Issuu on Google+

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. JORGE AUGUSTO CORREIA Direção de Serviços da Região do Algarve ES/3EB Dr. Jorge Augusto Correia; EB 2,3 D. Paio Peres Correia; EB1 nº2 Tavira; EB1/JI Conceição; EB1 Cabanas

PLANO DE MELHORIA

2013/2014


I. Avaliação da biblioteca escolar 2009-2013 2010 B. Leitura e literacia

Avaliação 3

2011 C. Projetos, parcerias e atividades livres e de abertura à comunidade C.1 Apoio a atividades livres, extracurriculares e de enriquecimento curricular C.2 Projetos e Parcerias 2012 D. Gestão da biblioteca escolar D.1 Articulação da BE com a escola/agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE. D.2 Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços. D.3 Gestão da coleção/da informação. 2013 A. Apoio ao desenvolvimento curricular A.1 Articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação educativa e supervisão pedagógica e os docentes. A.2 Promoção das literacias da informação, tecnológica e digital.

Observações Nada a registar.

Avaliação 2012-2013 Recomendações do conselho pedagógico Continuar com os apoios aos trabalhos de pesquisa e ao estudo no espaço da BE.

Data de apresentação à direção/ conselho pedagógico 2013/07/30

2

Avaliação 3.75 4.00

Avaliação 3.33 3.60 3.29

Avaliação 3.57 3.40


 Domínio A. Currículo, literacias e aprendizagem Problemas identificados - Insuficiente número de computadores para uso dos alunos em contexto de atividades escolares; - Reduzido número de materiais concebidos/selecionados pelos professores para apoio à aprendizagem; - Diminuto conhecimento/uso dos materiais disponibilizados pela BE; - Inexistência de trabalho colaborativo com outras BE do mesmo nível de ensino; - Suficiente cumprimento das regras de respeito mútuo num espaço multifuncional; - Desrespeito pela rigorosa indicação das fontes de consulta.

Resultados esperados Valorização da BE como lugar de aprendizagem e de formação; Melhoria das aprendizagens e do sucesso educativo.

 A.1 Apoio ao currículo e formação para as literacias da informação e dos média Ações de melhoria a implementar (Por ordem de prioridade: 1. 2. 3. ...) 1. Aumentar o nível de incorporação dos média nos serviços informativos e educativos oferecidos pela biblioteca escolar, disponibilizando mais dois PC para uso dos alunos. 2. Reforçar a articulação entre a biblioteca e o trabalho na sala de aula, disponibilizando mais dossiês de apoio à aprendizagem e/ou páginas eletrónicas de disciplina. 3. Incrementar a difusão interna e externa dos materiais produzidos pela BE, promovendo o papel e valor da biblioteca como plataforma de trabalho e acesso a recursos, com contributo significativo para as aprendizagens.

Instrumentos de avaliação/ indicadores de execução a utilizar 1.1 Número de PC para uso dos alunos (de 8 passar para 10) 1.2 Estatísticas de utilização da biblioteca (aumento de 2%) 1.3 Registos de observação de utilização da biblioteca 2.1 Aumento de 10% do número de dossiês de apoio à aprendizagem e/ou páginas eletrónicas de disciplina. 2.2 Estatísticas de utilização da BE em trabalho escolar (aumento de 1%). 2.3 Estatísticas de acesso a documentos de apoio à aprendizagem disponibilizados em linha pela BE 3.1. Questionários aos docentes (QD) e aos alunos (QA)

Responsáveis 1. Direção e professora bibliotecária (PB) 2. Equipa da BE (Cf. distribuição de serviço) 3. PB e elementos da equipa colocados ao serviço da BE (distribuição de serviço)

Data de início 1. Setembro 2013 2. Janeiro 2014 3. Outubro 2014

Data de conclusão 1. 30 Dezembro 2013 2. 06 Junho 2014 3. 30 Maio 2014

3


 A.2 Uso das tecnologias digitais e da Internet como ferramentas de acesso, produção e comunicação de informação e como recurso de aprendizagem. Ações de melhoria a implementar (Por ordem de prioridade: 1. 2. 3. ...) 1. Reforçar junto dos alunos a necessidade de se cumprir a regra do máximo de silêncio possível para o máximo proveito possível do tempo despendido na BE. 2. Sensibilizar professores e alunos para o rigor na indicação das fontes bibliográficas, em particular das disponíveis online. 3. Inscrever no guia do utilizador um conjunto de orientações para o uso responsável dos recursos de informação. 4. Investir na divulgação uso do Guião de pesquisa disponibilizado pela BE, reformulando-o nos pontos que o requeiram. 5. Incrementar o número de sessões de formação de utilizadores, com carácter formal e/ou informal, para o uso da BE, das TIC e dos recursos eletrónicos.

