Issuu on Google+

A eb23carapinheirabibliote ca@gmail.com http://www.eb23djsantosbessa.edu.pt/be

Textos e composição da responsabilidade da Equipa da BE Com o apoio: Junta de Freguesia Meãs do Campo

Fábula

é um género narrativo que surgiu no Oriente, mas foi particularmente desenvolvido por um escravo chamado Esopo, que viveu no séc. 6º. a.C., na Grécia Antiga. Esopo inventava histórias em que os animais eram os personagens. Por meio dos diálogos entre os bichos e das situações que os envolviam, procurava transmitir sabedoria de carácter moral ao Homem. Assim, os animais, nas fábulas, tornam-se exemplos para o ser humano. Cada bicho simboliza algum aspecto ou qualidade do Homem como, por exemplo, o leão representa a força; a raposa, a astúcia; a formiga, o trabalho... Além da fábula, existem outros géneros que também pretendem transmitir ensinamentos morais ou filosóficos através de narrativas, como o apólogo e a parábola.

Uma Raposa, morta de fome, viu ao passar, penduradas nas grades de uma viçosa videira, alguns cachos de uvas negras e maduras. Usou de todos os seus dotes e artifícios para as agarrar, mas como estavam fora do seu alcance, acabou cansada, e nada conseguiu. Por fim deu meia volta e foi-se embora, consolando-se a si mesma, meio desapontada, disse: “Olhando com mais atenção, percebo agora que as uvas estão todas estragadas, e não maduras como eu imaginei a princípio”.

Boletim da Biblioteca Biblioteca Escolar da EB 2, 3 Dr. José dos Santos Bessa Carapinheira

Ano IV – Nª 1 2008/09 Novembro 08

Momentos...Teresa Calçada na BE

Autor: Esopo Moral da História: Ao não reconhecer e aceitar as próprias limitações, o vaidoso abre assim o caminho para sua infelicidade. FÁBULAS NA NET: http://nonio.eses.pt/fabulas

Sugestões de Leitura Brisingr, Christopher Paolini BRISINGR, o terceiro livro do “Ciclo da Herança”, promete revelações escaldantes. Eragon vai encontrar-se com um deus… e uma das personagens principais será sacrificada. Atreves-te a adivinhar quem? Na sequência da batalha colossal nas Planícies Flamejantes contra os guerreiros do Império, Eragon e o seu Dragão, Saphira, escapam com dificuldade. No entanto, o Cavaleiro e o Dragão ainda terão de se deparar com inúmeros desafios… Eragon vê-se enredado numa série de promessas que poderá não conseguir cumprir.

Os Sapatos do Pai Natal, José Fanha Ninguém sabe os contratempos que um Pai Natal sofre para levar a tempo e horas todas as prendas que as crianças irão receber, mal abrirem um olhito na manhã de cada dia 25 de Dezembro! Eu, que fui Pai Natal durante vários anos, posso garantir-vos que, quando chega Dezembro, todos os Pais Natais andam de um lado para o outro com o coração nas mãos. Eu era apenas «um poeta guloso, comilão e bem-disposto». Mas um dia, o Pai Natal, o verdadeiro, o que vive na Lapónia, pediu-me que o substituísse naquele ano. E na verdade, eu tinha tudo para ser um óptimo Pai Natal: uma barriga redondinha, bochechas vermelhas e barba branca, e, sobretudo, uma enorme vontade de fazer as crianças felizes.

Momentos…de reencontrar O reencontro não é mais do que a expressão do nosso modo de sentir de algo que nos foi querido, ou seja, coisas que já foram do nosso coração, mas perderam esse vínculo em função de dificuldades de comunicação, de relação, tendo-se tornado desgastados. Foram esquecidos e, de repente, num esforço de procura, de reconhecimento emocional, podemos reencontrá-los. É certo que vivemos numa época das maiores transformações da história da humanidade. Nunca o ser humano passou por um período de tantas mudanças, ao ponto de, por vezes, termos dificuldade em nos adaptarmos às circunstâncias. Vejamos, por exemplo, as tecnologias de informação e comunicação e a sua evolução. O peso da mudança é tão violento e rápido que muitos de nós começamos a sentir uma enorme ansiedade e necessidade de

mudança. Não há nada como reencontrar motivos para vencer os desafios, para querer estar actualizado e, para isso, precisamos de dominar qualquer sentimento de desânimo, qualquer sentimento que nos faça sentir desistir das coisas, que nos faça não querer “fazer”. Existem pessoas que não sabem e não perguntam; outras sabem e não ensinam o que sabem. Ninguém tem o direito de ensinar aquilo que não sabe, daí que a nossa equipa trabalhe com um espírito de partilha constante, pois o sucesso daquilo que fazemos está no modo como trabalhamos. Diz-se que acima de todo o conhecimento do mundo está a motivação, pois quem tem a informação sabe as coisas, quem tem o conhecimento faz as coisas, mas quem tem a motivação sabe, faz e encanta com aquilo que faz. É, pois, com este espírito que nos reencontrámos para mais um ano de trabalho.

