Page 1


03


Expediente: Publicação bimestral do CIESP São José dos Campos, Taubaté e Jacareí. Toda correspondência deve ser encaminhada para o CIESP, Avenida Tívoli, 563, Vila Betânia, São José dos Campos - SP CEP: 12245-230 - Tel.: (12) 3921-7922 - Fax: (12) 3921-7089 E-mail: revista@ciespsjc.org.br Coordenação: Luiz Carlos Bassit - Bassit Comunicação Jornalista Responsável: Talyta Grandchamp (MTB: 57760) Reportagem: Talyta Grandchamp Fotografia: Divulgação Editoração: Marcos Ramis Revisão: Fernanda Dertinati Colaboração: Fabiano de Souza (DR São José dos Campos), Willian Martins (DR Jacareí) e Odair R. Souza (CIESP São Paulo) Tiragem: 1.500 exemplares Impressão: Resolução Gráfica

Anuncie: Tel.: (12) 3942-1077 / Cel.: (12) 9 9785-0917

04


JULHO / AGOSTO ANO V - NÚMERO 21

06 07 16 24 08 11 14 25 28 12 13 17 26 27 29 30

05


Rafael Cervone é presidente em exercício do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo - CIESP

06


Prof. Dr. José Ruy Camargo Reitor da Universidade de Taubaté Taubaté - SP


MATÉRIA


MATÉRIA

OPINIÃO Para o diretor do CIESP Jacareí, Ricardo de Souza Esper, o índice de emprego no mês de maio foi satisfatório, pois demonstra que o m e rc a d o re g i on a l ai n d a e st á aquecido.

O

nível de emprego industrial da região de Jacareí apresentou variação de 0,63% no mês de maio, p e r c e nt u a l q u e r e p r e s e nt a u m acréscimo de aproximadamente 100 novos postos de trabalho.

Indaiatuba, cidades do interior paulista. O índice de emprego foi in uenciado pelas variações positivas dos setores de bebidas (1,30%), máquinas e equipamentos (0,44%) e produtos de minerais não-metálicos (0,19%).

Os dados foram divulgados no nal do mês de junho pela FIESP/CIESP e demonstraram que a variação apresentada em Jacareí foi superior aos percentuais apresentadas por outras cidades da região.

Na comparação com o mesmo mês do ano passado, o índice apresenta variação negativa de 0,07%, uma vez que em maio de 2013, o índice encerrouo mês com saldo de 0,70%.

De acordo com a pesquisa, o nível de emprego apresentado pela indústria regional no mês de maio foi o quarto melhor do Estado de São Paulo e o primeiro da Região Metropolitana do Vale do Paraíba (RMVP), sendo superada apenas pelas regionais de Santa Barbara do Oeste, Botucatu e

No acumulado do ano, a regional do CIESP Jacareí apresenta redução de cerca de 100 postos de trabalho na indústria, número que representa um dé cit de 0,77%. *A pesquisa da Diretoria Regional do C I E SP em Jacareí abrange os municípios de Jacareí, Igaratá e Santa Branca.

Foi muito positivo, ainda mais quando consideramos a estagnação pela qual atravessa o setor no âmbito nacional , a rma Esper. Segundo o diretor, um dos fatores que contribuíram para a elevação no nível de emprego na Indústria durante o mês de maio foi o alto percentual de contratação do setor de bebidas, o qual Ricardo acredita ter sofrido um efeito Copa do Mundo. Temos ciência de que o Mundial contribuiu consideravelmente para o aumento no número de contratações. Embora seja positivo, precisamos estar atentos aos problemas que a indústria nacional enfrenta, e a pesquisa mostra isso , conclui.


12


NOVOS ASSOCIADOS JACAREÍ


MATÉRIA


SUA MELHOR ESCOLHA

www.facebook.com/bdobrazil

Audit | Tax | Advisory

www.twitter.com/bdobrazil www

www.bdobrazil.com.br (12) 3941 4262


ARTIGO

16

As opiniões divulgadas nos artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores e não expressam necessáriamente a opinião do CIESP


CAPA

ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Muriaé

Belo Horizonte

Itaperuna

ESTADO DE MINAS Cataguazes GERAIS Juiz de Fora Campos

São Paulo

Rio de Janeiro

Tres Rios Barra do Piraí Resende Barra Mansa Volta Redonda Petropolis

Pindamonhangaba Taubaté São José dos Campos

Rio de Janeiro

Teresópolis

O

OD

AD EST

D RIO

RO

NEI

E JA

Nova Friburgo

Niterói

Jacareí

ESTADO DE SÃO PAULO

Bacia do Rio Paraíba do Sul Fonte: Cartografia - MPO/SEPURB/PQA - ABC -PNUD - UFRJ/COPPE

17


REFLEXOS

PLANO B

A indústria nesse cenário

18


OUTRAS CAUSAS DA ESCASSEZ Habitacional

não mostramos estrutura para acompanhar esse processo , ressalta.

