicação usado para divulgação.................................... Motivo para as empresas contratarem prestadoras de serviços para realizar anúncios em bicicletas e motos............................................. Fiscalização de propagandas............................................................. Interação entre as empresas contratantes e as prestadoras de serviços............................................................................................... Local de divulgação das propagandas por bicicletas e motos............ Satisfação aos contratantes sobre serviço oferecido......................... A aceitação dos consumidores .......................................................... Possibilidade de ajuste antes da veiculação do anúncio.................... Preferência pelos veículos regulamentados.......................................

32 33 33 34 35 35 36 37 38 38 41 41 42 43 43 44 44 45 45 46


SUMÁRIO

1 1.1 1.2 1.2.1 1.2.1 1.3 1.4

INTRODUÇÃO...................................................................................................... Delimitação do Problema.................................................................................. Objetivos............................................................................................................ Objetivo Geral...................................................................................................... Objetivos Específicos......................................................................................... Hipóteses............................................................................................................. Justificativa..........................................................................................................

11 13 13 13 13 13 14

2 2.1 2.2 2.3

MARKETING E O COMPOSTO PROMOCIONAL............................................... Conceitos de Propaganda e Publicidade......................................................... A importância da Propaganda.......................................................................... Decisão sobre a mídia e avaliação de sua eficácia.........................................

15 18 22 13

3 3.1 3.2 3.3 3.4 3.5

METODOLOGIA................................................................................................... Caracterização e Perfil do Lócus da pesquisa................................................. Método de Pesquisa............................................................................................. População e Amostra.......................................................................................... Instrumentos de Coleta...................................................................................... Análise dos Dados..............................................................................................

28 28 29 30 30 30

4 4.1 4.2

32 32

4.4

ANÁLISE E DISCUSSÃO DOS RESULTADOS.................................................. Relatório analítico dos questionários aplicados aos consumidores............. Relatório analítico da entrevista realizada com o gestor da empresa Disk Cerveja................................................................................................................. Relatório analítico dos questionários aplicados às empresas Prestadoras de Serviços.......................................................................................................... Averiguação das hipóteses................................................................................

5 5.1 5.2 5.3

CONSIDERAÇÕES FINAIS.................................................................................. Limitações............................................................................................................ Recomendações.................................................................................................. Sugestões de Pesquisas Futuras......................................................................

48 49 49 50

REFERÊNCIAS..................................................................................................... APÊNDICES........................................................................................................... Apêndice A – Modelo de Questionário Aplicado aos Consumidores............ Apêndice B - Modelo de Entrevista Aplicada à gestora da empresa Disk Cerveja ............................................................................................................................. Apêndice C - Modelo de Questionário Aplicado às empresas prestadoras de serviços...........................................................................................................

51 53 54

4.3

39 41 46

56 57


11

1 – INTRODUÇÃO

O marketing vem se destacando ao longo dessas últimas décadas, tornandose mais conhecido e indispensável não só para as organizações como para a vida das pessoas. Por isso a necessidade de todos compreenderem um pouco sobre esse assunto.

Marketing pode ser entendido como uma função organizacional e um conjunto de processos que envolvem a criação, a comunicação e a entrega de valor para os clientes, bem como a administração do relacionamento com eles, de modo que beneficie a organização e seu público interessado.

Ou ainda como um processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtêm aquilo de que necessitam e o que desejam com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com outros (KOTLER e KELLER, 2006).

Pode ser entendido também como a entrega de satisfação para o cliente em forma de benefício (KOTLER e ARMSTRONG, 1999).

Ou as atividades sistemáticas de uma organização humana voltadas à busca e realização de trocas para com o seu meio ambiente, visando benefícios específicos (RICHERS, 1986).

Marketing se observada de forma pragmática, a palavra assume sua tradução literal: Mercado. Pode-se, então, afirmar que Marketing é o estudo do mercado. É uma ferramenta administrativa que possibilita a observação de tendências e a criação de novas oportunidades de consumo visando a satisfação do cliente e respondendo aos objetivos financeiros e mercadológicos das empresas de produção ou prestação de serviços.

O conceito contemporâneo de Marketing engloba a construção de um satisfatório relacionamento a longo prazo do tipo ganha-ganha no qual indivíduos e


12

grupos obtêm aquilo que desejam e necessitam. O marketing se originou para atender as necessidades de mercado, mas não está limitado aos bens de consumo. É também amplamente usado para "vender" idéias e programas sociais. Técnicas de marketing são aplicadas em todos os sistemas políticos e em muitos aspectos da vida.

Quanto se fala em marketing vem em nossa mente a idéia de propaganda; é logo o que chama a nossa atenção, por isso a importância deste trabalho para as pessoas interessadas em marketing, em propagandas, aos empresários e toda a comunidade conquistense.

A propaganda é uma das ferramentas de marketing que é a mais usada pelas empresas para divulgação de seus produtos e/ou serviços. Através dela pode-se obter vantagem competitiva em relação aos concorrentes, tornando a empresa e seus produtos mais conhecidos.

Por ser nova ferramenta é interessante avaliar se há uma aprovação por parte dos consumidores dessas propagandas divulgadas em bicicletas e motos, e também analisar se do lado dos empresários existe alguma restrição, algum preconceito em relação a essa nova forma de avalia��ão.

Esses novos veículos de propaganda vêm ganhando mais espaço na cidade; pois devido aos seus custos serem mais baixos em relação aos carros de som, por exemplo, podem representar uma vantagem competitiva.

Esta pesquisa utilizou o método indutivo, a pesquisa descritiva, bibliográfica e de campo, com uma abordagem quantitativa, sendo a população deste estudo composta pelos consumidores; pelas empresas que contratam esses serviços e as empresas que prestam esses serviços, as quais foram aplicados questionários estruturados com perguntas fechadas. Essa monografia está estruturada da seguinte maneira: no título 2 foi discutido o referencial teórico abordando o marketing e o composto promocional, o conceito de propaganda e publicidade, a importância da propaganda, a decisão


13

sobre a mídia e a avaliação de sua eficácia, em seguida tratou-se da metodologia do trabalho e da análise e discussão dos dados e por fim das considerações finais.

1.1 Delimitação do problema

Assim, os consumidores dos produtos e serviços anunciados por empresas prestadoras de serviços situadas em Vitória da Conquista – BA, aprovam as propagandas auditivas em bicicletas e motocicletas realizadas pelo Disk Cerveja?

1.2 Objetivos

1.2.1 Objetivo geral

O objetivo geral deste trabalho de conclusão de curso foi analisar se os consumidores dos produtos e serviços anunciados por empresas prestadoras de serviços, situadas em Vitória da Conquista – BA, aprovam as propagandas auditivas em bicicletas e motocicletas realizadas pela empresa contratante.

1.2.2 Objetivos específicos

Visa ainda, através dos objetivos específicos: 

Identificar se a propaganda realizada por motos e bicicletas desperta o desejo de compra do seu consumidor;

Verificar a influência da propaganda realizada por motos e bicicletas sobre o consumidor;

Analisar as vantagens para a empresa que adota esses serviços.

Avaliar os aspectos da poluição sonora.

1.3 Hipóteses

O trabalho suscita o levantamento das seguintes hipóteses: H1 - as propagandas auditivas em bicicletas e motos despertam o desejo de compra dos consumidores;


14

H2 - os consumidores aprovam as propagandas em motos e bicicletas; H3 – o maior atrativo para a empresa contratante em contratar os serviços da empresa prestadora de serviços é o preço. H4 – os consumidores consideram que este meio de propaganda provoca uma intensa poluição sonora.

1.4 Justificativa

Este trabalho, por ser pioneiro, é de suma importância para a análise dos aspectos relacionados aos novos tipos de mídias, em especial das propagandas realizadas por bicicletas e motocicletas, na cidade de Vitória da Conquista, por micro e pequenas empresas, pelo seu baixo custo e pela sua amplitude.

É também relevante do ponto de vista do pesquisador que poderá consolidar seus conhecimentos e colher novas informações, estrutura-las e sistematiza-las, a fim de que possam servir de referencias para outros pesquisadores.

Para analisar se os consumidores aprovam as propagandas realizadas por meio de motos e bicicletas, foi necessário verificar a influência dessas propagandas para os mesmos, identificar se desperta o desejo de compra, além dos aspectos da poluição sonora através da aplicação de questionário.

