Page 66

FH | operadora

seleção

Natural

setor discute o impacto das novas regulamentações na operação de empresas de pequeno e médio porte maria Carolina buriti | editorialsaude@itmidia.com.br

66

Lay_operadora.indd 66

Q

ual é o futuro das pequenas e médias operadoras de saúde? a questão preocupa a cabeça dos empresários e tem colocado em xeque a própria sustentabilidade do setor. No horizonte, a expansão do rol de procedimentos - com começo previsto para 2014, que implica na incorporação obrigatória de novos procedimentos e, por sua vez, mais gastos. No presente, a difícil realidade de tentar sobreviver em meio as grandes, obedecendo as mesmas regulamentações que incluem normas de estrutura mínima e prazos para atendimento. diante da discussão, a agência Nacional de saúde suplementar (aNs) reconhece o cenário adverso, mas como autarquia reguladora se posiciona para garantir o acesso ao beneficiário ao invés de promover “possíveis incentivos”. “o papel da agência não é incentivar ou não incentivar, e sim estabelecer padrões e regras que devem ser observados do ponto de vista assistencial e econômico-financeiro”, afirmou o diretor da autarquia leandro tavares, durante evento em são paulo*.

setembro 2013 revistafh.com.br

10/09/13 18:02

Fh 215  

revista Médica

Fh 215  

revista Médica

Advertisement