Page 1

l jorna

Primeira Linha

Ano II | Número 4 | Fevereiro de 2010 | Bauru | Campinas | Mirassol | São José do Rio Preto | Valinhos

Ainda há esperança? © ShutterStock.com

Mais esperança para o planeta com a conferência de Copenhague? Descubra aqui o que é a COP15, os resultados da reunião dos líderes mundiais, realizada de 7 a 18 de dezembro de 2009, as medidas adotadas e o papel do Brasil na tarefa de salvar o planeta No final de 2009, a imprensa do mundo todo voltou seus olhos para o que foi debatido na 15ª Conferência do Clima, a “COP.15”, realizada em Copenhague, em dezembro passado. Mas, apesar da ampla cobertura, ficaram claros para você os resultados? Pois vamos falar sobre esse assunto que promete esquentar, literalmente, nossas ideias nos próximos anos. O objetivo das COPs é simples e muito claro: salvar o planeta. Para isso, estas conferências têm como procedimento a elaboração de relatórios que avaliam as mudanças climáticas que estão ocorrendo e a

proposta de mudanças, em nosso sistema produtivo industrial, para reduzir a literal degradação do nosso planeta Terra. As Conferências das Partes (COPs) são encontros anuais decorrentes da Rio 92, convenção de grande importância que deu origem a essas atividades cujo objetivo é elaboração de diversas decisões a serem adotadas para a estabilização da concentração de gases do efeito estufa na atmosfera em níveis toleráveis para o sistema climático. A COP.15 foi a décima quinta já realizada. Essa edição aconteceu dos dias 07 a 18 de dezembro, na capital da Dinamarca. Na

ocasião, líderes de todo o mundo e assessores de 192 países estiveram presentes com suas propostas e suas reflexões sobre um possível acordo climático global para a redução das emissões dos gases de efeito estufa. O evento foi aberto oficialmente pelo presidente da COP.14, o polonês Maciej Nowicki, que lembrou aos participantes das delegações dos 193 países que eles teriam apenas seis dias para entregar resultados aos seus ministros (no caso da delegação do Brasil, quem esteve à frente foi a ministrachefe da Casa Civil, Dilma Rousseff). Seis

dias para salvar os próximos anos do planeta. Parece pouco? Com a falta de um acordo final, tudo indica que realmente foi pouco. A presidente da COP.15 e exministra do Clima da Dinamarca, Connie Hedegaard, destacou, na abertura do evento, os compromissos de controle das emissões assumidos pelas nações em desenvolvimento, incluindo o Brasil, e também apelou aos presentes por um acordo. Mas o tom de esperança foi, ao longo dos dias, sendo tomado pela sensação de fracasso devido às divergências político-econômicas que os diversos encontros geraram. Leia mais na página 3.

Linha do tempo das Conferências Mundiais

*

1995 Berlin, Alemanha

1997 Quioto, Japão

1996 Genebra, Suíça

1992 ECO92 Rio de Janeiro, Brasil

1999 Bonn, Alemanha

2001 Bonn, Alemanha Marrackch, Marrocos

2003 Milão, Itália

2005 Montreal, Canadá

2007 Bali, Indonésia

1998 2002 2006 Nairobi, África 2000 2004 2008 Buenos Aires, Argentina Nova Delhi, Índia Haia, Holanda Buenos Aires, Argentina Poznan, Polônia Quioto, Japão

*Leia mais sobre cada edição no especial em blogdopatio.wordpress.com/COP15

eventos

viagem

ÁLBUM DE FOTOS Esta edição traz as fotos dos eventos que o Colégio Seta promoveu no ano letivo de 2009. Tem formaturas, gincanas, apresentações de atividades extras e muitos sorrisos. Leia mais na página 4.

DIÁRIO DE BORDO Sônia Mozer continua sua jornada por Petra e vai ao deserto da Jordânia onde explora um dos sítios arqueológicos mais ricos em histórias e lendas da Terra: o Tesouro. Leia mais na página 6.

são paulo CIDADE HISTÓRICA A capital do nosso estado completou recentemente 456 anos e você, se não visitou algum museu, não deve reconhecer as imagens antigas que publicamos aqui para comemorar a sua fundação. Leia mais na página 7.

