Page 1

Escola The Biz de Artes apresenta

1a 3

DEZ/2017

Teatro Ibeu Fortaleza


Que tal viver uma experiência

inesquecível

com um dos maiores

performers

da atualidade?

O ator, preparador de atores e performer da Broadway Quentin Earl Darrington abre o ano de 2018 da The Biz. Quentin chega a Fortaleza para dividir conosco toda sua ampla experiência nos palcos. Tudo isso na edição de Janeiro do curso de férias.

17 a 21 de Janeiro/2018

VAGAS LIMITADAS

Quentin é ator, performer e preparador de atores, além de ser membro do quadro de profissionais que trabalham em parceria com a organização Broadway Dreams Foundation. Entre seus principais trabalhos, destacam-se: “Ragtime”, “Memphis: A New Musical”, “The Secret Garden”, “CATS”, “The Lion King” e “The Color Purple”. Atualmente, integra o elenco principal no revival do musical “Once On This Island”, no papel de Agwe, o Deus da água.

INFORMAÇÕES: (85) 99912-9505 / 3051-0130 @thebizarts /thebizarts


Direção Geral André Gress Coreografias Bruno Peixoto Thais de Melo Beatriz Vidal Morgana Fabrício Manu Gadelha

Assistente de Direção Daniel Marinho Wanessa Lugoe

Roteiro Daniel Marinho André Gress

Direção Musical Gerardo Viana

Versão Brasileira Daniel Marinho Diogo Victor

Figurinos Isaias Leal Lima

Maquiagem Bia Duboc

Responsável Técnico/ Designer de Luz Solon Farias Neto

Designer de Som Roger Gonçalves

Conceito Original André Gress Uma produção The Biz Escola de Artes Direção André Gress Coordenação Wanessa Lugoe Professores de Canto Gerardo Viana Andrey Barbosa saulo ribeiro liane macedo giorgi gelashvill Professores de Dança Bruno Peixoto Thais de Melo Beatriz Vidal Morgana Fabrício Manu Gadelha Professores de Teatro André Gress Wanessa Lugoe Járysson de Queiroz Fonoaudióloga Leilane Albuquerque Recepção Raissa lucas Raquel vasconcelos


1 BRILHO (ELETRICITY) Musical: Billy Elliot 2 UM MUSICAL (A MUSICAL) Musical: Something Rotten 3 BROADWAY, EU JÁ VOU (BROADWAY, HERE I COME) Seriado: Smash 4 SOZINHO NO UNIVERSO (ALONE IN THE UNIVERSE) Musical: Seussical 5 SUPERCALIFRAGILISTICEXPIALIDOCE (SUPERCALIFRAGILISTICEXPIALIDOUCIOUS) Musical: Mary Poppins 6 NO VERÃO (IN SUMMER) Musical: Frozen 7 O MEU GRANDE AMOR (MY FUNNY VALENTINE)

8 CANÁRIO E SABIÁ (GREEN FINCH AND LINNET BIRD) Musical: Sweeney Todd 9 AMANHÃ (TOMORROW) Musical: Annie 10 UM LUGAR NO CÉU (CORNER OF T HE SKY) Musical: Pippin 11 ESPUMAS AO VENTO 12 SENHOR CELOFANE (MR CELLOPHANE) Musical: Chicaco 13 AUDIÇÃO (AUDITION) Musical: Lalaland 14 SERIA ASSIM (WHO I’D BE) Musical: Shrek 15 PRA ARMA ALCANÇAR (WE BOTH REACH FOR THE GUN) Musical: Chicago


