Issuu on Google+


Projeto Grรกfico: Luiz Lula


4


“Pertenço à categoria não muito numerosa dos que se interessam igualmente pelo finito e pelo infinito. Atraem-me a variedade das coisas, a migração das idéias, o giro das imagens, a pluralidade de sentido de qualquer fato, a diversidade dos caracteres e temperamentos, as dissonâncias da história”

MURILO MENDES


apresentação É inegável que o Brasil encontra-se no melhor momento de sua história, com uma economia estável e em franco crescimento, beneficiando todos os segmentos da sociedade. Não é diferente no âmbito cultural. Desde 2003, com o surgimento da Flip, em Parati, proliferam as feiras de livro, festivais e encontros literários por todo o Brasil. A Zona da Mata mineira, com uma população estimada em 2,5 milhões de habitantes, também passará a contar, a partir deste ano, com um evento cultural de nível internacional. Trata-se do Festival Literário Murilo Mendes (Felim), que homenageia um dos mais importantes poetas brasileiros, nascido em Juiz de Fora, cidade escolhida para sediar o festival. Juiz de Fora é a capital informal da Zona da Mata, região formada por 142 municípios, que agrupa vários importantes pólos de educação: as universidades federais de Juiz de Fora e Viçosa; o Instituto Federal do Sudeste de Minas, em Muriaé; o Centro Federal de Educação Tecnológica de Leopoldina; os campi da Universidade Estadual de Minas Gerais em Ubá, Carangola e Leopoldina; além de cerca de 20 centros universitários privados. A cidade exerce ainda forte atração econômica e cultural nas regiões das Vertentes (Barbacena, Lavras, São João del Rei e Tiradentes) e parte do Sul de Minas. 6


Tendo como público-alvo a população universitária de uma região a preextremamente carente de eventos culturais, o FELIM contará com

(como sença de escritores reconhecidos nacional e internacionalmente de proFerreira Gullar e Milton Hatoum) em conferências e debates, além s, roteiros mover uma extensa programação complementar, como oficina literário-gastronômico, exposições de artes plásticas e fotografias, de cinema e saraus. Mas o FELIM oferecerá ainda um grande diferencial em relação festivais literários: visando a formação de um público leitor,

mostra

a outros

te às paralelamente ocorrerá uma programação destinada exclusivamen Maria crianças, com autores premiados internacionalmente, como Ana

s públicas, Machado e Roger Mello, que desenvolverão atividades em escola de cidadãos visando estimular o interesse pela cultura, base da constituição de um mais conscientes e responsáveis, fundamentais para a construção país cada vez mais importante no cenário internacional.

Luiz Ruffato - Curador 7


A CIDADE (FELIM) terá sua O Festival Literário Murilo Mendes mbro de 2012, em primeira edição de 11 a 16 de sete por sua posição Juiz de Fora. A cidade foi escolhida com a literatura. estratégica e pela relação íntima Festival, é natural Murilo Mendes, que dá nome ao daquela cidade. Com mais de 500 mil habitantes, re Rio de Janeiro, e estrategicamente localizada ent de Fora possui uma São Paulo e Belo Horizonte, Juiz estudantil, sendo população predominantemente e de várias sede de uma universidade federal instituições de nível superior.

8


Trata-se de uma cidade-eixo da

atração de uma região bem mai

Minas e as Vertentes.

s ampla, que inclui o sul de

Por sua localização estratégica e

literatura (a cidade é terra natal

Zona da Mata e pólo de

íntima relação com a

de escritores como Rubens Fonseca, o próprio Murilo Mendes , Pedro Nava, Afonso Romano de Sant’Anna), Juiz de For a foi escolhida para ser a cidade-sede do Festival.