AQUI DENTRO Divulgação


Primeira Linha |Fevereiro|2010 l

OPINIÃO

jorna

2

OS RUMOS TECNOLÓGICOS ARTIGO

Para aqueles que pensam que tecnologia está associada ao século XXI, a História procura questionar esta ideologia de forma a termos historiadores que afirmam que o processo tecnológico é empregado por todos os povos, seja rudimentar ou elaborada, moldando-se as civilizações. Mas por quê? A técnica não pode vir a ser conhecida dissociada da ciência, portanto o homem antigo vivenciava os processos de descobrimentos - observava o existente ao redor e, empiricamente, melhorava a qualidade dos objetos. Já o homem moderno parte de princípios fixados pelo estudo e pesquisa, chegando aos inventos. Sendo que a observação e o aprimoramento levam às descobertas, ou seja, pesquisas, partindo de pressupostos científicos, chegando-se aos novos inventos. Desta forma pode-se afirmar que o vapor e a máquina simples seriam descobrimentos enquanto que a lâmpada, o transistor e o computador são inventos. Na Antiguidade, com os gregos, a noção de ciência originou métodos de desenvolvimento de setores naturais e sociais e chegou à essência do conhecimento e do método cientifico. Contudo não se interessaram pelos seus fins práticos, ou seja, teorias e métodos serviam mais para a observação científica ou para curiosidade, para a arte ou mesmo para a guerra do que para uma transformação sistemática do trabalho humano. Os romanos, por sua vez, construíram máquinas, mas nada que marcasse a história das invenções mecânicas (guerras). Enquanto que, na Idade Média vista até pouco tempo com obscuridades, a técnica não conheceu colapso, mas sim progrediu, com marco de descobertas e inventos significativos. Durante este período, coube à Igreja o papel importante de conservação das técnicas agrícolas e o aprimoramento de novos aparelhos e maior produtividade, tais como: novos sistemas de atrelagem de cavalos, a criação de outras forças motoras como o moinho de vento, o uso da hulha, renovação da agricultura, multiplicação de inventos

(roda dentada, óculos, lunetas, iluminação pela vela de sebo ou círio de cera, chaminé, vidro transparente, pólvora, bússola, cartografia, relógios de água e sol que passaram a mecânicos, papéis e tipos de impressão). Consequentemente, deduz-se, por mais que alguns duvidem, a técnica medieval é altamente criativa e enriqueceu o patrimônio humano. Com o desenvolvimento urbano e comercial, juntamente ligado a uma nova ordem política de Estados Nacionais, tivemos outra forma de indústria, pelo sistema fabril. Para pesquisadores, quando se dispõem das inovações por ordem cronológica, é possível determinar uma ou duas fases distintas: uma primeira no início do séc. XVIII, quando se direcionam os esforços principalmente para dominar as forças exteriores do homem; e outra no final do séc. XVIII quando as taxas de juros subiram e alguns inventores passaram a voltar-se para os ideais da economia de capitais. Os setores que se desenvolveram e caracterizam a Rev. Industrial pode-se dizer que foram três: a máquina a vapor, tecidos de algodão – com novas formas de fiação e tecelagem, e por fim a indústria pesada (mineração e a metalurgia). O vapor, como elemento energético, já era conhecido. A partir daí, se desenvolveram as máquinas hidráulicas, sendo que os estudos dos gases e vapores pelos físicos foram lentos, obtendo-se resultados antes da explicação científica, ou seja, a experiência antecipou o estudo teórico. A revolução industrial, consequentemente, acarretou modificações proveitosas nos métodos de produção. Por fim, a era da Terceira Revolução Industrial – a Robótica – permitiu que o surto tecnológico se aperfeiçoasse para 24 horas em linha de produção. Esse processo permite ao mundo progressos medicinais, mas também uma discussão sociológica quanto uma vida de cárcere. Paulo Henrique de Souza Professor de história - Seta Rio Preto

DESTAQUE

Arquivo Pessoal

TROTE - Caroline S. Resende do Seta Mirassol foi 1º lugar na Unesp

MODA

E VESTIBULARES NA PRIMEIRA LINHA

Apesar de não muito longa, a minha experiência aqui no Primeira Linha foi ótima! Ficar pensando no que e como falar de moda para pessoas que não são profundas conhecedoras do meio - eu também me incluo nessa categoria! - de uma forma simples e que todas entendam, e gostem, é complicado! Mas é extremamente gratificante quando você vê seu trabalho pronto e muita gente te elogia! A oportunidade que eu tive de escrever sobre curiosidades do mundo da moda aqui no jornal foi única! Daqui pra frente essa é minha vida, pensar em moda toda e qualquer hora do meu dia. Passar no vestibular, ainda mais no curso com que você tanto sonhou, e saber que sua vida será repleta daquilo de que você mais gosta é maravilhoso! Bom, agradecimentos e comentários à parte, vamos ao que interessa nessa minha última participação por aqui. Resolvi falar sobre a pergunta que aparece frequentemente na cabeça da maioria dos estudantes: "Com que roupa eu vou hoje?". O que mais se vê hoje em dia nos pés dos alunos são as mundialmente famosas Havaianas, mas também são muito comuns as papetes e Crocs, muito práticas para quem não quer pensar em combinações somente pra ir à escola. Pra quem não curte mostrar os pezinhos, o tênis acaba sendo a única opção. No caso dos meninos, as bermudas e camisetas básicas são sempre a melhor - e mais comum - escolha, principalmente nesse Brasil que só sabe fazer calor, e mesmo com todo o conforto e praticidade, não precisam ir desleixados para aula, não é meninos? Agora, as meninas ficam mais limitadas às

