__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1


Ficha técnica Título: Férias. Leituras para relaxar Autor: Biblioteca Escolar Clara Póvoa | Serviço das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de EscolasLima-de-Faria, Cantanhede Paginação: Conceição Sacarrão Fernanda Cravo Edição: Isabel Bernardo Imagem de capa: Isabel Bernardo Leituras para relaxar. Let’s Imagine by Biblioteca Escolar Clara Póvoa | Serviço das bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Lima-de-Faria, Cantanhede is licenced under a Creative Commons Atribuição-NãoComercial SemDerivações 4.0 International Licence

Para além da curva da estrada Talvez haja um poço, e talvez um castelo, E talvez apenas a continuação da estrada. Não sei nem pergunto. Enquanto vou na estrada antes da curva Só olho para a estrada antes da curva, Porque não posso ver senão a estrada antes da curva. De nada me serviria estar olhando para outro lado E para aquilo que não vejo. Importemo-nos apenas com o lugar onde estamos. Há beleza bastante em estar aqui e não noutra parte qualquer. Se há alguém para além da curva da estrada, Esses que se preocupem com o que há para além da curva da estrada. Essa é que é a estrada para eles. Se nós tivermos que chegar lá, quando lá chegarmos saberemos. Por ora só sabemos que lá não estamos. Aqui há só a estrada antes da curva, e antes da curva Há a estrada sem curva nenhuma. Alberto Caeiro


A alquimia do amor

Depois do almoço, fomos de mãos dadas até Union Point, de onde se avista o rio Neuse. As ondas eram mansas e o rio estava cheio de barcos de todos os tipos, com os miúdos a gozarem os últimos dias de

Verão, antes de voltarem para a escola. Pela primeira vez naquela semana, Jane parecia completamente descontraída; quando lhe pus um braço por cima dos ombros tive a estranha sensação de que eramos um casal que só agora tinha começado a sair. (p. 220)

Cota: 821-31 SPA

Sparks, Nicolas. (2011). A alquimia do amor. Barcarena: Presença

Nº de registo: 12655

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Bichos

Bambo, o sapo! Criou-se ao deus-dará, como tudo o que é bom. Sem pressas, confiando no tempo e na fortuna, foi estendendo a língua pelos anos adiante até se fazer o homem que depois era, largo, grosso,

atarracado. Trouxe logo do berço os olhos assim saídos e redondos, e aquelas pernas de trás em dobradiça, no mesmo instante um banco ou uma catapulta. E também boca de pasmo, com que pelas noites adiante engolia a imensidade do céu, lhe veio de nascença aberta... (p. 60)

Cota: 821.134.3-34 TOR

Torga, Miguel. (2011). Bichos. Coimbra: Edição do Autor

Nº de registo: 5916

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Ilha dos Cães

Naquela manhã, devido à acumulação de bebidas com limão, Barbie Fogg, também andava a chocar com as coisas, acabando por colidir com a quina viva da cama, por queimar o cotovelo na torradeira e, por uns

segundos antes, quase batera no carro que seguia à sua frente por se ter distraído. Habitualmente, quando conduzia a carinha em direção ao centro paroquial da igreja batista, onde trabalhava como voluntária ninguém lhe prestava muita atenção. Porém naquela manhã… (p. 257)

Cota: 821-312.4 COR

Cornwell, Patricia. (2004). Ilha dos Cães. Barcarena: Presença.

Nº de registo: 10886

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


A morgadinha dos canaviais

O almocreve assentou duas vigorosas pancadas no sólido portão de castanho diante do qual tinha parado. As primeiras vozes a responderem-lhe foram de dois cães, que acudiram

de longe ao sinal e vieram ladrar à porta com uma fúria que fez agourar mal a Henrique a cordialidade da receção que o esperava. De facto as intenções dos quadrúpedes não pareciam demasiado hospitaleiras. O almocreve divertia-se, excitando-os de fora com uma vara… (p. 19) Cota: 821.134.3-31 DIN

Dinis. Júlio. (2004). A morgadinha dos canaviais. Porto. Porto editora.

Nº de registo: 2349

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


A pérola

E a pérola mergulhou na maravilhosa água verde e desceu até ao fundo. Os braços oscilantes das algas chamaram-na, fazendo-lhe sinais. Os reflexos na sua superfície eram verdes e belos. Pousou no fundo de areia, entre as

plantas submarinas semelhantes a fetos. Por cima dela, a superfície do mar era um espelho verde. E a pérola repousou no fundo do mar. Um caranguejo que percorria o fundo do mar ergueu uma pequena nuvem de areia e, quando ela assentou, a pérola tinha desaparecido. (p. 153)

Cota: 821.134.3-31 DIN

Steinbeck, Jonh. (1999). A pérola. Lisboa: Livros do Brasil.

Nº de registo: 2349

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Vozes anoitecidas

Joseldo Bastante, mecânico da pequena vila, punha nos ouvidos s solução para a sua vida. Viajante que passava, carro que parava, ele aproximava e capturava as conversas. Foi assim que chegou de ouvir

um destino para sua filha mais velha, Filomeninha. Durante toda uma semana, chegavam da cidade notícias de um jovem que fazia sucesso virando e revirando o corpo, igual uma cobra. O rapaz tinha sido contratado por um empresário para exibir suas habilidades… (p. 1527)

Cota: 821.134.3-31 DIN

Couto, Mia. (2008). Vozes anoitecidas. (9.ª ed.). Lisboa: Caminho.

Nº de registo: 2349

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


1808

No dia 1 de Novembro, o correio de Paris chegou a Lisboa com mais um recado assustador de Napoleão: «Se Portugal não fizer o que quero, a Casa de Bragança não reinará mais na Europa dentro de dois meses.»