9


O FESTIVAL O Festival recebeu o nome Murilo Mendes em homenagem ao poeta, o em prosador e crítico de artes plásticas Murilo Monteiro Mendes, nascid um Juiz Fora, Minas Gerais, no dia 13 de maio de 1901. Ele é considerado por dos principais poetas da segunda geração modernista, influenciado no ao diversos movimentos e estilos - do barroco ao surrealismo, do moder o ano tradicional. Murilo permaneceu em Juiz de Fora até cursar o segund se mudar da faculdade de Farmácia, quando decidiu abandonar o curso e a, Itália para Niterói, no Rio de Janeiro. Morou também na Bélgica, Holand e Portugal, país em que veio a falecer no dia 13 de agosto de 1975. ira (adulO FELIM terá a participação de grandes nomes da literatura brasile das letras. ta e infantil) e de pelo menos um nome internacional do mundo Oferecerá conferências, oficinas, mesas redondas, lançamentos atividades para crianças, e terá duração de 05 dias.

de livros,

as, Serão promovidas ainda ações junto a universidades e escolas públic e cultura com o propósito de aglutinar as várias instituições de educação Mata/mida cidade, sempre homenageando um escritor da cidade/Zona da neiro, sob a égide de Murilo Mendes. nna, que O primeiro escritor homenageado será Affonso Romano de Sant’A dos mais passou sua infância e adolescência em Juiz de Fora, e é hoje um importantes poetas e ensaístas brasileiro. 10


O público-alvo pretendido não se limita à população de Juiz de Fora, mas pretende alcançar todos os potenciais interessados da região da Zona da Mata, Vertentes e sul de Minas. Além disso, como paralelamente transcorrerá a programação infantil, serão contempladas também as crianças de escolas públicas da cidade, num sentido pedagógico-cultural, já que a leitura forma não só leitores, mas principalmente cidadãos. Pela proximidade com outras capitais da região sudeste, há ainda a possibilidade de atrair o público oriundo destas cidades, em especial o universitário. As atividades serão concentradas no centro de Juiz de Fora, pela facilidade de deslocamento e participação. O Cine-Theatro Central concentrará as cerimônias de abertura e encerramento. O auditório do Centro Cultural Pró-Música abrigará as mesas e conferências. O Museu de Arte Moderna Murilo Mendes (MAMM) será também espaço para conferências com os escritores convidados. As atividades infantis se desenrolarão em espaço aberto, embaixo de tendas.

11


O PÚBLICO as, dentre adultos, Cerca de 12 mil pesso ças, participando de universitários e crian m autores, apresenmesas, bate-papos co sica, fora o público tações de teatro e mú s que acontecem nas envolvido em trabalho ção para o FELIM, no escolas como prepara s ões de curtas e média CineFELIM (apresentaç indiretamente com a relacionados direta ou erão no MAMM) e em literatura, que acontec ção a serem realizadas atividades de mobiliza locais (flash mobs, com parceria de atores o e atividades envolvend bookcrossing, saraus bares e restaurantes).

12


13


atrações de manter O FELIM tem como objetivo oferecer ao público a oportunidade porânea contato com os melhores autores da literatura brasileira contem (adulta e infantil). Para tanto, buscará contemplar escritores das mais diversas regiões representando o maior número possível de editoras. Além disso, não se limitará em discutir a produção, mas também política cultural, mercado editorial e jornalismo literário.

do país,

temas como

ra. Serão 5 dias de atividades, direta e indiretamente vinculadas à literatu entos de Os autores participarão de mesas de debate, conferências, lançam livros e outros eventos abertos ao público. o público Além disso, será desenvolvida uma programação específica para com infantil junto a escolas públicas da cidade. que incluirá bate-papo com as escolas escritores e outras atividades a serem definidas conjuntamente envolvidas no processo. 4 Oficinas literárias (prosa e poesia) serão oferecidas ao público com duração total de 10h cada.

interessado,

as, piqueAtividades voltadas ao público infantil incluirão contação de históri pequenos. niques literários com autores e atividades interativas voltadas aos ecida A mediação das atividades será feita por professores locais, de reconh des de competência, a serem definidos através de parceria com as faculda letras e de comunicação instaladas na cidade ou na região. do Será desenvolvida também uma programação complementar, incluin artes plásticas, atividades culinário-literárias, parcerias com bares, mostras de saraus e exibição de produção audiovisual. 14


FORMAÇÃO DE PÚBLICO Um diferencial do FELIM será, des

de sua primeira edição, a interação com as escolas da cidade. Um projeto pedagógico já está em desenvolvimento junto a escolas parceiras a partir do segundo semestre de 2011 como preparaçã o para o Festival. Sob a coordenação pedagógica de

Helena da Costa Oliveira, atividades prévias são real izadas em escolas da rede pública e privada . Foram escolhidas cinco escolas da

rede municipal

de ensino, que já desenvolvem ativ

idades voltadas

à literatura, e duas escolas particu

As atividades prévias culminarão

lares.

com a participação destes alunos na programaçã o do FELIM, seja através do contato direto com aut ores trabalhados em sala de aula ou expondo mat erial que tenha sido produzido por eles.

