Issuu on Google+

Agrupamento de Escolas da Mealhada Escola n.º 2 da Pampilhosa BIBLIOTECA ESCOLAR

Guião de Pesquisa de Informação e Produção de Trabalho

:: A pesquisa enquanto percurso, marcado por seis etapas:

I - Planificar o trabalho II - Localizar informação fiável e pertinente III - Seleccionar os documentos IV - Recolher a informação V - Tratar a informação VI - Produzir o trabalho

:: Para além destas etapas, é necessário um sétimo passo:

VII - Auto-avaliar o trabalho realizado

1


I – PLANIFICAR O TRABALHO

1. Defino e registo em que consiste o meu trabalho. Disciplina envolvida: ___________________________________________________ Tema: ________________________________________________________________ Objectivo: _____________________________________________________________ Exemplos: Apresentação de um tema numa aula; apresentação de um tema para a disciplina de…; fazer um relatório; fazer uma biografia; estudar um assunto…

Dimensão / Forma: ______________________________________________________ A dimensão e a forma do trabalho determinam a quantidade de informação a recolher. Exemplos: 2 ou 3 páginas; 10 páginas; apresentação PowerPoint com ... diapositivos; cartaz...

Público-alvo: __________________________________________________________ Tempo: Tenho

aulas e

dias para completar o trabalho.

2. Reflicto na informação que vou procurar. Para tal, tenho de verificar o que já sei sobre o tema do trabalho, para descobrir o que necessito de pesquisar. Sigo o exemplo: O QUE JÁ SEI - Alguns dinossáurios voavam e outros não. - Os que voavam tinham asas. - Os dinossáurios voadores são os antepassados das aves.

O QUE QUERO SABER - Quais as diferenças entre os dinossáurios que voavam e os que não voavam? - Quais as técnicas de voo dos dinossáurios? - Que distâncias percorriam em voo? - Onde faziam os seus ninhos?

Anoto: O QUE JÁ SEI

O QUE QUERO SABER

2


3. Sintetizo e esboço o plano de trabalho Questões de investigação ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ Coloco questões de investigação ou ideias mais importantes que devo desenvolver no trabalho final (e que posso ir registando ao longo da pesquisa). Faço uma lista ordenada das questões que pretendo investigar, tendo o cuidado de partir do mais simples para o mais complexo e do mais abrangente para o mais específico. Exemplos:

- O que é um dinossáurio? - Em que época viveram os dinossáurios? - Quais os diferentes tipos de locomoção dos dinossáurios? - Quais os nomes e características dos dinossáurios voadores?

Plano de trabalho Com base em cada uma das questões/ideias anteriores, fica delineado o esquema de trabalho. A resposta a cada uma delas pode ser cada um dos capítulos. ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________ ______________________________________________________________________

3


II - LOCALIZAR INFORMAÇÃO FIÁVEL E PERTINENTE

Informação é o conjunto de todos os dados que posso consultar, recolher e utilizar na produção do meu trabalho.

1. Onde posso encontrar informação? Enciclopédias - Para obter definições e informações gerais. Ex: O que é um dinossáurio?

Livros - Para recolher informação segura e imagens

Revistas / Jornais - Para encontrar artigos mais específicos e actuais Na Internet - Para recolher imagens e informações em geral. CUIDADO, nem todos os sites têm a mesma qualidade! Através de entrevistas / inquéritos - Para consultar especialistas no assunto, recolher opiniões, testemunhos, fazer estatísticas... 2. Que informação vou procurar? A partir das questões de investigação que tracei na etapa anterior: Faço uma lista de palavras-chave que me possam ajudar a encontrar informação, tanto no índice dos livros como na Internet. Procuro um livro ou outros documentos sobre o assunto. A partir do índice, por exemplo, posso chegar a novas palavras-chave! Exemplos: Dinossáurios; dinossáurios voadores; jurássico... Peço bibliografia ao meu professor e ajuda ao bibliotecário.

4


III – SELECCIONAR OS DOCUMENTOS

1. A informação parece fiável e pertinente? Começo a seleccionar os documentos. Vou às estantes, retiro os documentos e folheio-os, consulto os índices, visiono-os, ou oiço-os e tomo nota dos dados bibliográficos dos que achar úteis, preenchendo uma grelha semelhante à que se segue: Autor

Título

Editora

Data

Edição

Cota

Páginas

Com as mesmas palavras-chave, pesquiso na Internet e tomo nota dos endereços que me parecem melhores.

