Issuu on Google+

vicios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .


.....................

01

O MEDO

JÁ, NÃO FAZ SENTIDO A SIMPATIA DA ALEGRIA * PELO ESCURO, AQUELE ENTULHO QUE FICOU PARA TRÁS * NÃO, JÁ NÃO SUPORTA AQUELA FALTA DE BRILHO, AQUELE NADA, AQUELE ENTRAVE QUE A MANTINHA NO CHÃO * AGORA, QUE O SAL JÁ NÃO LHE SECA A PELE, ELA HIDRATA, AQUELE FOGO QUE DECIDE FICAR * VAI, ESCOLHER A MELHOR FORMA DE VER, ESCOLHER A MELHOR FORMA DE VIVER E ESCREVER A MORTE SÚBITA DO MEDO POIS, * ELA ACORDA, DE VERDADE * ELA ACORDA, DE VERDADE * O TUDO E O NADA SE ESCONDEM NO MEDO, JÁ NÃO EXISTE SEGREDO * O TUDO E O NADA SE ESCONDEM NO MEDO, JÁ NÃO EXISTE SEGREDO


02

....................

QUATRO PAREDES

ESCOLHO SENTAR, * ACENDER UM CIGARRO ONDE HÁ QUATRO PAREDES * APENAS AQUI, * FAÇO DANÇAR A FUMAÇA QUE SAI PELO CANTO DA BOCA * E ME SOLTA O QUE EU VI, * DEIXO-ME ESTAR, DEIXO ANDAR, ROLAR, * O SENTIR DE “BEM ESTAR” QUE AQUI ATINGI E DEIXO ANDAR, *DEIXO ESTAR O SENTIR * PORQUE O TRAGO COMIGO E ESTOU BEM AQUI. * ESTOU BEM AQUI, BEM AQUI. * SENTA-TE AMIGO, * VEM VER ISTO ASSIM E ABAFA ESSE MEDO QUE ACOLHES EM TI, * DEIXA ANDAR, DEIXA ESTAR O SENTIR, * ESSA DÁDIVA É GRANDE, NÃO MEXAS AÍ. * SOLTA ESSE GRITO QUE TRAZES NO PEITO, * AQUI O SILÊNCIO VAI-TE FAZER RIR, * E DEIXA ANDAR, DEIXA ESTAR * O SENTIR PORQUE TEMPO NÃO PERDES E ESTÁS BEM AQUI. * ESTÁS BEM AQUI, BEM AQUI. *


03

.....................

OVERDOSE

AMANHÃ, FOI O DIA QUE ESCOLHES-TE PARA ANIMAR * PASSAS HORAS A VENENO E MINUTOS VAIS PERDENDO ANIMAL * TALVEZ SE ALGUÉM PUDESSE VER O QUANTO SENTES, SOUBESSES TU O QUANTO *MENTES MAL * QUERES MAIS * UMA GOTA MAIS * DE VENENO NAS VEIAS * POR EXCESSO QUERES MAIS, MAIS * QUERES MAIS * UMA GOTA MAIS * DE VENENO NO CORPO * POR EXCESSO QUERES MAIS, MAIS, MAIS * QUERES MAIS * UM PROBLEMA MAIS, * UMA GOTA MAIS * QUERES MAIS, MAIS, MUITO MAIS * QUERES MAIS * UM PASSADO MAIS * UM “PRESENTE” MAIS * QUERES MAIS, MAIS, MAIS, MAIS * AUTOGRAFAS A MEMÓRIA, O TEU AR * PASSAS HORAS ACORDADO, E FOCADO NO PASSADO, VAIS MATAR * VIDA, POR QUANTO ESPERAS TU * POR QUANTO PEDES TU, MAS * POR QUANTO MENTES TU, MAS * TU…


....................

04

PREGO A FUNDO

SEI DE QUE FORMA FALEI, * SEI DE QUE FORMA ENTERREI EM TERRA OS PÉS QUE HERDEI, * SACO, QUE SACO ENFIEI * VEJO QUE ESTA TERRA GIROU PARA SUL, * VEJO QUE ESQUECI O MEU PEDAÇO AZUL, * SACO.. * PREGO A FUNDO! * VÊ, SEI DE QUE FORMA PENSEI, * SEI DE QUE MODO ENTALEI NO CORPO O QUE ANDEI, * NO CORPO O QUE ANDEI, VEJO QUE ESTA TERRA GIROU PARA SUL, * VEJO QUE ESQUECI O MEU PEDAÇO AZUL, * SACO.. * PREGO A FUNDO! * QUE O CHÃO SE FAÇA TARDE!


.....................

05

PASSO EM FALSO

HÁ UM PRÉDIO NESTA RUA QUE TE ESCONDE O QUE VÊS *HÁ UMA PEDRA NO CHÃO E TROPEÇAS OUTRA VEZ * CUIDADO HÁ UM BURACO NO CHÃO * O TRAJECTO É DIFÍCIL TENS DE ANDAR COM ATENÇÃO * NÃO TE ESQUEÇAS DO CAMINHO OU ENTRAS EM CONTRA-MÃO * JÁ AGORA, PORQUE NÃO? * VAIS TORNAR-TE NA CANÇÃO DE UMA FALSA ESTRADA * POR UM PASSO DESTE A MÃO, A ALMA * DESTE A MÃO À DOR * CONHECES BEM O CAMINHO, RECONHECES O PADRÃO * DE UMA QUEDA RETRATADA NA CALÇADA DESTE CHÃO


06

ASAS

....................

