Page 1

Distribuição Dirigida

www.revistatotalsaude.com.br

Ano 2 - Edição 11 Maio/2008

CAFÉ-DA-MANHÃ Ele faz toda a diferença

PELE

FRUTAS

Um doce remédio

Cuidados na gravidez

TERAPIA SEXUAL Da cama para o divã

SER MÃE O que leva uma mulher a desejar tanto ter um filho

Instinto Materno O sonho de ser mãe!


Editorial | Ao leitor

Mãe! A mulher

mais importante

N

ão adianta tentar falar de outro assunto ou querer tratar de algo que fuja disso, maio é mês das mães. Por isso, neste mês, o editorial e toda a nossa revista são dedicados àquela que nos conhece melhor que ninguém, a mulher mais importante da nossa vida, nossa rainha: Mãe! A missão de ser mãe quase sempre começa com alguns meses de muito enjôo, seguidos de anseios incontroláveis por comidas estranhas, aumento de peso, dores na coluna, o aprimoramento da arte de arrumar travesseiros preenchendo espaços entre o volume da barriga e o resto da cama. Será mesmo? Total Saúde tem suas dúvidas e por esse motivo, pesquisamos e conversamos com psicólogos e médicos para entender o tal instinto materno. Será que toda menina já nasce com ele? Será que nas nossas brincadeiras com bonecas, nas comidinhas que as crianças preparam já está toda a mágica sensação da maternidade? Talvez, algum dia, inventem úteros artificiais ou incubadoras de embriões. Talvez, inclusive, cheguem a ser tão perfeitos como o sistema biológico que só a mulher possui para abrir-se a cada vida que começa sua aventura. Mas mesmo assim, nada será comparável à importância e à beleza do diálogo inicial entre mãe e filho. Não existe e nem será inventado um método similar de amor, carinho, cuidado, instinto, respeito e afeição. Mães, sem vocês não seríamos nada! Ah, não poderíamos deixar de dizer: Total Saúde, nesta edição, comemora um ano de vida, um ano de pesquisas, de descobertas, de estudos e de ajustes. Um ano especial no qual despertamos para o fascinante universo da saúde, fazendo questão de levá-lo até você. Sendo assim, desejamos sua companhia nos próximos anos permanecendo conosco e fazendo parte da nossa história. Um abraço, e até a próxima!

Equipe Total Saúde.

Direção Vera de Barros Jafar - DRT 484/MS vera@revistatotalsaude.com.br Atendimento Comercial Sandra Pieczykolan 67 9281 0894 sandra@revistatotalsaude.com.br

Redação Natalia Razuk redacao@revistatotalsaude.com.br Colaboração Fernanda Barros - MTB 39.120/SP Tainara Rebelo Projeto Gráfico Bartz Propaganda Fotografia Capa Alex Prappas Revisão Greice Maciel Impressão Gráfica e Editora Alvorada Tiragem 7 mil exemplares Participantes desta edição Antônio de Barros Jafar Advogado Camila Marcon Reich Psicóloga e Terapeuta Sexual Membro da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana - SBRASH CRP 14 / 03453-7 Dra. Cristina Yuri Katayama Dermatologista CRM/MS 3461 Dra. Suely Resende Médica especializada em ginecologia e obstetrícia pela UNB - Universidade de Brasília. Especialista em Reprodução Humana Assistida pela Associação Instituto Sapientiae – Centro de estudo e pesquisa em parceria com a faculdade de Medicina de Jundiaí/SP. Responsável Clinica Fertitity Centro de Fertilização Humana de Campo Grande/MS. CRM/MS 1991.

Eduardo Wagner Aratangy Formado em Medicina - USP Especialista em Psiquiatria - USP Médico supervisor do AMBULIM- Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina - USP Coordenador do Programa de Atendimento Intensivo aos Distúrbios Alimentares, PRADA-AMBULIM. CRM/SP 116020. Cláudia Peruzzo é terapeuta com base em Filosofia Clínica, professora em Extensão e Pós-Graduação em Filosofia Clínica pelo Instituto Packter. Jana Rocha Massoterapeuta - Naturalista Espaço Bem Estar Ricardo Cher Chef do Menu Degustação do Restaurante DOM. São Paulo/SP. Natália Borges Sous Chef do Restaurante Casa do Porto. São Paulo/SP.

Revista Total Saúde Rua Alberto Néder, 328. Sala 35 Centro Empresarial Altos do Prosa CEP 79002 160. Campo Grande/MS 67 3027 5543 contato@revistatotalsaude.com.br Total Saúde é uma publicação da Gráfica e Editora Alvorada com periodicidade mensal. Artigos assinados não representam, necessariamente, a opinião da revista. Distribuição dirigida e gratuita.

4 | To t a l S a ú d e


Índice | 6

Você Sabia?

Homenagem

8

Antônio Teixeira de Barros

Dermatologia

24

Colágeno Para uma pele sempre bonita

26

Pele Cuidados na gravidez

Bem-estar

12

Chega de calor

21

25

Terapia Sexual Da cama para o divã

Massoterapia

Nutrição

14

Psicologia

Menopausa

Reprodução Humana

28

Café-da-manhã

O que leva uma mulher a querer ser mãe?

Ele faz toda a diferença

18 36

Frutas - Um doce remédio Azeite - Ele vale ouro!

Terapia

34

Filosofia Clínica A terapia das portas abertas

Bate-papo

42

Culinária

Mãe do tamanho certo

38

glaceada com mel e especiarias, com purê de mandioca e mandioca palha

Especial do Mês

22

Instinto Materno O sonho de ser mãe!

Distúrbio Alimentar

32

Bulimia - Uma doença

Costelinha de Porco

40

Anote o Site

41

Endereços Úteis


| Você Sabia?

Natalia Razuk e Tainara Rebelo

Como se formam as cáries. Sem uma escovação adequada, as placas bacterianas se unem para atacar os resíduos.

Um brigadeiro e outras delícias ricas em carboidrato são um verdadeiro banquetes para as bactérias que vivem naturalmente na boca. E aí, se a escovação não é adequada, elas se juntam para atacar os resíduos de comida que se acumularam. Unidas, formam a placa bacteriana. Durante as refeições, esses microorganismos produzem ácidos desmineralizadores que corroem a estrutura do dente e abrem no local um pequeno buraco, é a famosa cárie!

Lavagem das mãos, não. No meio médico, o antigo termo 'lavagem das mãos' foi substituído por 'higienização das mãos' devido à maior abrangência deste último. Isso porque as mãos dos médicos são a principal via de infecção em Unidades de Terapia Intensiva, a chamada UTI, mas não por descuido, e sim pela quantidade de pessoas infectadas num mesmo ambiente. O procedimento de higienização consiste numa limpeza das mãos mais profunda e mais freqüente que a simples lavagem. Devem realizar o processo todas as pessoas que atuam na manipulação de medicamentos, alimentos, material estéril ou contaminado. A higienização deve ser feita por meio de água e sabão, preparação alcoólica ou pelo uso de anti-séptico, dependendo da situação.

6 | To t a l S a ú d e

Não passe raiva no inverno. Está chegando o inverno e você não precisa se esconder para aproveitar a estação. Temos o costume de nos fecharmos em casa ou procurarmos lugares com muita gente em busca do tal 'calor humano'. No entanto, esses hábitos não são muito saudáveis. Em casa, com cobertores e tapetes, os ácaros fazem a festa. Em pessoas que sofrem de bronquite, asma ou rinite, que já possuem a pele mais seca, o problema pode se agravar com coceiras, dermatites alérgicas e infecções viróticas. Nos lugares mais cheios, aumentam as chances do contágio de gripes e resfriados, tão comuns nessa época do ano. Além disso, a pele resseca e pode até descamar. Quanta dor de cabeça! A nossa dica é se proteger da maneira que dá. Durante o frio, não abuse de água quente, sabonete e banhos demorados, pois eles contribuem para o ressecamento e possível descamação da pele. Então, banhos rápidos e muito hidratante no corpo! E não se esqueça: mesmo sem muito calor, o Sol continua emitindo raios ultravioletas, por isso, o uso do filtro solar é indispensável. Proteja a garganta das correntes de ar frio, troque cobertores e mantas felpudas por edredons e use meias para proteger os pés. O inverno é uma estação linda, então, aproveite-o ao máximo sem ter que sofrer graves conseqüências.

maio, 2008


Você Sabia ?

