Page 1


A CRIAÇÃO

FRED MARTINS e ANDREA DUTRA BR-V3P-12-00028 - MILLS PUBLISHING / SONY - 03:23

NO QUARTO LIGUEI A MINHA VITROLA VOCÊ NÃO DÁ MESMO BOLA PRA QUE VOU ME COMOVER?

PRIMEIRO SÓ CHORAVA O DIA INTEIRO ABRAÇADA AO TRAVESSEIRO NÃO PODIA ACREDITAR

NO QUINTO MANDEI TROCAR O SEGREDO POIS MEU CORAÇÃO NÃO É SEU BRINQUEDO PRA VOCÊ QUEBRAR DEPOIS LARGAR ALI SOZINHO

SEGUNDO ACORDEI NUMA RESSACA MINHA SEDE NADA APLACAVA SÓ QUERIA TE ENCONTRAR

NO SEXTO PASSEI UM BATOM NA BOCA ADEUS MARCAÇÃO DE TOUCA NÃO NASCI PARA SOFRER

TERCEIRO TOMEI UMA DUCHA FRIA PRA VER SE A DOR ME FUGIA SÓ PENSAVA EM TE ESQUECER

MAS SE ATÉ MESMO DEUS PAROU PRA DESCANSAR (PEDIU PRA PARAR) NO SÉTIMO DIA, ENFIM, DESENCANEI E FUI PRO SAMBA SAMBAR


MANDINGUEIRO

MEDO DE AMAR

BR-V3P-12-00032 - TAPAJÓS (EMI) -03:56

BR-V3P-12-00035 - EDITORA FERMATA - 04:27

NUM SAMBA ASSIM MANDINGUEIRO É QUE EU DIVIDO BEM O TEMPERO E É BOM DOSAR O INGREDIENTE: UM DENTE, SAL, MENOS LOURO EU NÃO ENTREGO O OURO E É OLÉ NO GRINGO

VIRE ESSA FOLHA DO LIVRO E SE ESQUEÇA DE MIM FINJA QUE O AMOR ACABOU E SE ESQUEÇA DE MIM  VOCÊ NÃO COMPREENDEU QUE O CIÚME É UM MAL DE RAIZ  E QUE TER MEDO DE AMAR NÃO FAZ NINGUÉM FELIZ 

MOACYR LUZ e ALDIR BLANC

BRINCAR COM’EU BRINCO É ARMAR UM ROLO E AÍ METO O COURO PRA VALORIZAR O QUE É BRASILEIRO PORQUE SÓ QUEM GIRA A PÉ NO MORRO SABE O QUE EU CORRO POR AÍ PRA ESSA PETECA NÃO CAIR CANTO QUALQUER PARADA MANDO: NÃO TEM ERRADA PORQUE SÓ QUEM GIRA A PÉ NO MORRO SABE O QUE EU CORRO POR AÍ PRA ESSA PETECA NÃO CAIR MEU SAMBA NÃO VAI CASCATEAR EU DIGO QUE TÁ E DOU O PLÁ! QUER VER ESSE MOLHO DESANDAR? PÕE MUITO LOURO E BLÁ-BLÁ-BLÁ

VINICIUS DE MORAES

AGORA VÁ SUA VIDA COMO VOCÊ QUER PORÉM, NÃO SE SURPREENDA SE UMA OUTRA MULHER  NASCER DE MIM, COMO DO DESERTO UMA FLOR  E COMPREENDER QUE O CIÚME É O PERFUME DO AMOR


OBSTINADA

PAULO MALAGUTI PAULEIRA BR-V3P-12-00036 DUBAS MÚSICA - 3:22

ME LIVREI DO SEU ENREDO ESTOU DE PORTA ABERTA MEU CAMINHO É LONGE DESSE SEU ESTRANHO AMOR IRREQUIETA CABELO AO VENTO PAREÇO UM PLANADOR VEJO LÉGUAS À MINHA FRENTE ESTOU NO ANDAR DE CIMA DESATARRACHEI VOCÊ DAS BORDAS DE MIM ABSOLUTA MILHAS ADIANTE MUITO BEM MELHOR ASSIM