Por esta altura o exército francês já estava a cruzar os Pirenéus, a cadeia montanhosa na fronteira de França com Espanha, em direção a Portugal. No dia 5 de Novembro, o governo português ordenou finalmente a prisão dos ingleses residentes em Lisboa… (p. 41)

Cota: 821-311.6 GOM

Gomes, Laurentino. (2011). 1808. Alfragide: Livros D’hoje.

Nº de registo: 12692

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Contra o vento

Foi no porto que conheceu Sócrates. Ele navegava num barco chamado Amada , pintado de encarnado e verde. O nome revelou-se profético. Toda a vez que aparecia por aquelas bandas, proveniente

da ilha vizinha, sempre que ficava a olhá-la, embora não dissesse nada. Ela sentia-se atraída por aquele homem baixo e robusto, com a sua cabeça pequena, os lábios grossos e os olhos levemente achinesados e brilhantes, como áscuas que se revolviam… (p. 43)

Cota: 821-31 CAS

Caso, Ángeles. (2010). Contra o vento. Lisboa: Planeta Manuscrito.

Nº de registo: 13616

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


A crónica de Travnik

Os comerciantes, nos seus postos de venda esticaram os pescoços esperançados em ver o «jovem cônsul» a agitar-se à frente do maluco. Mas as coisas tomaram outro rumo. Antes de o guarda se aproximar,

des Fossés agachou-se por baixo do prato que o coitado abanava no alto e, com um movimento hábil e rápido, agarrou-o pelo pulso. Rodou o corpo fazendo rodar o homenzarrão como se fosse um matraquilho. Enquanto o maluco rodopiava à volta do alto… (p. 73)

Cota: 821-31 AND

Andrić, Ivo. (2008). A crónica de Travnik. Lisboa: Cavalo de Ferro.

Nº de registo: 12906

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Deixa o grande mundo girar

Romance

Estava já muito escuro quando o vi finalmente chegar, lá em baixo, no meio das prostitutas, ao longo da Major Deegan. Distribuiu café gelado de uma lata gigantesca, prateada, que ele tinha nas traseiras da

carrinha. As raparigas juntaram-se à volta, enquanto ele metia gelo com uma colher dentro das chávenas delas. Jázzelyn usava um fato de banho de corpo inteiro, florescente. Ela puxava-o nas costas, fazia estalar o elástico, aproximava-se dele, insinuava uma dança… (p. 51)

Cota: 821-31 MCC

McCann, Colum. (2010). Deixa o grande mundo girar. Porto: Civilização.

Nº de registo: 13259

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


As memórias secretas da Rainha D. Amélia

Romance

Eu e o Carlos nascemos no mesmo dia, mas não no mesmo ano, uma subterrânea atração positiva e negativa nos aproximava, pressenti-a quando nos vimos pela primeira vez em Chantily, na residência do

meu tio preferido, o Duque de Aumale, numa caçada a cervos, raposas e javalis. O encontro fora preparado pelo meu pai, conde de Paris e herdeiro da coroa de frança, e o rei D. Luís de Portugal, estimulado pelo Carlos que, numa anterior estadia em Paris… (p. 71)

Cota: 821.134.3-311.6 REA

Real, Miguel. (2010). As memórias secretas da Rainha D. Amélia. Alfragide: Dom Quixote.

Nº de registo: 12566

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Romance

O vento da Lua

Nós, seus vizinhos da frente, eramos convidados de vez em quando pela mulher do Baltazar a ir a casa deles ver televisão, que estava numa sala pequena, com uma janela que dava para a rua. A minha

irmã e eu sentados no chão, diante do aparelho enfeitiçados, mas os mais velhos diziam-nos para nos chegarmos para trás, e que o brilho do ecrã nos faria mal aos olhos, e que seriamos queimados vivos no caso de ele explodir de repente. (p. 39)

Cota: 821-31 MUN

Muñoz Molina, Antonio. (2010). O vento da Lua. Cruz Quebrada: Casa das Letras.

Nº de registo: 13647

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


20000 léguas submarinas

Romance As sugestões de Cristina Monteiro

Dirigi o meu olhar para os lados da terra, mas só vi uma ténue linha que fechava três quartos do horizonte de sudoeste até noroeste. O Nautilos, que durante a noite subira a costa ocidental de Ceilão,

encontrava-se a ocidente da baía, ou melhor , do golfo formado por esta terra e pela ilha de Manaar. Ali, sob as águas sombrias, estendia-se o banco de ostras perlíferas, inesgotável campo de perolas cujo comprimento ultrapassa vinte milhas. (p. 230, 231)

Cota: 821-31 VER

Verne, Júlio. (1989). 20000 léguas submarinas. Lisboa: Europa-América.

Nº de registo: 910121

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Astronomia

Cosmos

As sugestões de Cristina Monteiro

A Terra está totalmente explorada. Já não nos promete novos continentes ou terras perdidas. Mas a tecnologia que nos permitiu explorar e habitar as regiões mais remotas da Terra permite-nos agora

deixar o nosso planeta, aventurar-nos no espaço, explorar novos mundos. Ao deixarmos a terra podemos vê-la de cima, observar a sua forma esférica de dimensões e os contornos dos seus continentes, confirmando que muitos dos antigos cartógrafos eram… (p. 27)

Cota: 52 SAG

Sagan, Carl. (1993). Cosmos. Lisboa: Gradiva.

Nº de registo: 9075

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Crónicas dos átomos e das galáxias

Física As sugestões de Cristina Monteiro

O Big Bang é realmente o inicio do universo? É o seu ato de nascimento? Não terá existido nada antes? Eis algumas perguntas que são frequentemente feitas quando se evoca o Big Bang .