calças jeans ou qualquer outro tipo de calça, já que não são muitas as escolas que permitem que elas vão de shorts. Mas se deixar a criatividade fluir, dá para se arrumar um pouco mais, uma blusa mais bonita que não incomode - e que não vá contra as regras da escola - uma maquiagem leve que dê um ar saudável com as bochechas coradinhas ou até um acessório que deixe o visual mais "cool". Uma coisa que é muito importante na hora de escolher sua roupa para ir à aula, é pensar no que a deixa mais confortável e que você se sinta bem, não é nem um pouco legal ficar se preocupando com a roupa que pode estar mostrando isso ou aquilo ou com alguma peça que está apertando e que você optou em colocá-la somente pela beleza estética, enquanto você devia estar prestando atenção à aula ou conversando normalmente com seus amigos no intervalo. Escola não é competição de quem se veste melhor e sim um lugar de estudos e convivência social. Só para não perder a oportunidade de divulgar ainda mais os maravilhosos eventos de moda que temos aqui no Brasil, não deixem de conferir as coleções e tendências para o inverno 2010 exibidas no Fashion Rio na semana de 08 a 13 de Janeiro e no São Paulo Fashion Week (SPFW) que ocorreu do dia 17 ao dia 22 de Janeiro. Um ótimo site para mais informações - e fotos! - sobre os eventos e muitas curiosidades, dicas e novidades do mundo da moda é o www.ffw.com.br. Bruna Medina Ex-aluna Seta Bauru e bixete em Design de Moda na Anhembi Morumbi


Primeira Linha jorna

l

COP 15

|Fevereiro|2010

3

RESULTADOS DOS TRATADOS CLIMÁTICOS DE COPENHAGUE Fotos: Divulgação

No final da conferência, no lugar do documento que deveria salvar o planeta, restaram três páginas de texto com alguns pontos do Acordo de Copenhague que não têm valor legal, ou seja: servem, por hora, como conselho de amigo. São eles: - O acordo é de caráter não vinculativo, mas uma proposta adjunta ao acordo pede para que seja fixado um acordo legalmente vinculante até o fim do próximo ano. - Considera o aumento limite de temperatura de dois graus Celsius, porém não especifica qual deve ser o corte de emissões necessário para alcançar essa meta - Estabelece uma contribuição anual de US$ 10 bilhões entre 2010 e 2012 para que os países mais vulneráveis façam frente aos efeitos da mudança climática, e US$ 100 bilhões anuais a partir de 2020 para a mitigação e adaptação. Parte do dinheiro, US$ 25,2 bilhões, virá de EUA, UE e Japão. Pela proposta apresentada, os EUA vão contribuir com US$ 3,6 bilhões no período de três anos, 2010-12. No mesmo período, o Japão vai contribuir com US$ 11 bilhões e a União Europeia com US$ 10,6 bilhões. - O texto do acordo também estabelece

que os países deverão providenciar "informações nacionais" sobre de que forma estão combatendo o aquecimento global, por meio de "consultas internacionais e análises feitas sob padrões claramente definidos". - O texto diz: "Os países desenvolvidos deverão promover de maneira adequada (...) recursos financeiros, tecnologia e capacitação para que se implemente a adaptação dos países em desenvolvimento" - Detalhes dos planos de mitigação estão em dois anexos do Acordo de Copenhague, um com os objetivos do mundo desenvolvido e outro com os compromissos voluntários de importantes países em desenvolvimento, como o Brasil. - O acordo "reconhece a importância de reduzir as emissões produzidas pelo desmatamento e degradação das florestas" e concorda em promover "incentivos positivos" para financiar tais ações com recursos do mundo desenvolvido. - Mercado de Carbono: "Decidimos seguir vários enfoques, incluindo as oportunidades de usar os mercados para melhorar a relação custo-rendimento e para promover ações de mitigação.

Reuniões, palestras e discussões ocorreram em todos os dias da conferência

AS MEDIDAS DA COP15 SÃO NECESSÁRIAS?

