Page 1

Edição no 8 – abril 2012

A GALOPE

Recordar é viver

Peixinho relembra os melhores momentos de sua vida MUITA DISPUTA NAS duas ETAPAS DA INÉDITA COPA SANTO AMARO DE ADESTRAMENTO

JOSÉ ROBERTO REYNOSO

RUMO A LONDRES! Casarão volta às origens totalmente restaurado Cocheiras da Vila Hípica reformadas Novo site do Clube é moderno e fácil de navegar

XV Copa Santo Amaro

Vitor Alves Teixeira e o jovem Kitaro Baldaia são destaques das duas primeiras etapas


E

m um ano de Olimpíadas, aumenta a visibilidade dos esportes hípicos e estamos fazendo a nossa parte promovendo diversos concursos no Clube. Por falar em Olimpíadas, José Roberto Reynoso Fernandez Filho venceu as três observatórias olímpicas realizadas no Brasil entre março e abril, e agora segue para a Europa em busca da vaga na equipe brasileira de salto. O Torneio de Verão deu a largada, e já se iniciaram a tradicional Copa Santo Amaro, que chega à sua 15ª edição, e a inédita Copa Santo Amaro de Adestramento. Provas na Escola de Equitação também agitam os nossos jovens cavaleiros. Repetindo o grande feito do Torneio de Verão, Kitaro Baldaia Bemfica foi o grande destaque da I Etapa da Copa Santo Amaro. É com muita honra que recebemos este jovem talento brasiliense em nossas pistas diariamente. Vamos acompanhar sua trajetória, pois temos certeza que trará para o Brasil muitas vitórias. Na II Etapa, Vitor Alves Teixeira vence com belíssima participação na série 1,40m. É também com muita honra e alegria que entregamos o “novo” Casarão para os santamarenses. Este local ímpar do CHSA retoma suas características arquitetônicas e ainda recebe um grande projeto de decoração de interiores, o que valorizará este recanto preferido de nossos associados, estando agora mais aconchegante para as pessoas e para a realização de eventos. Outra importante obra na infraestrutura do Clube é a reforma que está sendo realizada nas cocheiras da Vila Hípica Velha. Nas páginas desta edição, os associados poderão checar em um infográfico o que está sendo feito e a ordem que as cocheiras serão reformadas. E, por fim, o novo site do CHSA está no ar com muitas novidades, dentre elas a página exclusiva para o acessar e acompanhar suas despesas. Tudo isto é uma pequena parcela dos projetos que estão em andamento para melhorar os serviços e para valorizar o Clube, um patrimônio que é de todos. Boa leitura!

Conselho Diretor

Erratas edição nº 7:

Foto acervo pessoal/hipics

Editorial

José Roberto Reynoso Fernandez Filho, rumo às Olimpíadas de Londres

Índice

3.

Esportes: observatórias olímpicas têm as cores santamarenses

4.

Esportes: I e II Etapas da Copa Santo Amaro 2012 e Copa Indoor

9.

Área Social: tudo novo! Novo Casarão! Novo site! É o CHSA cada dia melhor para os sócios!

CHSA inova e lança 12. Esportes: a Copa Santo Amaro de Adestramento É Viver: Peixinho 16. Recordar relembra os grandes momentos de sua vida

19. Turismo: um guia para passear em Londres durante as Olimpíadas

20. Infraestrutura: um grande projeto

de melhorias nas cocheiras da Vila Hípica Velha

Animal: continuidade do 22. Saúde projeto de medidas profiláticas e

Na foto da página 8, o nome correto do filho de Sandra Smith é Ricardo. O nome correto é Francisco José Mari, e não Francisco Mari Junior como está grafado à página 20. Jornalista responsável: Deborah Peleias | Redação e revisão: Érica Fernandes | Estagiária de jornalismo: Michaella Frasson | Projeto gráfico: Cibele Cipola e Luiz Marques | Impressão: Gráfica Mundo

2

Santo Amaro a Galope

treinamento de funcionários


Foto Duilio Tupa Vídeo

Esportes

José Roberto Reynoso Fernandez Filho

se aproxima das

Olimpíadas de Londres

C

om três extraordinárias participações nas observatórias olímpicas realizadas no Brasil em 4 de março, durante o XXIV Torneio de Verão, em 11 de março, na Sociedade Hípica Paranaense, em Curitiba, e em 14 de abril, no Oi Brasil Horse Show Tour, no Rio de Janeiro, o cavaleiro santamarense José Roberto Reynoso Fernandez Filho deu mais um passo rumo à conquista da vaga olímpica na equipe brasileira de salto. Montando Maestro St. Lois Sanol Dog Protécnica apenas há poucos meses, José Roberto obteve as melhores performances de seu cavalo, mostrando a extraordinária sintonia do conjunto. O cavaleiro diz que isso é resultado da experiência de Maestro em concursos internacionais. “Estou com Maestro desde o final de 2011, mas só entrei em competição com ele neste ano, no Torneio de Verão. Ele é um cavalo com muito potencial e experiente em provas internacionais – como o Campeonato Europeu que ele saltou em setembro de 2011 – e este é um fator muito importante para o conjunto. Contar com um cavalo experiente e um treinamento diário com seis a oito cavalos faz a diferença”, destaca José Roberto. José Roberto está se preparando forte, seguindo as instruções do técnico da equipe brasileira de salto. “O importante é deixar o cavalo em uma crescente para se atingir o pico na época da competição, e isso não é fácil, principalmente quando se disputa uma vaga. O cavalo é um atleta e não se consegue o máximo dele a toda hora. Jean Maurice Bonneau, que já treinou várias equipes e cavaleiros importantes, está me instruindo para que o Maestro e eu estejamos na melhor forma se eventualmente formos fazer parte da equipe olímpica”, detalha. Após conquistar a terceira observatória, José Roberto declarou que sua expectativa agora é ir para a Europa fazer uma temporada de três meses e conquistar a vaga na equipe brasileira. “Claro que o mais importante é poder ir para aprender e trazer esta experiência depois para o Brasil. O Maestro tem experiência em provas na Europa, por Portugal, e ter vencido as três etapas da observatória

José Roberto Reynoso em um de seus saltos espetaculares durante o Oi Brasil Horse Show Tour.

com ele mostra que fizemos uma boa aquisição. Agradeço a todos os meus investidores pela oportunidade.” A disputa está acirrada, mas o cavaleiro do CHSA confia na sua boa fase. “Participar de uma equipe olímpica é o sonho de qualquer cavaleiro. Existem muitos brasileiros que treinam no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa com condições de integrar a equipe brasileira que irá para Londres. E existe uma comissão técnica para avaliar quais conjuntos estarão mais aptos a participar naquele momento”, finaliza. Apesar disso, a torcida de todo o CHSA é para José Roberto, afinal, ele é um dos principais cavaleiros do cenário atual e tem como uma das suas principais características a capacidade de adaptação aos diversos tipos de cavalos, uma apurada e refinada técnica e uma imensa vontade de vencer. Força, José Roberto, estamos com você rumo às Olimpíadas de Londres! Santo Amaro a Galope

3


Esportes

Foto Duilio Tupa Vídeo

Revelação do Torneio de Verão 2012, o brasiliense Kitaro Baldaia confirma a excelente fase e é o destaque da I Etapa da Copa Santo Amaro.

