Issuu on Google+

www.cm-portosanto.pt • www.arealdourado.pt • JULHO / DEZEMBRO 2010 • n.º 12

2010: UM VERÃO MARCADO PELA ANIMAÇÃO Segurança Social com novas instalações

Aeroporto do Porto Santo celebrou 50º aniversário


JULHO / DEZEMBRO 2010

Nesta Edição 3

opINIão

42

o Verão portossantense

ACTuAlIdAde 4

44

Inauguração do prolongamento da Estrada das Noras

5

Segurança Social com novas instalações

6

Cães e gatos com um novo lar

7

NRP Sagitário reforça meios de fiscalização da Marinha no Verão

8

Porto Santo cimenta laços culturais com Açores

9

Jantares-Convívio das Marchas

48

Grupo de Folclore assinalou 47.° aniversário

50

ACES põe Porto Santo a rir

51

Natal sénior promovido pela Junta

51

ACES promove festas de Natal sénior

52

1.° Concurso de Montras de Natal

54

Autarquia presenteia filhos de funcionários

55

Presépio de grandes dimensões

Obras prioritárias com luz verde

no Porto santo TurIsmo

Aeroporto do Porto Santo 56

comemora 50 Anos 12

Academia do Bacalhau oficializada

14

Dia do Achamento com palestra sobre Bienal

15

Aeronave C-295 substitui Aviocar

17

Escuteiros comemoram 26.° aniversário

58

Amigos da Ecoteca em férias

60 62 63

Educação Ambiental na praia

eduCAção & FormAção 20 21 22

Dia Mundial da Conservação da Natureza “Passeio pelo Ambiente” mobiliza duas dezenas de pessoas

“Universos de Verão” pedagógicos

64

Limpeza subaquática revela descuidos

Tomás Baptista brilhou na areia

65

V Simpósio Ambiental sobre a origem

Visita do Presidente às escolas primárias

das areias da praia

Porto Santo dá apoio a 70 alunos especiais eNTrevIsTA

24

Hotel Porto Santo & SPA AmbIeNTe

Areal Dourado mais perto da população

16

18

XI Edição do Festival Colombo

46

do Governo Regional 10

Expo Porto Santo voltou a marcar

66

Dia Europeu sem Carros no Porto Santo

67

Caça-cartuchos reune quatro grupos

68

Márcia Melim

Dia Nacional do Mar com contributos de crianças

ANImAção e CulTurA

69

Oficinas de reutilização de materiais

IV Bienal do Porto Santo

70

Seis estabelecimentos galardoados

promovida em Estremoz

72

Ecoteca promove Natal ecológico

29

Bienal do Porto Santo em Lisboa

73

Natal com 10 árvores ecológicas

30

Animação de Verão 2010

32

Quatro exposições na CMPS

34

Milhares visitaram a Feira do Livro

28

HIsTÓrIA

35

Carla Silva vence Festival Infantil da Canção

36

Hugo Danilo em recital de piano

37

Animação marcou a IV Edição

74

gAsTroNomIA 76

Pão Caseiro com Carne Vinha d’ Alhos obrAs e INFrA-esTruTurAs

do Festival do Petisco 38

VIII Encontro de Folclore do Porto Santo

40

Porto Santo presente nas “48 Horas a Bailar”

6

Cristóvão Colombo no Porto Santo

78

18

Obras, Habitação e Urbanismo

24

30

56

Mais do que animação, é cultura

FICHA TÉCNICA edIção Areal Dourado, E.E.M. · Rua Dr. Nuno Silvestre Teixeira · 9400-162 Porto Santo · Tel. 291 980 621 / Fax. 291 980 653 e-mAIl geral.arealdourado@gmail.com · www.arealdourado.pt · CoordeNAção de TexTos: Júlio Rodrigues · ColAborAdores Vânia Ornelas e Núria Brito ColAborAdor de FoTogrAFIA Wilson Braga CrIAção, projeCTo gráFICo e CoNCepção Open Media Atlantic Lda. · Centro Comercial Centromar, Loja 55 · Rua Ponta da Cruz - São Martinho 9004-516 Funchal · Tel. 291 098 386 / Fax. 291 281 185 · CoordeNAção gerAl do projeCTo e produção exeCuTIvA Paulo Santos produção Vítor Sousa · projeCTo gráFICo e pAgINAção Roberto Ramos · Impressão “O Liberal” · TIrAgem 1.500 exemplares perIodICIdAde Semestral

www.arealdourado.pt

2

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

Opinião

2011: NOVO ANO

T

erminou 2010 chegou 2011 e com o novo ano

temos de reforçar a esperança. Todos nós

sabemos que o ano 2010 ficou aquém das

nossas melhores expectativas, fruto da conjuntura internacional, o Porto Santo vive hoje um tempo de menor fulgor, menor progresso e tal como em todo o mundo a palavra crise é a mais soletrada. Não nos podemos deixar abater temos de acreditar que somos capazes de ultrapassar as dificuldades momentâneas e com trabalho, dedicação e resistência tal como os nossos antepassados, iremos superar este

ROBERTO SILVA Presidente da Câmara Municipal do Porto Santo

momento menos bom e colocar o Porto Santo no caminho do progresso e desenvolvimento para bem da nossa população.

sabem que divididos somos mais fracos e temos menos

Eu acredito e tenho a certeza que os verdadeiros capacidade reivindicativa. Portossantenses também, o ano 2011 tem de ser de forte

Queria pois deixar aqui e agora, uma palavra de

resistência e muito trabalho, certo que todos juntos esperança e de conforto a todos os Portossantenses, vamos dar a volta.

consciente dos problemas e dificuldades que estamos a

A palavra para o ano 2011 é resistir e honrar os nossos passar, consciente de que alguns dos nossos concidadãos 5 séculos de história.

passam por momentos de dificuldade que não podemos

Não nos podemos deixar levar por discursos pessimistas, nem queremos esconder, mas estamos certos que tal por palavras e textos sem conteúdo, que têm como único como no passado saberemos encontrar as melhores objectivo deitar por terra a nossa auto estima e soluções e o caminho do progresso, do desenvolvimento pretendem que os Portossantenses deitem a toalha ao e da afirmação da nossa querida ilha do Porto Santo. chão e desistam de acreditar na sua terra.

Eu acredito, os Portossantenses acreditam.

Não vamos permitir nem fazer a vontade a alguns que

Vamos acreditar.

a coberto de estratégias pessoais, única e exclusivamente o que pretendem é a divisão dos Portossantenses, pois

www.arealdourado.pt

Bom 2011

3

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

Actualidade

INAUGURAÇÃO DO PROLONGAMENTO DA ESTRADA DAS NORAS Novo troço veio facilitar a fluidez do trânsito no sitio do Campo de Baixo.

O

Presidente do Governo Regional da Madeira

Com cerca de 320 metros de extensão, a nova ligação é composta por uma faixa de rodagem com dois sentidos, uma rotunda, passeios laterais e uma ciclovia.

inaugurou, no passado dia 12 de Julho, a obra

de prolongamento da Estrada das Noras, no

Campo de Baixo. Esta obra da responsabilidade da Secretaria Regional do Equipamento Social, através da Direcção Regional das Infraestruturas e Equipamentos foi mais um investimento público do Governo Regional na Ilha do Porto Santo, que ascendeu a cerca de 675.000,00€. Com cerca de 320 metros de extensão, a nova ligação é composta por uma faixa de rodagem com dois sentidos de circulação, uma rotunda e passeios laterais, dando continuidade à ciclovia já existente e que percorre a faixa litoral da ilha, entre o Hotel Porto Santo e a Calheta. Este novo troço veio, sobretudo, facilitar o trânsito, aumentando a fluidez do tráfego, através da distribuição espacial equilibrada, mas também estimular uma nova área com elevado potencial urbano. O www.arealdourado.pt

4

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

SEGURANÇA SOCIAL COM NOVAS INSTALAÇÕES Porto Santo com melhores condições de atendimento aos utentes.

A

s novas instalações da Segurança Social no Porto

os serviços dispõem agora de quatro salas, entre gabinete de atendimento, sala de reuniões e espaços administrativos, dotados dos mais modernos equipamentos de escritório e sistemas informáticos.

Santo estão, agora, sedeadas paredes-meias

com os serviços da Direcção Regional dos Assuntos

Fiscais, no edifício do Centro Cívico. A cerimónia de inauguração contou com a presença do Presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, do Secretário Regional dos Assuntos Sociais, Jardim Ramos e da Directora da Segurança Social da Madeira, Bernardete Vieira, entre outras entidades.

Ao nível da Acção Social, o Porto Santo tem actualmente ilha, ou seja, 50 para uma população a rondar os cinco mil 22 famílias que recebem Rendimento Social de Inserção, o residentes. «É perfeitamente normal, à semelhança da que na prática equivale a 50 beneficiários. Existem ainda 18 Madeira», admitiu Bernardete Vieira, idosos que usufruem do Serviço de Ajuda Domiciliária e

As novas instalações da Segurança Social no Porto Santo

cerca de 100 famílias que recorrem esporadicamente aos vieram substituir um espaço exíguo que funcionava no serviços para algum apoio que necessitem. Estes números Centro de Saúde da Ilha. Os serviços dispõem agora de não são de maneira alguma preocupantes, segundo a quatro salas, entre gabinetes de atendimento, sala de reuniões Directora Regional, porque estão de acordo com os índices e espaços administrativos, dotados dos mais modernos de beneficiários, relativamente ao número de habitantes da equipamentos de escritório e sistemas informáticos. O www.arealdourado.pt

5

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

CÃES E GATOS COM UM NOVO LAR Campanha visou sensibilizar as pessoas para a adopção de animais.

A

Câmara Municipal do Porto Santo promoveu uma

A Câmara municipal do porto santo promoveu uma campanha de adopção de animais, tendo para o efeito organizado um espaço de exposição, no largo das palmeiras.

campanha de adopção de animais, tendo para o

efeito organizado um espaço de exposição, no

Largo das Palmeiras. O principal objectivo desta campanha foi sensibilizar as pessoas para os cuidados a ter com os animais. Foram adoptados sete gatos e cinco cães, entre os quais dois gatos que encontraram na Madeira a sua nova casa

A intenção desta campanha era, também, a de promover necessário para tal. Ou seja, poderá fazê-lo qualquer pessoa que e divulgar o trabalho dos serviços Canil-Gatil, o único licenciado seja maior de idade, não tenha nenhum processo ou histórico na Região Autónoma da Madeira, em desenvolvimento desde o de maus tratos a animais, demonstre que possui capacidades início deste ano.

mínimas para acolher o animal em sua casa, assinar um termo

Durante a realização desta iniciativa, a veterinária de responsabilidade e pagar uma taxa de 30,00€ que inclui os Isabel Gonçalves aproveitou a oportunidade para alertar à tratamentos já realizados ao animal. consciencialização das pessoas para a necessidade de

A edilidade local, através desta campanha, deu às pessoas

vacinarem os seus animais, a colocação do chip obrigatório e que quisessem adoptar um animal a possibilidade de o fazer já para as boas práticas que evitem que estes vagueiem pela via com as vacinas normalizadas, as desparasitações realizadas e pública, sem que estejam devidamente acompanhados.

ainda a possibilidade de incluir um protocolo de vacinas durante

Esta campanha serviu também para informar os passos a o primeiro ano, no caso de o animal ser ainda bebé, não tendo dar para se poder fazer uma adopção e traçar o perfil de pagar qualquer taxa para acolher este novo amigo. O www.arealdourado.pt

6

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

NRP SAGITÁRIO REFORÇOU MEIOS DE FISCALIZAÇÃO DA MARINHA NO VERÃO Comandante da Zona Marítima da Madeira desenvolveu uma operação de charme junto das entidades locais.