Uma das dezenas de manifestações realizadas durante toda a COP15

Como fica o Brasil nessa história? O Brasil terá que contar com aproximadamente 166 bilhões de dólares para cumprir sua meta de reduzir em até 39% suas emissões de gases do efeito estufa até 2020, conforme anunciaram os ministros Dilma Roussef (Casa Civil) e Carlos Minc (Meio Ambiente) em entrevista coletiva realizada ainda na Dinamarca, no hotel L’Angleterre, ainda durante a COP15. Boa parte do recurso estimado para o Brasil deverá ser usado no setor de energia, para a construção de usinas hidrelétricas por exemplo. Outra parte deverá ser destinada para evitar o desmatamento e a expansão desenfreada e criminosa da agricultura. Existe, no entanto, uma certeza: a de que os dados apontados sobre o clima pelas pesquisas dos cientistas da IPCC nas últimas décadas são mais sérios do que os acordos fechados em Copenhage. E urgentes. Mas, apesar disso, a esperança de podermos habitar esse planeta num futuro mais breve do que o que se acreditava há poucos anos, se renovará em breve com o término do Tratado de Kyoto e a emergente e, então inadiável, necessidade de novos acordos que substituirão o de Kyoto que, desde 1988, tenta abafar essa onda de calor entre as nações e sobre todas as nossas cabeças.

As necessidades de mudanças nesse processo de degeneração climática acarretada com a poluição gerada pelo homem são mais do que explícitas e urgentes. Para se ter certeza disso, basta juntar as informações levantadas cientificamente até hoje. Essas informações são coletadas, empiricamente, ou seja, baseadas em diversas análises e testes em todo o planeta, pelo Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática, o IPCC. O IPCC teve origem no ano de 1988. Seu objetivo é usar a literatura científica para avaliar a extensão das mudanças climáticas, e compreendê-las, avaliando o potencial da humanidade para adaptar-se às mudanças ou se contrapor a elas. Com base nesses estudos, foram publicados vários relatórios de avaliação: em 1990, 1995 e 2001. Em 2007, o IPCC lançou o documento que se tornou o consenso científico sobre aquecimento. O texto, cuja preparação envolveu mais de 1.200 cientistas independentes e 2.500 revisores, conclui que

os países desenvolvidos devem cortar suas emissões de gases do efeito estufa em 40% até 2020 para segurar a alta da temperatura do planeta no limite de 2°C. Pelas contas do IPCC, é o único jeito de evitar um descontrole climático de consequências desastrosas, imprevisíveis, apocalípticas. O estudo teve tamanha relevância que, juntamente com o exvice-presidente dos EUA, Al Gore, os cientistas do IPCC receberam o Nobel da Paz, em 2007. Crendo nestas análises e demonstrando tranquilidade (ou até mesmo indiferença) em relação às alterações que a humanidade está causando ao planeta, a maioria dos chefes de Estado decidiram por respeitar apenas esse índice em não contribuir para o aumento de mais de 2ºC até o ano de 2020. Para isso, deverão entregar, no início do corrente ano, um documento que comprove suas ações e investimentos para o controle da emissão de poluentes. As análises deverão ser realizadas por profissionais de competência reconhecida.

EXPEDIENTE diretor-presidente | Marco Antônio dos Santos diretora de planejamento | Maria Edna Mugayar diretora de eventos | Maria Eugênia Mugayar jornalista responsável | Santiago Garcia revisão | Marilene Gusson Pereira arte gráfica | G Design


Primeira Linha

l

GALERIA

jorna

4

|Fevereiro|2010

Fotos: Santiago Garcia/SETA

Galeria!

Histórias para contar não faltaram durante o Festival de Teatro Seta Rio Preto 2009. Cada uma das personagens trouxe um pouco da construção teatral que um elenco pode trabalhar

O doce som das flautas se destacou em meio aos eventos e apresentações realizadas no final do último ano letivo. Os alunos do Ensino Fundamental e Médio do Colégio Seta Rio Preto encantaram a todas as pessoas presentes no Teatro Seta

A Feira de Ciências, realizada pelos alunos do Colégio Fleming, em Campinas, demonstrou apenas uma parcela do conhecimento gerado em sala de aula. Em exposições na quadra de esportes, os estudantes levaram à prática o que se conhecia em teoria

Muitos alunos fecharam 2009 com chave de ouro: formandos do Ensino Médio foram tricampeões da Gincana Seta Rio Preto. Para outros, foi o momento de aprender que todos aqueles que trabalham por um bem comum alcançam a vitória, exemplo vivido na arrecadação de mantimentos A Gincana do Colégio Fleming, em Campinas, também revelou verdadeiros talentos e colocou todos os alunos em estado de muita alegria e diversão

Formatura da turma 2009 do Colégio Seta Bauru Alunos do Colégio Seta Bauru se transformaram em "Lobinhos" por um dia durante acampamento realizado no final do ano passado

Festa de Encerramento em Mirassol Familiares ficaram encantados com as apresentações dos alunos da Educação Infantil durante a Festa de Encerramento, em Bauru

O Ensino Médio e Ensino Fundamental do Colégio Seta Mirassol realizaram sua Cerimônia de Formatura no Ypê Park Hotel, em São José do Rio Preto.