O nosso nascimento pessoal, o nascimento da Terra , o do Sol, são acontecimentos que se situam num determinado momento do tempo e que consequentemente se inscrevem numa cronologia. Há um antes e depois um momento em que estes acontecimentos ocorrem. (p. 27) Cota: 50 REE

Reeves, Hubert. (1993). Crónicas dos átomos e das galáxias. Lisboa: Gradiva.

Nº de registo: 11891

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


O planalto e a estepe

Romance As sugestões de Cristina Monteiro

Guardo especial lembrança de uma jovem argelina sem complexos, lutando raivosamente por direitos iguais aos dos homens, imaginem, naquela sociedade patriarcal fechada e religiosa, mais fechada ainda

por ter sido obrigada a fazer uma guerra de sete anos contra os franceses, aparecendo estes como cristãos, cruzados invasores. A família da jovem até nem era particularmente devota do Islão, com laivos de esquerda comunista para os lados do pai, mas… (p. 116)

Cota: 821-31 PEP

Pepetela. (1993). O planalto e a estepe. Alfragide: Dom Quixote.

Nº de registo: 12389

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Astrofísica

O primeiro segundo

As sugestões de Cristina Monteiro

A rotação da terra permite-lhe resistir à atração do Sol. A órbita, estável, repete-se incansavelmente. Imaginemos que um génio do mal se lembrava de sacudir o nosso Sol como se sacode uma ameixieira.

Estes

movimentos

modificariam

a

distância

Terra-Sol

e,

consequentemente, a sua atração mútua. Como reagiria a Terra? Uma imagem simples vai-nos esclarecer. Vamos agitar a superfície calma de um lago, batendo-lhe periodicamente com a ponta de um pau. (p. 201) Cota: 52 REE

Reeves, Hubert. (1993). Crónicas dos átomos e das galáxias. Lisboa: Gradiva.

Nº de registo: 10559

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


O sistema periódico

Diários As sugestões de Cristina Monteiro

No fim de contas, o que era aquela química que me enfurecia a mim e ao tenente? Água e lume, mais nada, tal como na cozinha. Uma cozinha, é certo, menos apetitosa, com odores penetrantes ou

desagradáveis em vez dos aromas domésticos. De resto, era tudo igual: o avental, as misturas, as queimaduras nas mãos, o limpar tudo no fim do dia. Não havia salvação para Alida. Ouvia com devoção pesarosa e ao mesmo tempo, com ceticismo italiano… (p. 96, 97)

Cota: 821-94 LEV

Levi, Primo. (1993). O sistema periódico. Alfragide: Teorema.

Nº de registo: 13689

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Corações gelados

Romance As sugestões de Fernanda Cravo

Quando eu era uma verdadeira rapariga, aminha melhor amiga chamava-se Cassandra Jane Parrish. Mudou-se para cá no inverno do terceiro ano. Eu fiquei sentada com o queixo no parapeito da janela a

ver descarregarem a carrinha das mudanças do outro lado da rua. Um tipo levava uma bicicleta de criança e uma casa de bonecas de plástico cor de rosa. Fiz figas. A nossa urbanização ainda estava muito tosca , constituída na sua maioria por casas por acabar… (p.35)

Cota: 821-31 AND

Anderson, Laurie Halse. (2013). Corações gelados. Alfragide: Asa.

Nº de registo: 13028

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


A estranha viagem do senhor Daldry

Romance As sugestões de Fernanda Cravo

A vidente virou as mãos de Alice, com as palmas voltadas para o céu. -Há duas vidas em ti, Alice . A vida que tu conheces e uma outra que te espera há muito tempo. Estas duas existências não têm nada em

comum . O homem de quem te falei encontra-se em algum lugar dessa outra vida, nunca estará presente na vida que levas atualmente. Partir ao encontro dele obrigar-te-á a fazer uma longa viagem. Viagem durante a qual descobrirás que nada daquilo em que acreditavas...(p.35)

Cota: 821-31 LEV

Levy, Marc. (2012). A estranha viagem do senhor Daldry. Lisboa: Contraponto

Nº de registo: 13289

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


O guardião dos objetos perdidos

Romance As sugestões de Fernanda Cravo

Quando ele a entrevistara, havia já tanto tempo, era um homem alto e bem constituído, com uma bela cabeleira escura, olhos azul-safira e a voz como a de James Mason. Laura pensara que era muito mais novo,

que não teria sessenta e oito anos. Apaixonara-se por Mr. Peardew e pela casa meros momentos após ter atravessado a porta. O amor que sentia por ele não era do tipo romântico, parecia mais o amor de uma criança pelo tio favorito. A força suave, os modos tranquilos… ( p.15)

Cota: 821-31 HOG

Hogan, Ruth. (2017). O guardião dos objetos perdidos. Lisboa: Presença.

Nº de registo: 13906

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Lembro-me de ti

Romance As sugestões de Fernanda Cravo

Tirando a batida das ondas, o silêncio era absoluto. Como é que ela podia ter alguma vez imaginado que isto iria resultar? Os três sozinhos, no rigor do inverno, numa aldeia deserta no extremo norte,

no meio de nenhures, sem eletricidade nem aquecimento e tendo como única porta de saída o mar. Se acontecesse alguma coisa, não podiam contar com ninguém senão com eles próprios. E agora Karen estava perante os factos, confessava para si própria… (p. 11)

Cota: 821-312.4 SIG

Sigurdardóttir, Yrsa. (2012). Lembro-me de ti. Lisboa: Quetzal.

