Page 50

FH | saúde business school

dades do dia a dia, mas é extremamente importante por pontuar o posicionamento corporativo da companhia como um todo. 4 - Recrutamento: um julgamento inadequado de potenciais candidatos a estrelas na organização pode comprometer seu futuro. um ceo tem que se envolver com bastante cuidado no processo de atração, retenção, treinamento e desenvolvimento das pessoas que farão e conduzirão a empresa no futuro. É aí que se assegura a boa escolha e a transmissão da cultura organizacional. as pessoas, afinal, fazem a corporação. 5-Clientes: você conhece seu cliente? Você compreende suas necessidades? se a empresa não estiver provendo um produto ou serviço que tenha valor para os clientes, e especialmente não pensando em cada vez melhorar mais, o longo prazo poderá estar comprometido! Por mais alto que o posto do executivo seja, ele não pode esquecer o verdadeiro propósito da companhia e saber exatamente o que ela quer entregar ao mercado.

Erros mesmo diante dos focos de decisão apresentados anteriormente, vale um alerta: ninguém tem todas as respostas e, muito menos, a capacidade de forjá-las . a experiência mostra que muitos ceos gastam um tempo precioso tentando resolver problemas sozinhos, não engajando pessoas de sua equipe na busca de soluções. não saber, ou pior do que isto, não admitir que você não sabe é um grave erro. É muito mais perigoso não saber o que você não sabe, pois, em situações do tipo, é comum encontrar grandes respostas para os problemas errados. se reconhecermos essa hipótese, nós contribuímos para deixar o processo de decisão mais transparente e participativo. ao mesmo tempo, possibilitamos que as pessoas formem conosco uma visão de mundo mais humana e solidária. o ceo precisa, acima de tudo, aceitar o fato de que é impossível ser excelente em todas as áreas.

50

lay_Business_School.indd 50

não podemos esquecer que excesso de confiança e uma atitude do “faz-de-tudo” somente demonstram arrogância, o que, invariavelmente, desmotiva a equipe e prejudica a corporação como um todo. e esse mesmo ceo não estando consciente dessa sua fraqueza coloca a organização em risco constante. ou seja, quanto mais o processo de decisão estimular o envolvimento de outras pessoas da organização mais ajudará o ceo a decidir melhor, fundando a sua decisão não somente em sua intuição e conhecimento próprios, mas em cultura coletiva e mais poderosa. isso fortalece as bases estruturais da empresa, porque transmite o comprometimento com a equipe. Por isso, é fundamental sempre, no processo de tomada de decisão, saber escutar as pessoas, principalmente aquelas que conhecem o processo que a decisão irá afetar.

Mais uM ponto dE atEnção neste processo de compartilhar decisões, é muito comum cair em um engodo que nós mesmos construímos: dividir a tomada de atitudes com os demais departamentos

setembro 2013 revistafh.com.br

10/09/13 09:31

Fh 215  

revista Médica

Fh 215  

revista Médica

Advertisement