Primeira Linha jorna

GALERIA

l

|Fevereiro|2010

O Torneio de Futebol realizado para os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental contagiou, com muita energia, tanto os estudantes durante as partidas quanto os pais que, do lado de fora do gramado, vibravam a cada lance decisivo

Festa de Confraternização animou os alunos do Ensino Fundamental do Colégio Seta Bauru

Mirassol também realizou a troca de faixa dos alunos de caratê. Os estudantes que participam dessa aula extracurricular apresentaram ainda, aos pais e familiares presentes, um pouco sobre o treinamento realizado ao longo do ano Formas geométricas se transformaram em brincadeiras do Ensino Fundamental do colégio de Campinas

FOTO APRESENTACAO DE DANCA

A galera animada de Bauru comemorando no Espaço Bauru Eventos

Os pequenos de Mirassol também tiveram sua Festa de Formatura. A Pré-Escola de Mirassol realizou a sua cerimônia em um buffet na cidade de São José do Rio Preto

Os alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio do Colégio Seta Rio Preto caíram no ritmo durante o festival de dança realizado no teatro Seta. Além da apresentação de jazz, o Grupo de Dança Seta encantou a todos pela vibração nas coreografias

Animação também no Colégio Seta Mirassol, com as apresentações musicais e teatrais. As atividades foram realizadas na quadra de esportes da unidade, que contou com uma estrutura especial para o evento

Alunos de Campinas se divertiram durante trabalho realizado com material reciclável

5


Primeira Linha

l

MUNDO

jorna

6

|Fevereiro|2010

DINAMARCA É VANGUARDISTA EM TECNOLOGIAS DA SAÚDE prontuário eletrônico: "Vê como é fácil para mim, em vez de perder o dia no hospital?" observa Danstrup. Tudo isso é possível porque Danstrup vive na Dinamarca, país que adota registros de saúde eletrônicos e outras tecnologias de informação para a saúde há muitos anos. Hoje, virtualmente todos os médicos do atendimento primário de saúde e quase metade dos hospitais usam registros eletrônicos. Vários estudos, incluindo um que será publicado neste mês pelo Fundo Comunitário, concluem que o sistema de informação dinamarquês é o mais eficiente do mundo, economizando em média aos

Diário Sônia M. Mozer

médicos 50 minutos por dia em trabalho administrativo. E um relatório de 2008 da Sociedade de Sistemas de Gestão e Informação de Atendimento de Saúde estimou que as receitas e prontuários eletrônicos economizam ao sistema de saúde dinamarquês até US$ 120 milhões por ano. Com esse tipo de serviço, viabilizado por tecnologias que já existem – basta investimentos e competência – é possível ainda checar, pela Internet, o prontuário médico pessoal. O sistema é todo digital, inclusive a geração de receitas médicas, geradas diretamente no sistema pelo médico e acessadas por qualquer farmácia no país.

bordo

DE

Se Jens Danstrup não vivesse na Dinamarca é bem provável que ocupasse mais da metade de seu tempo em filas ambulatoriais, sendo atendido por um médico diferente a cada consulta e repassando seu histórico médico para cada um deles, todas as vezes. Mas, felizmente, para Danstrup é diferente: ele pode ir ao médico sem sair de casa, usando alguns instrumentos com aplicações médicas simples e um computador notebook com webcam. Ele faz suas próprias leituras médicas semanais, que são enviadas para seu médico por meio de uma conexão Bluetooth e registradas automaticamente em um

O sucesso da Dinamarca tem muito a ver com seu pequeno tamanho, sua população homogênea e seu sistema de saúde regulamentados. Como em grande parte da Europa, a saúde na Dinamarca é financiada pelos impostos e a maioria dos serviços é gratuito. No Hospital Universitário Frederiksberg de 150 anos, em Copenhague, o enfermeiro Steffen Hogg Christensen afirma: "a tecnologia da informação para a saúde não é fácil, treinar colegas e pacientes idosos pode ser difícil e exigir bastante tempo. Mas não é incrível quão inovadores podemos ser? E tudo dentro dessas paredes velhas".