A

Marinha de Guerra reforçou o seu dispositivo na

Região com a chegada da lancha NRP Sagitário,

o bispo do Funchal, d. António Carrilho e o presidente da Câmara municipal, roberto silva, participaram na viagem à volta da Ilha.

que navegou no Porto Santo em acções de

fiscalização e participou numa operação de charme junto das entidades locais. Na deslocação que a lancha Sagitário fez à ilha, o comandante da Zona Marítima, Amaral Frazão, convidou o Bispo do Funchal, D. António Carrilho e o Presidente da Câmara Municipal, Roberto Silva, entre outras entidades e

Amaral Frazão referiu, na altura, que a vinda desta

individualidades, para uma viagem à volta da Ilha, tomando embarcação revela o esforço que a Marinha Portuguesa contacto com o trabalho desta unidade.

tem vindo a fazer, no sentido de reforçar o seu dispositivo

A Sagitário tem 27 metros de comprimento, 94 na Madeira. toneladas de deslocamento, um calado de 2,8 metros e

Ainda de acordo com o Capitão do Porto e Comandante

pode atingir uma velocidade de 26 nós, o que lhe confere da Zona Marítima da Madeira, esta lancha de fiscalização uma grande operacionalidade na patrulha costeira na rápida é, dentro das unidades navais construídas em área do Continente e pontualmente na Região Autónoma território nacional, a mais recente unidade a operar até que sejam entregues os novos navios de patrulha oceânica. O

da Madeira. www.arealdourado.pt

7

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

PORTO SANTO CIMENTOU LAÇOS CULTURAIS COM AÇORES Grupo de música tradicional marcou presença na Semana Cultural de Velas.

O

Presidente da Câmara Municipal do Porto Santo,

o porto santo fez-se representar nos Açores pelo grupo de música tradicional vozes da Terra da ACes, que participou na “semana Cultural de velas”.

Roberto Silva, esteve nos Açores, mais concretamente em São Jorge, na localidade de Velas, onde reforçou

os laços de amizade entre a autarquia portossantense e a sua congénere açoriana. Este convite para estar presente nos festejos culturais da localidade de Velas surgiu no âmbito do acordo de geminação entre as Ilhas do Porto Santo e de São Jorge, Açores, celebrado a 24 de Junho de 1992. Nestas festividades, o Porto Santo também se fez representar pelo grupo de música tradicional Vozes da Terra da ACES (Associação Cultural e Recreativa do Espírito Santo), que participou na “Semana Cultural de Velas”. Segundo Roberto Silva, esta deslocação aos Açores, para além dos laços de amizade, foi uma oportunidade para divulgar as tradições e os cantares da Ilha Dourada. O autarca realçou ainda a importância desta aliança, considerando que este tipo de protocolos não devem ficar só no papel, sendo necessário dinamizar os laços que existem. Dai que, no âmbito desta parceria, um grupo de Folclore de São Jorge virá no próximo ano à Ilha Dourada para participar nas Festas do Concelho locais. O www.arealdourado.pt

8

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

OBRAS PRIORITÁRIAS COM LUZ VERDE DO GOVERNO REGIONAL Quartel dos Bombeiros arranca no primeiro trimestre de 2011.

A

reunião anual entre o executivo regional e a

desta reunião, resultou o anúncio do arranque, em definitivo, de quatro obras prioritárias para a ilha.

Câmara Municipal do Porto Santo, que se realizou

no dia 24 de Setembro, resultou no anúncio do

arranque em definitivo de quatro obras consideradas prioritárias para o Porto Santo. No topo da lista encontra-se o novo quartel dos Bombeiros Voluntários do Porto Santo, uma promessa eleitoral da equipa liderada pelo Presidente

do município Roberto Silva e que agora vai avançar em a consciência das dificuldades económicas que neste definitivo no primeiro trimestre de 2011. Outras das obras momento, a Região atravessa. De qualquer maneira, fiquei que deverão arrancar, também, no próximo ano, serão o muito satisfeito e agradado pela forma como a reunião alargamento e pavimentação da estrada entre os Sítios das decorreu. Nós somos uma Ilha que depende dos serviços e, Casinhas e da Serra de Fora, tal como o concurso para o por isso, é importante que estas obras vão o mais depressa arranjo de toda a zona envolvente à Igreja do Espírito Santo, possível para o terreno». O no Sítio do Campo de Baixo. Outro dos investimentos a executar será a estrada que vai ligar os Sítios da Camacha ao Campo de Cima. Estas foram algumas das propostas que estiveram em cima da mesa de negociações e que o edil garantiu terem o compromisso do Presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, quanto à sua execução. No final da reunião, Roberto Silva era, por isso, um Presidente optimista quanto ao futuro. “O Porto Santo tem www.arealdourado.pt

9

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

AEROPORTO DO PORTO SANTO COMEMOROU 50 ANOS

A

ANAM assinalou, no dia 28 de Agosto último, o rudimentar terminal de passageiros de carácter provisório.

50º aniversário do Aeroporto do Porto Santo, a

Ao longo dos anos seguintes, a infra-estrutura foi alvo

primeira infra-estrutura aeroportuária a ser de significativas melhorias que viria a culminar com a

construída na Região.

repavimentação e aumento da pista para os três mil metros

Este aeroporto foi inaugurado a 20 de Julho de 1960, e com a inauguração do novo terminal de passageiros com o DC-4 da TAP, pilotado por Amado da Cunha, a ter a a 28 de Agosto de 1995. Também a plataforma de honra de ter sido o primeiro avião a aterrar na ilha. Na altura, estacionamento de aeronaves foi ampliada e foi construído o aeroporto tinha uma pista com 2000 metros, uma um novo caminho de circulação com maiores dimensões. pequena plataforma de estacionamento de aeronaves e um Foram construídas novas instalações de apoio à navegação www.arealdourado.pt

10

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

A ANAm assinalou, no dia 28 de Agosto último, o 50.° aniversário do Aeroporto do porto santo, a primeira infra-estrutura aeroportuária a ser construída na região. o aeroporto foi inaugurado a 20 de julho de 1960.

aérea, nomeadamente uma nova torre de controlo e a exposição que recorda a história dos transportes entre o implantação de um radar. Este conjunto de obras viria Porto Santo e a Madeira, bem como a construção do mesmo a permitir a operação de qualquer tipo de aeroporto. Já na Praça do Barqueiro, no dia 27 de Agosto aeronave neste aeroporto.

realizou-se um concerto da Orquestra de Bandolins da

Para comemorar a efeméride, a ANAM levou a cabo várias Madeira, acompanhada pelo tenor português Carlos Guilherme. iniciativas, de entre as quais se destacou um concurso literário,

No dia do 50º aniversário, a 28 de Agosto, além de uma

que atribuiu aos três melhores classificados viagens e estadia, sessão solene que contou com a presença do Presidente do durante um fim-de-semana, em Paris, Londres e Lisboa. Desde Governo Regional, foram homenageados 44 colaboradores 29 de Julho esteve patente no Aeroporto do Porto Santo uma da ANAM com mais de 25 anos de serviço. www.arealdourado.pt

11

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

ACADEMIA DO BACALHAU DO PORTO SANTO OFICIALIZADA Presidente da Academia mãe, Rudy Gallego, viajou de Joanesburgo até á ilha para apadrinhar a mais nova academia.

O

Porto Santo já tem oficialmente a sua Academia bacalhau espalhadas um pouco por todo o mundo é a maior

do Bacalhau. O acto de entrega do badalo e da organização de amizade e solidariedade a nível mundial de bandeira aconteceu no último mês de Outubro e língua oficial portuguesa. Quanto à nova academia agora

contou com a presença do presidente da academia-mãe, oficialmente reconhecida, Rudy Gallego acrescentou que, sediada em Joanesburgo, Rudy Gallego.

estando a Madeira encostada ao Porto Santo e pertencendo

Tendo, na sua génese, o propósito de ajudar o próximo, ao mesmo arquipélago, a academia da Madeira tem de este dirigente considerou que o conjunto das academias do apadrinhar a Academia do Porto Santo. O

www.arealdourado.pt

12

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

ACADEMIA DISTRIBUIU TRÊS MIL EUROS EM BOLSAS

na Madeira, com electrodomésticos e equipamentos de cozinha variados, entre outros bens de extrema necessidade. Refira-se que, desde o início da sua actividade, a Academia

Como já vem sendo hábito no mês de Dezembro, a Academia do Bacalhau do Porto Santo tem vindo a evidenciar-se ao do Bacalhau do Porto Santo, realiza a sua campanha de nível local como um importante aliado no capítulo social na distribuição de apoios aos mais carenciados, algo possível graças ilha, e este ano, não fugindo ao propósito sobre o qual às angariações de fundos recolhidas nas confraternizações assenta a sua estratégia, a agremiação doou bolsas de mensais realizadas ao longo de todo o ano pelos elementos estudo no valor de 3000 euros a dez alunos universitários afectos à agremiação.

portossantenses, o que significa dizer que cada um deles vai

Embora só agora oficializada, a academia já se encontra receber 300 euros nos próximos seis meses, divididos em activa desde há dois anos e já distribuiu desde então, uma tranches de 50 euros mensais. cadeira de rodas, cooperou com algumas das famílias mais No global, ao longo dos últimos dois anos, o montante dos afectadas pela intempérie do dia 20 de Fevereiro de 2010, apoios distribuídos pela academia rondou os 6 mil euros. O www.arealdourado.pt

13

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

DIA DO ACHAMENTO TEVE PALESTRA SOBRE A BIENAL Comissário Geral foi o convidado de honra no 592.°º Aniversário do Achamento do Porto Santo.

O

Porto Santo assinalou, no dia 11 de Novembro, os

592 anos da sua descoberta, com diversas

manteve-se um dos rituais deste dia que é a deposição de uma coroa de flores junto ao padrão dos descobrimentos.

iniciativas, as quais contaram com a presença de

várias entidades, civis e militares. Na passagem de mais este aniversário, a efeméride contou ainda com uma exposição e palestra sobre o tema da próxima Bienal do Porto Santo, “Homo-Virtualis”, proferida pelo comissário geral, Manuel Pessôa-Lopes, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. O Governador Distrital do Rotary Internacional, Joaquim Esperança, foi uma das presenças de relevo nestas celebrações e, na oportunidade, assumiu ser com grande alegria que partilhava com os portossantenses este dia tão marcante para a ilha. Lembrou que a data partiu de uma iniciativa do Rotary Club do Porto Santo, logo abraçada pela Autarquia local. Ainda na comemoração, houve pretexto para a deposição de uma coroa de flores junto ao Padrão dos Descobrimentos, seguindo-se uma missa solene na Igreja Matriz do Porto Santo. O www.arealdourado.pt

14

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

AREAL DOURADO MAIS PRÓXIMA DA POPULAÇÃO Site da empresa municipal pretende ser espaço interactivo.

A

Empresa Areal Dourado já tem disponível on-line

o seu sítio na Net, no qual qualquer pessoa pode obter informações mais detalhadas sobre as

actividades culturais, lúdicas, desportivas e algumas das acções de âmbito social desenvolvidas pelo município portossantense e por esta empresa municipal. O Site foi formalmente apresentado no último mês de Dezembro e já contou com a participação de muitos cidadãos, nomeadamente na eleição da montra vencedora do I Concurso de Montras do Porto Santo. Ao concretizar este objectivo, a Areal Dourado pretendeu não só criar um espaço informativo e de consulta, mas também um sítio onde as pessoas possam participar activamente na vida cultural do município, apresentando sugestões e dando opiniões que contribuam para o sucesso da empresa, com claros benefícios para a ilha e para a sua população. Para tal, basta visitar o site: www.arealdourado.pt O www.arealdourado.pt

15

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

AERONAVE C-295 SUBSTITUI AVIOCAR Este novo avião dispõe da mais recente tecnologia aeronáutica.