Balas e sprays para aliviar a garganta? Prefira água! A famosa dupla para aliviar a tosse e a dor na garganta não é a mais recomendada por fonoaudiologistas. Balas e sprays proporcionam alívio imediato na hora do aperto. Mas, por causa do açúcar encontrado na composição do duo, deixam secreções presas nas pregas vocais causando certo desconforto à pessoa. Com a secreção depositada, provavelmente haverá uma vontade de pigarrear para tirar a sensação de 'alguma coisa presa' na garganta, fazendo com que as pregas vocais 'vibrem' e choquem-se umas nas outras. Esse processo pode até mesmo causar inflamações no local. O mais recomendado é ingerir um gole de água e, se possível, fazer um gargarejo. Limpeza garantida!

maio, 2008

Vai viajar?

Troque a ansiedade pela tranqüilidade. Sentir-se ansioso é muito chato. Uma vontade que não passa, uma aflição sem sentido, apenas sentimentos que atrapalham a normalidade dos nossos dias. Não seria legal se existisse uma maneira fácil e eficiente de eliminar essa aflição? A boa notícia é que existe, e não é preciso sair da cidade nem tirar férias em família. Desde que os motivos da sua ansiedade não sejam de natureza crônica decorrente de alguma patologia, a melhor forma de aliviar a tensão é se ocupando com alguma atividade simples que lhe proporcione prazer. Para relaxar, procure ler um bom livro, fazer exercícios físicos, rir, arranjar tempo para uma caminhada rápida, etc. Caso isso não funcione, existem técnicas de relaxamento mais elaboradas disponíveis no mercado, como a quiropraxia, a massoterapia e os banhos de imersão. Converse sobre isso com o seu médico, e procure a maneira que se encaixa melhor ao seu bem-estar.

Dependendo pra onde você vai viajar, algumas medidas precisam ser seguidas, como a vacinação preventiva. A mais famosa delas é a da febre amarela. Para fazer efeito, a vacina precisa ser aplicada dez dias antes do deslocamento. Para viagens internacionais, as vacinas básicas recomendadas são a Tríplice viral sarampo, caxumba e rubéola-, DT – difteria e tétano - e a de hepatite B. Existem ainda lugares no Brasil e no mundo, que passam por guerras ou endemias, e exigem uma série de vacinas específicas. Tudo isso é feito para promover maior segurança do viajante. Aí vale se informar na Secretaria de saúde ou embaixada do local de destino. Procure saber e respeitar costumes e tradições culturais dos lugares para onde vai, e lembre-se: quando estiver em outro país, você estará submetido às leis locais.

To t a l S a ú d e | 7


Homenagem | “Vô Barros”

Em 1937, com apenas 17 anos, meu avô era o chefe de oficina daquele jornal.

8 | To t a l S a ú d e

maio, 2008


Vô Barros | Homenagem

Antonio de Barros Jafar

Vô Barros

Homenagem A pessoa de quem venho falar, é meu avô materno, Sr. Antônio Teixeira de Barros, muito conhecido como “Seu Barros”. Meu avô não foi médico, dentista, psicólogo, fisioterapeuta ou qualquer outra atividade ligada à saúde. Então, porque falar dele nesta revista? Entendo que esta homenagem é pertinente porque esta publicação é somente um dos vários frutos daquilo que ele, Seu Barros, construiu em sua longa e fértil vida. Esta revista é conseqüência do grande sonho do meu avô, iniciado em 1.934, em Rio Claro, pequena cidade do interior de São Paulo, quando aos 14 anos de idade, ele entrou pela primeira vez em uma oficina gráfica. Ele foi trabalhar como aprendiz em um jornal. Naquela época, a vida era muito difícil. Os jornais, as revistas, e tudo o que era produzido em uma gráfica era feito somente pelo sistema de impressão conhecido como tipografia. Esse sistema utilizava tipos

maio, 2008

móveis. Vocês conseguem imaginar a dificuldade que era compor uma página de jornal, colocando letrinha por letrinha com uma pinça em uma chapa de metal? Depois essas “letras”, chamadas de tipos, eram amarradas para formar uma espécie de “carimbo”, o qual servia como matriz das impressões. Mas a paixão foi fulminante, Seu Barros jamais seria a mesma pessoa. Em 1937, com apenas 17 anos, meu avô era o chefe de oficina daquele jornal. Desde então, seu grande sonho foi ter a sua própria gráfica. Feito que ele começou a perseguir a partir do ano seguinte. Mas as dificuldades sempre estiveram presentes. Nessa época, teve a Segunda Grande Guerra. Meu avô sempre nos dizia que só não fora convocado porque já era casado. Tenho certeza de que eu, meus irmãos e meus primos sempre nos lembraremos dele cantando a “Canção do Expedicionário”.


Homenagem | “Vô Barros”

Sua fé era tamanha, que o fez dizer, ao se deparar com dois de seus filhos pequenos mortos em um acidente automobilístico em 1.960:

“Deus me deu, Deus me tirou, louvado seja Ele”.

1 0 | To t a l S a ú d e

Aliás, ele sempre estava cantarolando. Com ele aprendi diversas marchinhas de carnaval. Não é raro quando me surpreendo cantando baixinho “mamãe eu vi um touro, cheirando flor no jardim, há tantos touros no mundo, eu nunca vi um assim...”. Em 1953, meu avô decidiu explorar uma nova fronteira que surgia, a cidade de Campo Grande, no interior do então Mato Grosso. Chegou aqui praticamente sem nenhum dinheiro no bolso trazendo consigo os 4 filhos pequenos, e sua esposa Elvira. Minha avó era a melhor pessoa que o mundo já viu. Tenho certeza de que ela está numa parte do céu tão reservada que quando eu chegar lá, vou poder visitá-la apenas uma vez por mês. Foi realmente um presente de Deus ser neto da Dona Elvira. Filha de imigrantes italianos, tinha belíssimos olhos verdes - que só minha prima Natália teve o privilégio de herdar. Meu avô dizia que casou com minha avó por que era a moça mais bonita da cidade. Poderia escrever diversas páginas sobre tudo aquilo que minha avó representou, mas fugiria do contexto desta história. Apenas gostaria de afirmar que meu avô foi tão longe em sua vida porque tinha uma mulher como minha avó ao seu lado. A vida dura continuou. Uma das lições que mais aprendi na vida foi dar valor a tudo o que temos. Jamais vou me esquecer da minha mãe contando que quando por volta de seus 5 anos de idade, na época do natal, meu avô a colocou sentada em uma mesa de blocagem (setor responsável pelo acabamento em uma oficina gráfica). Ali, chorando muito, lhe contou que o Papai Noel não existia; e mais, naquele ano, ela não ganharia nenhum presente, não porque fora uma menina má, mas sim porque seu pai não tinha dinheiro para lhe comprar nada. Essa honestidade extrema era peculiar ao meu avô. Outra característica do Seu Barros: sua fé inabalável em Deus. É claro que diante das diversas lutas que enfrentou, surgiram dúvidas, aflições, como é natural em qualquer pessoa. No entanto, sua fé era tamanha, que o fez dizer, ao se deparar com

dois de seus filhos pequenos mortos em um acidente automobilístico em 1.960: “Deus me deu, Deus me tirou, louvado seja Ele”. Acredito que esse foi o golpe mais duro que meus avós tenham sofrido. Mas Deus, em toda sua bondade e misericórdia, compensou-lhes logo adiante com mais dois filhos (meus tios Eduarda e Flávio). Em 1.961, foi inaugurada a Tipografia Alvorada, a sua tentativa definitiva de conquistar sua própria gráfica. Esta foi, com certeza, a grande escola da minha família.Meu pai e todos os meus tios que passaram por lá foram influenciados em alguma coisa pelas lições ensinadas por meu avô. A maior delas era que, “com dinheiro, qualquer um faz, os bons conseguem empreender sem dinheiro”. Aliás, meu avô era um sábio filósofo contemporâneo. Adorava usar algumas frases com freqüência. Qual de seus netos não o ouviu dizer: “quem não tem cabeça, o corpo padece”, sempre quando fazíamos alguma arte e acabávamos nos machucando. Ele era realmente diferente. Apesar de não ter concluído nem sequer o ensino fundamental, era um leitor voraz, paixão que transmitiu a minha mãe, e posteriormente a mim. Até a sua forma de ralhar com os netos era diferente. Quando queria dar uma bronca na gente, chamava-nos de “seu antropófago”, ou “indivíduo despido de todo indício de civilidade”. Vô, que saudade... A Gráfica Alvorada também foi uma grande escola para os profissionais do setor. Vários empresários de sucesso do ramo gráfico hoje em nossa região foram, no início de usas carreiras, funcionários do meu Avô. Tenho certeza que também aprenderam muito com a paixão pelo ofício que ele demonstrava. No final dos anos 60, meu Avô foi procurado por alemães, que representavam um fabricante europeu de máquinas gráficas. Eles traziam ao Brasil um sistema novo de impressão e queriam que a Gráfica Alvorada fosse uma referência ao mercado, adotando essa forma revolucionária de impressão. Assim, chegou o sistema off-set ao centrooeste brasileiro. No começo da década de 80, um banco