Em Vitória da Conquista, ainda não existem muitas organizações que realizam essas propagandas, mas verifica-se que é uma atividade promissora e vantajosa para as empresas contratantes, pois podem fazer uso de uma divulgação, com qualidade que desperta o interesse dos ouvintes.


15

2 MARKETING E O COMPOSTO PROMOCIONAL

Este capítulo visa realizar um levantamento bibliográfico com base em renomados autores como Kotler, Cobra, Honorato, Gomes, Las Casas, dentre outros, a fim de definir conceitos importantes ao entendimento do trabalho; bem como embasá-lo. Está dividido em sub-tópicos a fim de manter a organização.

O Marketing surgiu nos Estados Unidos, na década de 40, pela percepção da necessidade de um esforço adicional de vendas. Isto era dispensável enquanto toda a produção era vendida, mas, a partir da Revolução Industrial e da produção em escala, passou a ser uma preocupação. Desde sua criação, o Marketing vem evoluindo, direcionando seu foco – que antes era exclusivamente do produto – para o cliente.

Segundo Cobra (1997, p. 05), considera-se a história do Marketing em quatro fases; A primeira é a da produção, onde muitas empresas estavam voltadas e orientadas para a produção, influenciadas pelo momento histórico da Revolução Industrial. Até meados da década de 1920, tudo que era produzido era vendido, não havia produção excedente e tão pouco preocupação com a venda.

A partir desse período até os primeiros anos da década de 1950, as atenções passaram a se voltar para os excedentes da produção. Considerou-se que os consumidores podiam resistir à compra de produtos não essenciais. Nesta perspectiva, as empresas começam a anunciar para dar subsídios aos seus vendedores. Esta é a chamada era da venda.

Com o fim da Segunda Guerra Mundial e o retorno dos soldados, nascem muitas crianças, o que anima o mercado de fraldas e produtos infantis de forma geral. Em seguida há a explosão de adolescentes ávidos por consumo. Esses períodos marcam o início das compras por impulso e da produção em larga escala de produtos semelhantes. A tarefa do Marketing fica clara: ele tem que diferenciar esses produtos.


16

Atualmente estar-se na era do Marketing Digital, onde os objetos de consumo podem ser adquiridos através do computador, pela internet. A cada dia se abrem novos ambientes de consumo e o desafio do Marketing é transitar por todos eles, sempre criando novas alternativas e se modernizando.

No Brasil, em 1954, o termo Marketing foi traduzido por mercadologia, e nesse momento surgiram os primeiros movimentos para implantação de cursos específicos em instituições de ensino superior. “Entretanto, o termo em inglês significa ação no mercado, com uma conotação dinâmica e não simplesmente de estudos do mercado, como a tradução sugere” (LAS CASAS, 2001, p. 09). Propõe a seguinte definição de Marketing: [...] é a área do conhecimento que engloba todas as atividades concernentes às relações de troca, orientadas para a satisfação dos desejos e necessidades dos consumidores, visando alcançar determinados objetivos de empresas ou indivíduos e considerando sempre o meio ambiente de atuação e o impacto que essas relações causam no bem-estar da sociedade.

Segundo Kotler (1998, p. 10), “o Marketing é a disciplina que estuda as relações entre os consumidores, os bens e os serviços, no que diz respeito à satisfação das necessidades e desejos via criação de utilidade”. O Marketing e seu planejamento englobam quatro grandes áreas, que compõe um mix de decisões sobre produtos, preços e distribuição, que estão sobrepostas ao mix promocional, que responde pelas decisões a respeito da comunicação do produto ou serviço.

Variável controlável do composto mercadológico, a promoção aparece como sinônimo de comunicação e, sua relevância está em informar aos consumidores sobre os produtos, serviços ou ainda em formar uma imagem própria de uma empresa. Podemos dizer que, quando o foco mercadológico de uma empresa está em trabalhar sua comunicação ou de seus produtos/serviços, esse movimento pode ser denominado de Marketing Promocional.

Kotler (1998, p. 12), também define ferramentas do Marketing Promocional como: Propaganda, Promoção de Vendas, Relações Públicas, Marketing Direto,


17

Venda Pessoal e o Marketing Eletrônico. Para montar o composto promocional (ou mix promocional, como mencionamos anteriormente) é necessário que a seleção das ferramentas esteja de acordo com uma estratégia que atendam aos objetivos de Marketing em questão. É importante ressaltar que para selecionar qualquer uma das ferramentas acima também é preciso um estudo, não só do mercado, como também dos consumidores. Passando rapidamente pelas ferramentas do Marketing Promocional, podemos afirmar que propaganda “é qualquer forma paga de apresentação não pessoal de idéias, produtos ou serviços, levada a efeito por patrocinador identificado” (AMA - Associação Americana de Marketing). promoção de vendas “abrange as atividades que suplementam as vendas pessoais e a propaganda coordenando-as e ajudando a torná-las efetivas tais como o uso de amostras, exposições, demonstrações e outros esforços que não estejam incluídos na rotina diária” (AMA). Relações públicas, segundo Las Casas (2001, p. 56), “são relações com o público, e a administração desse relacionamento com o objetivo de causar uma imagem favorável da empresa para maior eficiência”. A venda pessoal “consiste na comunicação direta da empresa com seus clientes através de vendedores” (LAS CASAS, 2001, p. 57). Já o marketing direto “é um sistema de marketing interativo que usa um ou mais meios de propaganda para obter uma resposta mensurável e/ou uma transação em qualquer local” (KOTLER, 2006, p. 549). Sobre o marketing eletrônico, é um dos maiores benefícios dos negócios on-line. Através dele pode-se personalizar

a

abordagem

aos

consumidores

on-line

observando

seu

comportamento na Internet. Analisando as páginas que os consumidores navegam e as informações que ele deixa no site, ainda, é possível prever e sugerir novas compras. O composto promocional, formado pelas ferramentas de marketing, tem a função de criar valor de comunicação, ou seja, proporcionar informações aos clientes atuais e potenciais. Esse composto tem os seguintes componentes: propaganda; promoção de vendas; publicidade e relações públicas e venda pessoal.


18

No que se refere à criação, que está diretamente ligada à propaganda, é preciso encontrar coisas eficazes para dizer, conhecer bem o público-alvo e o que ele espera do produto e dar ênfase aos benefícios e ao diferencial competitivo.

Quanto à avaliação e seleção, a propaganda deve criar desejo, ser exclusiva e ter credibilidade. E, naturalmente, suas realização deve ser/estar coerente com a mídia (texto, tamanho, cores).

É preciso também, quando se fala de propaganda selecionar a mídia - hábitos de mídia do público visado, produto e os objetivos de marketing, custo relativo ao público-alvo atingido – mensurar a eficácia, verificar o efeito da comunicação – teste de lembrança (recall) – e analisar o efeito das vendas.

2.1 Conceitos de Propaganda e Publicidade

A

propaganda,

além

do

papel

persuasivo,

desempenha

tarefas

mercadológicas de natureza mais informativa. Assim, compreender seu papel na diferenciação de produtos, e na criação de imagens de marca é de suma importância. De acordo com Kotler e Keller (2006, p. 566), propaganda é qualquer forma paga de apresentação não pessoal promocional de idéias, bens ou serviços por um patrocinador identificado. Os anúncios são uma maneira lucrativa de disseminar mensagens, seja para desenvolver uma preferência de marca, seja para instituir as pessoas.

Através da propaganda as organizações estabelecem uma comunicação interpessoal com o seu público, unilateral, paga e assumida pelo anunciante que assina suas mensagens, podendo atingir grande volume de pessoas no público visado, em grandes extensões geográficas, permitindo que um produto possa tornarse conhecido e aceito. Conforme Rocha (1999, p. 175), propaganda pode ser definida como: o conjunto de atividades pelas quais determinadas mensagens são transmitidas a um público-alvo, usando meios de comunicação de massa pagos pelo anunciante, com o propósito explícito de informar, motivar e persuadir os membros do público-alvo a adotar produtos, serviços ou idéias, sob o patrocínio de uma organização.


19

Na compreensão de Sant’Anna (1998, p.75), “a palavra publicidade significa, genericamente, divulgar, tornar público, e propaganda compreende a idéia de implantar, de incluir uma idéia, uma crença na mente alheia”.

