Issuu on Google+

30

“Quando desejamos alcançar um objetivo, precisamos saber que os caminhos não são apenas flores, mas também não são apenas espinhos.” Quem acompanha o dia a dia na empresa e confere as habilidades demonstradas pelo gerente de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), Ezequiel Garcia, na área de Desenvolvimento, nem imagina que o início da carreira não foi fácil. Quando Ezequiel começou a trabalhar na Betha tinha apenas 15 anos e já sonhava com um futuro promissor. Sem ter ao menos sapatos para iniciar no primeiro dia – Garcia vendeu a bicicleta tão sonhada para poder comprar um par de calçados –, o menino não se intimidou com a grandeza da empresa ou a dificuldade do trabalho. “Comecei como auxiliar de escritório e em pouco tempo aprendi a lidar com planilhas, sistemas de contas, mas meu sonho era atuar no setor de Desenvolvimento”, conta o gerente. Mesmo sem possuir um computador, na época item raro nas residências, Garcia buscou nos livros o conhecimento e dedicou boa parte do tempo livre para aprender cada detalhe de programação, mesmo sem nem conhecer o sistema de operação do equipamento. Após nove meses de empresa, veio o reconhecimento e o adolescente teve a oportunidade de ingressar na tão sonhada vaga. O cargo trouxe novas responsabilidades e uma busca constante por mais conhecimento. “Foi uma mudança muito feliz na minha vida. O aprendizado na área

Ezequiel Garcia Balanço Social 2015

Gerente de P&D

ainda era escasso, mas recebi um livro escrito em italiano, trazido por Guilherme Balsini da Itália, e praticamente devorei a obra em uma semana”, recorda. Buscar o conhecimento sempre foi o objetivo de Garcia. Mesmo após o dia de trabalho e escola, ele estudava quando encontrava livros disponíveis sobre o assunto. Responsável pelo desenvolvimento e melhorias de diferentes programas, ferramentas, soluções de problemas e rotinas, o gerente trabalhou em praticamente todos os sistemas da Betha. “Em cada mudança, lá estava o Ezequiel, dia e noite, fazendo de tudo para se tornar um especialista no assunto”. Uma nova oportunidade surgiu quando os setores Desenvolvimento Web e Desenvolvimento Desktop foram unificados e criou-se o P&D, grande fase para o profissional. Atualmente, Garcia é técnico em Processamento de Dados, bacharel em Ciências da Computação e pós-graduado em Melhoria de Processo de Software. “Quando desejamos alcançar um objetivo, precisamos saber que os caminhos não são apenas flores, mas também não são apenas espinhos. Precisamos ter a consciência de que é necessária muita persistência, dedicação e fé para que o bom resultado possa ser alcançado”.


Balanço Social 2015 - Betha Sistemas