Issuu on Google+

Dia do Diploma

Festa de Natal

Este foi um dia de excelência! Todo o Agrupamento de Escolas da Corga esteve/está de parabéns! Parabéns aos alunos que pelo estudo e empenho mais se destacaram! PAG 3

O Natal é uma quadra de convívio, confraternização, união e reunião entre as famílias e amigos. PAG 14

Entrevista

ao Diretor do Agrupamento Um dos pontos fortes do nosso agrupamento são as pessoas que nele trabalham.PAG 27

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 1Euro 1


A Direção

EDITORIAL

Chegou o final do período e o nosso amigo Corguinhas não poderia deixar de dar o ar da sua graça, pois ele consegue retratar, da melhor forma, como foram vividos os melhores momentos do nosso Agrupamento. Aproveitamos por louvar o trabalho e dedicação da equipa responsável pelo Clube de Jornalismo, dos nossos pequenos redatores e de todos aqueles que colaboraram na elaboração deste jornal que é parte integrante da identidade do nosso Agrupamento, um meio de reflexão e divulgação de assuntos pertinentes para alunos, professores e encarregados de educação. Podemos dizer que o balanço das atividades desenvolvidas neste período foi francamente positivo, contribuindo para a imagem de uma escola dinâmica, capaz de fazer crescer as crianças e os jovens nas várias dimensões da existência humana, levando-os, não só a desenvolver as suas capacidades cognitivas, como atitudinais. A Escola, enquanto contexto de formação e socialização das crianças e jovens, tem de ser vivida na sua plenitude, permitindo que os alunos possam descobrir e construir, pouco a pouco, o seu caminho pessoal de vida. Para que isso aconteça, é necessário haver professores competentes e motivados. Orgulhamo-nos de termos um corpo docente de qualidade e empenhado que tem revelado uma ótima capacidade de trabalho, partilhando do objetivo comum que é termos um Agrupamento de referência. Exemplo disso, são as várias atividades (aqui descritas) promovidas e dinamizadas pelos vários docentes de todos os ciclos de ensino. O Natal é a melhor época para falarmos de valores, é o momento propício para a reflexão, para fazer uma retrospetiva sobre os momentos vividos ao longo do ano, momentos de aprendizagem e de desafios; é o momento para encararmos o amanhã com força redobrada, porque o maior desafio está em saber viver a vida com a certeza que a felicidade depende de nós. Votos de um Feliz Natal para todos e um Excelente 2012 repleto das maiores graças.

O Quadro de Honra distingue os alunos com melhor comportamento e postura de cada turma.

O Quadro de Mérito distingue os alunos com melhores resultados escolares.


Dia do Diploma

Ana Rita Jesus e Débora Costa | Clube de Jornalismo

O

Dia do Diploma, uma iniciativa criada pelo Ministério da Educação, pela primeira vez, no início do ano letivo transato com o objetivo de premiar os alunos que se distinguiram pelos seus resultados escolares, realizou-se no nosso Agrupamento, no dia 30 de setembro, no Centro Cultural de Louredo. A cerimónia contou com a apresentação das professoras Amélia Rocha e Ana Paula Couto e com a presença dos alunos e dos seus respetivos Diretores de Turma, Encarregados de Educação e familiares. O auditório, nessa noite, parecia pequenino dado o número significativo de presenças. Nesta cerimónia foi entregue um certificado e uma lembrança a todos os premiados e houve também oportunidade para fazer a entrega dos certificados de conclusão de curso aos Cursos de Educação e Formação de Jardinagem, Eletricidade e PréImpressão e aos Cursos Profissionais de Marketing e Comunicação. Para abrilhantar a noite, a Orquestra Infantil de Lobão, a Orquestra do Agrupamento da Corga de Lobão e o grupo de Educação Musical presentearam todos os presentes com vários momentos musicais. Este foi um dia de excelência! Todo o Agrupamento de Escolas da Corga está de parabéns! Parabéns aos alunos que pelo estudo e empenho mais se destacaram!

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 3


Biblioteca Escolar Equipa da Biblioteca

o! m açã inho e

id O Sab

À semelhança dos anos letivos anteriores, as Bibliotecas do Agrupamento implementaram várias atividades que visaram promover o gosto pela leitura, desenvolver a autonomia dos alunos e as suas competências literacias e digitais. Por conseguinte:

No dia 12 de setembro, em todas as Bibliotecas do Agrupamento, foi feita a receção aos alunos de 1º e 5º anos de escolaridade. Os alunos, acompanhados pelos respetivos Encarregados de Educação, foram informados acerca dos vários serviços disponibilizados pela Biblioteca e ouviram a leitura expressiva, acompanhada de animação, do conto “ A Árvore Generosa” de Shel Silversten.(escola sede) e “O meu primeiro dia de escola” de Eve Marceau.

De 22 a 29 de setembro, na Escola Sede, todas as turmas de 5º ano fizeram uma visita guiada à Biblioteca.

Aí, foram-lhes apresentadas, num PowerPoint criado para a atividade, as diferentes áreas funcionais da Biblioteca e as normas gerais de funcionamento deste espaço.

No dia 1 de outubro, numa segundafeira, o Grupo de Educação Musical, em articulação com a Biblioteca Escolar, dinamizou uma atividade que visou celebrar o Dia Mundial da Música. Na Biblioteca, durante todo o dia, várias turmas ouviram a leitura expressiva de dois livros: “Crianças Famosas – Mozart” e “ A Flauta Mágica”. Para todo o Agrupamento foi disponibilizada a obra, em formato digital : “Crianças Famosas – Mozart” bem como um minueto e um allegro deste compositor.

No dia 17 de outubro a Biblioteca Escolar comemorou o Dia da Alimentação, apresentando o conto “A que sabe a lua” de Michael Grejniec, na Biblioteca da Igreja para as 3 turmas do Pré-escolar, e, na Biblioteca de Gião para todos os alunos do 1º Ciclo e do Pré-escolar.

De 17 a 28 de outubro, todas as turmas do 2º e 3º Ciclos passaram pela BE, no horário de EA/AAE, e participaram numa actividade que teve dois momentos distintos. Num primeiro momento, participaram numa formação em literacia digital: Word (5º e 6º anos) e PowerPoint/ Moviemaker (7º e 8º anos).Num segundo momento, os alunos realizaram um Bibliopaper, este ano subordinado à temática dos Enigmas/Mistério, online (através do Googledocs). Foram duas semanas de intenso trabalho, mas se queremos leitores cada vez mais autónomos, temos que apostar na sua formação! Nas outras BE, foi feita a formação de utilizadores para todas as turmas do 1º Ciclo e Pré-Escolar, precedida de Hora do Conto. O Bibliopaper foi implementado aos 3º e 4º anos da BE Igreja.

No dia 26 de outubro, assinalou-se o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares, as Bibliotecas, com a colaboração dos directores de turma e professores titulares de turma,


BIBLIOTECA ESCOLAR assinalaram o dia com a redação de mensagens sobre a leitura que ornamentaram árvores.

