Page 1

26ª edição | Março 2013

Informativo Bellman para Difusão de Tecnologia | bellman.com.br

NOVILHO SUPERPRECOCE COMO ESTRATÉGIA DE PRODUÇÃO PARA SISTEMAS DE CICLO COMPLETO Há anos o pecuarista de corte tem sido estimulado sobre a necessidade da intensificação de sua produção, seja ela cria, recria ou engorda, frente à constante valorização do fator terra, encarecimento dos insumos, mão-de-obra, transporte, competição com produtores estrangeiros, etc. Fatores estes que, somados à pressão sobre os preços do boi gordo e consequentemente também das demais categorias de bovinos contribuem para o achatamento da remuneração e rentabilidade da pecuária de corte. A intensificação de um sistema de produção pode ser definida como a melhoria dos índices zootécnicos, aumento da produção e ganhos em produtividade. Dentre as diversas estratégias envolvidas neste processo de intensificação, a produção do novilho precoce tem se mostrado um importante exemplo para a redução do ciclo de produção da pecuária bovina de corte (Cervieri et al., 2007). Além das questões acima, e absolutamente não menos importante, existe a necessidade de atender a um mercado consumidor cada vez mais exigente, que demanda uma carne de qualidade superior, traduzida em melhor textura, maciez e marmoreiro, que seja saudável, nutritiva e saborosa. Produzir mais “arrobas de boi”, com qualidade superior, em áreas menores e valorizadas, de forma a proporcionar receita compatível ao capital investido, permanecendo competitivo em relação às diversas atividades agropecuárias, torna-se o grande desafio para aqueles pecuaristas convictos de que a bovinocultura de corte eficiente pode ser uma excelente opção de investimento. É neste contexto que surge a opção da produção do novilho superprecoce em sistema pecuário de ciclo completo, como uma estratégia para redução significativa do ciclo de produção por meio do abate de animais jovens, com o objetivo de aumentar a competitividade da atividade com consequente incremento de produção. Dentre as vantagens deste sistema, destacam-se a melhoria da qualidade da carne, aumento do desfrute do rebanho, aumento da produtividade, maior giro de capital e liberação das pastagens para outras categorias (Encarnação & Silva, 1997). A redução da idade de abate é um dos fatores fundamentais para intensificar o sistema de produção de bovinos, ocorrendo redução significativa no consumo de energia no sistema de ciclo completo quando o animal superprecoce é abatido aos 14 meses, e essa energia poupada poderia ser usada para aumentar o número de fêmeas do rebanho de cria (Costa et al., 2002). ARRIGONI ET AL. (2007), afirmam que este sistema de produção constitui um modelo biológico de crescimento intensivo para bovinos, que pode ser utilizado nas condições brasileiras e adotado comercialmente por confinadores que verticalizam a produção (cria, recria e engorda). O novilho superprecoce Novilho superprecoce pode ser definido como aquele animal que logo após o desmame é terminado em confinamento e abatido até os 15 meses de idade com peso de carcaça a partir de 240 kg para machos e 190 kg para fêmeas, com cobertura de gordura mínima de 3 mm (ABNP). De maneira geral este animal é produto do cruzamento entre raças zebuínas e europeias. Vale lembrar que o novilho superprecoce não possui dentes incisivos permanentes, pois o primeiro par aparece, respectivamente, a partir dos 18 e 20 meses de idade para taurinos e zebuínos (Faísca et all, 2002; Pereira, 2004). Tal desempenho é possível porque este sistema explora o crescimento dos animais quando se verifica a melhor eficiência biológica, definida como o ganho em peso vivo em relação ao consumo de energia. A primeira fase de crescimento dos bovinos é a fase de auto-aceleração do crescimento animal, principalmente dos tecidos muscular e ósseo (Cervieri et all, 2007). Nesta fase o crescimento é

acelerado e a eficiência da conversão de energia consumida em ganho de peso é alta. Quando os animais atingem a puberdade inicia-se a deposição de gordura na carcaça. A terminação em confinamento com dieta de alta densidade energética objetiva atingir a plenitude da deposição muscular e o acabamento mínimo de 3 mm de gordura. Metas de desempenho Abate entre 12 e 13 meses de idade (desmama com creep-feeding aos 7 meses) Desmama

Peso de desmama (kg)

GMD (kg/ dia) Fase de Cria

Terminação Confinamento (PF em kg)