R

ealizou-se no passado dia 5 de Novembro a

cerimónia de implementação da aeronave C-295

Novo sistema de armas veio substituir o Aviocar que, durante 34 anos, operou na madeira, servindo a população deste arquipélago.

na Madeira, mais precisamente no Aeródromo do

Porto Santo, unidade que veio substituir o Aviocar C-212. A cerimónia foi presidida pelo secretário de Estado da Defesa Nacional e dos Assuntos do Mar, Marcos Perestrello, e contou também com a presença do Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General Luís Araújo. Segundo a Força Aérea Portuguesa, este novo sistema de armas veio substituir o Aviocar que, durante 34 anos, operou na Madeira, servindo a população deste arquipélago. Integrando a mais recente tecnologia aeronáutica, com mais e melhores capacidades no que toca à logística, ao transporte aéreo geral, às missões Search And Rescue e de vigilância de uma vasta área de oceano, o C-295 mais do que triplica as capacidades de carga, alcance e autonomia do seu antecessor, impondo-se como um instrumento de afirmação da soberania nacional. O www.arealdourado.pt

16

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ACTUALIDADE

ESCUTEIROS DO PORTO SANTO COMEMORARAM 26º ANIVERSÁRIO A festa decorreu na sede do agrupamento com a presença de algumas entidades locais.

O

Agrupamento 999 do Corpo Nacional de Escutas

do Porto Santo comemorou o seu 26º aniversário

no dia 8 de Dezembro, numa festa que decorreu

na sede do agrupamento, no sítio da Ponta e que contou com casa cheia. A acarinhar mais este aniversário, para além dos familiares dos jovens escuteiros, estiveram presentes os párocos locais e ainda o presidente da edilidade local, entre outras entidades. Refira-se que a festa começou bem cedo com a concentração dos jovens escuteiros afectos ao agrupamento,

o Agrupamento comemorou o seu 26.° aniversário com uma missa campal e um convívio entre familiares e amigos.

na sede, à qual se seguiu uma missa campal. Como não podia deixar de ser, a festa culminou com um convívio entre todos, onde não faltou muitas actividades e boa disposição. De referir que o grupo de Escuteiros surgiu no Porto Santo em 1984 e, actualmente, conta com a participação de cerca de 60 elementos, 7 dos quais são dirigentes. O www.arealdourado.pt

17

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

Educação & Formação

“UNIVERSOS DE VERÃO” PEDAGÓGICOS Iniciativa visou alertar a população em geral para os efeitos das drogas e do álcool.

D

ecorreu entre os dias 7 e 27 de Agosto, no Porto

Esta iniciativa englobou um conjunto de actividades

Santo, a XI Edição dos “Universos de Verão”, uma lúdico-pedagógicas, dirigidas à população em geral e às iniciativa desenvolvida pelo Serviço de Prevenção crianças e jovens em particular.

de Toxicodependência e que decorreu um pouco por todas

O objectivo destas campanhas é o de informar e

as praias da Região.

sensibilizar a população em geral sobre os malefícios do

www.arealdourado.pt

18

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

EDUCAÇÃO & FORMAÇÃO

consumo de substâncias psicoactivas, sensibilizando para a importância de promoção de estilos de vida saudáveis e criando um espaço de diálogo e esclarecimento sobre as drogas e as toxicodependências. As actividades programadas para o Porto Santo incluíram ainda o evento denominado “100% Cool”, com o objectivo de sensibilizar os jovens para o consumo moderado de bebidas alcoólicas e, no dia 20 de Agosto, dia do encerramento dos “Universos de Verão”, uma marcha no areal, desde a Praia da Fontinha até à praia do Ribeiro Cochino. O www.arealdourado.pt

19

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

EDUCAÇÃO & FORMAÇÃO

TOMÁS BAPTISTA BRILHOU NA AREIA Jovem portossantense venceu edição de 2010 das Construções na Areia.

T

omás Baptista, de 11 anos, foi o vencedor das

mais de três dezenas de crianças participaram nas Construções na Areia, evento que se realizou na praia da Fontinha.

Construções na Areia, um evento organizado

pelo Diário de Notícias de Lisboa e apoiado pela

Autarquia local e Areal Dourado, E.E.M.. Desde 1952 que o “Diário de Notícias” de Lisboa organiza o concurso Construções na Areia, que por mais um ano consecutivo, teve uma das fases locais na Praia da Fontinha. Mais de três dezenas de crianças entregaram-se com

Classificação Final

entusiasmo à construção das suas “obras de arte”, com recurso a um balde, pá, ancinho, conchas, plantas, algas e pedras.

escalão A 1.º Leonor Monteiro 2.º Vera Vasconcelos 3.º Andreia Nascimento

O grupo de concorrentes foi dividido em duas categorias – categoria A, dos 6 aos 10 anos, e categoria B, dos 11 aos 14 anos, com o júri constituído por Gina Brito Mendes,

menção Honrosa Pedro Soares

vereadora do Ambiente da Câmara Municipal do Porto Santo, e por Vera Menezes e Telma Silva. Mostrando que estas experiências são marcantes para

escalão b 1.º Tomás Baptista 2.º Margarida Monteiro 3.º Joana Correia

as crianças, Brandon Alan, o vencedor do ano passado, marcou presença, destacando o facto desta iniciativa permitir explorar muito a criatividade dos participantes. Depois ter ganho no Porto Santo, o jovem recorda que foi ao continente, à Lourinhã, onde alcançou o primeiro lugar. O www.arealdourado.pt

20

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

EDUCAÇÃO & FORMAÇÃO

ALUNOS DAS ESCOLAS PRIMÁRIAS RECEBERAM AUTARCA Reabertura dos Estabelecimentos de Ensino.

U

m bom ano escolar, cheio de boas notas, foi o

desejo do Presidente da Câmara Municipal para

todos os alunos das escolas do 1.º ciclo do Porto

Santo. Esta manifestação deu-se no passado dia 20 de Setembro, dia em que as portas das escolas abriram oficialmente após o período de férias estivais, e onde Roberto Silva fez questão de estar presente para receber os alunos. Também presentes nestas visitas estiveram a vereadora Gina Mendes e a Delegada Escolar, Emília Silva. O

o presidente da Câmara visitou os alunos das escolas primárias no início do ano lectivo.

www.arealdourado.pt

21

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

EDUCAÇÃO & FORMAÇÃO

PORTO SANTO DÁ APOIO A 70 ALUNOS ESPECIAIS Serviços de Educação Especial representados pelo Centro de Apoio Psicopedagógico e de Actividades Ocupacionais.

F

oi no decorrer da Semana Regional da Pessoa com

Necessidades Especiais, com o lema 'Reconhecer a

esta iniciativa teve lugar no dia 3 de dezembro e teve como objectivos envolver e sensibilizar todos aqueles que lutam por um futuro melhor para a população com necessidades especiais e alcançar níveis efectivos de inclusão social.

Diferença, Construir a Igualdade', que o Centro de

Apoio Psicopedagógico (CAP) e o Centro de Actividades Ocupacionais (CAO) promoveram a realização de diversas actividades, com destaque para uma exposição de trabalhos individuais e colectivos artísticos dos utentes do Centro de Actividades Ocupacionais, bem como um ciclo de cinema, iniciativa esta que teve lugar no dia 3 de Dezembro. www.arealdourado.pt

22

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

EDUCAÇÃO & FORMAÇÃO

Envolver e sensibilizar todos aqueles que lutam por um futuro melhor para a população com necessidades especiais e alcançar níveis efectivos de inclusão social, foram os objectivos que nortearam esta iniciativa. Refira-se que o CAP Porto Santo conta com a colaboração de seis docentes especializados, colocados nos diferentes estabelecimentos de educação da ilha, que prestam apoio a cerca de 70 crianças e jovens com necessidades educativas especiais. Já o CAO, que iniciou a sua actividade no inicio do ano de 2010, assegura a transição para a vida adulta de pessoas com deficiência grave, com idade igual ou superior a 16 anos, cujas capacidades não permitam, temporária ou permanentemente, o exercício de uma actividade produtiva. Actualmente são quatro os jovens integrados, com os serviços a funcionar a tempo parcial com a colaboração de uma docente especializada, uma docente de Educação Visual, uma psicóloga e uma auxiliar. O www.arealdourado.pt

23

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

Entrevista

MÁRCIA MELIM Ao serviço da cultura com espírito de missão.

H

á mais de 10 anos que Márcia Melim faz parte do possam participar nas actividades culturais e dar continuação

Centro Social e Cultural da Camacha, associação às tradições portossantenses. da qual foi fundadora e tem sido uma das

grandes, senão mesmo a maior, dinamizadora. Apesar de O que a motivou a aceitar o convite para presidir ao reconhecer as dificuldades inerentes dos parcos recursos à Centro Social e Cultural da Camacha? Fi-lo principalmente pelo gosto pela cultura e acima

sua disposição, Márcia Melim não se deixa intimidar e tem

já nos seus planos, a médio prazo, a intenção de abrir uma de tudo pelo Porto Santo, que é a minha terra natal. Foi sala de informática/lazer, para os menos jovens poderem, essencialmente isto que me fez aceitar o convite. além de confraternizar, descobrir um pouco mais sobre o mundo da internet.

Há quantos anos está ligada a este Centro? Estou ligada ao Centro Social e Cultural da Camacha

Apesar desta aspiração, admite que a grande aposta

deste Centro, é sem dúvida, as Marchas de São João, embora desde a sua fundação, ou seja, 11 anos, tendo na altura reconheça que é fundamental muito boa vontade e feito parte da comissão instaladora e assumido o cargo empenho de todos os portossantenses para, que juntos, de tesoureira. www.arealdourado.pt

24

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ENTREVISTA

Quando surgiu o CSCC e com que objectivo?

Com que tipo de dificuldades se tem deparado?

O Centro Social surgiu em Março de 1999 com o

Infelizmente com muitas, que vão desde os parcos

objectivo de ser pólo interactivo entre moradores do sítio meios financeiros, passando pelos escassos recursos da Camacha e obviamente, de outros sítios da ilha.

humanos e não esquecendo as nossas pobres instalações, que precisam urgentemente de obras de melhoramentos.

Durante a sua presidência, qual foi a actividade mais Em termos de projectos futuros, existe da sua parte algo

relevante desenvolvida?

Foram e continuam a ser as Marchas de S. João, as trupes que ambicione? carnavalescas, não esquecendo, na área do desporto, as

Sim. Adorava ter uma sala de informática/lazer onde

nossas equipas de Futsal.

aqueles menos jovens pudessem descobrir um bocadinho do

E actualmente qual é a grande aposta do Centro Social?

actividade intitulada, “Quando eu tinha a vossa idade….” com

mundo da internet…. Gostava de também de fazer uma Neste momento está a decorrer, no nosso Centro, um os mais novos. Nesta, os menos jovens do nosso sítio, curso de pintura para professores reformados, uma contariam sobre a realidade do que era a nossa ilha há alguns actividade que tem vindo a ganhar uma procura cada vez anos, sobre os costumes e brincadeiras do seu tempo. maior. Mas como não temos muitos meios à nossa disposição, neste momento, o São João continua a ser a Os jovens dão importância às tradições locais, ou sente nossa grande aposta, dada a importância cultural e que estão cada vez mais afastados da sua identidade cultural? Sem dúvida que estão cada vez mais afastados da

turística que tem. Afirma-se, sem dúvida, como um marco

das festas da ilha e na própria vida dos portossantenses. cultura portossantense, ou melhor da sua própria cultura.

www.arealdourado.pt

25

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

ENTREVISTA

Os tempos são outros! Quem trocaria, por exemplo, uma vontade e empenho se pode fazer mais e melhor. Não é preciso organizar, mas às vezes o participar nas actividades

bela conversa no facebook por um jogo do pião?!

culturais organizadas pelas entidades da nossa terra já é De que forma o CSCC contribui para o incremento da um bom começo. É sinal que vale a pena continuar e de que se acredita nessa continuação dos costumes e

actividade cultural com os portossantenses?