Emoção e competência I e II Etapas da XV Copa Santo Amaro

U

 dos mais tradicionais campeonatos de m salto do Brasil, a Copa Santo Amaro 2012 abriu as competições em 24 de março com 620 conjuntos inscritos em sua I Etapa. Realizada em 14 e 15 de abril, a II Etapa repetiu o sucesso da primeira, e como já é de costume, o show dos conjuntos marcou mais um fim de semana do CHSA, e os santamarenses novamente subiram nas principais colocações do pódio, dando ao concurso muito mais emoção.

categoria Master não teve para ninguém e só deu CHSA. As séries mais fortes, 1,30m e 1,40m, reservaram os melhores momentos da I Etapa da Copa Santo Amaro. Na disputa pela série 1,40m mais uma vez os talentos de Santo Amaro se sobressaíram e brilharam nas três primeiras colocações: na série AB, com Kitaro Baldaia Bemfica, com Kanonikus, Matheus Ferreira Correa, com Climax, e Pedro Henrique A. Távora, com Rhea Climber.

I Etapa

II Etapa

A cada ano, a Copa Santo Amaro traz muitas alegrias e surpresas. E neste ano, a participação dos jovens talentos tem demonstrado o forte trabalho que desenvolvem, com apuro de técnica e desenvoltura no salto. Esta constatação pôde ser conferida nas séries 0,40m e 0,80m categoria Iniciante, e nas séries 1,00m Jovem Cavaleiro e AB e 1,10m Pré-Mirim, com as cores santamarenses brilhando em todos os pódios. A série 1,20m, categoria Jovem Cavaleiro, também contou com muita emoção nas disputas e na 4

Santo Amaro a Galope

Repetindo o sucesso da primeira etapa, na II Etapa da tradicionalíssima Copa Santo Amaro, realizada em 14 e 15 de abril, os santamarenses outra vez conquistaram as melhores posições dos pódios em todas as séries. Na série 0,40m – Iniciante, só deu as cores de Santo Amaro: Juliana Sales Amaral de Almeida, com Figurinha, Francis Berl, com Conquista, Maria Pucci, com Keops, David Lisboa, com Estrela, representando a Escola de Equitação, e Juliana Aguiar, com Carisma Império Egípcio, ocuparam os cinco degraus do pódio.


A série 1,10m – Master A também repetiu a hegemonia dos atletas santamarenses. Nas duas primeiras colocações ficaram Andrea Mendes Teixeira, com Zambo, e Emyr Diniz Costa Junior, com Enadine Tok; Andrea, com Commandante, ficou inclusive com o quarto lugar, seguida por Itsumi Kato, com Zero Zero em quinto. Na categoria Aberta não teve para ninguém, as seis colocações do pódio foram santamarenses. Do primeiro ao sexto lugares estiveram respectivamente: Luiz Carlos da Costa Mata, com Sachim, Fábio de Siqueira Rodarte, com Pirolos Jmen, Fábio de Siqueira Rodarte, com Wilosa, Luiz Gustavo Ferreira, com Sta Rosa Elegido, Luiz Carlos da Costa Mata, com Portozuelo Jmen, e Leandro Serrano Giunchetti, com Rawina Jmen. Na série 1,10m – Jovem Cavaleiro A, a jovem amazona Yasmin Carmona, com Santa Fé Método Lukarmona Sports, conquistou o segundo lugar, seguida de Anna Bárbara Fortunato, com Philis Doanjo, Renan Ferreira, com Play Flower I Jmen, e Vanessa Wasserman, com WS Kandanora Z. Alexia Wunderlich Ramos da Silva, com Avant Guard, Clara Berta Borges da Gama, com Lady Leila, e Karen Boos Pegler, com Alabama, ocuparam as três primeiras colocações na série 1,10m – Pré-Mirim e mostraram que têm um grande futuro pela frente. Na série 1,20m – Amador, Daniel de Andrade, com VDL Wogena, ficou com o primeiro lugar e Ana Eliza Aguiar Ramos ocupou do quarto ao sexto lugares no

Fotos Duilio Tupa Vídeo

Já na série 0,60m – Iniciante Raphael Motesano Mari, com Godiva Sanol Dog, representou o CHSA na quinta posição; na série 0,80/0,90m – Iniciante foi a vez de Julia Russi Abduch, com Alquimista Salto e Sela, representar a Escola de Equitação com o segundo lugar, seguida de Marcelo Gozzi, com Bravio, e Denis Demanche, com Original da Lagoa, nos terceiro e quarto lugares. Nesta série, categoria Aberta, Rebeca Dortas, com Passion, ficou com o quarto lugar, seguida por Fábio de Siqueira Rodarte, com Otacilio AS, e Felipe Camara Tognato, com Zabawa JT. Representando a Escola do Clube, a jovem amazona Vittoria Mickenhagen, com MC Vitoria Lutz, fez muito bonito na série 1,00m, conquistando o primeiro lugar na categoria Jovem Cavaleiro B. Aline Vanessa Zamboni, com Rainmaker, ficou com a terceira posição. Na categoria aberta desta série, os santamarenses ocuparam o primeiro lugar, Rafael Mariante Ramos da Silva com Shiva, terceiro, Fábio de Siqueira Rodarte, com Shena Itapuã, quarto, Bruno de Lucca, com Vida, e quinto, Pedro Henrique Arantes Tavora de Matos, com Explosão Climber. Na categoria Amador, o CHSA esteve representado por Claudia Alves, com Wenella, em primeiro lugar; Marcelo Dariento, com Chacros, em terceiro; Isabel Mangabeira Albernaz, com Dino Boy, em quarto; Mariana Moraes de Barros, com Bocanero, em quinto; e em sexto lugar, Samantha Sutherland, com My Choice Xango.