Nº de registo: 13786

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


A rainha vermelha

Romance As sugestões de Fernanda Cravo

É o dia do meu casamento - chegou por fim. Estou à porta da igreja com o meu melhor vestido, o cinto alto e apertado em volta da minha caixa torácica e as mangas absurdamente largas ocultando os meus

braços finos e as minhas mãos minúsculas. O toucado pesa-me tanto na cabeça que a inclino sob o suporte de arame e a grande altura cónica. O ondular da echarpe que cai lá de do cimo disfarça o meu pálido ressentimento. A minha mãe está ao meu lado… (p. 33)

Cota: 821-3111.6 GRE

Gregory, Philippa. (2017). A rainha vermelha. Lisboa: Civilização.

Nº de registo: 12800

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Viajante à luz da lua

Romance As sugestões de Fernanda Cravo

Numa noite, alguns dias depois, chegaram a Ravena. Pela manhã do dia seguinte, Mihály levantou-se muito cedo, vestiu-se e saiu. Queria visitar sozinho os famosos mosaicos bizantinos, a atração principal da

cidade, porque já sabia que havia muita coisa que não podia partilhar com Erzsi, e os mosaicos eram dessa natureza. Quanto à história da arte, Erzsi era muito mais instruída e recetiva do que ele, já tinha visitado a Itália, por isso Mihály deixou que fosse ele a decidir… (p. 17)

Cota: 821-31 SZE

Szerb, Antal. (2017). Viajante à luz da lua. Lisboa: Guerra e paz.

Nº de registo: 13786

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Ensaio sobre a cegueira

Romance As sugestões de Graça Machado

À noite, depois do jantar disse à mulher, Apareceu-me no consultório um estranho caso, poderia tratar-se de uma variante da cegueira psíquica ou amaurose, mas não consta que tal se tivesse verificado

alguma vez, Que doenças são essas, a amaurose e a outra , perguntou a mulher. O medico deu uma explicação acessível a um entendimento normal, que satisfez a curiosidade dela, depois foi buscar à estante os livros da especialidade, uns antigos, do tempo da faculdade… (p.29)

Cota: 821.134.3-31 SAR

Saramago, José. (1998). Ensaio sobre a cegueira. Lisboa: Caminho.

Nº de registo: 8107

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Romance

Por quem os sinos dobram

As sugestões de Graça Machado

Robert Jordan desfez a trouxa de roupa que lhe servia de travesseiro e tirou a camisa. Estava a começar a vesti-la quando ouviu os aviões seguintes. Vestiu as calças sem sair do saco e estendeu-se imóvel,

enquanto

surgiam

novos

bombardeiros

Heinkel.

Antes

que

desaparecessem atrás das montanhas já estava com a pistola afivelada à cintura, o saco enrolado e encostado à parede rochosa onde também se encostava, sentado no chão a apertar as alparcatas. (p. 77)

Cota: 821-31 HEM

Hemingway, Ernest. (2000). Por quem os sinos dobram. Lisboa: Livros do Brasil

Nº de registo: 13289

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


A rapariga no comboio

Romance As sugestões de Graça Machado

Talvez tenha ouvido dizer que uma mulher de Witney desapareceu: uma senhora que vive em Blenheim Road, umas casas abaixo da do seu exmarido. Temos andado de porta em porta, a perguntar às pessoas se se

lembram de a ter visto nessa noite, ou se se lembram de ter ouvido alguma coisa fora do normal. O seu nome surgiu durante a nossa investigação. —Ficou calado algum tempo deixando-me refletir naquilo. – A senhora foi vista em Blenheim Road nessa tarde… (p. 77)

Cota: 821-31 HAW

Hawkins, Paula. (2017). A rapariga no comboio. (17.ª ed.). Amadora: Topseller

Nº de registo: 13703

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


O riso de Deus

Romance As sugestões de Graça Machado

Atravessei a brandura de mares tranquilos e a fúria de mares revoltos, ainda acanhado quando passava a barreira que me separava do mundo. Quando o capitão me apresentava aos outros passageiros e

me chamava «o Sr. Dr. Delegado de Goa» nem queria acreditar que era comigo. É que eu tinha demorado muito a entrar na vida e não me sentia à vontade dentro dela. Era já homem feito mas continuavam presentes os restos da infância, do tempo em que eu era cego... (p. 31)

Cota: 821.134.3-31 BAP

Baptista, António Alçada. (2017). O riso de Deus. (14.ª ed.). Lisboa: Presença.

Nº de registo: 9960

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Siddhartha: um poema indiano

Romance As sugestões de Graça Machado

Siddhartha aprendeu coisas novas a cada passo do seu caminho, pois o mundo estava transformado e o seu coração estava enfeitiçado. Viu o sol nascer para lá das montanhas da floresta, e pôr-se para lá de

praias distantes, orladas de palmeiras. Viu à noite as constelações no céu e o crescente da lua, semelhante a um barco navegando no azul. Viu árvores, estrelas, animais, nuvens, arco-íris, penhascos, erva, flores, ribeiros e rios, o orvalho nos arbustos pela manhã... (p. 53)

Cota: 821-31 HES

Hesse, Hermann. (2004). Siddhartha: um poema indiano. (9.ª ed.). Lisboa: Editorial Noticias

Nº de registo: 10442

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Romance

O terceiro gémeo

As sugestões de Graça Machado

Disse a si próprio que não podia encontrar-se metido em sarilhos. Conseguia ver a fotografia do papel e, embora fosse mais ou menos parecida com ele, não era ele. Era, sem duvida parecido com o

violador, mas, quando seguisse para a identificação juntamente com outros indivíduos altos, a vitima não iria escolhê-lo. Afinal de contas, a pobre mulher devia ter tido oportunidade de olhar bem para o estupor que a violara: o rosto dele estaria gravado na sua memória. (p. 109)

Cota: 821-31 FOL

Follett, Ken. (2004). O terceiro gémeo. Lisboa: Bertrand.