maio, 2008


Vô Barros | Homenagem

daqui do estado solicitou impressão de talões de cheque. Ao vencer a concorrência de uma empresa multinacional especializada em impressões de segurança, meu Avô ouviu, de um dos representantes desta: ”Não sabia que índio sabia imprimir talões de cheque...“ Em setembro de 2.003, meu avô nos deixou. Lembro, como se fosse ontem, as últimas frases ditas por ele. Consumido pela doença que o vitimou, alternava instantes de lucidez com momentos nebulosos. Naquele dia, ele estava muito preocupado com um serviço atrasado. Pediu que eu ligasse para o Aníbal (Sr. Aníbal Teixido, hoje proprietário da Gráfica Relevo, foi chefe de oficina da gráfica Alvorada na década de 70) e pedisse para apressar o pessoal do acabamento. No dia seguinte, ele faleceu. Posso dizer com todas as letras: meu avô, até os últimos dias de sua vida, foi gráfico. Hoje a gráfica se aproxima de seus cinqüenta anos de atividade. A administração

maio, 2008

está na terceira geração da nossa família, nas mãos do meu irmão, Júnior. Esta revista, administrada pela minha mãe, é um dos desdobramentos da atividade da Empresa. Para terminar, se eu pudesse falar com meu avô hoje, contar a ele todas as novidades, eu lhe diria: “Vô, eu vi nosso São Paulo ser tricampeão mundial, tricampeão da Libertadores e pentacampeão brasileiro! Vô, essa revista é impressa numa máquina que produz 15.000 impressões em policromia por hora! Vô, a gente não usa mais fotolito, agora tem um negócio que se chama CTP. Ah, quase me esqueci... Vô, o Sr. acredita que todo o acabamento, a parte de intercalação, dobra, grampo e refile final desta revista é feita em uma máquina só? As folhas impressas entram em um lado, e no outro a revista sai pronta!”.

“Vô, eu vi nosso São Paulo ser tricampeão mundial, tricampeão da Libertadores e pentacampeão brasileiro! Vô, essa revista é impressa numa máquina que produz 15.000 impressões em policromia por hora!...”

Antônio de Barros Jafar Advogado

To t a l S a ú d e | 1 1


Bem-Estar | Menopausa

Natalia Razuk

Menopausa Chega de calor

Uma dica extra para mulheres na menopausa: É o ruibarbo, que pode aliviar os calores típicos dessa fase. A planta foi testada em 109 voluntárias no Centro de Pesquisa de Saúde, em Berlim, na Alemanha. Durante 12 semanas, 54 delas receberam uma dose diária de um extrato feito com a raiz, enquanto outras 55 tomaram placebo. No primeiro grupo, o número e a intensidade das ondas de calor diminuíram já no primeiro mês. Outros experimentos, porém, ainda são necessários para garantir a segurança e a eficácia desse novo fitoterápico.

FICHA TÉCNICA NOME CIENTÍFICO Rheum rhaponticum NOME POPULAR Ruibarbo ORIGEM China CARACTERÍSTICAS Pequena planta arbustiva PARTE USADA NO MEDICAMENTO Raiz


Nutrição | Café-da-Manhã

Não subestime o seu caféda-manhã. Ele faz toda diferença.

1 4 | To t a l S a ú d e

maio, 2008


Café-da-Manhã | Nutrição

Tainara Rebelo

Café-da-Manhã

Ele faz toda diferença Em pleno século XXI, as pessoas ainda reclamam de problemas antigos, como a falta de disposição para agüentar as tarefas do dia. O que elas não sabem, ou ignoram, é o fato de isso ser decorrente de um costume antigo: a subestimação do café-da-manhã. A pessoa acorda tarde e julga desnecessário perder tempo criando e consumindo uma variedade de alimentos coloridos. Muito mais fácil comprar um salgado na rua, não é mesmo? Em termos de praticidade sim, mas em termos financeiros e nutritivos, não. O café-da-manhã é o responsável por fornecer ao organismo os primeiros nutrientes necessários para nos manter acordados e dispostos durante o período de atividades diárias. Ignorar essa primeira dose de combustível para o corpo resulta num dia mais chato e cansativo, e numa fome de leão já na metade da manhã. Aqueles que optam por lançar mão do desjejum nas ruas geralmente se submetem a uma dose extra de gorduras e carboidratos extremamente prejudiciais à saúde e costumam pagar caro por isso, não só em questão de dinheiro, mas de danos ao corpo humano. Gorduras saturadas, insaturadas, trans, excesso de sódio... Nunca se sabe o que foi usado na produção do alimento. Pra que correr o risco? Uma compra no mercado ou na venda próximos de casa te oferece uma combinação de frutas e alimentos frescos bem mais baratos e saudáveis que a surpresa da

maio, 2008

coxinha gordurosa durante o seu caminho para o trabalho. Pular a primeira refeição do dia desequilibra o organismo e faz a pessoa engordar com mais facilidade. Isso porque o organismo é obrigado a estocar as energias recebidas na última refeição feita, geralmente no dia anterior, desacelerando o metabolismo. Devido ao longo período sem receber alimentos, ele se vê na função de poupar essa energia mais que o habitual para agüentar as atividades do outro dia. Para evitar que isso aconteça, é recomendado que seja feita uma refeição equilibrada logo pela manhã, ingerindo ao menos um item de cada grupo alimentar básico.

ALGUNS EXEMPLOS PROTEÍNAS Leite, queijo, iogurte, ovos e frios; CARBOIDRATOS Pão (de preferência integral), biscoitos, cereais (granola, sucrilhos...), bolos, mel e geléias; GORDURAS Manteiga, margarina, requeijão, queijo, leite integral; VITAMINAS E MINERAIS Frutas e sucos naturais;

Uma alimentação equilibrada aliada a uma rotina saudável, fornece energia e disposição essenciais para uma vida com qualidade. Com tantos avanços na ciência e a facilidade no acesso à informação, falta de tempo não pode mais ser uma desculpa. Procure um nutricionista para mais informações e ajuste o seu cardápio às suas necessidades e horários. Felizmente, ou não, nos dias de hoje só vive de forma errada quem quer.

To t a l S a ú d e | 1 5


Nutrição | Frutas

Frutas

Um doce remédio!

1 8 | To t a l S a ú d e

maio, 2008


Frutas | Nutrição

Natalia Razuk

Quantas frutas você comeu na última semana? Hummmm, demorou a lembrar? Então talvez esteja comendo poucas. Trocando as frutas por um docinho da padaria? Neste caso, está ameaçando o seu peso, o seu equilíbrio nutricional e deixando de lado alguns dos melhores sabores da mesa! Poderosas, elas são capazes de proteger células contra processos degenerativos e

maio, 2008

envelhecimento; prevenir uma lista de doenças; devolver energia ao seu corpo. E mais, o consumo diário de frutas ou sucos à base delas é essencial para evitar várias doenças - desde as provocadas pela falta de vitaminas até problemas cardiovasculares, diabetes e diverticulite. Atualmente, os brasileiros enfrentam o aumento de doenças crônicas degenerativas, devido a um estilo de vida desequilibrado,

O consumo diário de frutas ou sucos à base delas é essencial para prevenir várias doenças.

To t a l S a ú d e | 1 9


Nutrição | Frutas

que envolve maus hábitos alimentares e sedentarismo. O consumo regular de alimentos funcionais, como as frutas, pode ser uma alternativa para conter o avanço dessas enfermidades. Portanto, somos o que comemos, sim! Total Saúde levantou uma lista de 6

frutas, deliciosas e fáceis de encontrar em quaisquer feiras ou mercados. Você pode incluir uma por dia à sua dieta e depois repetir a dose! — uma arquitetura nutricional, simples, que fará toda a diferença para a sua saúde e para o seu bemestar.

Então vamos lá, arquitete seu cardápio e mãos à obra, inclua muitas, muitas frutas na sua vida!

Maçã

Uva Roxa

Contém pectina, uma fibra solúvel que reduz os riscos de doenças cardiovasculares. A casca e a polpa previnem o câncer e protegem as células da ação dos radicais livres, retardando o envelhecimento. O consumo diário de 100g de maçã fresca pode ser mais benéfico do que um comprimido de 1.500mg de vitamina C.

Top entre os super-alimentos, possui alto teor de resveratrol, substância que previne o dano celular, reduz o crescimento tumoral e diminui o risco de câncer de pele. Outro nutriente é a catequina, um composto fenólico protetor cardiovascular, cujo efeito na diminuição do colesterol ruim (LDL) é semelhante ao do vinho tinto. Os fenólicos reforçam a cartilagem, reduzem o risco de derrame, bloqueiam a formação de pedras nos rins e ajudam a conter o avanço de doenças degenerativas no cérebro.