No dia 31 de outubro, na Escola Sede comemorou-se o Halloween. A Biblioteca quis associar-se ao espírito do dia e implementou a Hora do Conto, com a história “Dona Bruxa Gorducha” de Anabela Mimoso.

De 8 a 17 de novembro, a Professora Bibliotecária, Ana Paula Couto, dinamizou a Hora do Conto (nas escolas JI de Aldeia Nova; JI e EB1 de Candal; JI e EB1 Igreja e Viso – Guisande) com a obra “ O Mistério da Rainha Roxa”, de Evandro e Márcia Morgado. Foi uma experiência gratificante onde a partilha imperou.

No dia 11 de novembro, a BE associou-se à comemoração do Dia de S. Martinho, fazendo a leitura do conto “História da Maria Castanha”

para todos os alunos da EB1 de Gião.

De 9 a 15 de novembro, os grupos de Ciências Naturais e Ciências Físico-Químicas, em articulação com a Biblioteca, dinamizaram a atividade “Laboratório na BE”. No horário das disciplinas acima indicadas, os alunos de 7º ano, na BE, apoiados pelos docentes destas disciplinas, observaram experiências, consultaram sites, pesquisaram em livros para responderem a um questionário que abordava alguns dos conteúdos lecionados nestas disciplinas.

De 22 a 26 de novembro, a Biblioteca, em articulação com o grupo de História, decidiu promover a atividade “filmescomhistoria. com”. Esta atividade teve como objetivo principal divulgar filmes que se relacionam com os conteúdos programáticos lecionados nas aulas.

Desta forma, os alunos dos 7º e 8º anos assistiram aos filmes Príncipe do Egito ( que aborda a temática do Antigo Egito) e Cristóvão Colombo ( que aborda a temática dos Descobrimentos - Mundo Novo), respetivamente. Foi uma experiência diferente, pois nem só de livros vive uma Biblioteca...!

De 21 a 29 de novembro, a Professora Bibliotecária, Inês Santos, dinamizou a Hora do Conto (nas escolas JI de Fornos, Ribeiro, Povoa1, Póvoa 2, Pessegueiro e na EB1 da Póvoa) com a obra “ A menina Isabel e o burrinho Anastácio”. As crianças tiveram oportunidade de interagir coletivamente, realizando um teatro de fantoches, integrando as personagens da história. Na EB1 a obra explorada foi “ O burro Eleutério e o lobo selvagem” de Pedro Bessa.

No dia 30 de novembro, na Biblioteca, em articulação com o Projecto de Educação para a Saúde

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 5


Rápido e Eficaz Antídoto

|

Associação HighPlay

Professora Amélia Rocha

(PES), dinamizaram-se sessões de sensibilização para o VIH - SIDA, dirigidas aos alunos de 9º ano. Nas aulas de Ciências Naturais, os alunos continuaram esta atividade, fazendo pesquisa orientada no livro “Aprende a Prevenir-te – O VIH SIDA”

Na última semana de aulas, foi dinamizada a Hora do Conto em todas as Bibliotecas do Agrupamento. Foram exploradas as obras “O Natal do anjo cego”, de João Manuel Ribeiro (Pré-Escolar e 1º Ciclo) e “Uma prenda muito especial” de Margarida Fonseca Santos (Escola Sede).

Logo no início do presente ano letivo, mais especificamente na tarde do dia 16 de Setembro, realizou-se, na Escola Sede, um workshop intitulado “Gestão de Stress”, dinamizado por membros da Associação de Artes e Desporto High Play. A ele acorreu um grupo significativo de elementos do corpo docente, quase na sua totalidade da Escola Sede. Entraram um pouco sorumbáticos e até apáticos, mas rapidamente, através de uma sucinta apresentação dos seus conteúdo e objetivos, perpassando por estratégias e atividades diversificadas, que visavam perscrutar o grau de stress do grupo, bem como encontrar formas para o combater e amenizar, o cenário inverteu-se por completo. Neste workshop, cada participante pôde refletir sobre o que o angustiava e o fazia encontrar-se na “mó de baixo” (tendo-se descoberto dois fatores comuns: no geral, a conjuntura económico-social e política do país e, mais em particular, mas dando outras proporções ao primeiro, porque também intrinsecamente a ele ligado, o período constrangedor da avaliação do pessoal docente, já na sua reta final, entre outros). Foi diagnosticado, através de dois sentimentos caraterizadores do estado de espírito de cada interveniente, escritos, de forma anónima, e lançados, já com as regras de colocação previamente definidas, na parte mais apropriada de uma cruz, desenhada no chão da sala para o devido efeito. A resposta foi imediata e significativa: Stress ao Rubro/no seu Auge! Urgia, depois desta etapa, cada participante buscar dentro de si a melhor resposta para o fazer diminuir. E eis que, subitamente, os rostos se começaram a iluminar e a

participação a ser mais espontânea, ativa e animada. Tudo isto foi possível, graças ao poder de comunicação do seu principal dinamizador, que, numa espécie de conversa amena, num ambiente descontraído e fazendo uso de agradáveis e cativantes estratégias, ou seja, fazendo apelo a métodos gratuitos, céleres e infalíveis, purificou o ambiente e aliviou, pelo menos durante a sessão, o stress do grupo que tinha diante de si. Será que o efeito se prolongará? Só o tempo, o conhecimento que cada um tem de si próprio, bem como a força anímica, o dirão. Mas, pelo menos, ficou instalada a firme convicção…

Escola Sede adere ao movimento

“Design For Change” | Os alunos

do 6º C aderiram com o tema: Falta de segurança nas saídas da escola. No dia 28 de setembro a turma do 6º C, na aula de Estudo Acompanhado, decidiu participar no projeto High Play. Em debate na turma, foram postas várias situações/problemas tendo sido aceite a falta de segurança nas saídas da escola. O dia 19 de outubro, a agência Lusa e representantes do High Play estiveram na sala de aula a acompanhar o desenrolar dos trabalhos e, juntamente com os porta vozes dos grupos de trabalho, deslocaram-se à junta de freguesia de Lobão onde foi feita uma entrevista ao seu Presidente que mostrou disponibilidade para ajudar na concretização do projeto. No dia 10 de novembro, o mesmo grupo deslocou-se à Câmara de Santa Maria da Feira tendo sido


Bons hábitos alimentares|Melhor Saúde A Equipa da PES

No dia 17 de Outubro realizou-se a Feira de Alimentação e o concurso “Roda Criativa”, na Escola Sede, atividade integrada na comemoração do Dia Mundial da Alimentação, destinada aos alunos do 6º ano e promovida pela equipa da PES em articulação com o grupo disciplinar de Ciências da Natureza. O grupo vencedor do concurso é constituído pelas alunas do 6º F: Bárbara, Mariana e Rafaela. O lucro da feira reverteu para ajudar o Banco Alimentar contra a fome. recebido pela vereadora do pelouro da educação, Dr.ª Cristina Tenreiro. Esta mostrou preocupação pela situação apresentada e comprometeuse, com a colaboração do vereador Emídio, enviar a uma equipa técnica da divisão de trânsito ao local.

