Issuu on Google+


Blur é um projeto com uma forte vertente social, uma vez que aborda o Síndrome de Usher que se traduz numa doença hereditária que provoca surdo-cegueira. O projeto consiste numa exposição portátil e mutável, onde se explora e se dá origem a narrativas diversas. A experiência é partilhável com qualquer pessoa, é possível gerir percursos e, acima de tudo, perceber o que é viver com Síndrome de Usher. A mochila, fácil de usar e de transportar, pode-se levar para qualquer local. Parte da experiência reside no uso de um par de óculos, que simulam a visão de alguém que sofre de Síndrome de Usher; uns tampões para os ouvidos que impedem de ouvir o mundo; um conjunto de fotografias de fácil exposição para colocar em qualquer superfície. O objetivo de Blur é tornar real e consciente esta condição, tornando este exercício exploratório em algo criativo e empático.


P R OJ E TO D E S E N VO LV I D O N O Â M B I TO DA U N I D A D E C U R R I C U L A R D E M U LT I M É D I A , P O R B E N E D I TA L E ÃO, DA N I E L FA R I A , INÊS GOMES E LUISA GOMES.



Blur