Papaia Possui carotenóides (luteína, betacaroteno e zeaxantina), com diversas propriedades anticancerígenas que fortalecem o sistema imunológico. Protege a retina contra a radiação solar, reduzindo assim o risco de degeneração macular. Também é rico em vitamina C e fibras. Se preferir, substitua pela manga.

Abacate Pesquisas têm demonstrado que esta fruta é rica em beta-sitosterol e glutatoína. O primeiro auxilia na redução dos níveis de colesterol e o segundo age como antioxidante. O abacate regula os níveis de colesterol no sangue porque sua gordura monoinsaturada aumenta as taxas de HDL (o colesterol bom) enquanto diminui o colesterol total. Entre 22 frutas, foi o mais eficaz para amenizar os danos provocados por fatores semelhantes aos causados por hepatites virais, ou seja, ajuda a proteger o fígado. Pode, ainda, oferecer proteção contra o câncer oral e de garganta.

2 0 | To t a l S a ú d e

Laranja

Banana Contém frutooligossacarídeos (FOS), oligossacarídeos não-digeridos pelo organismo, que são metabolizados no intestino pela flora bacteriana. Sua fermentação ajuda no crescimento de bactérias úteis, como lactobacilos e bifidobactérias, diminui o risco de câncer de cólon e favorece a oposição a bactérias patogênicas. Além de tudo, é fonte de potássio, mineral que garante o bom funcionamento dos músculos.

Conhecida por ser fonte de vitamina C, ficou comprovado que as pessoas que incluíam a laranja na dieta apresentaram menos rugas do que as que a consumiam em menor quantidade. A casca de laranja é rica em limonóides, substâncias que podem prevenir e controlar o desenvolvimento de certos tumores ao evitar os danos das substâncias tóxicas nas células do organismo.

maio, 2008


Massoterapia | Bem-Estar

Jana Rocha

Massoterapia A massatoreapia, por ser uma técnica milenar, continua sendo tratamento de grande importância nos dias de hoje. É uma técnica naturalista que através de movimentos circulares irá proporcionar alívio e melhora significativa nas dores musculares causadas por esforços físicos contínuos, postura incorreta, stress e até mesmo por uma ansiedade causada por fatores ambientais. Isso porque a musculatura corporal é o tempo todo contraída por esses fatores, o que

causa muitas dores e desconforto. A massoterapia é um tratamento paliativo a outros tratamentos tanto físicos como emocionais. E se trabalhada corretamente, obtém-se bons resultados. Além disso, ajuda a prevenir e combater celulite e estrias, ativa a circulação sanguínea, desintoxica o organismo, controla a ansiedade, o stress, ajudando a relaxar a musculatura corporal, proporcionando assim um bem-estar físico e mental.

É uma técnica naturalista que através de movimentos circulares proporciona alívio e melhora significativa nas dores musculares. Jana Rocha Massoterapeuta - Naturalista Espaço Bem Estar


Especial do Mês | Mãe

Natalia Razuk

Instinto Materno O sonho de ser

Desde eras das mais remotas existe a menção ao chamado “instinto maternal”, sentimento que se faz presente em todas as culturas indistintamente, e que hoje, em plena era moderna, século XXI, tem o mesmo significado. Mesmo porque “mãe é mãe” como diz o dito popular. E este sentimento tão lúdico, qual será o momento em que é despertado na mulher? Sentimento este dotado de tanta pureza e ternura, que só palavras talvez não sejam suficientes para definir toda a força, a doação e o carinho que emanam dele.Terá este sentimento uma explicação lógica? A ciência e a psicologia tentam explicar este fenômeno. Desde muito cedo, as mulheres dizem que o seu maior sonho é ser mãe, algumas até sem ter a certeza absoluta do que é ser mãe. Presente de menina é boneca, brincadeira é casinha. Algumas mulheres abrem mão deste sentimento em função de uma carreira, na qual imaginam, não teria espaço nem tempo para filhos, contrastando com mulheres de épocas mais antigas. Antigamente, a principal meta das mulheres era ser mãe, um rebento forte e saudável como símbolo da 2 2 | To t a l S a ú d e

mãe!

sua fertilidade. Hoje, os padrões sociais são diferentes. A mulher procura acima de tudo, um lugar no pódio das profissões às quais apenas o homem tinha acesso noutros tempos. Afinal, o que mudou? A sociedade ou as mulheres em si mesmas? Muitas mulheres declaram que esse Instinto Maternal, surge logo à nascença, mas, outras afirmam que esse valor só se desenvolve quando a mulher engravida e que atinge o seu auge na altura em que vai dar à luz. O que significa que, se muitas mulheres ainda não têm dentro de si esse instinto, é porque ainda não chegou a sua hora de ser mãe. A evolução do ser humano fez surgir uma pressão evolutiva (adaptação) para que o instinto materno se tornasse mais forte: Mães que não cuidassem bem de seus filhos, não os amassem, fariam com que estes tivessem menos chances de sobreviver levando junto com eles seus próprios genes. A pressão evolutiva para o instinto materno foi tão forte que todos os primatas, o homem inclusive, os possuem hoje em um grau muito elevado. Se tomarmos a família como o centro da vida social, vamos encontrar a mãe como figura principal no equilíbrio do lar. Não é à

Se tomarmos a família como o centro da vida social, vamos encontrar a mãe como figura principal no equilíbrio do lar. Não é a toa que várias sociedades têm no matriarcado sua força e sobrevivência, e por que não dizer, seu sucesso.

maio, 2008


Mãe | Especial do Mês

toa que várias sociedades têm no matriarcado sua força e sobrevivência, e por que não dizer, seu sucesso. As mães afirmam que matariam pelos seus filhos, morreriam por eles ou fariam o que quer que fosse para defendê-los, e isso é um ponto em comum entre todas elas: casadas, solteiras, adolescentes ou maduras. Ter um filho fascina muitas mulheres, mas outras preferem os dos seus amigos a ter um. Aqui está a questão da liberdade, alcançada após tanto tempo e que agora não se quer perder, envolva o sacrifício que envolver. O amor pelos filhos é real. Sente-se num toque, num olhar, numa carícia. Sendo a mãe maio, 2008

biológica ou não, a mulher atribui todo o amor que tem dentro de si àquela criatura dependente da sua força e amor. Se ainda não sente aquilo a que chamam de Instinto Maternal não se preocupe, nem julgue ser anormal relativamente às outras mulheres. A necessidade de ser mãe aparecerá na hora certa e aí, estará realmente preparada para esse milagre. Independentemente de estudos, genética, e teorias, nós mulheres sentimos e sabemos o que é esse instinto materno, instinto materno é aquele telefonema da mãe para o filho que está longe, mas ela sabe, até sem saber como, que ele não está bem!

Desde muito cedo, as mulheres dizem que o seu maior sonho é ser mãe, algumas até sem ter a certeza absoluta do que é ser mãe.

To t a l S a ú d e | 2 3


Dermatologia | Colágeno

Natalia Razuk

Para evitar flacidez, rugas ou manchas, é fundamental uma alimentação equilibrada com alimentos ricos em antioxidantes.

Colágeno Para uma pele sempre bonita O colágeno ou gelatina, como conhecemos, é a classe mais farta de proteínas do nosso organismo e representa mais de 30% de sua proteína total. Produzido naturalmente desde que nascemos, ele entra em declínio a partir dos 30 anos, quando o sistema de defesa da pele enfraquece um pouco fazendo com que as primeiras manchas e os temidos pés-degalinha comecem a aparecer. Chegando aos 40 anos a produção de colágeno diminui ainda mais e a atividade dos radicais livres em nossa pele é muito mais intensa. Considera-se que esta seja uma das causas primordiais do envelhecimento, uma vez que, com a diminuição do colágeno, os músculos ficam flácidos, a densidade dos 2 4 | To t a l S a ú d e

ossos diminui, as articulações e ligamentos perdem sua elasticidade e força, e a cartilagem que entrelaça as articulações fica mais frágil e porosa. Para evitar flacidez, rugas ou manchas, uma alimentação saudável é essencial. Alimentos ricos em antioxidantes (combatentes dos radicais livres) como as vitaminas A, C e E, minerais como o zinco (corra até a matéria das frutas e veja onde encontrar esses suplementos), chás verdes e brancos e ainda, uma suplementação de colágeno. Por isso, está chegando aos 30? Passou dos 40? Procure já um dermatologista e corra atrás do prejuízo!

maio, 2008


Terapia Sexual | Psicologia

Falta de desejo, dificuldade para atingir o orgasmo, dor na relação sexual e ejaculação precoce têm solução sim. Descubra como funciona o tratamento que vem resgatando o prazer entre os casais.