Roda vencedora do Concurso “Roda criativa”

UM POUCO DE HISTÓRIA O Dia Mundial da Alimentação é celebrado no dia 16 de Outubro de cada ano para comemorar a criação, em 1945, da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO - Food and Agriculture Organization). Esta comemoração, que teve início em 1981, é na atualidade celebrada em mais de 150 países. O objetivo do Dia Mundial da Alimentação é ainda consciencializar a opinião pública quanto a questões globais relacionadas com a nutrição e alimentação alertando para a difícil situação que enfrentam as pessoas que passam fome e estão desnutridas, e promover, em todo o mundo, a participação da população na luta contra a fome. Durante o Dia Mundial da Alimentação, salienta-se um tema em particular sobre o qual incidem as atividades comemorativas. Os temas mais recentes foram: * 2000 - O Milénio sem Fome * 2001 - Combater a Fome para Reduzir a Pobreza * 2002 - Água: Fonte de Segurança Alimentar * 2003 - Trabalhar em Conjunto por uma Aliança Internacional contra a Fome * 2004 - Biodiversidade para a Segurança Alimentar * 2005 - Agricultura e Diálogo Inter Cultural * 2006- Investigação em Agricultura para a Segurança Alimentar * 2007- Direito à Alimentação * 2008- Vegetarianismo contra a Fome Global * 2009- Alcançar a segurança alimentar em época de crise * 2010- Unidos Contra a Fome * 2011- Preço dos alimentos - da crise à estabilidade

No Jardim de Infância do Ribeiro comemorou-se o Dia da alimentação com a elaboração da roda dos alimentos com produtos naturais. Esta atividade contou com a participação ativa e o envolvimento de toda a comunidade educativa. Aqui fica o agradecimento a todos os Pais e Encarregados de Educação. Bem hajam! A educadora

Fonte: Food and Agriculture Organization.

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 7


Halloween at school 9ºA

Nos Estados Unidos da América e no Reino Unido, realizam-se comemorações muito especiais na noite do dia 31 de Outubro. É a véspera do “Dia de Todos os Santos” (1 de Novembro) e é chamada a noite de Hallowe’en. O nome deriva de All Hallows – o nome antigo para o dia/noite de todos os santos. Segundo a tradição, é uma noite cheia de magia em que todos os fantasmas, bruxas e feiticeiros aparecem. Por isso, toda a gente se disfarça com vestuário assustador e participa em festas. Atualmente, no Reino Unido e nos Estados Unidos da América, a comemoração do Hallowe’en é tempo de divertimento. Há sempre muitas festas em que as pessoas se mascaram de bruxas, feiticeiros, fantasmas ou monstros. O Hallowe’en tem alguns símbolos estranhos, tais como a lanterna pendurada na janela para assustar os fantasmas. É costume cortar-se uma abóbora, retirar-lhe o miolo e fazer buracos na casca para os olhos, o nariz e a boca e colocar-se dentro uma vela acesa, para lhe dar um aspeto assustador. Nos Estados Unidos, as crianças usam máscaras e disfarces. Vão de casa em casa e dizem “Trick or Treat!” (partidas ou guloseimas). Recebem rebuçados, bolos ou fruta ou, se nada lhes derem, pregam partidas. Na nossa escola este ano as professoras de inglês decidiram inovar e proporcionaram-nos um “Baile de Halloween”. A publicidade esteve nas mãos da rurma do CEFC e a iluminação foi construída pela turma do 11º Ano. Estava tudo muito bonito. No dia 28 da parte da tarde, foi uma animação. Todos se divertiram e havia mesmo máscaras muito originais. A vencedora foi aluna Diana Ribeiro, do 9º C. Estava deveras original!

|

Halloween

Trick or Treat

Alexandre Santos, Dylan Barbosa, Paulo Santos. Samuel Costa, Vania Marisa | Clube de Jornalismo

No dia 28 de outubro, o grupo de Inglês, à semelhança dos anos letivos anteriores, assinalou o dia de Halloween dinamizando uma atividade para toda a Escola Sede. Este ano, foi organizado um baile de Halloween , no polivalente, pelas 15:30. Nesse dia, como mandam as regras, a maior parte dos alunos, do 2º,3º Ciclos e Cursos Profissionais vieram mascarados. Não faltaram vampiros, bruxas, fantasmas, múmias e alguns mortos vivos… e muita música inglesa! Foi muito divertido e soube a pouco! No final do baile, elegeu-se a melhor fantasia “halloweenesca” . Venceu a Diana Ribeiro do 9ºC, que já nos vem habituando a fantasias originais. Parabéns a todos!


EB1 de Gião assombrada no dia 31 de Outubro

|

Halloween

EB1 Gião

Para não deixar passar em branco a data que comemora o Dia das Bruxas, ou Halloween, como é chamado nos Estados Unidos, os alunos da E.B.1 de Gião não se rogaram em assustar, no dia 31 de outubro, todas as pessoas que por ali passavam. Fantasiados de bruxas, múmias, esqueletos, lobisomens, vampiros e outras tantas fantasias. Estas crianças viveram momentos de loucura e fantasia. A professora de Inglês começou por sugerir aos alunos que arranjassem abóboras para que este dia não fosse esquecido.

Os alunos começaram por “esculpir” abóboras nas aulas de inglês e decoraram-nas ao gosto de cada grupo de trabalho. No dia 31, os alunos começaram o dia a assustar tudo e todos. Depois, quando tudo estava mais calmo, os alunos foram ouvir uma história: “A Abóbora Gigante, contada pela professora Inês da Biblioteca. De seguida, já na sala de aula, começaram por ilustrar uns desenhos alusivos ao tema. Mais tarde, os alunos partiram para outro espaço, para participarem num

concurso de abóboras. Foi tudo feito de forma democrática e depois de contados os votos, foram escolhidos os 1º , 2º e 3º lugares. Houve prémios para os três primeiros concorrentes e para os restantes, uma prenda de participação. No final do dia, todos os alunos fizeram jogos no recreio, com os restantes professores das AEC’s e entoaram canções assombradas. Todos ficaram muito satisfeitos e com vontade de repetir este dia tão especial.

Comemoração do «ThanksgGiving» CEFA

O Dia de Acção de Graças ganha um destaque especial nos EUA e no Canadá, na 4ª quinta feira de novembro de cada ano. Esta comemoração teve o seu início em 1620, aquando da colonização de Plymouth, no estado de Massachusetts. Este dia feriado é passado em família, tal como a consoada de Natal no nosso país. O cardápio mais recorrente é o peru, o «staffing» (milho de pão, usado em cubinhos, como recheio), puré de batata, batata-doce e tarte de abóbora. Aliás, as abóboras servem também para decorar as mesas. Para além da reunião da família, há festas e orações a Deus pelos bons acontecimentos e pelas boas colheitas ocorridas durante o ano. Neste âmbito, os alunos do CEF A, em trabalho de grupo, na aula de Inglês relembraram a data, produzindo cartazes alusivos à data e à sua celebração. Estes foram afixados no átrio da Escola Sede. Na aula de Língua Portuguesa, produziram esta notícia e, na de Inglês, fizeram a respetiva tradução.