Taxas anuais de crescimento populacional Brasil: 0,9% Estado de São Paulo: 0,87% Região Metropolitana de SP: 0,77%

Perdas no abastecimento e distribuição

Índice de perdas de faturamento de água por região Norte

51,55%

Nordeste Sudeste

44,93% 35,19%

Centro-oeste 32,59% Sul

32,29%

*Dados do Instituto Trata Brasil

ESCASSEZ HÍDRICA – cenário nacional Necessidade de ampliação do sistema de distribuição de água • Região Norte – 86% da população (diversos municípios) • Região Nordeste – 82% da população (diversos municípios) • Região Centro-oeste – 44,2% dos municípios •Região Sudeste - 43,9% dos municípios • Região Sul – 41,1% dos municípios

*Dados do Instituto Trata Brasil

60% da população não tem solução sanitária necessária Em 1 ano 400 mil pessoas com sintomas provocados pela falta de saneamento R$ 140 milões (SUS) Custo na saúde pública em 1 ano

193


Irrigação sem controle

SISTEMA CANTAREIRA E RIO PARAÍBA DO SUL MG

Rio Jaguari

Rio Atibaia

Rio Cachoeira

Rio

SISTEMA EQUIVALENTE

Represa Jaguari/Jacareí

do Pei x

e

Rio Jaguari

Represa Cachoeira

Represa Atibainha

íba

ara io P

Ligação entre represas caso haja transposição

do

R

São José dos Campos Represa do Jaguari

Represa Paiva Castro

SP Represa Águas Claras

Irrigação e criação de animal 1 - São José dos Campos 2 - Pinamonhangaba 3 - Guaratinguetá 4 - Lorena *Dados da ANA (Agência Nacional de Águas)

20

Rio Jaguari Estação de tratamento Guaraú

Jacareí

Sul


SISTEMA CANTAREIRA Represa Águas Claras Represa Jaguari/Jacareí

Represa Cachoeira Represa Atibainha Túnel 7 Túnel 6

Usina Elevatória

Túnel 1 e 4

ETA Estação de tratamento Guaraú

Túnel 2

QUALIDADE DA ÁGUA

Represa Paiva e Castro

Túnel 5 Túnel 3

48 km de túneis

21


22


As opiniões divulgadas nos artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores e não expressam necessáriamente a opinião do CIESP


om um público próximo dos 10 mil visitantes, a 17ª Feissecre reuniu cerca de 80 expositores no Expo Vale Sul, entre os dias 22 e 25 de julho.

C

acesso mais fácil, fez parte dessa estratégia de buscar uma evolução constante , a rmou a coordenadora executiva da Assecre e da 17ª Feissecre, Angela Xavier.

Além do novo local, a organização do evento apostou, entre outras novidades, na renovação e revitalização do 'mix' de expositores. Além disso, a feira ofereceu um espaço que reuniu empresários, expositores e clientes, com o objetivo de facilitar a concretização de negócios dentro da própria feira. Palestras e debates completaram o calendário do evento em 2014. Um ciclo de palestras voltadas a empresários foi outro diferencial oferecido ao público.

A CIESP SJC e região, apoia o evento e ressalta a importância de sua realização. A feira traz todos os anos um trabalho importante, com a divulgação das empresas da nossa região. Essa é a possibilidade de mostrar todos os produtos que fabricamos e os serviços que oferecemos , disse Almir Fernandes, diretor CIESP SJC e região.

Nosso objetivo foi buscar maior quali cação e uma maior variedade para o público visitante. A busca de um novo local, com

O evento tem como objetivo incrementar o potencial tecnológico das indústrias do Vale do Paraíba e, consequentemente, ampliar a capacitação da mão de obra especializada. A expectativa é baseada na apresentação, durante a Feira, dos mais recentes lançamentos de equipamentos para

os diversos segmentos da indústria nos setores aeroespacial, automotivo, automação, informática, ferramentaria industrial, logística, serviços para indústria, entre outros.

SOBRE Criada em 1998, a Feissecre faz parte do calendário o cial da Prefeitura Municipal, considerada a maior feira da região e o principal evento tecnológico de São José dos Campos, que acontece sempre em julho, durante a programação de aniversário da cidade. A Feissecre é uma realização da ASSECRE e conta com o apoio da Prefeitura Municipal, Ciesp São José dos Campos, ACI e, nesse ano, do Expo Vale Sul.


MATÉRIA

PESQUISA APONTA PREOCUPAÇÃO COM INFLAÇÃO

PERCEPÇÃO DA INFLAÇÃO 16 a 24 anos – 66% 25 a 34 anos – 72% 35 a 44 anos – 69% 45 a 59 anos – 70% 60 anos ou mais – 65% Classe AB - 67% Classe C - 67% Classe DE - 70% Analfabetos ou primário incompleto/completo – 72% Ginásio completo/incompleto – 68% Colegial completo/incompleto – 69% Superior completo/incompleto – 63% *fonte: Pesquisa Pulso Brasil Fiesp/Ciesp - In ação

26

NO BOLSO


CURTAS

EM NOVEMBRO ACONTECE A 3ª RODADA DE NEGÓCIOS EM JACAREÍ

CIESP JACAREÍ PROMOVE A

10

MOSTRA DE AÇÕES SOCIOAMBIENTAIS


MATÉRIA

OPORTUNIDADE DE NEGÓCIOS COM A GRÃ-BETANHA

Integrantes da UKTL, CIESP e Prefeitura de São José dos Campos

28


Programação de Cursos (sujeita a alterações) Cursos

Data 26/08/2014

28/08/2014

02/09/2014 06/09/2014 13/09/2014

17/09/2014

19/09/2014

07/10/2014

14/10/2014

24/10/2014

29


SERVIÇOS

30


Profile for Bassit Comunicação

Revista ciesp edição 21  

Vale do Paraíba e Litoral Norte - Espaço do Associado está de volta - Dicas para Alcançar o Sucesso: A Voz da experiência;

Revista ciesp edição 21  

Vale do Paraíba e Litoral Norte - Espaço do Associado está de volta - Dicas para Alcançar o Sucesso: A Voz da experiência;

Profile for bassit
Advertisement