Page 1

Ariel

da

Silva Parreira

ANO XIX • Nº 405 • 29 DE AGOSTO A 4 DE SETEMBRO DE 2011 • SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS DE CRÉDITO NO ESTADO DE PERNAMBUCO

Começam as negociações Bancários dão início aos debates com os bancos nesta terça-feira. Ao todo, foram agendadas cinco rodadas de negociação para a Campanha Nacional

O

s bancários e os bancos reúnem-se esta semana para dar início às negociações da Campanha Nacional 2011. Entre as principais reivindicações dos trabalhadores estão o reajuste salarial de 12,8% (aumento real de 5% mais reposição da inflação projetada em 7,8%), PLR de três salários mais R$ 4.500, piso do Dieese (R$ 2.297,51 em junho), plano de cargos e salários para todos, mais contratações, fim da rotatividade, reversão das terceirizações e banco para todos, sem

agenda de negociações reunião

dia

temas

30 de agosto

Emprego e reivindicações sociais

31 de agosto

Emprego e reivindicações sociais

5 de setembro

Saúde e condições de trabalho

6 de setembro

Saúde e condições de trabalho

13 de setembro

Remuneração

exclusão e sem precarização. As negociações começam nesta terça-feira (30), exatos 18 dias depois da entrega da pauta de reivindicações dos bancários. Ao todo, os bancos agendaram cinco reuniões

com o Comando Nacional dos Bancários (veja o calendário acima). A presidenta do Sindicato, Jaqueline Mello, explica que, a exemplo dos anos anteriores, as negociações com os bancos serão

WWW.BANCARIOSPE.ORG.BR

divididas por temas. “Esse modelo adotado nos últimos anos tem rendido bons frutos para os bancários. Temos saído vitoriosos de todas as Campanhas Nacionais dos últimos sete anos. Com as negociações divididas por temas, podemos aprofundar o assunto sem atropelos nas reuniões com os bancos. Além disso, podemos qualificar as nossas manifestações, realizando protestos temáticos a cada semana”, comenta Jaqueline, que representa Pernambuco no Comando Nacional dos Bancários.


2 campanha nacional

Caravana do Sindicato agita Camaragibe Fotos: Ivaldo Bezerra

Esta semana, o Sindicato estará em Boa Viagem, na terça, e em Olinda, na quarta

BRADESCO: Presidenta do Sindicato, Jaqueline Mello, entrega a última edição do Jornal dos Bancários para funcionário do banco

BRADESCO: Diretor do Sindicato, Ronaldo Batista, convoca os bancários para a mobilização

SANTANDER: Marcílio Rosalvo, diretor do Sindicato, explica as reivindicações dos bancários

CAIXA: A diretora Daniella Almeida fala para os clientes sobre a Campanha Nacional dos Bancários

BANCO DO BRASIL: A diretora Sandra Albuquerque e o diretor Cleber Gomes, que trabalha na agência de Camaragibe

ITAÚ: Flávio Coelho, diretor do Sindicato, cobra fim da rotatividade e mais contratações

Informativo do Sindicato dos Bancários de Pernambuco DIRETORIA EXECUTIVA Presidenta: Jaqueline Mello Secretário-Geral: Fabiano Félix Comunicação: Anabele Silva Finanças: Suzineide Rodrigues Administração: Epaminondas França Assuntos Jurídicos: Alan Patricio Bancos Privados: Geraldo Times

Bancos Públicos: Daniella Almeida Cultura, Esportes e Lazer: Adeílton Filho Saúde do Trabalhador: João Rufino Secretária da Mulher: Sandra Albuquerque Formação: Tereza Souza Ramo Financeiro: Elvis Alexandre Intersindical: Cleber Rocha Aposentados: Luiz Freitas