Instrumentos de avaliação/ indicadores de execução a utilizar 1.1 1.2 1.3 1.4

Questionários aos docentes (QD) e aos alunos (QA). Trabalhos dos alunos e seu rigor na indicação das fontes bibliográficas (amostragem de 10%). Guia do utilizador com secção sobre uso responsável dos recursos de informação. Registo do n.º de alunos e de turmas que efetuam pesquisa de informação na BE, incluindo o uso do recurso ao Guião de pesquisa e outros materiais (aumento de 1%). 1.5 Taxa de utilização da BE em contexto de aprendizagem com recurso às tecnologias digitais ( alcançar a meta dos 76% dos alunos e/ou turmas).

Responsáveis 1. Equipa da BE 2. Professores e Equipa da BE 3. PB 4. PB e Assistente Operacional afeta em exclusividade à BE (AO) 5. PB e Equipa da BE Data de início 1. Outubro 2013 2. Outubro 2013 3. Dezembro 2013 4. Novembro 2013 5. Outubro 2013

Data de conclusão 1. 31 Janeiro 2014 2. 28 Fevereiro 2014 3. 28 Março 2014 4. 30 Maio 2014 5. 31 Janeiro 2014

4


 Domínio B. Leitura e literacia Problemas identificados - Necessidade de promover o gosto e o prazer de ler, alicerçado em hábitos de leitura fomentadores do alargamento do universo cultural e científico do aluno; - Neglicência, por parte dos alunos, da importância da prática da leitura enquanto meio privilegiado para o acesso e apropriação de novos conhecimentos.

Resultados esperados Evolução da fluência e compreensão leitoras; Valorização e integração da leitura na vida pessoal e escolar dos alunos.

 B.1 Criação e promoção da competência leitora e dos hábitos de leitura. Ações de melhoria a implementar 1. Desenvolver uma ação sistemática de promoção de obras literárias, de obras de divulgação científica, exposições e outros eventos em torno da leitura: 1.1 Divulgar as novidades editoriais da BE e/ou as obras em destaque mensal no espaço BE e nos meios de difusão eletrónica geridos pela BE, incluindo o lançamento mensal do Boletim mensal eletrónico BIBLIO ESJAC; 1.2 Continuar a organizar exposições e outros eventos em torno da leitura para recreação e para informação e estudo.

Instrumentos de avaliação/ indicadores de execução a utilizar Plano de atividades da BE; Estatísticas de empréstimo domiciliário e presencial de obras da BE: acréscimo do número de empréstimos em, pelo menos, 1%. Conceção e divulgação de seis números do Boletim BIBLIO ESJAC.

Responsáveis PB, equipa da BE e grupos disciplinares. Data de início Outubro 2013

Data de conclusão 30 Maio 2014

5


 B. 2 Atividades e projetos de treino e melhoria das capacidades associadas à leitura. Ações de melhoria a implementar 1. Apoiar a consecução do contrato de leitura autónoma pela divulgação das listas de obras recomendadas pelo PNL. 2. Dar continuidade à aquisição de obras do Plano Nacional de Leitura (PNL) para o catálogo da BE. 3. Encorajar e acompanhar a participação dos nossos alunos em concursos, jornais, blogues e projetos externos de leitura.

Instrumentos de avaliação/ indicadores de execução a utilizar 1. Número de requisições de obras PNL (aumento de 2%). 2. Número de obras PNL disponibilizadas pela BE, sendo desejável um aumento de 10%. 3. Registo de participação de alunos em atividades promotoras da leitura (concursos, jornais, blogues e outros): 76% das turmas têm alunos envolvidos nestas atividades.

Responsáveis 1. Equipa BE e grupo disciplinar de Português. 2. Direção e PB. 3. Equipa da BE.

Data de início Outubro 2013

Data de conclusão 30 Maio 2013

6


 Domínio C. Projetos, parcerias e atividades de abertura à comunidade Problemas identificados Embora este seja um domínio forte da escola e da biblioteca, há sempre que alimentar e renovar os sistemas de cooperação com a comunidade educativa e a sociedade de modo a melhor partilhar recursos e saberes.

Resultados esperados Enriquecimento das experiências de socialização e de formação dos alunos, incluindo a interculturalidade; Incremento da participação dos pais/EE/famílias e outros parceiros nas atividades da BE e da escola.

 C.1 Desenvolvimento de atividades e serviços colaborativos com outras escolas/ bibliotecas. Ações de melhoria a implementar Adequar as práticas de partilha e de trabalho em rede às necessidades da escola pela formalização de parcerias com outras escolas secundárias.

Instrumentos de avaliação/ indicadores de execução a utilizar Número de parcerias formalizadas com escolas secundárias (de 0 passar para 2); Registo de reuniões/contactos.

Responsáveis PB e coordenadora interconcelhia.