Terapia

Sexual Da cama para o divã Psic. Camila Marcon Reich

O que é Disfunção Sexual? As disfunções sexuais são alterações psicofisiológicas do corpo que interferem em uma ou mais fases da resposta sexual (desejo, excitação e orgasmo), ou ainda por dor associada ao intercurso sexual, causando sofrimento, insatisfação e frustração não só na pessoa, como também na parceria.

Porque ocorre a Disfunção Sexual? A causa da disfunção sexual é muito variada, multifatorial, podendo ser desencadeada por problemas psíquicos,

maio, 2008

como a depressão, a ansiedade, e outras doenças orgânicas, como a diabete, a hipertensão, ou ainda pelo abuso de substâncias psicoativas, álcool e drogas, além das alterações hormonais, nutricionais e efeitos colaterais de medicamentos.

Tratamento: A terapia sexual é uma terapia breve e focada na sexualidade, que busca tratar das disfunções sexuais através de exercícios e técnicas cognitivo-comportamentais, pode ser realizada em grupo, com o casal ou individualmente.

Camila Marcon Reich Psicóloga e Terapeuta Sexual Membro da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana - SBRASH CRP 14 / 03453-7 67 3383 2860 / 9283 9358 camilamarcon@globo.com

To t a l S a ú d e | 2 5


Dermatologia | Pele e Gravidez

Dra. Cristina Yuri Katayama

Pele

Cuidados na gravidez No mês das mães, a Revista Total Saúde preparou uma entrevista inédita e exclusiva com a dermatologista Dra. Cristina Yuri Katayama, que nos recebeu em seu consultório e relatou a experiência única com a maternidade repassando as leitoras dicas básicas para as futuras mamães, acompanhe. Total Saúde: Como recebeu a notícia da gravidez?

Dra. Cristina: Em 2004 recebi com muita alegria a notícia de que estava grávida, já estava preparada, madura e segura para ser mãe. E o momento havia chegado: não imaginaria as grandes transformações a partir dessa notícia. Total Saúde: O que mudou em sua vida com a chegada da maternidade?

Dra. Cristina: Minha vida mudou completamente. A vontade de ser mãe era tão grande que os enjôos e o mal-estar inicial não me incomodavam. A natureza é sábia e me deu nove meses de preparo antes que minha filhinha nascesse. Foi um período maravilhoso em que aprendi muito mais sobre a vida, sobre o amor, sobre a doação e sobre a felicidade. O pré-natal foi realizado com regularidade cuidando da alimentação saudável sem esquecer dos cuidados com a

2 6 | To t a l S a ú d e

pele (hidratações com cremes a base de óleos no corpo todo, principalmente em áreas de grande estiramento da pele, agressões em mamilos com bucha vegetal durante o banho, a fuga do sol principalmente em horários não recomendados e uso de protetores solares várias vezes ao dia mesmo sem estar exposta ao sol); Atividade física através da hidroginástica específica para gestantes que melhoravam a dor lombar e o edema em pernas e drenagem linfática. Devido a todos esses cuidados tive uma gestação muito tranquila. Hoje eu acordo com palavras e gestos: Mamãe, você acordou feliz hoje? E com canções dedicadas a mim que Laís aprendeu na escolinha: - “Nunca se esqueça nem um segundo, que eu tenho o amor maior do mundo. Como é grande o meu amor por você...” Total Saúde: Quais são as alterações dermatológicas mais comuns na gravidez?

Dra. Cristina: Alterações pigmentares ocorrem em 90% das gestantes e os fatores responsáveis incluem maior população de melanócitos e maior susceptibilidade ao estímulo hormonal, aumento de MSH – hormônio melanocítico estimulante, estrógeno e progesterona. Há aumento de pigmentação em aréolas, genitália, períneo,

“Minha vida mudou completamente, a vontade de ser mãe era tão grande que os enjôos e o mal-estar inicial não me incomodavam. Foi um período maravilhoso em que aprendi muito mais sobre a vida, sobre o amor, sobre a doação e sobre a felicidade.”

maio, 2008


Pele e Gravidez | Dermatologia

axilas e face interna das coxas. Na face ocorre o melasma que consiste naquela mancha acastanhada que acomete até 75% de gestantes. As estrias surgem em oposição às linhas de tensão da pele, principalmente em seios, abdome, quadril, dorso e braços. A real causa ainda não é bem estabelecida, mas acreditase que grandes distensões da pele, fatores genéticos, excesso de peso do bebê e/ou da mãe e hormônios possam ser os principais responsáveis. O ideal é ter ingestão adequada de água e hidratação com cremes específicos de áreas propensas para diminuir ou evitar o aparecimento delas. Aumento de pêlos transitório pode ocorrer principalmente em face, braços e abdome e não há necessidade de tratamento, pois regride espontaneamente. Acne em áreas de maior oleosidade do corpo principalmente face e tronco superior podem levar até a cicatrizes permanentes. Pruridos (coceiras) ocorrem em 20% dos casos. Gengivites e unhas frágeis também são comuns. Total Saúde: Como manter a pele bonita durante a gravidez?

Dra. Cristina: Minha sugestão de

cuidados durante a gravidez: Usar um bom protetor solar adequado ao tipo de pele; Evitar o sol principalmente em horários de maior radiação ultravioleta (entre 9h e 16h); Usar hidratantes corporais de preferência específicos a gestantes e reforçar a aplicação nas áreas em que a pele fica mais tensa e estirada como abdome, lombar, coxas e seios; Fazer drenagem linfática para evitar edemas. Após o parto, caso haja alterações na pele, podem ser iniciados os tratamentos de clareamento, estrias, rugas e flacidez juntamente com um dermatologista.

PRODUTOS RECOMENDADOS Linha Preventin Dermage* Hidracare FPS 30 Mater Skin Linha de proteção solar Dermage

S K I N C A R E

*A loja Dermage está instalada na R. Bahia,968 - Centro Telefone: 67 3025-5566 campogrande@dermage.com.br

Total Saúde: Quanto ao uso de tintura e maquiagem existe realmente alguma restrição?

Dra. Cristina: Há contradições quanto às tinturas e alisadores de cabelos durante a gestação. Produtos químicos à base de amônia e formol são sempre contraindicados e tinturas à base de henna podem ser utilizados após o terceiro mês de gestação. A maquiagem está liberada para o uso preferencialmente de produtos hipoalergênicos e “oil free”.

Dra. Cristina Yuri Katayama Dermatologista CRM/MS 3461 Work Center Rua Jeribá, 325, Sala 05 Chácara Cachoeira Campo Grande/MS. 67 3349-1260 / 3341-3760 Atendimento das 9h às18h

Dra. Cristina e sua filha Lais, hoje com 4 anos.

Família realizada. A pequena Lais com o papai Eduardo e a mamãe Dra. Cristina. maio, 2008

To t a l S a ú d e | 2 7


Reprodução Humana | Ser mãe

Algumas dizem que nasceram para ser mães, outras declaram que desde pequenas cuidavam das suas bonecas e ajudavam suas mães a cuidarem dos irmãos mais novos.

2 8 | To t a l S a ú d e

maio, 2008


Ser mãe | Reprodução Humana

Dra. Suely Resende

?

O que leva uma mulher a querer

ser mãe

“Ao longo dos anos, na função de ginecologista e obstetra, tenho me surpreendido diante de várias respostas, motivos e justificativas do porquê as mulheres querem tanto ser mães”, afirmou a médica ginecologista Suely Resende em um bate papo com a Revista Total Saúde. A doutora mostra o que se passa através das diferentes mulheres, pois elas revelam a riqueza do universo feminino. “Algumas dizem que nasceram para ser mães, outras declaram que desde pequenas cuidavam das suas bonecas e ajudavam suas mães a cuidarem dos irmãos mais novos. A médica acrescenta ainda que outras mulheres afirmam que “sempre sonharam em ter filhos, porém não conseguem”. E ainda, “existem as que sentem solidão e acreditam que um bebê preencherá sua vida”. Porém, a realidade da vida em grandes centros mudou. Hoje, muitas mulheres engravidam mais tarde. Elas estudam mais, fazem faculdade, abraçam uma profissão e acabam casando por volta dos trinta anos. Seu primeiro filho nasce na idade em que suas antepassadas estavam tendo o último filho.

maio, 2008

“Quando uma mulher não consegue engravidar ela esbarra em situações diferentes e versáteis como o caso que gerou muita polêmica: a avó, através de um ato de amor, emprestou o seu útero para abrigar e gerar o seu neto, filho de sua filha”, lembrou Dra Suely. A médica explica que “trata-se de uma cessão temporária de útero, legalmente aceita desde que realizado por parente de primeiro e segundo grau, sem caráter lucrativo e após autorizado pelo Conselho Regional de Medicina”, acrescentando que muitas mulheres recorrem a essa alternativa para realizarem o sonho da maternidade. Outros casos começam a ser freqüentes dentro dos consultórios e clínicas de fertilidade em todo o país. “Uma opção é a possibilidade de receber óvulos doados (ovodon) de pacientes mais jovens, que ocorre nos casos de mulheres com falência ovariana precoce, alteração ovariana, insucessos repetidos em técnicas de Fertilizacao In Vitro, entre outros”, ilustra. Neste caso a receptora não conhece a identidade da doadora e vice-versa, como também uma doadora não pode doar para

Quando uma mulher não consegue engravidar ela esbarra em situações diferentes e versáteis como o caso que gerou muita polêmica: a avó, através de um ato de amor, emprestou o seu útero para abrigar e gerar o seu neto, filho de sua filha.