Fotos: Sônia Mozer

Petra, 4 de janeiro de 2008 É quase meio-dia. Dia ensolarado, de céu azul, nesse suave inverno jordaniano. Saindo da penumbra do Siq chega-se a um pátio natural e estamos frente a frente ao Tesouro. O monumento é esculpido em pedra rosa pálido e, exceto nos trechos em que foi depredado, é como se fosse novinho em folha. Parece um templo escavado na rocha. Tem 43m de altura por 15m de largura. A fachada helenística apresenta 6 colunas, com capitais florais (quase corintios) e frontão triangular, que parece grego. No frontão, a cabeça de uma górgona; no nível superior, duas vitórias aladas, com quatro figuras. A figura central é motivo de discussão: é Ísis, a deusa egípcia? É a deusa nabateia Al-Uzza (que provavelmente era uma adaptação de Ísis)? Ou é Tique, a deusa grega da fortuna? A cornucópia indica essa hipótese. O que era o Tesouro? Uma tumba! O nome Tesouro decorre de uma lenda de que um faraó egípcio escondera um tesouro ali. Como o tesouro estaria na urna de pedra (na parte superior do monumento) andaram atirando nela. Dá para ver os buracos das balas. Levou tempo para que se entendesse que “o tesouro é o Tesouro”! Como outros edifícios de Petra, a fachada é a parte mais importante. Lá dentro há uma sala quadrada sem adornos, exceto a decoração dramática causada pelo corte das pedras, que revela as camadas de minérios, cujas cores se sobrepõem: negro, vermelho, rosa, lilás pérola. O que havia ali dentro? Não se sabe. Mas é certeza que fosse uma tumba? Não. Não existem fossas de sepultamento. É possível então que fosse um templo? Pode ser. Os nabateus, que eram politeístas, tinham vários santuários em Petra. É provável que usassem o Siq como local de procissões. Daria certo: a procissão passaria pelo Siq, que é uma garganta estreita, e chegaria ao pátio do Tesouro.

As escavações em torno do Tesouro começaram em 2003 e até agora há mistérios não revelados. Já se descobriu, entretanto, que o piso original do monumento está 4m abaixo do piso atual. Saindo do Tesouro, chega-se à Rua das Fachadas: ali há tumbas e casas residenciais que provavelmente pertenceram à elite nabateia. O teatro a que se chega, a seguir, parece um teatro romano, mas não é. O desenho é romano, mas os capiteis florais são nabateus e a técnica de construção também. Já as colunas são contribuições romanas, mesmo. A escala do teatro demonstra a prosperidade de Petra no primeiro século a.C: capacidade para 3000 espectadores em suas 45 fileiras de pedras. Em 1991, o teatro foi inundado pelas chuvas, o que não acontecia na Antiguidade, quando um sofisticado sistema de canalização desviava as águas das chuvas para as cisternas. Em frente ao teatro, esculpidas nas montanhas, estão as Tumbas Reais. São chamadas de reais pela sua grandiosidade embora se desconheçam os nomes ou os cargos dos que ali foram enterrados. Destacam-se a Tumba da Urna (com uma urna sobre o

frontal), a Tumba da Seda (cujas cores vivas lembram o tecido), a Tumba dos Obeliscos. Atravessando o coração de Petra está a Via das Colunatas, a rua principal da cidade antiga. A rua termina no templo nabateu (Qasr Al Bint), que parece ter sido o mais importante de Petra. Nele há inscrições em homenagem a Zeus e Afrodite! Que sincretismo religioso! Numa viagem como essa é preciso manter na cabeça o encantamento do que estamos vendo e não levar em conta algumas inconveniências práticas. Por exemplo: os banheiros públicos para turistas não são limpos; um homem de mãos sujas controla a entrada, com rolos de papel higiênico enfiados no braço. Ele distribui pedaços do papel higiênico aos turistas de forma bastante parcimoniosa. Portanto, é mais prudente carregar um kitbanheiro e não perder tempo com lamentações. Por outro lado, é sempre prazeroso conhecer pessoas do lugar. Há um enorme e barulhento restaurante em Petra, com grandes mesas que convidam à confraternização. Sentou-se a meu lado uma simpática família de jordanianos que tem um comércio em Petra. Espantaram-se por eu conhecer e apreciar comida árabe. Afinal, para eles, o Brasil é apenas um exótico país do outro lado do mundo, onde existem florestas, carnaval e futebol. Expliquei a eles sobre a grande colônia árabe que vive em nosso país. Só não disse, por gentileza, que o “babaganouch” que minhas amigas brasileiras de ascendência árabe fazem é até melhor que o deles. No meio da refeição chegou o alegre grupo de mexicanos que conheci em Israel. Eles vão continuar a viagem, agora em direção ao Sinai (morro de inveja!!!), mas estavam preocupados comigo. - Você ainda está aqui? - Você vai perder o avião! É mesmo. Estou a quase 300 km do aeroporto de Amman e preciso atravessar uma estrada de montanhas para chegar lá, tomar o avião que me leve a Frankfurt e, depois, um voo para o Brasil. É muito chato encarar, mas é hora de ir embora.