Título do site

Endereço

Data da consulta

5


IV – RECOLHER A INFORMAÇÃO

1. Concentro-me nas minhas questões enquanto pesquiso. A informação responde ao que quero saber? Se não, tenho de procurar noutro lado. 2. Não copiar é o mais importante no registo da informação Leio os textos, penso no que acabei de ler e apenas registo: - O que é novidade para mim; - O que é mesmo útil para o meu objectivo; - O que posso transmitir a outras pessoas, nas minhas próprias palavras; - Registo ideias, mais do que frases. Neste processo de recolha de informação, não me esqueço de que sempre que copio uma frase, tal como ela foi escrita pelo autor, estou a citá-lo, ou seja, a fazer uma citação. Esse excerto deve aparecer entre aspas e com uma nota de rodapé, que refira: - O nome do autor; - O nome da obra citada; - A edição (data); - A página de que foi retirado. Nota: Se recolher imagens da Internet, devo guardá-las numa pasta ou pen. Se for de um livro, devo digitá-la e guardá-la. Devo dar-lhes nomes que me permitam identificá-las facilmente.

3. Preciso de fazer entrevistas, para o meu trabalho? Se for o caso: - Penso nos vários capítulos e preencho uma grelha semelhante à que se segue: Quem entrevistar? Acerca de quê?

- Elaboro as questões. - Contacto a pessoa e faço a entrevista, que posso gravar e depois transcrever. 4. Necessito de um inquérito? Procedo como para a entrevista. Nota: A principal diferença reside no tratamento (contabilização e interpretação) dos dados (a entrevista tem como objectivo conhecer opiniões pessoais, formas particulares de pensar, enquanto o inquérito visa conhecer tendências colectivas, por sectores da sociedade).

Quem inquirir?

Acerca de quê?

ACIMA DE TUDO, não me esqueço de ir registando as ideias mais importantes que devo desenvolver no trabalho final e tomo nota de todas as fontes de onde retiro informação para construir a bibliografia do trabalho e assinalar as citações realizadas. 6


V – TRATAR A INFORMAÇÃO

Releio todas as minhas notas e organizo-as, em cada capítulo, de acordo com a sua importância. Tento ver se tenho resposta para todas as questões de investigação às quais devo responder. Consigo projectar mentalmente o trabalho final.

7


VI – PRODUZIR O TRABALHO

Já me sinto capaz de fazer o trabalho? Então tenho de o redigir nas minhas próprias palavras, não copiando o que os outros disseram, mas registando as minhas conclusões baseadas na pesquisa que efectuei. Tenho em conta: A estrutura do trabalho Capa Identificação da escola Disciplina a que se destina o trabalho Título do trabalho Identificação de quem o realizou Local e data  Posso colocar uma imagem expressiva, relacionada com o tema. Devo escolher tipos de letra de fácil leitura.

Índice Contém os títulos principais e a indicação da página em que se encontram. Deve ser a última coisa a verificar, pois qualquer alteração na formatação do texto (parágrafos, tamanhos ou tipos de letra) pode alterar a paginação. Introdução Identificação do tema do trabalho Razões que levaram à abordagem do tema Principais questões de investigação Metodologia que se vai usar (pesquisa bibliográfica, entrevistas, inquéritos...) Desenvolvimento Construo os vários capítulos Insiro imagens, esquemas e gráficos nos locais adequados. Não esqueço as legendas das figuras e refiro as citações que faço: no Word, no fim da citação, clica em Inserir, Nota de rodapé e escreve o nome do autor, ano e número da página. Exemplo: CARVALHO, Galopim de (1982), pág. 17.

Conclusão Apresento as conclusões do estudo. Exprimo a minha opinião sobre o tema do trabalho, levantando, se possível, pistas para outros trabalhos. Bibliografia Indico da seguinte forma: Para os livros APELIDO, Nome (ano) – Título. Cidade: Editora Exemplo: BAGDASARIAN, Adam (2004) – O Meu Primeiro Beijo e Outros Traumas. Lisboa: Dom Quixote.

Para as revistas APELIDO, Nome do autor do artigo (ano) – Título do artigo. in Título da revista, número e mês. 8


Exemplo: AGUIAR, João (2008) – O Ministro Absoluto. in Super Interessante, número 117, Janeiro.

Para os CD-ROM, CD áudio, DVD, vídeo APELIDO, Nome (ano) – Título. Cidade: Editora [indicação do tipo de documento] Exemplo: MADREDEUS, (2004) – Um Amor Infinito. Lisboa: EMI [CD áudio]

Para os sites APELIDO, Nome (ano) – Título do artigo ou site disponível em endereço, consultado na data. Exemplo: CANTINHO, Maria João (s/d) – A Corrida de Narciso disponível em http://www.instituto-camoes.pt/cvc/figuras/mariobotas.html, consultado a 28 de Janeiro de 2008.