POR ISSO NUNCA PARARIA NA PARADA EM QUE VOCÊ ESTARIA SABE LÁ NO QUE VAI DAR? NÃO ME ARRISCARIA NO MEU RIM, NO COTOVELO NA RAIZ D’UM FIO DE CABELO QUE RESQUÍCIO DO ESTRUPÍCIO (QUE RESÍDUO DO INDIVÍDUO) ME DESARVORARIA? ESTOU ASSIM POR ISSO VIM CONTAR MINHA HISTORINHA LIVRE ENFIM VOCÊ PRA MIM, NÃO! DESAFIO, DESVARIO RIO DE JANEIRO ABRE AS ASAS QUENTES SOBRE O MEU NASCER DO SOL ESPEVITADA EXAMINO AS FRENTES BATUQUE, PRAIA E ROCK AND ROLL RECOMEÇO, NO TROPEÇO NO SOBRESSALTO NEM EU MESMA ATURO ESSE MEU ESTADO BORBULHANTE OBSTINADA ENXERGO AO LONGE POSSIBILIDADES RADIANTES


SOU EU

MOACIR SANTOS e NEI LOPES BR-V3P-12-00038 - COPYRIGHTS / TAPAJÓS (EMI) -02:43

SE UM CLARÃO LILÁS TE BANHAR DE LUZ NÃO TE ACANHES, NÃO SOU EU SE UMA ESTRANHA PAZ TE VESTIR DE AZUL NÃO TE ESPANTES, NÃO SOU EU SE DESCER DO CÉU O DRAGÃO LUNAR MANDA ME CHAMAR PELO AMOR DE DEUS POIS SEU ANJO BOM SEU OGUM MEGÊ SEU ALABEDÉ SOU EU

MUITO ROMÂNTICO CAETANO VELOSO

BR-V3P-12-00034 UNS PRODUÇÕES ARTÍSTICAS LTDA (WARNER CHAPPELL) -03:47

NÃO TENHO NADA COM ISSO, NEM VEM FALAR EU NÃO CONSIGO ENTENDER SUA LÓGICA MINHA PALAVRA CANTADA PODE ESPANTAR E A SEUS OUVIDOS PARECER EXÓTICA

MAS ACONTECE QUE NÃO POSSO ME DEIXAR LEVAR POR UM PAPO QUE JÁ NÃO DEU ACHO QUE NADA RESTOU PRA GUARDAR OU LEMBRAR DO MUITO OU POUCO QUE HOUVE ENTRE VOCÊ E EU NENHUMA FORÇA VIRÁ ME FAZER CALAR FAÇO NO TEMPO SOAR MINHA SÍLABA CANTO SOMENTE O QUE PEDE PRA SE CANTAR SOU O QUE SOA, EU NÃO DOURO PÍLULA TUDO O QUE EU QUERO É UM ACORDE PERFEITO MAIOR COM TODO MUNDO PODENDO BRILHAR NUM CÂNTICO CANTO SOMENTE O QUE NÃO PODE MAIS SE CALAR NOUTRAS PALAVRAS, SOU MUITO ROMÂNTICO


BRANQUINHA

SETE VÉUS

BR-V3P-12-00030 - MILLS PUBLISHING / DUBAS MÚSICA - 03:42

BR-V3P-12-00037 - TAPAJÓS (EMI) - 04:03

QUE CULPA TENHO EU POR NASCER DA COR DO MARFIM? PRA VOCÊ NÃO TENHO VALOR VOCÊ NEM OLHA PRA MIM É QUE QUANDO VOCÊ PASSA MEU OURO, MEU REI NAGÔ NÃO HÁ BELEZA QUE VENÇA A GRAÇA DA SUA COR

VOU DESPIR PRA VOCÊ CADA UM DOS MEUS SETE VÉUS OS PERFUMES DAS ERVAS MAIS RARAS ME COBRIRÃO VOCÊ VAI FINALMENTE ALCANÇAR OS CÉUS PRA QUEIMAR NOS INFERNOS DA PAIXÃO.