Ricardo Monteiro da Luz conquista o primeiro lugar na série 1,30m, categoria AB. Santo Amaro a Galope

5


cardo Guida Fernandes, com Astor, em quinto. O primeiro lugar da categoria Jovem Cavaleiro Top, da série 1,30m, ficou com a amazona Isabela Martinez Virgilio, montando Gaia Joter, seguida por Rafael Rodrigues Moderno, com Joshua Tok, tendo ainda Gustavo Salvestrini Cunha, com Quality, em quinto e Emyr Diniz Costa Neto, com Burggirl DC, em sexto. As séries mais fortes mostraram a determinação dos cavaleiros e amazonas pelos melhores saltos e as performances levantaram o público. Na série 1,30 m – Aberta, Kitaro Baldaia Bemfinca, com Contendro, fez bonito e levou o primeiro lugar, e também dividiu o terceiro lugar com Vitor Alves Teixeira, montando ST Lautent IE e Andorra Z Império Egípcio, além de ocupar a sexta posição, com Penny Fly Jmen. O grande vencedor da II Etapa da Copa Santo Amaro foi Vitor Alves Teixeira, que saltou a série 1,40m – Aberta com Alcazar Império Egípcio, seguido por Mário Appel, com WFH Rivoli de Lompre Bom Sabor. Kitaro Baldaia Bemfica e Kanonikus dividiram o terceiro lugar com Vitor Alves Teixeira, com Cote D’or, e Bruno de Lucca, com Quick Corrado Z. Em sexto lugar, o santamarense Rafael Mariante Ramos da Silva, com Ulrike, completou o pódio, que teve as cores santamarenses do primeiro ao sexto lugares. Um show de talento e muitas disputas acontecerão a cada etapa da XV Copa Santo Amaro durante todo o ano. Acompanhe pelo site do CHSA (www.chsa.com.br) as datas e os resultados das provas.

Foto Duilio Tupa Vídeo

pódio, montando Jumbo Império Egípcio, Kaelle Império Egípcio e ST Laurent Império Egípcio. Na categoria Aberta, Vitor Alves Teixeira saltou com Jumbo Império Egípcio, e ficou com o primeiro lugar e com Lara Império Egípcio, o quarto. Luiz Gustavo Ferreira, com Nativa da Lagoa, ficou na terceira colocação, seguido pelo jovem talento brasiliense Kitaro Baldaia Bemfica, saltando com Torino Instituto da Visão, e Pedro Henrique Tavora de Matos, com Valdorf Jmen, respectivamente na quinta e sexta colocações. Na categoria Mirim da série 1,20m, a amazona Isabela Piovesan Dall’Oglio conquistou o primeiro e segundo lugares montando, respectivamente, Naranco e Quick Time, e na categoria Jovem Cavaleiro o conjunto Claudio Luis de Melo Pereira/Icaro Exponencial se destacou com a primeira colocação. Isabela Martinez Vergilio, com Gaia Joter, conquistou o segundo lugar, Yasmin Carmona, com Horacio Jmen Lukarmona Sports, em quarto, e Isabela Martinez Vergilio, com Unforgetable Pioneiro, em sexto. Na categoria Master da série 1,20 m o campeão foi o santamarense Armando Petrone montando Cheque Mate, seguido de Alexandre Silva e Silva, com WS Kzar Itapuã, e Luis Frias, com Monsoon, no segundo e terceiro lugares. Já na série 1,30 m – Amador Top, a disputa entre o CHSA e Sociedade Hípica Paulista foi bem acirrada, e deu CHSA nas principais colocações, com Ana Eliza Aguiar Ramos, saltando com SL Stylo Império Egípcio, em primeiro lugar, e em terceiro com Torlando Império Egípcio, e Ri-

6

Santo Amaro a Galope

Vitor Alves Teixeira faz uma excelente apresentação e é o grande campeão da II Etapa.


RGJ - Eventos e Locações Ltda. Fornecedor de maravalha e locação de baias e coberturas

Presente nos eventos de todo o Brasil Fotos Silvia Milani

Telefones 11 5524 1725 e 11 8434 0236 E-mail rgjltda@uol.com.br

Santo Amaro a Galope

7


Em 2012, muitas novidades estão acontecendo no Clube, e a Copa Indoor é uma delas. Realizada no Picadeiro Coberto de Salto em 24 de março, a I Etapa da Copa Indoor foi uma grata surpresa e contou com a participação de 55 conjuntos amadores, que fizeram do evento uma ótima oportunidade para treinar suas habilidades para futuros concursos. Com um grande público de associados e familiares, a primeira etapa serviu como laboratório para a realização de outras copas deste tipo. E, pelo o que se viu, a modalidade promete! Além de ter sido muito bem-organizada e elogiada pelo público, os conjuntos foram responsáveis por um belo espetáculo. Aguarde a divulgação da data da II Etapa da Copa Indoor do CHSA e confira na próxima página os resultados completos. Prova 1,00m – OM 1o Livia Descio/For Gold – CHSA 2o Fábio de Siqueira Rodarte/Harry Potter BPC Logística – CHSA 3o Fábio de Siqueira Rodarte/New Time – CHSA

Fotos Acervo CHSA

Copa Indoor de Salto: mais uma atração no CHSA

Acima, Matheus Correia com Livia Descio e, abaixo, Gisele Sydow, Alexandre Barbosa e Jacinto Tognato.

Prova 1,00m – AM 1o Euripedes Constantino Miguel Filho/Silverado – CHSA 2o Jacinto Tognato/Mister Boon JT – CHSA 3o Alexandre Barbosa/Stich – CHSA Prova 1,10m – OM 1o Fábio de Siqueira Rodarte/Wilosa – CHSA 2o Karen Boos Pegler/Alabama – CHSA 3o Roberta Motin/Wildfire – SHP Prova 1,20m – OM 1o Claudio Luis de Melo Pereira/Ícaro Exponencial – CHSA 2o Letícia Falsi/Highlander Jmen – CHSA 3o Kitaro Baldaia Bemfica/Calenium Jmen – CHSA Prova 1,30m – OM 1o Kitaro Baldaia Bemfica/Calenium Jmen – CHSA 2o Emyr Diniz Costa Neto/Burggirl DC – CHSA 3o Giancarlo Aquino/Gama Catier – SHP Veja o resultado completo no site do CHSA: www.chsa.com.br. Matheus Correia com Renan Ferreira. 8

Santo Amaro a Galope


Área Social

Tudo novo!