Peso Final @

GMD (kg/ dia) Terminação

Machos

230

0,930

450

16,5

1,5

Fêmeas

190

0,810

400

14

1,2

Obs.: Existindo indicativos de que os animais não atingirão os pesos acima,devido a fatores maternos ou expressão genética inferior, por exemplo estes poderão passar por um período de recria a pasto + concentrado protéico-energético por 60 dias após o desmame. Manejo nutricional Na fase de cria os bezerros devem ser suplementados em creepfeeding (0,8% do peso vivo), a partir de 60 dias de idade, por meio de concentrado protéico-energético com PB e NDT em torno de 22% e 62% respectivamente. A suplementação disponível desde as primeiras semanas de vida do animal estimula o consumo e o desenvolvimento ruminal, com benefícios para toda a vida do bezerro.Para garantir o consumo por todos os animais do lote, recomenda-se o espaçamento de cocho entre 20 e 30 cm lineares por bezerro. A terminação em confinamento deve ter a duração de aproximadamente 150 dias, com dieta de alta inclusão de alimentos concentrados, com PB (MS) entre 14 e 15% e NDT (MS) entre 75 a 80%, adicionada de núcleo mineral com vitaminas e aditivos ionóforo e probiótico. O consumo esperado da dieta (MS) pelos animais é entre 2,3 e 2,5% do PC (peso corporal) fracionados em 3 a 5 tratamentos por dia. É sempre importante lembrar a importância da disponibilidade de água aos animais, a qual deve ser de boa qualidade. Custos da utilização do sistema Para cálculo dos custos foram considerados apenas gastos alimentares conforme os seguintes parâmetros: Alimentos

Custo R$

BellPeso Creeper

R$ 1,04 / kg

Silagem de milho

R$ 0,08 / kg

Milho grão

R$ 0,48 / kg

Farelo de soja

R$ 1,00 / kg

Casca de soja

R$ 0,30 / kg

BellPeso Confinamento

R$ 1,80 / kg

Dieta confinamento

R$ 0,564 / kg MS


Informativo Bellman para Difusão de Tecnologia | bellman.com.br

Machos superprecoce

26ª edição | Março 2013

Considerações finais

Informações

Cria (Creep-Feeding)

Confinamento

Período de suplementação - dias (*)

150

147 (450-230)/1,5)

Consumo médio do suplemento (0,8% do PC)

1,06 kg/cab/dia

-

Consumo da Dieta

-

8,2 kg de MS/cab/dia

Custo do suplemento

R$1,04/kg

-

Custo da MS da dieta (kg) (**)

R$ 0,535

Custo da alimentação no período

R$165,36

R$ 644,89

* Um consumo considerável da ração se daria somente a partir do 3º mês de vida (após os 60 dias). * Dieta simulada: 22,12% silagem de milho; 20% casca de soja; 48,45% milho grão; 3,43% farelo de soja; 6% Bellpeso Confinamento (base MS).

Custo alimentar da arroba produzida no sistema machos: Informações

Peso vivo inicial

35 kg

Arrobas iniciais (50% RC) (nascimento com 35 kg)

Peso vivo final

450 kg

Arrobas finais (55% RC)

16,5 @

Arrobas engordadas

15,33 @

Custo alimentar total R$ 165,36 (cria) + R$ 644,89 (confinamento)

R$ 810,25

Custo alimentar da arroba engordada R$ 810,25 / 15,55 @

R$ 52,11

Como todo sistema de produção, a implantação do projeto do novilho superprecoce deve ser precedida de rigoroso estudo de viabilidade técnico-econômica. Há que se considerar a vocação da fazenda, da região, dos recursos físicos, humanos e econômicos disponíveis, projeção de produção e consumo de alimentos, condições mercadológicas, entre outros fatores. Para comparar economicamente diferentes sistemas de produção um excelente índice a se utilizar é a Margem Líquida por hectare (ML/ha), que é calculada subtraindo-se do valor da produção (receita com venda de produtos, somada com a variação do inventário, que pode ser positiva ou negativa), o custo operacional total. Dividindose o valor encontrado pela área em hectares utilizada pelo sistema obtem-se a ML/ha (Araújo & Mendonça, 2012). O raciocínio é muito simples, mas a operação envolve minuciosos cálculos com valores e/ou custos de equipamentos, máquinas, benfeitorias, evolução de rebanho, energia, mão-de-obra, compra e venda de animais, etc., e certamente cada propriedade apresentará uma realidade distinta. Em próximos artigos apresentaremos dados práticos, com informações reais (ou simuladas) de um sistema pecuário de ciclo curto e completo para fins de obtenção da ML/ha. Entretanto, pode-se afirmar que o sistema de produção do novilho superprecoce conforme proposto é seguramente capaz de proporcionar um competitivo custo da arroba produzida, que aliado às práticas eficientes de manejo e produção de pastagens, manejo reprodutivo, sanitário, etc., que concorram para a significativa redução do custo de manutenção do plantel de matrizes, pode constituir-se em uma ferramenta determinante da alta competitividade da pecuária de ciclo curto frente a outras atividades econômicas. Marcelo Pedrosa Carneiro Supervisor Técnico