GOSTAVA DE LER NO ESCURO * O LIVRO QUE A SAUDADE ME DEU * MAS AGORA COM ASAS * AS LÁGRIMAS CAEM DO CÉU * E HÁ QUEM DIGA QUE O SORRISO ESMORECEU * MAS NINGUÉM RIU QUANDO SOFREU * MESMO QUANDO O ENLACE É PURO * HÁ ALGO A SENTIR-SE FORA * ALGO QUE FICA FORA DE TI * POR ISSO PENSO QUE NÃO PENSO * EU SORRIO * POIS NÃO SINTO VAZIO * EU NÃO SINTO UM VAZIO AQUI * FAÇO-ME PREDADORA DO PRESENTE * E DO VERBO QUE EU ESCOLHI * POIS AGORA COM ASAS * DOU-TE AS PENAS A TI * MAIS UMA NUANCE DE SUSPENSE * NUM VOO RASTEIRO AO TELHADO DA MANSÃO * E ENTÃO? * ABRES A PORTA OU NÃO? * E HÁ QUEM DIGA QUE O SORRISO FICOU * E OUVE ALGUÉM QUE SORRIU QUANDO OLHOU * MESMO QUANDO O ENLACE É PURO * HÁ ALGO A SENTIRSE FORA * ALGO QUE FICA FORA DE TI * POR ISSO PENSO QUE NÃO PENSO * EU SORRIO * POIS NÃO SINTO VAZIO * EU NÃO SINTO UM VAZIO AQUI * EU NÃO SINTO UM VAZIO AQUI


07

....................

ESPECTRO

HOJE EM DIA TER IMAGEM * É MAIS COMUM QUE TER CORAÇÃO * SEMPRE SE SOUBE QUE A ROUPA ENGELHADA * FAZ PARTE DE TI * VILÃO * E É TÃO FÁCIL APARECER * SEM TER NADA PARA DIZER * E O QUE É QUE IMPORTA? * TER QUE COMER * E O QUE É QUE INTERESSA? * TER QUE FAZER * JÁ SE FAZ TARDE PARA VIVER * PARTIMOS PRESOS À IMAGEM DO PRAZER * FAÇA CHUVA OU FAÇA SOL * SAIS À RUA PARA MOSTRAR * ATRIBUTOS QUE TU TENS * E POR VEZES TU NÃO TENS * PARA DAR * E É TÃO FÁCIL APARECER * SEM TER NADA PARA DIZER * E O QUE É QUE IMPORTA? * TER QUE COMER * E O QUE É QUE INTERESSA? * TER QUE FAZER * JÁ SE FAZ TARDE PARA VIVER * PARTIMOS PRESOS À IMAGEM DO PRAZER


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

08

HA SEMPRE UM DE NOS

VEM DAÍ * ESPERO-TE EM TERRA OU MAR * POR AQUI * PODES PARTIR OU FICAR * PORQUE HÁ SEMPRE ALGUÉM A QUEM AMAR * PORQUE HÁ SEMPRE ALGUÉM A QUEM AMAR * ESPERO POR TI AMIGO * ESPERO POR TI * VEM DAÍ * LARGA O QUE FAZ PENSAR * POR AQUI * PODES SENTIR E SONHAR * PORQUE HÁ SEMPRE ALGUÉM A QUEM AMAR * PORQUE HÁ SEMPRE ALGUÉM A QUEM AMAR * ESPERO POR TI AMIGO * ESPERO POR TI * ESPERO POR TI * VEM DAÍ * ESQUECE QUE HÁ FUMO NO AR * POR AQUI * PODES SEMPRE RESPIRAR


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

09

INCONSCIENTEMENTE SOBRIO SERÁ QUE JÁ OUÇO * O QUE PENSO ENQUANTO DURMO * GRITO E TORNO A GRITAR * SOLTO AMARRAS AO CONSUMO * ENQUANTO DURMO * PERCEBI * HÁ QUANTO TEMPO ESTOU AQUI * E O QUE FAÇO QUANDO ACORDAR * ESTIVE LONGE AO PARTIR * FICO PERTO AO CHEGAR * FACE AO DEGELO EM BRUTO * REVESTE EM SEDA A PELE * A MEMÓRIA QUE EXISTE * ECLODIU * HÁ MAIS DO QUE A FRONTEIRA * DOS SABERES E DA RAZÃO * NISSO É SÓ DIZER QUE SIM * OU É SÓ DIZER QUE NÃO * MAS ENQUANTO DURMO * PERCEBI * HÁ QUANTO TEMPO ESTOU AQUI * E O QUE FAÇO QUANDO ACORDAR * ESTIVE LONGE AO PARTIR * FICO PERTO AO CHEGAR * FACE AO DEGELO EM BRUTO * REVESTE EM SEDA A PELE * A MEMÓRIA QUE EXISTE * ECLODIU


10

....................