l

Fundação de São Paulo

Primeira Linha jorna

HOMENAGEM

|Fevereiro|2010

7

Há mais informações e fotos no blogdopatio.wordpress.com

São Paulo se destaca

25/01/1554

O COMEÇO Dia 25/01m a cidade de São Paulo assoprou velinhas: 456 anos. Os padres jesuítas, José de Anchieta e Manoel da Nóbrega, subiram a Serra do Mar a fim de buscar um local seguro para se instalar e catequizar os índios. Os religiosos construíram um colégio numa pequena colina, próxima aos rios Tamanduateí e Anhangabaú, onde celebraram uma missa. Era o dia 25 de janeiro de 1554, data que marca o aniversário de São Paulo. Quase cinco séculos depois, o povoado de Piratininga (foi chamada assim por 157 anos), que foi pouso para muitos dos Bandeirantes e de suas bem conhecidas empreitadas, se transformou numa cidade de 11 milhões de habitantes sendo uma das mais importante cidades da América Latina. SÃO PAULO HOJE São Paulo é uma cidade de oportunidades, um mirante para o qual boa parcela das pessoas que acreditam poder vencer na vida olha com esperança. Principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América Latina. Maior cidade do Brasil e de todo o hemisfério Sul, São Paulo é a cidade brasileira mais influente no cenário global, sendo considerada a 14ª cidade mais globalizada do planeta. Tem a terceira maior frota de táxis da América Latina e a maior frota de helicópteros do mundo.

Museu de Arte de São Paulo (Masp), o mais importante museu de arte ocidental da América Latina; Instituto Butantan, que abriga uma das maiores coleções de serpentes do mundo, além de ser o mais moderno centro de produção de vacinas e soros da América Latina; Universidade de São Paulo (USP), terceira maior instituição da América Latina e colocada entre as cem mais conceituadas no mundo; Bovespa, maior centro de negociação de ações da América Latina; 75% dos eventos realizados em todo o País; mais de 1/3 do PIB (Produto Interno Bruto) do País e 12,5 mil restaurantes e 15 mil bares de dezenas de especialidades, o que lhe rendeu a fama de capital gastronômica do mundo.

Avenida Paulista em 1902 Estação da Luz

Aeroporto de Congonhas Instituto Butantan

Represa de Santo Amaro (1934)

Observatório astronômico da Politécnica, na Praça Buenos Aires (1931)

Clube de Regatas São Paulo Rio Tietê - 1905 Praça da Sé (1938) Vale do Anhangabaú, Teatro Municipal e Hotel Esplanada em 1934

Catedral de São Paulo

Centro Mercado Municipal em 1933


Primeira Linha

l

SE LIGA!

jorna

|Fevereiro|2010

blogdopatio.wordpress.com Divulgação

FÉRIAS

Fotos de viagem “Concurso de Fotografia”

DVD

O Colégio Seta lança o 1º Concurso de Fotografia para os alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio de todas as unidades Seta. O tema é: “Fotos de Viagem”, que busca retratar os instantes e momentos vividos pelos estudantes e seus colegas, amigos e familiares durante o período das últimas férias de verão. Aquela paisagem e aquele por-do-sol já podem ser enviados para o e-mail: comunicacao@agenciagdesign.com.br contendo nome completo, unidade e título das fotos. A quantidades de fotos enviadas por aluno é de, no máximo, três, atentando apenas para o cuidado de enviar imagens com boa qualidade. Fique ligado, o regulamento está no Blog do Pátio junto com a premiação. Leia atentamente e envie as fotos até o próximo dia 21 de fevereiro.

Divulgação

Documentário “Michael Jackson - This Is It” O documentário sobre Michael Jackson, "This Is It" será lançado em DVD e Blu-ray no dia 26 de janeiro no mercado norte-americano e brasileiro. Produzido pela Sony, o documentário arrecadou US$ 71 milhões nas bilheterias dos EUA desde sua estreia nos cinemas, em 28 de outubro. As versões em DVD e de alta definição de "This Is It" vão incluir vários minidocumentários e outros extras. O Blu-Ray também terá duas versões cada dos vídeos "Smooth Criminal" e "Thriller". Os preços sugeridos no varejo serão de R$44,90 para o DVD e R$89,90 para a versão em Blu-ray. Nos Estados Unidos também está previsto um disco para PlayStation Portable, que será oferecido por US$ 24,94.

CINEMA Animação “Alvin e os Esquilos 2”

EVENTO Internet e tecnologia “ Campus Party 2010” No Brasil foi realizada, do dia 25 ao dia 31 de janeiro, a edição 2010 do Campus Party, o maior encontro de comunidades da Internet do mundo. O evento é um espaço pensado para incentivar o compartilhamento, a aprendizagem e a transferência de conhecimentos. Nele, durante sete dias, milhares de participantes acampam em suas barracas, com seus computadores a tiracolo, trocando momentos, ideias e experiências. O evento procura formar um local de encontro presencial para milhares de pessoas apaixonadas por tecnologia e entretenimento e que participam ativamente, ao longo do ano, das mais variadas comunidades na Internet. Para se ter uma ideia da interação que acontece entre os participantes, até a escolha da data do evento é realizada por meio de votação. Conheça mais do evento pelo site oficial: www.campus-party.com.br