Fêmeas superprecoce Informações

Cria (Creep-Feeding)

Confinamento

Período de suplementação - dias (*)

150

167 (400-200)/1,2)

Consumo médio do suplemento (0,8% do PC)

0,92 kg/cab/dia

-

Consumo da Dieta

-

Custo do suplemento

R$1,04/kg

7,2 kg de MS/cab/dia -

Custo da MS da dieta (kg) (**)

-

R$ 0,535

Custo da alimentação no período

R$143,52

R$ 643,28

* Um consumo considerável da ração se daria somente a partir do 3º mês de vida (após os 60 dias). ** Dieta simulada: 22,12% silagem de milho; 20% casca de soja; 48,45% milho grão; 3,43% farelo de soja; 6% Bellpeso Confinamento (base MS).

Custo alimentar da arroba produzida no sistema fêmeas: Custo alimentar ponderado (machos e fêmeas): Informações Peso vivo inicial

30 kg

Arrobas iniciais (50% RC) (nascimento com 35 kg)

1,0@

Peso vivo final

400 kg

Arrobas finais (55% RC)

14 @

Arrobas engordadas

13 @

Custo alimentar total R$ 143,52 (cria) + R$ 643,28 (confinamento)

R$ 786,80

Custo alimentar da arroba engordada R$ 786,80 / 13 @

R$ 60,52

Bellman Nutrição Animal Referências bibliográficas: Araújo et al., (2012), Análise técnico-econômica de projetos em Pecuária. Cursos Online, Agripoint; Arrigoni et al., (2007) Produção do novilho superprecoce. IN: Produção de novilhos precoce e superprecoce. Treinamento Online, Agripoint; ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO NOVILHO PRECOCE – Constantino Ajimasto Júnior. http://www. sistemafamato.org.br/site/arquivos/Constantino.Ajimasto.Junior.pdf. Acesso em 18 fev 2013; Cervieri et al., (2007), Conceitos, realidades e perspectivas. IN: Produção de novilhos precoce e superprecoce. Treinamento Online, Agripoint; Costa et al., (2002), Desempenho de novilhos red angus superprecoces, confinados e abatidos com diferentes pesos. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 31, n. 1, p. 129-138, 2002; Encarnação et al., (1997), Produção de novilho precoce. Gado de corte divulga, EMBRAPA, n. 24, Campo Grande.Faísca et al., (2002), Elementos para a diagnose do sexo e idade em carcaças de bovinos. Revista portuguesa de ciências veterinárias. Lisboa, Vol. 97, n. 543, p. 111 – 1. PEREIRA, A. S. C. A maturidade baseada na ossificação e dentição de bovinos. Radares Técnicos – Qualidade da carne. Beefpoint. Disponível em: http://www.beefpoint.com.br/radares-tecnicos/qualidade-da-carne/amaturidade-baseada-na-ossificacao-e-denticao-de-bovinos-21612/. Acesso em 26 fev. 2013.

Portfólio Bellman e o atendimento ao sistema de produção de novilho superprecoce: A Bellman possui em seu portfólio produtos totalmente adequados para o atendimento do sistema de produção de superprecoce, tanto no Cree-feeding como para a terminação em confinamento. BellPeso Creeper: Ração concentrada para bezerros de corte. Formulada com fontes protéicas e energéticas de altíssima qualidade. O produto proporciona ao bezerro lactente total atendimento aos requerimentos de minerais, além de ser enriquecida com o ionóforo promotor de crescimento monensina sódica e vitaminas A, D3 e E. Já para a fase de terminação temos diversas opções de núcleos para confinamento como o BellPeso Confinamento, produto inovador que proporciona o máximo aproveitamento dos alimentos fornecidos no cocho. Fórmula versátil, que agrega resultado, praticidade e segurança em um só produto. Pode ser associado às mais diversas fontes de proteína, energia e fibra disponíveis na propriedade.

(810,25 + 786,80) / (15,55 @ + 13 @) = R$ 55,94 / @

Departamento de P&D Bellman Nutrição Animal


Dc 26 novilho superprecose como estratégia de produção para sistemas de ciclo completo  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you