16 QUEM SABE (MAYBE THIS TIME) Musical: Cabaret

23 QUANDO EU CRESCER (WHEN I GROW UP) Musical: Matilda

17 ESSE É O SHANGRILÁ (WELCOME TO BURLESQUE) Musical: Burlesque

24 ESTRELAS ALCANÇAR (THE IMPOSSIBLE DREAM) Musical: Man of la mancha

18 GASTA E ESBANJA (HEY, BIG SPENDER) Musical: Sweet Charity

25 HISTÓRIA DE UMA GATA Musical: Os Saltimbancos

19 SE VOCÊ VIER (SOMEONE LIKE YOU) Musical: Jekyll and Hyde 20 EU PREFIRO DIAMANTES (DIAMONDS ARE A GIRL BEST FRIEND) Musical: Moulin Rouge 21 O TANGO DE ROXANNE (EL TANGO DE ROXANNE) Musical: Moulin Rouge 22 LEVADO (NAUGHTY) Musical: Matilda

26 VOCÊ (WITH YOU) Musical: Ghost 27 OS TIMBRES DO VERÃO (THE SONG OF PURPLE SUMMER) Musical: Spring Awakening 28 ESPECIAL BOB FOSSE (BOB FOSSE SPECIAL) 29 VÃO TE ENCONTRAR (YOU WILL BE FOUND) Musical: Dear Evan Hansen.


Potencializar talentos. Essa é a nossa missão. O LUMINUS faz parte de um trabalho que desenvolvemos em parceria com nossos alunos. Através de um novo conceito na educação artística e desenvolvimento pessoal, encontramos importantes surpresas que nos fizeram ver o quanto a arte realmente pode mudar as pessoas. Investir nos nossos sonhos exige muita coragem. Para que possamos realizá-los é preciso que ao longo do caminho existam pessoas que acreditem em nós. A The Biz investe nos alunos buscando profissionalizar e proporcionar a oportunidade de entender que cada pessoa tem a possibilidade de ser criador, através de uma metodologia construtivista esperamos que a busca pela verdade cênica seja construída durante os processos em que o aluno participa. O resultado vem através da descoberta. Sabendo que o mais importante de toda essa jornada é o processo. As respostas adquiridas são consequências. Estamos extremamente realizados e motivados a continuar levando a essência do fazer arte para todos que continuarem seguindo junto aos projetos da escola! A realização do projeto The Biz, para mim, vai além dos palcos e das paredes estruturais da escola, serve como incentivo para ver que a construção de um sonho vem através da somatória de várias mãos. Meu muito obrigado a todos os profissionais que fazem parte desse time e principalmente aos alunos e familiares que acreditaram que é possível buscar quem somos nós dentro daquilo que se ama. Seja a luz que ilumina seus sonhos, Andre Gress - Diretor


A ghostlight ou, em tradução livre, “luz fantasma”, é uma ferramenta de luz elétrica utilizada em teatros para iluminar o palco depois que o local tem toda a sua iluminação apagada ao fim do dia. A maior parte das informações, pesquisas e histórias que tratam do assunto fazem parte da tradição de teatros dos maiores produtores de Teatro Musical do mundo: Estados Unidos e Inglaterra. A origem exata do termo ainda é obscura. O Dicionário Histórico do Teatro Americano, por exemplo, diz que a luz fantasma “vem dos dias dos teatros a gás e refere-se a luzes medianamente iluminadas usadas para aliviar a pressão sobre válvulas de gás”. Matt Stern, stage manager de espetáculos da Broadway, trabalha no ramo há mais de 20 anos. Entrevistado pelo site Atlas Obscura, ele assegura que, ao fim de cada show, uma ghostlight estará iluminando a noite do teatro. Kim Russell, stage manager do musical Legalmente Loira, explica, em entrevista ao site da Playbill, que “você tem a ponta do palco levando ao poço da orquestra, e se não houvesse luzes e alguém fosse entrar acidentalmente, seria muito fácil simplesmente sair da borda do palco e cair. Pode ser perigoso.” Mas essa é apenas a parte prática. Existe também a crença generalizada de que a ghostlight irá afastar ou distrair fantasmas. Os funcionários também contam que a superstição em torno do tema é de que todo teatro é habitado por espíritos de antigos atores, diretores ou outras figuras que fizeram parte da história do lugar. O TDF Theatre Dictionary diz que outros supersticiosos do teatro já acreditam que os fantasmas precisam de ajuda, e que a luz serve para guiar o caminho para estas “almas” que circulam o lugar durante a noite. Diante de tantos boatos e depoimentos que juram ser verdadeiros, as lendas sobre essa luz tornaram-se, com o passar dos anos, uma tradição do teatro musical internacional. Mas e aqui? Em Fortaleza, Ceará. Rua Nogueira Acioli, 891. Será que existem fantasmas para assombrar, cuidar e, acima de tudo, contar as histórias do Teatro do Ibeu? Texto: Beatriz Duboc, “Jornatriz”.