Bons reencontros!

Boletim da Bib-

Escola EB 2, 3 Dr. José dos Santos Bessa Rua do Clube Desportivo Carapinheirense 3140-097 Carapinheira Tel. 239 629 295 Fax: 239 621 130

A Raposa e as Uvas


Outubro - Mês Internacional das Bibliotecas DIVERSAS

ACTIVIDADES FORAM LEVADAS A CABO PARA ASSINALAR A IMPORTÂNCIA DA

Ao longo do mês de Outubro, a

O encanto dos castelos e das histó-

Biblioteca Escolar promoveu um conjunto de iniciativas para assinalar a importância da BE. Assim, para além do já habitual Bibliop@per, realizou-se este ano o primeiro Caça ao Tesouro. De uma forma lúdica, os alunos do 3º ciclo partiram em busca do conhecimento, utilizando várias técnicas de pesquisa, desenvolvendo a

rias que albergam esteve presente ao longo do mês em placares, mostra de livros e de filmes na BE, entre outros. Viveram-se também Momentos... de Despertar para o gosto da leitura na EB 1 do Casal Novo, onde a professora Edite fez uma animação à leitura de uma história dos Irmãos Grimm, escritores do mês.

literacia da informação.

B OAS - VI NDAS

NA

BE

OS GRIMM NA NET: http://nonio.eses.pt/contos/grimm.htm

Pesquisar no catálogo Pesquisar no catálogo digital da BE torna-se fundamental para encontrar rapidamente o documento de que necessitamos. A pesquisa pode ser feita pelo autor, título, assunto, colecção etc. e é feita pela palavra-chave digitada ou pelo termo exacto. A lógica boleana que utilizamos nos motores de busca, está também aqui subjacente.

Hora do Conto na BE com a professora Luísa

BE

A recepção aos alunos e encarregados de educação do 5º ano

Dra. Teresa Calçada visita Bibliotecas Escolares da Carapinheira

passou obrigatoriamente pela BE. Pais e alunos tomaram conhecimento das diversas zonas e da missão da BE.

Foi com muito nervosismo que recebemos a

conhecimento das condições físicas da BE.

Drª Teresa Calçada, Coordenadora da

Ficou o compromisso, por parte do Presi-

Rede de Bibliotecas Escolares,

dente do Conselho Executivo, Dr. Ricardo

no nosso

Agrupamento, no dia 8 de Outubro.

Dias, e da Drª Teresa, de se estudar a

A sua visita começou pela Biblioteca da EB 1

possibilidade de mudança de espaço e

Foi ainda feita uma sensibilização para a importância da leitura conjunta em família: todos podem LER+ em família.

da Carapinheira, onde realçou as boas cado aí existentes, que decerto, contribuem também, atentamente, as preocupações dos professores. Na Escola Sede, os alunos que se encontravam na BE foram surpreendidos com as perguntas sobre os seus hábitos de leitura,

na EB 1 da C arapi nheir a

Visite-nos e participe no nosso Blog! :)

Os três operadores boleanos:

Workshop na BE Com o objectivo de despertar a imaginação e criatividade, aliando estímulos textuais e expressão plástica, realizou-se nos

mas, sorrindo e um pouco atrapalhados, lá

dias 15 e 17 de Outubro, o primeiro Workshop de Expressão

foram respondendo.

Plástica na BE. A Designer Joana Mendes orientou o workshop para os alunos do 5º C e deixou a promessa de voltar a repetir a experiência.

Depois de uns momentos mais descontraídos, chegou a altura da Coordenadora tomar

A lógica boleana tem origem na matemática, foi elaborada pelo lógico e matemático inglês George Boole (1815-1864). Os operadores boleanos AND (E), OR (OU), NOT (MENOS) servem para combinar vários termos numa mesma pesquisa. A sua utilização é de grande utilidade sempre que é necessário afinar uma pesquisa numa base de dados. Utiliza-se esta lógica na pesquisa da informação.

E: serve para combinar diversas palavras-chave de modo a que elas correspondam simultaneamente ao objecto ou ao tema da pesquisa. • OU: serve para combinar diversas palavras-chave de modo a que pelo menos uma delas corresponda ao objecto ou ao termo da pesquisa. • NÃO: Serve para eliminar termos não pertinentes para a nossa pesquisa. •

condições e o fundo documental diversifipara o sucesso educativo dos alunos. Escutou

Drª Te resa Calçada

renovação do mobiliário...

À semelhança do nosso Boletim, também a homepage e o Blog da BE têm um design novo.

LÓGICA BOLEANA

Descubra o Guião sobre a lógica boleana na BE


Boletim nº 1