Novo Casarão! Novo Site!

É o CHSA cada dia melhor para os sócios!

Foto Acervo CHSA Foto Lydia Mourão

Decoração de interiores: além de todo reformado, o Casarão está recebendo uma decoração especial, que deixará os ambientes ainda mais aconchegantes.

recebeu uma bela moldura de granito e a sala do Conselho foi climatizada. O piso hidráulico (ladrilhos especiais fabricados de forma artesanal um a um) dos banheiros foi completamente substituído, as instalações hidráulicas foram revisadas e a parte elétrica foi trocada para se adequar à demanda dos eventos, quando se tem um uso maior de energia elétrica. A cozinha do Casarão também passou por renovação, recebendo novos equipamentos como fogão, coifa e bancadas de inox, além de uma nova iluminação e tomadas adequadas à demanda dos equipamentos utilizados. O Business Center foi reestruturado e recebeu uma nova instalação elétrica, foram colocados pisos em porcelanato, ar-condicionado, novo mobiliário, cortinas black out e foram adquiridos novos equipamentos para projeção. Todas estas melhorias o deixaram com uma nova e moderna ambientação para reuniões. E para finalizar a reforma, a varanda do Casarão receberá convidativos lounges, para que os associados tenham mais um local agradável para relaxar.

Foto Acervo CHSA

U

m dos lugares mais queridos e mais cheios de histórias do CHSA, o Casarão foi totalmente restaurado e sua beleza original recuperada, ficando muito mais bonito, mais aconchegante e perfeito para receber os santamarenses e seus convidados. Uma nova pintura, nova iluminação e nova decoração contemplaram todos os ambientes do Casarão além do piso de madeira ser totalmente recuperado, assim como portas, batentes e caixilhos. A lareira


Neste link, o associado acessa sua conta para acompanhar suas despesas e extrato financeiro.

Os resultados dos principais torneios de hipismo são destaques na home do site do CHSA.

Nesta página, o internauta “passeia” pelas áreas do Clube por meio de belíssimas fotos.

Você pode conferir os Calendários, Ordem de Entrada e Resultados dos Concusos Hípicos de Salto, Adestramento e Volteio.

Os veículos de comunicação do CHSA estão disponíveis para leitura on-line.

O novo layout do site é moderno, dinâmico e inteligente. O conteúdo manterá os associados informados de tudo o que acontece dentro e fora do CHSA.

Novo site do CHSA: mais moderno e interativo Visando a transparência da administração, o CHSA está investindo na comunicação com seus associados com o objetivo de manter todos informados sobre as ações da diretoria e os investimentos em melhorias. E, fazendo parte do projeto de comunicação, um novo site do CHSA entrou no ar em abril. Totalmente reformulado, com novo layout, muito mais moderno e interativo, no novo site o internauta encontra notícias sobre tudo o que está acontecendo no Clube, e no mundo hípico em novas seções: Torneios, Mundo do Hipismo, Escola de Equitação, SAAG Online, Revista Eletrônica e Fale Conosco, reservado para sugestões e criticas. Em uma área exclusiva, “Sua conta”, os sócios poderão acessar extrato das suas despesas. Desta forma, o associado poderá analisar e conferir seus

10

Santo Amaro a Galope

gastos eletronicamente e depois tirar suas dúvidas junto à secretária. Acesse www.chsa.com.br e confira todas estas novidades!

a no Como ACESSAR sua cont

site do CHSA

ociado, o novo site terá Para facilitar o cotidiano do ass ta e débitos financeiros uma ferramenta de acesso à con a ferramenta, entre no site com o Clube. Para acessar est ”. Você será direcionado e clique no botão “SUA CONTA ário e senha (“usuário” é a uma página solicitando usu a “senha” é o número do o número do título de sócio e meira letra do seu nome). título de sócio precedido da pri didas de seguraça, Após o primeiro acesso, por me troque a sua senha. es na página de CHSADepois de inserir as informaçõ sso às informações de sua -LOGIN, o associado terá ace ação de e-mail e impressão conta, troca de senha, atualiz do extrato financeiro.


Foco na qualidade de vida da melhor idade Da esquerda para a direita: Christine Pomerantzeff, Gabriel Assouline, Rô Lobão (professora do CHSA), Marina Pitt, Sophia von Podewils, Katharina von Podewils e Sylvie Depalle.

Gestão de pessoas no CHSA Envolvendo todos os setores do Clube – Administração, Vila Hípica, Escola de Equitação, Restaurante, Manutenção e Departamentos de Esporte –, está em implantação o Programa de Integração Horizontal, que tem por objetivo a otimização dos procedimentos entre as áreas. Além disso, está sendo realizado um levantamento de processos que possibilitará um melhor direcionamento das funções de cada funcionário. Com estas ações na preparação de pessoas e na melhoria dos processos, a Diretoria do CHSA tem como foco melhorar os resultados e serviços para os associados e para as equipes de colaboradores.

Jogos de tênis agitam as quadras do CHSA Iniciando a temporada de 2012, o Departamento de Tênis realizou o Torneio de Verão de Tênis, campeonato interno de simples feminino e masculino cujas disputas aconteceram respectivamente em 24 e 25 de março e 30 de março e 1º de abril. Os tenistas do CHSA começaram o ano com muita disposição e defenderão com garra as cores santamarenses nas disputas da Acesc deste ano.

Fotos Acervo CHSA

Desde março, o CHSA disponibiliza o Programa de Qualidade de Vida para a Terceira Idade, indicado para quem tem idade acima de 60 anos. As atividades são realizadas das 9h às 10h, às terças e quintas-feiras (exceto em feriados), e comandadas pela professora Nathalia Ushinohama. O programa também está aberto para familiares dos associados, como pais, tios e irmãos. Inscrições na Secretaria do CHSA.

Os vencedores do torneio masculino: o vice-campeão Dan Assouline, à esquerda, e o campeão Robert Eisenbraun.

Os resultados finais das etapas feminino e masculino foram: resultado feminino – 1. Christine Pomerantzeff; 2. Marina Pitt; 3. Katharina von Podewils; 4. Sylvie Depalle; resultado masculino – 1. Robert Eisenbraun; 2. Dan Assouline

Pista de Adestramento revitalizada A Pista Oficial de Adestramento receberá um projeto de revitalização e ficará muito mais agradável para os associados e convidados. Novas coberturas das arquibancadas e um lounge, com sofás, bancos, cadeiras e mesas, fazem parte deste projeto.