15


AUTORES CONVIDADOS O FELIM mobilizará 39 escritores de literatura adulta e infantil, 07 especialistas em política e mídia cultural, reunidos em 21 mesas ou conferências. Há autores de diversas partes do país. Dentre os autores convidados estão Bernardo Carvalho Fernando Bonassi | Marçal Aquino | Iacyr Anderson Freitas Affonso Romano de Sant’Anna | Sérgio Sant’Anna | Ferreira Gullar | Adriana Lisboa | Sérgio Fantini | Guiomar de Grammont Eustáquio Gorgone | Sérgio Vaz | Ferrez | Tatiana Salem Levy Eucanaã Ferraz | Nicolas Behr | Carola Saavedra | Milton Hatoum | Adriana Lisboa | Cristóvão Tezza, incluindo pelo menos um autor internacional.

16


ATIVIDADES COMPLEMENTARES Grupos de teatro do Rio, São Paulo e Belo Horizonte farão apresentações gratuitas ao público do festival (Cia Armazém de Teatro, Cia do Feijão, Galpão e Giramundo). Curtas e médias metragens relacionados direta ou indiretamente à literatura serão selecionados para projeção no CineFELIM, que acontecerá no MAMM durante a realização do Festival.

17


COMUNICAÇÃO • Geração de mídia espontânea através de boa assessoria de imprensa; • Divulgação em faculdades de letras e de comunicação em Juiz de Fora e cidades da região localizadas nas zonas da mata e vertentes, além das capitais São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte • Comunicação em rede – site, blog e redes sociais • Painel com a programação em ponto central da cidade (1 ou 2) • Cartazes com informações sobre o Festival, a serem distribuído em faculdades e escolas em geral (12 mil) • Postais com a programação (20 mil) que poderão ser distribuídos na cidade e em pedágios próximos. • Catálogo com a programação, informações sobre a cidade e anúncios (10 mil) • Parceria com meios de comunicação local para potencializar a divulgação • Parceria com instituições locais para realização de ações que possam ser agregadas ao Festival, tais como saraus em bares, ações de abordagem de público envolvendo atores locais, bookcrossing, dentre outras.

18


NÚMEROS 5 dias de programação . 28 escritores de literatura adulta 11 escritores de literatura infantil . 7 especialistas 17 mediadores . 4 oficinas literárias 21 mesas e/ou conferências Público atingido de 10 a 12 mil pessoas Troféu Murilo Mendes de Literatura adulta Troféu Murilo Mendes de Literatura infantil Saraus . programação cultural complementar . teatro . cinema Curadoria do escritor Luiz Ruffato

19


Dia 11/09/2012 - Terça-feira 18h30

Solenidade de abertura, com presença de autoridades municipais, estaduais e federais, sociedade civil, universidade

19h20

Homenagens Entrega do Troféu FELIM Sérgio Klein a Mary e Eliardo França Entrega do Troféu FELIM a Affonso Romano de Sant’Anna

19h40

Conferência com o autor homenageado Affonso Romano de Sant’Anna Local: Cine-Theatro Central – Praça João Pessoa s/n – Calçadão da Rua Halfeld, Centro

Adulta

Dia 12/09/2011 - Quarta-feira 10h às 11h30

Diálogos com Murilo Mendes Conversa com Murilo Marcondes de Moura – USP, Leila Barbosa – UFJF e Marisa Timponi – UFJF Local: Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) - Rua Benjamin Constant n. 790, Centro

15h às 16h30

Caminhos da ficção mineira contemporânea Sergio Fantini Branca Maria de Paula (+ mediador) Local: Centro Cultural Pró-Música Av. Rio Branco n. 2329, Centro