“ThanksgGiving» Celebration

Thanksgiving day gets a special meaning in the USA and in Canada, every 4th Thursday in November each year. This celebration has begun in 1620, when the Plymouth settlement took place in Massachusetts. This holiday is spent with the family, like Christmas Eve in our country. The menu is usually turkey, “staffing” (corn bread into cubes used as stuffing), mashed potatoes, sweet potatoes and pumpkin pie. In fact, pumpkins are also used to decorate the tables. In addition to meeting the family there are festivities and prayers to God for the good events and for good harvests during the year. Having this in mind, the class CEF A, in group work, during the English class remembered the date, producing posters related to the date and its celebration. These were then posted in the School. In the Portuguese class they have produced this news and in English they’ve made the respective translation.

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 9


EB 2,3 DA CORGA RENOVA PARTICIPAÇÃO PARLAMENTO DOS JOVENS – Ensino BÁSICO

|

NO PROJETO

Professora Amélia Rocha

No dia 11 de Outubro, a EB 2,3 da Corga de Lobão, inscreveu-se através da professora Amélia Rocha, no projeto Parlamento dos Jovens do Ensino Básico, cujo tema do presente ano letivo é “Redes sociais: combate à discriminação”. A docente responsável por este projeto integrou o início de uma reunião de Conselho de Diretores de Turma, bem como uma outra do Diretor da Escola, professor Manuel Couto, com os Representante de Turma, onde deu a conhecer este programa e onde apelou a que os presentes o divulgassem junto dos aluno/seus pares repetivamente e os estimulassem a ele aderirem e a nele participarem ativamente. Este projeto tem os seguintes objetivos: educar para a cidadania, estimulando o gosto pela participação cívica e política; dar a conhecer a Assembleia da República e as regras do debate parlamentar; promover o debate democrático, o respeito pela diversidade de opiniões e pelas regras de formação das decisões; incentivar a reflexão e debate sobre um tema, definido anualmente; proporcionar a experiência de participação em processos eleitorais; estimular a capacidade de expressão e argumentação, Posteriormente, foram enviados a cada Diretor de Turma um panfleto para o efeito, bem como informações mais detalhadas para professores e alunos. Foi-lhes solicitado que, numa ou duas aulas de Formação Cívica, debatem-se o tema, dado que todos teriam de, ainda que indiretamente, participar nesta iniciativa, votando na Lista que, na opinião de cada um, melhor represente a Escola na Sessão Distrital. Os Diretores de Turma encaminharam para a professora responsável os

nomes dos que aderiram ao projeto e foi feita uma reunião no dia 24 de novembro, onde foram, de mútua anuência, constituídas duas Listas que integram alunos dos diferentes anos de escolaridade do 3º Ciclo. Nova sessão se seguiu no dia 29 do mesmo mês para a elaboração das medidas de cada uma das Listas, devidamente fundamentadas. Uma outra acontecerá no dia 5 de dezembro e assim sucessivamente. Neste âmbito, foi já encetado contacto com um ex-deputado com assento na Assembleia da República do Bloco de Esquerda, de seu nome José Soeiro, que se prontificou a vir à Escola para um debate com os alunos que integram este programa e outros poderão vir a ser convidados. Foi também endereçado um convite à Escola Segura no sentido de fazer, na Escola, caso lhe seja possível, uma sessão de esclarecimento acerca do tema em questão. Contudo, continua a aguardar-se resposta. Para além do acima elencado, a supracitada Coordenadora vai tentar agendar uma ida à Assembleia da República, no sentido dos discentes

que integram o projeto poderem assistir, in loco, a um debate parlamentar. Independentemente dos resultados que venhamos a conseguir alcançar, a participação neste projeto vai certamente fomentar nos alunos envolvidos o gosto pela participação em debates acerca de problemas atuais e também do seu interesse, onde lhes será dada a possibilidade e até exigida a sua opinião pessoal, devidamente justificada, onde poderá e deverá interpelar o outro e contraargumentar, ou seja, abrir-lhes-á portas para que, paulatinamente, se transformem em cidadãos ativos, interventivos, esclarecidos e críticos. Mas, claro que fica a esperança e a firme vontade de passar a Sessão Distrital e chegar à Final, onde poderão, efetivamente, ser verdadeiros Deputados ainda que por apenas dois dias, ou seja, vivenciar uma experiência muito enriquecedora e única… Há, pois, que sonhar, uma vez que, tal como nos diz o poeta Sebastião da Gama, “Pelo sonho é que vamos,…”


CORTA-MATO

Vânia Santiago, Paulo Santos,Samuel Costa, Alexandre Santos | Clube de Jornalismo

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

DESPORTO ESCOLAR

No dia 16 de novembro, das 9 às 12 horas, os professores de Educação Física organizaram, na Escola Sede, o Corta-Mato para alunos das turmas dos 2º, 3º Ciclos e Cursos Profissionais. Os alunos que se inscreveram (191) participaram na atividade e os que ficaram nos primeiros seis lugares vão poder ir a Santa Maria da Feira correr com os alunos das outras escolas. No final do Corta-Mato os participantes receberam um lanche.

Página 11


Dia Mundial do Não Fumador A equipa da PES

A nossa escola assinalou o dia Mundial do Não Fumador com uma divertida atividade que incluiu dança e música. Esta foi desenvolvida pela turma C do 8º ano. Com esta atividade procurou-se sensibilizar a comunidade educativa para os malefícios do tabaco, alertando para a importância de adotar um estilo de vida saudável, principalmente, através da prática regular de exercício físico. Neste sentido, todos os alunos da referida turma mostraram empenho e iniciativa na preparação deste momento, realizando trabalhos escritos, ensaios coreográficos e cartazes, tendo inclusivé, disponibilizado algum do seu tempo livre. Esta atividade permitiu a articulação das disciplinas de Educação Física, Formação Cívica e Educação Musical. A elaboração dos cartazes de divulgação teve a participação dos alunos do Curso de PréImpressão.

|

17 de Novembro


Os alunos do Jardim de Infância e do 1º Ciclo do Centro Escolar de Lobão, professores, assistentes operacionais, elementos da associação de pais e alguns encarregados de educação reuniram-se, no passado dia 11 de novembro, para festejar o dia de S. Martinho na escola.