PAULO MALAGUTI PAULEIRA e ANDREA DUTRA

FATIMA GUEDES

MEU PRETO, SE VOCÊ SOUBESSE DO JEITO QUE EU SEI AMAR VOCÊ NÃO ME DESPREZAVA NÃO DESVIAVA O OLHAR MEU NEGO, NÃO NEGUE UM BEIJO CHEGA MAIS PERTO DE MIM ME DEIXA SER SUA RAINHA BRANQUINHA, BRANQUINHA TAMBÉM SOU FILHA DE DEUS MEU PRETO, PRESTE ATENÇÃO DEIXA EU TE DAR MEU CALOR VIVENDO A MIL FUNDINDO A COR A GENTE VAI DESCOBRIR O BRASIL A MIL DA COR DESCOBRI O BRASIL

VOU DESPIR MINHAS SETE MENTIRAS PRA TE AGRADAR CADA UM DOS MEUS SETE PECADOS TODOS NO CHÃO VAI BEBER NO MEU CORPO A MAIS PURA ÁGUA PRA MORRER NOS DESERTOS DA PAIXÃO


QUANDO VOCÊ ME OLHAR ASSIM À LUZ DA LUA VAI FUGIR DOS MEUS OLHOS O BRILHO DA RAZÃO VOCÊ VAI ME VER COMO NINGUÉM MAIS ME VÊ VAI PENAR A CEGUEIRA DA PAIXÃO

ESTILO PAULO BI

BR-V3P-12-00031 - MILLS PUBLISHING - 05:00

TANTA GENTE A CRITICAR ESSE SEU JEITO OUTROS VÊM A MIM FALAR, NEM É DIREITO OUTROS TANTOS, SEI, LHE ADMIRAM, COM CERTEZA HÁ TAMBÉM AQUELES EM QUE ROLA A INDIFERENÇA EU SEI DE TUDO CALADO, NADA DIGO, USUFRUO DO SEU FRUTO EU NEM LIGO O QUE VOCÊ TEM INCOMODA MEIO MUNDO É ESTILO E NADA MAIS QUE ISSO ESTILO E NADA MAIS

QUANDO VOCÊ ME OLHAR ASSIM TÃO SÓ, TÃO NUA VAI BEIJAR MINHA BOCA DE LUZ VENENO E MEL DEPOIS VAI MORRER COM A VIDA QUE EU VOU LHE DAR QUANDO CAIR DE MIM O ÚLTIMO VÉU.

A SIMPLICIDADE E A SOFISTICAÇÃO CAMINHAM LADO A LADO COMO O SIM E O TALVEZ SABER DECIDIR PODER DIZER NÃO AMAR A QUEM SE QUER NA MUDANÇA DA ESTAÇÃO NAQUELE ENCONTRO MISTURA DE ACASO E LOUCURA DE VERÃO FIQUEI NOS ASTROS QUANDO VOCÊ DISSE: MEU BOM, VOCÊ TEM ESTILO E NADA MAIS QUE ISSO ESTILO E NADA MAIS


AGORA É TARDE QUANDO BATO VOCÊ NÃO ESTÁ PERDI A GRAÇA PRA VOCÊ DE TANTO VACILAR VOCÊ ESTAVA AO MEU LADO ME QUERIA BEM ANDEI ERRADA MAS NO FUNDO TAMBÉM NÃO AMEI NINGUÉM NÃO TEM DESCULPA MEA CULPA APRENDI UMA LIÇÃO POR QUERER TUDO, PERDI TUDO E FIQUEI COM A SOLIDÃO

MEA CULPA

VOU PROCURAR ESQUECER

BR-V3P-12-00033 DUBAS MÚSICA - 03:51

BR-V3P-12-00039 - WARNER CHAPPELL -03:58

ANDRÉA DUTRA

MONARCO e RATINHO

DE NOVO ERREI MAIS UMA VEZ, CONFESSO, DESLIZEI DE NOVO TE PERDI PERDÃO OUVI PELA PRIMEIRA VEZ DA SUA BOCA UM NÃO ANTIGAMENTE, A SUA PORTA ESTAVA SEMPRE ABERTA PARA MIM EU IA E VINHA, PINTAVA E BORDAVA AO MEU BEL PRAZER

VOU PROCURAR UM NOVO AMOR NA MINHA VIDA PORQUE NÃO POSSO VIVER MAIS SOFRENDO ASSIM HÁ MUITO TEMPO QUE NÃO VEJO OUTRA SAÍDA A DESPEDIDA SERÁ BEM MELHOR PRA MIM EU VOU PROCURAR ESQUECER QUE VIVI PRA VOCÊ QUE UM DIA LHE AMEI VOU PROCURAR NÃO DIZER QUE AMANDO VOCÊ EU ME APAIXONEI