17h às 18h30

Como se faz política cultural Representante do MinC - Assis Brasil Claudiney Ferreira (Instituto Itaú Cultural) (+ mediador) Local: Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) - Rua Benjamin Constant n. 790, Centro


A poesia brasileira contemporânea

Infantil

Donizete Galvão Mariana Ianelli (+ mediador) Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro

10h

Mary e Eliardo França conversam com a criançada

14h

Jorge Miguel Marinho

16h

Fanny Abramovich

Oficinas

Complementar

Local: Tenda FELIM - pátio do MAMM - Rua Benjamin Constant n. 790, Centro

18h30

Circuito FELIM no cinema (série de 5 curtas de inspiração literária) - Moby Dick, animação de Alessandro Corrêa Local: Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) - Rua Benjamin Constant n. 790, Centro

10h às 12h

Oficina de Poesia com Paulo Henriques Brito Oficina de Novas Mídias com Fabrício Carpinejar Oficina de Rimas Infantis com José Santos Oficina de Ficção com Roberto Taddei Locais a definir 15 a 20 vagas - Inscrições prévias

21

Programação

19h30


Adulta

Dia 13/09/2011 - Quinta-feira 10h

Caminhos da poesia mineira contemporânea Gilberto Tadeu Nable Eustáquio Gorgone (+ mediador) Local: Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) -Rua Benjamin Constant n. 790, Centro

15h às 16h30

Literatura em outras latitudes Literatura em voz alta Sergio Vaz Ricardo Aleixo Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro

17h às 18h30

Ainda há espaço para a literatura no jornalismo? Paulo Werneck (Ilustríssima/Folha de S. Paulo) Rogério Pereira (Rascunho/Curitiba) (+ mediador) Local: Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) - Rua Benjamin Constant n. 790, Centro

19h30

A ficção brasileira contemporânea Ferrez Tatiana Salem Levy (+ mediador) Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro


Ricardo Azevedo

14h

Oficina de Ilustração com Roger Melo

16h

Audiolivros (apresentação para crianças portadoras de necessidades visuais) – Instituto Dorina Nowill Local: Tenda FELIM - pátio do MAMM - Rua Benjamin Cons-

Complementar

tant n. 790, Centro

18h30

Circuito FELIM no cinema Filme de Alexandre Eulálio sobre Murilo Mendes Local: Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) - Rua Benjamin Constant n. 790, Centro

21h

Apresentação do espetáculo Toda nudez será castigada, da Cia Armazém de Teatro

Oficinas

Local: Centro Cultural Pró-Música - Av. Rio Branco n. 2329, Centro * 500 lugares – retirada de ingressos uma hora antes da apresentação, no próprio local

10h às 12h

Oficina de Poesia com Paulo Henriques Brito Oficina de Novas Mídias com Fabrício Carpinejar Oficina de Rimas Infantis com José Santos Oficina de Ficção com Roberto Taddei Locais a definir 15 a 20 vagas - Inscrições prévia

23

Programação

Infantil

10h


Adulta

Dia 14/09/2011 - Sexta-feira 10h

Jornalismo e Literatura: convergências Eliane Brum José Castelo (+ mediador) Local: Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) - Rua Benjamin Constant n. 790, Centro

15h às 16h30

A poesia brasileira contemporânea Eucanaã Ferraz Edimilson de Almeida Pereira (+ mediador) Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro

17h às 18h30

Decifrando o mercado editorial Luiz Schwarcz (Cia das Letras) Eduardo Coelho (Móbile) (+ mediador) Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro

19h30

Literatura e cinema

Infantil

Marçal Aquino Fernando Bonassi (+ mediador) Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro

10h

Marina Colasanti

14h

Contação de história com Kiara Terra

16h

autor a confirmar Local: Tenda FELIM - pátio do MAMM - Rua Benjamin Constant n. 790, Centro


Apresentação do espetáculo Mire Veja, da Cia do Feijão Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro * 500 lugares – retirada de ingressos uma hora antes da apresentação, no próprio local

10h às 12h

Oficina de Poesia com Paulo Henriques Brito Oficina de Novas Mídias com Fabrício Carpinejar Oficina de Rimas Infantis com José Santos Oficina de Ficção com Roberto Taddei Locais a definir 15 a 20 vagas - Inscrições prévias