Data de início Janeiro 2014

Data de conclusão 30 Abril 2014

 C.2 Participação em projetos e parcerias com entidades exteriores à escola. Ações de melhoria a implementar Promover a maior participação da biblioteca em projetos e parcerias da escola, de âmbito regional, nacional ou internacional.

Instrumentos de avaliação/ indicadores de execução a utilizar Número de professores da equipa BE envolvidos em projetos (aumento de 10%).

Responsáveis PB, equipa da BE e coordenadora de projetos da escola.

Data de início Novembro 2013

Data de conclusão 30 Maio 2014 7


 C.3 Envolvimento e mobilização dos pais, encarregados de educação e famílias. Ações de melhoria a implementar 1. Explorar as redes sociais no contacto e comunicação com as famílias. 2. Aproveitar ocasiões especiais para colaborar com os pais/EE e as famílias.

Instrumentos de avaliação/ indicadores de execução a utilizar Registos de projetos/atividades que contemplem o envolvimento e mobilização dos pais (pelo menos, dois momentos distintos ao longo do ano).

Responsáveis PB, equipa da BE e coordenadora de projetos.

Data de início Novembro 2013

Data de conclusão 30 Maio 2013

8


 Domínio D: Gestão da biblioteca escolar Problemas identificados Este tem sido um domínio em que muito investimos no último quadriénio, pois só uma gestão eficiente e eficaz permite oferecer um serviço de qualidade. Ainda assim, as características da população escolar vão-se alterando, nomeadamente pelo número de alunos acompanhados pela Educação Especial, pelo que há que encontrar formas mais ajustadas para a inclusão desses alunos e acompanhamento dos seus trabalhos. O contexto administrativo da escola também sofreu alteração já que passámos a funcionar como um agrupamento vertical de escolas. Logo, há que atualizar os documentos normativos que a regem. A má climatização do nosso espaço gera, em alguns meses ao longo do ano, desconforto pelo que se continua a desejar resolver tal situação. Por último, como os recursos digitais ou digitalizados disponibilizados pela BE têm aumentado, há que proceder à sua completa catalogação, tal como sucede com os recursos impressos e os multimédia.

Resultados esperados Melhoria da qualidade dos serviços prestados e dos recursos.

 D.1 Recursos humanos, materiais e financeiros adequados às necessidades de gestão, funcionamento e dinamização da biblioteca escolar. Ações de melhoria a implementar 1. Equipar A BE com um sistema de climatização adequado à área que ocupa e média de utentes que a utilizam, de modo a favorecer o bem-estar e a segurança dos utentes durante as suas atividades de leitura, produção e comunicação de informação e de conhecimentos.

Instrumentos de avaliação/ indicadores de execução a utilizar 1.

Temperatura ambiente entre os 20 e os 25 graus, em qualquer altura do ano, e com o sistema de climatização ligado, quando se justifique.

Responsáveis Direção e PB.

Data de início Dezembro 2013

Data de conclusão 31 janeiro 2014

 D.2 Integração e valorização da biblioteca na escola. Ações de melhoria a implementar 1. Promover uma maior colaboração da BE com a equipa de Educação Especial, de forma a integrar e explorar as possibilidades de trabalho e de intervenção junto destes alunos. 2. Propor a atualização das referências à BE nos documentos normativos da escola (regulamento interno e projeto educativo).

9


Instrumentos de avaliação/ indicadores de execução a utilizar 1.1 Reunião formal trimestral com a coordenadora da equipa de Educação Especial 1.2 Registos/ Evidências de atividades desenvolvidas em colaboração com a BE e os professores da Educação Especial ( recolher uma evidência por período letivo) 1.3 Trabalhos dos alunos 2.1 Apresentação da proposta ao Conselho Pedagógico

Responsáveis 1. PB e Coordenadora da Equipa Especial 2. PB Data de início 1. Outubro 2013 2. Maio 2014

Data de conclusão 1. 30 Maio 2014 2. 30 Junho 2014

 D.3 Desenvolvimento, organização, difusão e uso da coleção. Ações de melhoria a implementar 1. Proceder à assinatura de um jornal desportivo. 2. Continuar o tratamento técnico dos documentos disponibilizados em linha pela BE.

Instrumentos de avaliação/ indicadores de execução a utilizar 1.1 Estatísticas de uso da Biblioteca e, em particular, da zona de leitura informal, sendo desejável que esta zona acuse um acréscimo de 5 %. 2.1 Tratamento técnico de 95% dos documentos disponibilizados em linha.

Responsáveis 1. Direção e PB 2. PB Data de início 1. Novembro 2013 2. Outubro 2013 Data de conclusão 1. 30 Maio 2014 2. 30 Maio 2014 Professora bibliotecária (Coordenador da equipa da biblioteca)

Ana Cristina Simão Matias 10


Plano de melhoria ESJAC 2013 - 2014