PLANTA LAYOUT

,30

3

ESC. 1:100

PORTAS PIVOTANTES COM MOLDURA EM MADEIRA EUCALIPTO E VIDRO

8,00

TESOURA TELHADO

PILAR EM MADEIRA EUCALIPTO ,30

BAN

PISO EM CIMENTO QUEIMADO

4

CO

,30

• • • •• • • • • • • • • • • •

PISTA

A ARQUIBANCADA EXISTENTE

BANCO EM MADEIRA EUCALIPTO

2 TESOURA TELHADO

A 9,00

• • • •• • • • • • • • • • • • PAREDE EM PEDRA OU TIJOLO

PEDRISCO

,30

BANCADA EM CIMENTO QUEIMADO

1

Acima, planta baixa do projeto de revitalização da Pista Oficial de Adestramento. Santo Amaro a Galope

11


Esportes

CHSA

inova com a Copa Santo Amaro de Adestramento

O Da esquerda para a direita, as juízas Sabine Bilton, Natacha Waddell, Rosalind Flosi de Vasconcellos Macedo e Claudia Moreira de Mesquita.

s conjuntos de adestramento agora têm seu próprio holofote no CHSA. A novidade chamou a atenção do público, que prestigiou o começo de mais este capítulo da história de fomento ao esporte do CHSA, com a realização das duas primeiras etapas, respectivamente em 17 de março e 14 de abril. E os participantes da I Copa Santo Amaro de Adestramento fizeram jus à inovação e mostraram que talento é o que não falta para estes conjuntos, que exibiram belas apresentações!

I Etapa

Fotos Chris Morais / camerahipismo.com.br

Acima, a juíza Sabine Bilton com o cavaleiro Bruno de Certaines.

Da esquerda para a direita: Solange Neves, Isabela do Vale e Chris Morais. 12

Santo Amaro a Galope

A primeira etapa foi julgada por Sabine Bilton, Natacha Waddell, Claudia Moreira de Mesquita e Rosalind Flosi de Vasconcellos Macedo, e as cores santamarenses marcaram forte presença em todos os pódios. Nas séries Preliminar, destaque para Dimitria Fazla, com Celbidas, e Sophia Fries, com Zafir, ocupando as duas primeiras colocações, respectivamente, na categoria Mirim; Márcia Brandão, com Amara, Fabiana Maroni, com Açafrão VO, e Sophie von Podewils, com Beethoven, foram as três primeiras colocadas na categoria Amador; e Paulo Fogli, com Manhasco, foi o destaque na categoria Profissional. Antonio Victor Marcari foi o grande vencedor da série Média II Júnior, nos dois primeiros lugares com Zodiac e Nilo VO, respectivamente. Na categoria Amador, o primeiro lugar foi de Moacyr Roberto F. Castanho, com Soberbo do Top. Na série Forte I Jovens Cavaleiros, João Victor Marcari Oliva, com Porgual, ficou com o primeiro lugar, e na categoria Profissional, Bruno de Certaines, com Finesse, levou a primeira colocação. As cores de Santo Amaro também estiveram nos lugares mais altos do pódio, com Chris Morais, com BMW QH Aeronic Climber Autostar Câmera Hipismo, no segundo e quarto lugares, e Solange Neves da Silva, com Nougaret, em terceiro.


Fotos Sílvia Milani

À esquerda, Antônio Victor Marcari Oliva com capitão Camargo. Acima, da esquerda para a direita, Anton Paul Mielke, Marc Bourdon e Maya Mielke.

II Etapa A II Etapa aconteceu em 14 de abril e novamente os melhores cavaleiros e amazonas se reuniram na Pista Oficial do Clube para mostrar que a modalidade está cada vez mais forte. O corpo de jurados foi formado por Sabine Bilton, Sônia Hanssen e pelo capitão Márcio Navarro de Camargo e mais uma vez os atletas santamarenses confirmaram sua hegemonia. Na série Elementar, a amazona Anice Nascimento, com Aldisney da Essência, conquistou o terceiro lugar e na série Forte I Jovem Cavaleiro, João Victor Marcari Oliva, com Portugal, confirma o mérito de ser Troféu Eficiência com a primeira colocação, e Micheline Schulze, com Wistrelle, foi a melhor na série Forte I. Os alunos da Escola de Equitação do CHSA também fizeram bonito, com destaque para Marc Bourdon, com Furor do SS, Maya Melke, com Décimo,

Moacyr Roberto Farto Castanho com capitão Camargo.

Anton Mielke, com Duarte, e Emma Koch, com Décimo, na série Iniciante. Com Black Jack, Ricardo Nardy Silva foi o grande vencedor da série Média I e Antonio Victor Marcari Oliva, com Zodiac, na Média II Júnior. Na série Média II Amador, novamente só deu CHSA: Perola Wasserman, com WS Caquel Aristocrata, seguida de Moacyr Roberto F. Castanho, com Soberbo do Top, e Anice Nascimento, com Jutta das Cataratas, e na série Média II Profissional, Micheline Schulze ficou com o primeiro e segundo lugares, respectivamente com Bocca e Matisse, seguida de Ricardo Nardy Silva, com Absoluto dos Diamantes. Também na série Preliminar Amador predominaram as cores santamarenses, com Alexandra Brochen, com Brian, Sílvia Milani, com SL Savant II, Jacinto Tognato, com Sheik JT, Alexandre Silva e Silva, com WS Czar Itapuã, Manfred Feig, com Ufano HM, Márcia Brandão, com Amara, e Sophie von Podewils, com Beethoven. Na Profissional, destaque para o santamarense Paulo Flogli, com Manhasco e Afrodite HM nos segundo e terceiro lugares respectivamente. Finalizando as boas participações do Clube na II Etapa da Copa Santo Amaro de Adestramento, Sophia Fries, com Zafir, e Dimitria Fazla, com Celbidas, ocuparam o segundo e terceiro lugares da série Preliminar Mirim. Em maio, acontecem mais duas etapas da Copa Santo Amaro de Adestramento: III Etapa no dia 5 e a IV no dia 26. Veja os resultados completos das duas primeiras etapas no site do CHSA: www.chsa.com.br. Santo Amaro a Galope

13


Copa de Equitação Terapêutica

Fotos Acervo CHSA

O Clube realiza a terceira edição de sua Copa de Equitação Terapêutica, cujas edições de 2011 fizeram muito sucesso. A III Copa de Equitação Terapêutica acontece em 2 de junho, e todos estão convidados a prestigiar os resultados deste importante trabalho de reabilitação que o CHSA e outras entidades desenvolvem com as pessoas com dificuldades motoras e psicossociais.