LITERATURA

Concurso cultural

“Poesias Amigos do Livro” O Portal Amigos do Livro e a GSC Eventos Especiais estão organizando o I Concurso de Poesias Amigos do Livro / Flipoços - 2010, para autores brasileiros, maiores de 16 anos, residentes no Brasil. O tema é livre e a inscrição é grátis. O Autor poderá participar com uma POESIA, de, no máximo, três páginas (veja todo o regulamento no site). O Concurso tem por objetivo descobrir novos talentos e promover a literatura brasileira. Inscrições: até 31 de março de 2010, somente pela Internet, através do Portal Concursos e Prêmios Literários no endereço: www.concursosliterarios.com.br. O resultado sai durante o 4º Flipoços Festival Literário Nacional de Poços de Caldas, que será realizado dos dias 24 de abril a 02 de maio de 2010.

LIVRO

Editora Ediouro

Divulgação

Dois anos depois de suas estréias, em 2007, os esquilos mais famosos do cinema: Alvin, Simon e Theodore estão de volta em uma nova aventura. Quando o empresário deles sofre um acidente, os três amigos são matriculados na escola e começam a enfrentar novos desafios, como a pressão dos colegas, as aulas de educação física, além da presença das “esquiletes”. Direção de Betty Thomas. A estréia nas telonas brasileiras está prevista para o começo de 2010. No site www.alvimeosesquilos2.com.br há bastante informações e interatividade. É possível virar um esquilo com os mais diversos tipos de roupa e combinações oferecidas pelo site, além de gravar recados pelo microfone do pc. O site oferece a possibilidade de se montar um cartão temático; são três opções disponíveis que permitem a inserção de frases e dizeres e até mesmo a gravação, por frases escritas, com som na voz dos esquilos. Há, ainda, uma galeria de fotos dos esquilos e a histórica de cada um dos personagens.

“Livro dos Recordes 2010”

E que tal começar 2010 quebrando todos os recordes? Celebrando a primeira década do século XXI, a nova edição do "Guinness World Records" chega ao Brasil com muitas novidades. Além de novos recordes brasileiros, como "O maior pão do mundo" - feito em Curitiba, com peso de 1,571 ton. - e "Mais gente dentro de um fusca" - quebrado no Rio de Janeiro, com 15 pessoas -, o livro também reúne os principais recordes da década, os "Top 100" entre os recordistas, um recorde para cada dia do ano e ainda apresenta os "inquebráveis", alguns dos recordes mais duradouros da história. Uma leitura que desafia todos os limites!

MODA Tendências “ São Paulo Fashion Week” Em São Paulo foi realizada, do dia 17 ao dia 22 de janeiro, a edição 2010 do São Paulo Fashion Week (SPFW). Os principais estilistas e marcas brasileiras mostraram suas propostas para o inverno 2010. Paulo Borges, um dos principais nomes ligados à realização do SPFW, elegeu o conceito linguagens (das palavras aos símbolos, passando, claro, pela moda) como tema desta edição. No total, 39 grifes entraram na passarela. Este ano, a Bienal (local que é palco de toda a estrutura do SPFW) foi toda preparada com telas de LCD, símbolos, palavras, tags, e imagens, mostrando que moda e tecnologia podem se relacionar de maneira complementar, trazendo a conectividade e a tecnologia para dentro do mundo da moda.O SPFW é um dos maiores eventos de moda do mundo e o maior da América Latina.

MÚSICA Divulgação

8

Ke$ha

“Animal ” Divulgação

A cantora pop Ke$ha colocou fim ao reinado de seis semanas de Susan Boyle na lista de álbuns mais vendidos dos Estados Unidos e também garantiu a primeira posição pela quarta semana consecutiva na lista de singles da Billboard. Ke$ha (Kesha Sebert, 22 anos) se tornou a primeira artista a liderar as duas listas simultaneamente com gravações de estreia desde que a britânica Leona Lewis conseguiu isso em abril de 2008. Com seu álbum de estreia "Animal", a cantora Ke$ha lidera a lista de discos mais vendidos nos EUA vendendo mais de 150 mil cópias durante a semana que terminou em 10 de janeiro. O single "Tik Tok" virou hit de sucesso no Brasil logo em seguida. Destaque para "Take It Off", "Blah blah blah" com a banda 3OH!3 e "Hungover". Curiosidade: "Party At A Rich Dude's House", escrita (diz ela) depois de uma festa badalada na casa da ex-BFF Paris Hilton, onde lenda que Ke$ha deu bafão no quarto da dona da casa.

Primeira Linha #4  

Jornal para rede de escolas Seta

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you