Page 1

DO LATIM AO PORTUGUÊS


O latim era a língua falada pelos romanos. O povo romano, levado pelo seu espírito dominador, fundou um dos maiores impérios da Antiguidade: o império romano. Foi no final do século II a.C. que os romanos começaram a conquistar a Península Ibérica. No século I d.C. dominavam-na completamente e mantiveram esse domínio durante cerca de 600 anos. Os povos da Península, numa convivência constante com os dominadores nos tribunais, nos templos, na vida diária, viram-se na necessidade de aprender a língua falada pelos colonizadores. Foi essa língua que, modificando-se pouco a pouco deu

2


origem às línguas que hoje se falam na Península. O Português é pois o resultado da lenta evolução do latim falado na faixa ocidental da Península. Outra línguas se falam hoje na Europa também derivadas do latim — são as línguas românicas(o francês, o espanhol, o italiano, etc.) Tal como em Português há diferentes níveis de língua, também entre os romanos existiram, além de outros, o latim literário, que as obras dos escritores latinos deram a conhecer, e o latim vulgar, utilizado por soldados e gente do povo. Com o alargamento do Império Romano à Península Ibérica, o latim vulgar, juntamente com a cultura e civilização do povo romano, foi assimilado pelos povos vencidos.

3


O latim é a base - o estrato - da língua portuguesa que veio a ser alargada com elementos provenientes de línguas de outros povos com quem teve contacto em épocas diferentes e por motivos vários: conquista, comércio, etc. Os romanos encontraram na Península Ibérica o falar dos vencidos, o substrato de que certamente adaptaram um ou outro vocábulo nas suas relações posteriores à conquista mas cuja influência é difícil de definir. Posteriormente à dominação romana, outras influências se fizeram sentir, são os superstratos Nos séculos V e VI a Península sofre a invasão dos bárbaros – povos vindos do norte da Europa.

4


Estes não alteraram a estrutura da língua mas acrescentaram-lhe

muitas

palavras,

sobretudo

relacionados com a guerra. Depois dos povos germânicos, vieram os árabes no século VIII. Também não alteraram a gramática da língua mas acresceram-na de muitos vocábulos, relacionados com as inovações que traziam Com a Reconquista Cristã, o romance do norte (o galego-português) vem para o sul. Dá-se a unificação línguística do território. Nos séculos XV / XVI assiste-se à expansão ultramarina. Com ela, a língua portuguesa espalhase pelo mundo. Ao mesmo tempo, importa-se para a

5


língua palavras provenientes das novas regiões visitadas pelos portugueses. No século XVI dá-se também o Renascimento, movimento cultural que pretende recuperar os valores artísticos e culturais da Antiguidade grecoromana O Renascimento leva à adaptação de palavras latinas: dá-se uma relatinização do vocabulário, por isso

podemos

afirmar

que

enquanto

algumas

palavras chegaram à nossa língua por via erudita outras fizeram-no por via popular. O século XVIII é considerado o período de fixação da língua mas ela continua a evoluir permanentemente.

Assim,

6

vemos

diariamente


desaparecerem palavras (os arcaísmos) e surgirem outras: umas formadas dentro dos processos usuais da língua (os neologismos) outras importadas de outras línguas (os empréstimos).

7


Hlp texto  

História da língua portuguesa

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you