Grandes apresentações na I Prova Interna da Escola Os alunos da Escola de Equitação do CHSA brilharam na I Prova Interna de 2012, realizada em 24 de março. Foram 63 conjuntos participantes das provas, mostrando que a vontade e o talento para as grandes conquistas já fazem parte da vida destes jovens cavaleiros e amazonas. O show dos conjuntos foi prestigiado pelos convidados, que aplaudiram com entusiasmo as apresentações que se iniciaram com os competidores do Pônei Clube, que teve a vitória de Bruno Araújo Santos. No nível Principiante, o primeiro lugar ficou com Yasmin Sakihara Rodrigues, seguida por João De Souza Azambuja, em segundo, e Bettany Gardner em terceiro. No pódio do nível Elementar estiveram Hannah Koch, em primeiro, Amanda Amaral Vicentini, em segundo, e Emma Koch, em terceiro lugar. Na prova de salto, categoria 0,40m, o conjunto Juliana Amaral e Figurinha chegou na primeira colocação, com Daniela Tamer e Querubim em segundo, Maria Eduarda Carvalhais e Estrela em terceiro, Erell Jaouen e Nail em quarto e Gaelle Brault e Estrela em quinto lugar. O pódio da categoria 0,60m foi formado por Marcelo Gozzi em primeiro, Letícia dos Santos Wietzycoski em segundo e Amanda Witzke Marajá em terceiro, Michaela Gaiolo em quarto e Sophia Badaró Silvério na quinta colocação. Já nos principais locais do pódio da categoria 0,80/0,90m estiveram Bianca Marenco, na primeira posição, seguida por Julia Abduch e Amanda Civitela, na segunda e terceira posições. A II Prova Interna da Escola de Equitação do CHSA acontece em 16 de junho para os níveis Pônei Clube, Principiante, Elementar e Adestramento. Neste dia também será realizada a I Prova Interna de Volteio.

14

Santo Amaro a Galope

Pódios: na foto acima, Michaella Giolo, Amanda Witzki, Marcelo Gozzi, Letícia Wietzvcoski e Sofia Badaró; abaixo: Erell Jaquen, Maria Eduarda Carvalhais, Juliana Amaral, Daniel Tamer, Gaelle Brault e Isabel Govier.

Início da temporada de volteio A temporada oficial do volteio deste ano começou em 15 de abril, na Sociedade Hípica Paulista, reunindo atletas de várias entidades nas disputas de provas em nível nacional e estadual. E os volteadores da Escola de Equitação do CHSA também marcaram presença, ostentando as cores santamarenses e deram um show de talento e destreza. Na sequência, o Clube sediará a II Etapa Regional Metropolitana em 29 de abril. As provas acontecerão na Escola de Equitação e mais uma vez é esperado um grande público para incentivar nossos jovens cavaleiros e amazonas. Santamarenses, anotem as datas para torcer pelo CHSA!


Tel.: (11) 2021-1849

www.nobresmetal.com.br


Recordar É Viver

Um peixe dentro d’água P

edro Fernando Franco, mais conhecido como Peixinho no meio hípico, tem 69 anos de idade e 59 anos de Clube Hípico de Santo Amaro! Nascido no interior paulista, Peixinho chegou em São Paulo por volta dos 10 anos e seu primeiro emprego foi como entregador de jornais. Foi nesta função que conheceu o Clube e que despertou nele a fascinação pelo hipismo. Depois de escrever sua história no salto, hoje ele é professor de equitação no CHSA e nesta entrevista fala do Clube e relembra alguns momentos marcantes de sua vida. SAAG – Conte-nos como conheceu o Clube. Em meados de 1953, ao fazer a entrega de jornais no CHSA, sentei-me na arquibancada para assistir aos treinos de salto do Sr. Roberto Kalil, que montava a égua Negra e o cavalo Zulu, e achei muito interessante aquilo. A partir daí, nunca mais saí do Clube.

Fotos Arquivo Pessoal

Dois momentos ilustres de Peixinho saltando.

SAAG – E foi neste dia que teve o primeiro contato com os cavalos? Foi sim. Quando o Sr. Kalil terminou o treino com a égua Negra me pediu para secá-la, e fui atrás de um pano. Então, ele me chamou e me mostrou como se faz para secar um cavalo: começou a trotar com ela e depois de cinco minutos estava sequinha. SAAG – Quais foram seus primeiros professores de equitação? Meu primeiro professor foi o Major Bruno, e depois foram muitos, inclusive o maior cavaleiro do Brasil de todos os tempos, o lendário coronel Renyldo Ferreira. Naquela época, quem quisesse saltar precisava passar pelas mãos de Francisco Moreno Sanchez. Também montei com Chiquinho, na Hípica Paulista. SAAG – E de onde vem sua paixão pelos cavalos? Para falar a verdade, tinha medo de cavalos e nem chegava perto de um. Nasci em uma fazenda e meu avô e meus irmãos montavam, menos eu. Tenho uma irmã que montava e foi vice-campeã brasileira de adestramento e campeã

16

Santo Amaro a Galope


“Se eu tivesse planejado tudo isto, não teria acontecido. E as coisas aconteceram comigo, assim, naturalmente, elas foram aparecendo na minha frente.”

paulista de adestramento, mas parou de montar por volta dos 16 anos por motivos de saúde. Enfim, na minha família todos eram cavaleiros, e um deles até se formou na Escola de Equitação da Hípica. SAAG – E como foi sua ida para a Europa? As oportunidades foram aparecendo e era para eu ter ido aos Estados Unidos trabalhar os cavalos de uma senhora. Mas resolvi ir para a Europa trabalhar com o Nelson Pessoa, e lá fiquei por 12 anos. Foi nesta época que tive a chance de montar com os melhores professores e me preparar para os mais importantes concursos do mundo. Foi assim que acompanhei a equipe brasileira de salto em três Olimpíadas e quatro Jogos Pan-americanos. Eu era o respaldo da equipe, mas tive a oportunidade de estar nestes grandes eventos esportivos. Rodei a Europa e tive a chance de conhecer vários países e cidades inesquecíveis, como Paris e Tóquio, além da América do Sul também. Os cavalos me levaram a todos estes lugares, que eu jamais imaginei conhecer um dia.