Este Centro já organizou e continua a organizar tradições, aliados, obviamente, às inovações dos tempos algumas iniciativas culturais entre as quais, cursos de em que vivemos! O arranjos florais, grupo de teatro, pinturas em tecido e não só. Que balanço é que faz do seu mandato à frente do CSCC? Posso dizer que é positivo. Mas, como já diziam os antigos, uma andorinha só não faz a primavera, é preciso boa vontade e empenho, pelo menos, daqueles que um dia assumiram os seus cargos. Será que falta fazer algo a nível da cultura, na nossa terra? A nossa terra não é muito”rica” em cultura. Os jovens não querem saber, estão ocupados com “nada” e não há tempo, por exemplo, para fazer parte da organização de um arraial, de um grupo folclórico ou de uma banda de música. Tudo isto que é a cultura da nossa terra está a morrer com aqueles que sempre estiveram lá, e que por força da natureza, têm de partir. Quais os seus desejos para o futuro da Ilha do Porto Santo? Em tempo de crise é muito complicado “sonhar”. Não se esqueçam, que, com um bocadinho de boa www.arealdourado.pt

26

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

Cultura

IV BIENAL DO PORTO SANTO PROMOVIDA EM ESTREMOZ IV Bienal realiza-se em Agosto de 2011.

A

Bienal é o resultado de um percurso criativo de dois

A inauguração desta exposição em Estremoz, ocorrida no

anos, o qual culmina numa edição da mesma. dia 15 de Setembro, integrou-se nas comemorações do

Seguindo esses passos, a Bienal do Porto Santo tem Município de Estremoz e do 303º aniversário do Regimento

vindo a ser preparada e divulgada através de acções e eventos de Cavalaria nº3. Nas cerimónias militares e civis que tiveram que têm vindo a acontecer em vários locais do nosso país, para lugar, estiveram presentes muitas figuras públicas, entre as depois, no fim de mais este ciclo, os trabalhos serem todos quais o Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama reunidos na Ilha do Porto Santo para mais uma edição, o que e o Ministro da Defesa Nacional, Augusto Santos Silva. Na acontecerá em Agosto de 2011.

efeméride, marcaram também presença o Presidente da

Com esta itinerância, aumentou-se a capacidade de Câmara Municipal do Porto Santo, Roberto Silva, o Presidente divulgação deste projecto e criaram-se sinergias, o que tem do Concelho de Administração da Areal Dourado, Júlio resultado numa cada vez maior participação, promoção e Rodrigues, e o Comissário-Geral da Bienal do Porto Santo e interacção com diferentes expressões culturais e artísticas.

grande responsável pela presença da exposição em

Foi por isso, neste âmbito, que aconteceu a intervenção Estremoz, Manuel Pessôa-Lopes. expositiva na cidade alentejana de Estremoz, onde decorreu uma

De referir que as obras multidisciplinares patentes, apesar

acção de promoção da IV Bienal do Porto Santo 2011, tendo de submetidas ao tema da próxima edição, “Homo Virtualis”, marcado presença, entre outros artistas envolvidos no projecto, foram, antes de tudo, uma homenagem aos militares Nádia Duval, Carolina Quirino, Ampawan Sasthong, Carlos Godinho, portugueses, que tantas vezes foram a garantia da defesa Élia Ramalho, Gina Flor, José Pancadas-Figueiredo, Paulo Eurico dos valores de identidade e de cultura, defendidos com Variz, Paulo Matos, Pedro Charters d'Azevedo e Ricardo Lalanda. sacrifício e, em inúmeras ocasiões, com a própria vida. O www.arealdourado.pt

28

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

BIENAL DO PORTO SANTO EM LISBOA

Artistas Franceses mostram obras participantes.

N

o âmbito das acções preparatórias da quarta

edição da Bienal do Porto Santo, esteve patente até

ao final do mês de Julho no Instituto Franco-

-Português em Lisboa, um conjunto de obras dos artistas franceses Fabianny Deschamps e Olivier Perriquet, que têm

As obras em exposição farão parte da Iv bienal que decorrerá em Agosto no porto santo, com o tema “Homo virtualis”. sido uma presença de destaque nas últimas edições da Bienal. Para além da exposição das obras, teve lugar no auditório um pequeno ciclo de cinema. O evento foi acompanhado com especial interesse pela comunidade francesa presente em Lisboa, o que certamente também significou uma excelente divulgação para a Ilha Dourada. O www.arealdourado.pt

29

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

CrIsTINA CÂmArA

ANIMAÇÃO DE VERÃO 2010 Música e dança marcou os meses mais quentes do ano.

O

Verão 2010 ficou marcado pela passagem e pedro meNeZes

actuação de vários agrupamentos musicais e

artistas que tiveram a grande responsabilidade de

animar as noites mais quentes na ilha dourada. Conversas de Café, Cool Feel Band, Pedro Ribeiro, Marco Gil e as Hot Dancers, Tropicalíssimo Live, Décio Sousa e Carina Teixeira, Duo M&M e Porto Santo a Cantar foram alguns dos nomes e bandas que passaram pelos palcos do Porto Santo e fizeram as honras da casa. Ainda inserido no vasto programa de animação, de realçar o já tradicional concurso de vozes infantil, “Festival Infantil da Canção”, e o VIII Encontro de Folclore do Porto Santo, dois eventos promovidos pela Junta de Freguesia local em colaboração com o Grupo de Folclore do Porto Santo. O www.arealdourado.pt

30

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

dÍdIA sousA

HoTdANCers

mArCo gIl

AFoNso sIlvA

www.arealdourado.pt

dÉCIo sousA

31

REVISTA PORTO SANTO

CArINA TeIxeIrA


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

QUATRO EXPOSIÇÕES NA CMPS Arte foi dada a conhecer durante o Verão.

N

uno Benedito, Luís Afonso, Fátima Guimarães e

FrANCIsCo velosA

Francisco Velosa foram os artistas que deram a conhecer as suas obras de arte durante todo o

Verão. Todas as exposições tiveram lugar no edifício da antiga Câmara Municipal. “O Arquipélago e os seus Encantos” foi como se intitulou a primeira exposição de fotografia do autor Nuno Benedito, que expôs pela primeira vez.

Nuno benedito, luís Afonso, Fátima guimarães e Francisco velosa foram os artistas que deram a conhecer as suas obras de arte durante todo o verão.

www.arealdourado.pt

32

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

O artista Luís Afonso, no ano em que a Praia do Porto Santo, procura, através da mostra dos quadros a óleo, uma Santo foi candidata finalista ao título de Maravilha Natural filosofia de vida muito baseada nas ilusões. de Portugal, apresentou uma exposição que representou

A exposição de pintura da autoria de Francisco Velosa,

uma viagem de luz e cor sobre o que de mais belo e precioso natural e residente na Ilha Dourada, foi constituída por 14 quadros, esta Ilha tem para oferecer, com o azul do seu mar e o intitulada “Início da Criação”. O tema da exposição pretendeu dourado da sua areia em destaque. Esta foi uma exposição mostrar a ideia do começo, é pintura abstracta com relevância de fotografia intitulada de “Porto Santo Maravilha Natural – para as cores vivas e caras abstractas. É a primeira vez que o – 30 Olhares sobre a Ilha Dourada”.

artista expõe. O gosto pelas artes é um sonho que alimenta

"Prenúncio" foi o título da exposição de pintura de Fátima desde criança e que diz querer concretizar, sobretudo a pintura Guimarães, inaugurada no mês de Agosto, na sala de e a escultura. Francisco Velosa admite mesmo que já tem alguns exposições dos Paços do Concelho. A artista, natural do Porto trabalhos preparados para futuras exposições. O

luÍs AFoNso

NuNo beNedITo

FáTImA guImArães

www.arealdourado.pt

33

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

MILHARES VISITARAM A FEIRA DO LIVRO Esta iniciativa incentiva à leitura em férias.

O

s meses de Julho e Agosto de 2010 voltaram procuram este espaço em busca daquele que é, para muitos,

a ficar marcados por mais uma edição da Feira um companheiro diário. O livro. O do Livro, uma iniciativa da responsabilidade da

livraria Orfeu Rebelde, com o apoio da Câmara Municipal

A Feira do livro de verão registou uma adesão surpreendente.

do Porto Santo. Esta Feira tem vindo, ano após ano, a ganhar cada vez mais aficionados, pois além de permitir excelentes oportunidades de aquisição de obras literárias, tem servido especialmente como uma ferramenta muito importante na divulgação e fomento da leitura, com especial enfoque para quem se encontra no Porto Santo a passar as suas férias. Esta é, por isso, uma parceria de sucesso, que começa a assumir-se indiscutivelmente como um cartaz do centro histórico nos verões portossantenses. A confirmar isso mesmo é a cada vez maior adesão de pessoas, quer da ilha, quer de fora, que

www.arealdourado.pt

34

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

CARLA SILVA VENCEU COM “UMA COMICHÃO DE CANÇÃO” Festival Infantil da Canção.

C

arla Silva, com “Uma Comichão de Canção”, uma

das mais jovens concorrentes do “XIII Festival

Infantil de Vozes do Porto Santo”, venceu o

referido evento que teve lugar na Praça do Barqueiro. Na lista de concorrentes encontravam-se outras nove crianças participantes: Rute Abreu Angélica Menezes, Bruna Silva, Érica Dias, Kevin Vasconcelos, Marta Brito, Catarina Jacinta, Rosana Câmara e Lécia Rodrigues. O Festival contou também com a participação do Coro Infantil da Junta de Freguesia do Porto Santo e com as vozes de Décio Sousa e Carina Teixeira, cabendo a apresentação à Junta local, entidade responsável pela dinamização da iniciativa. O

www.arealdourado.pt

35

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

HUGO DANILO EM RECITAL DE PIANO Centro Cultural e de Congressos encheu-se para ouvir o pianista portossantense.

H

ugo Danilo, jovem pianista portossantense a

Regressar à sua terra natal é que não é opção de curto

estudar actualmente em Bruxelas, é a grande prazo, até porque como confessa, a adaptação tem sido

referência e um exemplo do trabalho desenvolvido mais fácil do que esperava, pelo que a sua vida vai continuar

pela extensão no Porto Santo, do Conservatório de Música pelo estrangeiro. O da Madeira. Depois de aprender as “primeiras notas”, teve a ambição de seguir os estudos no estrangeiro, o que viria,

o Centro Cultural e de Congressos acolheu o jovem portossantense, que mostrou todo o seu potencial num recital de piano de grande nível.

com muito sacrifício, a conseguir. Reconhecendo que a sua ambição, a partir de certa altura, foi a de seguir a sua formação fora da Região, Danilo reconhece que inicialmente foi preciso convencer os seus pais. A viver em Bruxelas, hoje com 19 anos, este jovem divide o seu quotidiano entre as várias disciplinas teóricas e as aulas práticas de piano. Nestes primeiros meses da sua aventura em Bruxelas, o que mais o impressionou foi a mistura de culturas e, naturalmente, o nível de exigência da escola, embora confesse que não tem termo de comparação com o ensino superior em Portugal ou na Madeira. Decidido a abraçar uma carreira profissional, Hugo Danilo não quer ficar pela licenciatura e já sonha com uma pós-graduação, num outro país. O propósito é ser músico profissional ou, em alternativa, ser professor de piano. www.arealdourado.pt

36

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

FESTIVAL DO PETISCO SERVIDO AO SABOR DA ANIMAÇÃO A gastronomia e a música voltaram a marcar pela positiva o evento.

P

elo quarto ano consecutivo, a Areal Dourado,

Animação voltou a ser preponderante para o sucesso de um evento que juntou à mesa, locais e turistas.

E.E.M, em parceria com Câmara Municipal do Porto Santo, organizaram mais um Festival do

Petisco, um evento que se realizou entre os dias 2 e 8 de Agosto. Uma vez mais, o Festival do Petisco teve o condão de reunir muitos turistas e locais à mesa.