To t a l S a ú d e | 2 9


Reprodução Humana | Ser mãe

mais de duas receptoras em uma população de um milhão de habitantes. Outra possibilidade para casais inférteis e que ocorre com freqüência é a de doação de sêmem. Situação que alguns casais se deparam no caso de ausência de espermatozóides e/ou também acontece com mulheres maduras, independentes, solteiras, com idade geralmente acima de 35 anos e desejam engravidar optando por sêmem de doador. Outra opção é a doação de embriões onde os casais fazem a fertilização, congelam os embriões excedentes e doam nas clínicas de fertilização. Os casais inférteis optam por esta oportunidade para conseguir o filho almejado. A doutora Suely esclarece que dependendo da causa da infertilidade e do diagnóstico realizado, indica-se a Técnica de Reprodução Humana Assistida. “Vale a pena diferenciar, para os leitores da Revista Total Saúde, a diferença entre a inseminação e a Fertilização In Vitro, uma vez que, se observa uma grande confusão por parte das pacientes entre as técnicas”.

FERTILIZAÇÃO A Fertilização In Vitro (FIV) tem como princípio básico promover o encontro entre os gametas masculino e feminino (fertilização) no laboratório formando o embrião in vitro e sua posterior cultura até a transferência do mesmo intra-útero após 48 a 72 horas, ou congelamento do mesmo. As etapas da FIV são: estimulação ovariana controlada, aspiração dos folículos, a FIV e a transferência dos embriões para a cavidade uterina. A taxa de gravidez é de 40%.

3 0 | To t a l S a ú d e

INSEMINAÇÃO Na inseminação intra-uterina (IUI), após processamento seminal através de técnica de centrifugação e melhora dos espermatozóides, os mesmos são colocados dentro do útero aproximadamente 38 a 40h após a administração de medicamento para ocorrer a ovulação. Geralmente a IUI é feita com estimulação ovariana no sentido de se obter uma super-ovulação (três folículos no máximo), através do uso de medicamentos indutores de ovulação. Existem parâmetros para se indicar a inseminação. São eles: a permeabilidade de pelo menos uma das trompas; presença de pelo menos um ovário; idade feminina inferior a 37 anos e número de espermatozóides móveis recuperados após processamento superior a cinco milhões. A taxa de gravidez é de 13% (5%17%).

Doutora Suely revela que atualmente se pratica com muita freqüência a Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóides (ICSI). Essa técnica nasceu inicialmente como tratamento das patologias masculinas graves. Hoje é a Técnica de Reprodução Humana Assistida mais utilizada no mundo, com 90% de fecundação. Vale lembrar que a adoção é uma alternativa viável, sem custo e muitas mulheres abraçam essa causa amando de forma completa e plenamente seus filhos do coração. “Seja qual for a técnica indicada para a mulher conseguir gerar seu filho, o óbvio é que cada vez mais a ciência vem ajudando as mulheres na concretização, se não do maior sonho, o mais idealizado: ser mãe”.

Vale lembrar que a adoção é uma alternativa viável, sem custo e muitas mulheres abraçam essa causa amando de forma completa e plenamente seus filhos do coração.

Dra. Suely Resende Médica especializada em ginecologia e obstetrícia pela UNB - Universidade de Brasília. Especialista em Reprodução Humana Assistida pela Associação Instituto Sapientiae – Centro de estudo e pesquisa em parceria com a faculdade de Medicina de Jundiaí/SP. Responsável Clinica Fertitity Centro de Fertilização Humana de Campo Grande/MS. CRM/MS 1991. Rua da Paz, 1479 - Santa Fé 67 33273193 / 3327-1758 www.fertilitycampogrande.com.br

maio, 2008


HANNAH


Bulimia Uma doença

Seus sintomas são preocupação excessiva com o corpo, medo de engordar, compulsão alimentar, culpa e ansiedade ligadas à alimentação.

3 2 | To t a l S a ú d e

maio, 2008


Bulimia | Distúrbio Alimentar

Eduardo Wagner Aratangy

O termo bulimia vem do grego boul (boi) ou bou (grande quantidade) e lemos (fome). Caracteriza-se por ingestão de grande quantidade de comida, com perda de controle alimentar, seguido de métodos inadequados para o controle do peso - vômitos induzidos, uso de medicamentos (laxantes), exercícios físicos exagerados, dietas, entre outros. Existe o medo de engordar e insatisfação com o próprio corpo, o que causa muita angústia, insegurança e piora da auto-estima. Seus sintomas são preocupação excessiva com o corpo, medo de engordar, compulsão alimentar (ingestão de grandes quantidades de comida), culpa e ansiedade ligadas à alimentação. Em geral ocorre em mulheres com peso normal ou um pouco acima, que tentam dietas radicais e se frustam. Ocorrem sentimentos de culpa e angústia, levando-as compensar o excesso de comida ingerido. Estas tentativas geram alívio temporário, mas são seguidas de vergonha e piora da auto-estima, fazendo com que percam o controle alimentar, entrando num círculo vicioso. O psiquiatra Eduardo Wagner Aratangy, afirma que a bulimia acontece 90% em mulheres, sendo em sua maioria jovens. “Diversos fatores estão envolvidos no aparecimento da bulimia, mas o culto ao corpo e os valores da moda são muito importantes no aparecimento dos transtornos alimentares”, declara. Eduardo exemplifica que, mesmo nas culturas orientais, onde este quadro “era raro”, os relatos desses casos têm aumentado. “Estima-se que de 1 a 3% da população tenha este distúrbio”. Modelos, atores, profissionais ligados à moda e atletas têm maior chance de desenvolver a bulimia. O tratamento adequado envolve profissionais de diversas áreas e visa ao restabelecimento do padrão alimentar normal, melhora da auto-estima, controle da compulsão alimentar e dos métodos compensatórios inadequados. “Também são tratadas as conseqüências clínicas da bulimia que são os sangramentos gastrointestinais,

maio, 2008

arritimias cardíacas, esofagite, úlceras, problemas dentários, entre outros, além dos quadros psiquiátricos associados, seguidos por depressão, transtorno do impulso e transtorno ansioso” acrescenta. Psicoterapeutas, psiquiatras, nutricionistas e outros profissionais da área de saúde integram a equipe que trata a bulimia – junto com medicamentos que auxiliam no tratamento. A bulimia e anorexia são transtornos psiquiátricos e seus sintomas se misturam, dependendo da fase pela qual estão passando. “Tanto na bulimia quanto na anorexia há preocupação excessiva com o corpo, pavor de engordar, prejuízos em outras áreas da vida e sentimentos negativos ligados à alimentação. São transtornos psiquiátricos graves que causam grandes impactos na qualidade de vida do paciente e de sua família”, acrescenta Aratangy. Doutor Eduardo acredita que o meio sociocultural, a família, os fatores psicológicos individuais e possivelmente componentes genéticos levam ao desenvolvimento da bulimia. “É muito comum que estes pacientes apresentem outros transtornos psiquiátricos associados, como a depressão, transtornos ansiosos e dependência de drogas e anorexia”, finaliza Dr. Eduardo.

A bulimia e anorexia são transtornos psiquiátricos e seus sintomas se misturam, dependendo da fase pela qual estão passando.

ATENDIMENTO O Hospital das Clínicas, em São Paulo, possui um ambulatório específico para transtornos alimentares. O AMBULIM é formado por profissionais de todas as áreas da saúde e possui diversos grupos especializados para tratamentos mais específicos e intensivos. Realiza importante atividade de pesquisas e ensino nesta área. Possui ainda a única enfermaria especializada em transtornos alimentares no Brasil. Telefone para contato: (11) 3069-6000

Eduardo Wagner Aratangy Formado em Medicina - USP Especialista em Psiquiatria - USP Médico supervisor do AMBULIM- Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina - USP Coordenador do Programa de Atendimento Intensivo aos Distúrbios Alimentares, PRADA-AMBULIM. CRM/SP 116020.