Alessandro Braga

Alice Peres

Ana Clara Ramalho

Ana Lissa

Ana LĂş

Any Maia

Barbarah Freire

Beatriz Duboc

Beatriz Matos

Belle Sena

Bruna MemĂłria

Bruno Peixoto


Cecília Brandão

Cleofas Almeida

Daniel Marinho

Diogo Victor

Eduardo Abreu

Elisa Fernandes

Gustavo Nery

Isaías Leal

Jessy

João Paulo Magalhães

João Victor Costa

Julia Carvalho


Lara Koblitz

Lara Lago

Laura Saldanha

Laura Torres

Livia Ferraz

Livia Vasconcelos

Lucas Moura

Luiza Nobel

Maleo

Maria Athayde

Mariana Campos

Marina Pontes

Mario Botelho

Matheus Noronha


Mel Melo

Morgana Fabricio

Raissa Ferreira

Rivian Marques

Robson Moreira

Saulo Ribeiro

Suy Dance

Thais Damasceno

TĂ­cia Frota

Vitoria Eliza

Yummy Fernanda


André Gress Direção Roteiro Conceito Original

Gerardo Viana Direção Musical

Wanessa Lugoe Assistente de Direção

Daniel Marinho Roteiro Assistente de Direção Versão Brasileira

Solon Farias Neto Responsável Técnico Designer de Luz

Roger Gonçalves Designer de Som

Brunos Peixoto Coreografia

Thaís de Melo Coreografia


Morgana Fabrício Coreografia

Manu Gadelha Coreografia

Beatriz Vidal Coreografia

Diogo Victor Versão Brasileira

Bia Duboc Maquiagem

Isaias Leal Figurinos

Beatriz Matos Identidade Visual

Barbarah Freire Identidade Visual


DIREÇÃO Direção Geral André Gress Direção Musical Gerardo Viana Roteiro Daniel Marinho André Gress Versão Brasileira Daniel Marinho Diogo Victor Assistente de Direção Daniel Marinho Wanessa Lugoe PRODUÇÃO The Biz - Escola de Artes SOM Operador de Som Roger Gonçalves Microfonista Járysson de Queiroz CENOGRAFIA Cenário Mayra Veras Mariana Campos Criativo The Biz Cenotécnica Daniele Morais

ILUMINAÇÃO CÊNICA Designer de Luz e Supervisão Técnica Solon Farias Neto Operador de Luz Solon Farias Neto PALCO Maquiagem Bia Duboc FIGURINO Figurinista Isaias Leal Produção de Figurinos Fernanda Santos Marina Pereira Costureiras Roberta Rocha Valdeci Silva Maria de Fátima Santos Janete Silva, Fátima Vieira Rosilda Varela COMUNICAÇÃO Identidade Visual Beatriz Matos Barbarah Freire Making Of LF Studios CONCEITO ORIGINAL André Gress


Primeiro musical licenciado da Broadway produzido por uma escola no Ceará.

NOVEMBRO/2018 “Peixe Grande – O Musical (Big Fish – The Musical)” é apresentado através de um acordo especial e todos os materiais de performance são fornecidos pela Theatrical Rights Worldwide (TRW), 1180 Avenue of the Americas, Suite 640, New York, NY 10036. www.theatricalrights.com.

O musical

NOVEMBRO/2018


www.thebiz.com.br Facebook/thebizarts instagram @thebizarts (85) 99912.9505 // 3051.0130 CEP - 60810-165 Av. Washington Soares, 909 - loja 105.

Luminus - O musical  
Luminus - O musical  
Advertisement