Assim, anunciar visa promover vendas e para vender é necessário, implantar na mente dos consumidores uma idéia sobre o produto – missão da propaganda. “Propaganda é qualquer forma paga de apresentação impessoal e de promoções de idéias, bens ou serviços por um patrocinador identificado” (KOTLER, 1999, p.297).

A propaganda tem a função primordial de criar uma imagem favorável da empresa e produto a médio e longo prazos, influindo na decisão de compra pela lembrança de marca, no momento em que esta ocorre. Assim, o sucesso de uma propaganda depende de uma grande idéia para atrair a atenção dos consumidores e levá-los a comprar o produto. Em conformidade com Cobra (1991, p. 14), “a propaganda afeta a demanda pelo produto, tornando-a menos elástica, gerando para as empresas o poder de mercado que lhes possibilita controlar os preços”.

Mas no momento da compra além da propaganda agem sobre a decisão do consumidor outras variáveis, como o preço, a oferta da promoção de vendas, a atração da embalagem, a influência do espaço que o produto está colocado na gôndola, a altura da prateleira na gôndola em que o produto está colocado, além da imagem da marca do produto anunciado em relação aos concorrentes, o posicionamento do produto na mente do consumidor e suas preferências enquanto comprador. Conforme Honorato (2004, p. 273),

propaganda é uma forma de comunicado impessoal, pago, veiculado, em veículos de comunicação de massa com o propósito de informar, relembrar e persuadir o consumidor à ação de compra.

Logo, pode-se considerar que o fator propaganda é um grande influenciador que age sobre cada consumidor na ocasião de escolha do produto e na ação efetiva de compra.


20

A propaganda também pode gerar poder de mercado que permita a prática de preços discrepantes do mercado, mas, sobretudo pode gerar vantagens competitivas pela diferenciação do produto ou serviço ofertado.

Já a publicidade como se conhece hoje, pode-se dizer que é o reflexo de um processo iniciado após a Revolução Industrial. Se, antes a informação predominava sobre a persuasão; depois da industrialização, quando a oferta começa a ser maior que a demanda, a persuasão ganha força sobre a informação. Convencer o público de que aquele produto era bom, ou ainda melhor do que outro, passa a ser uma necessidade. A publicidade é uma atividade comunicativa de atualidade, que informa a públicos determinados sobre a existência de bens e serviços que lhes interessam, fazendo isso de forma criativa e com toda a tecnologia que dispõe. É um super signo da cultura moderna (GOMES, 1996, p. 2).

Assim, criatividade e tecnologia são duas importantes palavras de ordem da publicidade atual. Porém, não se pode perder de vista as suas

dimensões

informativa e persuasiva, e que também são descritas por Gomes (1996, p. 104108). Tratando da primeira dimensão, pode-se dizer que informa o essencial sobre o produto, começando pela sua existência, o que é válido para os dois lados: o consumidor (para saber da disponibilidade dos produtos que necessita), e o produtor (comunicando o produto ao mercado, ele acelera a sua comercialização). Essa dimensão informativa resulta em duas promessas básicas da publicidade: a de oferecer a informação essencial e a de agir como lembrete para compra ou uso do produto.

No que tange a dimensão persuasiva, ela permite influenciar o consumidor para que este adquira o produto que foi divulgado. “(...) com a persuasão se difundem mensagens motivadoras que proclamam a existência do produto e exaltam suas características” (GOMES, 1996, p. 107). Com a intenção de influenciar e mobilizar as pessoas é, no contexto da dimensão persuasiva que podemos situar o posicionamento, dentro da publicidade. A publicidade atrai a atenção e desperta o interesse do consumidor para um produto. Mas para o consumidor passar a desejar o produto e comprá-lo, não basta apenas informá-lo de que o produto existe; é


21

preciso persuadi-lo – como ele vai perceber o produto, causando uma primeira impressão de forma positiva.

Para as organizações que estão atentas à sua comunicação com o mercado consumidor, uma das principais ferramentas utilizadas para divulgar sua(s) marca(s) é a publicidade. No entanto é preciso saber gerir essa ferramenta tão poderosa para que ela traga os melhores resultados em termos de vendas e imagem.

O trabalho de publicidade começa entendendo o que a organização quer comunicar, conhecendo como ela quer se posicionar. Em seguida, é necessário descobrir com quem quer se comunicar. Logo após disso, é preciso definir a mensagem, e também como transmitir essa mensagem. Aqui, quando falamos em com quem queremos comunicar, vem a noção de público-alvo, a importância de conhecê-lo e entender suas necessidades, para que a comunicação fale diretamente com ele, para que haja identificação dele com o produto e que o posicionamento esteja adequado. Entretanto, tão importante quanto conhecer o público-alvo, é como transmitir a mensagem, como fazer que a mensagem chegue até ele. É o que chamamos de planejamento de mídia; selecionar os meios de comunicação (TV, rádio, revista, etc.) e depois de definidos os meios (ou mídias), é hora de escolher os veículos de comunicação (emissoras de TV e rádio, títulos de revistas, etc.). E, tudo isso deve ser adequado ao perfil do público, para que os canais escolhidos possam levar a mensagem até ele.

A criação da mensagem também se constitui um importante aspecto da publicidade. Mas para isso, existem técnicas específicas dominadas por profissionais especialistas da área. Para uma gestão eficaz da publicidade não é preciso saber criar um anúncio primoroso. O que é essencial é saber definir e, transmitir para esses profissionais, quais as informações mais relevantes e que sejam cruciais para a criação da mensagem.


22

2.2 A importância da Propaganda

A propaganda tem como finalidade informar fatos que devam ser conhecidos pelo mercado como novos produtos, serviços, inovações, alterações etc, relembrar o consumidor da existência do seu produto ou serviço, de sua necessidade, de onde encontrá-lo, e persuadir o consumidor a buscar novas informações, mudar de marca e comprar seus produtos e serviços.

Ela é de suma importância para promover produtos, serviços, idéias, imagens, entre inúmeras outras coisas que se queiram tornar públicas. Este trabalho enfoca a propaganda de produto que se concentra em criar demanda para produtos e serviços. Segundo Kotler (1999, p. 297): “a propaganda é uma das ferramentas mais comuns que as empresa usam para dirigir comunicações persuasivas aos compradores e público-alvo”.

Os anúncios são formas eficazes em termos de custo-benefício para disseminar mensagens, seja para desenvolver preferência de marca seja para educar os cidadãos.

A propaganda visa ainda, persuadir e lembrar, ou seja, informar sempre aos consumidores, um novo produto, sugerir novos usos para o produto, informar mudança de preço e etc., persuadir é desenvolver a preferência da marca, encorajar a mudança para a marca, e lembrar é manter o produto nas mentes dos compradores.

Ela objetiva trazer convicção a respeito de um produto, opera como um padrão “[...] no Brasil, é o uso do humor, da sensualidade e da ludicidade, bem como a mistura destes” (PEREZ e BAIRON, 2002, p. 44). Os autores citam a título exemplificativo as campanhas da cerveja Brahma que fazem uso da mulher (sensualidade) e da tartaruga (ludicidade) em um contexto bem humorado.

A importância da propaganda reside também no fato dela trazer informações sobre o produto quando o mesmo é novo para o mercado e, portanto, necessita de


23

explicações quanto à sua indicação de uso, forma de utilização, atributos funcionais, vantagens, preço, onde encontrar etc.

Ela ainda se encarrega de lembrar os compradores de que o produto pode ser necessário em breve, onde comprar o produto, mantê-lo nas mentes dos compradores em períodos de baixa estação e mantê-lo em posição privilegiada nas mentes dos compradores (top of mind).

2.3 Decisão sobre a mídia e avaliação de sua eficácia Nas pequenas empresas, a propaganda é atribuição de alguém de vendas ou do departamento de marketing, que trabalha com uma agência. A maioria das empresas usa uma agência de propaganda externa pra ajudá-las a criar campanhas de propaganda e a selecionar a mídia.

De acordo com Honorato (2004, p. 282), “o profissional de marketing procura escolher as melhores mídias – televisão, rádio, mídia impressa, outdoor, Internet etc, para atingir o público-alvo [...]”.


24

Tabela 1 – Tipos de mídia e suas características MÍDIA Televisão

DEVASTANGENS VANTAGENS Ampla audiência (quando necessária cobertura de massa). Maior impacto, pois fornece som, imagem, movimento, facínio, dinamismo. Flexibilidade geográfica, editorial e de horário.