Alunos do Centro Escolar de Lobão festejam o S. Martinho Alunos do 4º ano, turma A

A festa de S. Martinho do Centro Escolar de Lobão foi cuidadosamente preparada pela associação de pais, professores, encarregados de educação e outros elementos da comunidade educativa, que convidaram o Rancho Folclórico de S. Tiago de Lobão para iniciar o dia ao ritmo de músicas tradicionais. Todos cantaram, dançaram, bateram palmas, e, a nossa turma, como tinha preparado uma coreografia, aproveitou para dançar o “Baile das Castanhas”. Seguiu-se o momento mais esperado: o magusto. Tivemos direito a castanhas quentinhas e a um suminho, que saboreamos com alegria e boa disposição, e, um pouco mais tarde, a animação continuou com alguns alunos a enfarruscarem as caras e as mãos. Foi muito divertido! Na sala, os alunos leram textos associados à Lenda de S. Martinho, entoaram canções e executaram diversas atividades plásticas. Na nossa sala recolhemos, lemos e escrevemos provérbios de S. Martinho em castanhas, que construímos em cartolina e colocamos num “cartucho gigante”. Nos dias anteriores, tínhamos ensaiado uma dramatização da Lenda de S. Martinho para apresentarmos no dia da festa, e, antes do fim do dia, ainda tivemos a oportunidade de a apresentar a algumas turmas. Os colegas adoraram e este foi, sem dúvida, mais um momento interessante, de partilha e convivência, próprios desta época festiva. E assim terminou mais um dia de S. Martinho na nossa escola. Com uma mão cheia de castanhas, muito bem golpeadinhas, aquecemos nossos corações e lembramos aquele santo, tão bondoso e amigo, que do frio tirou um pobre mendigo, num dia gélido e tempestuoso. SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 13


Natal

O é uma quadra de convívio, confraternização, união e reunião entre as famílias e amigos. No nosso Agrupamento, em todos os estabelecimentos de ensino, alunos, professores, assistentes operacionais, pais e encarregados de educação associaram-se ao espírito natalício e viveram antecipadamente o Natal em união. Aqui fica o registo de alguns dos momentos vividos.

EB 2/3 da Corga


JI e EB1 Igreja Guisande

EB1 Candal

EB1 Viso

JI Giรฃo

JI Ribeiro

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Pรกgina 15


Desenho de Viviana, 5.ºA

Atividade “Quadras de S. Martinho” Grupo LP

Na Escola Sede, foi desenvolvida a atividade “Quadras de São Martinho”, para comemorar o dia 11 de novembro, levada a cabo por todas as docentes de língua portuguesa, no contexto de sala de aula dos 5.º e 6.º anos de escolaridade, tendo sido vencedoras as seguintes quadras:

Perto do ribeiro Perto das montanhas Tem um castanheiro Cheio de castanhas.

São Martinho, São Martinho, Que ajuda foste tu dar Àquele pobre senhor Na rua a mendigar.

Gustavo Ferreira, 5.º B

Ana Rita, 6.º F

Centro Escolar de Louredo As crianças do Jardim de Infância de Louredo

No passado dia 13 de novembro, a nossa escola realizou a Feirinha de Outono no auditório da junta de Freguesia de Louredo. O tempo não estava muito bom, mas mesmo assim os nossos familiares e amigos não faltaram. Nós fizemos alguns trabalhos e os nossos pais trouxeram bolos, bebidas e produtos hortícolas para vender. Trabalhos realizados pelos alunos do Centro escolar Pré Escolar e 1º Ciclo

Ah! Já nos esquecíamos de contar que o Centro Social também fez um magusto e a Associação de Pais ofereceu um delicioso lanche. Foi um dia muito divertido para nós e para os adultos que não se cansaram de dançar. Toda a receita da “Feirinha” reverteu a favor da Associação de Pais do nosso Centro Escolar.

Para animar a tarde, o rancho da nossa escola “Os Louredinhos” atuaram no espaço da “Feirinha”


Nós por cá 2º ano (Louredo)

Nós, alunos e restante Comunidade Educativa do Centro Escolar de Louredo, temos trabalhado arduamente, ao longo deste período, para cumprir o nosso plano anual de atividades. Fizemos a desfolhada, no recinto da escola e contamos com a ajuda dos nossos avós. Depois das espigas estarem todas desfolhadas, até nos deram um miminho bolachinhas e olhem que eram mesmo deliciosas! Vejam lá, até apareceu o serandeiro… No final, nós também quisemos agradecer a vinda deles à escola e presenteámo-los com danças e cantares tradicionais. No dia 14 de outubro , comemorámos o dia da alimentação . Salientamos duas estratégias importantes que ajudaram a conhecer alimentos saudáveis e outros menos saudáveis. Elaborámos esta Roda dos Alimentos gigante, que colocámos no nosso refeitório. Também nos dedicámos à culinária e aprendemos a fazer pizzas saudáveis, que ficaram uma delícia!!! Apesar de muito trabalho, estas atividades permitiram-nos fazer aprendizagens ao mesmo tempo que nos divertíamos .

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 17


De pequeninos se fazem cientistas!

| DIA

NACIONAL DA CULTURA CIENTIFICA

A equipa da Biblioteca, Grupo de CN e CFQ

No passado dia 25 de novembro, em

todo

o

nosso

Agrupamento,

decorreu o Dia da Nacional da Cultura Científica. Em todas as Bibliotecas do 1º Ciclo, foi feita a Hora do Conto com a obra “Um rapaz invulgar – O pequeno Einstein���, de Don Brown (dinamizada pela professora bibliotecária Inês Santos), seguida de uma leitura/abordagem breve do poema lágrima de preta de António Gedeão (dinamizada pela professora bibliotecária Ana Paula Couto). Os momentos

experimentais

foram

dinamizados pelas docentes do Grupo de Ciências Naturais e Ciências FísicoQuímicas (Raquel Marques, Apolónia Santos e Rosa Alves) que aceitaram o desafio e ajudaram a tornar este dia, num dia muito especial! Deu-nos muito gozo ver as caras entusiásticas dos alunos a assistir à simulação de uma erupção vulcânica (explosiva), à identificação do amido em alimentos, à difração da luz/ composição da luz,

à

distinção

entre

materiais

condutores e isoladores da corrente elétrica à construção de um eletroiman/ distinção de iman normal! Esta atividade, que constituiu um esforço, dado que foi dinamizada fora do horário letivo de todas as dinamizadoras VALEU A PENA! IRÁ REPETIR-SE, CERTAMENTE!


CANDAL festeja também o Dia da Cultura Científica Alunos do Candal

No passado dia 26 de Novembro de 2011, a EB1/JI do Candal festejou o Dia Nacional da Cultura Científica, atividade contemplada no Plano Anual de Atividades. Para além da contextualização realizada através da visualização de um PowerPoint ”Galileu”, os alunos participaram nas experiências de laboratório, dinamizadas pela professora Zita Barbosa. Foi realizada uma homenagem a Rómulo de Carvalho, tendo para o efeito sido declamados Poemas de António Gedeão: “Lágrima de Preta” e “A Mãe”. No final da atividade foram entregues certificados de participação aos alunos. Esta atividade contou com o apoio da Associação de Pais e da Biblioteca Escolar.