SETE PALMOS

ESPAÇO * UM SINÓNIMO DE COR E É VERMELHO O VAPOR QUE INVENTO * EU PEÇO * UMA MAIS PARA BEBER * VERDE * PASSA-ME À FRENTE NA LINHA E O AZUL QUE SE AVIZINHA * VE-ME PERTO * PERGUNTA QUANTO QUERO VER * VOLTA A SER SEM * SEM PENSAR * NÃO VEJO O TEMPO PASSAR * SEDE * ESSA COR QUE TE ILUDIU, SUGOU TUDO E PARTIU * DEIXOU DESERTO * O QUE EM TEMPOS FORA TEU * SORTE * TUAS PERNAS PARA ANDAR E O QUE IMPORTOU CÁ FICAR * FICOU REPLETO * DEIXOU DECERTO O QUE HÁ-DE SER * VOLTA A SER SEM * SEM PENSAR * NÃO VEJO O TEMPO PASSAR


11

.....................

NICOTINA

VER-TE CONSUMIR SILHUETAS DE UM OLFACTO CINZENTO * PINTA DE VONTADE MEU SANGUE A CARBONO * DIZEM TRÊS MESES E EU AGUENTO * EU NÃO ME IMPORTO * TÓXICO * TU SÓ * SEM MIM * JÁ PASSEI, JÁ PASSOU * ONDE A PASSAR SEU EFEITO ACABOU * TREINO AS FIBRAS DO CORPO QUE TE QUEREM ESQUECER * MAS QUE PRETENDEM SABER * QUE SEREI EU A ESCOLHER * TÓXICO * TU SÓ * SEM MIM * JÁ PASSEI, JÁ PASSOU * ONDE A PASSAR SEU EFEITO ACABOU


....................

12

INSONIA

* QUESTIONAS QUANTOS MÚSCULOS MEXES-TE HOJE * E CONTINUAS A INSISTIR * HÁ ANOS QUE CAMINHAS SEM PEDIR * PRECISAS DE DORMIR * PARAR, OLHAR, ANDAR * SEM CORRER * PRECISAS DE DORMIR * PERGUNTAS QUANTAS VOLTAS JÁ DESTE * PERSISTES NA VIDA SEM SORRIR * PORQUE HÁ ANOS QUE O ENCOSTO É O MESMO * E CONTINUAS A INSISTIR * QUANDO * PRECISAS DE DORMIR * PARAR, OLHAR, ANDAR * SEM CORRER * PRECISAS DE DORMIR * AI QUE A CABEÇA NÃO PÁRA DE GIRAR * AI QUE VONTADE TENS DE PARAR * DESCANSAR * DESCANSAR * PRECISAS DE DORMIR * PARAR, OLHAR, ANDAR * SEM CORRER * PRECISAS DE DORMIR


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

13

RAZAO ANIMAL

É DIVERTIDO * PARTIR DE UM PRINCÍPIO FINAL * BERLINDES QUE GIRAM * ALTERAM OS ASTROS E O SOL * VI O REFLEXO DA TERRA NO CÉU * VEJO A ÁGUA NO ESPELHO DO CORPO QUE É MEU * NUNCA FOI TÃO AMPLO O ESPECTRO VISÍVEL * NUNCA FORAM TANTAS AS CORES QUE FUNDIRAM * NÃO VOLTA A SER ANIMAL * NÃO VOLTA A SER * NÃO VOLTA A SER ANIMAL * REVEJO-ME * NUM MAR INVISÍVEL * ONDE SE EVAPORAM AS CHAGAS DA CIVILIZAÇÃO * UM DIA HEI-DE SABER * COM QUE MISSÃO * EU CONHEÇO E RECONHEÇO ESTE AVIÃO * NUNCA FOI TÃO AMPLO O ESPECTRO VISÍVEL * NUNCA FORAM TANTAS AS CORES QUE FUNDIRAM * NÃO VOLTA A SER ANIMAL * NÃO VOLTA A SER * NÃO VOLTA A SER ANIMAL


. . . . . . . . . . . . . . . . . .bairr o negro


............................... bass

drums

FRANCISCO BERNARDO

ANDRE TAVARES

guitar

vocals

HELDER SOUSA

SOFIA LOPES


. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . members


WWW.MYSPACE.COM/SLOWMOTIONBEERWALK.COM


pr fo r

Vir gin

ng sti ca ad ro db an

pro cord is re

VICIOS

VICIOS V IC IC

S IO C

hibited.

B

h of t

RRONEGR AI

O

O

S VICI OS CIO VI V I

All rig hts r eser ved . 20 11

nti ng ,p ub lic

ce an m

Gm b

ro ep f th

ecorded work reserve d.. U r of the r owne nau thor ised cop yin g, re

Sc ha llp la tte n

l Al H.

so ht rig

f the nd o er a duc



Bairro Negro booklet