Alto custo, capacidade limitada de selecionar o público-alvo, pouco tempo de exposição; na maioria dos casos, pode ser evitada pelo consumidor com o uso de controle remoto.

Rádio

Fornece som, cria imaginação, emoção. É seletiva, pois as mensagens podem ser dirigidas com razoável precisão para o público-alvo. Fácil acesso (casa, escritório, carro, etc.) é influenciada pela força dos comunicadores .

Incapacidade para transmitir informações visuais. Atenção menor que no caso da televisão, com freqüência a audiências e dedica a outras atividades enquanto escuta.

Jornal

Há envolvimento racional, fidelidade de leitura, flexibilidade comercial. É possível anexar encartes, insertes, promoções.

Cobertura localizada, baixa qualidade de impressão, circulação reduzida, reprodução de embalagem.

Revista

Cobertura geográfica, Periodicidade, prazos, nacional. Oferece melhor editorial, lenta cobertura no qualidade gráfica que o jornal. universo do leitor. É possível anexar encartes, insertes, promoções.

Outdoor

Menor custo em relação aos cartazes simples, grande repetição da exposição, o anuncio pode ser veiculado ao ponto de venda.

Menor custo em relação aos cartazes simples, grande repetição da exposição, o anúncio pode ser veiculado próximo ao ponto de venda.

Personalização das mensagens, que podem incluir textos, sons, imagens. Não há custo adicional para atingir o público global. Mala direta Seletiva, cobertura intensiva, flexibilidade no formato – carta, cartão-resposta, folheto, catálogo, livretos-, detalhamento nas mensagens, personalização das peças. Fonte: Predebon apud Honorato (2004, p.283-284)

Acessibilidade limitada da audiência limita-se aos usuários interessados pela empresa ou produto.

Internet

Alto custo por leitor, baixa taxa de retorno, imagem negativa do veículo, resistência entre muitos clientes, listagens, mailing list.

A mídia variável de estudo deste trabalho não consta da tabela acima, mas pode-se depreender que as propagandas realizadas por motos e bicicletas possuem como vantagens: baixo custo fornece som, cria imaginação, emoção, é seletiva, pois


25

as mensagens podem ser dirigidas com razoável precisão para o público-alvo e como desvantagens: incapacidade para transmitir informações visuais. Atenção menor que no caso da televisão, com freqüência a audiência se dedica a outras atividades enquanto escuta.

Verifica-se que a mesma é um pouco parecida com o rádio, embora atinja a um público menor, mas se a empresa adotar a estratégia de nicho de mercado ela poderá dirigir seu esforço de mídia direto para o seu público -alvo, que podem estar localizados em um ou vários bairros da cidade ou em toda a cidade, no caso de se tratarem de consumidores de cerveja.

Portanto, verifica-se que a decisão sobre mídia é um passo de fundamental importância para veicular a campanha de propaganda. De acordo com Cobra (1997, p. 405), [...] o plano de mídia inicia-se com o estabelecimento dos objetivos e das metas de mídia. E essas metas precisam ser definidas com a máxima precisão possível, para que o plano atinja os resultados esperados e possa ser medido. Os objetivos de mídia são estabelecidos normalmente em termos de audiência, freqüência e continuidade.

Kotler (1999, p.347), afirma que um dos principais passos para a seleção da mídia é decidir sobre o alcance, a freqüência e o impacto.

Honorato (2004), elenca os seguintes critérios: cobertura, índice de audiência, impacto, freqüência, custo por mil, GRP - Gross Ration Point e o Tarp – Target Ration Point.

A cobertura consiste no número de pessoas ou domicílios expostos a um determinado veículo de propaganda ou a uma programação da mídia durante um certo período. O índice de audiência é o percentual da audiência potencial total exposta a um determinado veículo de mídia. O impacto é o valor qualitativo da exposição a uma mensagem em um determinado veiculo da mídia. A freqüência é o número médio de vezes que uma pessoa ou domicílio são expostos à mensagem dentro de determinado período. O custo por mil é o custo de se utilizar um veiculo da


26

mídia para atingir mil pessoas ou domicílios. O GPR consiste a medida das exposições totais à propaganda produzida por um veículo e o Tarp tem o mesmo significado do GPR, porém o seu alcance refere-se apenas ao público-alvo atingido.

Assim o responsável pelo planejamento de mídia tem de conhecer o alcance, a freqüência e o impacto de cada um dos principais tipos de mídia antes de escolhêla.

Também se faz necessário para se obter uma melhor comunicação a escolha do canal, considerando-se que a escolha do canal, ou mídia, deve levar em conta o público que se quer atingir, as características do canal (comunicação pessoal ou impessoal) e o orçamento disponível. Em conformidade com Perez e Bairon (2002, p.36), a mídia em geral é impessoal: rádio, televisão, jornais, exterior etc. [...] O canal impessoal é a mídia de massa, que apesar de menos eficaz que os canais pessoais, pode ser aplicável com grande retorno comercial, quando consideramos que ela trabalha em duas frentes distintas: o público geral, e nele estão inseridos os formadores de opinião que auxiliarão na formação dos padrões de comportamento (PEREZ E BAIRON , 2002; p. 36).

Kotler (1998, p. 565), afirma que “a seleção de mídia envolve a tarefa de encontrar a mídia mais eficaz em termos de custo-benefício para levar o número desejado de exposições á audiência-alvo.”

É importante também que a estratégia de mídia determine qual o público alvo que deseja atingir, o período, a mensagem, a geografia, a mídia - mix (efeito, sinergia, objetivos propostos aos canais) e a idéia e a proposta de mídia e os resultado.

Outro fator a ser considerado é o surgimento de novas mídias em decorrência das exigências do mercado E no que se refere a isso Predebon (2000.p.82), cita os fatores para o surgimento das novas mídias:


27

(1)o surgimento de uma grande gama de novos produtos e serviços, dirigidos a públicos novos e específicos; (2) o surgimento de novos públicos com características específicas: (3) o surgimento de novas tecnologias que permitiram o desenvolvimento de novas formas de contato e administração de dados; (4) a necessidade de uma melhor relação custo/benefício e a possibilidade de uma mensuração mais efetiva de resultados.

Assim os empresários e os profissionais de marketing devem estar atentos ao surgimento dessas novas mídias para explorá-las antes dos seus concorrentes e gerar vantagem competitiva. Do exposto conclui-se que a adoção das novas mídias pelas organizações oferecem atalhos para a criação, produção e apresentação de produtos e serviços, assim como para inaugurar um novo estilo de marketing: o marketing interativo.


28

3 METODOLOGIA

Neste capítulo serão apresentados o método, a abordagem e a técnica de pesquisa; bem como a população estudada, a amostra extraída, o instrumento de coleta, como será realizada a análise dos dados e a representação dos mesmos.

3.1 Caracterização e Perfil do Lócus da Pesquisa

O Disk Cerveja é uma empresa comercial, com o contrato social devidamente arquivado na Junta Comercial deste estado. Esta micro-empresa atua no ramo de distribuição de bebidas e foi constituída no ano de 2002. Começou com poucos conhecimentos, porém com bastante compromisso hoje os funcionários buscam amplos conhecimentos e já estão melhores adaptados ao mercado.

Atualmente a empresa conta com seis colaboradores todos qualificados para as funções que ocupam, apesar de parecer um número não significativo, mais a empresa trabalha com entrega rápida de bebidas, geralmente cerveja gelada, então não há necessidade de muitos funcionários, pois a entrega é feita por dois motoboys e quando há a necessidade de mais entregadores terceiriza-se o serviço de entrega. O serviço interno é pequeno, portanto poucos funcionários os realizam.

A organização ainda não possui tecnologias avançadas, seu funcionamento não exige equipamentos modernos. Conta-se com um computador para arquivar e atualizar dados dos clientes. Dois telefones com identificadores de chamadas para uma maior segurança das entregas. Os Motoboys levam os celulares com planos empresariais para sempre que precisarem entrar em contato com a empresa. E frízeres para estocagem de cerveja gelada, a empresa pensa futuramente e estudar a viabilidade de se construir uma câmara fria.

A empresa é extremamente familiar, apesar de estar em família são muito bem divididas as tarefas e realizadas com precisão e responsabilidade. Atualmente conta-se com duas motos e um carro da própria organização.