Nº de registo: 12729

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Abraço

Romance As sugestões de Isabel Bernardo

Ouve. Há dias em que questiono os gestos mais simples. Respirar, o que é? Nesses dias, as metáforas fazem mais sentido do que beber um copo de água. o que é um copo de água? Um copo é feito de vidro e

eu não sei de onde vem o vidro, transparente e frágil, duro, exceto perante o chão, exceto perante uma pedra. Alguém lhe deu a forma de copo, esse conhecimento foi ensinado através de gerações, há estranheza em tudo isso: nesse alguém desconhecido… (p. 125)

Cota: 821.134.3-31 PEI

Peixoto, José Luís. (2011). Abraço. (2.ª ed.). Lisboa: Quetzal.

Nº de registo: 12724

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Novela

A arte suprema

As sugestões de Isabel Bernardo

O meu nome é Idalina. Eu sei, já não sou muito bonita. É verdade. Também nunca fui muito bonita. Aquele é o meu marido. Dorme como um porco. Eu não devia dizer

isto. Ele trabalha como um boi. A minha vida sempre foi monótona. Fiz trabalhos como mulher a dias. Em casa de algumas pessoas importantes. Um artista famoso. O ator da novela das 9... (p. 12-14) Cota: 821.134.3-32 GON

Gonçalves, António Jorge & Zink, Rui .(2011). A arte suprema. (5.ª ed.). Porto: Asa.

Nº de registo: 13033

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Romance

O carteiro de Fernando Pessoa

As sugestões de Isabel Bernardo

A conspiração prosseguia como planeada. Bernardo, o carteiro, possui-a

uma

afinação

meticulosa

em

matéria

de

violação

de

correspondência. Perícia e vocação eram a chave que lhe permitia

ocupar território privado. Mesmo assim, nem tudo o que lhe ia parar às mãos podia considerar-se assunto tirado a limpo e compatível com o seu grau de compreensão. Aliás, num primeiro contacto com uma mensagem que não nos é dirigida, a conclusão é dúbia… (p. 23)

Cota: 821.134.3-31 PIN

Pinto, Fernando Esteves. (2013). O carteiro de Fernando Pessoa. Lisboa: Parsifal

Nº de registo: 13488

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Contos imperfeitos

Conto As sugestões de Isabel Bernardo

Chamaram de novo o mestre Domingues para com Huguet fechar aquela abóbada que muitas almas estava levando. El-Rei queria uma solução rápida, ele que levara de vencida os grandes exércitos

castelãos, ele que matara por seu próprio punho o Conde João Fernandes, dito o Andeiro, tirando um cutelo comprido e enviando-lhe um golpe à cabeça, ele que sonhava com conquistas que ainda muitos não saberiam, ele El-rei D. João, o primeiro desta coroa… (p. 115)

Cota: 821.134.3-34 CON Nº de registo: 13729

Cruz, A., Silva, A.C., Monteiro, A., Venda, A.M., Clemente, C., Carvalho, C. et al. (2015). Contos imperfeitos. Leiria: Arquivo.

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Histórias de ver e andar

Conto As sugestões de Isabel Bernardo

Não havia ordem nem justiça no mundo. Ele não merecia, por exemplo, ter perdido a família. Mas a mulher quisera o divórcio e ficara com os filhos: ele aceitara uma coisa e outra, até porque não podia encarregar-

se deles, tinha muito pouco tempo disponível. Não esperava contudo que se afastassem tanto. Tinham-se tornado quase desconhecidos e agora que tinham crescido raramente os via. Apesar de ele nunca lhes faltar com nada. Dera ordens ao banco para enviar… (p. 11)

Cota: 821.134.3-34 GER

Gersão. Teolinda. (2015). Histórias de ver e andar. Porto: Sextante.

Nº de registo: 13755

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


O teu rosto será o último

Romance As sugestões de Isabel Bernardo

Mas entre os excessos de Larau e as apreensões do padre Alberto, ninguém sabia com clareza o que se estava a passar em Lisboa, nem a situação em que se encontrava Marcelo Caetano. E, nesse território de

dúvidas, lançavam-se para a mesa os mais curiosos palpites: que tinha sido assassinado logo às primeiras horas da madrugada; que estava morto há vários dias; que já tinha dado à sola e que todo aquele escarcéu no Largo do Carmo era pura encenação… (p. 13)

Cota: 821.134.3-31 PED

Pedro, João Ricardo. (2012). O teu rosto será o último. (5.ª ed.). Alfragide: Leya.

Nº de registo: 13213

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Romance

Babilónia

As sugestões de Leonilde Rodrigues

Rémi aborrecia-se à mesa como todas as crianças e deram-lhe autorização para ir fazer bolas de sabão no terraço. Jean-Lino estava a vigiá-lo pelo canto do olho quando subitamente deixou de ver Rémi.

Jean-Lino vai à procura dele. Nada de Rémi . Desce as escadas, olha para ambos os lados da avenida General-Leclerc. Nada. Volta para dentro, sobe ao andar de cima. Ninguém. A vovó Lydie está desesperada. Jean-Lino e ela voltam a sair: procuram à direita… (p. 33)

Cota: 821-31 REZ

Reza, Yasmina. (2012). Babilónia. Lisboa: Quetzal.

Nº de registo: 14106

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


A boneca de Kokoschka

Romance As sugestões de Leonilde Rodrigues

A minha avó materna chamava-se Lia Rosenkrantz e tinha um sonho que se repetia muitas vezes, um sonho cheio de colunas e estátuas. O meu avô materno, que era uma grande cabalista, acreditava que esses

sonhos se passavam na antiga Biblioteca de Alexandria. Na verdade, esses sonhos sempre foram muito perturbadores para a minha avó, que acordava exaltada, cheia de medo. Eram imagens muito fortes, de cores vivas, daquelas que não se apagam quando se acorda... (p. 67)

Cota: 821.134.3-31 CRU

Cruz, Afonso. (2012). A boneca de Kokoschka. Lisboa: Companhia das Letras.