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 19


novo rosto... | O Pré-Escolar do Ribeiro A Educadora de Infância: Maria Teresina Moura Pinto

No passado dia 17 de setembro, os pais e encarregados de educação e a educadora de Infância, Maria Teresina Moura, uniram-se para dar um novo rosto e cor ao espaço exterior do Jardim de Infância do Ribeiro. O material foi cedido por casas comerciais do concelho. O voluntariado e a boa disposição de toda a comunidade educativa marcaram o dia. A todos os que contribuíram para esta iniciativa, dando mais vida e alegria às crianças que frequentam este estabelecimento de ensino. Bem haja! O meu muito Obrigado.

Na escola, os tempos livres são divertidos! Diana Pedrosa e Ana Santos | Clube de Jornalismo

Os conhecimentos e competências que adquirimos na sala de aula são, sem dúvida, muito importantes para a nossa formação. Porém, no tempo livre que passamos na escola, há outras formas de aprendermos. Podemos ler, pesquisar na Biblioteca, ou podemos inscrever-nos nos clubes disponíveis na escola. Os clubes servem, não só para ocupar os nossos tempos livres, mas também contribuem para a nossa formação tornando-nos jovens mais interessados pelo mundo que nos rodeia (no domínio humanístico, social ou tecnológico, …) e contribuem, também, para o alargamento das nossas relações interpessoais (podemos fazer novos amigos!). Aqui fica a lista dos Clubes e os seus horários. De que estás à espera? Inscreve-te!


“ESTÓRIAS COM SENTIDOS” NA BIBLIOTECA MUNICIPAL A equipa da BE

Depois, com os outros sentidos apurados, participaram numa oficina onde testaram: o seu olfato, tato, gosto e audição! Foi uma experiência divertida que culminou com a oferta de um frasco contendo uma casquinha de noz: A cama da Polegarzinha! Um belo incentivo para as turmas iniciarem o seu “Laboratório de Estórias”! Parabéns ao Núcleo Pedagógico da BMSMF! Parabéns aos alunos! Obrigada às

professoras que acompanharam os alunos e à assistente operacional.

CLUBE DE JORNALISMO E CEF C NO MUSEU NACIONAL O Clube de Jornalismo

No dia 29 de novembro , o Clube de Jornalismo, cujos responsáveis, são os docentes Ana Paula Couto, Ana Maria Marques e António Mota, juntamente com os alunos do CEF de Pré-Impressão (acompanhados pelas professoras Rosa Azevedo e Isabel Rocha) deslocaram-se ao Museu Nacional da Imprensa. Os alunos tiveram oportunidade de visitar a exposição de caricaturas/cartoons e fizeram, com a guia Vânia, um percurso histórico pelos equipamentos e peças que se encontram no museu. Tiveram oportunidade para utilizar/

VISITAS DE ESTUDO

No dia 15 de novembro, os alunos do 3º e 4º anos da EB1 do Candal visitaram a Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira e participaram na atividade “ESTÓRIAS COM SENTIDOS”. Numa Biblioteca inédita, composta por frascos que guardam objetos que pertencem a estórias, as crianças, apurando a sua visão, foram convidadas a descobrir as estórias representadas nos frascos.

DA IMPRENSA

manusear/imprimir documentos em algumas relíquias da indústria gráfica do século XIX. Foi uma experiência única e gratificante que contribuiu, ainda mais, para motivar os alunos para a frequência do Clube e do Curso CEF!

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 21


DIA INTERNACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA As professoras de Educação Especial (Anabela Bastos, Ana Paula Reis, Marisa Araújo e Salomé Soares)

No dia 5 de dezembro comemoramos, no nosso agrupamento, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, com diversas atividades dirigidas aos alunos de todos os níveis de ensino. Iniciamos, na Biblioteca da Escola Sede, com a dinamização do livro O grito da gaivota, uma narrativa autobiográfica, em que Emanuelle Laborit, surda profunda, relata o seu percurso de vida. Uma das ideias essenciais da obra consiste na defesa da Língua Gestual, como o meio de comunicação mais adequado para as pessoas surdas. Participaram nesta atividade os alunos do 7ºE, 8ºE e 9ºB, os quais estiveram interessados e motivados. A título de exemplo, deixamos alguns dos seus comentários: “Eu acho que não devemos olhar de maneira diferente para as pessoas com deficiência.”

“Gostei muito da história. Acho que não devemos criticar as pessoas com deficiência. Elas são como nós (…) todos temos algo, que não conseguimos fazer.”

“Eu gostei muito. Tocou-me muito no coração…Acho que por dentro ninguém é deficiente”.

Com a escolha desta obra quisemos sensibilizar os jovens para a deficiência, numa perspetiva positiva, focalizada não nas incapacidades, mas nas potencialidades de cada um. Acreditamos que o olhar sobre aquilo de que cada um é capaz, gera uma outra atitude, em que há lugar para ultrapassar barreiras, em que há lugar para acreditar que é possível… Apostando nesta perspetiva convidamos um grupo de jovens da Cercigaia, com idades entre os 16 e os 51 anos, que dinamizaram dois Workshops O dragão e a princesa e Some Special Dj´s. Participaram no Some special Dj´s os alunos do 6º B e 6ºC, que se deixaram contagiar pela música, escolhida pelo disco _oker, um jovem com deficiência mental, que de forma sábia, conseguiu pôr todos em movimento, numa dança cheia de peculiaridades. Nesta partilha, os alunos cantaram uma canção, alusiva ao dia, e recitaram um poema.


O Workshop “O dragão e a princesa” foi dirigido aos alunos do 1º ciclo, tendo participado as turmas do 3º e 4º ano do Candal e o 1º A e 2º B do Centro Escolar de Lobão. Um conto sobre uma princesa muito especial, criado no seio da Cercigaia e brilhantemente ilustrado por uma jovem da instituição com paralisia cerebral, é o mote para despertar a consciência das crianças para a problemática das dificuldades, dos direitos e das capacidades das pessoas especiais. Os alunos estiveram muito interessados e atentos durante a apresentação. No final quiseram saber o que era a Cercigaia, onde ficava e manifestaram interesse em visitar esta Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados. Elogiaram a ilustradora, que irradiou um sorriso de contentamento, pelo reconhecimento do seu trabalho. A atividade contou com a colaboração da Equipa da Biblioteca, do Grupo de Educação Musical e dos docentes do estabelecimento de ensino.

Para além destas atividades realizamos uma feirinha de Natal, com artigos elaborados pelos alunos. Muitos foram os que já aproveitaram para comprar os seus presentes de Natal.

Esperamos que as mensagens transmitidas, de sensibilização para a diferença, não fiquem circunscritas apenas a este dia, mas que se transformem em atos de solidariedade, respeito e ajuda, àqueles que diariamente precisam de um sorriso amigo, de um gesto de incentivo.

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 23


Cacifos novos

Diogo Moura, Ana Marques, Marta Mota,Jéssica Oliveira, Mª de Fátima Oliveir, João costa, Bruno Santos | Clube de Jornalismo

Neste ano letivo a Escola Sede adquiriu novos cacifos para os alunos de 7º e 8º anos, pois, inicialmente, só havia cacifos para os alunos do 2ºciclo. A partir das cotas da Associação de Pais e do dinheiro angariado na festa de final de ano letivo 2010/2011 obtiveram dinheiro suficiente para os cacifos . Este ano, o órgão de gestão tenciona angariar mais fundos para mais cacifos, pois ainda não há cacifos em número suficiente para todos os alunos. Os cacifos antigos foram restaurados e embelezados pelo Clube Entre Artes, dinamizado pelas professoras Paula Gomes e Idalina Pinto. Os cacifos, depois de um belo banho de tinta deram um engraçado colorido à escola! Este Clube tem, de igual modo, embelezado alguns espaços da Escola Sede!