VOCÊ FEZ DA MINHA VIDA SUA FANTASIA UM DESEJO A MAIS VEJA BEM, VOCÊ FEZ MOLHAR MEUS OLHOS E DE CANTO CHORADO, CORAÇÃO MAGOADO VEIO O MEU ADEUS SÓ UM NOVO AMOR PODE TRAZER FELICIDADE PARA OS BRAÇOS MEUS

A ILHA DJAVAN

BR-V3P-12-00029 - LUANDA EDIÇÕES MUSICAIS LTDA - 04:55

UM FACHO DE LUZ QUE A TUDO SEDUZ POR AQUI ESTRELA CADENTE RELUZENTEMENTE SEM FIM E UM CHEIRO DE AMOR EMPESTADO NO AR A ME ENTORPECER QUISERA VIESSE DO MAR E NÃO DE VOCÊ UM RAIO QUE INUNDA DE BRILHO UMA NOITE PERDIDA UM ESTADO DE COISAS TÃO PURAS QUE MOVEM UMA VIDA E UM VERDE PROFUNDO NO OLHAR A ME ENDOIDECER QUISERA ESTIVESSE NO MAR E NÃO EM VOCÊ PORQUE SEU CORAÇÃO É UMA ILHA A CENTENAS DE MILHAS DAQUI


MÚSICOS

Andréa Dutra - voz Paulo Malaguti Pauleira - piano Augusto Mattoso - baixo acústico nas faixas 3, 6, 8, 9 e 12. Zé Luiz Maia - baixo elétrico nas faixas 1, 2, 4, 5 e 11 e baixo acústico nas faixas 7 e 10. Rafael Barata - bateria Participação especial de Marcelo Martins nos sopros, nas faixas 1, 8, 9, 12.

FICHA TÉCNICA

Produção musical - Andréa Dutra e Carlos Mills Arranjos e direção musical - Paulo Malaguti Pauleira Produção executiva - Andréa Dutra Arte e projeto gráfico - Beá Meira Revisão - Lia Baron Gravado no estúdio Tenda da Raposa, em novembro de 2011, por Carlos Fuchs, Daniel Vasques e Henrique Vilhena Mixado e masterizado na Mills Records por Carlos Mills Gravado e mixado em HD (24/96 kHz)

Mills Records

Direção artística - Carlos Mills Clearance - Rosa Helena Assunção e Yuri Eiras millsrecords.com.br facebook.com/MillsRecords.br

FOTO

Diogo Leobons (Tetra Filmes) Claudio Lozinsky - Tratamento de imagem


AGRADECIMENTOS Carlos Mills realizou este CD. Do jeito que eu desejava, me deixando livre pra escolher, me incentivando a ir mais fundo como cantora e me deixando pirar nos detalhes de edição e mixagem. Incansável, competente, entusiasmado, íntegro e alegre. O produtor dos sonhos. A música é um esporte de equipe. Tive a sorte de encontrar parceiros cujos talentos traduzem meus pensamentos musicais e melhoram minha música. Pauleira, Zé, Mattosão e Barata estão na minha vida há muitos e muitos anos, na alegria e na tristeza, na fartura e na pobreza. Músicos e amigos especiais, cada um ao seu modo. Sem falar nas risadas que damos juntos. É um encontro raro, baseado numa afinidade indescritível e no nosso grande amor e respeito pela música. A música deste disco é a nossa música. A Beá Meira me encantou pela capacidade de captar, nas suas pinturas, o que está além da forma e da cor, mas sempre pleno de beleza estética. Pintou nos ensaios, levou tintas e telas para os shows. O resultado é a tradução perfeita do que rola no nosso som. Vida e arte. Marcelo Martins trouxe um sopro de luxo e riqueza, selando uma velha amizade musical e reforçando a minha admiração pelo som, pela musicalidade. Claudio Lozinsky me deu um presente sem sequer me conhecer. Lia Baron arrasou na revisão. A minha família sempre está ao meu lado, torcendo como se fosse o começo, sorrindo na plateia, comemorando vitórias. Suporte de amor e fé. Respeitável público, fãs, torcedores, admiradores e críticos, esses não me deixam distrair da missão. Amigos, esses me distraem, docemente, da missão. Depois me mandam de volta. A todos: saúde, prosperidade e amor. E muito obrigada.


Jambaencarte  

CD - Jamba de Andrea Dutra

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you