Nº de registo: 14078

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Romance

Um clarão de luz

As sugestões de Leonilde Rodrigues

Eis a primeira regra de negociação de reféns: Não lixes tudo. Quando Hugh se juntou à equipa regional, não foi isso que os instrutores disseram. Não peguem numa situação má para a tornar pior. Não

discutam com quem fez os reféns . Não lhes digam, Percebo, porque provavelmente não percebem. Comuniquem de uma maneira que acalme ou minimize a ameaça; e compreendam que por vezes, a melhor comunicação é não falar de todo. Escutar ativamente… (p. 19)

Cota: 821-31 PIC

Picoult, Jodi. (2019). Um clarão de luz. Lisboa: Presença.

Nº de registo: 14059

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Hotel Memória

Romance As sugestões de Leonilde Rodrigues

O momento em que a história que tenho para contar tem o seu verdadeiro inicio - isto é, a primeira vez que troquei uma palavra com Kim - é precisamente o mesmo em que a minha memória começa a

falhar. Ou em que deixa de comtemplar e se torna memória seletiva, resguardada, quase clandestina. Dessa noite de 24 de Dezembro, por exemplo, não guardo as palavras exatas que foram ditas em redor daquela mesa coberta com uma toalha de plástico. (p. 21)

Cota: 821.134.3-31 TOR

Tordo, João. (2018). Hotel Memória. Lisboa: Companhia das Letras.

Nº de registo: 14082

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Romance

Outras pessoas

As sugestões de Leonilde Rodrigues

A princípio ela não soube onde estava ou como tinha chegado ali. Concluiu que era isso o que a memória lhe estava a fazer, a subtrair dia após dia, de modo a que ela tivesse de começar sempre pelo princípio

e nunca avançar. Depois lembrou-se do dia anterior e (isso terá sido provavelmente uma primeira ideia, uma segunda, talvez) o dia anterior lembrou-lhe a ideia de memória e o facto de ter perdido a sua. E tinha-a perdido, continuava com ela perdida a ainda não sabia… (p. 23)

Cota: 821-31 AMI

Amis, Martin. (2018). Outras pessoas. Lisboa: Quetzal.

Nº de registo: 14104

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Princípio de Karenina

Romance As sugestões de Leonilde Rodrigues

Recuperei os sentidos, a visão foi adquirindo nitidez, a primeira coisa com que me deparei foi o meu pai, de pé, mesmo ao lado da cama, com o cachimbo pendurado e as mãos atrás das costas. A minha mãe

tinha a testa encostada ao meu pé deformado e levantou o rosto com um sorriso quando percebeu que eu recobrava a consciência. -O menino - disse o meu pai enquanto fechava os olhos e punha sobre eles o polegar e o indicador - não me pode humilhar… (p. 23) Cota: 821.134.3-31 CRU

Cruz, Afonso. (2018). Princípio de Karenina. Lisboa: Companhia das Letras

Nº de registo: 14077

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Anedotas e outras expressões de anticlericalismo ...

Etnologia As sugestões de Lúcia Vieira

Todavia, nunca deve ser esquecido que os elementos culturais portugueses também se encontram no homem da cultura livresca mais profunda, apesar da amplitude de horizontes que lhe está subjacente.

São frequentes os casos de eminentes intelectuais que, a propósito, nos seus escritos e/ou afirmações utilizam a cultura-mãe que os enformou. É evidente que, sobre estes, é primacial (mas não exclusivo), como campo de investigação o grupo de pessoas que ainda detém … (p. 43)

Cota: 39 MEL Nº de registo: 13594

Melo, Paulo Correia. (2019). Anedotas e outras expressões de anticlericalismo na etnografia portuguesa. Lisboa: Gradiva

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Um artista do mundo flutuante

Romance As sugestões de Lúcia Vieira

Nesse momento, a irmã mais nova, que quase não abrira a boca, entregou-me um envelope, e as duas senhoras fitaram-me gravemente enquanto eu o abria. Lá dentro encontrei uma única folha de papel

apenas com um número elegantemente traçado a pincel de tinta. Estava prestes a exprimir o meu espanto perante um tão reduzido preço, mas compreendi pelas expressões delas que continuar a falar de dinheiro seria considerado de mau gosto. (p.35)

Cota: 821-31 ISH

Ishiguro, Kazuo. (2019). Um artista do mundo flutuante. Lisboa: Gradiva

Nº de registo: 14042

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


A distância entre nós

Romance As sugestões de Lúcia Vieira

Uma das vantagens de andar sempre a vir para o hospital há mais de dez anos é que o conheço tão bem como conhecia a casa em que cresci. Todos os corredores labirínticos, escadas ocultas ou atalhos secretos já

foram explorados vezes sem conta. Mas antes de eu ter tempo de abrir as portas duplas, abre-se a porta dum quarto ao meu lado e eu viro a cabeça, surpreendida, vendo o perfil de um rapaz alto e magro que nunca vi antes. Está à entrada do quarto 315, com um caderno… (p.35)

Cota: 821-31 LIP

Lippincott, Rachael. (2019). A distância entre nós. Lisboa: Presença.

Nº de registo: 14091

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Romance

A Esmeralda do rei

As sugestões de Lúcia Vieira

Sei que o pai não gosta das conversas que eu tenho com Zahira. Toma-a por feiticeira e acredita na má influencia que a mulher possa ter sobre o meu jovem espírito. Talvez nunca a tenha perdoado por não conseguir

salvar a mãe, quando o pequeno Lourenço nasceu. Na verdade, pressinto-lhe uma certa raiva quando percebe as desculpas que arranjo para me escapar até à cabana da velha, que se esconde , bem no meio do carvalhal , do outro lado da ribeira. (p.43)

Cota: 821.134.3-311.6 PIM

Pimentel, Paulo. (2012). A Esmeralda do rei. Paço de Arcos: Mahatma.