29 de agosto a 4 de setembro de 2011

Circulação semanal Redação: Av. Manoel Borba, 564, Boa Vista, Recife Telefone: 3316.4233 / 3316.4221. Correio Eletrônico: imprensa@bancariospe.org.br Sítio na rede: www.bancariospe.org.br Jornalista responsável: Fábio Jammal Makhoul Conselho Editorial: Josenildo dos Santos, Geraldo Times, Tereza Souza e Jaqueline Mello. Redação: Fabiana Coelho, Fábio Jammal Makhoul e Wellington Correia. Diagramação: Bruno Lombardi. Impressão: NGE Tiragem: 9.000 exemplares


3 Santander

Funcionários exigem garantia de emprego e plano de carreira Ivaldo Bezerra

O

Para Epaminondas Neto, mobilização dos bancários será fundamental para fechar um bom acordo aditivo

Sindicato reúne-se com o Santander nesta terça-feira, dia 30, para entregar a pauta de reivindicações dos bancários para o banco. Entre as prioridades da minuta estão a garantia de emprego, fim da terceirização e a criação de um Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS). “Queremos incluir essas demandas como novas conquistas no acordo aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho da categoria”, explica o diretor do Sindicato, Epaminondas Neto, lembrando que o atual acordo

aditivo termina nesta quarta, dia 31. Os bancários do Santander são os únicos funcionários de uma instituição financeira privada que já garantiram um acordo complementar com mais direitos que a Convenção Coletiva. “Este aditivo já nos trouxe muitas conquistas, como o auxílio-educação, ampliação da licença amamentação, intervalo de 15 minutos dentro da jornada de seis horas e licença não remunerada de 30 dias para acompanhamento de familiares com problemas de saúde”, conta Epaminondas.

Bradesco

Funcionários trabalhando com guarda-chuva aberto. Muita água escorrendo pelos fios e na bateria de caixas. Máquinas cobertas com plásticos para não se molharem. Baldes espalhados pelo chão e funcionários subindo escadas, em pleno expediente, para tentar melhorar a situação das telhas. Eis o cenário encontrado pelo Sindicato, no último dia 22, na agência Jaboatão Centro, do Bradesco. Após denúncia de um cliente, dirigentes da entidade foram até o local, conversaram com

clientes e bancários e interditaram a unidade. Segundo as informações dos representantes do banco, algumas telhas tinham sido removidas para impermeabilização do teto. No entanto, a chuva chegou antes. “A possibilidade de acidentes é imensa. Além do risco de quedas e choques elétricos, fragmentos do gesso, no teto, podem acabar caindo e machucando trabalhadores ou clientes”, questionou o secretário de Saúde do Sindicato, João Rufino.

Seec PE

Sindicato interdita agência em Jaboatão

Bancários estavam trabalhando de guarda-chuva para se proteger das goteiras

Caixa

Empregados e banco iniciam as negociações O Sindicato e a Contraf-CUT abriram no dia 18 passado, em Brasília, as negociações específicas com a Caixa Econômica Federal. Os debates focaram na eleição de um representante dos trabalhadores para o Conselho de Administração da empresa, conforme assegura a lei federal 12.353, sancionada

pelo presidente Lula no dia 12 de dezembro de 2010. A abordagem inicial do assunto pelos representantes dos empregados e da Caixa envolveu adequações estatutárias que deverão ocorrer para cumprimento da lei, assim como questões relativas ao exercício da função de conselheiro eleito.

A empresa entende que o conselheiro representante deve ficar liberado de suas atribuições funcionais. Os representantes dos empregados, por sua vez, destacaram a necessidade de estrutura adequada ao cumprimento do mandato. A primeira rodada de negociação específica com a Caixa desta

Campanha Nacional tratou ainda da extinção da área de compensação e suas consequências, do Sistema de Ponto Eletrônico (Sipon), da Comissão de Conciliação Voluntária (CCV), da estrutura da RET/PV e dos correspondentes bancários. Leia mais em www. bancariospe.org.br.