29

Com esta pesquisa ficou mais fácil a percepção da importância da propaganda realizada em motos e bicicletas para micro-empresas da cidade de Vitória da Conquista, em especial para o Disk-Cerveja que já utiliza esses novos meios e pôde perceber a aceitação dos consumidores.

Já as empresas Prestadoras de Serviços de propaganda por meio de bicicletas e motocicletas, de acordo com informações prestadas pela Secretaria de Serviços, não estão legalizadas e a sua atuação é proibida no centro da cidade , embora não seja proibida nos demais bairros.

Tendo em vistas que as mesmas não são legalizadas a Secretaria não possui dados concretos da quantidade exata de motos e bicicletas que realizam esses anúncios, mas acredita-se que seja em torno de 16 (dezesseis).

E

as

empresas

que

contratam

esses

serviços

foram

escolhidas

aleatoriamente.

3.2 Método de Pesquisa

Foi realizada uma pesquisa descritiva, que segundo Gil (1999) “busca descrever as características de determinada população ou fenômeno e estabelecer possíveis relações entre as variáveis”.

A abordagem da pesquisa foi quantitativa, a qual segundo Oliveira (1997, p. 115) “quantifica opiniões, dados, nas formas de coleta de informações, assim como também com o emprego de recursos e técnicas estatísticas”. E quantitativa, uma vez que fez análise de entrevista com o gestor da empresa.

Quanto a técnica de pesquisa, em conformidade com Oliveira (1997, p. 117) “a pesquisa tem por objetivo estabelecer uma série de compreensões no sentido de descobrir respostas para as indagações e questões que existem em todos os ramos do conhecimento humano”, serão utilizados a pesquisa bibliográfica, que segundo Oliveira (1997, p. 119) “tem por finalidade conhecer as diferentes formas de


30

contribuição científica que se realizaram sobre determinado assunto ou fenômeno e a pesquisa de campo “consiste na observação dos fatos tal como ocorreram espontaneamente, a coleta de dados e no registro de variáveis presumivelmente para posteriores análises” (OLIVEIRA, 1997, p.124).

3.3 População e Amostra

A população deste estudo foi composta pelos consumidores da empresa Disk Cerveja situada em Vitória da Conquista – BA, que distribui cerveja e refrigerante em toda a cidade e possui uma carteira de aproximadamente 80 clientes assíduos.

Desta população foi extraída uma amostra de 50% (cinqüenta por cento) para que fosse aplicado o instrumento de coleta de dados.

Foi extraída uma amostra de 6 (seis) empresas que prestam esses serviços, em Vitória da Conquista-BA.

3.4 Instrumentos de Coletas Como instrumentos de pesquisa foram utilizados questionários estruturados com perguntas fechadas, que segundo Rudio (1986, p. 115), “são as que alguém responde assinalando apenas um sim ou não ou, ainda, marcando uma das alternativas, já anteriormente fixadas no formulário” que deverá ser aplicado aos consumidores, e às empresas Prestadoras de Serviços e uma entrevista estruturada com questões abertas aplicada à gestora da empresa Disk Cerveja. 3.5 Análise dos Dados

Para Best apud Lakatos (2003, p. 167), a análise e a interpretação dos dados “representa a aplicação lógica dedutiva e indutiva do processo de investigação”. “A importância dos dados está não em si mesmos, mas em proporcionarem respostas às investigações” (LAKATOS, 2003, p. 167).


31

Os dados foram tabulados no programa SELAP, um software de interface amigável e simples que gera relatórios de pesquisa, e depois transformados em gráficos no software Microsof Exel e interpretados à luz do referencial teórico. Conforme Rudio (1986, p. 129), “a interpretação vai consistir em expressar o verdadeiro significado do material, que se apresenta em termos dos propósitos do estudo a que se dedicou”.

Os dados foram representados em gráficos. Conforme Lakatos (2003, p. 170), os mesmos, “são figuras que servem para a representação dos dados”.

Utilizados com habilidade, podem evidenciar aspectos visuais dos dados, de forma clara e de fácil compreensão. Em geral, são empregados para dar destaque a certas relações significativas. “A representação dos resultados estatísticos com elementos geométricos permite uma descrição imediata do fenômeno”.(LAKATOS, 2003, p. 170).


32

4 ANALISE E DISCUSSÃO DOS RESULTADOS

O presente capítulo visa analisar interpretar os resultados da pesquisa feita com consumidores, agências de propagandas e comerciantes da cidade. Para tanto foram aplicados num total de 52 questionários, estes foram tabulados e analisados através dos gráficos a seguir.

4.1 Relatório analítico dos questionários aplicados aos consumidores

Presta atenção às propagandas divulgadas por motos e bicicletas? 35 30 25 20 15 10 5 0

29% 19%

19%

19% 14%

Sempre

Ás vezes

Na medida do Dificilmente possivel

Nunca

Figura 1 – Atenção às propagandas divulgadas por motos e bicicletas. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Quando questionados se prestam atenção às propagandas divulgadas por motos e bicicletas, 29% dos consumidores que responderam a pesquisa afirmaram que sempre, 19% que às vezes, outros 19% que na medida do possível, outros 19% dificilmente e 14% nunca. Assim as propagandas, além de chamar a atenção do consumidor têm “o propósito de informar, relembrar e persuadir o consumidor à ação de compra”. (HONORATO, 2004, p.273).


33

Tem vontade de comprar ao ouvir a propaganda? 57%

60 50 40 30

19%

19%

20 4%

10 0 Sempre

Ás vezes

Na medida do Dificilmente possivel

Nunca

Figura 2 – Estimulo a compra quando do anúncio. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Quando questionados se sentem vontade de comprar algo quando está sendo anunciado, 19% dos consumidores que responderam a pesquisa afirmaram que sempre, 57% que às vezes, 19% que na medida do possível e 4% dificilmente.

Os anúncios, conforme Kotler (1998, p. 554) são formas eficazes em termos de custo - beneficio para disseminar mensagens, seja para desenvolver preferência de marca pela Coca-Cola, seja para educar cidadãos a evitar o consumo de drogas; bem como para persuadir o consumidor à ação de compra.

Acredita que as propagandas divulgadas por veiculos sonoros aumentam o desejo de compra? 50

43%

47%

40 30 20 10

5%

5%

0

0 Sempre

Ás vezes

Na medida do possivel

Dificilmente

Nunca

Figura 3 - Propagandas divulgadas por veículos sonoros aumentam o desejo de compra. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

No que se refere às propagandas divulgadas por veículos sonoros 5% dos consumidores pesquisados afirmaram que as mesmas aumentam o desejo de


34

compra; 43% que às vezes, 47% que aumentam na medida do possível e outros 5% que dificilmente essas propagandas aumentam o desejo de compra.

Verifica-se que dentre os objetivos da propaganda está o de persuadir o consumidor, o qual conforme Honorato (2004, p. 274), visa levá-lo a buscar novas informações, mudar de marca e “comprar” seus produtos ou serviços.

Assim, depreende-se que a propaganda demanda um esforço para interferir na decisão de comprar do consumidor, seja ela veiculada por qualquer meio de comunicação.

As propagandas divulgadas em bicicletas e motos chamam a sua atenção ? 50

43%

40

29%

30 14%

20

10%

10

5%

0 Sempre

Ás vezes

Na medida do Dificilmente possivel

Nunca

Figura 4 - Propagandas divulgadas em bicicletas e motos chamam à atenção. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Quando questionados se as propagandas divulgadas por motos e bicicletas chamam a atenção, 14% dos entrevistados que responderam ao questionário afirmaram que sempre, 43% que às vezes, 29% que na medida do possível, 10% que dificilmente e 5% que nunca chamam a sua atenção.

As formas de chamar a atenção do público-alvo é através dos objetivos da propaganda de informar, relembrar e persuadir.

Assim, Perez (2002, p. 43), entende que a propaganda tem o intuito de informar persuadir um determinado target, levando-o à ação de adoção normalmente por meio da compra.