To t a l S a ú d e | 3 3


Terapia | Filosofia Clínica

Filosofia Clínica A terapia das portas abertas Cláudia Peruzzo

Uma pessoa tem desejos, vontades, medos ou necessidades. O ser humano, assim como o mundo, muda constantemente - é um ser a vir a ser plenamente -, construindo sua história, fazendo a sua cultura, incorporando novas descobertas. O que se aceita como verdade hoje foi ontem esnobado, tachado de absurdo, e talvez amanhã seja descoberto como equívoco. E assim as “verdades” dormem e amanhecem “outras verdades”.

3 4 | To t a l S a ú d e

maio, 2008


Filosofia Clínica | Terapia

A pessoa é única. O universo humano é tão complexo quanto a complexidade de um único ser. Cada verdade é distinta. O que é válido pra um pode até servir pra outros, mas não é unanimidade. Encontrar erros e apontar falhas é muito peculiar a qualquer um. Julgar comportamentos e atitudes, mais fácil ainda. Não existem respostas prontas, fórmulas, rótulos. Existem portas abertas, respeito às suas questões. Um mergulho num mar de possibilidades e o descobrir de um caminho que tem a sua cara. O modo de ser de cada um no mundo. Filosofia Clínica é a atividade filosófica aplicada à terapia do indivíduo. Atividades filosóficas aplicadas às possibilidades do ser humano enquanto se realiza por si mesmo, um novo método de fazer terapia. Fundamentado nas teorias filosóficas desde os clássicos até os contemporâneos. É objetivo da Filosofia Clínica captar o que há de mais específico no indivíduo, conforme o que ele narra de si mesmo durante o processo de terapia; promover o cuidado do indivíduo consigo mesmo na consecução daqueles fins que terapeuticamente são compreendidos como mais satisfatórios a uma vida em transição; compreender como o indivíduo se estrutura e o que nesta estrutura é o seu mal-estar, o seu sofrimento. Deve-se ter a humildade de reconhecer que não se sabe tudo. Que estamos “a caminho”. Assim como um dia descobriu-se que o que se sabia sobre a forma da terra estava errado, assim como se descobriu que a célula é pequena, sim, mas existe algo menor ainda, podemos dizer que conhecemos muito, mas não estamos de posse da verdade absoluta. A origem desta forma terapêutica está na própria consistência filosófica acadêmica, que nos leva às questões mais profundas de nós mesmo, mas nunca se havia estruturado tais estudos para a terapia. Tudo começou na Holanda e na França nos anos 80, quando filósofos abriram consultórios de aconselhamento. Foram os primeiros ensaios para saírem do academicismo dos livros. Na Alemanha, ainda hoje, teóricos colocam uma placa na porta com a expressão “práxis filosófica” e

maio, 2008

atendem a leigos que desejam discutir questões intelectuais como a origem do mundo ou a separação entre corpo e mente, numa espécie de diletantismo remunerado. Filosofia em consultório não é coisa nova. Existe na Holanda como Filosofia Prática, na Alemanha como Filosofia da Práxis e nos Estados Unidos, como Consultoria Ética. No Brasil, surgiu a partir da década de 80 com os trabalhos do filósofo Lúcio Packter, que iniciou as pesquisas e o atendimento à comunidade. Desde os anos 90, com a abertura do Instituto Packter no Rio Grande do Sul, a Filosofia Clínica se estabeleceu no Brasil e teve difusão por todo o país. América Latina e Europa têm, na filosofia clínica hoje, uma prática costumeira. O que se pretende com a Filosofia Clínica num primeiro momento é localizar os choques principais, as formações tópicas problemáticas à Estrutura de Pensamento e trabalhar com elas usando os submodos. A Filosofia Clínica não busca a "cura", mas sim um modo de ser no mundo que esteja em conformação com a Estrutura de Pensamento da pessoa, considerando-se, é claro, todas as objeções: legais, de saúde e existenciais. Estrutura de Pensamento: aquilo que a pessoa é. Todos os dados que a habitam e estão nela interrelacionados: dados cognitivos, espirituais, abstratos, emocionais etc.) Submodos: é o modo informal que uma pessoa utiliza para expressar ou dar vazão ao que vai em sua Estrutura de Pensamento. Em clínica, é o modo que o filósofo utiliza para trabalhar as questões principais da pessoa. Partilhante? Sim. Nosso cliente é alguém que partilha conosco a sua existência e a quem devemos total respeito e profissionalismo. Partilham o seu modo de ser no mundo. Em Filosofia Clínica não há patologias, daí a não utilização de “paciente”. O procedimento clínico é sempre posterior à historicidade da pessoa, nunca a prióri, nunca com fórmulas prontas. Não significa que aceitamos ou concordamos com as concepções dos outros, mas que os respeitamos e buscamos analgesia do seu sofrimento. O filósofo clínico, em sua terapia, deixa as portas abertas para as manifestação do ser humano.

É objetivo da Filosofia Clínica captar o que há de mais específico no indivíduo, conforme o que ele narra de si mesmo durante o processo de terapia.

Cláudia Peruzzo é terapeuta com base em Filosofia Clínica, professora em Extensão e Pós-Graduação em Filosofia Clínica pelo Instituto Packter. www.filosofiaperuzzo.com.br

To t a l S a ú d e | 3 5


Nutrição | Azeite

3 6 | To t a l S a ú d e

maio, 2008


Azeite | Nutrição

Natalia Razuk

Azeite

Ele vale ouro! O óleo extraído das azeitonas é poderoso. Além de prevenir doenças cardiovasculares, ele reduz o nível de colesterol total no sangue, diminuindo o chamado mau colesterol. E ainda, ao facilitar a dilatação dos vasos sanguíneos, previne tromboses. Portugueses, gregos e espanhóis já sabiam de sua importância para a saúde do corpo. A dieta do mediterrâneo é hoje considerada a mais saudável do mundo. Centenas de pesquisas realizadas ao longo dos últimos anos constataram que o azeite de oliva faz bem, sim, ao coração. Estudos comparativos realizados em povos mediterrâneos revelaram um índice claramente menor de mortalidade por infarto do miocárdio em relação à população do norte da Europa e América do Norte. Comprovou-se que essa proteção não está ligada à diversidade genética. Italianos e gregos, que emigraram para a América do Norte, se adaptaram aos novos hábitos alimentares, ficando expostos às doenças cardiovasculares na mesma proporção que os americanos. Para as mulheres preocupadas com a aparência, o produto apresenta uma

maio, 2008

vantagem a mais: Proporciona maior proteção à pele, o que retarda o envelhecimento. Os mediterrâneos utilizam o produto em cosméticos como ingrediente na formulação de cremes dermatológicos. O consumo de azeite durante a gravidez é altamente recomendado. A ingestão auxilia no desenvolvimento do feto, na composição do tecido adiposo e na produção de prolactina (leite materno). Além disso, contribui para a digestão e ameniza a acidez gástrica, muito comum nas gestantes. O azeite de oliva é considerado a gordura que mais se assemelha ao leite materno, tanto pela composição quanto pela sua digestibilidade. Enquanto os outros óleos são produzidos a partir das sementes, o azeite é o único óleo extraído da fruta (azeitona), que possui gordura monoinsaturada, vitaminas e minerais, além de ser fonte de vitamina “E” e rico em compostos antioxidantes. A ingestão de frutas e hortaliças, como brócolis, vegetais verdes e tomates, associada ao uso do azeite, pode evitar o desenvolvimento de tumores malignos. Então, se o azeite é ouro, enriqueça sua saúde.

Estudos comparativos realizados em povos mediterrâneos revelaram um índice claramente menor de mortalidade por infarto do miocárdio em relação à população do norte da Europa e América do Norte.

To t a l S a ú d e | 3 7


Culinária | Costelinha de Porco

de porco Costelinha glaceada com mel e especiarias, com purê de mandioca e mandioca palha Modo de Preparo

Ingredientes

Tempere as costelas com sal e pimenta, e em uma frigideira, dourar e reservar. Em uma panela grande refogue primeiro a cebola, cenoura e alho poró. Em seguida coloque as costelas nessa panela e cubra com água, adicione hortelã e salsinha. Cozinhe por 2 horas em fogo baixo.

1 kg de costelinha de porco 1 cenoura 1 cebola 1/2 alho poró Sal, pimenta, salsinha e hortelã a gosto.