Na foto acima, Peixinho com Itsumi Kato. Abaixo, em pose de galã.

SAAG – E qual o resultado destas experiências? Acredito que tenha sido a bela carreira que construí no meio hípico, tanto que estou aqui até hoje. SAAG – Como é a sua relação com o CHSA? Para mim, não é porque praticamente nasci e fui criado aqui, o CHSA é um dos clubes brasileiros que teve os melhores cavaleiros. E isso é resultado de sua infraestrutura para a prática hípica. Aqui, somos todos grandes amigos e o CHSA é como se fosse a minha casa. SAAG – Em sua carreira como cavaleiro, teve algum cavalo que se sobressaiu? Há cavalos e “cavalos” e um foi excepcional: Complicado. Com ele, fui vice-campeão brasileiro, campeão por equipe, campeão brasileiro de cinco tríplices e ganhei seis grandes prêmios – Pão de Açúcar,

Chevrolet, Marlboro, Porto Alegre, Uruguai, Argentina. Andei com ele pelo mundo afora, mas um dia acabou, tive de sacrificá-lo. E não houve substituto para Complicado. Depois que ele morreu, perdi o entusiasmo pelo salto e comecei a dar aulas de adestramento. Santo Amaro a Galope

17


“Quando ouvi falar da Europa, competição olímpica, não sabia o que era, mas sabia que conheceria e coloquei isso na cabeça. A partir daí, busquei caminhos para chegar até lá e fui galgando todos os degraus para chegar onde queria. Consegui tudo o que queria e parei no auge da minha carreira.”

SAAG – E de onde vem Peixinho? Este apelido é resultado de uma confusão em que me meti. Eu estava com um pouco mais de 10 anos e fui parar em uma delegacia e o Alfredo Godinho Mendes foi me buscar. No dia seguinte, todo mundo no Clube já estava sabendo o que havia ocorrido na noite anterior porque o Alfredo havia falado que tinha ido buscar seu “peixinho” na delegacia. E aí o apelido pegou. SAAG – Todos sabem que você tem muitas histórias para contar. Quais são as mais marcantes de sua vida? Ah, são muitas mesmo. Quando mais jovem, eram as festas que promovíamos no Clube nos fins de semana, e em relação ao hipismo tem duas situações inesquecíveis: uma prova de caça e um jogo de polo. Entrei na prova de caça formando a equipe com o coronel Renyldo e com Alfinete. O coronel me convidou no dia anterior à prova e até disse que ele estava maluco, porque nem roupa adequada eu tinha. Então, emprestamos culote, camisa e bota do pessoal e zeramos a prova e vencemos. No jogo de polo eu substituí o Clóvis (que já faleceu) porque ele havia se machucado. E ganhamos o jogo com um gol que fiz. Até hoje o Roberto Kalil comenta sobre este jogo, e diz que eu o sacaneei...

SAAG – Enquanto professor de equitação, como avalia a nova geração de cavaleiros e amazonas? Para mim, é difícil avaliar porque do meu tempo para cá o hipismo mudou muito, os interesses mudaram muito. Na minha época as pessoas montavam porque gostavam e viviam para o esporte. Mas cito o José Roberto Reynoso Fernandez Filho, filho do Alfinete, que tem técnica para participar de concursos internacionais, e outros talentos são a Camila Benedicto, a Claudia Itajaí e o Doda.

Fotos Arquivo Pessoal

À esquerda, Peixinho nos dias de hoje e, abaixo, ainda garotinho com a família ele é o menor dos dois garotos.

18

Santo Amaro a Galope


Fotos Divulgação

Um tour

Turismo

pelos arredores do palco equestre nas Olimpíadas de Londres

D

e 27 de julho a 12 de agosto, os olhos do mundo estarão voltados para Londres, que sediará as Olimpíadas de 2012. A cidade receberá os mais de 16 mil atletas que competirão em 30 modalidades esportivas. No hipismo, a equipe brasileira contará com dez atletas e o palco das provas hípicas não poderia ser mais belo e famoso: o Parque Greenwich. Localizado na margem sul do Rio Tâmisa, é o mais antigo dos Parques Reais, construído em 1433. Com 74 hectares, é um dos maiores espaços verdes do sudeste de Londres e está na lista de Patrimônios da Unesco desde 1997. Quem for acompanhar os Jogos Olímpicos, em especial as provas equestres, não pode deixar de aproveitar todos os encantos do Parque Greenwich, em cuja colina, bem em seu centro, está o Observatório Real de Greenwich, de 1675, frequentado por ilustres cientistas do passado e onde há a melhor vista do parque. Ali também está localizado o marco do GMT (Greenwich Mean Time), onde passa o meridiano que, por convenção, divide o mundo em Ocidente e Oriente, estabelecendo o marco zero para os fusos horários e para a marcação das longitudes. Além destas atrações, o parque também abriga a Old Royal Naval College (Faculdade Real da Marinha) e o National Maritime Museum (Museu Marítimo). De uma pequena praça, é possível observar o Rio Tâmisa, a Catedral de São Paulo, o antigo Hospital de Greenwich, a Universidade de Greenwich, o Canary Wharf e o Domo do Milênio. No entorno do parque, as atrações são muitas, e incluem o Painted Hall, maior teto pintado da Europa, que tomou 20 anos de trabalho de Sir James Thornhill; o mercado de Greenwich, onde pode-se encontrar de moedas raras a pratos típicos do mundo todo; e o Cutty Sark, um navio comercial do século XIX aberto à visitação. E para relaxar em pleno burburinho de Londres, o turista pode passear de pedalinho no lago dos arredores do Parque Greenwich, apreciar a histórica arquitetura londrina enquanto navega pelo Tâmisa em um catamarã até Westminster, onde está o Parlamento de Londres. Finalizando o tour por Londres, é obrigatória uma visita à London Eye, a famosa roda-gigante localizada às margens do Tâmisa.

A Vila Olímpica terá 11 edifícios e 2.818 apartamentos para hospedar mais de 16 mil atletas e oficiais de 205 países.

Datas das provas • De 28 a 31 de julho: CCE por equipe e individual, adestramento, cross-country e salto. • De 2 a 9 de agosto: adestramento por equipe e individual, salto por equipe e individual.