35

Com que freqüência vai aos estabelecimentos que fazem anuncios em bicicletas e motos? 60 50 40 30 20 10 0

57%

24% 14% 5% Sempre

Ás vezes

Na medida do possivel

Dificilmente

0 Nunca

Figura 5 – Freqüência com que os consumidores vão aos estabelecimentos que fazem anúncios em bicicletas e motos. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Em se tratando da ida aos estabelecimentos que fazem anúncios em bicicletas e motos, 14% dos entrevistados responderam que sempre, 57% que às vezes, 24% na medida do possível e 5% dificilmente vão a estes estabelecimentos. Deve-se considerar que a empresa pesquisada trabalha em grande parte, com atendimento via solicitações telefônicas. As propagandas visam anunciar os produtos e serviços e estimular a compra que poderá ocorrer n o ponto de venda.

Essas propagadas lhe incomodam? 60

48%

50 40

29%

30 14%

20 10

5%

5%

0 Sempre

Ás vezes

Na medida do possivel

Dificilmente

Nunca

Figura 6 – Grau de incômodo. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Quando questionados se as propagandas realizadas por motos e bicicletas incomodam, a maioria dos entrevistados informou que nunca e outra boa parte que dificilmente incomodam.


36

Isso porque o objetivo da propaganda não é incomodar, e sim lembrar, informar e persuadir, apesar de em alguns grandes centros urbanos a propaganda pode provocar poluição visual e/ou poluição sonora.

Com que frequência ouve esse tipo de propaganda? 60 50 40 30 20 10 0

52%

24%

24%

0 Sempre

Ás vezes

Na medida do possivel

0 Nem sempre

Nunca

Figura 7 – Freqüência que ouve este tipo de propaganda. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Em se tratando da freqüência com que ouvem as propagandas realizadas por bicicletas e motos, 52% informaram que sempre; 24% às vezes, e outros 24% que nem sempre. Devido ao baixo custo, na cidade de Vitória da Conquista - BA, tem crescido a procura por parte das micro e pequenas empresas da propaganda realizada por motos e bicicletas.


37

Considera esse tipo de propaganda poluição sonora? 40 35 30 25 20 15 10 5 0

38% 33% 29%

0 Sempre

0 Ás vezes

Na medida do possivel

Nem sempre

Nunca

Figura 8 – Propaganda x poluição sonora. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

No que diz respeito à identificação das propagandas realizadas por motos e bicicletas como poluição sonora, 29% dos consumidores pesquisados afirmaram que às vezes consideram essas propagandas como poluição sonora, 38% que nem sempre e 33% que nunca.

A poluição sonora ocorre quando num determinado ambiente o som dificulta a condição normal de audição. Embora ela não se acumule no meio ambiente, como outros tipos de poluição, causa vários danos ao corpo e à qualidade de vida das pessoas.

O ruído é provocado pelo som excessivo das indústrias, canteiros de obras, meios de transporte, áreas de recreação, etc. Causam efeitos negativos para o sistema auditivo das pessoas, além de provocar alterações comportamentais e orgânicas. A Organização Mundial de Saúde - OMS considera que um som deve ficar em até 50 db (decibéis – unidade de medida do som) para não causar prejuízos ao ser humano. A partir de 50 db, os efeitos negativos começam. Alguns problemas podem ocorrer em curto prazo, outros levam anos para serem notados.

Pode-se destacar como efeitos negativos da poluição sonora nos seres humanos: insônia (dificuldade de dormir); estresse; depressão; perda de audição; agressividade; perda de atenção e concentração; perda de memória; dores de


38

cabeça; aumento da pressão arterial; cansaço; gastrite e úlcera; queda de rendimento escolar e no trabalho pode causar surdez (em casos de exposição à níveis altíssimos de ruído).

Depreendeu-se que dá avaliação da maioria dos consumidores entrevistados estas propagandas não causam poluição sonora.

Como classifica as propagandas realizadas por motos e bicicletas? 60

52%

50 40 30

24%

19%

20 5%

10

0

0 Otima

Boa

Regular

Ruim

Péssima

Figura 9 – Classificação das propagandas realizadas por motos e bicicletas. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Dos entrevistados 52%, classificaram as propagandas realizadas por motos e bicicletas como boas.

Se tivesse uma empresa, anunciaria em motos e bicicletas? 70 60 50 40 30 20 10 0

62%

14%

19% 5%

Sim

Talvez

Dificilmente

Figura 10 – Anuncio em motos e bicicletas. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Nunca


39

Sessenta e dois porcento dos consumidores questionados disseram que se tivesse uma empresa anunciaria seus produtos e serviços em motos e bicicletas. 14% talvez fariam esse tipo de anúncio, 19 % acreditam que dificilmente investiriam nessas propagandas e 5% responderam que nunca anunciaria sua em empresa em motos ou bicicletas.

4.2 Relatório analítico da entrevista realizada com a gestora da empresa Disk Cerveja Quando questionada sobre os meios de comunicação utilizados pela sua empresa para anunciar os produtos e serviços o gestor da Disk Cerveja, Adriano Anjos,

afirmou que é por meio de veículos sonoros, em especial anuncio em

bicicletas e/ou motos.

No que se refere às vantagens do uso desses meios de comunicação disse que eles possuem um custo mais baixo, consegue atingir um público maior, e assim divulgar a marca da empresa e deixar os consumidores sempre atentos e lembrados.

Disse também que para criar os anúncios são contratadas as agências que tem esses veículos de divulgação e que criam os anúncios juntamente com a organização, para que divulgue uma propaganda conforme os interesses da empresa. Com essas propagandas, a empresa deseja atingir cerca de 35 a 40% de novos consumidores, o número já vem crescendo ao longo desse período.

Quando questionada se a sua empresa considera eficiente à adoção de novas mídias para promover produtos e serviços ele diz “com certeza, pois a empresa já consegue observar o aumento das suas vendas advindas dessas propagandas”.

No que diz respeito à avaliação que sua empresa faz do uso de propagandas realizadas por motos e bicicletas quanto aos custos, aos consumidores e ao retorno em vendas o gestor disse que o custo de divulgação é mais baixo que os outros


40

meios, no entanto tem a mesma qualidade e atinge melhor aos consumidores que a organização deseja atingir, pela localidade e perfil de consumidores. Informou que a empresa faz seu anúncio, uma semana por mês e em períodos que antecedem as festas aumenta para 15 dias por mês, as mensagens são mudadas a cada 3 meses, e quando existe necessidade de mudança troca-se antes.

Informou ainda que a finalidade para adotar as mídias e os meios de comunicação é divulgar o nome da empresa, pois as marcas as quais distribui já são de conhecimentos dos consumidores.

Quando questionado sobre qual o percentual do seu orçamento é destinado para a promoção de produtos e serviços e investimentos em propaganda disse que é destinado pouco, pois a empresa precisa de outros investimentos por enquanto, mais sabe da importância do marketing e da propaganda para a organização. E respondeu que é destinado cerca de 5 a 8%.

Quanto a convicção de que as propagandas divulgadas em veículos sonoros estimulam a compra o mesmo disse:” acredito que sim, pois a empresa já vê um retorno, vindo dessas propagandas, estimula a compra por que faz o consumidor sentir o deseja de consumir aquele produto anunciado”.


41

4.3 Relatório analítico dos questionários aplicados às empresas Prestadoras de Serviços

Porte da organização 120 100% 100 80 60 40 20 0 Pequena/Micro

Média

Grande

Figura 11 - Porte da organização. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

No que se refere ao porte da organização prestadora de serviços de propagandas veiculados por motos e bicicletas, todas as empresas que fizeram parte da pesquisa são micro e pequenas empresas.

Qual o meio de comunicação usado para divulgação? 60

50%

50%

50 40 30 20 10 0 Televisão

Carros, bicicletas, motos

Outdoor

Rádios

Figura 12 - Meio de comunicação usado para divulgação. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Quando questionadas quais os meios de comunicação são usados para a realização de divulgação, metade das empresas pesquisadas afirmou usar carros, bicicletas e motocicletas e a outra metade utiliza o rádio.


42

O rádio e os carros, motos e bicicletas, fornecem som, criam imaginação e emoção, podem ainda dirigir a propaganda com razoável precisão para o públicoalvo da empresa, embora sejam incapazes de transmitir informações visuais e de impactar totalmente a atenção dos consumidores, tendo em vista que os mesmos enquanto escutam, podem se dedicar a outras atividades.