Uma aventura no Porto Cátia Silva e Rita Botelho | Clube de Jornalismo

SUGESTÃO DE LEITURA

O livro que nesta edição do jornal vos sugerimos é “Uma aventura no Porto”, escrito por Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada, ilustrado por Arlindo Fagundes, da editora Caminho e da colecção Uma aventura. Este livro conta-nos da aventura vivida pelo grupo de jovens - Teresa, Luísa, Pedro, João e Chico e dois cães (Caracol e Faial) - com um grupo de novos amigos que conheceram numa viagem ao Porto. Com a ajuda de um livro e, por um mero acaso, quando chutaram uma bola, encontraram uma entrada de um

túnel (uma passagem secreta) que passava por baixo do rio Douro. Este foi utilizado pelos portugueses e pelos ingleses para entrarem no Porto, durante as invasões francesas. Pois, Soult mandara destruir a ponte das Barcas e esta era a única entrada para o Porto. Juntamente com este mistério, este grupo destemido de jovens desvenda o enigmático caso do roubo de vinho do Porto. O que é

que o roubo do vinho do Porto terá a ver com o túnel? Pois, para saberes terás de ler o livro! Requisita-o na Biblioteca! Nós gostamos muito de ter lido este livro, porque gostamos da coleção Uma aventura e, além disso, ficamos a saber mais sobre a História de Portugal.


Testemunhos na 1ª pessoa | O meu diário... No dia cinco de setembro de dois mil e sete, acordei e senti-me muito “aflita” de tal modo que pedi à minha mãe se ela me deixava ir para o seu trabalho. Tinha nessa altura oito anos de idade. Nesse dia estava muito calor, estávamos quase no final do Verão, e por volta do meio-dia comecei a sangrar pelo nariz. A minha mãe tentou estancar o sangue, mas foi infrutífero. Perante tal situação, deslocámo-nos de imediato ao Hospital. Após a consulta, o médico que me deu alta detectou uma pequenina “pisadura” de tonalidade escura, mesmo por cima do joelho. Aliás, eu já tinha tido várias “pisaduras” todas com um tom escuro, só que a minha mãe nunca tinha notado. O médico, talvez já suspeitando, a causa do sangramento, mandoume realizar análises gerais, que não foram possíveis de efetuar, uma vez que o laboratório já se encontrava fechado. Voltei para casa e, algum tempo depois, o sangue começou novamente a sair em grande quantidade; comecei a sentir-me muito fraca. Dois dias depois da minha primeira ida ao Hospital, fui internada no Instituto de Oncologia do Porto, já com a doença diagnosticada, uma “Leucemia Linfoblástica”. O dia sete de Setembro está na minha memória como sendo o início de uma longa caminhada, que teria de percorrer até à cura desta doença. Estive internada no IPO dois meses seguidos. Inicialmente, fui sujeita a várias transfusões de sangue, nomeadamente de plaquetas sanguíneas, tendo entrado em “coma, por alguns minutos”. No entanto, consegui sair deste estado e quando o meu sangue ficou mais forte, iniciei

Pessoas famosas mesma doença…..

com

a

Linfoma Não-Hodgkin (LNH) ganhou atenção nacional após o anúncio de que o ator e modelo Reynaldo Gianecchini(foto) está com a doença.

de imediato os tratamentos à base da Quimioterapia com o objetivo de matar todas as células do linfoma presentes no meu corpo. Ao fim de dois meses de internamento, regressei a casa. No entanto, continuei a ir ao IPO todos os dias para os tratamentos, tendo realizado seis ciclos de Quimioterapia. Este tratamento é muito doloroso não só, em termos físicos mas também em termos emocionais. A minha mãe e os meus familiares, bem como os enfermeiros e médicos, foram fantásticos pois ajudaram-me a vencer esta doença. Completo, a vinte e sete de novembro de dois mil e onze, dois anos de manutenção. Neste momento, penso ter vencido a doença, mas ainda faltam passar cinco anos para poder estar mais confiante.

No passado dia 10 de dezembro, comemou-se o Dia Mundial dos Direitos Humanos. O grupo de EMRC e o CEF A, com o apoio da Biblioteca, assinalaram esta data com a criação de pequenos cubos cujas faces eram compostas de fotos e mensagens alusivas a esta temática.

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 25


Entrevista ao Diretor do Agrupamento Ana Oliveira, Adriana Mota | Clube de Jornalismo

O Clube de Jornalismo entrevistou o diretor do nosso Agrupamento. C.J. -O que o motivou a candidatarse a diretor do agrupamento? Diretor – A minha motivação para ser diretor decorre dos meus vinte anos de docência, catorze dos quais na nossa escola/agrupamento. C.J. - Acha que o ensino articulado foi o mais valia para o agrupamento? Diretor –Considero que o curso básico de música é uma mais valia para o nosso agrupamento. O protocolo para a existência do ensino básico da música foi assinado pelo anterior Presidente do Conselho Executivo, Professor António Mota, com o Conservatório de Fornos. Depois, foi implementado pela atual direção. Desde a primeira hora, considerei uma mais valia para a comunidade que servimos, por diversos motivos, nomeadamente, permite a um grupo de jovens, setenta e sete, terem acesso ao ensino da música, que doutra forma não o teriam, dado que os seus encarregados de educação teriam de os levar a ter aulas da componente técnica, Formação Musical, Classe de Conjunto e Instrumento ao Conservatório de Fornos, ou a outra escola de música. Também não podemos esquecer que, na área de influência do agrupamento, temos coletividades e associações ligadas à música e que, neste momento, estão a usufruir do que os nossos alunos aprendem/aprenderam. C.J. - Na sua opinião quais são os pontos fortes do nosso agrupamento? Diretor –Um dos pontos fortes do nosso agrupamento são as pessoas que nele trabalham.