25

Programação

Complementar Oficinas

18h30


Adulta

Dia 15/09/2011 - Sábado 10h

A poesia brasileira contemporânea Nicolas Behr Iacyr Anderson Freitas (+ mediador) Local: Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) -Rua Benjamin Constant n. 790, Centro

14h às 15h30

A ficção brasileira contemporânea Ronaldo Correia de Brito Fernando Fiorese (+ mediador) Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro

16h às 17h30

A ficção brasileira contemporânea Maria Esther Maciel Bernardo Carvalho (+ mediador) Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro

19h

Entrega do Prêmio FELIM de Literatura para o segundo melhor livro de prosa de ficção de autor brasileiro Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro

20h

Conferência de autor convidado – Sérgio Sant’Anna Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro


Contação de história com Kiara Terra

14h

Lúcia Hiratsuka SP

16h

Contação de história com Kiara Terra

Professores

Complementar

Local: Tenda FELIM - pátio do MAMM - Rua Benjamin Constant n. 790, Centro

11h

Apresentação do espetáculo Reis de Fumaça, da Cia do Feijão Local: Calçadão da Rua Halfeld – ao ar livre, aberto a todos os passantes

13h

Apresentação do Coral da UFJF Local: Calçadão da Rua Halfeld – ao ar livre, aberto a todos os passantes

9h às 11h30

Encontro Literatura em sala de aula Relato de casos de professores que desenvolveram atividades literárias em sala de aula como preparação para o FELIM

13h30 às 15h30

Debate com os autores Lucia Hiratsuka, Daniel Munduruku e Marina Colasanti, com mediação de Helena da Costa Oliveira

16h

Atividade de confraternização Local e número de vagas a definir Participação condicionada a inscrição prévia Fornecimento de certificados

27

Programação

Infantil

10h


Oficinas

10h às 12h

Oficina de Poesia com Paulo Henriques Brito Oficina de Novas Mídias com Fabrício Carpinejar Oficina de Rimas Infantis com José Santos Oficina de Ficção com Roberto Taddei Locais a definir 15 a 20 vagas - Inscrições prévias

Adulta

Dia 16/09/2011 - Domingo 10h

A ficção brasileira contemporânea Cristóvão Tezza Adriana Lisboa (+ mediador) Local: Museu de Arte Murilo Mendes (MAMM) -Rua Benjamin Constant n. 790, Centro

15h às 16h30

Ficção e memória Milton Hatoum Alberto Manguel (+ mediador) Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro

18h

Conferência de encerramento com Ferreira Gullar

19h30

Apresentação do espetáculo Um Moliére Imaginário, do grupo Galpão de teatro Local: Cine-Theatro Central – Praça João Pessoa s/n – Calçadão da Rua Halfeld, Centro


Ilan Brenman

14h

Daniel Munduruku (literatura indígena)

16h

Apresentação de Teatro do grupo Giramundo

Complementar

Local: Tenda FELIM - pátio do MAMM - Rua Benjamin Constant n. 790, Centro

11h30

Apresentação da Orquestra Pró-Música Local: Centro Cultural Pró-Música – Av. Rio Branco n. 2329, Centro

29

Programação

Infantil

10h


custos prelimina

30

res


MARCAS

31


ORGANIZA

ÇÃO

Curadoria Luiz Ruffato

orsos e 1961. Publicou: Histórias de rem Nasceu em Cataguases (MG) em ção Espereviventes (histórias, 2000), Men rancores (histórias, 1998); Os sob ance, as –; Eles eram muitos cavalos (rom cial do Prêmio Casa de las Améric Prêmio A de melhor romance de 2001 e 2001), vencedor do Prêmio APC Come da Fundação Biblioteca Nacional; Machado de Assis de Narrativa, x (Paris, tore, 2003); Tant et tant de chevau tanti cavalli (Milano, Bevivino Edi nte, muitos cavalos (Espinho, Quadra Éditions Métailié, 2005); Eles eram s (enemas, 2002); Os ases de Cataguase 2006); As máscaras singulares (po I roe (Inferno Provisório – Volume saio, 2002); Mamma, son tanto felic romance, (Inferno Provisório – Volume II mance, 2005) e O mundo inimigo 5); Vista mio APCA de melhor ficção de 200 2005), ambos vencedores do Prê e O livro rio – Volume III romance, 2006) parcial da noite (Inferno Provisó 8). visório – Volume IV romance, 200 das impossibilidades (Inferno Pro