Nº de registo: 14038

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Nada menos que um milagre

Romance As sugestões de Lúcia Vieira

Até a mula aliviou momentaneamente a hostilidade naquele seu ar vigilante, para compensar aquele calor horrível, que não era para os fracos . Era pior aqui na cozinha do que na rua, e olhem que não é dizer

pouco. Mas depressa o Aquiles voltou à atitude de antes, ou estaria o Assassino tão desidratado que começara a alucinar. Com tantas cozinhas que havia no mundo… ainda lhe passou pela cabeça esfregar os olhos com força, a ver se desembaciava a vista, mas não valia a pena. (p. 23)

Cota: 821-31 ZUS

ZusaK, Markus. (2012). Nada menos que um milagre. Paço de Arcos: Mahatma.

Nº de registo: 14037

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Nome de código: Verity

Romance As sugestões de Lúcia Vieira

Na noite do ataque aéreo ninguém dormiu e na noite seguinte também não. Naquela manhã tivemos de reparar a pista quase toda. Não estávamos equipados para isto, não tínhamos ferramentas nem

materiais e não eramos uma equipa de construção, mas sem a pista RAF de Maidsend não tinha defesa possível. E isso afetava a defesa da GrãBretanha também. Por isso reparamos a pista. Toa a gente ajudou, incluindo o alemão capturado… (p. 61) Cota: 821-31 WEI

Wein, Elizabeth. (2018). Nome de código: Verity. Amadora: Topseller.

Nº de registo: 14070

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


O carteiro de Pablo Neruda

Romance As sugestões de Madalena Toscano

Quando o pescador viu entrar na taberna Pablo Neruda acompanhado de um jovem, que mais que carregar uma sacola de curo parecia estar agarrado a ela, decidiu alertar a estalajadeira da parcialmente distinta

clientela: - Vêm à procura! Os recém-chegados ocuparam duas cadeiras em frente do balcão, e viram que atravessava a sala uma rapariga de uns dezassete anos com o cabelo encaracolado e despenteado pela brisa… (p. 41) Cota: 821-31 SKA

Skármeta, Antonio. (2011). O carteiro de Pablo Neruda. Alfragide: Leya.

Nº de registo: 12609

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


As cidades invisíveis

Romance As sugestões de Madalena Toscano

Em Maurília, o viajante é convidado a visitar a cidade e ao mesmo tempo a observar velhos postais ilustrados qua a representam como era dantes: a mesma idêntica praça com uma galinha no lugar da estação

dos autocarros, o coreto da música no lugar do viaduto, duas meninas de sombrinha branca no lugar da fábrica de explosivos. Para não desiludir os habitantes o viajante tem de gabar a cidade nos postais e preferi-la à do presente, com o cuidado porém de conter… (p. 439)

Cota: 821-31 CAL

Calvino, Ítalo. (2011). As cidades invisíveis. (4.ª ed.) Alfragide: Dom Quixote.

Nº de registo: 13895

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


O meu irmão

Romance As sugestões de Madalena Toscano

Penso nisto enquanto ele põe a mesa. Desempenha a tarefa há vinte e tal anos com a mesma perfeição muito típica. Primeiro abre a mesa e calcula o que tem pela frente . Depois pega nos naperons, cada segundo

a ordem das coisas e sempre alinhados até à exaustão. Seguem-se os pratos, um aqui e outro ali num tête-à-tête rigoroso. Os talheres também um a um, isto é, primeiro vai buscar um - alinha; depois vai buscar outro - alinha, e assim sempre. Conclui com a sopa… (p. 431)

Cota: 821.134.3-31 CAB

Cabral, Afonso Reis (2014). O meu irmão. (2.ª ed.) Alfragide: Leya.

Nº de registo: 14041

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


As naus

Romance As sugestões de Madalena Toscano

O primeiro amigo que fizeram na Residencial Apostolo das Índias dormia três colchões adiante, chamava-se Diogo Cão, tinha trabalhado em Angola de fiscal da Companhia das Águas, e quando à tarde, depois da

mulata partir para o bar, se sentava comigo e com o miúdo nos degraus da pensão a ver nas ripas dos telhados o frenesim das rolas, anunciavame, já de voz incerta, beberricando de um frasco oculto no forro do casaco, que há trezentos, ou quatrocentos, ou quinhentos anos...(p. 65)

Cota: 821.134.3-31 ANT

Antunes, António Lobo. (1990). As naus. (3.ª ed.) Lisboa: Dom Quixote.

Nº de registo: 7116

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


O silêncio

Romance As sugestões de Madalena Toscano

Voltou-se devagar, sentou-se de novo, recomeçou a escrever, parou depois, atravessou a sala sem saber ao certo o que procura, entrou na cozinha sem acender a luz - a tristeza, pensou de repente, a chuva

enervante, a tarde vazia avançando, nada se possuindo jamais, o tempo como o fumo. Recomeçar? A ilusão de recomeçar. A visão fascinada e ansiosa, a serena visão desencantada. Não há nada no amor, dissera-lhe, mas sentira que essa frase era talvez absurda e corrigira… (p. 45)

Cota: 821.134.3-31 GER

Gersão, Teolinda. (2007). O silêncio (5.ª ed.) Lisboa: Sextante.