Mas, também, destaco a coesão do trabalho dos restantes elementos da direção, constituída por pessoas conhecedoras da comunidade onde se insere o agrupamento e motivadas. Outro ponto que destaco é o facto de, em dois anos, termos conseguido fomentar a criação de associação de pais e encarregados de educação em todas as escolas do agrupamento, com a exceção das da freguesia de Guisande. Existe um plano de trabalho com a realização de reuniões mensais para discutirmos e analisar os problemas e ouvir as sugestões dos pais e encarregados de educação. O curso profissional de energias renováveis – variante sistemas solares - é uma mais valia para o concelho e de projeção do agrupamento junto da comunidade. A relação salutar dos alunos com os professores e funcionários, não esquecemos que temos os nossos problemas de indisciplina, que são pontuais e identificados. A forma como funciona o Núcleo do Ensino Especial é um fator positivo. Destaco, de igual modo, as requalificações que estão a ser realizadas: aquisição de novos cacifos, os cartões magnéticos, os quadros brancos, a criação da sala de atendimento aos encarregados de educação, a decoração do hall de entrada, da sala de professores e de alunos. O ótimo atendimento ao público, por parte dos serviços administrativos. E por último, a ótima relação de trabalho e de colaboração com a câmara municipal. C.J. - Quais são os ponto menos fortes do nosso agrupamento? Diretor – Os pontos que, neste momento, considero menos

positivos (porque, se me tivessem questionado há um ano atrás, eu teria acrescentado outros que, neste momento, julgo que estão resolvidos ou solucionados) são: • O facto do meio envolvente ser servido por poucos transportes públicos é um constrangimento para nós, o que faz com que a sede do agrupamento e as diferentes escolas do agrupamento estejam perto e ao mesmo tempo longe. • A falta de envolvimento de alguns alunos nas atividades letivas. • Uma sala de alunos na escola sede pequena para o número de alunos que temos. • A degradação do edifício da escola sede. • A falta de espaços verdes e a insuficiência de salas. • Ausência de laboratórios de ciências. • A falta de um auditório. • A dispersão das escolas do agrupamento. C. J. - O que pensa fazer para melhorar esses pontos? Diretor –O primeiro que referi não depende da direção. Quanto aos restantes, para solucionarmos a falta de espaço na sala de alunos, criou-se a esplanada abrindo um outro espaço de convívio. A escola sede precisa de se apetrechar de laboratórios de ciências. Será um investimento a ser pensado para os próximos dois anos, dado que, nestes últimos, o grande investimento foi os cartões magnéticos. Para colmatar a falta de envolvimento de alguns alunos nas atividades letivas, a direção adquiriu licenças da escola virtual


À descoberta do prazer da escrita 6ºC

e proporcionou apoios em todas as disciplinas. Agora, os alunos terão de fazer o seu investimento. Quanto à degradação do edifício da escola sede, são efetuadas periodicamente as reparações necessárias. Pretendemos iniciar a substituição das portas exteriores, por outras mais resistentes. A escola anseia por ter um auditório, porém, por questões financeiras e estruturais, esse sonho ainda não foi concretizado. C.J. - Qual era o presente que gostaria que o Pai Natal, este ano, lhe trouxesse para melhorar o nosso agrupamento? Diretor –Um laboratório de Ciências Físico-Químicas e Naturais apetrechado.

As palavras são… …o ritmo de uma banda …borboletas a bailar sobre papoilas …o abraço que nos leva ao espaço. (Maria João)

…sentimentos flutuando num mar de emoções. (Márcia)

… lindas como as flores … ricas como o ouro …pesadas como uma rocha encostada ao mar …trágicas …sentimentais …suaves como uma pétala de rosa. (Sérgio)

…o suor do poeta …sons que fazem uma melodia …portas para a imaginação …luz que ilumina os cadernos …folhas presas a u m ramo …de todas as cores ( Diogo)

…infinitas como o espaço …coloridas como um campo florido …leves como uma folha de Outono que voa…voa …cremosas como natas …uma caixa cheia de segredos …uma aventura que nos leva a um mundo chamado imaginação

Se eu fosse uma árvore… Se eu fosse uma árvore viveria no Japão e chamar-me-ia Leonor. Seria azul, cor de rosa e muito, muito especial: animaria um jardim cheio de flores murchas para que elas crescessem bem e fossem saudáveis, daria aos animais folhas fresquinhas e espaço suficiente aos esquilos e aos pássaros para que eles pudessem viver em mim. Se eu fosse uma árvore falaria com os animais e as plantas, teria filhotes e dar-lhes-ia muito carinho e amor. No outono e no inverno, protegê-losia do frio. Quando chegasse a primavera faria nascer botõezinhos nos meus ramos lindos e perfumados, que encantariam os pássaros. Já no verão, o dono dar-nos-ia muita água fresca, para que sobrevivêssemos ao calor intenso. Assim, eu cresceria e os meus filhotes também. A animação nos meus ramos seria permanente. Continuaria crescendo, crescendo e veria também os meus filhotes a crescer fortes e saudáveis. Desta forma, viveríamos felizes para sempre, durante longos e bons anos, com muita, muita alegria no coração. Márcia

(Pedro)

SETEMBRO|OUTUBRO|NOVEMBRO|DEZEMBRO | TRIMESTRAL | ANO 2011

Página 27


O nosso Agrupamento já possui uma página WEB ( www. aecorga.pt). Agora é mais fácil a comunicação entre toda a comunidade educativa!

O blogue da biblioteca – O Sabidinho (www.becorga.blogspot.com) está certificado pela DGDIC e encontra-se registado no Portal das Escolas, como um blogue educativo!

O blogue dos alunos do CEF Operador de Pré-Impressão (www.cefcopi. blogspot.com) tem como objetivo divulgar os projetos desenvolvidos, assim como promover o curso na comunidade escolar e envolvente. Visita-nos!

Já temos associação de estudantes. Os alunos foram a votos, no passado dia 2 de dezembro e ganhou a lista A! Assim, a Escola sede conhece mais uma AE!

A Câmara Municipal ofereceu a todas as escolas do 1º Ciclo e Pré-Escolar, do nosso Agrupamento, bilhetes para a Terra dos Sonhos! Lá estaremos…em peso! A pequenada vai divertir-se… MUITO… com certeza!

FICHA TÉCNICA JORNAL DO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DA CORGA DE LOBÃO TRIMESTRAL. ANO I | SETEMBRO/ OUTUBRO/NOVEMBRO/DEZEMBRO 2011

www.aecorga.pt

Diretor: Equipa do Clube de Jornalismo Design e Paginação: Anabela Santos | CEF Operador Pré-Impressão Colaboraram nesta edição: Direção Executiva, Equipa da Biblioteca, Professora Amélia Rocha, Equipa PES, Educadora Teresina, Professores da EB1 Gião, Grupos de LP e Inglês, Educadoras do CE de Louredo, Grupos de CN e CFQ, Equipa da Educação Especial, Alunos do Clube de Jornalismo (Ana Rita Jesus, Débora Costa, Cátia Silva, Rita Botelho, Diana Pedrosa, Ana Oliveira, Adriana Mota, Ana Mota, Alexandre Santos, Dylan Barbosa, Paulo Santos, Samuel Costa, Vania Marisa, Diogo Moura, Filipe Mota, João Costa, Bruno Santos, Vânia Santiago, Paulo Santos, Samuel Costa, Alexandre Santos) Alunos do 6ºC, Alunos do 9ºA, Alunos do CEF A, Alunos do 4º ano CE Lobão, Alunos da EB1 de Candal, Vanessa Pires 7ºA, Viviana, 5ºA, Alunos do 2º ano do CE Louredo. Nota: Os artigos são da responsabilidade dos autores.


Jornal Escolar