32


Coordenação

Mônica C. Ribeiro

Juiz de Fora Graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal de al de Cam(1997) e mestre em Antropologia Social pela Universidade Estadu Horipinas (2005). Atualmente é membro do Conselho Editorial da Editora do Verde e zonte e Coordenadora de Comunicação da Secretaria Municipal e produMeio Ambiente da Prefeitura de São Paulo, onde atua organizando entos de zindo eventos como seminários - inclusive internacionais -, lançam mentos púpublicações, encontros, concursos culturais, entregas de equipa com iniciablicos, campanhas de educação ambiental, projetos e parcerias l de Curtas tiva privada e terceiro setor. Produção de três edições do Festiva Prefeitura Metragens de Direitos Humanos ENTRETODOS, realizado pela São Paulo de São Paulo e pela Fundação Escola de Sociologia e Política de (teatro), (FESP-SP). Assessoria de Comunicação para a Companhia do Feijão do Segundo Design Possível (ONG) e Boitempo Editorial (editora). Jornalista a com Caderno da Tribuna de Minas (Juiz de Fora) por quatro anos. Trabalh história, redes sociais e tem experiência nas áreas de cultura, antropologia, letras e meio ambiente.

Coordenação Pedagógica Helena da Costa Oliveira

de Fora Coordenadora pedagógica da Rede Municipal de Ensino de Juiz isora - educação infantil e primeiro ano do ensino fundamental. Superv o em pedagógica no Colégio Cristo Redentor. Pedagoga com especializaçã realizados Psicopedagogia. Experiência e participação em eventos literários na cidade de Juiz de Fora.

33


André Pavão

PRODUÇÃO EXECUTIVA

Arquiteto pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Univer

sidade de São Paulo – FAUUSP. Trabalha como arquiteto autônomo e produtor de espetác ulos de música erudita dos Corais da CESP – Companhia Energética de São Paulo e Vozes Paulistanas, sob coordenação da Maestrina Teresa Longatto. Foi coordenador do Projeto Planetários de São Paulo na Secretaria de Municipal do Verde e do Meio Ambiente cujos objetivos alcançados foram construir o Planetário do Carmo no parque de mesmo nome e restaurar e adequar os edifícios históricos da Escola de Astrofísica e do Planetário do Ibirapuera. Seu trabalho foi o de ordenar e planejar os trabalhos de três Departamentos da Secretaria e três Secretarias Municipais – a do Verde, de Cultura e da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida. Durante 03 anos foi Produt or Executivo do Audi Coelum – Solistas, Coro & Orquestra que apresentou mais de 120 obras de Música Sacra dos séculos XV à XX tendo mais de 17 mil espectadores presen tes em igrejas históricas da Cidade de São Paulo.

Aline Bezerra da Silva

34

licas ial com ênfase em Relações Púb Graduada em Comunicação Soc ções 5), especialista em Política e Rela pela Faculdade Cásper Líbero (200 tica dação Escola de Sociologia e Polí Internacionais pela FESP SP – Fun ial. organização de eventos e cerimon de São Paulo (2008). Trabalha com lo atua de e do Meio Ambiente de São Pau Atualmente na Secretaria do Ver as com ção e gerenciamento de iniciativ na captação de parcerias, negocia ação de público; coordenação e organiz instituições privadas; cerimonial licas, exposições, lançamento de pub eventos como concursos culturai alhou inauguração de equipamentos. Trab ções, seminários, conferências e SEC, na Internacional de Estudantes- AIE como voluntária para Associação anização o de assessoria de imprensa, e org criação de mailing e implantaçã para o de comunicação para a Associação de eventos. Prestou consultoria unican- ADID. E na Secretaria de Com Desenvolvimento Integral do Dow deseneitura do Município de São Paulo ção e Informação Social da Pref ional; de imprensa; jornalismo instituc volveu atividades em assessoria a órgãos ia. Interface e articulação junto cobertura de coletivas e ouvidor comunidade. governamentais, terceiro setor e