Motivo para as empresas contrarem prestadoras de serviços para realizar anúncios em bicicletas e motos 100

83%

80 60 40 17%

20 0 Preço

Qualidade

Inovação

Figura 13 - Motivo para as empresas contratarem prestadoras de serviços para realizar anúncios em bicicletas e motos. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Quando questionados sobre o motivo para as empresas contratarem prestadoras de serviços de propagandas realizadas por motos e bicicletas, 83% das empresas pesquisadas afirmaram que o preço é o principal atrativo e apenas17% que o atrativo é a qualidade.

Em tempos de alta competitividade entre as organizações as que conseguirem se diferenciar poderão alcançar vantagem competitiva, algumas empresas procuram ser líderes em custos, outras em qualidade, outras em atendimento ao cliente.

Verifica-se da analise dos dados que as micro e pequenas empresas estão buscando diminuir os seus custos, através da compra de serviços mais baratos, embora isso não tenha relação direta com a vantagem competitiva, considerando-se que se a propaganda não for eficaz e efetiva não conseguirá atingir os fins para que foi criada.


43

Essas propagandas são fiscalizadas? 120

100%

100 80 60 40 20 0 Sempre

As vezes

Na medida do possivel

Dificilmente

Nunca

Figura 14 – Fiscalização das propagandas. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Quando questionados a respeito da fiscalização da atividade de anunciar através do uso de motos e bicicletas, todas as empresas pesadas disseram que às vezes.

Existe interação entre as empresas contratantes e as prestadoras de serviços? 35 30 25 20 15 10 5 0

33%

33%

33%

Sempre

As vezes

Na medida do possivel

Dificilmente

Nunca

Figura 15 – Interação entre as empresas contratantes e as prestadoras de serviços. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Quando questionados sobre a existência de interação entre as empresas contratantes e as prestadoras de serviço, 33% das empresas prestadoras de serviços pesquisadas afirmaram que sempre, outras 33% que às vezes existe, e outras 33% que na medida do possível existe interação.


44

Qual o local de divulgação das propagandas em biciletas e motos? 80 70 60 50 40 30 20 10 0

67%

No próprio bairro

17%

17%

Em bairros circunvizinhos

Em toda a cidade

Em bairros afastados

Figura 16 - Local de divulgação das propagandas por bicicletas e motos Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

No que se refere ao local de veiculação dessas propagandas, 67% das empresas prestadoras de serviços de propagandas através de motos e bicicletas disse que as propagandas são veiculadas no próprio bairro em que se localiza a empresa contratante; 17% em bairros circunvizinhos e 17% em toda a cidade.

As empresas contratantes gostam do serviço oferecido? 60 50

50%

40

33%

30

17%

20 10 0 Sempre

As vezes

Na medida do possivel

Dificilmente

Nunca

Figura 17 – Satisfação aos contratantes sobre serviço oferecido. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Quando questionados se as empresas contratantes gostam dos serviços oferecidos, 50% afirmaram que sempre, 33% às vezes, e 17% na medida do possível.


45

A satisfação da empresa contratante está relacionada ao alcance dos objetivos predeterminados com a realização da propaganda, se os objetivos não foram alcançados, caberá a empresa contratante, adotar outros meios de comunicação ou mudar a estratégia adotada.

Como é à aceitação dos consumidores? 80 70 60 50 40 30 20 10 0

67%

17%

17%

Ótima

Boa

Regular

Ruim

Péssima

Figura 18 – A aceitação dos consumidores. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Quando

questionados

sobre

a

aceitação

pelos

consumidores

das

propagandas realizadas por motos e bicicletas, 17% das empresas pesquisas consideram a aceitação ótima, outros 17% boa e 67% regular.

Existe possibilidade de ajuste antes de veiculação do anúncio? 80 70 60 50 40 30 20 10 0

67%

17%

Sempre

16%

As vezes

Na medida do Dificilmente possivel

Nunca

Figura 19 – Possibilidade de ajuste antes da veiculação do anúncio. Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.


46

No que se refere aos ajustes realizados antes da veiculação do anúncio, para que possa ser garantida a satisfação da empresa contratante, 17% das empresas afirmaram que sempre são realizados, 67% que às vezes e 16% que na medida do possível são realizados.

Faz-se necessário que a empresa prestadora de serviços atenda as necessidades das empresas contratadas, sejam elas em formas de ajustes dos anúncios ou de outras demandas, a fim de que possa ser garantida a satisfação do cliente; bem como o alcance dos objetivos propostos.

Existe Preferência pelos veiculos regulamentados? 60 50 40 30 20 10 0

50% 33% 17%

Sempre

As vezes

Na medida do possivel

Dificilmente

Nunca

Figura 20 – Preferência pelos veículos regulamentados Fonte: Pesquisa de Campo, 2007.

Quando questionados se a empresas contratantes dão preferência ais veículos regulamentados, 50% das empresas pesquisadas afirmaram que às vezes, 17% na medida do possível e 33% que nunca dão preferência aos veículos regulamentados. 4.4 Averiguação das hipóteses

A hipótese H1 - As propagandas auditivas em bicicletas e motos despertam o desejo de compra dos consumidores – foi negada parcialmente tendo em vista que no que se refere às propagandas divulgadas por veículos sonoros 5% dos consumidores pesquisados afirmaram que as mesmas aumentam o desejo de


47

compra; 43% que às vezes, 47% que aumentam na medida do possível e outros 5% que dificilmente essas propagandas aumentam o desejo de compra. Já a hipótese H2 - Os consumidores aprovam as propagandas em motos e bicicletas - foi comprovada tendo em vista que 19% a consideram ótima e 52% dos consumidores pesquisados classificaram as propagandas realizadas por motos e bicicletas como boas.

A hipótese H3 – O maior atrativo para a empresa contratante em contratar os serviços da empresa prestadora de serviços é o preço – foi comprovada, levando-se em conta que quando questionadas sobre qual a vantagem em adotar propagandas realizadas por motos e bicicletas, afirmou que a vantagem deriva do preço.

A hipótese H4 – Os consumidores consideram que este meio de propaganda provoca uma intensa poluição sonora – foi refutada tendo em vista que no que diz respeito à identificação das propagandas realizadas por motos e bicicletas como poluição sonora, 29% dos consumidores pesquisados afirmaram que às vezes consideram essas propagandas como poluição sonora, 38% que dificilmente e 33% que nunca.


48

5 CONSIDERAÇÕES FINAIS Neste capítulo, foram apresentadas as conclusões obtidas com a pesquisa, suas limitações, as recomendações. Realizam-se ainda algumas sugestões a continuidade da pesquisa do temo proposto. Esta pesquisa foi realizada como o objetivo de analisar se os consumidores dos produtos e serviços anunciados por empresas prestadoras de serviços, situadas em Vitória da Conquista – BA, aprovam as propagandas auditivas em bicicletas e motocicletas realizadas pela empresa contratante, bem como identificar se a propaganda realizada por motos e bicicletas desperta o desejo de compra do consumidor; verificar a influência da propaganda realizada por motos e bicicletas sobre o consumidor e analisar as vantagens para a empresa que adota esses serviços .

Da análise dos questionários aplicados com os consumidores verificou-se que a maioria não considera as propagandas realizadas por motos e bicicletas poluição sonora, dificilmente e nunca se sentem incomodados por ela, se tivessem uma empresa usariam essa mídia para anunciar e a classificam como boa.

Diante à análise dos questionários aplicados junto as empresas contratantes verificou-se que usam este meio de anúncio porque é mais barato; a maioria está satisfeita com os resultados das propagandas anunciadas por bicicletas e motos. Percebe-se que os consumidores aprovam esse tipo de anuncio.

As empresas prestadoras de serviços pesquisadas são todas micro e pequenas empresas;

usam carros, bicicletas, motos e rádio para divulgação;

acreditam que são escolhidas pelo preço que oferecem, realizam suas divulgações no próprio bairro em que a empresa contratante se situa , acreditam que as empresas contratantes gostam do serviço prestado, embora classifiquem a aceitação do consumidor como regular.


49

Com a conclusão desse trabalho buscou-se salientar a importância da adoção de novas mídias para a divulgação de produtos e serviços que atendam a necessidade do mercado. 5.1 Limitações Pode-se considerar elementos limitadores desta pesquisa:  A coleta dos dados foi realizada através da aplicação de questionários o que pode ter levado a algum viés de interpretação dos entrevistados, influenciando algumas respostas;  Falta de confrontação dos resultados obtidos com a análise de um segundo pesquisador. 5.2 Recomendações

Recomendam-se as empresas contratantes de prestadoras de serviço para a realização de propagandas em motos e bicicletas:  Realizar suas escolhas com base não só no preço oferecido, mas também na qualidade do serviço ofertado;  Utilizar concomitantemente diversas mídias para divulgação dos seus produtos e serviços; E por fim, recomenda-se as empresas prestadoras de serviço para a realização de propagandas em motos e bicicletas:  Concentrar o uso dos meios de comunicação para veiculação dos anúncios, em empresas que, de fato ofereçam resultados à organização.  Constituir legalmente suas empresas;  Tornar prática permanente a realização de ajustes antes da veiculação do anuncio, a fim de que não se perca o foco do negócio.


50

5.3 Sugestões de Pesquisas Futuras

Entende-se que pesquisas futuras poderão ampliar a exploração dos dados coletados, formando uma amostra maior, como outros tipos de empresas. Será possível, então desenvolver melhores análises, explorando ainda mais o tema proposto, tendo em vista o mesmo ser pioneiro.

Conforme a metodologia utilizada nesta pesquisa, incluindo o instrumento de coleta de dados, a mesma pode ser reaplicada em outros segmentos para posterior confrontamento ou não com os resultados obtidos.


51

REFERÊNCIAS COBRA, Marcos Henrique Nogueira, Marketing Básico: uma perspectiva brasileira/ Marcos Cobra. – 4. Ed. – São Paulo: Atlas, 1997. _____. O impacto da propaganda: um estudo para algumas classes de bens. São Paulo: Atlas, 1991. ETZEL, Mike; WALKER, Bruce; STANTON, Bill. Marketing. Rio de Janeiro: Atlas, 2001. GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5 ed. São Paulo: Atlas, 1999. GOMES, Antonio Roque. Marketing promocional: descobrindo os segredos do mercado. São Paulo: Atlas, 1996. HONORATO, Gilson. Conhecendo o marketing. Barueri, SP: Manole, 2004. KOTLER, Philip; KELLER, Kevin Lane. Administração de marketing. 12.e.d.São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2006. KOTLER, Philip; ARMSTRONG Gary. Princípios de Marketing. 7° Ed. Rio de Janeiro: LTC, 1999. ______. Princípios de Marketing. 7.ed.Rio de Janeiro:Livros técnicos e científicos Editora,1998. _____.Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle. 5. Ed. São Paulo; Atlas, 1998. LAKATOS, Eva Maria.Fundamentos de metodologia científica. 5.ed. – São Paulo: Atlas, 2003. LAS CASAS, Alexandre Luzzi.Marketing conceitos, exercícios e casos.São Paulo:, Flanarte Livros, 2001. OLIVEIRA, Silvio Luiz de. Tratado de metodologia científica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. São Paulo: Pioneira, 1997. PEDREBON, José. Propaganda: profissionais ensinam como se faz. São Paulo: Atlas, 2000. PEREZ, Clotilde; BAIRON, Sergio. Comunicação & marketing. São Paulo: Futura, 2002. ROCHA. Ângela. Marketing: teoria e prática no Brasil. São Paulo: Atlas, 1999. RICHERS, Raimar. O que é marketing. São Paulo: Brasiliense, 1986.


52

RUDIO, Franz Victor. Introdução ao projeto de Pesquisa científica. Petrópolis, Vozes. 1986. SANT’ ANNA, Armando. Propaganda: teoria, técnica e prática. 7. ed. rev. São Paulo: Pioneira, 1998.


53

APÊNDICES


54

Apêndice A – Modelo de Questionário Aplicado aos Consumidores

QUESTIONÁRIO DE PESQUISA PESQUISADORA: ALINE FÁTIMA ALVAREDO Este questionário é parte integrante de um trabalho acadêmico do Curso de Administração Agroindustrial da Faculdade Independente do Nordeste – FAINOR. 1

2

Sempre

Ás vezes

3 Na medida do possível

4

5

Dificilmente

Nunca

Questionamentos 1. O senhor (a) presta atenção às propagandas divulgadas por motos e bicicletas? 2. Sente vontade de comprar algo quando está sendo anunciado? 3. Você acredita que com as propagandas divulgadas em veículos sonoros as pessoas sentem mais vontade em comprar ? 4. Essas propagandas divulgadas em motos e bicicletas chamam sua atenção ? 5. Costuma ir aos estabelecimentos que fazem seus anúncios nesses veículos ? 6. Essas propagandas te incomodam ?

1

2

7. Com que freqüência você ouve este tipo de propaganda? ( ( ( ( (

) Sempre. ) As Vezes. ) Na medida do possível. ) Nem sempre. ) Nunca

8. Considera este tipo de propaganda seja poluição sonora? ( ( ( ( (

) Sempre. ) As Vezes. ) Na medida do possível. ) Nem sempre. ) Nunca

9. Como classifica as propagandas realizadas por motos e bicicletas? ( ( ( ( (

) Ótima. ) Boa. ) Regular. ) Ruim. ) Péssima.

3

4

5


55

10. Se tivesse uma empresa divulgaria sua propaganda nestes novos veĂ­culos de propaganda? ( ) Sim. ( ) Talvez. ( ) Dificilmente ( ).Nunca.


56

Apêndice B – Modelo de Entrevista Aplicada à gestora da empresa Disk Cerveja

QUESTIONÁRIO DE PESQUISA PESQUISADORA: ALINE FÁTIMA ALVAREDO Esta entrevista é parte integrante de um trabalho acadêmico do Curso de Administração Agroindustrial da Faculdade Independente do Nordeste – FAINOR. Roteiro de Entrevista 1. Quais os meios de comunicação utilizados pela sua empresa para anunciar seus produtos e serviços? 2. Quais as vantagens do uso desses meios de comunicação?

3. A sua empresa contrata agência de publicidade para criar os anúncios? 4. Com a utilização desses meios a sua empresa estima atingir que fatia (em %) do seu público-alvo? 5. A sua empresa considera eficiente a adoção de novas mídias para promover produtos e serviços? 6. Qual a avaliação que sua empresa faz do uso de propagandas realizadas por motos e bicicletas quanto aos custos, aos consumidores e ao retorno em vendas? 7. Com que freqüência a sua empresa anuncia e com que freqüência muda às mensagens vinculadas ao anúncio? 8. Com que finalidade adota as mídias e os meios de comunicação? Para promover marcas, produtos ou serviços ou anunciar promoções? 9. Qual o percentual do seu orçamento é destinado para a promoção de produtos e serviços e investimentos em propaganda? 10. Você acredita que as propagandas divulgadas em veículos sonoros estimulam a compra?


57

Apêndice C – Modelo de Questionário Aplicado às empresas prestadoras de serviços

QUESTIONÁRIO DE PESQUISA PESQUISADORA: ALINE FÁTIMA ALVAREDO Este questionário é parte integrante de um trabalho acadêmico do Curso de Administração Agroindustrial da Faculdade Independente do Nordeste – FAINOR. 1 – Qual é o tipo de empresa que mais contrata seus serviços? ( ) Pequena/Micro ( ) Média ( ) Grande 2 – Como faz a divulgação do seu serviço? ( ( ( (

) Televisão ) Carros, bicicletas e motos. ) Out dor ) Rádios.

3 – Por que as empresas procuram motos e bicicletas para fazer o anuncio de suas propagandas? ( ) Preço. ( ) Qualidade. ( ) Inovação.

4 – Essas propagandas divulgadas em motos e bicicletas geralmente são divulgadas: ( ( ( (

) No próprio bairro. ) No bairro e em bairros circunvizinhos. ) Em toda a cidade. ) Em bairros afastados

5 – A aceitação dos consumidores é: ( ( ( ( (

) Ótima. ) Boa. ) Regular. ) Ruim. ) Péssima.


58

1

2

Sempre

Ás vezes

3 Na medida do possível

4

5

Dificilmente

Nunca

Questionamentos 6. Essas propagandas são fiscalizadas ? 7 . As empresas contratantes buscam uma interação para que a propaganda com a cara da organização? 8. As empresas gostam do serviço oferecido? 9. Quando insatisfeito os contratantes podem recorrer a algum ajuste antes de ser anunciado? 10. As empresas dão preferência aos veículos regulamentados?

1

2

3

4

5



M00400