Como não poderia deixar de ser, o papel principal desta deram um grande contributo para o sucesso da edição de grande festa foi para os petiscos locais como os chicharros 2010. Do elenco que ajudou a animar o festival, constaram o fritos, pezinhos de porco e escarapiada, carne de vinha-d’alhos Dr. Buzico, Vozes da Terra, Grupo de Folclore do Porto Santo, em bolo do caco, entre outros. Sempre apoiados por petiscos Marcial e Décio, Tuma e a Banda Filarmónica da Casa do Povo regionais e nacionais, como a espada, mexilhão e amêijoas, a de Nossa Senhora da Piedade. vasta oferta fez a delícia dos que optaram por ali passar e

Como a promoção dos produtos de excelência da Ilha

provar a nossa gastronomia

foi um dos grandes objectivos do evento gastronómico,

Mas como não poderia deixar de ser, a animação voltou a perfeitamente alcançado segundo os organizadores, Festival desempenhar um papel deveras importante, com o ambiente do Petisco assume-se, já, como um cartaz turístico da ilha. A festivo que proporcionou. Durante os sete dias de festival, edição de 2010 terminou com um balanço muito positivo e outros tantos agrupamentos e artistas, locais e regionais, com regresso prometido em 2011. O www.arealdourado.pt

37

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

VIII ENCONTRO DE FOLCLORE DO PORTO SANTO Evento contou com a participação de seis grupos da Região e continente.

A

tradição, os usos, os costumes e a cultura música, cor, tradição e em todo o charme da cultura portuguesa,

portuguesa voltaram, uma vez mais, a desfilar no espalhado pelos grupos ali representados que tiveram o palco da Ilha Dourada, fazendo as delícias de condão de aquecer ainda mais uma noite de Verão O

largas centenas de pessoas que encheram quase por completo a Praça do Barqueiro para assistir ao VIII Encontro

seis grupos de folclore participaram neste espectáculo, que teve uma duração de cerca de duas horas, com actuações de cerca vinte minutos para cada grupo.

de Folclore do Porto Santo, um evento da responsabilidade da Junta de Freguesia, em parceria com a Câmara Municipal e com o apoio da Empresa Municipal Areal Dourado. Na edição deste ano participaram seis grupos, três dos quais do continente, dois da Madeira e, como não poderia deixar de ser, o grupo anfitrião. As Lavadeiras da Ribeira da Laje, de Oeiras, o Rancho Folclórico de Fazendas de Almeirim, do Ribatejo, e o Rancho Folclórico da Correlhã, de Ponte de Lima, foram os que viajaram desde o outro lado do Atlântico, enquanto da vizinha Madeira estiveram presentes o Grupo de Folclore Monte Verde e o Grupo de Folclore da Casa do Povo de Gaula, e

naturalmente, o Grupo de Folclore do Porto Santo,

que fez as honras de abertura da edição de 2010. Durante mais de duas horas, todas as atenções da noite estiveram, por isso, centradas no grande desfile de dança, www.arealdourado.pt

38

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

PORTO SANTO PRESENTE NAS “48 HORAS A BAILAR” EM SANTANA Em ano da biodiversidade, a Câmara mostrou a Canavieira.

O

Porto Santo voltou, uma vez mais, a marcar temática, tendo o Porto Santo mostrado a nossa

presença na XXII Edição da Feira Regional de canavieira, tema que este ano fez parte das marchas Municípios, que decorreu em Santana entre os de S. João.

dias de 2 a 4 de Julho. Numa iniciativa da Casa do Povo

Como ponto alto das festividades, o Festival de

daquele concelho, o tema central da edição deste ano Folclore “48 Horas a Bailar” voltou a reunir vários grupos esteve directamente ligado à biodiversidade, tendo as um pouco de toda a Região, de entre os quais o Grupo várias autarquias que ali se fizeram representar dado a de Folclore do Porto Santo, que no final voltaram a ser conhecer os seus principais produtos associados à agraciados com um prémio de presença. O

www.arealdourado.pt

40

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

porto santo é já uma presença assídua neste evento cultural.

www.arealdourado.pt

41

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

EXPO PORTO SANTO VOLTOU A MARCAR O VERÃO PORTOSSANTENSE Inovações de vulto distinguiram a edição de 2010.

D

ecorreu entre os dias 29 de Agosto e 5 de Setembro,

O certame reuniu, este ano, cerca de 100 empresas, num

no Pavilhão Multiusos, mais uma edição da Expo total de 270 stands, onde não faltaram as representações Porto Santo/Nautitur, uma iniciativa da Associação institucionais, empresas náuticas de recreio, comércio de

Comercial e Industrial (ACIPS), com o apoio da Câmara automóveis, serviços e outros ramos de negócio e actividade Municipal (CMPS) e da Direcção Regional para a Administração com presença habitual no Porto Santo. O Publica do Porto Santo (DRAPS). A edição deste ano, apesar das dimensões mais reduzidas em relação a edições anteriores, apresentou-se mais compacta e mais atractiva para os visitantes, mas também muito mais apelativa para as empresas e empresários que ali se fizeram representar. Mais uma vez, o dinamismo da maior feira multissectorial do Porto Santo teve eco na população residente e não só, registando-se grande afluência. Uma das atracções da edição deste ano foi a introdução de um "Outlet", permitindo aos seus visitantes a compra directa de artigos a preços muito acessíveis. Também a zona da gastronomia sofreu melhorias significativas, tendo o espaço para o efeito ficado situado no topo norte do Pavilhão, o que agradou à maioria dos visitantes e expositores. www.arealdourado.pt

42

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

www.arealdourado.pt

43

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

XI EDIÇÃO DO FESTIVAL COLOMBO Três dias bem animados ao estilo medieval.

A

XI Edição do Festival Colombo animou, bem ao

desembarque do navegador na praia do porto santo continua a ser um dos momentos mais marcantes do festival.

estilo medieval, durante três dias, a Ilha do Porto Santo, promovido uma vez mais pela

Secretaria Regional do Turismo e Transportes. A envolvência neste espectáculo foi de todos, desde os actores que recriavam a época, pelas suas vestes, pelos seus dizeres e pelos cantares, até aos visitantes que

Pelo terceiro ano a produção deste espectáculo

respondiam às suas “provocações”.

esteve a cargo de 171 figurantes, dos quais 101 pertencem

Centenas de pessoas assistiram ao desembarque de à Companhia de Teatro VivArte, com os restantes a Cristóvão Colombo, naquele que é um dos actos de uma serem recrutados no Porto Santo. “peça” que reedita a passagem do navegador pela Ilha.

Neste Festival, a animação foi pródiga, com música

Após o desembarque na praia, em frente à Praça do e dança, desfiles, encenação, mostra de artesanato, Barqueiro, seguiu em cortejo até a sua casa. Mais tarde, gastronomia, malabares de fogo e espectáculo de durante o banquete e na presença de centenas de pirotecnia, entre outros motivos de interesse. testemunhas, Cristóvão Colombo anunciou o seu noivado

Foram, sem dúvida, momentos que conduziram os

com a filha do Capitão Donatário. As comemorações espectadores numa viagem ao passado, revivendo continuaram com a abertura da Feira Quinhentista e com episódios que fazem parte da história do Porto Santo, o casamento já anunciado.

como primeira etapa dos descobrimentos portugueses. O www.arealdourado.pt

44

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

www.arealdourado.pt

45

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA jantar convívio da marcha da Camacha

jantar convívio da marcha da Cidade

www.arealdourado.pt

46

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

jantar convívio da marcha do Campo de baixo

jantar convívio da marcha do Campo de Cima

www.arealdourado.pt

47

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

GRUPO DE FOLCLORE ASSINALOU O SEU 47º ANIVERSÁRIO Quase meio século a difundir a cultura e as tradições portossantenses.

F

undado a 1 de Novembro de 1963 pelo Padre culturais, uma caminhada ao Pico Ana Ferreira e uma

Martins, António José Rodrigues e Germano eucaristia. À noite, houve lugar a um jantar convívio onde Vasconcelos, o Grupo Folclórico do Porto Santo tem não faltou a boa disposição. O

sido uma peça fundamental, ao longo dos últimos quarenta e sete anos, na divulgação da cultura e tradições portossantenses,

para assinalar os 47 anos do grupo de Folclore foi celebrada uma missa, uma caminhada ao pico Ana Ferreira e um  jantar.

quer na Região, quer um pouco por todo o País e junto de algumas comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo. A persistência tem sido, por isso, um mote pelo qual se têm pautado os seus dinamizadores que, mesmo atravessando por vezes inúmeras dificuldades, uma das quais a captação de jovens para o folclore, estes têm conseguido ultrapassá-las e manter, passado quase meio século, uma dinâmica bem viva e activa. Actualmente com cerca de 30 elementos, com idades compreendidas entre os 13 e os 57 anos, o grupo liderado por Luís Rodrigues e Duarte Mendonça tem mantido uma presença assídua nos hotéis locais, actuando para os turistas que visitam a ilha, tal como noutras actividades ou eventos que decorrem no Porto Santo, ou fora dele, para os quais são solicitados. Para assinalar mais um ano de existência, o Grupo Folclórico realizou algumas actividades desportivas e www.arealdourado.pt

48

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

ACES PÕE PORTO SANTO A RIR

“Última Cartada” lotou auditório do Centro Cultural e de Congressos.

A

comédia de Vladimir Santos, “Última Cartada”,

A comédia foi representada por um grupo de actores amadores, todos residentes na Ilha dourada e com idades compreendidas entre os 16 e os 45 anos.

interpretada pelo Grupo de Teatro Amador da Associação Cultural e Recreativa do Espírito

Santo (ACES), registou uma grande procura do público portossantense, o que fez com que a peça fosse levada a cena três vezes, sempre com lotação esgotada. A referida peça, com o texto adaptado e orientado por Sónia Carvalho, teve lugar no auditório do Centro Cultural e de Congressos. A sinopse da “Última Cartada” anunciava um casal arruinado financeiramente devido ao vício do jogo do patriarca da família, que resolve casar o filho com uma camponesa que julgam ter recebido uma herança. Esta peça contou com outras personagens que deram contornos engraçados à história. A comédia foi representada por um grupo de actores amadores, Célia Sousa, Donatila Menezes, Dorisa Drumond, Paulo Alves, Sandra Santos e Thais Pereira, todos residentes na Ilha Dourada e com idades compreendidas entre os 16 e os 45 anos, têm em comum o facto de exercerem uma actividade profissional distinta da arte da representação. O www.arealdourado.pt

50

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

NATAL SÉNIOR PROMOVIDO PELA JUNTA DE FREGUESIA Mais de uma centena e meia de idosos participaram no almoço de confraternização.

A

Junta de Freguesia do Porto Santo promoveu, no

Na altura, o Presidente da Junta de Freguesia, Idalino

passado dia 12 de Dezembro, um almoço de Natal Vasconcelos, agradeceu a presença de todos e desejou um

Sénior, que teve lugar no restaurante Salinas, no Natal cheio de alegria. O

Hotel Torre Praia.

o convívio, que se assume como o maior encontro entre a geração com mais de sessenta anos da ilha, contou com a participação de mais de uma centena e meia de idosos.

O convívio, o qual se assume anualmente como o maior encontro entre a geração com mais de sessenta anos da ilha, constitui uma oportunidade para promover o encontro e confraternização com amigos e familiares da mesma faixa etária, tendo para o efeito participado nesta iniciativa mais de uma centena e meia de idosos.

ACES PROMOVEU FESTA DE NATAL SÉNIOR

O Grupo de Teatro Amador da ACES, o Grupo de Música Tradicional, Vozes da Terra, o Grupo Infantil de Aeróbica a cargo da professora Carla Dias, o Coro Infantil da Junta de

A Associação Cultural e Recreativa do Espírito Santo (ACES) Freguesia, Décio Sousa e Telma Sousa foram alguns dos levou a cabo, no passado dia 12 de Dezembro, a Festa de grupos e personagens de deram corpo a um espectáculo Natal Sénior, iniciativa que teve lugar no auditório do Centro único e muito acarinhado pelos muitos idosos que fizeram questão de marcar presença. O

Cultural e de Congressos do Porto Santo. www.arealdourado.pt

51

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

Iº CONCURSO DE MONTRAS DE NATAL REUNIU 5 PARTICIPANTES Areal Dourado aposta na criatividade dos empresários locais.

