Page 36

Era assim, ficávamos de bruços no colo do vovô, depois ele começava a puxar nossa camiseta dizendo: - ARRUMA O PAPEL, ARRUMA O PAPEL! E dava uma tapinha!!!! Aí começava a ladainha!!! - CARÍSSIMA SORELLA, ISCRIVO TE QUESTA CARTA CHE SONO PASSANDO BENE DE SALUTE!!!! PUNTO E VIRGOLA, PUNTO E VIRGOLA. E para quem tinha mais cócegas, o PUNTO E VIRGOLA, que eram beliscões em nossas gordurinhas, eram mais violentos ainda. QUE DESESPERO!!! Depois da fila toda passar (a fila andava umas cinco vezes), era Dante, Carolina, Clarissa, Bruno, Clara, Pedro, Marilia, crianças da família, crianças da vizinhança, todo mundo fazendo fila para ARRUMAR O PAPEL e escrever uma cartinha simplória para a CARÍSSIMA SORELLA... Vinha o mais temeroso... O MOMENTO DO MONSTRO DAS PANELAS !!!! Vovó não pode reclamar, afinal o vovô sempre teve alguma intimidade com as panelas. Vovô falava: - Vou me esconder. Ta, aí ficávamos todos ansiosos e temerosos em procurar o lugar do esconderijo do monstro das panelas. E ele contava: - 1, 2, 3, podem vir!!!

36

Causos do Seu Russo  

Livro sobre sr Russo e d Adela

Causos do Seu Russo  

Livro sobre sr Russo e d Adela

Advertisement