Apresentação do trabalho Trabalho escrito Preparo a impressão: releio, verifico a ortografia, a construção frásica. Verifico a paginação, o tipo e tamanho de letra, o espaçamento das linhas. Imprimo e encaderno o trabalho. Apresentação em PowerPoint Faço um slide de abertura com o mesmo esquema da capa. No segundo slide, apresento o esquema do meu trabalho (os vários capítulos). Em cada capítulo, selecciono imagens e conteúdos e com eles faço os slides. Os slides não devem ter muito texto, pois destinam-se a apoiar uma apresentação feita oralmente. De preferência, só devo fazer uma listagem dos tópicos que quero desenvolver. Animo os meus slides, não esquecendo que demasiadas animações distraem quem está a assistir. Tenho de ter cuidado com os fundos (são melhores os lisos), com as combinações de cores (amarelo e azul é uma boa combinatória) e com os tamanhos de letras (36 para os títulos e 24 para o texto principal, por exemplo, para um slide com tópicos). Faço um último slide com a bibliografia. Cartaz Retiro do trabalho as imagens e os textos mais importantes. Construo o cartaz: os textos devem ser sintéticos e escritos em letra de tamanho grande (igual ou maior que 16)

9


VII – AUTO-AVALIAÇÃO

Finalmente acabei de realizar o meu trabalho e devo reflectir sobre ele. 1. O que fiz para realizar este trabalho seguiu as etapas previstas no Guião? Sim  Em parte  Não  3 pontos

2 pontos

1 ponto

2. O trabalho final corresponde ao objectivo que determinei no seu início? Sim  Em parte  Não  3 pontos

2 pontos

1 ponto

3. Respeitei a dimensão e forma prevista inicialmente? Sim  Em parte  Não  3 pontos

2 pontos

1 ponto

4. Respondi a todas as questões de investigação que levantei inicialmente? Sim  Em parte  Não  3 pontos

2 pontos

1 ponto

5. Usei diferentes fontes na recolha de informação? Sim  Não  3 pontos

1 ponto

6. As fontes que seleccionei para recolha de informação foram úteis na construção do meu trabalho? Sim  Em parte  Não  3 pontos

2 pontos

1 ponto

7. As notas que tirei durante a recolha de informação foram úteis e suficientes? Sim  Em parte  Não  3 pontos

2 pontos

1 ponto

8. Recolhi as imagens necessárias durante o tempo de pesquisa? Sim, todas  Só algumas  Recolhi-as só no fim  3 pontos

2 pontos

1 ponto

9. Se fiz inquéritos ou entrevistas, segui todos os passos de preparação necessários? Sim  Em parte  Não  3 pontos

2 pontos

1 ponto

10. Construí a versão final do meu trabalho tendo em conta o plano de trabalho inicialmente traçado? Sim  Em parte  Não  3 pontos

2 pontos

1 ponto

11. Procurei que o meu trabalho tivesse uma apresentação estética cuidada? Sim  Não  3 pontos

1 ponto

10


12. Fiz a capa de acordo com o esquema determinado Sim  Não  3 pontos

1 ponto

13. Construí correctamente o índice? Sim  Não  3 pontos

1 ponto

14. Segui as indicações do guião para a construção da introdução? Sim  Não  3 pontos

1 ponto

15. Construí os vários capítulos do trabalho tendo por base as questões de investigação traçadas? Sim  Em parte  Não  3 pontos

2 pontos

1 ponto

16. Fiz correctamente as citações? Sim  Não  3 pontos

1 ponto

17. A conclusão do meu trabalho seguiu as indicações do guião? Sim  Não  3 pontos

1 ponto

18. Elaborei uma bibliografia seguindo as normas? Sim  Em parte  Não  3 pontos

2 pontos

1 ponto

19. Preparei a apresentação do meu trabalho? Com muito cuidado  C/ algum cuidado  3 pontos

2 pontos

À pressa  1 ponto

20. Durante a apresentação do trabalho fui claro e rigoroso? Sim  Em parte  Não  3 pontos

2 pontos

1 ponto

21. Como me senti após apresentar o meu trabalho? Senti-me orgulhoso do meu trabalho.  3 pontos Senti que podia ter feito melhor.  2 pontos Senti que, para a próxima, tenho de fazer muito melhor.  1 ponto Somo os pontos que obtive e tiro a minha conclusão. Entre 110 e 122 pontos – Fiz um óptimo trabalho. Devo continuar assim! Entre 91 e 109 pontos – Fiz um bom trabalho. Ainda posso aperfeiçoar alguns aspectos Entre e 61 e 90 pontos – Fiz um trabalho razoável, mas preciso de melhorar em vários aspectos. Menos de 61 pontos – Este trabalho não me deixou satisfeito(a). Para a próxima vez, tenho de seguir o guião com cuidado e pedir mais ajuda.

11


Guião de pesquisa e produção de trabalho