N

o intuito de tornar a nossa cidade mais atractiva

esta iniciativa decorreu entre o dia 13 e o dia 31 do mês de dezembro 2010, destinando-se a todos os estabelecimentos de comércio pertencentes à Cidade do porto santo.

numa altura tipicamente festiva como o Natal, e com o objectivo de contribuir para o fomento e

enriquecimento do comércio tradicional, a Empresa Municipal Areal Dourado e a Câmara Municipal do Porto Santo promoveram o Iº Concurso de Montras de Natal, um desafio que contou, nesta primeira edição, com a participação de cinco concorrentes. Esta iniciativa decorreu entre o dia 13 e o dia 31 do mês de Dezembro 2010, destinando-se a todos os estabelecimentos de comércio pertencentes à Cidade do Porto Santo. Cinco montras de quatro lojas estiveram a concurso: o Salão Zé, loja Ideias e Pontos, loja Kubos, com duas montras, e loja Monef. Refira-se que a população foi chamada a participar através do voto online, voto esse que correspondeu a 20% do total da votação atribuída. O concurso foi supervisionado por um colectivo de júris composto por dois elementos da Areal Dourado, um membro da Câmara Municipal e um decorador. O www.arealdourado.pt

52

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

pai Natal fez as delícias dos mais novos

No passado dia 23 de dezembro o presidente roberto silva distribuiu prendas aos filhos dos funcionários da autarquia.

www.arealdourado.pt

54

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

CULTURA

PRESÉPIO DE GRANDES DIMENSÕES COLORIU NATAL PORTOSSANTENSE Engalanar as ruas com luz e cor é uma tradição que se mantém na Ilha Dourada.

C

omo acontece um pouco por todo o planeta,

no Porto Santo o Natal é uma época vivida com especial carinho e devoção. Para além de ser a

festa da família e, para muitos, um momento de reencontro de familiares e amigos, esta época tem, por isso, uma particular incidência no modo de acção dos seus habitantes. A começar pela iluminação natalícia das ruas, passando pelas decorações alusivas a esta época festiva, as artérias da cidade tornaram-se, uma vez mais a grande atracção

o presépio em dimensões reais, edificado no largo das palmeiras, foi o centro das atenções de residentes e turistas.

que marcaram diariamente o quotidiano de todos os munícipes e visitantes. O grande colorido das ruas apontava para o centro da Cidade do Porto Santo como ponto de referência de todas as atenções, onde esteve instalado o presépio de grandes dimensões, edificado no Largo das Palmeiras. O www.arealdourado.pt

55

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

Turismo

QUALIDADE E REQUINTE COM LUGAR MARCADO NO PORTO SANTO Hotel Porto Santo & Spa promove turismo de saúde e bem-estar.

O

Spa do Hotel Porto Santo iniciou a sua actividade serviços de qualidade no qual sintam os efeitos benéficos

no dia 18 de Agosto de 2008, sendo, portanto, da sua utilização, por outro, a construção do Spa veio dar uma infra-estrutura moderna e actual. O principal um forte contributo para a continuidade, desta feita com

objectivo da administração e da direcção do Hotel Porto as certezas e qualidade indispensáveis à utilização das Santo & Spa foi o de proporcionar àqueles que visitam a propriedades terapêuticas das areias da praia de Porto ilha, sobretudo fora da estação alta, uma actividade para Santo, algo que já vinha a acontecer desde meados da década os dias em que o clima limita as actividades no exterior. de 90 e que tem tido uma grande aceitação por parte do Assim, foi colocada à disposição dos turistas e residentes público em geral. Por fim, outro objectivo da construção uma alternativa que, relacionando o moderno conceito de do Spa foi o de alargar a gama de ofertas do Hotel Porto wellness com o do aproveitamento terapêutico das areias Santo & Spa, podendo abranger um público diferente, com da praia de Porto Santo, constitui mais um motivo de atracção necessidades mais actuais e que se revela mais exigente, e um complemento ideal para o ambiente que o hotel pois o mercado de Spas e Wellness é um mercado em pretende oferecer aos seus hóspedes e não só, grande crescimento e com uma procura bem definida. proporcionando-lhes, num ambiente requintado, todos os Tudo o que pode esperar

tratamentos de estética e bem-estar associados a um Spa.

neste espaço moderno

Se, por um lado, este novo conceito pretende atenuar

No Spa do Hotel Porto Santo podem fazer-se a maioria

a sazonalidade criando condições e actividades para que

os turistas que visitam a ilha tenham mais escolha de dos tratamentos tradicionais de um Spa, tais como Rituais www.arealdourado.pt

56

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

TURISMO

de Corpo, massagens relaxantes, gestos de estética, como jovens, normalmente casais, que procuram os tratamento depilações e esfoliações, massagens sob chuva de Vichy, de beleza e bem-estar proporcionados pelos restantes hidromassagens, Hammam, jaccuzzi, piscina, ginásio e etc. tratamentos do Spa, quer sejam as massagens, quer o Como principal atracção e uma valência única do Spa Hammam, quer o jacuzzi. do Hotel Porto Santo, temos a Terapia de Areias Quentes,

Apesar desta realidade, Raul Gonçalves, assegura que,

onde, com a utilização da areia da praia, mantida em em primeiro lugar, “o Spa tem a capacidade de atrair um rigorosas condições de higiene e temperatura, se procede vasto leque de pessoas que depois procurarão os ao tratamento de sintomas associados a patologia tratamentos que mais lhes agradam, mas o público-alvo músculo-esquelética,

tais

como

reumatismo,

dor do Spa não se limita a quem nos visita. Também se dirige

associada ao reumatismo, fibromialgias e até alguns aos residentes, sendo este um segmento da procura em problemas de pele tal como psoríase.

franca expansão”, admitiu.

Esta é uma prática que tem vindo a ser desenvolvida ao longo dos últimos 15 anos, e que tem atraído um cada

Criar um destino

vez maior número de clientes, os quais, após algumas

de saúde e bem-estar

sessões, têm sido beneficiários dos excelentes resultados

O Porto Santo tradicionalmente promovido como um

obtidos. Para além disto, o Spa proporciona um ambiente destino de sol e praia, não tem, ainda, o devido reconhecimento relaxante e harmonioso, onde é muito agradável passar como destino de saúde e bem-estar. Neste capitulo, a algumas horas, sendo possível ter algum aconselhamento tendência parece estar a mudar, muito por força do apoio de estética e onde também se procede à venda de alguns a iniciativas relacionadas com as propriedades terapêuticas produtos de altíssima qualidade da marca francesa das areias da praia do Porto Santo, às quais o Hotel Porto Santo & Spa vem dedicando esforços desde meados

Academie Scientifique de Beauté.

da década de 90, em colaboração com o Prof. João Turismo nacional lidera procura

Baptista Pereira Silva.

Os portugueses e noruegueses lideram na procura por

É com esse intuito que o Hotel Porto Santo & Spa tem

este serviço, embora Raul Gonçalves, director do Hotel desenvolvido uma série de esforços junto dos principais Porto Santo, prefira apontar como o público-alvo deste meios de comunicação, nacionais e internacionais, de investimento “toda a pessoa que valoriza o seu bem-estar forma a divulgar o destino e atrair outro tipo de turistas, e se preocupa com questões estéticas, e que além disso mais interessados no bem-estar e na tranquilidade. Assim, procura um serviço de elevada qualidade num ambiente admitiu Raul Gonçalves, “acreditamos estar a contribuir para o desenvolvimento turístico do Porto Santo ao

muito requintado e moderno”.

Ainda segundo o director do Hotel, este Spa é procurado promover o destino fora dos normais canais de promoção por diferentes tipos de clientes. Se, por um lado a procura de sol e praia, conseguindo trazer turistas especificamente é mais acentuada por pessoas com alguma idade - para utilização do Spa durante todo o Inverno, uma vez maioritariamente portugueses (do continente e da que não encerramos nesta época e potenciando aquilo Madeira, sobretudo) e noruegueses, que procuram que o Porto Santo tem durante todo o ano: tranquilidade, essencialmente os tratamentos com a areia da praia, para segurança, clima ameno e, agora, um Spa que se junta a alívio de dores relacionadas com o reumatismo - por outro todos os outros investimentos nesta área, tais como o podem ser igualmente observados muitos clientes mais golfe, o ténis e os congressos”. O www.arealdourado.pt

57

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

Ambiente

AMIGOS DA ECOTECA EM FÉRIAS Projecto visou ocupar os jovens em período de férias escolares.

P

elo terceiro Verão consecutivo, a Ecoteca do tradicionais, jardim/horta pedagógica, pintura, expressão

Porto Santo, através da Porto Santo Verde, plástica, estudo, experiências em laboratório, reutilização E.E.M.,

apoiada

pela

Câmara

Municipal, de materiais e visualização de filmes. Foram realizadas,

dinamizou, entre 28 de Junho e 17 de Setembro, um vasto igualmente, várias idas à praia e diversas visitas de estudo, programa de actividades direccionado à faixa etária dos entre as quais ao Centro de Processamento de Resíduos 5 aos 10 anos, envolvendo, no total, 51 participantes. Sólidos do Porto Santo, à Quinta das Palmeiras, ao Museu Diariamente foram desenvolvidas diversas actividades, Colombo, ao Porto Santo Ténis, ao Porto Santo Golfe e às entre as quais peças de teatro, jogos pedagógicos, jogos Aeronaves da Força Aérea.

www.arealdourado.pt

58

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

Importa referir uma cada vez maior aproximação dos amigos da Ecoteca ao lar de idosos do Porto Santo, numa

A pesquisa sobre várias temáticas ambientais, estudo, jogos pedagógicos e tradicionais, jardim pedagógico, pintura, expressão plástica, experiências em laboratório, foram algumas das actividades mais marcantes deste projecto.

iniciativa que tem como intuito principal o fomento do contacto inter-geracional e o de animar e contagiar aquele espaço com a alegria própria das crianças. O encerramento deste projecto teve lugar no passado dia 17 de Setembro na Ecoteca, onde foram realizadas várias das actividades desenvolvidas ao longo do Verão, culminando com um lanche convívio entre todos os participantes e familiares O

www.arealdourado.pt

59

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

EDUCAÇÃO AMBIENTAL FEZ-SE NA PRAIA Foram desenvolvidas várias actividades inseridas no símbolo “Bandeira Azul”.

C

onsciente da importância da salvaguarda do realiza desde 2004 na Praia da Fontinha, mas que este ano,

ambiente e da qualidade de vida dos cidadãos da tal como nos dois anos anteriores, envolveu uma parceria

Ilha do Porto Santo e de quem a visita, a autarquia com diversas entidades, tornando-a mais atractiva e

portossantense tem vindo a apostar numa política ambiental, completa em termos de conteúdos. Esta iniciativa, para além com especial incidência para a educação ambiental e dos nadadores-salvadores, contou com a colaboração da sensibilização da população em geral. Desta feita, a praia do Capitania do Porto Santo, da Protecção Civil e ainda do Porto Santo voltou a merecer papel de destaque e foram Centro de Saúde da Ilha. Semanalmente, e de uma forma realizadas várias iniciativas de promoção e sensibilização, rotativa, representantes destas instituições deram um entre as quais uma “Operação Segurança”, actividade que se pequeno esclarecimento acerca da segurança na praia

www.arealdourado.pt

60

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

dirigido aos banhistas mais jovens. Já no que concerne ao

Também os “Jogos Azuis” voltaram a marcar presença

ambiente na praia, esse foi constituído por diversas acções neste Verão, animando a praia da Fontinha, com a realização que incluíram jogos, pintura, passatempos e actividades de jogos lúdico-pedagógicos dirigidos aos banhistas mais práticas alusivas ao ambiente, iniciativas realizadas na Praia jovens. Dos mais procurados, destacaram-se a “Caça às da Fontinha, para crianças com idades compreendidas entre Beatas” e a “Pesca selectiva dos resíduos”. os 4 e os 12 anos. Todas as actividades primaram por um

Refira-se que, em 2010, foram candidatas à Bandeira Azul

carácter lúdico-pedagógico, confrontando os participantes da Europa as Praias da Fontinha e do Ribeiro Salgado, com situações do dia-a-dia, com temas actuais do ambiente concessionadas à Porto Santo Verde, E.E.M. e ao Pestana e atitudes correctas para ajudar o planeta Terra, entre outros. Dunas hotel, respectivamente. O

www.arealdourado.pt

61

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

DIA MUNDIAL DA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA Visita guiada ao Ilhéu de Cima marcou comemoração.