Telma Elisa da Silva e Souza Jornalista formada pela Universidade Federal de Juiz de Fora e cursa MBA

em Administração e Marketing pela Faculdade Internacional de Curitib a. Atualmente é jornalista responsável pelos setores de Assessoria de Comunicação e Marketing, Serviço de Atendimento ao Cliente e Ouvidoria do Hospital Albert Sabin, em Juiz de Fora. Foi repórter do Jornal Tribuna de Minas, Assessora de Comun icação e Marketing dos hospitais Instituto Oncológico, Nove de Julho e Doutor João Felício. Integrou a Assessoria de Comunicação do 14 Festival Interna cional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga, promovido pelo Centro Cultura l Pró-Música, em Juiz de Fora, e foi também Assessora de Comunicação desta institui ção.

ficha técnica Festival Literário Murilo Mendes De 11 a 16 de setembro de 2012 Juiz de Fora – MG N. PRONAC – 11 12111 Enquadramento: artigo 18 (100% de dedução no valor patrocinado)

Valor autorizado para captação: R$ 561.605,00 Curadoria: Luiz Ruffato Coordenação: Mônica C. Ribeiro

Produção: André Pavão, Aline Bezerra e Telma Elisa Silva e Souza

Realização: Ribeiro & Hansen Produções Artísticas Ltda Criação e Arte: Besouro Coletivo Informações: www.felimjf.com.br coordenacao@felimjf.com.br 11 9821 7459 – Coordenação

35


Murilo Mendes (Juiz de Fora, 13 de maio de 1901 – Lisboa, 13 de agosto de 1975) é “poeta de aderência ao ser, poeta cósmico e social que aceita a fruição dos valores primordiais” (Bosi, 1994:501). Lançouse na literatura como poeta modernista, publicando inicialmente em revistas paulistas da década de 1920. Sua primeira obra, “Poemas”, só veio a público em 1930. Nela já transparecia traços que marcariam sua poesia futura: “a presença constante de metáforas e símbolos, a dilaceração do eu em conflito, a inclinação ao surrealismo e os contrastes: abstrato/ concreto, lucidez/delírio, realidade/mito. Iniciou-se na literatura escrevendo nas revistas modernistas Terra Roxa, Outras Terras e Antropofa-

gia. Os seus livros Poemas (1930), História do Brasil (1932) e Bumba-Meu-Poeta, escrito em 1930, mas só publicado em 1959, na edição da obra completa intitulada Poesias (1925–1955), são claramente modernistas, revelando uma visão humorística da realidade brasileira. Tempo e Eternidade (1935) marca a conversão de Murilo Mendes ao catolicismo. Nesse livro, os elementos humorísticos diminuem e os valores visuais do texto são acentuados. Foi escrito em colaboração com o poeta Jorge de Lima. 36


uinte, Poesia em PâniNos volumes da fase seg es (1941), As Metamorfos co (1938), O Visionário enta a (1945), o poeta apres (1944) e Mundo Enigm endo brepondo imagens e faz influência cubista, so esia r sobre o discursivo. Po o plástico predomina poalguns outros livros do Liberdade (1947), como ndo a pacto da guerra, refleti eta, foi escrito sob o im mundo. diante da situação do inquietação do autor em que plação de Ouro Preto, Em 1954, saiu Contem preou sua linguagem e suas Murilo Mendes altero mineiras -se às velhas cidades cupações, reportando ur diante, o poeta lanço e sua atmosfera. Daí po uma estilísticos, realizando se a novos processos como rigoroso e despojado, poesia de caráter mais 955), 2) e Siciliana (1954–1 em Parábola (1946-195 terísti(1925–1955). As carac publicados em Poesias ão no em sua melhor realizaç cas desse período ating (1959). livro Tempo Espanhol

cia, es publicou Convergên Em 1970, Murilo Mend ndes nguardistas. Murilo Me um livro de poemas va scís de prosa, como O Di também publicou livro 68), A Idade do Serrote (19 pulo de Emaús (1944), r, em liedro (1972). Ao morre Livro de memórias e Po várias obras. Lisboa, deixou inéditas

37


ANOTAÇÕES


39


40


Felim | Book A5