29 de agosto a 4 de setembro de 2011


4 festa

Dia dos Bancários vai ser regado a samba

V

ocê recebeu parabéns no último domingo? Teve festa na sua casa ou no banco? Pois deveria ter, afinal de contas 28 de agosto é o Dia dos Bancários. Mas se a data passou em branco não se preocupe. O Sindicato está preparando uma festa especial para comemorar o Dia dos Bancários. Ela será realizada no dia 6 de setembro e será regada a muito samba. Quem abre a programação é um bancário-artista: João Villa, do Itaú. Depois, a sambada segue com

Arquivo CUT

Patusco e encerra com um DJ. A festa começa às nove horas e não tem hora pra acabar. Será no Círculo Militar, na Avenida Agamenon Magalhães, que dispõe de segurança e amplo estacionamento. A data

O Dia dos Bancários é comemorado em 28 de agosto desde 1951, ano em que a categoria realizou uma das mais longas greves de sua história. Foram 69 dias de paralisações e muitos protestos.

Dia dos Bancários é comemorado desde 1951

Itaú

Sindicato contesta critérios do PR Os bancários do Itaú estão insatisfeitos com os critérios utilizados pela empresa para o pagamento da Participação dos Resultados (PR), avaliado por meio do AGIR, um dos programas próprios de remuneração do banco. Enquanto alguns poucos trabalhadores receberam o valor efetuado em 19 de agosto, a maioria não recebeu absolutamente nada. Os funcionários também não conseguem atingir a pontuação imposta pela empresa porque os critérios não são transparentes. Os bancários reclamam ainda da demora para divulgar as informações, o que torna impossível atingir a meta estabelecida.

“O programa de Participação nos Resultados do Itaú é um engodo. O trabalhador se mata para tentar atingir metas que beiram o Ivaldo Bezerra

absurdo e que podem ser mudadas a qualquer momento e sem nenhum critério, de acordo com a conveniência da direção da empresa. E o pior: o esforço sobre-humano dos funcionários não é reconhecido. Afinal, aquilo que ele recebe pelo programa é descontado da PLR (Participação nos Lucros e Resultados), que é direito garantido em Convenção Coletiva e independe do cumprimento de metas”, explica o diretor do Sindicato, João Rufino. Para o Sindicato, os critérios do programa têm de ser mais claros e divulgados no início do ano. Além disso, as regras não podem ser mudadas no meio do jogo como vem ocorrendo.

Segurança

MP cobra investimento dos bancos Portas de segurança, vidros e janelas blindados, detectores de metais, circuito interno de TV, divisórias entre os guichês de atendimento e vigilantes capacitados durante o tempo em que houver circulação de dinheiro nas agências são algumas das exigências legais para o funcionamento dos bancos que são diariamente descumpridas na cidade do Recife. De olho nestas irregularidades, o promotor de justiça da 19° Promotoria do Consumidor, Ricardo Coelho, expediu recomendação para que os bancos da cidade do Recife cumpram o que determinam as Leis Municipais n° 17.669/10, 17.647/10 e 17.672/10, bem como a Lei Federal 7.102/83. Pois tal legislação faz exigências que visam garantir a segurança do clientes e bancários dentro e fora das agências. Para o Sindicato, a ação do Ministério Público é de extrema importância, pois atualmente os bancos estão ignorando solenemente as leis municipais de segurança bancária. Só este ano, Pernambuco foi alvo de mais de 50 ataques a agências bancárias. O promotor de justiça, Ricardo Coelho, ressalta, também, que a existência de vigilantes devidamente capacitados é fundamental para a segurança bancária. Segundo ele, as instituições financeiras do Recife terão até o final desta semana para informar ao Ministério Público acerca do cumprimento ou não da recomendação, bem como para fixar cópia da mesma em local visível dentro das agências bancárias.

Ele jamais seria derrotado se não tivesse lutado sozinho

Sindicato dos Bancários de Pernambuco

29 de agosto a 4 de setembro de 2011


Jornal dos Bancários - ed. 405  

de 29 de agosto a 4 de setembro de 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you