A

Câmara Municipal do Porto Santo e a Porto

Este dia foi criado pela Assembleia Geral das Nações

Santo Verde, E.E.M., em parceria com o Parque Unidas e visa chamar a atenção para os problemas da

Natural da Madeira, comemoraram, no passado conservação da Natureza. O

dia 28 de Julho, o “Dia Mundial da Conservação da Natureza”. No âmbito desta comemoração, estas entidades

este dia foi criado com o objectivo de chamar a atenção para os problemas da conservação da Natureza.

organizaram uma visita guiada ao Ilhéu de Cima, tendo como principal objectivo sensibilizar para o perigo das espécies vegetais invasoras.

www.arealdourado.pt

62

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

“PASSEIO PELO AMBIENTE” MOBILIZOU DUAS DEZENAS DE PESSOAS Subordinado ao tema “Mobilidade Mais Inteligente – Uma Vida Melhor”, vários foram os populares que aderiram à iniciativa.

C

erca de vinte pessoas aderiram ao “Passeio pelo participantes até à Capela de S. Pedro, enquanto os restantes

Ambiente”, numa iniciativa da Câmara Municipal pedalaram em direcção à Calheta, tendo regressado

do Porto Santo e da Empresa Municipal Porto posteriormente ao local da partida. O

Santo Verde, no âmbito do tema “Mobilidade Mais Inteligente – Uma Vida Melhor!”.

Cerca de vinte pessoas aderiram ao “passeio pelo Ambiente”.

Divididos em duas modalidades, caminhada e pedalada, os participantes concentraram-se na Praça do Barqueiro, tendo como destino dois itinerários distintos. O primeiro, que consistia numa caminhada, levou os cerca de vinte

www.arealdourado.pt

63

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

LIMPEZA SUBAQUÁTICA REVELA DESCUIDOS Foram retiradas do mar duas toneladas de detritos.

M

ais de 20 mergulhadores duas toneladas de detritos. Esta iniciativa foi

colaboraram

na

limpeza supervisionada pela vereadora do ambiente,

subaquática realizada no Porto Gina Brito e Mendes, a qual, em comunhão de

de Abrigo do Porto Santo, numa iniciativa que esforços com Rubina Brito, têm sido as grandes se realizou pelo terceiro ano consecutivo e dinamizadoras das actividades ligadas ao ambiente, que teve como promotores a Câmara Municipal no Porto Santo. O e a Empresa Municipal Porto Santo Verde, com a colaboração do Clube Naval e da empresa de mergulho Porto Santo Sub. Nesta acção, que teve como lema “Amar o Mar. Ajude a Limpar”, foram retirados do mar

Foram retirados do mar 58 pneus, várias garrafas e latas, num total de duas toneladas de detritos.

58 pneus, várias garrafas e latas, num total de

www.arealdourado.pt

64

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

V SIMPÓSIO AMBIENTAL ABORDOU A ORIGEM DAS AREIAS DA PRAIA Em ano de eleição a praia do Porto Santo esteve em destaque.

A

Câmara Municipal do Porto Santo e a Porto Presente e Futuro”, para além de uma caminhada pela praia

Santo Verde, E.E.M., levaram a cabo mais uma até à zona da Calheta. O

edição do Simpósio Ambiental como espaço de

divulgação do património natural da ilha do Porto Santo, um

entre os vários momentos que marcaram o simpósio, destaque para a palestra proferida por mário Cachão sobre a “origem das Areias do porto santo passado, presente e Futuro” e para a caminhada pela praia.

evento que integrou um conjunto palestras, uma exposição e um passeio pela praia. Assumindo como título a “Origem das Areias da Praia Passado, Presente e Futuro”, este simpósio teve o apoio do Parque Natural da Madeira e da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, um tema sustentado no facto de a praia do Porto Santo ter sido uma das candidatas ao concurso Sete Maravilhas Naturais de Portugal. O objectivo desde simpósio foi o de dar a conhecer o valioso património natural da Ilha, concentrando-se no património natural da praia e realçando os aspectos da sua geologia e da sua biodiversidade marinha. Este evento englobou, também, uma exposição intitulada “Praia - Maravilha Natural nas Escolas do Porto Santo”. De entre as várias situações que marcaram o simpósio, destaque para a palestra proferida pelo professor Mário Cachão sobre a “Origem das Areias do Porto Santo - Passado, www.arealdourado.pt

65

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

PORTO SANTO VOLTOU A ADERIR AO DIA EUROPEU SEM CARROS Centro da cidade despiu-se de carros e encheu-se de crianças.

N

o passado dia 22 de Setembro, consagrado Mais Inteligente – Uma Vida Melhor!” e incentivar o

internacionalmente como o Dia Europeu Sem desenvolvimento de comportamentos compatíveis com o Carros, o Município do Porto Santo e as Empresas desenvolvimento sustentável, tais como a utilização racional

Municipais Porto Santo Verde e Areal Dourado, dedicaram do automóvel. O um dia ao tema “Mobilidade Mais Inteligente – Uma Vida Melhor!”.

No âmbito desta iniciativa foram desenvolvidas actividades lúdicas dirigidas aos mais jovens.

No âmbito desta iniciativa, foram desenvolvidas actividades lúdicas e recreativas, tais como ateliês de actividades ao ar livre, teatro de rua, balonismo, construção de papagaios de papel e de carrinhos de canas, para além dos jogos tradicionais, numa iniciativa dedicada essencialmente à comunidade mais nova, onde participaram todos os estabelecimentos de ensino do Iº Ciclo do Porto Santo. À semelhança de anos anteriores, o Centro de Saúde Dr. Francisco Rodrigues Jardim associou-se à iniciativa e dinamizou um espaço dedicado à medição da tensão arterial e peso corporal, durante o qual os participantes foram elucidados acerca da importância dos hábitos saudáveis de mobilidade. O grande objectivo desta iniciativa foi o de sensibilizar de modo geral para o tema deste ano “Mobilidade www.arealdourado.pt

66

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

“CAÇA-CARTUCHOS” REUNIU QUATRO GRUPOS DE CAÇADORES A iniciativa originou a recolha de 6.648 cartuchos.

A

Porto Santo Verde, E.E.M. e o Município do Porto

A entrega de prémios do Concurso “Caça-Cartuchos”

Santo, em colaboração com a Associação de teve lugar no passado dia 22 de Novembro e decorreu no Caçadores da Ilha, lançaram o concurso Salão Nobre do Edifício de Serviços Públicos. O

“Caça-Cartuchos”, iniciativa que pretendeu, uma vez mais, sensibilizar os caçadores para a necessidade de manter

Quatro grupos, com cerca de 15 caçadores, abraçaram o desafio de recolher o maior número possível de cartuchos vazios, abandonados durante a época venatória.

limpos os locais escolhidos para a caça, com a vantagem acrescida de poderem vir a ser premiados pelas suas boas práticas ambientais. O concurso desafiou, por isso, todos os caçadores da Ilha a recolherem os cartuchos vazios que resultassem das suas actividades de caça, ou aqueles que tivessem sido deixados no campo, no período venatório que decorreu de 10 de Outubro a 1 de Novembro de 2010. Quatro grupos, com cerca de 15 caçadores, abraçaram o desafio de recolher o maior número possível de cartuchos vazios durante a época venatória. O facto de o último período venatório ter sido mais curto culminou com a recolha de apenas 6.648 cartuchos, um número muito inferior ao do ano anterior, no qual foram recuperados 13.753 unidades. www.arealdourado.pt

67

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

DIA NACIONAL DO MAR COM CONTRIBUTO DAS CRIANÇAS Escolas do 1.° Ciclo ajudaram a limpar a praia da ilha.

D

uas turmas de crianças do ensino básico do 1.º

o principal objectivo destas acções de limpeza da praia do porto santo foi o de sensibilizar as crianças para não poluírem a nossa praia, advertindo-os para a adopção de um comportamento mais correcto.

Ciclo, com idades compreendidas entre os 7 e 9

anos, limparam a praia da Ilha Dourada, junto ao

cais e à zona balnear da Fontinha, numa iniciativa que esteve a cargo da Porto Santo Verde E.E.M., em colaboração com o Município do Porto Santo, em jeito de comemoração do Dia Nacional do Mar, no dia 16 de Novembro. O principal objectivo e a natureza destas acções é o de sensibilizar as crianças para não poluírem a nossa praia, advertindo-os para a adopção de um comportamento mais correcto. No programa da empresa municipal, esta iniciativa pretendeu chamar a atenção para o problema do abandono de resíduos no meio marinho e costeiro por parte do homem, principal problema ambiental que este meio encontra. A presença de detritos nas praias e no mar afecta negativamente a paisagem, ameaça a saúde dos utentes das praias e tem consequências nefastas na fauna marinha, provocando morte por asfixia, aprisionamento ou mesmo infecções. O www.arealdourado.pt

68

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

OFICINAS DE REUTILIZAÇÃO DE MATERIAIS ALUSIVAS AO NATAL Muitos participantes aderiram à iniciativa da Empresa Municipal Porto Santo Verde

A

ntecipando a época natalícia, a Porto Santo

Esta iniciativa, realizada em parceria com a Câmara

Verde, E.E.M. desenvolveu duas oficinas de Municipal do Porto Santo, contou com a colaboração de reutilização de materiais na Ecoteca do Porto Santo. Deolinda Rodrigues, que demonstrou uma técnica da “Massa

À semelhança de anos anteriores, esta actividade teve Biscuit”, em duas oficinas: uma realizada em Novembro e como objectivo a criação de objectos úteis no dia-a-dia a outra em Dezembro. O partir da reutilização de materiais, tendo como principal material, frascos e garrafas de vidro com tampa, que de

Ao mesmo tempo que criou arte, a iniciativa sensibilizou para a redução da produção de resíduos, estimulou a reutilização e reaproveitamento de materiais e incentivou a adopção de comportamentos ambientalmente correctos.

outra forma iriam para o lixo. Assim, ao mesmo tempo que se sensibilizou para a redução da produção de resíduos, estimulou-se a reutilização e reaproveitamento de materiais, e incentivou-se a adopção de comportamentos ambientalmente correctos. Os participantes tiveram a oportunidade de criar objectos decorativos de Natal, aprendendo novas técnicas de reutilização de materiais, num ambiente saudável de partilha de ideias e experiências. www.arealdourado.pt

69

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

SEIS ESTABELECIMENTOS GALARDOADOS Seis estabelecimentos de ensino receberam Bandeira Verde.

N

o passado ano lectivo, todos os estabelecimentos

de ensino do Porto Santo foram distinguidos com o galardão Eco-Escolas. As Bandeiras Verdes

foram entregues pelo presidente da Câmara Municipal às escolas básicas do 1º Ciclo, o Externato Nossa Senhora da Conceição, EB1/PE do Campo de Baixo, EB1/PE, da Camacha e EB1/PE do Porto Santo. No dia 10 de Novembro foram entregues as Bandeiras Verdes na Escola Básica e Secundária Prof. Dr. Francisco Freitas Branco e no Infantário “O Moinho”. Reconhecendo o interesse que o Programa Eco-Escolas tem na formação dos jovens do Porto Santo, a Câmara Municipal tem apoiado e encorajado esta iniciativa, www.arealdourado.pt

70

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

Todos os seis estabelecimentos de ensino da ilha foram distinguidos com o galardão eco-escolas.

nomeadamente através da Porto Santo Verde, Empresa Municipal portadora por um programa de educação ambiental orientado para as escolas e responsável pelo apoio e acompanhamento necessários à implementação deste projecto. O Município do Porto Santo conta com quase 12 anos de educação ambiental, dirigida às camadas mais jovens, o que tem ajudado a mudar mentalidades, objectivo principal da educação ambiental, não só daqueles que a receberam directamente, mas também daqueles que a receberam indirectamente. Este trabalho de sensibilização tem contado com o estabelecimento de parcerias com diversas entidades, nomeadamente Parque Natural da Madeira, Direcção Regional de

Florestas,

Direcção

Regional

de

Agricultura

e

Desenvolvimento Rural, entre outras. O www.arealdourado.pt

71

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

ECOTECA PROMOVEU NATAL ECOLÓGICO Pessoas da terceira idade participaram na criação de objectos decorativos através da reutilização de materiais.