Para Glacear Misture o mel e o vinagre e adicione condimentos como cravo, pimenta, canela em pau. Leve ao fogo por 20 minutos.

Purê de Mandioca Cozinhe a mandioca em água, amasse e adicione creme de leite, manteiga e sal.

Ingredientes 1 xíc de mel 2 colheres de sopa de vinagre 2 cravos 1 canela em pau 3 grãos de pimenta do reino Ingredientes 1/2 kg de mandioca 300 ml de creme de leite fresco 2 colheres de sopa de manteiga Sal a gosto.

Mandioca Palha Cortar a mandioca em tiras finas, cozinhar rapidamente em água já fervente e, em seguida, fritar em óleo a 180 graus até que fiquem douradas.

Ricardo Cher Chef do Menu Degustação do Restaurante DOM. São Paulo/SP.

3 8 | To t a l S a ú d e

Natália Borges Sous Chef do Restaurante Casa do Porto. São Paulo/SP.

maio, 2008


| Anote o Site www.telex.com.br Você ouve realmente bem? Sabe quais os cuidados necessários para garantir uma boa saúde auditiva? Essas e outras questões são abordadas no site do Centro Auditivo Telex. E você ainda pode fazer um teste on line para checar a quantas anda sua audição. Conheça também as mais modernas soluções auditivas do mercado e o endereço da loja mais perto de você. Vale a pena conferir. Seus ouvidos vão ficar eternamente gratos.

www.fertilitycampogrande.com.br A Clínica Fertility Campo Grande Centro de Fertilização Humana Assistida chega com moderna tecnologia e recursos de alta complexidade oferecidos pela medicina reprodutiva. Com a direção da médica Suely Resende, o Fertility Campo Grande conta com laboratórios e equipamentos para a criopreservação de embriões e sêmen; e uma unidade de trabalho, recém lançada na Europa. O projeto foi desenvolvido e atende às especificações do Ministério da Saúde. Confira.

www.unic.com.br Há 10 anos surgia em Campo grande a UNIC, pioneira no Estado em medicina diagnóstica. A partir daí, só cresceu e está agora abrindo uma nova sede. No site você pode conferir quem é a equipe, os convênios atendidos e tirar dúvidas. Vá lá.

www.naturalstep.com.br Você conhece a natural Step? Ela trouxe para o Brasil o único calçado com quatro larguras diferentes e numeração de ponto. Conforto maior, impossível. E ainda tem a linha para os diabéticos. Ficou curioso? Corra ao site.

4 0 | To t a l S a ú d e

maio, 2008


Endereços Úteis | Angiologista

Cirurgiã Dentista

Dr. Fábio Augusto Moron de Andrade Rua 25 de Dezembro, 1.357 Vila Rosa - Campo Grande/MS Telefone: (67) 3384-7540

Dra. Rossana Paroschi Jafar Rua Alagoas, 94 - Jd. dos Estados Campo Grande/MS Telefone: (67) 3326 7297

Dr. Giuliano Rodrigo Paiva Rua 25 de Dezembro, 1.357 Vila Rosa - Campo Grande/MS Telefone: (67) 3384-7540

Cirurgião Plástico

Dr. Guilherme Maldonado Filho Rua Rui Barbosa, 4.112 São Francisco - Campo Grande/MS Telefones: (67) 3325-8031/3325-1428 Dr. Marcos Rogério Covre Rua Padre João Crippa, 2.549 S. Francisco - Campo Grande/MS Telefones: (67) 3324-7749/3324-6826 Dr. Mauri Luiz Comparin Av. Mato Grosso, 2.207 - Vila Célia Campo Grande/MS Telefones: (67) 3324-3706/3383-7810

Dr. Marco Aurélio Ratier Jajah Rua das Garças, 1.547 Campo Grande/MS Telefone: (67) 3324-3633

Farmácias Delta Medicamentos Rua 14 de Julho, 1.233 Rua Brilhante, 3.067 Av. Júlio de Castilho, 1.254 Campo Grande/MS Telefone: (67) 4002-6400

Dr. Maurício de Barros Jafar Rua Antônio Maria Coelho, 2.912 Jd. Estados - Campo Grande/MS Telefones: (67) 3321-8921/3321-8778

Centros Auditivos

Laboratório

Av. Marechal Deodoro, 5885 Jardim Tarumã Telefones: (67) 3373-7000/3323-2130 Rua: Pe. João Crippa, 1098 - Centro Telefones: (67) 3383-7000/3323-1842 Campo Grande/ MS

www.laboratoriobiogenesys.com.br

Ótica ESTACIONAMENTO

P R Ó P R I O

Av. Mato Grosso, 2255 - Jd. dos Estados Telefones: 3324-5034 e 3027-7240

Personal Trainer Rua Maracaju, 1.087 Campo Grande/MS Telefone: (67) 3384-5033

Betha Ratier Telefone: (67) 9263-8303 E-mail: b_ratier@yahoo.com.br

drogaderma@drogadermams.com.br

Psicólogas Fisioterapeuta

Camila Marcon Reich P S I C Ó L O G A

Mariucha S. Oliveira Fisioterapeuta - CREFITO - 9/1635-F

DRª ANDRÉIA B. OLIVEIRA Rua 13 de junho, 517 - Centro Telefones: (67) 3384-1626 / 3383-1485

Cirurgiã Dentista Dra. Aparecida Rosângela Gimenez Sona Fernandes Av. Fernando Corrêa da Costa, 910 Sala 14ª - Campo Grande/MS Telefone: (67) 3382-2854 Email: drarosangelasf@gmail.com

maio, 2008

Rua da Paz, 561 - Sala 01 - Jd. dos Estados Campo Grande - MS - camilamarcon@gmail.com Tel. (67) 3383-2860 / 9283-9358

Pilates - Estética - Neurologia Atendimento Domiciliar

67 9622.1670

Fonoaudióloga PRISCILA KOHATSU SHIMABUCO Fonoaudióloga - CRF 3420-MS

(67) 3027-2697 / 8403-4210 Rua Própria, 59 - Sala 5 - Jardim dos Estados (atrás do Shopping Marrakech)

Giliane Cavalari Novais Maria Claudia Leite Rubio Psicoterapia de Orientação Psicanalítica Rua Rio Grande do Sul, 1.688 Sala 01 - Vila Célia - (67) 3352-5550

Janete Sant’Ana Psicóloga Psicoterapia • Cognitivo Comportamental

Rua José Antônio, 1.217 Telefone: (67) 3325-6938

To t a l S a ú d e | 4 1


Mãe | Bate-papo

Vera de Barros Jafar

Mãe

do tamanho certo

Mãe tem tamanho? Sim, mas você conhece alguma do tamanho certo? As mães ou são de tamanho pequeno - e não estou falando do tamanho físico - ou são grandes demais. As de tamanho pequeno são aquelas pouco afetuosas, pouco atenciosas, ou sem tempo, aquelas ausentes que deixam a molecada correr solta. Limites, educação, conversa são coisas que elas desconhecem. Depois não há Super Nanny que dê jeito. Quando adultos, os filhos reclamam da falta que essas mães fizeram durante seu crescimento. As de tamanho grande ou supermães são as ansiosas, superprotetoras que envolvem os pirralhos de tal maneira que seu crescimento é sufocado, se tornam adultos inseguros e dependentes. Qual seria então o tamanho certo? Qual de nós, mães, não fizemos esta pergunta centena de vezes!

4 2 | To t a l S a ú d e

Existe algo mais sem certeza que uma mãe novata? Quando nos entregam aquele embrulhinho chorão, que molha e suja as fraldas, que não dorme, que tem dor de ouvido e febre, quantas vezes não choramos diante do sentimento de não ser capaz. Mal ou bem, vamos dando conta do recado, às vezes somos supermães, logo em seguida, mães ausentes. Se não fosse por nós, os consultórios de psicologia, psiquiatria e mesmo Freud não existiriam. Como seria bom se os filhos viessem com um manual para as jovens mamães conseguirem ser mães do tamanho certo! Depois, quando o “produto” está pronto, olhamos para aquele adulto tão lindo, capaz, bom caráter e pensamos: consegui! Tem alguns defeitinhos, afinal, ele é um ser humano assim como nós, pobres mães que queremos ser sobre-humanas.

Quando o produto está pronto, olhamos para aquele adulto tão lindo, capaz, bom caráter e pensamos: consegui!

Vera de Barros Jafar Diretora de redação da revista Total Saúde

maio, 2008


REVISTA TOTAL SAUDE edicao maio 2008  

Bartz Propaganda Alex Prappas Greice Maciel Gráfica e Editora Alvorada 7 mil exemplares Rua Alberto Néder, 328. Sala 35 Centro Empresarial...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you