O Parque Greenwich receberá as competições equestres e de pentatlo moderno, além das provas de adestramento das Paraolimpíadas.

Curiosidades

idade hípica incluída • O salto foi a primeira modal realizados em Paris. nos Jogos Olímpicos de 1900, dalhas de ouro no • 200 atletas disputarão seis me 2. hipismo nas Olimpíadas de 201 olímpico no qual • O hipismo é o único esporte uns contra os outros, homens e mulheres competem ico esporte no qual em igualdade. Também é o ún juntos. homens e animais competem alos devem ter pelo • Nos Jogos Olímpicos, os cav do adestramento menos 8 anos para participar e do CCE, e 9 anos para o salto. E pela primeira • As mulheres disputaram o CC , em 1964. vez nas Olimpíadas de Tóquio


Infraestrutura

Vila Hípica Velha

Um grande projeto de melhorias

Cocheiras a serem reformadas

o Tuc Rua

Cocheiras reformadas

o Tuc

139

Para saber o cronograma da reforma das cocheiras, veja a numeração de 1º a 12º neste infográfico.

153

47 a

4o 1 6

a 14

9a o 93 8 1

8

a 19

o 12 7 a 91 7

2

9

4

0

2

a 16

a 17

155

163

a 17

o

10

o 71 9 1

48

7a3

1o 2

a 19

203

43 a

99 a

3o 1

o 81 7 1

80

a1 o 75 6 1

100

2o 2

110

o 9 11

03 a

5o 1

7

20 05 a

Quarto de ração

06

Veterinária

E mais

Ligação da Sabesp

Após a finalização da ligação do esgoto à rede da Sabesp, os usuários dos pavilhões optarão em canalizar o esgoto dos ba nheiros à rede, ou desativar o mesmo.

Mais conforto aos colaboradores

Encontra-se em fase final a reforma do vestiário masculino dos funcionários . As instalações hidráulica e elétrica foram inte iramente substituídas e as portas e janelas foram trocadas. O local ainda recebeu novos arm ários, chuveiros, louças e metais, e o novo lay out agora proporciona mais conforto aos colab oradores. 20 Santo Amaro a Galope

Protécnica

Quarto de sela

E

Amarrador

s tá em desenvolvimento um grande projeto de reforma das cocheiras da Vila Hípica Velha do CHSA, cujo andamento será feito por ala, finalizando o quadrado interior e, posteriormente, as alas mais externas. A liberação das alas para os associados acontecerá à medida que as baias estiverem prontas, com uma previsão de finalização de seis baias por mês. Além da reforma, a Vila Hípica Velha terá um plano de manutenção contínua, para minimizar os custos e realizar Acima, foto de a manutenção uma cocheira já preventiva. reformada. Foto Acervo CHSA

01 a


Saúde Animal

Controle de pequenos animais no

22

Santo Amaro a Galope

Fotos Acervo Pessoal Foto Arquivo Pessoal

CHSA A equipe de biólogos visitou todas as áreas do CHSA para o desenvolvimento e manutenção do projeto de medidas profiláticas.

pica Treinamento lúdico na VilavenHíção e controle de

Como parte do projeto de pre da Vila Hípica pasgambás, a equipe operacional rente focado na educasou por um treinamento dife ção dos cuidados com ção ambiental e conscientiza os animais silvestres. s pela empresa As atividades foram aplicada fessor e especialista Ludicando, liderada pelo pro m momentos de desMarcus Sartori, e contou co ção e cultura. contração, ludicidade, integra

Fotos Acervo CHSA

O

projeto de aplicação de medidas de prevenção e controle de gambás e pequenos roedores está em pleno andamento no CHSA. O objetivo principal é fazer um diagnóstico para proteger os cavalos do parasita causador da mieloencefalite protozoária equina (EPM), enfermidade conhecida popularmente como “bambeira”, transmitida pelo gambá, bem como de outras doenças que podem acometer os equinos. Em 11 e 25 de fevereiro e 17 de março, as biólogas Michelle Rondon (formada pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, mestre e doutora em parasitologia pela Universidade Estadual de Campinas) e Camila Castillo (formada pela Universidade de São Paulo e mestre em ecologia pela Universidade Estadual de Campinas), responsáveis pelo projeto, visitaram todas as instalações e realizaram medições e marcações nas áreas de bosques no interior do Clube com o objetivo de colher informações e elaborar um diagnóstico ambiental para avaliar quais medidas profiláticas e sanitárias podem ser adotadas para amenizar, controlar e possivelmente evitar a transmissão dos protozoários. Segundo as biólogas, o diagnóstico foi feito por meio de duas metodologias distintas. A primeira delas considerou uma avaliação criteriosa das estruturas de alvenaria do CHSA, como estábulos, galpões e prédios de estocagem, averiguando-se sua suscetibilidade à entrada de pequenos mamíferos nestas construções, o que facilitaria a contaminação da população equestre. A segunda metodologia consistiu em uma entrevista com os tratadores dos animais, bem como com os trabalhadores da manutenção e da vigilância, para avaliar o grau de presença de gambás e roedores nas proximidades das diferentes construções de alvenaria do CHSA. Um relatório desta primeira etapa será entregue ao Clube com os resultados obtidos pela aplicação destas metodologias, juntamente com as medidas, profilática e sanitária, propostas para diminuir a possível contaminação da população equestre local. As biólogas destacam que neste trabalho não haverá mortandade de gambás e roedores, pois as medidas praticadas visam apenas controlar suas populações em um nível que não coloque em risco a saúde dos cavalos.


C.S. SUCATAS

Sucatas Ferrosas Para Fundição Produtos

EQUIPAMENTOS

• • • • • • • • • • • •

• • • • • • • • •

Pacote de Estamparia Estamparia Solta Oxicorte Oxicortado Cavaco de FF Cavaco de Aço Sucata de Abs. Inox Sucata de Cobertura Estamparia Miúda Forjada Sucata de Ferro Fundido

Logística

Pá Carregadeira Máquinas de Eletroímã Máquinas de Garra Maçaricos Tesouras Prensas Prensa Tesouras Tesoura Móvel Peneira

Infraestrutura

Rua Coronel Euclides Machado, 785 Bairro do Limão – São Paulo – SP – CEP 02713-000 Tel: (11) 3933-7700 – Fax: (11) 3933-7701 site: www.cssucatas.com.br – E-mail: cssucatas@cssucatas.com.br

Parceiro do Meio Ambiente


Abril 2012  

Revista do CHSA edição de Abril 2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you