D

esde a sua abertura, a Ecoteca do Porto Santo

tem desenvolvido projectos em parceria com o Lar de Idosos e Centro de Dia da Fundação de

Nossa Senhora da Piedade, no sentido de promover o contacto inter-geracional e a partilha de experiências. Esta parceria já é uma tradição no Natal, na qual se desenvolvem ateliês com os idosos e jovens que visitam a Ecoteca, com o objectivo de, através da reutilização de materiais, criar objectos decorativos de Natal. Em resultado disso, este ano, cerca de 15 idosos criaram várias árvores de Natal a partir da reutilização de revistas. O

Cerca de 15 idosos criaram árvores de Natal a partir da reutilização de revistas.

www.arealdourado.pt

72

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

AMBIENTE

NATAL COM DEZ ÁRVORES ECOLÓGICAS Do projecto de reutilização da Porto Santo Verde, E.E.M., resultaram 10 árvores de Natal.

A

Porto Santo Verde, E.E.M. e o Município do Porto árvores, de menores dimensões, a partir da reutilização de

Santo comemoraram, uma vez mais, o Natal de materiais de desperdício. O desafio foi bem aceite por todos uma forma diferente. Este ano, a Árvore de Natal e culminou com a apresentação de mais 9 árvores de natal

Ecológica elaborada no âmbito das actividades da Ecoteca ecológicas que estiveram expostas no centro da Cidade, do Porto Santo, com 4,50 m de altura e 2,40 de diâmetro, junto ao edifício da Câmara Municipal do Porto Santo. O esteve exposta no centro da Cidade e foi feita através da reutilização de, aproximadamente, 365 sacos de café, 80

A árvore de Natal ecológica, elaborada no âmbito das actividades da ecoteca do porto santo, tinha 4,50 m de altura e 2,40 de diâmetro, e esteve exposta no centro da Cidade.

estrelas de esferovite, 95 garrafas de plástico, 70 copos de iogurte e 70 tampas plásticas. Além desta árvore, de maiores dimensões, este ano, a Empresa Municipal Porto Santo Verde e o Município lançaram um desafio a diversas entidades, entre as quais as Escolas do Porto Santo, ao Centro de Dia/Lar de Idosos e ao Centro de Actividades Ocupacionais, no sentido de serem criadas

www.arealdourado.pt

73

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

História

CRISTÓVÃO COLOMBO NO PORTO SANTO Festival dedicado ao Navegador.

O

Festival de Colombo acontece no início de pode visitar, com a sua mulher Dona Filipa Moniz, filha

Setembro no Porto Santo e é uma festa de Bartolomeu Perestrelo, governador do Porto Santo.

dedicada a Cristóvão Colombo que dura três

O Porto Santo foi a primeira Ilha do arquipélago da

dias e em que há muita música, espectáculos, exposições Madeira a ser colonizada. Provavelmente, os primeiros e um cortejo baseado na sua vida, na Madeira, e humanos a pisar o solo do Porto Santo fizeram-no há nos descobrimentos portugueses. Há também uma cerca de 600 anos, depois de terem sido levados até à impressionante representação da sua chegada ao Porto costa por uma tempestade, enquanto exploravam a Costa Santo, em 1478, ilha onde viveu e cuja casa ainda hoje se da Guiné.

www.arealdourado.pt

74

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

HISTÓRIA

Estes navegadores desafortunados, comandados por interior podemos examinar diagramas das viagens do João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira, tinham sido grande explorador, cópias de mapas dos séculos XV e XVI e enviados numa viagem de descoberta pelo Infante D. um modelo de um dos seus barcos. Podemos ainda ver Henrique, o Navegador, e retornaram imediatamente para alguns supostos retratos de Colombo, assim como alguns Portugal para contar o que haviam encontrado. O príncipe utensílios e artefactos da época, incluindo a matamorra, enviou um navio, sob comando de Bartolomeu Perestrelo uma cova para guardar cereais, escavada no piso térreo das para colonizar a ilha, enviando, também, de regresso Zarco habitações. O e Vaz nos seus próprios navios para continuarem a explorar. A frota chegou por volta de 1420, e em 1446 Perestrelo foi

o teatro, a dança e a música, entre outros atractivos medievais, dominam os três dias de festa, em homenagem à passagem de Cristóvão Colombo pela ilha do porto santo.

designado “Capitão Donatário” do Porto Santo, uma posição que se tornou hereditária. Perestrelo mandou plantar vinha e cana-de-açúcar e abateu dragoeiros locais para a produção do “sangue-de-dragão”, uma resina altamente valiosa, utilizada em fármacos e em tinturaria. Também introduziu coelhos, o que não foi uma boa ideia, pois estes devastaram tudo o resto e o Porto Santo nunca se recompôs totalmente. Zarco e Vaz prosseguiram com o intuito de colonizar a Madeira, tornando-se esta mais importante, continuando o Porto Santo quietamente no obscurantismo até aos dias de

Baseado na figura histórica de Cristóvão Colombo,

hoje. Com uma notável excepção, a filha de Bartolomeu,

intimamente relacionada com a Madeira enquanto

Filipa Moniz, casou com um comerciante de açúcar cuja

comerciante de açúcar durante a época áurea do

naturalidade é, ainda hoje, disputada por portugueses,

produto na ilha, bem como pelo seu casamento

espanhóis e italianos. Chamava-se Cristóvão Colombo.

com Filipa de Moniz, filha de Isabel Moniz e de Bartolomeu Perestrelo, primeiro Capitão Donatário do Porto Santo, este evento não é mais do que um tributo àquele que se viria a tornar num ilustre navegador do século XV. Nos últimos anos, optou-se por um formato de festival que tem por base a recriação histórica do quotidiano quinhentista, concretamente da época marcada pela passagem de Colombo por aquela ilha, encantando turistas e residentes. O programa do certame inclui uma feira e ceia quinhentistas,

A história diz que, aquando da sua estadia no Porto

o

desembarque

de

Cristóvão

Colombo, uma guarnição militar, um espaço infantil

Santo, Colombo começou a estudar as correntes oceânicas,

com jogos renascentistas, artes circenses, cenas

fascinado pelos “feijões-do-mar” trazidos pelas correntes do

teatrais, actuações de bandeirantes e animação

golfo desde as Caraíbas. Em 1480, Colombo traçou o seu

diversa e constante, que inclui música variada e

plano para uma viagem de travessia do Atlântico, primeiro

danças europeias e orientais.

ao Rei de Portugal, mais tarde a Dona Isabel de Espanha e

É reivindicada a participação e inclusão da população

em 1485 deu início à sua expedição.

local e turistas na figuração do Festival, sendo,

Na ruela atrás da Igreja de Nossa Senhora da Piedade

para o efeito, disponibilizados trajes da época

está a casa supostamente habitada por Cristóvão Colombo,

devidamente enquadrados no espírito do evento.

quando esteve casado com Filipa Moniz, filha do primeiro

Simultaneamente decorrem acções variadas, que

Capitão Donatário do Porto Santo. Não se sabe ao certo se

incluem gastronomia, artesanato e outras actividades,

Colombo viveu ali, mas a casa certamente data desse

gerando-se uma animação permanente e um

período, é grande o suficiente e localizada no centro,

alvoroço constante por entre as várias figuras

apropriada para o estatuto de Filipa Moniz. Nos dias de hoje

características da época.

é a chamada Casa Museu Cristóvão Colombo. No seu www.arealdourado.pt

75

REVISTA PORTO SANTO


JULHO / DEZEMBRO 2010

Gastronomia

PÃO CASEIRO COM CARNE VINHA D’ALHOS Agradecimentos: Sr. José Manuel Dias

INGREDIENTES

MODO DE PREPARAR

Para 5 pães

Num alguidar deite a farinha, o sal e o fermento. Depois

4 kg de farinha branca para pão

junte a água morna. Amassar tudo muito bem. Tapar com

água morna q.b.

uma toalha ou pano, certificando-se de que todo o recipiente

1 punhado de sal

se encontra coberto. Deixar a fermentar cerca de uma hora.

fermento de padeiro q.b

De seguida, quando o conteúdo do alguidar tiver crescido, coloca-se a massa fermentada em cima de uma toalha

Carne Vinha d’alhos (preparada 1 dia antes)

polvilhada com farinha. Junta-se a carne vinha d’ alhos

2 kg de carne de porco

previamente preparada no dia anterior e leva-se ao forno a

Louro

lenha cerca de 30 minutos Bom apetite! O

Alho Oregãos Segurelha Vinagre de vinho Sal

www.arealdourado.pt

76

REVISTA PORTO SANTO


OFERTA ATÉ 9 MENSALIDADES BENFICA TV GRÁTIS


JULHO / DEZEMBRO 2010

Obras, Habitação e Urbanismo MOVIMENTO DE PROCESSOS ENTRADOS

IHM – INVESTIMENTOS HABITACIONAIS DA MADEIRA, E.P.E.

DE JULHO A DEZEMBRO DE 2010

Projecto de arquitectura referente à construção de

Projectos de Arquitectura: 13

moradias unifamiliares, a edificar nos lotes de 1 a 9 da

Projectos de Loteamento: 0

Urbanização das Matas.

Informações Prévias: 2 Requerimentos Diversos: 104

RUI MANUEL LEMOS RODRIGUES Projecto de arquitectura referente à alteração e

EMITIDOS

ampliação de uma moradia edificada no prédio urbano art.º

6 – Alvarás de licença de obras

1.147.º, localizado ao Sítio da Camacha.

29 – Alvarás de autorização de utilização 13 – Certidões de Admissão de Comunicação Prévia

CLÁUDIA SUSANA FERNANDES DE SOUSA Projecto de arquitectura referente à construção de

PROJECTOS DE ARQUITECTURA

uma moradia unifamiliar, a levar a efeito no lote 3 do

APROVADOS E LICENCIAMENTOS

loteamento titulado pelo alvará n.º 3/2009, localizado ao

CONCEDIDOS

Sítio do Campo de Baixo.

DOMINGOS FERNANDO CORREIA LOTEAMENTOS

Projecto de arquitectura referente à construção de um edifício de habitação colectiva, a levar a efeito no prédio rústico

MHMA – COMPRA E VENDA DE IMÓVEIS

artigo 145º da secção AH, localizado na Rua Cláudio Elísio Ruas.

E GESTÃO IMOBILIÁRIA, LDA. Operação de loteamento para constituição de 7 lotes a levar a efeito no prédio misto (parte rústica artigo 108º da

JOSÉ SILVESTRE LINO RODRIGUES

Projecto de arquitectura referente à legalização de secção AI e parte urbana artigo 968º), localizado no Campo uma moradia unifamiliar e garagem, edificadas no prédio de Baixo. urbano artigo 1746º, localizado no Dragoal. ANTÓNIO DIAS Operação de loteamento para constituição de 21 lotes a

ROBERTO CARLOS VASCONCELOS MELIM

Projecto de arquitectura referente à construção de uma levar a efeito no prédio misto (parte rústica artigo 29º da moradia unifamiliar, a levar a efeito no prédio rústico artigo secção AJ e parte urbana artigo 236º), localizado no Campo 73 da secção AH, localizado na Barroca.

de Baixo.

DINARTE JOSÉ MELIM AZEVEDO

JOSÉ MIGUEL BULHOSA DE AGUIAR PACHECO

Projecto de arquitectura referente à construção de uma

Operação de loteamento para constituição de 15 lotes a

moradia unifamiliar, a levar a efeito no lote 3 do loteamento levar a efeito no prédio rústico artigo 23º da secção AI, localizado nas Lombas. O

titulado pelo alvará n.º 01/2009, localizado na Camacha.

www.arealdourado.pt

78

REVISTA PORTO SANTO



Revista Porto Santo #12