Nº de registo: 12587

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Receitas de amor para mulheres tristes

Romance As sugestões de Madalena Toscano

É saudável costume deitares a língua de fora à tua imagem no espelho . Por um lado, é preciso rirmos diariamente um bocado de nós mesmos e além disso aproveitas para dar uma vista de olhos à cor e consistência

da língua. A língua é grande depositária de segredos, como órgão interno que temos cá fora. Como hás-de ler os sinais da língua? Ah, é um alfabeto obscuro, embora cada língua tenha o seu. Conheceres-te a ti mesma não é mais que conheceres a tua língua: olha para ela… (p. 59)

Cota: 821-31 ABA Nº de registo: 11388

Abad Faciolince, Héctor. (2001). Receitas de amor para mulheres tristes. (3.ª ed.) Lisboa: Presença.

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


As alegres canções do Norte

Etnografia As sugestões de Paulo Melo

Para falar ao povo bastaria uma só voz, e nenhuma será capaz de falar mais alto que a do sino da torre. É efetivamente o sino que traduz todas as fortes comoções da vida dos camponeses: a dor no dobre, a alegria

no repique, o desespero no rebate. É ele que chama os socorros no caso de incêndio. É ele que três vezes ao dia os convida a olhar para o céu soando as três badaladas que ressoam longamente pelos campos fora. É ele que põe em comunicação com os povos vizinhos… (p. 43)

Cota: 39 PIM

Pimentel, Alberto. (1989). As alegres canções do Norte. Lisboa: Dom Qixote

Nº de registo: 7129

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Antologia da poesia experimental portuguesa

Antologias As sugestões de Paulo Melo

Apesar da proteção que a casa dos pais lhe proporcionava não foi poupado a experiencias negativas e deprimentes. Com seis anos, King fez amizade com dois colegas de escola brancos, filhos de um

comerciante da vizinhança. Quando os rapazes foram transferidos para outra escola, Martin queria dar continuidade à amizade e visitá-los para brincarem. Contudo a mãe dos rapazes não o permitiu, afirmando que isso já não era possível por ser negro. (p. 33)

Cota: 821-314.3-82 SOU Nº de registo: 10579

Sousa, Carlos Mendes & Ribeiro, Eunice. (1989). Antologia da poesia experimental portuguesa. Coimbra: Angelus Novos.

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


História – Biografias

Martin Luther King

As sugestões de Paulo Melo

Apesar da proteção que a casa dos pais lhe proporcionava não foi poupado a experiencias negativas e deprimentes. Com seis anos, King fez amizade com dois colegas de escola brancos, filhos de um

comerciante da vizinhança. Quando os rapazes foram transferidos para outra escola, Martin queria dar continuidade à amizade e visitá-los para brincarem. Contudo a mãe dos rapazes não o permitiu, afirmando que isso já não era possível por ser negro. (p. 33)

Cota: 94 (092) PRE

Presler, Gerd. (2011). Martin Luther King. Lisboa : Expresso.

Nº de registo: 12734

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Poderes invisíveis: o imaginário medieval

História As sugestões de Paulo Melo

Mas se examinar-mos com atenção o uso universal da máscara, e se repararmos para que serve, sobretudo nas sociedades ditas «primitivas» e nas sociedades tradicionais, tem de se reconhecer, creio eu, que a

máscara, longe de ocultar, revela; que ela retira a expressão pessoal do rosto, mas manifesta aquilo que na vida quotidiana não se pode ver; que ela serve, enfim, para descobrir um certo sentido do rosto que está para além das aparências :aquele sentido qua a face viva e individual… (p. 31)

Cota: 94 (4+7) MAT

Mattoso, José. (2013). Poderes invisíveis: o imaginário medieval. Lisboa: Temas e Debates.

Nº de registo: 13081

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Super portugueses

História - Biografias As sugestões de Paulo Melo

É impossível «meter» o padre António Vieira em poucas linhas de tal forma a sua figura é complexa e a sua vida rica em aventuras. Podemos somente tentar um esboço que não traia a sua personalidade. E

comecemos com um facto que, não sendo ignorado, também não é referido muitas vezes: este incomparável artista da prosa em português, este «imperador da língua portuguesa», como lhe chamou Fernando Pessoa - que sabia do que falava - era um mestiço. (p. 151)

Cota: 94(469)(092) AGU

Aguiar, João. (2009). Super portugueses. Lisboa: Bertrand Editora.

Nº de registo: 12898

BIBLIOTECA ESCOLAR CLARA PÓVOA| ESCOLA SECUNDÁRIA LIMA -DE-FARIA | ANO LETIVO 2019/2020


Missão Enquanto estrutura pedagógica, o Serviço das Bibliotecas Escolares do AELdF tem por missão apoiar o processo de ensino e aprendizagem, promover a leitura, a literacia da informação e o gosto pela frequência de bibliotecas ao longo da vida, a fim de contribuir para a formação de cidadãos informados, críticos, responsáveis, utilizadores efetivos da informação e com capacidade de aprendizagem autónoma.

Visão Integrado na RBE, o Serviço das Bibliotecas Escolares do AELdF pretende continuar a ser uma referência neste programa. Aberto às orientações nacionais e internacionais e à colaboração em rede, desenvolve o seu trabalho numa busca contínua da excelência dos serviços e da coleção, acessíveis equitativa e livremente, potenciando os valores e demais orientações estratégicas expressas no Projeto Educativo do Agrupamento.

Profile for Biblioteca Escolar Clara Póvoa

Boletim Bibliográfico n.º 92 | Leituras para relaxar  

Boletim Bibliográfico da Biblioteca Escolar Clara Póvoa da Escola Secundária Lima-de-Faria. Leituras para férias.

Boletim Bibliográfico n.º 92 | Leituras para relaxar  

Boletim Bibliográfico da Biblioteca Escolar Clara Póvoa da Escola Secundária Lima-de-Faria. Leituras para férias.

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded